Enviado por Do utilizador3586

monografia de logistica integrada empresarial

Propaganda
ROGÉRIO LEITE DOS SANTOS
IMPORTÂNCIA DA LOGISTICA INTEGRADA NAS
EMPRESAS
MACEIÓ
2018
ROGÉRIO LEITE DOS SANTOS
IMPORTÂNCIA DA LOGISTICA INTEGRADA NAS
EMPRESAS
Projeto apresentado ao Curso de Engenharia
de Produção da Instituição Faculdade
Pitágoras de Maceió.
Orientador: Diego Costa
Maceió
2018
SUMÁRIO
1 INTRODUÇÃO ......................................................................................................... 4
1.1 O PROBLEMA....................................................................................................... 5
2 OBJETIVOS ............................................................................................................. 6
2.1 OBJETIVO GERAL OU PRIMÁRIO ...................................................................... 6
2.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS OU SECUNDÁRIOS ................................................ 7
3 JUSTIFICATIVA ....................................................................................................... 8
4 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA ................................................................................ 9
5 METODOLOGIA..................................................................................................... 13
6 CRONOGRAMA DE DESENVOLVIMENTO .......................................................... 14
REFERÊNCIAS ......................................................................................................... 14
4
1 INTRODUÇÃO
A logística até pouco tempo se resumia na busca por redução de custos pela
empresa que dela faziam uso. Sendo assim no meio empresarial o conceito
defendido é que objetiva a logística como uma ferramenta de integração que
gerencia toda uma cadeia de suprimentos, cujo principal objetivo é apoiar as
empresas em suas decisões estratégicas buscando atender a necessidade do
consumidor final.
Com
o
crescimento
do
comércio
cada
vez
mais
globalizado
o
desenvolvimento da evolução estratégica logística surge em seu meio uma
ferramenta conhecida como logística integrada que busca através da integração de
diversos processos logísticos concentrarem as informações em um só lugar de fácil
acesso com atualizações constantes e dados precisos que aperfeiçoa a cadeia de
suprimentos com qualidade e eficiência pensando no cliente final e sua satisfação.
Apartir desta preocupação com o cliente final esta pesquisa visa a
importância que a implementação de formar unir e intregar os setores das empresas
no quesito logística mais eficiente que busque ganhos com redução de custos
através de sistemas mais eficazes e com uma qualidade otimizada permitira que
empresa do tipo pequena, media e de grande porte possam através deste conceito
de logística integrada possam melhorar seus sistemas pensando no melhor para
atender seus clientes.
5
1.1 O PROBLEMA
De que forma a logística integrada estimula a união e interatividade de forma
dinâmica entre setores e processos de uma empresa?
6
2 OBJETIVOS
2.1 OBJETIVO GERAL OU PRIMÁRIO
Entender de que forma a logística integrada otimiza o sistema logísticos das
empresas a fazer com que o processo seja integrado e eficaz
7
2.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS OU SECUNDÁRIOS
I-
Entender a fundamentação do setor logístico.
II-
Estabelecer Padrões de relacionamento entre setores e processos.
III-
Avaliar reflexos da interatividade entre os departamentos que compõe
a logística empresarial com a otimização de seus sistemas e sua
efetividade no setor.
8
3 JUSTIFICATIVA
A escolha do tema logística integrada nas empresas deve-se ao potencial que
este tipo sistema pode otimizar dentro e fora das empresa que a utilização ou que
possam utilizar, sendo importante ferramenta para o atual comércio globalizado que
se inova todos os anos.
O relevante estudo procriará um desenvolvimento maior para o este tipo de
sistema, pois para um parte de empresas de pequeno, médio e até mesmo grande
porte desconhece a sua eficiência para o atual comercio que solicita cada fez mais
de qualidade, eficiência e inovação. Segundo Ching (1999) a gestão integrada da
logística tem se propagada uma das mais importantes ferramentas para alta
administração utilizar no planejamento estratégico das organização.
Esta trabalho contribuirá tanto para o meio acadêmico como para sociedade
em geral da importância em se ter implantado dentro de qualquer empresa um
sistema integrado de logística, pois obterá vantagens em relação à qualidade de
serviço elevando o grau de competitividade posicionando empresas em elevado
patamar, ganhando redução de custos, otimizando a produtividade e a confiabilidade
do principal interessado “o cliente” nas entregas de forma eficaz e dentro do prazo.
Ballou (2006) acrescenta que a logística integrada é um assunto vital para as
organizações tratarem com foco estratégico. Assim este tipo de ferramenta só
agrega valor à empresa.
9
4 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
A logística integrada é um sistema de estimulo a união e integração de todo o
processo logístico, da origem dos produtos às mãos do consumidor final. Isso é
possível com a organização de um sistema inteligente capaz de controlar o fluxo
logístico e coordenar todas as atividades.
Um setor específico fica responsável por planejar, programar e controlar todos
os passos, tornando, desse modo, mais simples e ágeis os ajustes, em caso de falha
e a prevenção dessas, o sistema vêm para que a empresa consiga ter a visão
completa dos processos e etapas envolvidas sendo Este um ponto de extrema
importância, pois possibilita que gestores busquem sempre melhorias no processo,
contribuindo assim com o aumento da qualidade do produto ou serviço que é
entregue ao consumidor final. Devido existir um cenário cada vez mais competitivo,
contar com um sistema logístico eficaz é fundamental para manter uma empresa no
mercado.
Segundo Ayres (2009, p.221) coloca a logística integrada sendo visualizada
como o sistema eficaz que une e interage a empresas e seus clientes e
fornecedores de forma e então a integra-se de tal forma que une toda a organização,
após o recebimento das informações enviadas pelos clientes que são processadas e
de forma otimizada fluem dentro das atividades da empresa como vendas, pedidos e
previsões tendo um foco nas compras e produção onde são filtradas de forma
especifica.
Para muitos ainda este sistema integrado e desconhecido e ineficaz, no
decorrer dos anos 80 após muitas mudanças e adaptações no setor logístico foi
necessário modificar o sistema antigo para inserir-se ao mundo globalizado e suas
necessidades.
De acordo com J.bowersox ET al. (2014, p.14) “a logística integrada serve
para vincular e sicronizar a cadeia de suprimento como um processo continuo e é
essencial a para conectividade efetiva da cadeia.” Dentre outras a logística já não é
mais a mesma apesar de encontrar dificuldades o sistema evolui e agrega valor a
serviços e produtos sua conexão e processos modificaram ao longo do tempo onde
é possível verificar o sistema integrado de forma simples de acordo com a figura 1
seguinte:
10
Figura 1-Integração Funcional da Empresa
Fonte: Adaptado de Sest Senat, ( 2016, p.61 ), Logística Integrada.
Desafios da logística integrada são basicamente três a serem alcançados
para atender as perspectivas dos clientes sendo elas de valor tradicional que é o
valor econômico visa à alta qualidade e menor custo, a segunda a de valor de
mercado que constitui a variedade de produtos, serviços e opções e a terceira a de
relevância são os bens de serviços certos, com valores justos e com diversidade
com valor. Esta junção entre os valores cria a gestão integrada que exige da
empresa uma união total propondo que o processo integrado de criação de valor
deve ser alinhado e administrado desde a compra de matéria prima até a entrega do
produto/serviço ao cliente final para garantir eficácia, eficiência e relevância e
sustentabilidade.
De acordo Ayres (2009, p.219), “a visão de processos e integração de um
conjunto de atividades que atravessam não somente toda organização como
também outros elos da cadeia de suprimentos sem jamais perder de foco o cliente
final.”.
Para a logística integrada ser estrategicamente eficaz e se faz necessário ter
ferramentas que interliguem os departamentos da empresa e setores com eficácia
para a informatização da empresa como todo é o diferencial estratégico para uma
cadeia integrada. Os sistemas da cadeia de suprimentos iniciam e rastreiam
informações sobre os processos ,facilitam o compartilhamento de informações
dentro da empresa quanto entre parceiros da cadeia de suprimentos auxiliando nas
tomadas de decisões gerencial (J.BOWERSOX et al., 2014, p.8).
O sistema dividiu-se em quatro etapas de funcionalidade que se integram em
processos que aperfeiçoam proporcionando uma gestão eficaz e assertiva, assim
J.bowersox et al. (2014, p.8) citam como sistema de transação; controle
administrativo; analise de decisão e planejamento estratégico, sendo que as
melhorias dependem de uma base solida no sistema de transação. Que é por onde
11
se inicia a entrada dos pedidos, registros, separações e encaminhamento do
atendimento do pedido ao cliente.
De acordo J.bowersox et al. (2014, p.11) “Um sistema de informação da
cadeia de suprimento abrangente inicia, monitora e auxilia a tomada de decisões
relatando as atividades necessárias para realização de operação e planejamento
logístico”. ’’
Em sistema integrado a realização de operações e planejamento logístico
possui suas etapas que se dividem em (administração de materiais) que cuida da
aquisição e armazenamento dos insumos tendo o objetivo aqui é conseguir a
redução de custos e promover um bom relacionamento com fornecedores e
parceiros – além de aperfeiçoar a produção, (movimentação de materiais) onde tudo
que foi adquirido deverá deverão ser movimentado de forma correta e bem
armazenados sem perda de qualidade eles são movidos dentro da própria empresas
ou para filiais, e por fim a (distribuição de materiais) que e busca entregar os seus
produtos para atacadistas,varejistas e até o consumidor final (ALMEIDA et al., 2017).
A informatização com ferramentas adequadas para o setor logístico visando à
integração em departamentos e setores auxiliar seus gestores a ter benefícios como
uma visão macro dos processos e um melhor controle do fluxo de produtos, a
redução de custos na operação e por fim um aumento na agilidade do processo
logístico em toda cadeia de suprimentos, desde a liberação dos insumos pelos
fornecedores até a entrega do produto ao cliente final. isto auxilia a identificar com
facilidade pontos que podem ser otimizados,facilitando muito a tomada de decisão e
melhora das operações logísticas como um todo.
Segundo Moura (2006, p.62) “novos recursos tecnológicos facilitaram a
gestão da informação que passou a ser um elemento nuclear em todo processo
logístico funcionando como o catalisador na integração das funções logísticas”. Para
tanto os sistemas tecnológicos viabilizaram o desenvolvimento e aplicação de
sistema como MRP (Material Requerimento Planing) em português seria o
Planeamento das necessidades de Materiais,DRP (Destribution Recourse Planinng)
que sendo o planeamento da distribuição dos recursos cuida dos fluxos dos
processos produtivos,CIM (Computer Intregated Manunfacture) que consiste em um
sistema computacional de integração das operações de fabricação que auxilia
tanto no treinamento e qualificação dos colaboradores nos departamentos Que
facilitam o fluxo dentro das empresas numa gestão integrada desde a o
abastecimento até a distribuição dos produtos acabados aos consumidores finais os
clientes conforme figura 2 seguinte.
12
Figura 2-logístico e Sistema de Gestão Informático
Fonte: Adaptado de Moura, (2006, p.63), Logística: Conceitos e Tendências.
É interessante como é conceituado o sistema pipeline logístico onde se
assemelhasse a figura 2 de gestão informática para Moura (2006, p.66) “o conceito
de pipeline logístico (Tal como a gestão da cadeia de suprimentos) tem subjacente
da integração de vários subsistemas que asseguram a circulação dos produtos e
informação ao longo da cadeia com interfaces, mas sem estrangulamentos,”
alimentando eficazmente os clientes (finais ou intermédios) onde que estejam como
ilustra a figura 3 seguinte.
Figura 3-Conceito de Sistema Pipelane de logística
Fonte: Adaptado de Moura, (2006, p.66), Logística: Conceitos e Tendências.
Os reflexos dentro da empresa são de forma positiva e crescente em relação
à cadeia como um todo, á fluidez de informações agregados a sistemas cada vez
modernos e a gestão focada e interliga propiciam a um desenvolvimento logístico
eficiente fazendo que a qualidade seja otimizada e o cliente fique confiante e seguro
com previsão e cortes de gastos no processo permite-se uma melhor negociação
com os fornecedores que pode significar uma melhoria de qualidade dos insumos
adquiridos esta integração faz com que o bruto final ou serviço este com mais
qualidade ou propicie um aumento no lucro.
Este importante sistema integrado empregado na logística permite que se
evolua na gestão administrativa empresarial como em toda a cadeia de suprimentos
os gestores podem tomar decisões mais assertivas e de forma dinâmica com
qualidade.
13
5 METODOLOGIA
O estudo será realizado através de levantamento bibliográfico através de da
consulta de livros, revistas online, tcc, sites de banco de dados no período de 1996 a
2018 para tanto foram utilizadas palavras chaves como logística, integração, cadeia
de suprimentos, otimização de sistemas logísticos, que levaram ao estudo teórico
baseada em bibliografias que abordam o tema em estudo teórico de como estes
sistemas evoluíram e contribuíram para redução de custos das empresas que
operam com a logística integrada e de que forma são beneficiadas no atual mercado
globalizado.
14
6 CRONOGRAMA DE DESENVOLVIMENTO
Quadro 1 – Cronograma de execução das atividades do Projeto e do Trabalho de
Conclusão de Curso.
ATIVIDADES
2018
AGO
SET
OUT
2018
JAN
FEV
MAR
ABR
MAI
JUN
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
X
Entrega da monografia.
X
X
X
X
X
X
Defesa da monografia.
X
X
X
X
X
X
Escolha do tema.
Definição do problema
de pesquisa
Definição dos objetivos,
justificativa.
Definição da
metodologia.
Pesquisa bibliográfica e
elaboração da
fundamentação teórica.
Entrega da primeira
versão do projeto.
Entrega da versão final
do projeto.
Revisão das
referências para
elaboração do TCC.
Elaboração do Capítulo
1.
Revisão e
reestruturação do
Capítulo 1 e elaboração
do Capítulo 2.
Revisão e
reestruturação dos
Capítulos 1 e 2.
Elaboração do Capítulo
3.
Elaboração das
considerações finais.
Revisão da Introdução.
Reestruturação e
revisão de todo o texto.
Verificação das
referências utilizadas.
Elaboração de todos os
elementos pré e póstextuais.
JUL
NOV
DEZ
x
x
x
x
x
x
15
REFERÊNCIAS
AYRES, Antonio de Pádua Salmeiron. Gestão de Logística E Operações. Curitiba:
Iesde Brasil As, 2009. 316 p.
MOURA, Benjamin do Carmo. Logística: Conceito e Tendências. Lisboa, Portugal:
Centro Atlântico, 2006. 345 p.
J.BOWERSOX, Donald et al. Gestão Logística da Cadeia de Suprimentos. 4. ed.
Porto Alegre: Amgh Editora Ltda, 2014. 441 p. Luiz Claudio de Queiros Farias.
SEST/SENAT. Logística Integrada: Suprimentos, Distribuição e Supply Chain.
Brasília: Ead, 2016. 44 p.
ALMEIDA, Daison de et al (Ed.). Gestão de estoques na cadeia de
suprimentos. 2017. Desenvolvida por. Disponível em:
http://www.ietec.com.br/imprensa/gestao-de-estoques-na-cadeia-de-suprimentos/>.
Acesso em: 13 fev. 2017
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards