A leitura pragmatista de John Dewey sobre a origem da filosofia e

Propaganda
A leitura pragmatista de John Dewey sobre a origem da filosofia e sua
tarefa na contemporaneidade
Tiago Medeiros Araújo*
* é mestrando em Filosofia pela Universidade Federal da Bahia
________________________________________________________________________________
O tema desse trabalho é a reconstrução da concepção de filosofia no modo como John
Dewey a propõe. Nosso objetivo primeiro é apresentar os termos nos quais a releitura da
origem da filosofia é feita pelo filósofo pragmatista e, com isso, apontar para a tarefa que
a filosofia contemporânea pode considerar como sua. Os resultados almejados com o
cumprimento dos objetivos apontam para a mudança na autoimagem da filosofia
contemporânea em relação à filosofia de tradição platônica, cujo principal efeito pode ser
entendido como o engajamento da filosofia no compromisso com os conflitos de ideias
morais e sociais de seu tempo. Como testemunho e corroboração dessa mudança
oferecida por Dewey, traremos, ainda, em linhas bem gerais, a contribuição de Richard
Rorty, seu herdeiro, sobre a necessidade de redescrever a filosofia como requisito para
sua integração na cultura.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards