Acúmulo de amônio e nitrato pelas plantas de alface do tipo ame

Propaganda
Acúmulo de Amônio e Nitrato Pelas Plantas de Alface do Tipo Americana
Submetidas a Diferentes Fontes de Nitrogênio.
Mário César Lopesi; Marcio Paulo Czepak; Luchele Furlan Sirtoli - Universidade Estadual do
Oeste do Paraná - UNIOESTE – Rua Pernambuco 1.777, 85.960 – 000 - Marechal Cândido Rondon, PR.
[email protected]
RESUMO
Sabendo-se que o nitrato quando em excesso na planta causa grandes danos a saúde
humana, objetivou-se avaliar o acúmulo de amônio e nitrato absorvido pelas plantas de alface
do tipo americana em diferentes regiões de coleta na planta, quando submetidas a diferentes
fontes de nitrogênio. O experimento foi conduzido na Estação Experimental Dr. Antônio Carlos
dos Santos Pessoa da Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus de Marechal
Cândido Rondon-PR. Para a adubação de cobertura foram utilizadas 90 kg de N ha-1, sendo
quatro fontes de adubos nitrogenados: Salitre do Chile (44% K2O; 13 % N), Sulfato de Amônio
(20% N e 22% S), Uréia (44% N) e Nitrato de Cálcio (14 % N e 19% Ca) nas doses de 692,30;
450,0; 204,5; 642,85 kg ha-1; respectivamente, divididas em duas aplicações. A colheita foi
realizada as 18:00hs do dia 29/03/03 , onde foram separadas as regiões externas, medianas e
internas da planta sendo pesadas cada uma das regiões. Para a produção de massa fresca a
uréia foi a fonte de adubação nitrogenada que apresentou os melhores resultados; A uréia foi a
fonte de Nitrogênio que resultou em maior ganho de massa seca pelas plantas. Houve menor
acúmulo de de NH+4 e NO-3 na regiões interna e mediana da planta quando utilizou-se o salitre
do Chile como fonte de nitrogênio.
PALAVRA-CHAVES: Lactuca sativa L., nitrato, adubação nitrogenada.
ABSTRACT
Accumulation of ammonium and nitrate absorbed by the plants of lettuce of the American
submitted to different sources of nitrogen.
Being known that the nitrate when in excess in the plant cause great damages the human
health, was objectified to evaluate the accumulation of ammonium and nitrate absorbed by the
plants of lettuce of the American type in different collection areas in the plant, when submitted to
different sources of nitrogen. The experiment was driven in the Experimental Station Dr. Antônio
Carlos from Santos Pessoa of the State University of the West of Paraná, Campus of Marechal
Cândido Rondon. For the covering fertilization 90 kg of N ha-1 was used, being four sources of
nitrogen fertilizers: Salitre of Chile (44% K2O; 13% N), Sulfate of Ammonium (20% N and 22%
S), Uréia (44% N) and Nitrate of Calcium (14% N and 19% Ca) in the doses of 692,30; 450,0;
204,5; 642,85 kg ha-1; respectively, divided in two applications. The crop was accomplished
18:00 h in the 29/03/03, where they were separate the external, medium and internal parts of
the plant being heavy each one of the parts. For the production of fresh mass the uréia went to
source of, N-fertilization that presented the best results. The uréia went to source of nitrogen
that resulted in larger mass evaporates for the plants. There was smaller accumulation of of
NH+4 and NO-3 in the internal and medium part of the plant when the salitre of Chile was used as
source of nitrogen.
KEYWORDS: Lactuca sativa L., nitrate, N-fertilization.
Os nitratos e nitritos ingeridos contribuem para a formação endógena de N-nitrosaminas
(carcinogênicos) e, são capazes de levar ao impedimento do transporte do oxigênio (Rath et al.,
1994). Segundo Mantovani et al. (2002), em experimento realizado com alface, observou que
as plantas que receberam maior dose de nitrogênio apresentaram teores de nitrato próximo aos
valores considerados prejudiciais à saúde humana, e a adubação nitrogenada propiciou
acúmulo de nitrato na parte aérea nos cultivares de alface principalmente nas americanas.
Sabendo-se que o nitrato quando em excesso na planta causa grandes danos a saúde
humana, objetivou-se avaliar o acúmulo de amônio e nitrato pelas plantas de alface do tipo
americana em diferentes regiões de coleta na planta, quando submetidas a diferentes fontes de
nitrogênio.
MATERIAL E MÉTODOS
O experimento foi realizado na fazenda experimental, Professor Dr. Antônio Carlos dos Santos
Pessoa, Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE, Campus de Marechal
Cândido Rondon, situado a 24º 33’40’’ latitude Sul, 54º 04’ 12’’ longitude Oeste e com uma
altitude média de 420m. A semeadura foi realizada no dia 20/11/02 em bandejas de polietileno
expandido de 200 células. A cultivar utilizada foi a Laurel do tipo Americana. O espaçamento foi
de 30 cm entre linhas x 40 cm entre plantas.
O delineamento experimental foi de blocos inteiramente casualisados em esquema fatorial de
3x4 (3 regiões de coleta na planta x 4 fontes de adubação nitrogenada).Para adubação de
base foi utilizado adubo de formulação 04-14-08 na dose de 800 kg ha-1. Para a adubação de
cobertura foram utilizadas 90 kg de N ha-1, sendo quatro fontes de adubos nitrogenados: Salitre
do Chile (44% K2O; 13 % N), Sulfato de Amônio (20% N e 22% S), Uréia (44% N) e Nitrato de
Cálcio (14 % N e 19% Ca) nas doses de 692,30; 450,0; 204,5; 642,85 kg.ha-1; respectivamente,
divididas em duas aplicações, aos 45 e 55 dias após semeadura. Para determinação do
acúmulo de (NH4+), e de nitrato (NO3-) no tecido vegetal utilizou-se o método Kjeldah, conforme
descrito por Tedesco et al. (1995) a partir das amostras de massa seca das plantas.
RESULTADOS E DISCUSSÃO
A uréia foi a fonte de adubo nitrogenado que resultou em maior acúmulo de massa fresca e
seca. Este resultado está de acordo com Filgueira (1982). Em contra partida analisando-se o
Salitre do Chile, notou-se que esta foi a fonte que resultou em menor acúmulo de massa fresca
pelas plantas de alface. Este resultado pode estar relacionado ao fato de que o salitre do Chile
é muito solúvel e pode ser lixiviado facilmente.
Para os teores médios de amônio, as folhas internas apresentaram maiores valores em relação
às externas e medianas, não ocorrendo diferença significativa entre as fontes. Nas folhas
internas a fonte que apresentou maior quantidade de NH+4 foi o sulfato de amônio e o nitrato de
Cálcio, apresentando diferença significativa em relação ao salitre do Chile.
Para as seguintes fontes: sulfato de amônio, uréia, e nitrato de Cálcio, o acúmulo médio de
amônio nas folhas internas apresentou maior valor em relação às folhas externas e medianas
sendo que o salitre do Chile não apresentou diferença significativa entre as folhas externas,
medianas e internas. Como o Salitre do Chile tem K solúvel, este ajudou na translocação do N,
diminuindo a quantidade de NH4+ nos órgãos internos e aumentando a quantidade de
proteínas, não apresentando assim diferença significativa entre as partes coletadas. A fonte de
N que apresentou menor quantidade de NO3- foi o salitre do Chile, apresentando diferença
significativa em relação às demais fontes ocorrendo assim a mesma condição do NH4+ e
concordando com Malavolta (1965).
As partes internas e medianas apresentaram diferença significativa em relação aos demais
pontos de coleta da planta, sendo estas as que apresentaram maior acúmulo de nitrato.
Diante dos resultados obtidos e nas condições em que foi desenvolvido o experimento, conclui-se
que para a produção de massa fresca e massa seca, a uréia foi a fonte de adubação
nitrogenada que apresentou os melhores resultados. O Salitre do Chile apresentou menor
quantidade de NH+4 e NO-3 na parte interna e mediana da planta em relação às outras fontes.
LITERATURA CITADA:
FILGUEIRA, F.A.R., Manual de Olericultura. Cultura e comercialização de hortaliças, Editora
Agronômica Ceres Ltda. v. II, p.77-89. 1982.
MALAVOLTA, E., VITTI, G. C., OLIVEIRA, S. A., Avaliação do estado nutricional das plantas:
princípios e aplicações. Associação Brasileira para Pesquisa da Potassa e do Fosfato.319p,
Piracicaba-SP 1965.
MANTOVANI, J.R.; FERREIRA, M.E.; CRUZ, M.C.P. da. Acúmulo de nitrato em cultivares de
alface Horticultura Brasileira, v.20, n.2, julho, 2002.
RATH, S.; XIMENES, M.I.N.; REYES, R. Teor de nitrato e nitrito em vegetais observados no
Distrito Federal. Rev. Inst. Adolfo Lutz, p.48-52, 1994.
TEDESCO, M. J.; Gianello, C; Bissani, C.A.; Bohnem, H & Volkweiss, S.J. Análises de solo,
plantas e outros materiais. 20 ed. e amp. Porto Alegre, Departamento de solos, Faculdade de
Agronomia, UFRGS, 1995.
i
Download
Random flashcards
teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards