Entomologia

Propaganda
Entomologia
Entomologia (entom=insecto) é a ciência que estuda os artrópodes sob o aspecto morfológico e
biológico e a sua relação com os outros seres vivos.
Artrópodes e doença
 Agentes agressores
 reacções de sensibilização - introdução das secreções salivares (mosquitos) ou inalação de
alergenos (ácaros) provoca uma resposta imunitária no hospedeiro.
 invasão dos tecidos - tanto o artrópode adulto como a forma imatura
 Hospedeiros intermediários ou vectores
 Transmissores de agentes patogénicos
vírus, bactérias, protozoários e helmintos
Filo
Classe
Ordem
Insecta ou hexapoda
Arthropoda
Aracnida
Hemiptera
Diptera
Siphonaptera
Anoplura
Parasitiformes
Acariformes
Classe Insecta
Características gerais





Corpo segmentado: cabeça, tórax e abdómen
olhos compostos e olhos simples ou ocelos
Exoesqueleto - quitina
Sexos separados
Crescimento por metamorfoses ou mudas
Características gerais






Classe Arachnida
Cefalotórax fundido com o abdómen
Gnatossoma ou capítulo conjunto das peças bucais reunidas numa só estrutura
Olhos simples
Ausência de antenas
Sexos separados
Desenvolvimento directo ou com fases larvares
no estado adulto e ninfa possuem 4 pares de patas
na forma larvar 3 pares de patas
Aida Duarte
FFUL
1
Entomologia
Classe Insecta
Apêndices articulados
 Apêndices cefálicos
 antenas (órgão sensorial)
 quelíceras - antenas modificadas (órgão de preensão)
 mandíbulas e maxilas - peças peribucais (órgãos de preensão e ingestão)
 Apêndices torácicos
 asas (voo)
 três pares de patas (locomoção)
 Apêndices abdominais
- armadura genital, genitália ou terminália (reprodução)
Órgãos dos sentidos
olhos compostos
1 par de antenas
escapo
pedicelo
flagelo
braquíceros - com três segmentos
nematóceros - com grande número de segmentos
Aida Duarte
FFUL
2
Entomologia
Órgãos para a ingestão dos alimentos
Aparelho bucal, probóscida ou rostro
Armação bucal do tipo: Picadora e sugadora (insectos hematófagos)
Armação bucal do tipo: Lambedora e sugadora (mosca)
Aida Duarte
FFUL
3
Entomologia
Órgãos de locomoção e equilíbrio
Patas
Em cada segmento do tórax está inserido um par de patas que termina com estruturas de fixação:
Asas
As asas estão implantadas no tórax.
- élitros de natureza membranosa ou rígida
- hemélitros têm uma parte coriácea e a outra membranosa.
Ápteros - insectos sem asas
Dípteros – insectos com um par de asas e 1 par de balancetes
Hemípteros – insectos com dois pares de asas
Órgãos de reprodução
 Armadura genital ou genitália localiza-se nos últimos segmentos do abdómen
 As fêmeas são ovíparas, algumas necessitam de uma refeição de sangue para facilitar a
maturação dos folículos ovarianos.
 O crescimento dos insectos caracteriza-se por fases evolutivas ou metamorfoses:
Ametábolos
metamorfose incompleta
as fases imaturas semelhantes às fases adultas
Hemimetábolos
metamorfose incompleta
ovo
→
→
ninfa
insecto adulto
Holometábolos
ovo
Aida Duarte
FFUL
metamorfose completa
→
larva
→
pupa
4
→
insecto adulto
Entomologia
Ordem Díptera
Características gerais
 Insectos pequenos ou grandes
 Dois pares de asas:
- as anteriores membranosas
- as posteriores atrofiadas - Balancins
 Peças bucais
- tipo picador-sugador
- tipo lambedor
 Holometábolos
Nematoceros e Braquíceros
Braquíceros ciclorrafos
mosquitos e moscas
moscas
encéfala
exúvia
Ortorrafo (fenda direita)
Aida Duarte
FFUL
ovo
↓
larva
↓
pupa
↓
adulto
acéfala
pupário
Ciclorrafo (fenda circular)
5
Entomologia
Dípteros Nematoceros
Phlebotomus spp.
Lutzomyia spp.
Características gerais





Insectos pequenos
Palpos maxilares maiores que a probóscida
Asas ovais ou lanceoladas cobertas por pelos
Ovos são postos em lugares húmidos e na presença de matéria orgânica
Actividade das fêmeas é predominantemente nocturna, nas florestas ou lugares sombrios
podem estar activas durante o dia
Transmissores de agentes patogénicos
Hospedeiros intermediários das espécies de Leishmania
Distribuição geográfica
Lutzomyia no Continente Americano
Phlebotomus na Europa, Ásia e África
Aida Duarte
FFUL
6
Entomologia
Simulium spp.
Características gerais







Insectos pequenos
Corpo largo de cor escura
Asas largas e hialinas
Antenas curtas com 11 segmentos sem cerdas
Ovos são postos num suporte submerso por água (planta aquática ou pedra)
Larvas tecem uma espécie de casulo onde se transformam em pupa
As fêmeas picam a qualquer hora do dia
Distribuição geográfica
Nas regiões tropicais da América e África
Patologia
Reacção alérgica inflamatória com prurido, após a picada, devido às substâncias tóxicas presentes
na saliva
Transmissores de agentes patogénicos
Hospedeiros intermediários de filárias da espécie
- Onchocerca volvulus responsável pela oncocercose
Aida Duarte
FFUL
7
Entomologia
Culicoides spp.
Características gerais




Insectos pequenos
Antenas longas com 13 segmentos, nos machos as antenas são plumosas
Asas apresentam manchas escuras e claras e são revestidas por pelos e microtríquias
Actividade das fêmeas é ao crepúsculo. Nas florestas ou lugares sombrios podem estar activas
durante o dia
Patologia
A picada é dolorosa e prolongada. As lesões cutâneas são de natureza urticária, eczematosa ou
tuberculóide
Transmissores de agentes patogénicos
Hospedeiros intermediários de filárias dos géneros:
Mansonella na Amazónia e Antilhas
Dipetalonema em África
Aida Duarte
FFUL
8
Entomologia
Anopheles spp.
Características gerais




Insectos pequenos
Corpo delgado e pernas longas
Permanecem obliquamente orientados em relação ao suporte
Antenas com 15 segmentos e os pêlos sensoriais:
- curtos nas fêmeas
- longos nos machos
 Palpos sensoriais longos formados por 4 segmentos, no macho terminam em forma de pá
 Ovos permanecem separados e a flutuar na água devido à existência de expansões laterais
 Larvas não têm sifão respiratório e mantêm o corpo em posição paralela, contrário à posição
da forma adulta.
Transmissores de agentes patogénicos
Hospedeiros definitivos das espécies de Plasmodium
Aida Duarte
FFUL
9
Entomologia
Culex spp.
Semelhantes aos anofelinos mas apresentam algumas diferenças:
na forma adulta
na larva
na deposição dos ovos
Características gerais
 A forma adulta permanece em posição paralela em relação ao suporte
 Palpos
- curtos nas fêmeas
- longos nos machos
 Ovos sem flutuadores, aglutinam-se uns aos outros de modo a formar uma plataforma
 Larvas têm sifão respiratório e mantêm o corpo em posição oblíqua, contrário à posição da
forma adulta.
Transmissores de agentes patogénicos
Hospedeiro intermediário da filária Wuchereria bancrofti responsável pela elefantidiase
Aida Duarte
FFUL
10
Entomologia
Dipteros Braquíceros ciclorrafos
Dermatobia hominis
Características gerais
 Olhos pequenos muito afastados tanto na fêmea como no macho
 Peças bucais são atrofiadas, os insectos adultos não se alimentam, utilizam as reservas
acumuladas pela larva
 As fêmeas depositam os ovos sobre o corpo de insectos hematófagos
 A larva perfura o epitélio ou aproveita a lesão deixada pelo insecto hematófago
 Quando atinge a maturidade a larva deixa a pele do hospedeiro vertebrado e no solo dá origem
à pupa
Patologia
As larvas ao penetrar na pele desenvolvem uma reacção inflamatória
Aida Duarte
FFUL
11
Entomologia
Musca domestica
Características gerais
 Insectos de tamanho médio
 As patas terminam por um par de garras e púlvilos que permitem o insecto aderir às
superfícies.
 Os ovos são colocados sobre matéria orgânica, lixo
 As larvas alimentam-se activamente e passam à forma de pupa enterrando-se na terra
 As formas adultas são diurnas e procuram locais bem iluminados e quentes.
Transmissores de agentes patogénicos
Vectores mecânicos de formas parasitárias e de outros microrganismos.
Aida Duarte
FFUL
12
Entomologia
Miíases
Afecções causadas pela presença de larvas de moscas em órgãos e tecidos do homem ou de outros
animais
Miíases específicas
As larvas são capazes de invadir tecidos normais e dar origem a uma reacção inflamatória
Dermatobia hominis
Miíases semi-específicas
Deposição dos ovos em tecidos necrosados
Sarcophagidae
Miíases acidentais
As larvas são encontradas no organismo humano, nas cavidades, aparelho digestivo (larvas
ingeridas pelos alimentos) e também nas feridas necrosadas
Musca domestica
Aida Duarte
FFUL
13
Entomologia
Ordem Siphonaptera
Características gerais









Insectos de tamanho pequeno
Desprovidos de asas
Corpo comprimido lateralmente
Antenas curtas
Um par de olhos simples ou ausentes
Na cabeça possui cerdas - ctenídios - importantes na classificação das espécies
As patas posteriores são maiores para permitir o salto
Hematófagos
Holometábolos
Pulex irritans
Habitat
Ectoparasitas obrigatórios
- vivem sobre o corpo dos hospedeiro
- nos ninhos ocorre o desenvolvimento do ovo, larva e pupa
- podem sobreviver muito tempo sem se alimentar
Transmissores de agentes patogénicos
Hospedeiros intermediários de parasitas
- Dipylidium
- Hymenolepis
- Dipetalonema
- Trypanosoma
Aida Duarte
FFUL
14
Entomologia
Tunga penetrans
Patologia
A única espécie patogénica para o homem
A fêmea fecundada fixa-se sobre o tecido cutâneo preferencialmente na planta dos pés, nos
espaços interdigitais e sob as unhas.
Reacção inflamatória, dolorosa que pode levar a uma infecção por outros microrganismos.
Aida Duarte
FFUL
15
Entomologia
Ordem Anoplura
Características gerais
 Corpo achatado dorsalmente
 Cabeça pequena
- um par de olhos simples ou ausentes
- rostro retráctil, situado na parte anterior da cabeça
 Hematófagos
 Patas terminam com uma pinça para facilitar a fixação aos cabelos ou às fibras da roupa.
 Abdómen formado por 6 ou 9 segmentos, a parte terminal da fêmea é bilobada e a do macho é
cónica
 Hemimetábolo : ovo (lêndeas)→ ninfa→adulto
Pediculus capitis
ovo
Pthirus pubis
Habitat
Ectoparasitas obrigatórios e permanentes
Todas as etapas do ciclo vital desenvolvem-se sobre o corpo do hospedeiro
Os piolhos do corpo colocam os ovos nas fibras da roupa e permanecem sempre agarrados à
roupa mesmo quando se alimentam
Patologia
Pediculose - reacção inflamatória devida a uma hipersensibilidade à saliva e às dejecções
Transmissores de agentes patogénicos
Bactérias Rickettsia e Borrelia
Aida Duarte
FFUL
16
Entomologia
Classe Arachnida
Características gerais





Cefalotórax fundido com o abdómen
Gnatossoma ou capítulo: conjunto das peças bucais reunidas numa só estrutura
Olhos simples
Ausência de antenas
Sexos separados
Ciclo de vida
Ovo
→Larva (3 pares de patas)
→Ninfa (4 pares de patas)
Ixodidae
→Adulto
Argasidae
carraças duras
borda anterior do corpo
Gnatossoma ou Capítulo
carraças moles
fase inferior do corpo
presente
Escudo
ausente
entre o 3º e 4º par de patas
Placa espiracular
depois do 4º par de patas
Refeição prolongada (1 semana)
Habitat
vegetação rasteira
Refeição rápida
ocultos na toca do hospedeiro
Patologia
 Hipersensibilidade à picada dos artrópodes
Género: Ornithodoros
 Paralisia motora que pode levar à morte
Géneros: Dermacentor, Ixodes, Ornithodoros
 Transmissores de agentes patogénicos
Agentes transmissores de bactérias do géneros: Rickettsia, Borrelia e Coxiella
Aida Duarte
FFUL
17
Entomologia
Ácaros
Os Ácaros diferenciam-se das Carraças
 Tamanho < 1mm
 Vida livre
Demodex folliculorum
Características gerais
 Ácaros com o corpo alongado, vermiforme e região posterior anelada
Patologia
Agentes causais de várias afecções da pele, dado que se encontram nos folículos pilosos e nas
glândulas sebáceas da face, nariz e queixo.
Dermatophagoides pteronyssinus
Ácaros que existem nas poeiras da casa
Patologia
Alergias respiratórias: asma, rinite
Dermatites alergicas
Aida Duarte
FFUL
18
Entomologia
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards