fundamentos do marketing e da administração mercadológica

Propaganda
FUNDAMENTOS DO MARKETING
E DA ADMINISTRAÇÃO
MERCADOLÓGICA
PRINCIPAIS CONCEITOS
RELACIONADOS AO MARKETING
 O senso comum nos leva a crer que marketing
significa vendas e propaganda, mas isso é um
engano.
 venda e a propaganda são meras partes de um
grande composto de marketing (ou mix de
marketing) – um conjunto de ferramentas que
trabalham juntas para atingir o mercado.
Peter Drucker, um dos
principais pensadores da
administração declara que:
“O objetivo do marketing é tornar a venda
supérflua. É conhecer e compreender o
cliente tão bem que o produto ou serviço
sirva... e venda por si próprio”
CONCEITO CENTRAL
NECESSIDADES HUMANAS
 São estados de carência percebida. Podem se
dividir em necessidades básicas físicas
(alimentação, roupas e segurança),
necessidades sociais (fazer parte de um grupo e
ser querido) e necessidades individuais
(conhecimento e auto-realização).
 Deve-se lembrar que essas necessidades não
são criadas pelos profissionais de marketing,
elas são inerentes à natureza humana.
DESEJOS
 São as necessidades humanas moldadas
pela cultura e pelas características
individuais. Por exemplo: fome hambúrguer com batata frita e coca-cola.
Os desejos são os objetos que satisfazem
as necessidades, e eles aumentam na
medida em que a sociedade evolui.
DEMANDAS
 O homem tem desejos quase ilimitados,
no entanto possui recursos limitados, o
que não o permite comprar todos os seus
objetos de desejo. Quando esses objetos
podem ser comprados tornam-se
demandas. Os consumidores escolhem o
“pacote de benefícios” (produto) que
melhor satisfaz os seus desejos diante de
suas limitações financeiras.
PRODUTO
 É qualquer coisa que possa ser oferecida
ao mercado para satisfazer uma
necessidade ou desejo. O seu conceito
não se limita aos bens (tangíveis), inclui
também os serviços (intangíveis),
pessoas, lugares, organizações, atividade
e idéias, contanto que eles lhe
proporcionem algum tipo de benefício e
que satisfaça os seus desejos enquanto
consumidores.
Já sabemos, portanto, que as pessoas possuem
necessidades, que são muitas vezes supridas com
seus objetos de desejo, gerando assim demandas
que podem ser de bens ou serviços, ou seja, de
produtos. Mas como os consumidores escolhem
entre os diversos produtos que lhe são ofertados?
Eles os escolhem com base no seu “valor”.
VALOR PARA O CLIENTE
 O valor para o cliente é a diferença entre
os valores que ele ganha comprando e
usando um produto e os custos para obter
esse produto. No entanto, os clientes não
julgam os valores e custos com exatidão e
objetividade, agindo assim sobre o valor
percebido, como o status, a imagem, a
“fama”, a “marca”, etc.
SATISFAÇÃO DO CLIENTE
 Depende do desempenho do produto
percebido com relação ao valor relativo às
expectativas do comprador. Se o
desempenho faz jus às expectativas, o
comprador fica satisfeito. Se exceder
essas expectativas, ele fica encantado.
O que nos é importante dessas
duas definições é justamente a
importância do valor percebido e
da satisfação do cliente, que são
justamente conceitos “chaves” do
marketing moderno.
Outro conceito importante, e que
dentro do marketing ganha novos
parâmetros, é o de gestão de
qualidade total, onde as empresas
buscam melhorar sempre a
qualidade dos seus produtos.
QUALIDADE TOTAL
 Em seu sentido mais restrito pode ser
definida como “ausência de defeitos”.
Contudo, as empresas centradas no
marketing ultrapassam essa definição,
estabelecendo a qualidade de acordo com
a satisfação do cliente.
“A qualidade começa
com as necessidades
do cliente e termina
com a satisfação
dele”
Como já mencionado, o marketing
ocorre quando as pessoas
decidem satisfazer necessidades e
desejos através de uma troca, que
se estabelece como o conceito
central de marketing.
TROCA
Ato de obter-se um objeto desejado dando
alguma coisa em retribuição. Para que ela
se efetive, são necessárias ao menos duas
partes interessadas em participar, e que
cada uma delas tenha algo de valor que
queira negociar com a outra, oferecendo e
chegando a um comum acordo para a
efetivação.
TRANSAÇÃO
É uma unidade de medida, e consiste em
uma troca de valores entre duas partes.
Onde a parte A dá “X” à parte B e recebe
“Y” em troca. Se “X” for dinheiro e “Y”
também, diz-se que ocorreu uma transação
monetária. Agora, se “X” e “Y” forem
produtos é uma transação de escambo.
O MARKETING CONSISTE EM AÇÕES COM A
FINALIDADE DE OBTER UMA RESPOSTA
DESEJADA DE UM PÚBLICO-ALVO SOBRE
ALGUM PRODUTO, SERVIÇOS, IDÉIA OU
OUTRO OBJETO QUALQUER.
O marketing ainda necessita de outro
elemento-chave: o mercado, que
originalmente referia-se ao lugar onde
os compradores e vendedores se
reuniam para trocar seus bens.
MERCADO
 Grupo de compradores reais e potenciais
de um produto. Esses compradores têm
uma necessidade ou desejo específico
que pode ser satisfeito através da troca. O
tamanho de um mercado depende do
número de pessoas que apresentam
necessidades, tem recursos para fazer
permutas e estão dispostas a oferecer
esses recursos em troca do que desejam.
SISTEMA SIMPLES DE
MARKETING
É a partir desses conceitos que a A.M.A.
(American Marketing Association) passou a
definir, em 1985, a administração de
marketing como sendo “o processo de
planejar e executar a concepção, definição
de preço, promoção e distribuição de idéias,
bens e serviços para criar trocas que
satisfaçam os objetivos individuais e
organizacionais”.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

Criar flashcards