O ENFERMEIRO DE REFERÊNCIA NA PRÉ

Propaganda
O ENFERMEIRO DE REFERÊNCIA
NA PRÉ CONSULTA
EM
PACIENTES SUBMETIDOS AO TRATAMENTO DE IODOTERAPIA
Onoe E , Silva RDC
Hospital Alemao Oswaldo Cruz
[email protected]
Introdução:
Constitui-se um desafio para pacientes e familiares o enfrentamento da
doença desde o recebimento do diagnóstico até o tratamento seja curativo ou
paliativo.
A Iodoterapia consiste na ingestão oral do Iodo 131, sendo necessária a
hospitalização e o isolamento com precauções de segurança específicos, pois
os pacientes são fontes de radiação durante o tratamento e o material
radioativo pode ser transferido para qualquer objeto que entrar em contato com
a mão ou corpo do paciente. A permanência da equipe assistencial no
apartamento e o contato com o familiar é restrito visando minimizar a exposição
à radiação.
Dentro da equipe multidisciplinar, a enfermeira desempenha um papel
muito importante ao longo de todo o processo da doença, assegurando uma
assistência integral, individualizada e centrada no paciente e família auxiliando
na solução de dúvidas, problemas e ansiedades.
Isto, implica em dispor de sólido conhecimento científico a respeito da
doença, assim como o desenvolvimento de relacionamento interpessoal e
compromisso com as boas práticas de saúde individualizada no cuidado.
Objetivo:
Relatar a experiência do enfermeiro de referência na pré consulta de
enfermagem em iodoterapia
Método:
Trata-se de um relato de experiência de uma proposta de um hospital de
médio porte brasileiro situado no município de São Paulo para pacientes que
serão submetidos ao tratamento de iodoterapia.
O médico radiologista ao realizar a consulta médica entrega o manual de
orientação ao tratamento de iodoterapia elaborado pela equipe multidisciplinar
com a finalidade de esclarecer dúvidas do tratamento.
Na proposta do modelo instituído em 2009 Primary Nursing e em 2011
Cuidado Baseado no Relacionamento (RBC), o enfermeiro de referência
realiza as orientações na pré consulta de enfermagem por telefone com o
paciente e família e é responsável pelo planejamento das ações de
enfermagem desde o ínicio da terapêutica até o acompanhamento pós alta.
Dentro deste contexto é responsabilidade do enfermeiro atuar buscando
ouvir com atenção e gentileza, oferecer informação clara e honesta, dar
suporte visível e consistente; mantendo a crença do paciente e família
construindo uma relação de confiança e
respeito procurando atender as
principais necessidades do paciente e família.
Resultados e Conclusão
Percebemos que esse contato aproxima o paciente da equipe e da
realidade do tratamento e o mesmo não sente necessidade de buscar
orientações em outros locais como :internet, amigos etc.
Com a implantação da pré consulta de enfermagem verificou –se que é
exigido
do
enfermeiro
além
do
conhecimento
técnicos-
científicos
especializados sobre radiação e medidas de segurança um compromisso e
relacionamento cada vez maior com os pacientes e família proporcionando
uma
assistência
qualificada,
individualizada
e
centrada
na
principal
necessidade do paciente e família.
Referências
Marx LC,Morita LC. Competências gerenciais na enfermagem: a prática
do sistema primary nursing como parâmetro qualitativo da assistência. 1 ed.
São Paulo: BH Comunicação, 2000
Person C. Entrega de cuidado ao paciente. In:Koloroutis M(ed). Cuidado
Baseado no Relacionamento: Um modelo para transformação da prática. São
Paulo: editora Atheneu, 2012
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards