CARACTERÍSTICAS E AVALIAÇÃO DA DOR EM

Propaganda
CARACTERÍSTICAS E AVALIAÇÃO DA DOR EM PACIENTES
PORTADORES DE LESÃO DE PELE
Gabriela Silva Duartei
Waldere Fabri Pereira Ribeiro
Elaine Aparecida Rocha Domingues
Maiume Roana Ferreira de Carvalho
Introdução: O corpo humano é revestido por aproximadamente 2 m2 de pele. A pele é uma
barreira física contra traumas, luz ultravioleta e microrganismos. Qualquer rompimento nas
camadas da pele ocasiona uma ferida. A experiência dolorosa que o indivíduo com ferida
apresenta ocorre devido à própria ferida, relacionado ao processo inflamatório e durante as
trocas do curativo. A dor é a principal queixa desses pacientes, sendo a que mesma acarreta
distúrbios psicológicos e físicos, influenciando negativamente na sua qualidade de vida.
Objetivos: identificar as características pessoais e sociais dos pacientes portadores de lesão
crônica de pele, cadastrados no CAEnf II – Unidade de lesão de pele Enfª Isa Rodrigues de
Souza; caracterizar a dor em paciente portadores de lesão crônica de pele; avaliar a
interferência da dor nas atividades de vida diária destes pacientes. Descrição metodológica:
Estudo de abordagem qualitativa, do tipo descritiva transversal. Os dados serão coletados por
meio de uma entrevista, previamente agendada, ocasião que será aplicado quatro
instrumentos: questionário para caracterização pessoal e social; inventário breve da dor para
medida multidimensional da dor; questionário McGill de dor; questionário sobre os dados
sobre a dor. Será feito um pré-teste. Resultados: O estudo tem relevância científica,
profissional e social visto que são poucos os trabalhos referentes à investigação sobre a dor
em pacientes com lesões de pele. E uma forma de contribuirmos para a melhoria no
atendimento de enfermagem, pois é competência do enfermeiro realizar os curativos, fazer as
avaliações, prescrever o tratamento e prestar suporte aos pacientes e seus familiares,
auxiliando no enfrentamento da doença e da dor. Conclusão: Acreditamos que este estudo
poderá trazer contribuições no sentido de não só conhecer as características da dor de um
paciente portador crônico de lesão de pele, bem como fornecer subsídios para atuação do
enfermeiro na assistência a esses pacientes.
REFERÊNCIAS
CÂNDIDO, LC. Nova Abordagem no Tratamento de Feridas. São Paulo: Ed. SENAC,
2001. p. 43-60, 71-80, 199-231.
i
Escola de Enfermagem Wenceslau Braz. E-mail: [email protected]
346
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards