aplicações da reação em cadeia da polimerase em

Propaganda
APLICAÇÕES DA REAÇÃO EM CADEIA DA POLIMERASE EM MICROBIOLOGIA PERIODONTAL
Milena Moreira de ARAÚJO1; Camila de Carvalho SANTUCHI1; Douglas Campideli FONSECA2; Lidiane Cristina Machado COSTA1.
1- Faculdade de Odontologia da Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG; 2- Centro Universitário de Lavras – UNILAVRAS.
[email protected]
INTRODUÇÃO
A reação em cadeia da polimerase (PCR) está atualmente entre
as técnicas mais valiosas utilizadas em diversas áreas de pesquisa
envolvendo materiais biológicos, e se apresenta como ferramenta
promissora na prática clínica em Periodontia, representando um
benefício potencial para diagnóstico, tratamento e monitoramento de
indivíduos com periodontite.
REAÇÃO EM CADEIA DA POLIMERASE (PCR)
Técnica de amplificação ou multiplicação exponencial de
segmentos de DNA - criação seletiva de múltiplas cópias a partir de
uma quantidade reduzida de DNA de uma célula.
PCR qualitativo é capaz de identificar bactérias diretamente de
amostras clínicas sem a necessidade de cultura in vitro, porém, por
gerar somente resultados de ausência ou presença de
microrganismos, seu uso é limitado em estudos com finalidades de
diagnóstico e prognóstico.
PCR em tempo real (RT-PCR) representou um grande avanço
devido à sua capacidade de identificar e, principalmente, quantificar
as bactérias presentes na cavidade bucal, bem como os
periodontopatógenos.
APLICAÇÃO DA PCR EM PERIODONTIA
PCR qualitativa: determinar a presença de bactérias associadas
à doença periodontal de amostras de biofilme subgengival.
PCR em tempo real (RT-PCR): detectar e quantificar patógenos
periodontais de amostras de biofilme subgengival; espécies como:
Porphyromonas gingivalis, Prevotella intermedia,Tanerella forsythia,
Treponema denticola, Aggregatibacter actinomycetemcomitans,
Fusobacterium nucleatum.
Avaliar mudança do perfil microbiano após a terapia periodontal
básica com contagem total bacteriana e quantificação das espécies
periodontopatógenas.
Comparar o perfil microbiano de indivíduos saudáveis e com
periodontite.
Avaliar a interação entre periodontopatógenos e outros
microrganismos que possam contribuir para a gravidade da doença
periodontal.
Apresenta as vantagens em relação à PCR qualitativa: maior
sensibilidade, especificidade, reprodutibilidade, acurácia, velocidade
na análise, melhor controle de qualidade no processo e menor risco
de contaminação.
CONCLUSÕES
 Futuramente, com as novas técnicas de detecção, quantificação
e sequenciamento será possível saber além de quais espécies
bacterianas estão presentes na cavidade bucal, o papel metabólico
destas no biofilme.
 No sentido clínico, será um grande avanço, por permitir
mensurar a resposta às terapias, além da forma como o hospedeiro
responde às mudanças ocorridas nas comunidades bacterianas.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards