LIVRO TEXTO – pag 197

Propaganda
GABARITO TAREFA 21/03/2011
LIVRO TEXTO – pag 197
a) Durante a atividade física muito intensa, quando deixa de haver oxigênio suficiente para a
respiração celular, células do tecido muscular esquelético dos mamíferos iniciam o processo de
fermentação lática para manter a liberação de energia.
b) A fermentação é importante na produção de bebidas alcoólicas, como cerveja, vinho e
aguardente de cana (fermentação alcoólica) e na produção de iogurte, por exemplo, por meio
da fermentação lática.
No Brasil a linhagem utilizada é a Sacharomyces carlsbergensis, que, por formarem menos gás
carbônico durante a fermentação, também produzem menor quantidade de álcool etílico.
A produção de lactato aumenta durante a realização de exercícios muito intensos, quando a
quantidade de oxigênio nos tecidos musculares torna-se insuficiente para a manutenção da
respiração aeróbia. Assim, inicia-se o processo de fermentação lática, permitindo a
manutenção do consumo do piruvato (ácido pirúvico) resultante da glicólise, com consequente
formação de ácido lático e liberação de energia em forma de ATP.
O ácido lático é formado a partir da fermentação lática, quando a glicose passa a ser
degradada anaerobicamente por causa da falta de oxigênio nos tecidos musculares para a
manutenção da respiração aeróbia. Isso geralmente acontece durante a realização de
exercícios muito intensos. Para evitar o acúmulo de ácido lático em seus tecidos musculares,
um atleta amador deve aumentar gradativamente a intensidade e a duração do exercício.
Desse modo, sua musculatura eleva cada vez mais sua capacidade de utilizar o oxigênio para
queimar o glicogênio aos poucos, retardando o início do processo de fermentação lática.
a) Na fermentação o consumo de glicose é maior.
b) Isto ocorre porque neste processo o saldo energético é de 2 moléculas de ATP por molécula
de glicose, enquanto que na respiração aeróbia é de 36 a 38. Assim, mais glicose deve ser
consumida para a liberação da mesma quantidad de energia.
a) Cadeia respiratória – cristas mitocondriais
Ciclo de Krebs – matriz mitocondrial
Glicólise – Citoplasma (citosol)
b) Nestas condições, a bactéria realizaria fermentação lática, na qual a glicose é, através da
glicólise, desdobrada em duas moléculas de piruvato (ácido pirúvico) com liberação de
hidrogênio e duas moléculas de ATP. O piruvato é, então, transformado em ácido lático pela
utilização dos íons hidrogênios liberados na glicólise e transportados pelo NADH.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards