gabarito - Walter Tadeu

Propaganda
COLÉGIO PEDRO II – UNIDADE ESCOLAR SÃO CRISTÓVÃO III
PRIMEIRA ETAPA LETIVA / 2010
PROVA DE MATEMÁTICA II – 1ª SÉRIE – 2ª CHAMADA
COORDENADORA: MARIA HELENA M. M. BACCAR
PROFESSOR: ___________________________ DATA: ____________
NOME: GABARITO
NOTA:
Nº: ______ TURMA: _______
E S T A P ROV A V A L E 5 P ONT OS .
NÃ O S E R ÃO ACE IT AS RE S P OS T A S S E M AS DE V I D AS J US T IF IC AT IV AS .
QUESTÃO 1 (Valor: 1,0)
Do quadrilátero ABCD da figura a seguir, sabe-se que: os ângulos internos de vértices A
e C são retos; os ângulos CDB e ADB medem, respectivamente, 45° e 30°; o lado CD mede
2dm.
Calcule os lados AD e AB.
Solução. Como CDB = 45º, então BC = 2dm, pois o triângulo BCD é isósceles.
Calculando cada lado, temos:
2
i) BD  2 2  2 2  BD  8  2 2dm

sen30º 
ii) 
sen30º 


cos 30º 

ii) 

cos 30º 
AB
BD
1
2

AB
2 2  AB  1  AB  2 2  2dm
2
2 2 2
AD AD

BD 2 2
3
2

AD
2 2

3
2 2. 3
 AD 
 6dm
2
2
QUESTÃO 2 (Valor: 1,0)
Milena, diante da configuração representada abaixo, pede ajuda aos vestibulandos para
calcular o comprimento da sombra x do poste, mas, para isso, ela informa que o sen = 0,6.
Calcule o comprimento da sombra x.
Solução. O comprimento da sombra vale “x” e é cateto do triângulo retângulo indicado. A altura
10m é o cateto. Como a relação a ser utilizada é a tangente, precisamos do valor do cosα.
Temos:
sen 2  cos 2   1  0,6  cos 2   1  0,36  cos 2   1 
2
i)
 cos    1  0,36  0,64  0,8
i) tg 
cat.op 10 10
10


 0,75  0,75 x  10  x 
 13,3m
cat.adj. x
x
0,75
1
QUESTÃO 3 (Valor: 1,0)
De dois observatórios, localizados em dois pontos X e Y da superfície da Terra, é
possível enxergar um balão meteorológico B, sob ângulos de 45° e 60°, conforme é mostrado
na figura abaixo.
Desprezando-se a curvatura da Terra, se 30km
separam X e Y, calcule a altura h, em quilômetros, do balão à
superfície da Terra.
Solução. Identificando os triângulos retângulos na figura,
podemos aplicar as relações:
i) tg 45º  h  1  h  d  h
d
ii) tg 60º 
d
h
h
 3
 h  30 3  d 3
30  d
30  d
Igualando (i) e (ii), temos:
d  30 3  d 3  d ( 3  1)  30 3  d 
d
30 3
( 3  1)

30 3 

3 1
( 3  1)( 3  1)
30(3  3 ) 30(3  3 )

 15(3  1,7)  (15)  (1,3)  19,5km.
3 1
2
Logo, h = d = 19,5km.
QUESTÃO 4 (Valor: 1,0)
Dois edifícios, X e Y, estão um em frente ao outro, num terreno plano. Um observador,
no pé do edifício X (ponto P), mede um ângulo  em relação ao topo do edifício Y (ponto Q).
Depois disso, no topo do edifício X, num ponto R, de forma que RPTS formem um retângulo e
QT seja perpendicular a PT, esse observador mede um ângulo  em relação ao ponto Q no
edifício Y.
Sabendo que a altura do edifício X é 10m e que 3 tg = 4 tg, calcule a altura h do edifício Y,
em metros.
Solução. Observando os triângulos QPT e QRS, calculamos as
tangentes de  e : tg 
QT
QS h  10
h


e tg 
. Como
PT PT
RS
PT
h
h  10
 4.
3tg = 4tg, temos:
PT
PT
3h  4h  40  h  40m
3.
2
QUESTÃO 5 (Valor: 1,0)
Num triângulo retângulo,  é um ângulo agudo e sen  =
Solução. Aplicando as relações trigonométricas temos:
2
 5
5
  cos 2   1 
sen   cos   1  
 cos 2   1 

5
25


i)
5
25  5
20 2 5
 cos 2   1 
 cos   


25
25
25
5
2
2
5
sen
5 5
1
ii) tg 
 5 
.

cos  2 5
5 2 5 2
5
3
5
. Calcule cos e tg.
5
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

Criar flashcards