Guia Didático do Professor - CCEAD PUC-Rio

Propaganda
Programa
É Tempo de Química!
Os Nutrientes do Solo
Química na Agricultura
Química
1ª Série | Ensino Médio
CONTEÚDOS DIGITAIS MULTIMÍDIA
Conteúdos Digitais Multimídia | Guia Didático do Professor
Coordenação Didático-Pedagógica
Stella M. Peixoto de Azevedo Pedrosa
Redação
Gislaine Garcia
Revisão
Alessandra Muylaert Archer
Projeto Gráfico
Eduardo Dantas
Diagramação
Romulo Freitas
Revisão Técnica
Letícia R. Teixeira
Objetivo geral:
Compreender o papel do solo na nutrição das
plantas.
Produção
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Realização
Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação
Ministério da Ciência e Tecnologia
Ministério da Educação
Objetivos específicos:
Identificar os elementos que compõem os nutrientes do solo;
Reconhecer a importância dos nutrientes para o
crescimento do vegetal;
Diferenciar macronutrientes e micronutrientes;
Descrever as principais formas de absorção dos
elementos;
Vídeo (Audiovisual)
Programa: É Tempo de Química!
Episódio: Os Nutrientes do Solo
Duração: 10 minutos
Área de aprendizagem: Química
Conteúdo: química na agricultura
Conceitos envolvidos: macronutrientes, bactérias, formas de absorção dos
nutrientes, micronutrientes, nutrição das plantas, nutrientes.
Público-alvo: 1ª série do Ensino Médio
Reconhecer a contribuição das bactérias para a
nutrição das plantas.
Pré-requisitos:
Não há pré-requisitos.
Tempo previsto para a atividade:
Consideramos que uma aula (45 a 50 minutos cada)
será suficiente para o desenvolvimento das atividades propostas.
Audiovisual | Programa É Tempo de Química! | Os Nutrientes do Solo
Introdução
Este guia refere-se ao episódio Os Nutrientes do Solo, parte
da coleção É Tempo de Química!,e trata de uns dos aspectos
da química na agricultura.
O vídeo auxiliará na apresentação dos conceitos sobre os
nutrientes do solo, servindo como instrumento de aproximação entre o tema e os alunos. Juntamente com o vídeo,
este guia age como âncora na apresentação do tema, utilizando uma linguagem didática e buscando exemplos nas
atividades diárias.
Ressaltamos que a utilização do vídeo poderá acontecer em
qualquer momento da aula, de acordo com a necessidade e
o interesse de cada turma.
Com sua experiência, você poderá fazer uso das informações extraídas dos alunos em sala e aproveitá-las na aplicabilidade do tema, transformando a aula em algo cada vez
mais palpável e interessante.
Recomendamos que seja providenciado com antecedência
um aparelho de DVD e uma TV ou um projetor de multimídia para a reprodução do vídeo.
professor!
Tome como ponto de
partida as dúvidas e
anotações posteriores à
apresentação do vídeo,
pois serão a porta de
entrada para o desenvolvimento do tema.
Conteúdos Digitais Multimídia | Guia Didático do Professor
1.
Desenvolvimento
O guia ressalta, embora não exaustivamente, a importância dos nutrientes para o crescimento dos vegetais. É um tema muito interessante, pois permite aos alunos recorrerem às experiências do cotidiano, atrelando-as às aulas de ciências.
Embora a maioria dos alunos sinta certa distância dos assuntos ligados à química, este guia tem o propósito de desmembrar o
tema de forma simples e didática e transformá-lo em algo mais palpável.
Propomos algumas sugestões a seguir, que podem ser levadas em consideração para o desenvolvimento de sua aula, e alguns
exemplos da aplicabilidade do tema no dia-a-dia.
Desenvolvimento dos Vegetais
E você? Sabe do que uma planta precisa?
Juca Amaral | Apresentador
Eis uma questão bastante interessante, que pode ser repetida para seus alunos. Indague-os sobre outros aspectos a respeito
do processo de desenvolvimento de um vegetal. Observe, pelas respostas, se eles possuem algum conhecimento sobre o
processo de crescimento de uma planta.
Aproveite para detalhar que os vegetais são seres vivos especiais, por serem capazes de produzir seu próprio alimento e necessitarem de alguns elementos para o seu crescimento. São eles: carbono trazido em grande parte pelo ar, na forma de CO2;
hidrogênio trazido pela água (H2O); e oxigênio, que chega pelo ar na forma de O2 e também pela água.
O que você acha que uma planta precisa pra crescer?
Depoimento | Povo Fala
Estes três elementos – carbono (C), hidrogênio (H) e oxigênio (O) – são importantíssimos no processo de crescimento da
planta, uma vez que contribuem com mais de 90% em massa da composição elementar de uma planta. Contudo, não podemos
descartar a importância dos nutrientes do solo para o processo de crescimento da planta.
4
Os Nutrientes do Solo
Você conhece as características do nosso solo?
Juca Amaral | Apresentador
Aparentemente, o solo pode parecer menos importante para o crescimento do vegetal. Porém, voltando à experiência do pé
de feijão, pergunte aos alunos em que momento o solo se faz necessário nesse processo, já que podemos observar o crescimento do feijão num recipiente qualquer, com as condições mínimas para a germinação.
No entanto, explique que o máximo de produção do vegetal depende do fator de crescimento que se encontra à disposição da
planta em menor quantidade. Esse fator é o solo e seus nutrientes.
Antes de entrarmos na questão da absorção de nutrientes do solo pela planta, é importante destacarmos que as plantas
produzem seu próprio alimento através do processo de fotossíntese. Por isso, os vegetais são especialmente analisados entre
os seres vivos.
Este processo consiste na conversão da energia solar em energia química. A energia solar captada pela planta, juntamente
com água (H2O) e gás carbônico (CO2) é convertida em carboidratos (C6H12O6) e oxigênio (O2). Os carboidratos servem de
alimento para a planta.
mais detalhes!
Aprofunde seus conhecimentos lendo:
ZAGO ,Leciana de Menezes; GOMES, Ana Cláudia; FERREIRA,Hérika
Alves; SOARES, Narcisa
Silva e GONÇALVES,
Carlos André. Fotossíntese: Concepções dos
Alunos do Ensino Médio de
Itumbiara-GO e BuritiAlegre-GO
Revista Brasileira de
Biociências, Porto Alegre,
v. 5, supl. 1, jul. 2007,p.
780-782.
http://www6.ufrgs.br/seerbio/ojs/index.php/rbb/
article/viewFile/831/660.
O Solo e Seus Elementos
O solo contribui com que elementos?
Rita | Participante
Que tal induzir os alunos a pensarem nos elementos que compõem o solo? Com as respostas dadas você poderá extrair
palavras-chaves para esta explicação.
5
Audiovisual | Programa É Tempo de Química! | Os Nutrientes do Solo
Um bom exemplo prático sobre esse estágio inicial de crescimento dos vegetais seria lembrar aos alunos da experiência com a
semente de feijão. A maioria das escolas, nas séries iniciais, utiliza a experiência do pé de feijão como exemplo de crescimento
dos vegetais, pois inicialmente o vegetal só precisa dos três elementos (O, H e C) para brotar. Utilizando como material apenas
o feijão, o algodão e a água e deixando a semente úmida ao ar livre, ela é capaz de brotar em algumas semanas.
Conteúdos Digitais Multimídia | Guia Didático do Professor
O solo é composto de elementos essenciais como, por exemplo, os macronutrientes: nitrogênio (N) – responsável pela cor
das folhas e pela formação de proteínas; fósforo (P) – ajuda a formar raízes fortes e também auxilia na formação de frutos e
sementes; potássio (K) – responsável pela formação de talos fortes e vigorosos, também protege a planta de enfermidades;
cálcio (Ca) – responsável pelo crescimento da raiz e talos, é um facilitador na absorção de nutrientes; magnésio (Mg) – essencial na formação da clorofila, é o elemento responsável na produção de carboidratos; enxofre (S), absorvidos em maiores
quantidades pelo solo.
Existem também os micronutrientes: ferro (Fe), manganês (Mn), molibdênio (Mo), cobre (Cu), boro (B), cloro (Cl) e zinco
(Zn), absorvidos em menor quantidade. Cogita-se a possibilidade de inserir-se o níquel (Ni) nesse grupamento.
Vale lembrar que tanto os macronutrientes quanto os micronutrientes possuem a mesma importância para o desenvolvimento
da planta, pois se qualquer um deles faltar, ela não irá completar o seu ciclo.
Outra característica bastante interessante do solo, essa importante fonte de nutriente, seria a possibilidade de passar por
transformações físicas, devido ao seu caráter modificável pelo homem, como a aração e gradagem, bem como químicas como
a adubação ou calagem que, através do calcário, faz o controle da acidez do solo.
Principais Formas de Absorção dos Elementos
O nitrogênio é absorvido na forma de NO3- e NH4+ e é um componente de proteínas, da
clorofila e de ácidos nucleicos.
Tudo isso chega para as plantas pelas raízes, através dos nutrientes do solo...
Douglas | Participante
Provavelmente, após a exibição do vídeo, surgirão dúvidas a respeito do processo de absorção dos elementos pelas plantas.
Detalhe o processo, explicando primeiramente que os elementos químicos se encontram na solução do solo na forma iônica,
sozinhos ou combinados a outros elementos. O quadro a seguir indica as formas absorvíveis de cada elemento e poderá ajudálo a explorar o tema:
6
Formas Absorvíveis
Nitrogênio (N)
NO3- e NH4+
Fósforo (P)
H2PO4- e HPO42-
Transferência de energia; metabolismo; componente de ácidos nucleicos e nucleoproteínas.
Potássio (K)
K+
Síntese de proteínas; translocação de carboidratos; ativador de enzimas.
Cálcio (Ca)
Ca2+
Componente estrutural das células da parede celular; elongação celular;
afeta permeabilidade celular.
Magnésio (Mg)
Mg2+
Componente da clorofila; ativador de enzimas; divisão celular
Enxofre (S)
SO42-
Constituinte de proteínas; envolvido na respiração e formação de nódulos.
Ferro (Fe)
Fe2+
Síntese de clorofila; reações de oxirredução; ativador enzimático.
Manganês (Mn)
Mn2+
Reações de oxirredução; redução de nitrato; ativador enzimático.
Cobre (Cu)
Cu2+
Ativador enzimático; redução de nitrato; respiração.
Zinco (Zn)
Zn2+
Ativador enzimático; regula pH do meio celular.
Molibdênio (Mo)
MoO42-
Cloro (Cl)
Cl-
Boro (B)
H2BO3-
Níquel (Ni)
Ni+
Audiovisual | Programa É Tempo de Química! | Os Nutrientes do Solo
Elemento
Função Principal
Componente de proteínas, clorofila e ácidos nucleicos.
Redução de nitrato; fixação de N atmosférico por leguminosas.
Reações fotoquímicas na fotossíntese.
Maturação e diferenciação celular; translocação de carboidrato.
Metabolismo de fotoassimilação de carbono; metabolismo de assimilação de N em compostos orgânicos; translocação de N.
Explique, em seguida, que para os elementos ou nutrientes serem absorvidos pela planta, há necessidade de mecanismos que
possibilitem o contato desses íons com a raiz das plantas. Esses mecanismos são: interceptação radicular, fluxo de massa e difusão.
7
Conteúdos Digitais Multimídia | Guia Didático do Professor
dica!
Você poderá saber mais
sobre a importância das
substâncias húmicas para
a fertilidade do solo a
partir do texto disponível
em: http://www.cnps.
embrapa.br/solosbr/pdfs/
comtec16_2003_extracao.pdf
A interceptação radicular ocorre quando a planta tem uma participação ativa, ou seja, o sistema radicular se desenvolve penetrando nos poros do solo e fazendo o contato da raiz com os nutrientes.
Já o fluxo de massa ocorre através do processo de transpiração da planta, pois assim ela cria um fluxo de água que vai da raiz
até a superfície.
Devido ao contato direto com o solo, a raiz também puxa a água em direção a ela, fazendo o encontro dos íons com a solução
do solo. Os nutrientes absorvidos pela raiz deixam a área em torno dela menos concentrada. A difusão ocorre justamente da
área mais concentrada do solo para a menos concentrada. Portanto, cada elemento tem sua velocidade de difusão.
8
Não sei de onde você tirou essa ideia que as bactérias ajudam na nutrição das plantas
leguminosas.
Maria | Participante
Pergunte aos alunos o que eles sabem sobre as bactérias. Geralmente as bactérias são associadas à sujeira, infecção e contaminação, o que não deixa de ser verdade, mas essa não é a única forma de entender as bactérias.
Para ampliar seus conhecimentos, consulte o seguinte site com informações sobre o tema: http://
educar.sc.usp.br/ciencias/
recursos/solo.html
Faça uma breve exposição sobre as bactérias como sendo organismos vivos de uma única célula. Elas são os menores seres
vivos conhecidos, se não considerarmos os vírus como seres vivos. Existem quatro tipos de classificação das bactérias: cocos,
bacilos, vibriões e espirilos.
Algumas delas realmente causam doenças e pertencem ao grupo de bactérias danosas à saúde. Porém, no âmbito da ecologia, por exemplo, desempenham uma função importante na nutrição das plantas. As bactérias atuam na decomposição de
alguns animais e vegetais, reduzindo-os ao seu estado natural e, assim, o solo utiliza essa decomposição como nutriente para
as plantas.
A contribuição de bactérias para a nutrição de plantas leguminosas através da fixação biológica
de nitrogênio é bastante conhecida.
Professor | Entrevistado
Professor, outra observação relevante a fazer é que certas bactérias, conhecidas como rizóbios, colonizam as raízes como simbiontes, causando o desenvolvimento de estruturas altamente especializadas, denominadas nódulos.
Esse processo simbiótico ocorre com a formação desses nódulos funcionais, os rizóbios, que fixam ativamente o nitrogênio
atmosférico que é transferido para a planta hospedeira em troca de fotoassimilatos.
Além disso, alguns produtos, como fertilizantes químicos, também são utilizados para suprir o solo com deficiência de nutrientes. Pergunte aos alunos o que eles sabem ou se já ouviram falar sobre fertilizantes químicos.
9
Audiovisual | Programa É Tempo de Química! | Os Nutrientes do Solo
dica!
Contribuição das Bactérias
Conteúdos Digitais Multimídia | Guia Didático do Professor
Existem algumas opiniões contra o uso desses produtos, porém, professor, vale a pena ressaltar em sala que o uso de fertilizantes com os devidos cuidados e dentro das normas que regem a boa prática agrícola não interfere na qualidade dos vegetais. Ao
contrário, é um paliativo na deficiência de nutrientes do solo.
Pergunte aos alunos se eles já observaram que existem outros seres vivos que auxiliam no processo de nutrição do solo. Insetos
como minhocas, larvas e formigas formam pequenos canais que fazem o ar e a água circularem e a raiz penetrar cada vez mais.
2.
10
Atividades
a)
Peça aos alunos para plantarem algumas sementes de feijão em um pote com algodão e outras em um pote com terra. Eles
devem observar o desenvolvimento das sementes e fazer um relatório, ao longo de quatro semanas, comparando o desenvolvimento das sementes plantadas no algodão com o das plantadas na terra.
b)
Solicite uma pesquisa sobre os indicadores apresentados por uma planta quando carece de um elemento químico. Você poderá distribuir aleatoriamente os elementos pelos alunos e cada um realizar uma pesquisa individual. Na aula seguinte, os alunos
devem se reunir de acordo com o elemento pesquisado para sintetizar as suas pesquisas, que deverão ser apresentadas ainda
na mesma aula.
c)
Como a carência do solo em relação a cada um dos nutrientes pode ser superada? Esta é outra pesquisa que poderá ser realizada em conjunto ou separadamente da proposta anterior.
d)
Também pode ser solicitada uma pesquisa sobre os tipos de solo que favorecem a carência de cada nutriente.
e)
Demonstre para seus alunos uma experiência simples: aqueça uma porção de terra equivalente a uma colher. Sem encostar,
aproxime uma placa de vidro. Peça-lhes que observem o que acontece. É importante que eles percebam que, no vidro, a água
da terra evaporada pelo calor se condensará e que a mudança de cor do material ocorre devido à queima da matéria orgânica
presente no solo.
VÍDEO - AUDIOVISUAL
EQUIPE PUC-RIO
Coordenação Geral do Projeto
Pércio Augusto Mardini Farias
Departamento de Química
Coordenação de Conteúdos
José Guerchon
Revisão Técnica
Letícia R. Teixeira
Nádia Suzana Henriques Schneider
Assistência
Camila Welikson
Produção de Conteúdos
Daniel Vidal
CCEAD - Coordenação Central de Educação a Distância
Coordenação Geral
Gilda Helena Bernardino de Campos
Coordenação de Audiovisual
Sergio Botelho do Amaral
Assistência de Coordenação de Audiovisual
Eduardo Quental Moraes
Coordenação de Avaliação e Acompanhamento
Gianna Oliveira Bogossian Roque
Coordenação de Produção dos Guias do Professor
Stella M. Peixoto de Azevedo Pedrosa
Assistência de Produção dos Guias do Professor
Tito Tortori
Redação
Alessandra Muylaert Archer
Gisele da Silva Moura
Gislaine Garcia
Tito Tortori
Design
Eduardo Dantas
Romulo Freitas
Revisão
Alessandra Muylaert Archer
Gislaine Garcia
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

Criar flashcards