Enviado por thais.lacerda

RESUMO - Comunicação Interna: conceitos, lideranças e alternativas de gestão.

Propaganda
RESUMO
Comunicação Interna: conceitos, lideranças e alternativas de gestão.
Wiliam Antonio Cerantola
Nome: Thaís Aparecida Lacerda Silva
Matrícula: 74257
O autor inicia trazendo a reflexão das mudanças sobre a comunicação ao longo
do tempo e como como ela está sendo importante no momento atual com o advento
da tecnologia e o uso das redes sociais. Ele fala também na relação do conceito de
administração
com
o
desenvolvimento
da
comunicação
organizacional.
A
comunicação organizacional precisa ser compreendida em todos os aspectos ao
longo da história justamente para explicar a relação entre empresa e aos que
diretamente estão ligadas a ela, assim podendo compreender como ela se dá no dia
a dia. Ela é muito importante no que tange a crença, o comportamento e a cultura do
ser humano quanto também a cultura no contexto organizacional. Dentro da
comunicação,
temos
a
comunicação
interna,
a
comunicação
institucional,
comunicação mercadológica e a comunicação administrativa. Segundo o autor, dessa
forma fica mais fácil de visualizar e compreender cada uma delas dentro de uma
organização.
A comunicação interna é tudo o que é relacionado com a interação empresacolaborador, podendo utilizar também as ferramentas da comunicação institucional e
da comunicação mercadológica. Ressalta-se como a comunicação interna é
importante para criação da identidade da empresa e para a cultura organizacional.
Uma comunicação interna bem desenvolvida faz com que todos os processos da
empresa sejam bem compreendidos e executados, influencia na interação dos
colaboradores entre si e com os processos além de respeitar e ressaltar os valores da
empresa. É importantíssimo compreender dentro da comunicação interna como o
choque de gerações, a nova forma de se comunicar e também como o tempo e a
inovação pode beneficiar ou ser um empecilho se mal compreendido. Ainda no que
tange as gerações, a bagagem pessoal e a forma de se comunicar trazida de cada
geração, senão administradas, podem ocasionar num conflito. As novas mídias
criaram novas formas de relacionamento e a necessidade da inovação ocasiona em
maior competitividade, tornando uma relação complexa ao unir esses três fatores.
O fator comum e a nova forma de se comunicar através das redes sociais traz
uma reflexão de como a comunicação interna e externa pode ser mesclada ou
separada, porém sabemos que essa é uma nova forma de expor seus pensamentos
e sua crítica sobre diversos temas sociais, culturais, econômicos e políticos, o que não
deve ser descartado. É importante saber utilizar para troca de conhecimento e
potenciar a comunicação interna, direcionando para os líderes, para que possam
aprimorar a sua capacidade de liderança, e também intensificar a comunicação entre
colaboradores e equipes. Sendo assim a comunicação interna vem sendo analisada
para melhorar a relação humana dentro de uma organização.
Como mencionado no gerenciamento de conflitos, a criação de relação afetiva
faz compreendermos o que se passa na mente do colaborador e como se comporta
diante de algumas situações. A comunicação interna está sendo utilizada para
melhorar a relação de líderes com os colaboradores e trazer à tona essa relação direta
e não apenas como hierárquica, quando trata-se o líder como chefe, que apenas
delega funções e cobra resultados. Além disso, temos a importância na resolução de
problemas, Já que essa comunicação interna através da liderança faz com que tenha
uma troca múltipla na percepção do colaborador sobre diversos assuntos e em
diversas situações.
Temos também o termo ‘liderança apreciativa’, onde o líder utiliza-se do
carisma, do bom humor, da força de vontade para se relacionar com colaborador e
transformar a liderança mais fluida e eficaz. O líder dedica seu tempo para ouvir e
para transformar aquele problema em uma solução, através do relacionamento. A
liderança apreciativa envolve o colaborador a dar o seu melhor através das suas
capacidades focando em resultados. Utiliza-se cinco estratégias para que seja
realizado com êxito: investigação através das perguntas, iluminação que faz com que
o colaborador entenda como pode dar o seu melhor, inclusão para minimizar o efeito
hierárquico e fazer com que o colaborador faça parte diretamente do resultado,
inspiração que estimula a criatividade e, por fim, a integridade, que significa ser
responsável pelas escolhas a fim de beneficiar todos.
O artigo menciona a teoria desenvolvida por David Cooperrider, que utiliza a
descoberta, o sonho, o planejamento e execução como instrumentos para colher
histórias bem-sucedidas de diversas situações, que podem ser aplicadas dentro da
organização para fins reflexivos e motivacionais.
Por fim, é abordado o termo netnografia, oriundo da etnografia, porém voltado
para os meios virtuais. É utilizado para descobrir as necessidades do público em geral,
através do que é postado nas redes. Dentro da organização o termo é direcionado
para análise dos relacionamentos interpessoais entre os colaboradores e com quais
assuntos e pessoas costumam interagir. Dessa forma, os detalhes percebidos podem
ser utilizados como ferramentas para aprimorar a comunicação interna e aprimorar
também as relações humanas.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Criar flashcards