saúde

Propaganda
Fotos Divulgação
saúde
Os tipos de fobia mais comuns
Por Juliana Danelon
Acrofobia – Medo de altura
Aracnofobia – Medo de aranha
Agorafobia – Lugares cheios
Claustrofobia – Lugares fechados
Hidrofobia – Medo de água
Nictofobia – Meio da noite ou do escuro
Glossofobia – Medo de falar em público
a continuar. Um dos piores aspectos do pânico é
o medo de ter medo”, diz.
O segundo grupo é o das Fobias Sociais,
que provoca nos doentes o pânico de realizar
qualquer ato coordenado na frente de outras
pessoas; como falar, escrever, comer. “Até certo
ponto, é natural sentir-se acanhado quando se
é observado. No entanto, essa vergonha passa a
ser considerada patológica a partir do momento
em que a pessoa sofre algum prejuízo por causa
dela, como deixar de concluir um curso por causa de um exame que exige uma apresentação
pública”, diz Verea.
A boa notícia para quem sofre desses “males
são as mais diversas, mas está correlacionado com a maneira como
da vida moderna” é que, hoje, já existe um gran-
cada pessoa ‘processa’ suas vivências e traumas, principalmente da
de leque de soluções para essas doenças. “O
infância, e quais problemas isso desencadeia na vida adulta. Freud
tratamento depende da intensidade da fobia e
entende que as fobias surgem após grande sobrecarga psíquica,
do tamanho do mal que causa à pessoa no seu
que gera um excesso de ansiedade. Com o passar do tempo, esse
dia a dia. Invariavelmente, há a necessidade de
sentimento vai direcionar-se para situações ou objetos aos quais o
uma avaliação e acompanhamento psiquiátri-
indivíduo projeta de maneira inconsciente seus temores. A ansie-
co e, portanto, do uso de remédios específicos.
dade antecipatória é disparada quando esses pacientes precisam
Quanto à abordagem psicológica de tratamen-
encarar o temor”, diz Verea, que acredita que a hipnose é uma téc-
to, depende do profissional e do diagnóstico de
nica de tratamento efetiva. “Ela permite que uma pessoa, em esta-
cada paciente. Existem algumas técnicas de tra-
do alterado de consciência, tenha acesso a recordações de situa-
tamento psicológico que colocam o paciente em
ções anteriores que possam estar influindo negativamente na sua
contato direto com o medo. Pode dar resultado
vida presente e sejam a fonte de seus problemas. O subconsciente
ou não”, analisa Juliana.
não está limitado pela lógica espaço e tempo, assim é possível lem-
Compreender a origem da fobia é um aspecto relevante durante o tratamento. “As causas
74
maio 2014
brar de tudo, sem perder o foco, pois a hipnose não permite que
elementos externos interfiram no processo”.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Matemática

2 Cartões Elma gomes

jndghm

2 Cartões jescola001

Criar flashcards