Questão 37: Acerca da intervenção do Estado na economia

Propaganda
RACIONALIDADE ECONÔMICA DO
GOVERNO
Questão 37: Acerca da intervenção do Estado na
economia, assinale a opção correta.
a) A existência de bens públicos, tais como as escolas
públicas e privadas, justifica a presença do Estado
na economia.
b) Setores econômicos com monopólio natural não
justificam por si só a necessidade de intervenção
econômica do Estado.
c) A presença de externalidade positiva ou negativa não
justifica uma intervenção do Estado na economia.
d) O livre funcionamento dos mercados pode ocasionar
problemas como inflação e desemprego, o que
justifica a necessidade de intervenção do Estado na
economia.
RACIONALIDADE ECONÔMICA DO
GOVERNO
Questão 38: No que se refere à racionalidade econômica
do governo, assinale a opção correta.
a) A função alocativa do governo obriga-o a fornecer
bens públicos à sociedade, e o financiamento da
produção desses bens ocorre por meio da obtenção
voluntária de recursos.
b) A função distributiva do governo leva-o a impor
tributos, subsídios ou transferências na consecução
de tal função.
c) Com base na função alocativa, o governo pode impor
alíquotas de impostos mais altas para indivíduos de
alta renda.
d) A função estabilizadora do governo se justifica pela
crença de que o mercado tem capacidade de se autoajustar ao nível de pleno emprego da economia.
RACIONALIDADE ECONÔMICA DO
GOVERNO
Agente Branco, 2004 - 119. O efeito das despesas
públicas sobre a atividade econômica varia com as
modificações na estrutura funcional dos gastos.
Escrivão Branco 2004 - 112. A função redistributiva do
governo está associada à provisão de bens e
serviços que, em virtude da existência de falhas de
mercado, não são ofertados adequadamente pelos
mercados privados.
Incidência de um Imposto Específico
S2
Preço
P2
A
B
P1
D
S1 Os compradores perdem
A + B, os vendedores perdem
D + C e o governo arrecada
A + D . O peso morto
é B + C.
P2 é o preço (incluindo
o imposto) pago pelos
compradores. P3 é o preço
que os vendedores recebem,
com lucro líquido.
D
C
t
P3
Q2
Q1
Quantidade
IMPOSTOS INDIRETOS
3. Suponha que a demanda por cigarros seja quase que
totalmente inelástica, que a oferta seja positivamente
inclinada e o mercado competitivo. Considere as
afirmações abaixo referentes à introdução de um
imposto sobre a venda de cigarros:
I. A incidência econômica deste imposto deverá recair
sobre os vendedores de cigarro.
II. A medida é ineficaz se pretende reduzir
significativamente o consumo de cigarros.
III. O imposto provoca um aumento de preços
praticamente igual ao tamanho do imposto.
É correto afirmar:
(A) I, II e III; (B) I e II, apenas; (C) I e III, apenas;
(D) III, apenas; (E) II e III, apenas.
IMPOSTOS INDIRETOS
5. Suponha um mercado de bens de luxo em que a demanda
é relativamente mais elástica que a oferta. Caso o governo
coloque um imposto sobre o bem em questão, ocorrerá o
seguinte:
(A) a incidência jurídica do imposto determina que o
excedente do produtor diminuirá mais do que o excedente
do consumidor e, por esta razão, vale a pena tributar bens
como bebidas alcoólicas de luxo.
(B) o peso-morto do imposto será mínimo.
(C) a incidência econômica do imposto será igual para
produtores e consumidores
(D) a incidência econômica do imposto será diferente entre
produtores e consumidores e o peso-morto do imposto
será máximo.
(E) a incidência econômica do imposto será maior sobre os
produtores.
Política de Preços Mínimos
Preço
S
Dg
P1
A
P0
Para manter um preço P1
o governo compra a
quantidade Dg . A variação
no excedente do
consumidor é –(A+ B),
e a variação no excedente
do produtor é A + B + D
D
B
D + Dg
D
Q2
Q0
Q1
Quantidade
Política de Preços Mínimos
Preço
S
Dg
P1
A
P0
O custo do governo
é representado pelo
retângulo pontilhado
P1(Q1-Q2)
D
B
D + Dg
D
Q2
Q0
Q1
Quantidade
Quotas de Produção
• Oferta restringida em Q1
• Oferta desloca-se para S’ em Q1
S’
Preço
S
P1
A
B
P0
• EC reduzido em A + B
• Variação no EP = A - C
• Peso morto = B+C
C
D
Q1
Q0
Quantidade
QUOTAS DE PRODUÇÃO
Uma camiseta pendurada numa dessas dezenas de lojas de
suvenires espalhadas por Manhattan traz uma frase
curiosa: "sobrevivi a uma corrida de táxi em Nova York".
O preço da licença de um táxi em Nova York bateu recorde
este ano: US$ 600 mil. Isso quer dizer que para comprar
um taxi é preciso desembolsar o equivalente a R$ 1,2
milhão. Há três anos, eram necessários US$ 500 mil. A
valorização avança mais e mais a cada ano porque
desde a década de 1950 a cidade tem basicamente o
mesmo número de licenças concedidas pelo governo:
uma frota de 13 mil carros.
"Quem quer comprar um táxi precisa ir ao mercado
paralelo, porque não há novas licenças", diz Andrew
Murstein, presidente da Medallion Financial Corp., a
maior financiadora de táxis de Nova York.
Subsídios
Preço
S
S + Sg
P1
Sub.
P0
P2
D
Q0
Q1
Quantidade
PREÇOS MÍNIMOS, QUOTAS DE
PRODUÇÃO E SUBSÍDIOS
1. O modelo básico da oferta e da demanda é utilizado para
analisar os mais variados problemas econômicos. Com
base nesse modelo, julgue os itens seguintes.
(1) No Brasil, a política de fixação de preços mínimos para
determinados produtos agrícolas provoca excesso de
demanda, permitindo, assim, o escoamento da produção
dessas mercadorias.
6. A teoria da oferta e demanda, que estuda as interações
entre vendedores e compradores em uma economia de
mercado, constitui o cerne do estudo dos fenômenos
econômicos. Utilizando os conceitos essenciais dessa
teoria, julgue os itens abaixo.
(5) A implementação de uma política de controle de aluguéis
contribui para aumentar a demanda e a quantidade
disponível de imóveis para alugar.
Preço Máximo
Preço
Suponha que o governo
imponha um preço máximo de Pmax
abaixo do preço de mercado P0.
S
Peso Morto
O ganho dos consumidores
é a diferença entre
o retângulo A e o
triângulo B.
B
P0
A
C
A perda dos produtores é
a soma do retângulo A e
do triângulo C. Os triângulos
B e C, em conjunto, medem
o peso morto.
Pmax
D
Q1
Q0
Q2
Quantidade
PREÇO MÁXIMO
Escrivão Branco 2004 - 115. Políticas de fixação de
preço máximo, como o controle de aluguéis, que
tenham o objetivo de controlar inflação e melhorar o
poder aquisitivo da renda das famílias carentes,
contribuem para a redução das disparidades de renda
e conduzem a níveis mais elevados de eficiência
produtiva da economia.
CARGA FISCAL E DISTRIBUIÇÃO DE
RENDA
12. Um sistema tributário regressivo caracteriza-se por:
(A) elevar as alíquotas à medida que a renda aumentar
(B) incidir sobre a renda e a riqueza
(C) apresentar crescimento da relação entre carga
tributária e renda com o aumento do nível de renda
(D) exercer um controle automático sobre a demanda
agregada
(E) onerar os segmentos sociais de menor poder
aquisitivo
GABARITO
37- Alternativa D
38- Alternativa B
119 - Certo
112 - Errado
03 - Alternativa E
05 – Alternativa E
01 – (1) Errado
06 – (5) Errado
115 - Errado
12 – Alternativa E
Download
Random flashcards
Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards