Enviado por postfull

hemostasia e coagulação

Propaganda
Hemostasia e coagulação
Prof: Giselle
Senac 2019
Hemostasia
Hemostasia (o cessamento da
perda de sangue de um vaso
danificado) na qual a parede de
vaso sanguíneo danificado é
coberta por um coágulo de fibrina
para parar a hemorragia e ajudar
a reparar o vaso danificado.
Coagulação
Coagulação do sangue é um
processo complexo no qual o
sangue forma coágulos sólidos.
É uma parte importante da
hemostasia
coagulação
 Em
um indivíduo normal, a
coagulação é iniciada dentro de 20
segundos após a lesão ocorrer ao
vaso sanguíneo causando dano às
células endoteliais.
coagulação

As plaquetas formam imediatamente um
tampão plaquetário no local da lesão. Essa
é a chamada hemostasia primária. A
hemostasia secundária acontece quando
os componentes do plasma chamados
fatores de coagulação respondem (em
uma completa cascata de reações) para
formar fios de fibrina, que fortalecem o
tampão plaquetário.
coagulação

Ao contrário da crença comum, a
coagulação a partir de um corte na pele
não é iniciada pelo ar ou através da
secagem da área, na verdade ocorre
através das plaquetas que se aderem e
que são ativadas pelo colágeno do
endotélio do vaso sanguíneo que fica
exposto, quando cortado o vaso.
Hemostasia Primária
FASE VASCULAR
Hemostasia Primária
Endotélio Vascular

Regulação do tônus
vascular e da função
plaquetária
Lúmen
Endotélio
Membrana
basal
Média

Envolvimento no
processo de
coagulação

Contribuição para o
sistema fibrinolítico
Adventicea
Hemostasia Primária

Vasoconstrição: primeiramente o vaso lesado se
contrai.
A vaso constrição pode acontecer de duas formas:
Reflexo nervoso
- Ação da endotelina
-
Fase Vascular
Hemostasia Primária
Hemostasia Primária
Adesão: Inicia-se quando as plaquetas se
aderem ao endotélio vascular. Essa
aderência acontece com uma ligação entre
a glicoproteína na superfície das plaquetas
e colágeno exposto durante a lesão do
endotélio.
 Essa ligação é mediada pelo fator de von
Willebrand que funciona como uma
"ponte" entre a superfície da plaqueta e o
colágeno.

Ativação - Adesão

Plaquetas ativadas:

Muda para forma esférica  emissão de
pseudópodes (prolongações espinhosas) 
aumento de superficie  adesão ao
subendotelio de parede lesionada
Agregação Plaquetária
Hemostasia Primária
As plaquetas aderem à matriz
extracelular em locais de lesão
e tornam-se ativadas.
 Secretam produtos dos
grânulos (p. ex., ADP) e
sintetizam tromboxane A2
(TXA2).
 O ADP liberado estimula a
formação do tampão
hemostático primário.
 Agregação plaquetária: As
plaquetas expõe complexos
fosfolipídios importantes na
via intrínseca da coagulação.

Aderência plaquetária
Agregação plaquetária
Hemostasia primaria

https://www.youtube.com/watch?v=axSP
HXTaqQc
Agregação Plaquetária
Hemostasia Primária
Coagulação do sangue

https://www.youtube.com/watch?v=1nthK
0mvc2s
Hemostasia
secundária
CASCATA DE COAGULACAO
A cascata de coagulação pode ser
desencadeada por 2 vias distintas
(via intrínseca
e via extrínseca), que podem ser
estimuladas simultaneamente ou
não.
CASCATA DE COAGULACAO
O final da
reação em cascata iniciada pelas 2
vias é uma via comum para a
formação do coágulo
sanguíneo
Hemostasia
Secundária


Via Intrínseca

Todos os componentes requeridos para


Via Extrínseca
Iniciada pela presença de
inciar estão circulando no sangue
tromboplastina tecidual e cálcio
Dispara pelo contato com colágeno
do dano tecidual


Via Comum
Leva a formação do
coágulo incluindo o
tampão e a produção
de fibrina
Fisiologia dos fatores de coagulação
via intrínseca

fator XII
fator XI
fator IX
fator VIII
via extrínseca

fator III
fator VII
via comum

fator X
fator V
fator II
fator I
fator XIII
Fisiologia dos fatores de coagulação
(nomes segundo o Comitê de Nomenclatura
Internacional [1962])
Fator
Fator
Fator
Fator
Fator
Fator
Fator
(I)
(II)
(III)1
(IV)
(V)
(VII)
(VIII)
Fator
Fator
Fator
Fator
Fator
(IX)
(X)
(XI)
(XII)
(XIII)
Fisiologia dos fatores de coagulação
(nomes segundo o Comitê de Nomenclatura
Internacional [1962])
Fibrinogênio (I)
Protrombina (II)
Tromboplastina tecidual (III)1
Cálcio (IV)
Proacelerina (V)
Proconvertina (VII)
Fator anti-hemofílico (VIII)
Fator de Christmas (IX)
Fator de Stuart-Prower (X)
Ant. da trombop. plasmática (XI)
Fator de Hageman (XII)
Fator estabilizador da fibrina
(XIII)
1Tromboplastina
tecidual = fator tecidual.
via extrínseca

conhecida por via extrínseca. Depende de
um fator não-circulante - fator tecidual
(TF) - que é uma lipoproteina que faz
parte das membranas celulares.
Quando a célula endotelial sofre lesão,
expõe o TF que ativa o FVII na presença
do cálcio Fica então formado um complexo
com a participação do TF, FVII e do cálcio.
Vía Extrínseca

Vía Extrínseca
Após a lesão vascular, o fator tecidual (fator III)
é lançado e forma junto ao fator VII ativado um
complexo (Complexo FT-FVIIa) que irá ativar o
fator X.
O fator X ativado junto ao co-fator VII ativado
formam um complexo (Complexo
protrombinase) que irá ativar a protrombina em
trombina.
Vía Intríseca

Vía Intríseca
Necessita dos fatores de coagulação VIII, IX, X, XI e XII
além das proteínas pré-calicreína (PK), cininogênio (HK)
e íons cálcio.
Começa quando a PK, o HK, fator XI e XII são expostos
a cargas negativas do vaso lesado, isso é chamado de
"fase de contato".
A pré-calicreína então converte-se em calicreína e esta
ativa o fator XII.
O fator XII ativado acaba convertendo mais prekalicreína
e ativando o fator XI. Na presença de íos cálcio, o fator
XI ativado ativa o IX. Por sua vez o fator IX ativado
acaba ativando o fator VIII, o qual ativa o fator X.
Via comum

Formação da Trombina
O ponto comum entre as duas vías é a
ativação do fator X em fator Xa. Por sua
vez, o Fator Xa converte a protrombina em
trombina. A trombina tem várias funções:

A principal é a conversão do fibrinogênio em
fibrina. O fibrinogênio é uma molécula
constituída por dois pares de três cadeias
diferentes de polipeptídeos. A trombina converte
o fibrinogênio em monômeros de fibrina e ativa
o fator XIII. Por sua vez, o fator XIIIa liga de
forma cruzada a fibrina à fibronectina e esta ao
colágeno.
Ativação dos fatores VIII e V e seus inibidores, a
proteína C (na presença de trombomodulina).
Ativação do Fator XIII.

Co-fatores da coagulação
Cálcio: Age mediando a ligação do Fatores IXa e
Xa junto as plaquetas através da ligação
terminal dos resíduos gamma-carboxi dos
fatores IXa e Xa junto a fosfolípideos da
membrana das plaquetas. O cálcio também está
presente em vários pontos da cascata da
coagulação.
Vitamina K: Adiciona um carboxil ao ácido
glutâmico residual dos fatores II, VII, IX e X e
também as proteínas C, S e Z.

Proteína C: Age degradando os fators Va e VIIIa.
É ativado pela trombina em presença da
trombomodulina e da co-enzima porteína S.
Antitrombina: Age degradando as serino
proteases (trombina, FXa, FXIIa e FIXa)
Inibidor do Fator Tissular: Inibe o FVIIa
relacionado com a ativação do FIX e FX.
Exemplos de anticoagulantes farmacológicos:
Heparina
Varfarina
Tempo de protrombina

O tempo de protrombina (TP) ou
tempo de atividade da protrombina
(TAP) e seu derivado índice
internacional normalizado, também
conhecido como razão normalizada
internacional (IIN, RNI ou INR), são
medidas laboratoriais para avaliar a via
extrínseca da coagulação.
TP

Em outras palavras, é um exame usado
para determinar a tendência de
coagulação do sangue. O tempo de
protrombina normal é de cerca de 11 a
14,6 segundos. Quanto maior for o TP,
menor será a concentração de
protrombina no sangue. O TP mede os
fatores II, V, VII, X e o fibrinogenio
TP
Como três fatores da via extrínseca são vitamina
K dependentes (fatores II, VII e X) o teste é
também muito usado para monitoramento do
uso de anticoagulantes orais
 O TP encontra-se alargado em casos de
deficiência de alguns fatores abaixo:
 Fatores da via extrínseca:



Fator VII
Fator II

Fator X
INR/RNI



Índice internacional normalizado (INR)
Como são usados diferentes tipos de fator tissular na
obtenção do TP, a Organização Mundial de Saúde
preconizou o uso do índice internacional normalizado
(INR ou IIN) para padronizar mundialmente o resultado
obtido durante o teste. Isso significa que o resultado do
INR é praticamente o mesmo se usado em diferentes
laboratórios no mundo inteiro. O INR nada mais é do
que o TP corrigido a padrões mundiais. O uso de
anticoagulantes orais é avaliado somente pelo INR.
Para o cálculo do INR cada fabricante do fator tissular
fornece o ISI. Normalmente o ISI fica entre 1,0 e 1,4.

Antitrombina III (AT III) Uma
glicoproteína plasmática que regula a
ação da cascata de coagulação.
Pessoas que possuem baixos níveis
de AT III correm o risco de
desenvolver uma coagulação
excessiva (vide CIVD).
TTPa
Tempo de Tromboplastina Parcial ativada
 O TTPa pode ser utilizado com sucesso
para monitorar pacientes em terapia com
 anticoagulantes e para avaliar a chamada
via intrínseca da coagulação.

Fibrinólise
Fibrinólise
 É uma resposta ao depósito de fibrina
formado no organismo de um indivíduo. O
plasminogênio liberado pelas células
endoteliais é ativado em plasmina cuja
função é degradar a fibrina formada

Sistema fibrinolítico
Responsável pela degradação dos coágulos de
fibrina produzidos a partir da conversão do
fibrinogênio a fibrina
 Composto por enzimas ativadoras e reguladoras
produzidas por diversos sistemas, sendo a principal
enzima ativadora, a plasmina.
Sistema fibrinolítico
A plasmina é formada a partir de um precursor: o
plasminogênio produzido pelo fígado.
 A degradação da fibrina e fibrinogênio pela plasmina
produzem produtos de degradação da fibrina (PDF) que
atuam como inibidores da coagulação.
 Atua sobre o fator V e VIII degradando-os.
Sistema fibrinolítico
Ativadores da fibrinólise (Ativadores do plasminogênio):
 Fator XIIa
 Calicreína
u-PA – ativador de plasminogênio tipo uroquinases
t-PA – ativador de plasminogênio tecidual
Proteína C e S: aumentam liberação de t-PA além de clivarem
o fator V e VIII
 Estafilo e estreptoquinases
Sistema fibrinolítico
Inibidores da fibrinólise:
Alfa 2 antiplasmina – α 2-AP (F)
Inibidor do ativador de plasminogênio –
PAI-1
TAFI – Inibidor fibrinólise ativado por
trombina
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards