Nosso mundo subjetivo

Propaganda
Nada é exato nem dois mais dois
Nosso mundo subjetivo
Jb.campos
O homem subjetivo dos dias hodiernos, nada diferente do
primordial homem troglodita.
Nada se explica por inteiro nesta nossa vida de terráqueos!
O fato de tudo ser inexplicável nos arremete a Deus em sua
infinita sabedoria.
- Como explicar os universos que formam o corpo
psicofisiológico do homem?
É um paradoxo pleno afirmar-se que a matemática, a física
são ciências exatas, onde existem dízimas periódicas
simples e compostas, logarítmos, pi = 3,1415... etc...
100
1
Nada é exato nem dois mais dois
A única verdade absoluta de todas as ciências é que, elas
não são absolutamente absolutas...
Nada do que existe é igual a outro nada, se é que podemos
assim escrever ou dizer.
Somos congruentes apenas, porém, jamais iguais!
Impressões digitais não são iguais, gêmeos idênticos são
completamente diferentes nos seus detalhes etc...
E, como nos atrevemos escrever sobre a evolução integral
do homem, temos a esperança de nos aproximarmos da
consciência dos atos e fatos de nossas vidas.
Ao olharmo-nos do ponto de vista reticular, podemos ver
que nada no nosso ser é igual, apenas assemelham-se, aqui
encontra-se o grande mistério cósmico, ou divino, não
importa o nome de se dê, importante que isto é um fato.
Relacionamento humano no trabalho do mundo subjetivo.
Estamos propondo o relacionamento saudável, dentro da
lealdade e do companheismo profissional.
100
2
Nada é exato nem dois mais dois
Continuamos afirmar que a verdade absoluta não existe no
nosso conceito, portanto, nada se explica. mesmo no meio da
suposta interação perfeita.
É paradoxal falar em perfeição, já que a interatividade
existe exatamente para acertar o caminho por onde o grupo
vai palmilhar.
A empresa é, o nosso segundo lar, e nela passamos a maior
parte do nosso tempo.
A necessidade premente nos arremete sempre ao trabalho,
já que necessitamos de sobreviver, aliás, o trabalho é a
nossa saúde, portanto deve ser também a nossa vida, posto
que sem ele nada nos será plausível...
A movimentação mental e física, é o reforço natural da
nossa saúde.
A valorização humana deve ser primordial, todas as
máquinas foram criadas pela inteligência do ser humano,
então nada mais importante do que o seu colega de trabalho
dentro da interatividade.
100
3
Nada é exato nem dois mais dois
A comunicação, sem a menor dúvida se faz premente nos
dias hodiernos.
Queremos então unir o útil ao agradável.
“A união faz a força”.
”Uma andorinha só, não faz verão”
Poderíamos repetir muitos ditames populares, fazendo
apologia ao trabalho interativo.
Relacionar-se com o trabalho e com o colega, é uma
necessidade intrínseca, que trará bens de várias ordens
pessoais, desde o prazer de construir à satisfação do dever
cumprido.
Porém, de nada valerá se não interagirmos em outros
segmentos de nossas vidas, principalmente em nosso lar.
Ociosidade
Na verdade, a ociosiodade não existe, não existe a cabeça
vazia, tanto que já ouvimos a frase: “Cabeça vazia, é oficina
100
4
Nada é exato nem dois mais dois
do diabo”, então pela lógica, uma oficina não pode existir
para a ociosidade.
Nossa mente não pára, está sempre criando, copiando,
enfim está em constante atividade, até quando estamos
dormindo, aparecem os nossos sonhos e pesadelos.
Quando ouvimos alguém adjetivar o outro de vagabundo,
esta palavra tem muitas conotações, e com certeza se está
especificando um tipo de ociosidade, está é a realidade.
Aliás, mil vezes pior do que a ociosidade literalmente em si,
é o trabalho de se praticar o crime, que muitas vezes dá um
enorme trabalho.
Imagine uma quadrilha de rouba-bancos, o esquemas que
eles estudam é bastante intrincado, portanto, dá enorme
trabalho para que ponha-se o sistema esquematizado em
prática.
Interatividade
100
5
Nada é exato nem dois mais dois
A terminologia “interatividade” apesar de moderna, na sua
essência existe há milênios, com outra roupagem e em
outras palavras quer dizer: comunicação direta entre seres
humanos.
Barganha de interesse velado, ou, aquele que fica na
expectativa de uma negociação de âmbito variado, podendose aplicar na família, no comércio, na indústria, na política,
enfim na vida prática de cada grupo.
Na prática digital usa-se sobremaneira a interação, já que a
comunicação se faz presente no mundo global.
Alguns estudiosos, querem separar interatividade de
interação, o que é uma questão de silogismo.
E, não vamos aqui, querer descobrir o sexo dos anjos, o que
deve interessar realmente é, o ato de se administrar uma
vida em comum, administrando qualquer tipo de conflito.
Na atualidade existe a reengenharia humana, composta de
consultores em administração de conflitos, pois, muito já
ouvimos dizer: “Mais vale um mau acordo, que uma boa
demanda.
100
6
Nada é exato nem dois mais dois
O relacionamento entre um ou mais fatores de interesse
comum é, que faz a diferença no ato de uma negociação.
A interatividade é uma atitude tão antiga, e até podemos
entender que, os nossos direitos cessam onde iniciam os
interesses alheios...
Interage-se de muitas maneiras, e a mídia pode ser a
grande maneira de se chegar ao interesse comum, porém, o
corpo a corpo se faz muito importante, já que o ser humano
carece de calor humano em forma de psicoterapia, e a
interação é o grande remédio à solidão e à saúde
propriamente dita.
O fator medo é, o maior repelente do grande ato de
interagir, nada se tem a temer, posto que nada pode nos
amedrontar além da morte, que a nós nos foi revelada
desde a nossa mais tenra idade.
Medo de encarar o seu próximo é, algo irrelevante, não
nascemos de um ser humano em meio a outros seres
humanos para nos insularmos no nosso egoísmo construído
pelo “comodismo” do medo.
100
7
Nada é exato nem dois mais dois
Esse medo, conhecido por fobia, trauma, frustração, e
sabemos mais lá o quê... tem de ser banido do nosso
pensamento, para tirarmos proveito dos ensinamentos que a
vida nos proporciona através de encontros e desencontros.
A relação interativa olho no olho - pele na pele, são
contatos reagentes que mexem com nossas energias e,
naturalmente com a nossa personalidade também, e se
pensarmos bem, se este relacionamento for efetuado com
boa intenção, podemos dizer que se trata de amor ao
próximo.
A boa interação se dá quando os fatores químicos se
compatibilizam, como se diz no coloquial. “É uma questão de
química”.
E, nada mais sublime que, o amor ao próximo.
O que nos interessa é interagir, embora, às vezes o nosso
interlocutor se faça de rogado, menosprezando a nossa
fala, nada disso importa, o que faz a diferença é a
insistência discreta da interação, toda forma de
100
8
Nada é exato nem dois mais dois
comunicação deixa o seu registro impregnado no
inconsciente do interlocutor.
Na interação há a polêmica saudável, onde se discute os
temas de interesses recíprocos.
A ordem na interatividade, quando alguém fala, há de haver
a escuta a espera pela vez e, devendo imperar a consciência
do profissional, do aluno, do filho, do pai, enfim de todos os
seres humanos. Isto é interagir num mundo tão subjetivo.
Nas igrejas o monólogo se caracteriza, mas, mesmo assim
há a interatividade humana eclesial, até porque, logo após
um culto há os encontros pessoais com os seus membros,
além de se ruminar os ensinamentos exortados pelo
pregador.
No mundo religioso nem sempre dá para interagir, posto
que, já existe uma opinião formada sobre seus preceitos e
conceitos...
Dentro da empresa, deve-se pautar pela interatividade
preparada para o campo das vendas, por exemplo... “O
cliente sempre tem razão” – isto é fato irrefutável àquele
100
9
Nada é exato nem dois mais dois
profissional das vendas que deseja interagir com sucesso,
seria mais ou menos uma interação suprimida...
Aliás, na interatividade deve sempre sobrepujar o bomsenso, diante do interlocutor, às vezes se faz necessário
massagear o ego de um cliente, ou seja lá quem for,
fazendo-se de morto para engolir os vivos.
Nesta interação, há de se matar o ego, não se importando
com os louros da titularidade, nada somos diante da
eternidade, esta vida é efêmera... portanto, é de bom
alvitre deixar o interlocutor ficar com a glória, conquanto,
nos deixe os lucros...
A liberdade interativa, que ora se dá na internet é
desmesurada, pode-se navegar ao globo e interagir,
negociando e fechando muitos negócios, embora no atual
momento, não seja aquilo que se esperava, já que ficou
evidente a necessidade do calor humano, a presença humana
se faz imprescindível aos negociadores...
100
10
Nada é exato nem dois mais dois
O que mais nos interessa aqui, é a interatividade de grupo,
a começar pela nossa família e perpassando por todos os
segmentos nos quais possamos agir.
Vamos começar pela psicologia prática à parapsicologia e,
esta estuda os fenômenos anormais, inabituais de ordem
psicofisiológica a qual aventaram chamá-la de ciência.
Esses fenômenos são aqueles, como tantos outros que
fogem ao assunto, e são subjetivos semelhantemente ao
próprio planeta, e suas infinitas formas de vidas.
Conhecimentos nos surgem do “nada” na mente de alguns
paranormais.
Com todo o respeito, que se nos merecem os acadêmicos
defensores de teses, melhor ser-lhe-iam defender
práticas, pois, podemos ver categoricamente que o próprio
ensino e saber empírico são realmente subjetivos como a
nossa pobre existência humana.
E, em nada vai resolver o nosso aprendizado ao se discutir
esta verdade relativa dos aprendizados terrenos, já que
não existe a verdade absoluta, e sempre estaremos
100
11
Nada é exato nem dois mais dois
declamando o nosso defensor, o glorioso bordão: “contra
fatos não há argumentos”.
Vemos homem de ciência no afã de explicar tais fenômenos,
e para tal criam uma verborragia inacreditável,
parabenizamo-lo pelo glorioso esforço, nota dez, mas,
infelizmente fica apenas na suposição, ou na tese.
Para o fenômeno telepático criou-se o termo técnico: psigamma, onde se inserem precognição – telepatia –
clarividência (revelação de fatos passados e futuros) e
outros tais...
Para a psicocinesia, que é o poder mental sobre a matéria,
foi escolhido o verbete psi-kappa.
Este fenômeno pode ser espontâneo, ou voluntário, e
podemos incluir aqui novas palavras, como raps, que são os
ruídos sem causas justificáveis, a parapirogenia, o
fenômeno do surgimento de fogo involuntário, sem causa
aparente, ou voluntário simplesmente pela mente humana, o
teletransporte de objetos e, até de pessoas etc...
100
12
Nada é exato nem dois mais dois
Experiências demonstram que, existem, ou podem existir
epicentros para estes fenômenos, também conhecidos por
poltergeists, fenômenos paranormais de psicocinesia
espontânea, o epicentro geralmente é, um jovem com
conflitos emocionais, ou mentais.
Psi-theta é outro nome para designar os fenômenos da vida
à morte humana, sendo que há muito tempo já existia a
metapsíquica extracerebral que dá ênfase à lembranças de
vidas passadas, portanto, mais uma vez sainda da
objetividade para a subjetividade, que é aquilo que não se
explica plenamente.
Estes temas, e assuntos estão ligados à parapsicologia, que
ratificamos: avençaram chamar de ciência.
Veja como a ciência, que deveria ser a absoluta verdade
dedutiva, emaranha-se na teia da subjetividade legalizada
pela tese de interesse sistêmico.
Muitas experiência foram efetuadas ao longo de vários anos
de pesquisas acadêmicas, pela chamada transcomunicação
instrumental, ou seja, comunicação através de aparelhos
100
13
Nada é exato nem dois mais dois
eletrônicos, contatando com seres ultradimensionais e,
deduzindo tratar-se de pessoas já falecidas, ou aquelas
que, moribundas encontravam-se em coma profundo, em
estado chamado de “Quase Morte”.
Nesta subjetividade toda, vivemos inconscientemente numa
vida que nos arremete aos pseudos bens materiais
“duradouros”, e neste auto-engodo não nos apercebemos
ser mortais e, que todos os impérios terrestres, sem
exceção são derribados, para recomeçar todo o espetáculo
da vida, queiramos, ou não, e nisto estava certo o nosso
Darwin na sua tese-prática “nada se perde, tudo se
transforma”.
Não seja fatalista, porém, não seja ignóbil, procure
enxergar os fatos.
Seja um percipiente consciente.
Que bom é, ver a ciência praticando a poligamia com a
sociologia, psicologia, metafísica, parapsicologia, religião, e
outros, este é o real caminho na área da fenomenologia.
100
14
Nada é exato nem dois mais dois
Renascer, é o nome.
Nova era, novo entendimento, nova consciência.
Fora o preconceito, já é hora da sabedoria advinda do
substrato humano, e para isto há de existir uma preparação
endógena, ou uma introspecção profunda, uma entrega
confiante a Deus.
A ciência da parapsicologia já da grande ênfase à vidas
pretéritas, aceitando a tese espírita-religiosa
reencarnatória.
A hipnose regressiva mesclou-se com a incorporação de
experiências virtuais, até materializada nos nossos
microcomputadores com suas comunicações jamais vistas
plasmadas.
O nosso maior erro é, dissociarmos a matéria do espírito,
posto que são complementos necessários à nossa evolução.
Temos de entender que somos atemporais, portanto,
independemos de tempo e espaço, embora isso possa-se
parecer paradoxal, bem, seja, ou não seja, temos
100
15
Nada é exato nem dois mais dois
testemunhos e experiências próprias de registros mentais,
ou supramentais que, geralmente quando passamos por
algum desastre, eles se manifestam em fora de um filme,
rodando toda a nossa vida, e em fração de segundo, algo no
mínimo muito estranho!
- Mensagens do além, lhe metem medo?
- Bobagem, o além está aqui neste momento.
Vamos render nossas mais sinceras homenagens à ciência
que, na sua obstinação correu atrás dos fenômenos
paranormais, afirmando peremptoriamente:
Eles existem!
No estado hipnoidal encontram-se fórmulas naturais para
se chegar à muitas curas psicossomáticas.
Lembranças embrionárias, ou fetais deixam a ciência na
expectativa, por parte de seus pacientes, restando aos
cientistas a humildade de se posicionarem como
expectadores dos resultados naturais, posto que
defrontam-se com experiências abstratas e transpessoais.
100
16
Nada é exato nem dois mais dois
A paranormalidade acompanha o homem desde seus
primórdios, há milênios os fênomenos acontecem, e como
tudo nesta vida é inexplicável, assim se dá com os
fenômenos paranormais.
Sabemos que existe o sol e seus raios que a nós nos dão a
vida, porém, não se explica de onde surgem suas fantásticas
energias, embora, se afirme que são geradas pelo seu
núcleo, então continuamos na subjetividade da mente
humana.
Essa subjetividade vem sendo debatida desde longa data, e
podemos citar alguns de seus famosos estudiosos,
Aristóteles, Platão, Descartes, Plotino, Hume, São Tomás
de Aquino, Spinoza, e tantos outros.
A ciência trava uma briga insana, querendo descobrir aquilo
que ela mesma deu nome, cérebro e mente...
Quem é, quem, na ordem do dia, o cérebro ou a mente?
E, os neurônios... são eles que pensam?
Então se estabelece tese, e suposição dentro da tal
subjetividade.
100
17
Nada é exato nem dois mais dois
Coloca-se também a física teórica, experimental para falar
de “achometria”... acha-se isto – acha-se aquilo etc...
Então, se fica sem aquela devida explicação, são muitas
teorias que às vezes se provam pelos próprios fatos
repetitivos...
Convenhamos, a ciência da estatística é a que mais se
aproxima da verdade.
Os estudos dos fenômenos metafísicos já passaram pela
sociologia, psicologia, psiquiatria, como bem aventamos
anteriormente, e por longo tempo foi exclusividade de
algumas delas, porém, nos dias atuais, entram muitas delas
para discutir o assunto etérico.
Uma coisa fica patente, a doença mental, ou da alma
acarreta outras doenças, nela na mente começa a
desenvolver a degenerecência deletérica humana.
A panacéia (remédio para tudo) psiquiátrica, é muito
extensa desde “Freud” – Piaget – “Jung” etc...
Teses e mais teses...
100
18
Nada é exato nem dois mais dois
Há unanimidade nos desejos da consciência humana, e chega
atentar-se ao estado de espírito ao qual não se dá a menor
explicação plauzível.
No afã desesperado de explicar a mente humana o homem
inventa outros nomes, tais como consciência normal,
consciência superior, subconsciente etc...
Cria-se a onomástica psíquica, e vamos redundar na
repetitividade, no mesmismo, apenas com vários sinônimos.
Assim explicam alguns entendidos como funcionam nossas
atitudes mentais e supra mentais.
Depois de “Freud”, nossa consciência é vista como um
depósito de informações momentâneas, revalizando-a com
um sistema logístico que atua à “just in time”, ou seja, as
nossas idéias são casadas com as nossas necessidades
diárias, condiciononado-nos ao imediatismo dos dias
modernos, e assim vamos relegando ao nosso subconsciente
as demais informações de cunho importante.
100
19
Nada é exato nem dois mais dois
A nossa subconsciência é algo bastante intrincado, um
fantástico banco de dados, que a nossa consciência ignora
totalmente.
Nela é guardada informações de vidas pregressas, segundo
os entendidos no assunto, porém, quando precisamos delas,
estarão prontas a nos socorrer, ou a nos perturbar em
forma de medo e que ao ser somatizado nos causa a
famigerada doença psicossomática.
Houve por bem chamá-la de tola, já que ela não raciocina,
apenas crê cegamente nas informações recebidas,
arquivando-as para eventuais necessidades.
Consciência superior é, aquela que transcende os nossos
sentidos naturais, ou habituais, podendo nos mostrar o
sentido eterno da cosmovisão.
Estamos tratando da subjetividade desta nossa vida
plasmada, portanto, referindo-nos à nossa inconsciência.
Ao compararmos os fatos e atos metafísicos do ser global
humano, tecemos comentários sobre o corpo físico e o
corpo vital (espírito – perispírito – alma).
100
20
Nada é exato nem dois mais dois
Se a nossa mente nos deu o conhecimento de mecanismo
cerebrais eficazes na cura de certas enfermidades
patológico-psíquicas, ainda mesmo que subjetiva, porém,
pela estatística, ou repetitividade, um tanto melhor...
Na subjetividade de vidas, mesclamos metafísica com
matéria pura.
Haja vista a posição espírita, ao tratar do espírito
acompanhado do perispírito e alma, e se fôssemos
aprofundar mais neste assunto, iríamos longe.
Voltamos a bater na mesma tecla – somente a estatística
poderá nos dar pequena idéia , ainda assim deformada, das
causas e efeitos dos fenômenos, no entanto achamos que a
matéria anda perfeitamente atrelada ao espírito.
Ratificamos, há um misto de profissionais interessados pelo
assunto no que diga respeito à telepatia – projeção astral –
clarividência – telecinesia – visão à distância – cura psíquica
etc...
100
21
Nada é exato nem dois mais dois
O nosso amigo “Freud”, desprezou tais fatos, ficando na
biologia, embora tenha esboçado suas dúvidas a respeito do
mundo cósmico.
Já “Jung”, fez muitas objeções ao mestre, denotando
sempre o mundo da subjetividade.
“Jung”, falava como protestante, já que pertencia a uma
família dessa facção religiosa, portanto avesso às teorias
reencarnatórias – como todos os estudiosos clássicos, ou
autodidatas, vislumbrou pela estatística natural o famoso
inconsciente coletivo, assunto de longa abordagem, e que
não batiam com os conceitos de “Freud”.
Porém, o próprio “Jung”, nos fins de seus longos dias,
escreveu que certos fenômenos que ele presenciara não
poderiam deixar de ser de ordem reecarnatória, sendo
aviltado pelo seu clã pela sua afirmação pagã.
Temos uma infinidade de relatos sobre fenômenos
paranormais, desde curas fantásticas à telecinesia,
somente para confirmar a fenomenologia existente entre
nós mortais, porém, inexplicáveis ainda...
100
22
Nada é exato nem dois mais dois
No mundo tão subjetivo no qual vivemos, tudo se nos parece
fantasia, na realidade há muitos milênios os sábios
vedânticos da Ìndia exortaram-nos claramente que, este
nosso mundo é “maya” que não passa de mera ilusão, com o
que concordamos plenamente, um sonho efêmero apenas.
Então, neste mundo de ilusão criamos nossas dores, posto
que sofremos influências do meio ambiente, são os bens
materiais nos envolvendo em sua teia, a vida moderna nos
obriga a compartilhar de suas ilusões efêmeras,
constatamos aqui uma verdade irrefutável, a vida é
passageira em sua forma física, embora, eterna em suas
transformações.
Falamos do nosso ego e da nossa supervaidade humana,
como se não envelhecêssemos e não morrêssemos, porém,
com isto não queremos desmerecer esta nossa vida
maravilhosa, por onde temos a oportunidade de resgartar
nossos carmas.
Porém, podemos usar do espírito para materializar os
nossos bens terrenos, e por ele podemos obter curas
100
23
Nada é exato nem dois mais dois
fantásticas, então criamos através de nossa boa imaginação
e fé o que desejamos...
Para que isto aconteça temos de mudar a forma de pensar.
Quando, você conquista algum bem, não se engane, há longo
tempo, você mesmo, consciente ou inconscientemente já
havia feito um enorme planejamento, é assim que funciona,
porém, vai-lhe custar o preço da sua consciência, ou da sua
ciência, ou da sua maneira de entender, e de saber...
Eis, um exercício simples, porém, eficaz.
Sente-se numa cadeira confortavelmente e, observe todos
seus membros corpóreo e diga a cada um deles para relaxar
profundamente (faça-os relaxar).
Agora, inspire e espire profundamente sinta o oxigênio
percorrendo o seu cérebro de forma pura e saudável.
Suas pálpebras estão pesadas e; o seu olhar mole e
sonolento...
Veja-se na borda de um círculo que, possui no centro um
núcleo de infinito poder.
100
24
Nada é exato nem dois mais dois
Arranque de dentro de você todos seus maus sentimentos,
como ódio, ira. Inveja, fracasso, frustração. Doença, medo,
e outros, coloque-os sobre o núcleo e, libere dele uma
labareda incandescente e consumidora, para incinerar todas
suas mazelas e vislumbre-as evaporando nas alturas...
Paulatinamente, veja essa labareda poderosa
transformando em uma luz suave e muito branca, porém,
suportável aos seus olhos, e sobre ela deposite todos os
seus bons pensamentos e desejos, encha-a de amor, paz e
riquezas mil...
Agora faça essa luz fantástica girar em espiral,
traspassando seu corpo e expandindo aos seus semelhantes,
indo ao infinito universal, unindo você à grandiosidade
infinita.
Creia – seus desejos serão plasmados.
Você, é o próprio poder, creia!
Que Deus esteja conosco,
100
25
Nada é exato nem dois mais dois
Amém.
Poderíamos iniciar falando da fé de todos os povos da
terra, cada ser humano tem sua maneira de crer nas forças
etéreas, desde Confúcio passando por Jesus, o Cristo até
os dias hodiernos.
Existe aquele que diz: Graças a Deus... eu sou ateu.
A grande realidade é: não existe ninguém ateu, basta para
este pseudo ateu: uma pequena dor relativa a uma
apendicite aguda para que clame por misericórdia a todas
divindades que se possa imaginar...
Porém,
como
estamos
escrevendo
em
uma
língua
ocidentalizada, e por sermos ocidentais, herdamos dos
nossos ancestrais uma maneira de crer e agir, pela tradição
familiar, e do meio no qual fomos moldados, apesar de
termos conhecimentos de outras filosofias de origens
asiáticas, pelas quais temos profundo respeito e admiração
etc...
100
26
Nada é exato nem dois mais dois
Embora, a nossa civilização seja oriunda do oriente,
aventamos a respeito destas coisas, simplesmente para
situarmo-nos no contexto do respectivo assunto.
Bem, a Bíblia é um livro lido e crido por milhões de pessoas,
e, a voz do povo, é a voz de Deus, é o próprio Inconsciente
Coletivo.
O Templo da Fé (Reino da conscientização divina), que é a
sua mente, sua alma, seu eu maior, seu interior, seu coração,
enfim seja lá o nome que se queira dar, traz na sua essência
uma visão analítica e holística sobre todos os segmentos da
vida humana, rivalizando-a com o bem, portanto, nada há de
tão misterioso, a não ser a capacidade de separar o joio do
trigo,
ou
joeirar
o
bem
através
das
SAGRADAS
ESCRITURAS – BÍBLIA, como poderia ser através do
CORÃO, ou outros livros filosófico-religiosos...
E para tal, meditamos e oramos, pedindo a proteção e o
discernimento a Deus, a maior força divina e conhecida por
todos os seres que habitam neste planeta de aprendizado...
100
27
Nada é exato nem dois mais dois
cujo aprendizado, é: andar em equilíbrio da matéria com o
espírito!
ESTE
SER,
QUE
DEFINITIVAMENTE
É
CHAMADO:
NA
DEUS
CABEÇA
DE
-
ESTÁ
TODA
HUMANIDADE, ENTÃO POR SI SÓ EXERCE A MAIOR
FORÇA ENERGÉTICO-MENTAL NO PLANETA, a qual ouve
por bem, chamá-la de:
INCONSCIENTE COLETIVO.
No inconsciente coletivo existem o bem e o mal.
Graças ao bem, este planeta ainda subsiste, coisa que os
negativistas não enxergam, posto que, vêm guerras e vão
guerras e o planeta continua crescendo, embora haja a
maldade intrinseca, aquela invisível e que fica na intenção
humana.
Ratificamos as palavras de Jesus:
100
28
Nada é exato nem dois mais dois
“Onde estiver dois ou três reunidos em meu nome, ali
estarei no meio deles” - “Quando acordarem na terra, será
ratificado nos céus.”
Mateus: 18
20 Pois onde se acham [dois ou três] reunidos em meu
nome, aí estou eu no meio deles.
Mateus: 18
19 Ainda vos digo mais: Se dois de vós na terra
[concordarem] acerca de qualquer coisa que pedirem, isso
lhes será feito por meu Pai, que está nos céus.
Comecemos de verseto a verseto bíblico, concluindo o nosso
pensamento sobre as atitudes, atos e fatos de nossos
irmãos mais antigos...
Então, vamos aprender, portanto, evoluir no caminho que
leva à eternidade...
100
29
Nada é exato nem dois mais dois
Sempre, e sempre em nome de Deus, na crença de nosso
verdadeiro Deus, pela qual aprendemos a crer, e depositar a
nossa total confiança, pois, assim fora com nossos pais,
como disse: o nosso mentor e mestre Jesus; Tudo é possível
àquele que crê, ainda que esteja morto, viverá!
Marcos: 9
23 Ao que lhe disse Jesus: Se podes!-tudo é possível ao
[que crê].
Obs: tudo o que é bom provém de Deus!
O Livro:
A BÍBLIA, é a mais pura profecia... um livro profético mais
atual do que nunca, chegamos na era do “ócio-ativo”, da
informática, da robótica, das explorações espaciais, da
clonagem humana, e ele está aí firme e “imutável”, pois, ele
fala do bem e do mal do homem, e na sua essência o homem
100
30
Nada é exato nem dois mais dois
carece de renovação, pois, não passa de um simples mortal...
e não podemos negar essa renovação galopante, o apóstolo
Paulo, ensina-nos com muita propriedade sobre isto,
dizendo: quando criança, pensava como criança, porém,
agora adulto, penso como adulto, obviamente deixando-nos a
clareza da eterna mudança do ser humano do ponto de vista
psicossomático.
Hebreus: 5
13 Ora, qualquer que se alimenta de [leite] é inexperiente
na palavra da justiça, pois é criança;
I Coríntios: 3
2 Leite vos dei por [alimento], e não comida sólida, porque
não a podíeis suportar; nem ainda agora podeis;
Nunca se viu tanta procura por Deus, tantas denominações
religiosas calcadas nos alfarrábios bíblicos, os quais podem
100
31
Nada é exato nem dois mais dois
sofrer algumas alterações em suas versões e traduções,
porém, aí está a Bíblia nas mãos da mídia mundial, e ponto.
Com o decorrer de nossa leitura, vamo-nos aperceber de
que, algumas palavras são alteradas pela sinonímia e
versões, mas, jamais vão excluir os dois primeiros
mandamentos da lei mosaica, que é de Deus:
Amarás o teu próximo como a ti mesmo, que é semelhante
ao: Amarás o Senhor Teu Deus sobre todas as coisas...
Mateus: 22
35 e um deles, doutor da lei, para o experimentar,
interrogou-o, dizendo:
36 Mestre, qual é o grande mandamento na lei?
37 Respondeu-lhe Jesus: Amarás ao Senhor teu Deus de
todo o teu coração, de toda a tua alma, e de todo o teu
entendimento.
38 Este é o grande e primeiro mandamento.
39 E o segundo, semelhante a este, é: Amarás ao teu
próximo como a ti mesmo.
100
32
Nada é exato nem dois mais dois
40 Destes dois mandamentos dependem toda a lei e os
profetas.
I Pedro: 1
22 Já que tendes purificado as vossas almas na obediência
à verdade, que leva ao amor fraternal não fingido, de
coração [amai-vos] ardentemente uns aos outros,
O reencontro com o Eu
Reencontrar-se, ao ouvirmos que alguém está
perdido, atabalhoado, sem rumo, perturbado, podemos
simplesmente deduzir que, este alguém está sem foco na
vida.
No mundo atual da neurolingüística, e dos ensinos de
auto-estima, pensa-se e prega-se o escopo como o alvo a ser
atingido, para que o profissional alcance a sua meta, seu
objetivo profissional.
100
33
Nada é exato nem dois mais dois
E, o objetivo da atualidade se nos parece que
redunda apenas em ganhar dinheiro como se ele sozinho
fosse a resolução de todos os nossos problemas, daí advir o
nosso baralhamento mental...
Num mundo onde grassa o desemprego, temos de
fazer mágica para alcançarmos esse objetivo, porém, não
devemos esquecer nossos valores morais, familiares,
filosóficos e muito mais, para estar bem com a vida.
O reencontrar-se é, de extrema importância à sua
felicidade.
Este reencontro traz a compreensão dos fatos, dos
acontecimentos, pelos quais devemos começar a entender a
causa do nosso fracasso.
O nosso problema, creia, encontra-se dentro de nós.
Se, seu parente mais próximo lhe cobra
constantemente, azucrinando-lhe a cabeça por exemplo, e
obviamente isto lhe causa constrangimento e por
conseqüência dor...
100
34
Nada é exato nem dois mais dois
Você tem ao menos duas atitudes mais rápidas a
tomar:
1. Você tenta resolver o problema, que está
causando o constrangimento, se lhe for
possível.
2. Aplica a tolerância, suportando o
constrangimento.
Para que você esteja apto a tomar estas duas
atitudes, terá de ter uma preparação psicológica, através
de uma auto prospecção, conversando e condicionando sua
mente, para agir de umas destas maneiras.
Para que você possa alcançar esta introspecção,
necessário é que pratique a meditação profunda.
Aliás, aproveitando o assunto: tolerância, pois, esta é
a maior virtude do ser humano, é a última etapa de evolução
do homem, dá-se para perceber o grau de dificuldade desta
100
35
Nada é exato nem dois mais dois
virtude que, com a mais absoluta certeza leva-nos ao
equilíbrio pleno.
Na nossa idade provecta, que é a idade da sabedoria,
da experiência, havemos de usar deste atributo, e não
sejamos hipócritas, notemos que muitos dizem que um velho
torna-se criança.
Os seres humanos, nem sempre suporta criança, que
é algo muito legal a uma mãe, e a um pai, mas, um velho
rabujento, cá entre nós, é mais difícil.
Então chamaríamos este dote de auto tolerância,
entendendo que podemos ser difíceis aos mais jovens, que
estão no auge de seus problemas, e através desta
compreensão vamos à tolerância geral, sem traumas e
sofrimentos.
Voltando ao assundo da grana na qual calcamos toda
nossa pseudo felicidade, bem... a grande verdade aqui
tratada é a felicidade, a qual imaginamos esteja no
dinheiro...
100
36
Nada é exato nem dois mais dois
Então se faz necessário, introspectar-se, fazer um
estudo minucioso do nosso interior, até porque somos dois
eus... ou dois vocês...
Pois bem, você está cansado de ouvir falar de alma,
espírito, consciência, eu e muito mais, porém, ficou na tese,
nunca foi à prática, já que o assunto torna-se extrasensorial, e isto pode até lhe meter medo, ou receio, porém,
não há outra maneira de conscientização.
Temos de enxergar, esta é a grande verdade, posto
que somos condicionados à uma vida de grupo, para não
dizermos manada condicionada pelo nosso regime social.
O dinheiro na nossa opinião é, uma das melhores
coisas que existe para resolver problemas, não temos a
menor dúvida, e estamos correndo atrás dele, mas, não nos
enganemos, nos dias bicudos, ele também corre de nós, e
isto é fato.
Então pautemos pelo equilíbrio, meditando como
estamos lhe propondo poderá enxergar melhor, e sem
nenhum fatalismo se adequar dentro da alegria de viver, e
100
37
Nada é exato nem dois mais dois
ter mais energia para jamais desanimar diante dos
obstáculos...
No início éramos todos dotados de grande inocência,
e agíamos pelo nosso instinto de sobrevivência, porém,
viemos parar aqui neste planeta para nossa própria
evolução, o qual é um aprendizado eterno.
Em nós existe o livre-arbítrio e, por ele escolhemos
o caminho que mais se adapte aos nossos aprendizados de
acordo com nossas atitudes pregressas...
Deixamos o lar, como um filho o faz com o lar
paterno, saindo à cata de coisas novas, até para satisfazer
a sua curiosidade e necessidade de vida...
Este fato natural faz parte do aprendizado humano.
Acontece que a evolução... entre aspas, se faz
acompanhar de duas maneiras, que poderíamos classificá-las
de conhecimentos, porém, se nos parece resumir
sobremaneira; tachando o mal como se ele fosse sabedoria,
ou dissimulado de esperteza...
100
38
Nada é exato nem dois mais dois
Infelizmente não podemos negar a grande
sagacidade de nossas maldades, a nossa mente maquiavélica
nos surpreende, quando deixamos a nossa inocência infantil
e partimos para as vinganças ignominiosas, até porque não
poderíamos adjetivá-la com um virtuoso verbete, e
poderíamos citar tantas outras mazelas humanas.
Surgiram então as antigas civilizações, com seus
sábios, e nos deixaram vestígios de sua sabedoria.
O velho Abraão – Sócrates – Confúcio – Maomé –
Jesus e muitos outros, que não fugiram muito às regras,
cometendo seus deslizes também de acordo com a História
acadêmica e eclesiástica.
Pois bem... quando falamos em evolução, queremos
avançar sobremaneira sobre a evolução humana, aquela
beligerante, que se presta para destruir.
E para exemplificar melhor, meditamos muito sobre
nossas vidas e suas circunstâncias na terra, e chegamos a
simples conclusão de que nos tiraram a inocência animal, e
100
39
Nada é exato nem dois mais dois
incutiram-nos um saber falso, apesar de necessário que
assim fosse, o saber ardiloso da maldade...
Vejamos o mundo como uma grande plantação, um
grande cultivo, e sendo um cultivo não poderia deixar de ser
com plantas indicadas para a nossa alimentação, até porque
as ervas daninhas não se necessita plantá-las, ou cultivá-las.
Aqui entra a necessidade psicossomática do bem e
do mal, da erva boa e da daninha, o joio e o trigo, senão não
seria aprendizado.
Nós somos uma grande seara, com todas as epécies
de plantas, boas e más, sendo ambas necessárias...
"Como se pode gostar do doce, se não se conhece o
amargo"?
- "Do verde se não existisse o amarelo"?
Porém, poucos agricultores vão separando as plantas
boas das más, aqui entra a verdadeira evolução.
Relativamente... evoluímos bastante, mas, não
separamos o joio do trigo e, a nossa plantação do bem
imiscuiu-se com a do mal, acomodamo-nos com nossas
100
40
Nada é exato nem dois mais dois
maldades, pois, somos ociosos demais, achando que isto
pode nos ajudar, enganamo-nos a nós mesmos... a uma
espécie de comodismo.
Vamos além, o nome real para essa situação é,
hipocrisia... como se cometêssemos latrocínios para doar os
bens apropriados aos pobres, como se isso representasse
algum altruísmo.
E, na verdade o que mais vemos na sociedade é,
exatamente isso.
Países guerreando em nome do "bem" – como se isso
não fosse o mais ignominioso ato de perversão, quantos
inocentes morrem em nome da economia e do interesse
escuso de grandes nações...
Haja vista, recentemente os Estados Unidos apoiado
por outras grandes nações bombardeando um cão já morto,
com todo o nosso respeito ao Irã do Chá da Pérsia, do
antigo reinado de Nabucodonozor.
E este auto-engodo não para de crescer, e cresce
geometricamente, e como prova disto podemos ver a
100
41
Nada é exato nem dois mais dois
cegueira humana quando certificamos de que uma minoria
de homens abastados espezinham seus irmãos que morrem à
míngua prosternados aos seus pés, e empedernidos não
tomam nem conhecimento, estão realmente cauterizados, ou
petrificados em suas veleidades.
Mas, aparentemente parecem ser felizes, o que é o
maior engano... eles estão literalmente cegos, não sabem
avalizar a efemeridade de suas vidas, às vezes a sua
ignorância é tamanha que, o elemento vil já está com uma
idade bastante avançada, beirando os estertores de sua
morte, e não arrepende-se e não pára de praticar o mal,
com grande desenvoltura, que é o caso de muitos
"poderosos" deste mundo.
Ah... dá muita pena deles, quando reencontrarem-se
com seu Eu, aí a porca vai torcer o rabo...
A nossa essência será enfaticamente a nossa
pretora, juíza implacável, a nossa consciência se aflorará
pela própria evolução, e haveremos de resgatar até o último
centavo de nossas maldades.
100
42
Nada é exato nem dois mais dois
Ao ser que chegou à compreensão de seus atos, cai
por terra toda a tese de pecado, e um bocado de verbetes
para simplesmente dizer, que vai colher aquilo que plantou.
Toda verdadeira punição é aquela do reencontro, ou
seja: da autopunição.
O mais interessante disto tudo é, o indivíduo
enxerga todas suas maldades, mas veladamente,
hipocritamente não vê, ou não quer pensar no futuro
tenebroso que o espera, o qual será enfático.
Qualquer arrependimento são fagulhas da
consciência cósmica, são "flash" de conscientização.
Quantas vezes ouvimos alguém dizer que nunca se
arrepende do que faz.
Achamos escrito nas Escrituras, que Deus se
arrependeu de ter criado o homem...
Ao que se nos parece, é muito normal e nobre
reconhecer o nosso erro e arrepender-se dele, embora,
neste caso não ficamos satisfeito com o arrependimento
divino, porém, é um outro assunto.
100
43
Nada é exato nem dois mais dois
- Qual o problema?
É uma nobre virtude de se humilhar perante Deus e
os homens!
Pôxa... esse alguém é perfeito, nunca erra, e é muita
ignorância quando não se reconhece como ser humano
imperfeito e mortal...
Portanto, devemos sim nos arrepender dos males que
fazemos, até aqueles involuntários, posto que são
involuntários por falta de entendimento e que negamo-nos
ater a eles.
Vamos ter de retornar ao nosso Eu, que nos espera
sempre de braços abertos para nos mostrar o caminho
correto da verdadeira evolução.
A humanidade um dia se salvará do fogo do inferno
no qual vive, quando com a respectiva consciência retornar
ao seu centro, porém, desvencilhada de todos os seus
males, apenas com aquela evolução pura, sem maldade,
nimbada somente do bem... ou mais próxima do bem.
100
44
Nada é exato nem dois mais dois
A humanidade desenvolveu-se após milênios de
aplicação no aprendizado cósmico, mas, faz uso
incondicional dessa "sabedoria" na prática do mal.
Ela fez um grande empréstimo de conhecimento, sem
ter o fundo necessário para saldá-lo, e vai rolando essa
dívida, enquanto seu juro escorchante vai aumentando
assustadoramente...
Aqui, carece até de um perdão cósmico, para se
desvencilhar dessa dívida, e quando afirmamos ser uma
agiotagem, não tenhamos dúvidas, o é, posto que trata-se
do mal, e a sua avareza é desmedida.
O amor é, o grande remédio para todos os males,
porém, não nos enganemos, nada sabemos a seu respeito,
nele se insere a mais profunda de todas as sabedorias
universais.
A humanidade também é um corpo celeste, essa
separação corpórea é ilusória, fundimo-nos numa massa
humana, não estamos a salvo deste fato, nem que queiramonos enganar através do nosso orgulho, nada quer dizer,
100
45
Nada é exato nem dois mais dois
apenas estamo-nos enganando a nós mesmos, e isso é a mais
profunda burrice, embora sejamos doutos, o que agrava
mais ainda a nossa burrice.
"A maior cegueira é a daquele que não quer ver"...
Exatamente por esse motivo, necessitamos voltar ao
nosso Eu, à nossa essência, à nossa substância, ou
substrato, para que possamos enxergar o que éramos e o
que somos na atual conjuntura, sem perdermos o
conhecimento do bom aprendizado, despindo-nos dos maus...
A nós se nos parece malharmos em ferro frio, há
muito estamos escrevendo, constantemente sobre esse
tema, e falamos na terceira pessoa para ratificar que não o
fazemos sozinhos, estamos deveras acompanhados de
monitores, que nos orientam nas escritas, queremos dizer
que somos apenas instrumentos da espiritualidade, temos a
missão apenas de aprender escrevendo, e olhando também
para nossas falhas, e como somos faltosos...
100
46
Nada é exato nem dois mais dois
É muito simples notarmos a nossa evolução... a
própria vida nos demonstra-a com propriedade singular,
vejamos:
Há dois mil anos, Jesus falou das crianças,
atribuindo à elas a grande capacidade angelical, mas, deixou
que elas se tornassem adultas como Ele mesmo naqueles
momentos de exortação sobre elas e sua inocência.
"Aquele que não se tornar como uma criança não
herdará o reino dos céus"
A bem da verdade temos de ser crianças adultas,
parecendo um verdadeiro paradoxo e confirmando as
palavras do Mestre, quando pronunciou outra aparente
contradição: "Sede inocente como a pomba e prudente
como a serpente".
Ele quis dizer exatamente que, devemos alcançar o
almejado estado de consciência sabendo lidar com o bem e
com mal.
Estado de consciência, é o nome de toda a nossa
conversa grafada neste livro.
100
47
Nada é exato nem dois mais dois
Falamos do bem e do mal, mas, vamos aventar sobre
o prazer e a dor, que vêm acompanhados dessa maravilhosa
sabedoria consciencial.
O nosso ego representa o prazer e a dor, o nosso céu
e o nosso inferno.
Desde de antanho, nossos mestres nos deixaram
escritos que, o nosso coração é o repositório do prazer e da
dor, e do nosso inferno e do nosso céu.
Céus e infernos têm tudo a ver com Deus e Lúcifer,
e dentro do nosso coração, ou que se dê a ele o nome que se
queira, é verdadeiramente o habitat do bem e do mal.
Aliás, as principais filosofias religiosas, judaísmo,
cristianismo, islamismo, confucionismo e outras, afirmam
categoricamente que somos o bem e o mal, eles moram,
residem em nossas almas, então somos deuses, do bem e do
mal... e depende muito de nosso aprimoramento neste
equilíbrio.
Não gostamos das guerras, mas, temos de enxergálas e continuar não concordando com elas, porém, há
100
48
Nada é exato nem dois mais dois
milênios nenhum desses avatares conseguiram debelá-las da
cabeça humana, e isto quer simplesmente dizer: como é
difícil, senão impossível acabar com os combates
sanguinolentos dos seres terráqueos.
E o nosso Eu, luta aguerridamente para cuidar de um
e de outro, bem e mal, administrando-os
intermitentemente...
Semelhantemente ao adulto que cuida de uma
criança em suas traquinagens...
Somos verdadeiramente inconseqüentes à crianças,
sem direção, e haveremos de ter adultos ao nosso lado para
que não soframos os desastres naturais da vida.
Os bons adultos, é claro...
Aqui representados pelos espíritos evoluídos,
aclarando-nos a mente em direção ao bem.
Este retorno ao Eu, é algo esplendoroso, um nirvana,
posto que se nos abre a consciência, descortinando-nos a
mente, então podemos ver aquilo que víamos e não
enxergávamos...
100
49
Nada é exato nem dois mais dois
São coisas simples, que embaraçam os homens
togados deste mundo, como acontecera com os escribas e
fariseus aos quais referiu-se Jesus nas Escrituras
Sagradas.
As autoridades são pessoas investidas de poderes
judiciais, educacionais, eclesiais etc... para ordenar a
sociedade, e é à elas que nos referimos neste momento,
deixando claro que não são todos que burlam o bem,
favorecendo o mal.
E como é possível aos sábios legisladores
transgredirem suas próprias leis, e isto é corolário do diaa-dia nos meios sociais e políticos.
O sistema é deveras impiedoso com a verdade, a
exemplo daquele que deixa de pagar algum tributo ao
governo, será implacavelmente punido pela lei...
Ao passo que, aquele que burla a lei veladamente, ou
até mesmo pelos subterfúgios dela, passam ilesos pela sua
confortável vida, e pela sua cauterizada consciência, porém,
quando despertarem de seu sono, arrepender-se-ão
100
50
Nada é exato nem dois mais dois
amargamente, e terão de resgatar seus feitos
contundemente.
Falamos do retorno ao Eu, que aqui vem jungido do
retorno cármico, talvez por esse fato, inconscientemente
ajam assim, postergando o seu acérrimo retorno, até que
não lhes sejam mais possível adiá-lo e, retornem
involuntariamente a mando de seu Eu, que muitos aventam
tratá-lo de seu Deus.
Às vezes ficamos pensando na pobreza que assola a
humanidade, especialmente o nosso país, e ficamos meio
intrigados, emputecidos com o sistema, mas, não podemos
deixar de concordar com o motivo etérico que assim o faz
acontecer.
Já que cremos piamente na lei de causas e efeitos, e
que já comentamos sobre a nossa unicidade humana, temos
de sofrer pelos nossos próprios ultrajes que acometem
parte desse nosso corpo, e que são nossos irmãos menos
favorecidos, resgatando seus feitos cármicos juntamente
100
51
Nada é exato nem dois mais dois
com a nossa assistência impotente de pobres mortais e
sofredores também.
Somos enfáticos e contundentes em ratificar
sempre, com todos os pleonasmos possíveis: não somos
fatídicos, conformados com nosso planeta, apenas, existe
um caminho e, somente sairemos dele se, formos aplainando
suas arestas até que se limpe-o totalmente... então quando
isto acontecer estaremos alcançando o seu final, para
começarmos a caminhar por uma nova senda mais igualitária
no convívio com nossos irmãos.
Figurado pelos Evangelhos cristãos, como paraíso.
Embora achemos que o aprendizado é eterno, como o
infinito de todos os universos macros e micros...
Vamos encaixar neste assunto as artes, o artífice do
primórdio humano não despendia de muitos recursos, a
saber as figuras rupestres de há milhões de anos,
confeccionados pelos trogloditas de tempos imemoráveis,
posto que, a ciência dá aqui um enorme chute nos cálculos
etários desses cidadãos do planeta antigo.
100
52
Nada é exato nem dois mais dois
Na atualidade incluiríamos os grandes edifícios e
suas obras de arte, são coisas magníficas aos olhos da
matéria humana.
Aqui demonstramos também os templos de
divindades mil, templos hinduístas e católicos, e outros tais,
que representam verdadeiras obras de arte, mas, não
podemos deixar de mostrar também o seu custo, enquanto
uma multidão é explorada na construção de toda essa arte
lúdica e homérica, na ilusão de que irão habitar o paraíso
divinal...
Se todas as principais filosofias religiosas nos
ensinam que Deus está em todas as partes, portanto sendo
onisciente, onipresente, onipotente... afirmando
categoricamente que mora dentro de nós, e algumas ousam
compará-lo como o nosso biótipo, perguntamos:
Por que esse disparate todo?
O nosso interior não seria o paraíso?
100
53
Nada é exato nem dois mais dois
E, por esse simples motivo, não deveríamos retornar
à nossa inocente situação de nascituros, porém, com todo o
rico aprendizado da própria vida?
Estamos literalmente num campo minado, o
verdadeiro inferno, ou céu, dependendo de como
vislumbramos a nossa filosofia de vida.
É muito antigo a posição de purgatórios e infernos,
como Dante os descreveu, como os religiosos o fizeram, e
como o grande Mestre ocidental, Jesus, o Cristo, também
conhecido por várias alcunhas, O filho de Davi, Jesus o
nazareno, O filho do homem etc...
Bem... começamos pelas suas próprias palavras,
dizendo que este reino é demoníaco, afirmando que vivemos
num plano luciferino, diabólico, mefistofélico, enfim
governado pelos demônios e que o próprio verbete já diz
tudo: "demo – crático etc...
A globalização deixou isto mais patente ainda, temos
um grande chefe que nos dita suas regras, à caminho largo,
o da perdição, podemos ver uma guerra civil generalizada e,
100
54
Nada é exato nem dois mais dois
um chefio nos ameaçando intermitentemente com seus
mísseis nucleares e destruidores se não fizermos aquilo que
é o seu desejo, e sob chibatadas fumegantes pelas fuligens
sarcásticas, e debaixo do peso de juros de "dívidas
externas e internas", que moralmente não existem, a não
ser pela invenção satânica para nos purgar de nossos feitos
de vidas pregressas.
Estamos colhendo o que plantamos, com certeza, e
os males nos causados serão resgatados, até porque os
caudilhos do mal terão seus resgates também...
A melhor e mais inteligente maneira de se viver aqui,
é preservar a consciência tranqüila, apesar de não estarmos
imunes das tentações, pois, esse negócio já existia no
paraíso religioso, o que não deixa de ser uma afronta a
nossa inteligência.
Esse engodo nos deixa chateado, pois, a própria
igreja ludibria-se a si mesma.
Os edênicos cidadãos dos céus, os ataviados homens
de Deus, pregam e aceitam que o Édem, o paraíso do nosso
100
55
Nada é exato nem dois mais dois
pobre pai Adão juntamente com nossa mãe
Eva, posto
que sofriam tentações de uma serpente, e estavam
proibidos de comerem um fruto, e além de tudo teriam de
cultivar a terra... que paraíso estapafúrdio, onde existiam
querubins com espadas flamejantes para guardá-lo... para
não complicarmos ainda mais com o verbete esdrúxulo... a
bem da verdade, essas coisas as possuímos aqui na terra.
Como o paraíso apocalíptico de João, lá na ilha de
Patmos, descrito com todos os bens desta vida, ora, ora...
sem a menor intenção blasfêmica:
- Essas coisas não são peculiares do plano infernal
pelo qual vivemos?
É bastante complicado chegarmos à consciência
mental...
Deixamo-nos enlevar pela mídia, com a famosa e
famigerada lavagem cerebral, e por ela ficamos à deriva dos
desejos malignos dos homens.
Somos verdadeiros escravos do sistema, e nessa
subserviência temos de passar pelas humilhações de homens
100
56
Nada é exato nem dois mais dois
ociosos, porém apropriadores de nossos frutos, lavrados
pelos nossos suores de sangue, para não dizermos
vampirizados por eles.
Apesar de toda essa polêmica, entendemos ser o
maior sentimento, e verdadeiro dote humano, o AMOR, ele
já foi equiparado pelos exegetas do assunto místicoreligioso ao DEUS-SUPERNO...
Então acordamos plenamente com o amor, sem ele
realmente não nos restaria herdade nenhuma, seríamos
zumbis, mais inconscientes do que já somos...
Na mais perfeita família humana, existe laços de
ciúme, de inveja, de competição, de frustração, sendo que o
patriarca, ou a matriarca não sentem nada, mas, nada
mesmo... confortáveis com a dissensão imposta pela cabeça
inconsciente de seus familiares, que na maioria das vezes
vão aos xingamentos e ofensas mil...
- Por quê?
Desde a mais remota idade, o homem mete-se em
encrencas, porfias, vinganças etc...
100
57
Nada é exato nem dois mais dois
E existiram aqueles pacificadores, como nossos
patriarcas, que apaziguavam seu clã, porém, eram
extremamente contenciosos com outros clãs, e diríamos até
impiedosos, por questão de sobrevivência.
Esse é um exemplo de um mundo interno, pelo qual
vivemos odisséias mil, e não temos a devida consciência toda
da nossa fleuma beligerante que vem de dentro para fora,
ela nasce no âmago do nosso Eu, que se debate com as duas
forças do bem e do mal.
O nosso Eu, quer o melhor para nós, e é obrigado a
exteriorizar os nossos desejos a duras penas, mas, terá de
fazê-lo para que se cumpra a nossa missão, qual, seja boa,
ou má...
Somos filhos pródigos, perdulários dos bens que
trazemos da nossa essência, e saímos errantes pela vida,
até que um dia tomamos consciência e retornamos ao lar,
após batermos muito as nossas cabeças, e quiçá, tenhamos
aprendidos a lição da vida.
100
58
Nada é exato nem dois mais dois
Sobre as formas de energias que nós somos e
estamos neste planeta, começa pela maneira parcial de cada
ser humano, baseada em seus valores visuais.
Viemos de um meio etérico e acabamos de integrar o
meio terreno, então somos produtos dos meios, já que
existem influências que se nos afloram e que até a ciência
traduz como algo genético, e por assim ser, passam a ser
produtos dos meios de nossos país, e avós...
Essa herdade, confirma que não basta somente este
aprendizado, portanto, a introspecção se faz necessária à
nossa evolução, posto que o aprendizado é mais extenso do
que possamos imaginar.
Ao analisarmos uma das principais seitas religiosas, a
contar pelo seu tamanho, podemos vislumbrar quanto se faz
para condicionar a mente humana, então está mais do que
provado que a influência é a causadora maior da nossa
evolução.
E devemos agradecer profundamente a benesse
divina quando se nos apresenta nosso mestre, aquele
100
59
Nada é exato nem dois mais dois
verdadeiro para nos orientar, ele pode ser um mentor
etéreo, ou plasmado, não importa...
A humanidade crê cegamente em qualquer
ensinamento que lhe dão, comem qualquer alimento, até
mesmo os estragados.
O povo tem a força em suas mãos, até os políticos
dizem isso, mas, ele é por demais acomodado e não é
uníssono o suficiente para bradar uma ordem global para
que se faça aquilo que é justo à humanidade.
Vemos multidão aclamando qualquer mentira, até
lembramo-nos de "Hitler" sendo ovacionado pelo malfadado
nazismo, que ceifou milhões de vidas humanas, e
dissimulando dizia ele, ser a raça ariana a mais perfeita da
terra.
Não existe nada perfeito, quanto mais algum
amontoado de seres humanos, seja ele que qualquer região
da terra.
E toda aquela maldade resolveu o problema da
humanidade?
100
60
Nada é exato nem dois mais dois
Claro que não... somente instigou outros povos a se
armarem contra o maior descalabro que o homem traz
consigo, a mentira.
Quantas mentiras os mandatários não pronunciam
somente para tapear o povo, e nada sofrem por isso.
Mentir devia ser crime!
Os Evangelhos afirmam que o diabo é o pai da
mentira.
Infelizmente a nossa índole traz embutidos em si o bem e o
mal.
E, de lá deve começar a lapidação dessa pedra bruta
chamada ser humano.
Somente o tempo se encarregará de fazer esse
trabalho, ele é o verdadeiro cinzel e o buril adequados para
nos moldar e, para isso teremos de retornar ao centro da
nossa essência, e aproveitar o que aprendemos e
retornarmos com muita vontade de evoluir.
Alguns voltam à sua essência e não retornam mais ao
aprendizado desta vida, partem para outras esferas, onde
100
61
Nada é exato nem dois mais dois
darão seqüência aos seus estudos, até os confins dos
séculos.
Desejamos a você, amigo-irmão-leitor um excelente
retorno de muita sabedoria.
Retorno ao núcleo
Retornar ao núcleo, depende de escala de valores,
desapego é, o nome quase correto para este estado de
espírito, despojar-se do eu, matar o ego, é o fator de maior
complicação imaginável, é deixar o egocentrismo para
centrar-se pura e simplesmente no amor.
Os luminares da humanidade pagaram alto preço por
serem dotados desta maravilhosa virtude do desapego
amorável, por trouxeram dissensões de todas as qualidades
aos homens telúricos, dos bens terrenos, e até os dias de
hoje é assim, o poder do homem comum, está nos seus bens
materiais, resumindo, está no seu dinheiro.
100
62
Nada é exato nem dois mais dois
Podemos ver que esta história é muito antiga,
vejamos o que Jesus disse, há quase 2000 anos:
Mateus: 9
24 E outra vez vos digo que é mais fácil um camelo
passar pelo fundo duma [agulha], do que entrar um rico no
reino de Deus.
Marcos: 10
25 É mais fácil um camelo passar pelo fundo de uma
[agulha], do que entrar um rico no reino de Deus.
Lucas: 18
25 Pois é mais fácil um camelo passar pelo fundo
duma [agulha], do que entrar um rico no reino de Deus.
Os apostólos que descreveram a vida de Jesus, os
três acima, ratificaram a fala do grande Mestre.
100
63
Nada é exato nem dois mais dois
Não sejamos hipócritas, o dinheiro tem seu mérito,
seu valor, e se faz necessário possuí-lo, porém, jamais ser
possuído por ele.
Aqui entra o maior desapego terreno, até porque
algum idiota acha que o dinheiro compra de tudo, obnubilado
mental é quem pensa desta maneira esdrúxula...
Se assim fora, os ricos não morriam, tampouco
adoeciam, é verdadeira topeira que não enxerga o que está
claro e evidente diante dos seus olhos.
É a chamada: burrice humana.
Ter dinheiro é bom demais, conquanto, não se sofra
por ele, aliás, ele chega a ser sinônimo de felicidade, na
concepção de algum estafermo...
Retornar ao seu núcleo, sim, é retornar aos braços
da felicidade, e por favor, não nos peça explicações sobre
assuntos subjetivos, posto que o cosmo é inefável,
contenha-se a treinar para o devido despojamento carnal, e
isto apenas, lhe bastará para reiniciar rumo à felicidade,
cujo caminho tem tentado por muitas e muitas vezes...
100
64
Nada é exato nem dois mais dois
Os discípulos supra citados não eram pobres assim,
vamos dar uma olhadinha, comecemos por Mateus:
Mateus: 9
9 Partindo Jesus dali, viu sentado na [coletor]ia um
homem chamado Mateus, e disse-lhe: Segue-me. E ele,
levantando-se, o seguiu.
Ora, quem está sentado numa coletoria, só pode ser
coletor de impostos, então ao mínimo era um servidor
público com certa graduação!
Vamos ver quem foi Lucas:
Colossenses: 4
14 Saúda-vos Lucas, o [médico] amado, e Demas.
Um médico, não pode ter sido pobre criatura, com
certeza tinha prestígio e bens desta vida...
100
65
Nada é exato nem dois mais dois
SS
Leis cósmicas
Você é uma sombra!
Posso-lhe dizer isso porque... você, sou eu!
Também sou uma sombra.
Somos eternos e indestrutível, até porque nunca vi
uma sombra ser destruída, ainda mais quando essa sombra é
produzida pela luz maior, chamada Deus.
E, este fato independe da nossa vontade.
Você é uma sombra viajora.
Nesta vida você passa desapercebido, mesmo que
seja rico, famoso, inteligente, estafermo, rei, plebeu etc...
- Cadê os grandes vultos (sombras) do passado?
E, como sombra também é intocável, nem a mais
poderosa luz poderá tocá-lo, ao menos que se despoje de
100
66
Nada é exato nem dois mais dois
alguns sentidos, para que se integre à verdadeira luz de sua
essência.
Você, como sombra é, um recurso da natureza, que
vela por você.
É, o reflexo da essência humana, quanto mais luz
sobre você, mais sombra você se torna.
Você deixará de ser sombra quando a luz divina
brilhar a prumo sobre o centro de sua alma, representando
o equilíbrio universal.
É exatamente assim quando o sol paira sobre o
centro de sua cabeça, e a sua sombra incorpora
literalmente ao seu corpo físico.
Então, quando você alcança o equilíbrio mental,
recheado somente de bons pensamentos, aí Deus está
exatamente no centro de sua essência!
Quanto mais frustrações e decepções você sofre...
mais a luz vai se distanciando de você, tornando assim a sua
sombra maior e distorcida à sua proporção espiritual.
100
67
Nada é exato nem dois mais dois
Quando realmente você não mais agüenta e sua
sombra se funde com a noite, é a hora de você descansar
nos braços de Deus.
Não ligue amigo, um dia você deixará de ser sombra
para ser a própria luz, e verá como nada sabia de nada.
Apenas, não se esqueça: "você... sou eu!"
Bem... vamos às leis cósmicas.
A principal lei existente na natureza cósmica é, a lei
de causas e efeitos, e a mais justa sem a menor sombra de
dúvida – é lei do carma – e lei do retorno...
É uma lei eclesial, veja o que está escrito num
versículo bíblico:
»GÁLATAS [6]
7 Não vos enganeis; Deus não se deixa escarnecer; pois
tudo o que o homem semear, isso também ceifará.
100
68
Nada é exato nem dois mais dois
Poderemos aqui plagiar o semeador, que somente
colherá conforme a semente que semear, e essa seara é a
vida plasmada na terra, em suma é o aprendizado humano.
Tudo aquilo que se plasma é formado pelo
pensamento que se materializa, assim como a água passa de
seu estado líquido ao gasoso e sólido, sem deixar a sua
essência que é a água, assim somos nos em nossas vidas...
Sintetizando, queremos dizer que em qualquer forma
de vida existe uma mente, mais, ou menos evoluída.
Pois bem, longe de conhecemos por inteiro a
imensurável força energética da mente.
Fica claro, que estamos aqui generalizando a mente,
e não estamos ainda tratando da mente consciente, aquela
que possibilita-nos a entender o processo mental de
metamorfose.
Aliás, a mente humana é um universo incomensurável!
100
69
Nada é exato nem dois mais dois
Sabemos que todos os dias o sol nasce e se põe,
assim acontece de existir a noite e o dia, coisa que crianças
presenciam, mas, não sabem do processo de rotação e
translação que se dá entre o sol – lua – terra e outros
astros.
Todos os santos dias dirigimo-nos ao nosso trabalho
e julgamos saber muito sobre ele, mas, na verdade essa
consciência está muito além de nossa capacidade psíquica.
A nossa inconsciência é muito grande ainda,
deparamos com muitos acontecimentos no nosso dia-a-dia e,
sequer sabemos o mecanismo de atos e fatos ocorridos.
Como já aventamos, em toda espécie de vida existe
uma mente, nada mais mental e vivo do que um átomo, o seu
poderio é desmesurado, podendo ser auxiliador, ou
destruidor, sua mente (mente do átomo) segue um trajeto
direcionado pela natureza cósmica, quando não, está a
ciência mental do homem manipulando-o trazendo benefício,
ou malefício ao ser humano.
100
70
Nada é exato nem dois mais dois
Como se tratássemos do raio laser e sua benesse, ou
sua força destrutiva.
Poderíamo-nos aprofundar minudentemente falando
de protoplasma, e do carbono que é o elemento fantástico
criador de várias formas de matérias físicas como o
grafite, carvão, diamante, e que é o embasamento de nossa
vida, mas, vamos divagar mais superficialmente.
Células vivas nos dá a energia necessária para nossa
sobrevivência, posto que, nada está morto, portanto, a
morte é "maya", um termo indiano que significa ilusão, ela
não existe, a bem da verdade, troca-se de vestimenta,
apenas se transforma de uma vida para outra.
O nosso corpo, após sua morte, continua
fragmentado em bilhões de vidas, que são energias para
continuar a vida do planeta.
Como os fósseis subterrâneos de animais préhistóricos transformados em petróleo e, consequentemente
em gasolina, a energia que se queima para que os nossos
carros rodem pelo mundo a fora.
100
71
Nada é exato nem dois mais dois
Assim não importa muito se você é vegetariano,
herbívoro, carnívoro, pois, sempre estará se alimento de
células vivas, para conseguir o combustível para que o seu
carro físico não pare de andar.
Nada mais vivo do que o oxigênio e involuntariamente
nos alimentamos dele, e é o principal alimento do nosso
cérebro e sangue, e sangue é vida etc...
A célula é o centro progenitor de toda a vida
plasmada, ela contém um núcleo muito organizado, e que
podemos considerar como seu cérebro...
A célula é algo fascinante já que tem a capacidade
de se reproduzir em bilhões de outras células formando
uma vida aperfeiçoada, se é que podemos assim dizer.
Pois, a sua perfeição já é inefável.
Essas células formam os ossos, os nervos, o sangue,
enfim um corpo humano, e semelhantemente acontece com o
reino vegetal, apenas, mudam-se os nomes.
Poderíamos aqui fazer um livro acadêmico, falando
sobre as divisões e subdivisões de células que multiplicam-
100
72
Nada é exato nem dois mais dois
se alucinadamente, um contingente espetacular na criação
eterna de vidas.
Veja que, o macro universo é formado de átomos,
imagine a lua, o sol, as estrelas, como átomos do macrouniverso, assim podemos ser biologicamente um universo
com nossos planetas, e estrelas macrodimensionados!
Da monera ao homem, a estrada é muito, mas, muito
longa...
A monera é uma forma de vida inteligente, porém,
infinitamente pequena em relação ao físico humano.
Somos uma mescla etérica de matéria, pensamento,
visão, olfato, paladar, tato enfim sentidos que não podemos
explicar, embora, a ciência tente rotular os cinco sentidos.
Sabemos que são formas energéticas vibracionais.
Vamos discorrer um pouco sobre o que se supõe
saber, sobre essa vida fantástica que é a da monera.
Pertencente aos protozoários, ou seja, forma de vida
unicelular, considerada a forma mais baixa de vida que se
conhece...
100
73
Nada é exato nem dois mais dois
Ela é formada da mesma matéria, algo sem forma,
incolor e homogênea, desprovida de qualquer órgão,
portanto, ela é boca, membros, mente, que absorve o
oxigênio, uma incógnita que se auto reproduz, respondendo
aos estímulos externos etc...
E por ser uma forma de vida inteligente, atribui-se à
ela o princípio da vida humana.
Imagine uma gotícula de silicone vivo, que pode ser
pseudópode, ou criar formas mil, até mesmo pés falsos,
hermafrodita, e pode ser virada ao avesso, e ela continuará
viva, sem denotar-se nenhuma seqüela.
A sua reprodução dá-se apenas pela sua separação
automática dividindo-se em duas partes, é uma maravilha.
A grosso modo assemelha-se a uma minhoca, que
seccionada, continua viva em cada secção...
Depois da monera vem a ameba, é uma criatura
mutável, até porque deriva-se do grego, ameba quer dizer
mudança.
100
74
Nada é exato nem dois mais dois
Apenas um pequeno intróito de vida eqüidistante da
humana, para termos uma pequena visão dos mistérios que
nos rodeiam.
Encasularam uma monera em um ambiente
hermeticamente fechado, e esperaram que ele morresse, e
qual a surpresa, ela construiu o seu casulo, e continuou a
viver alimentando-se do nada, como se tudo lhe fosse
normal.
A lei cósmica nos proporciona amostragens
sensacionais, e que ainda não podemos interpretá-las por
inteiro.
Doravante falaremos da conscientização velada, pelo
simples fato de apercebermo-la, porém, sem podermos
explicar este sentimento.
Como se quiséssemos explicar exatamente o
sentimento de amor, de paixão, de nada adiantaria, pode-se
apenas comparar ludicamente estes sentimentos.
100
75
Nada é exato nem dois mais dois
Então alguém normalmente diz a outro, estou amando
fulana, e o outro ratifica o sentimento, eu também estou
amando beltrana...
Ambos estão amando, porém, a intensidade desse
amor é imensurável, não existe parâmetro para essa
medida.
A mesma cor verde que alguém vê, é a mesma cor
vista por outro alguém?
Apesar de grande semelhança entre sentimentos,
pela lógica, nada sendo igual a nada, apenas congruente, ou
semelhante, podemos deduzir que em tudo existe uma
identidade particular de vida.
Nem mesmo as pequeníssimas moneras são iguais,
nem gêmeos univitelinos são iguais, nem os átomos são
iguais, não existe uma impressão digital que seja igual a
outra.
Portanto, ratificamos; somos seres humanos
pertencentes a uma espécie, mas, cada um de nós é uma
identidade completamente diferente de outra, esta é a
100
76
Nada é exato nem dois mais dois
grande e maravilhosa presença de Deus, ou de um criador, e
arquiteto universal, então temos de reconhecer a nossa
grandeza dentro da nossa pequenez.
Desde há muito tempo, religiosos – filósofos e
metafísicos tentam entender e explicar a vida em seus
variados matizes
Então advém-nos o despertar da consciência, e isto
apenas nos bastará para entendermos que somos eternos.
Em "flash’s" podemos sentir fortemente
reminiscências de fatos passados, inexistentes nesta vida,
e começamos tirar grande proveito de sabedoria que não é
empírica e convencional em prol de nossos procedimentos
nesta vida.
Metempsicose é o nome dado por alguns estudiosos
do assunto, bem... rótulos são rótulos, o que de fato importa
são os sentimentos.
Então começamos a entender os sentidos, e
comparamo-los às coisas da alma, embora, sejam sentidos
normalmente do nosso cotidiano.
100
77
Nada é exato nem dois mais dois
Audição – às vezes escutamos uma música que nos
traz recordação daquilo que nunca existiu em nossas vidas
presentes.
Visão – ao visitarmos um local qualquer, temos a
nítida lucidez de que já o conhecemos sem nunca termos
estado ali.
Olfato – sentimos o inebriante cheiro de um odor
jamais sentido em nossos dias de vida.
E assim o nosso pensamento viaja também à plagas
que já conhecemos, porém, não nesta existência.
Quantas vezes já ouvimos frases como esta:
"Eu já te conheço de algum lugar"!
Essa identificação enfática pode ser de vidas
pregressas, aliás, certamente todos aqueles que fazem
parte do nosso clã estão retornando para os devidos
resgates cármicos, recebendo e saldando seu débitos.
Longe disto ser castigo, já que exercemos o livrearbítrio, porém, nem sempre temos a consciência mental
para pagarmos o seu respectivo preço.
100
78
Nada é exato nem dois mais dois
Sabemos que, para possuirmos um bem doméstico,
como uma geladeira, ou um televisor, ou qualquer outro bem,
temos de trabalhar, ganhar o dinheiro e depois comprá-lo
com o soldo do nosso trabalho, não tenha a menor dúvida de
que ninguém vai lhe dar nada de mão beijada, porém, quando
não se tem a grana para efetuar a compra, vai-se ao
crediário e parcela aquela compra e, acaba-se por adquirir
uma dívida que traz em seu bojo, geralmente um juro
escorchante legalizado.
Aqui está um pequeno exemplo de quanto custam os
nossos desejos, assim é a lei do retorno.
Muitos querem ir para o céu, porém, não querem
morrer, não querem pagar o devido preço...
Aqui já começamos deslindar os liames da vida e,
adentramo-nos no assunto reencarnatório.
Há relatos incríveis dessa percepção extrasensorial.
Certa pessoa em estado hipnótico regressivo,
constatou-se estar numa cidade européia e descreveu com
precisão milimétrica uma casa muita antiga, seus detalhes
100
79
Nada é exato nem dois mais dois
sobre o local eram impressionantes, e pelos seus relatos
estava vivendo naquele momento em uma de suas vidas
pregressas no século passado, já que se encontrava vivendo
no final de um século.
Pois bem... essa pessoa morava num país americano e
jamais tinha ido a Europa.
As pessoas presentes àquela sessão de hipnose,
rumaram à cidade européia para constatar numa
eventualidade o relato do hipnotizado.
E, pasmos constataram que existia a casa, que fora
conservada por longos anos, e seus detalhes bateram
enfaticamente com o relato daquela pessoa que passara
pelo transe hipnótico.
Quantos sonhos extrasensoriais temos, que nos
fazem cair o queixo, tal a sua realidade, que renegamos
acordar, tal o prazer de vivenciá-los.
Temos experiências pessoais através da hipnose
regressiva, e que nos demonstram vivamente nossas
lembranças, portanto, a força mental do ser humano.
100
80
Nada é exato nem dois mais dois
Alguém anormalmente com medo de altura, cujo fato
era desconhecido pelo hipnólogo, foi hipnotizado e em
determinado estágio regressivo ficou horrivelmente
apavorado, aos gritos descrevia estar dependurado sobre a
parede de um arranha-céu, um prédio muito alto
obviamente, vindo a cair esborrachando-se ao solo, a cena
foi marcante, ouve ali o seu desencarne e outros
acontecimentos mais...
Ao sair do estado hipnótico, e nada se lembrando do
relato, foi sutilmente indagado sobre sua acrofobia, e
atônito reformulou uma outra pergunta:
Como você sabe que tenho pavor de alturas?
Foi perguntado a ele se houvera tido algum trauma
de infância, ou se havia sofrido alguma queda, porém, nem
mesmo ele soube explicar a causa daquele medo, até mesmo
a ele infundado.
Chegamos a este mundo, sem consciência, deparamonos com seres maiores do que a gente, e não sabemos nada
100
81
Nada é exato nem dois mais dois
de nada, e ficamos totalmente dependente da vontade
alheia.
Mas, a natureza é benigna com as crianças e, nimbaas de carisma, portanto, está fadada a ser cuidada com
carinho, pelos mais vis dos seres humanos, apesar, de nem
sempre ser assim, mas, no geral o é.
Então isso acontece também, quando partimos para
outras vidas, chegamos sem a respectiva consciência, nem
sempre, posto que existem as crianças prodígios e que
nascem com mais consciência do que as demais.
Jesus Cristo aos doze anos de idade ensinava os
doutores da época.
Nossos mentores espirituais, são mentes evoluídas que nos
ampararão quando lá chegarmos, posto que ganham muito
para isto, e como a lei do retorno existe nessas
consciências, eles cumprem o papel de amparadores.
O poder mental humano é desmesurado, até porque,
não se sabe ao certo onde fica depositada essa memória
100
82
Nada é exato nem dois mais dois
fantástica, tanto que se confunde sobremaneira os
verbetes: alma-espírito-mente-consciente-conciex etc...
É através da meditação introspectiva que se chega a
um conhecimento mais eficaz de consciência, para se saber
quem é, é o reencontro consigo mesmo, e assim sendo mudase os valores da vida, com certeza enxerga-se com mais
clarividência e verdade.
Quem somos nós?
Um amontoado de carne e ossos?
A grande verdade é, somos acima de qualquer
suspeita essência divina, somos muito, mas, muito mais do
que podemos imaginar, somos unos e paradoxalmente
identidade ímpar, somos deuses, segundo as palavras do
próprio Deus.
Jesus ao dialogar com os seus discípulos, disse: "vós
sois deuses, filhos do Altíssimo".
Há coisas que mal se explica, e há coisas sem
explicativas, porém, temos a plena convicção de suas
existências.
100
83
Nada é exato nem dois mais dois
Vamos citar um exemplo ocidental europeu, o caso
"Mozart" grande músico, nasceu para esse resgate musical,
viveu intensamente a música, era literalmente musical!
O garoto "Mozart", virtuoso aos quatro anos de
idade...
Onde e com quem aprendera sobre a sua arte?
Sobrepujara com esta idade velhos músicos, que não
conseguiram a sua evolução na mais tenra idade.
Teria ele trazido consigo essa sabedoria e
experiência de outras vidas?
Afirmamos que sim!
Não há outra explicação, o nosso protagonista,
compunha e tocava no piano músicas de alta dificuldade
como gente grande, como já falamos, fazia isso com
maestria, sobrepondo tranqüilamente velhos estudiosos de
partituras musicais.
E vamos dar um profundo destaque a este tema,
pois, longe de ser hereditário, sendo que, esses gênios
100
84
Nada é exato nem dois mais dois
surgem com dotes fantásticos, quando seus ancestrais não
passam de medíocres criaturas ao assunto aqui pautado.
Poderíamos aqui citar tantos homens que fugiram a
média humana, Abraão Lincoln fora filho de rústicas
pessoas, e com a mesma compleição física, portanto, foi o
polido filósofo, de refinada sensibilidade humana.
Peguemos uma família composta de meia dúzia de
irmãos, uns tendem a uma matéria ensinada na escola, mais
do que os outros.
Enquanto um detesta a matemática, e se dá bem com
a história, o outro parece ter nascido matemático, tal a
facilidade e afinidade com a matéria.
Para não falarmos do autista, seres humanos
excepcionais – criaturas altamente qualificadas em alguma
arte:
Um jovem autista que, instintivamente tocava piano,
sua aguçada audição composta de um senso apuradíssimo
musical, ao simplesmente ouvir uma música no rádio,
sutilmente repetia-a integralmente no seu piano.
100
85
Nada é exato nem dois mais dois
Que memória auditiva fantástica!
Outro autista, um excepcional na virtuosidade visual,
ao passar por uma cidade, era capaz de reproduzir todas as
casas e prédios, que via uma única vez com grande
minudência de detalhes.
Agora vamos fazer um avanço significativo na
conscienciologia humana.
De tanto reencarnar, a alma fica cansada e, pede um
tempo, à sua mente maior, à sua essência, e lhe é concedido
um afastamento, até que ela resolva continuar a sua
evolução eterna.
Mas, chegará um determinado tempo em que o ser
humano, lembrar-se-á plenamente de suas reencarnações,
se assim o desejar...
São poucos luminares da humanidade que tiveram e
têm esse privilégio, devido a sua entrega total ao Uno, pois,
quando se doa integralmente ao próximo, no despojamento
total da matéria, a mente toma para si os cuidados maiores,
100
86
Nada é exato nem dois mais dois
eliminando assim a causa maior do sofrimento humano que é
o apego, e que vem precedido do medo.
Imaginemos que estamos engatinhando nos planos
esféricos da eternidade, até chegarmos à consciência plena.
Infelizmente, poucos são os interessados na
conscientização cósmica, posto que retornarão aos
mergulhos cegos de reencarnações, até que desperte pelo
cansaço de tantas ilusões de vidas carnais, e comece a
desejar coisas mais sutis, verdadeiras, e evolutivas.
Porém, se você... que está suportando esta leitura
com pleno interesse, saiba, está vislumbrando o despertar
de sua consciência, e está de parabéns, posto que a nossa
única função de vida, volta-se para o etéreo, e o resto é
mera ilusão.
Somos velhas crianças no aprendizado eterno.
Falemos um pouco dos sentimentos animais,
literalmente dos animais irracionais.
100
87
Nada é exato nem dois mais dois
A eles falta o conhecimento do Eu, por si só, o eu
torna-se polêmico, na maioria das vezes, jactancioso,
orgulhoso, cabotino etc...
Pois bem... não podemos perder este elo da corrente
universal, que há pouco descobrimos ser, o Eu, porém,
devemos dominá-lo para que não soframos dores atrozes.
Estamos aqui nos limítrofes da consciência e da
inconsciência, estamo-nos descobrindo agora.
Voltamos a ratificar o preço da nossa consciência, o
autodomínio se faz premente e necessário à nossa sanidade
mental, portanto, ao nosso equilíbrio.
Vejamos o que acontece com o animal, ele no seu
instinto animal apenas, sente, porém, não sabe o por que
está sentindo.
Como se nós estivéssemos condicionados apenas a
pensar direcionadamente sobre um costume e nada mais.
O ser humano ao domar um cavalo, simplesmente o
condiciona a subserviência e ponto, e ele obedece por não
saber pensar, e somente sentir inconscientemente.
100
88
Nada é exato nem dois mais dois
O homem ao ser escravizado, portanto, condicionado
à escravidão, ele pensa em fugir, deixando o seu jugo, com
certeza uma simples cerca de arames farpados não
impedirá a sua fuga.
Assim o cão possui seus fantásticos dotes, ou
sentidos que ao homem são negados, posto que ele já
ultrapassou esse estágio para um mais evoluído, deixando o
exercício daquele condicionamento natural ao cão.
O exercício é preponderante para que se atinja um
objetivo.
Um atleta somente terá sucesso se treinar muito,
ultrapassando seu próprio condicionamento físico-mental...
Homens primitivos, obviamente não pensavam como
os hodiernos, jamais pensariam em voar, em irem até a lua,
nem de longe imaginavam que ela poderia suportar o peso de
um simples ser humano.
Analisemos a distância entre o homem primitivo, da
monera, e do homem atual, são distâncias incomparáveis.
100
89
Nada é exato nem dois mais dois
Então aqui estamos tratando de uma medida de
consciência, oxalá, pudéssemos mensurar a consciência
plena...
O assunto é infinito, se começássemos discorrer
sobre civilizações que por aqui passaram ficaríamos muito
tempo escrevendo, somente os atlantes e os lemurianos, já
nos fascinariam sobremaneira, posto o alto grau evolutivo
desses povos.
Vamos recomendar enfaticamente ao leitor que, faça
uso do relaxamento profundo, procurando na meditação
consciente, que é a forma mais indicada para se chegar ao
conhecimento do bem-viver nesta e noutra vida paralela à
esta.
Atentemos aos bons ensinamentos de Jesus, pois,
com certeza eles estão inseridos neste contexto:
O peixe morre pela boca...
100
90
Nada é exato nem dois mais dois
Judas traiu e entregou Jesus para ser morto, pois,
como o Diabo cega o ser humano, e para tudo isto tem suas
explicações...
Tu o dizes
Jesus usava esta expressão, para ratificar que o
homem também morre pelas palavras expressas induzidas
pelos seus pensamentos, pelas suas intenções...
Perante a Pilatos, aquele que haveria de julgá-lo perante o
povo, e não achando nele nenhuma culpa, quis poupá-lo de tal
vitupério e perguntou-lhe: És tu o rei dos judeus?
MARCOS:15
1 Logo de manhã tiveram conselho os principais
sacerdotes com os anciãos, os escribas e todo o sinédrio; e
maniatando a Jesus, o levaram e o entregaram a Pilatos.
2 Pilatos lhe perguntou: És tu o rei dos judeus?
Respondeu-lhe Jesus: É como dizes.
100
91
Nada é exato nem dois mais dois
Quanto a Judas Iscariotes que foi substituído por:
Matias, arrependeu-se amargamente e enforcou-se por não
suportar tamanha responsabilidade de entregar Jesus por
trinta moedas de prata.
MATEUS: 27
1 Ora, chegada a manhã, todos os principais
sacerdotes e os anciãos do povo entraram em conselho
contra Jesus, para o matarem;
2 e, maniatando-o, levaram-no e o entregaram a
Pilatos, o governador.
3 Então Judas, aquele que o traíra, vendo que Jesus
fora condenado, devolveu, compungido, as trinta moedas de
prata aos anciãos, dizendo:
4 Pequei, traindo o sangue inocente. Responderam
eles: Que nos importa? Seja isto lá contigo.
5 E tendo ele atirado para dentro do santuário as
moedas de prata, retirou-se, e foi enforcar-se.
100
92
Nada é exato nem dois mais dois
Qual o valor real de 30 moedas?
Sem rivalização alguma, vemos pelos noticiários,
matadores profissionais, matarem por alguns reais, moeda
corrente em nosso país, e pensamos, como pode tamanha
maldade conviver na cabeça de certas pessoas, são imunes à
consciência, tem-na petrificada, cauterizada pela mente
satânica, gostaríamos muito que aqui fosse o paraíso de
bondade, e temos condições para isto, porém, os insanos
não permitem, é a constante luta do bem contra o mal...
Substituição do apóstolo Judas, por Matias:
ATOS: 1
23 E apresentaram dois: José, chamado Barsabás,
que tinha por sobrenome o Justo, e Matias.
24 E orando, disseram: Tu, Senhor, que conheces os
corações de todos, mostra qual destes dois tens escolhido
25 para tomar o lugar neste ministério e apostolado,
do qual Judas se desviou para ir ao seu próprio lugar.
100
93
Nada é exato nem dois mais dois
26 Então deitaram sortes a respeito deles e caiu a
sorte sobre Matias, e por voto comum foi ele contado com
os onze apóstolos.
26 Enquanto comiam, Jesus tomou o pão e,
abençoando-o, o partiu e o deu aos discípulos, dizendo:
Tomai, comei; isto é o meu corpo.
27 E tomando um cálice, rendeu graças e deu-lho,
dizendo: Bebei dele todos;
28 pois isto é o meu sangue, o sangue do pacto, o
qual é derramado por muitos para remissão dos pecados.
29 Mas digo-vos que desde agora não mais beberei
deste fruto da videira até aquele dia em que convosco o
beba novo, no reino de meu Pai.
30 E tendo cantado um hino, saíram para o Monte
das Oliveiras.
31 Então Jesus lhes disse: Todos vós esta noite vos
escandalizareis de mim; pois está escrito: Ferirei o pastor,
e as ovelhas do rebanho se dispersarão.
100
94
Nada é exato nem dois mais dois
32 Todavia, depois que eu ressurgir, irei adiante de
vós para a Galiléia.
33 Mas Pedro, respondendo, disse-lhe: Ainda que
todos se escandalizem de ti, eu nunca me escandalizarei.
Seja Deus verdadeiro e todo o homem mentiroso.
Na atualidade, o que mais se enxerga é, a mentira, o
auto-engodo, pois, com a maior facilidade prometem aos
seus irmãos, sempre em troca de bens para depois falsear
com suas belas palavras em feitio de promessas, que é fato
peculiar aos políticos, autoridades máximas de nossa nação,
assim é com o homem...
- Seria mesmo a intenção do primeiro apóstolo,
Pedro, negar o seu Mestre Jesus?
O espírito está pronto, mas, a carne é fraca...
ROMANOS: 3
100
95
Nada é exato nem dois mais dois
4 De modo nenhum; antes seja Deus verdadeiro, e
todo homem mentiroso; como está escrito: Para que sejas
justificado em tuas palavras, e venças quando fores julgado.
34 Disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que esta
noite, antes que o galo cante três vezes me negarás.
35 Respondeu-lhe Pedro: Ainda que me seja
necessário morrer contigo, de modo algum te negarei. E o
mesmo disseram todos os discípulos.
36 Então foi Jesus com eles a um lugar chamado
Getsêmani, e disse aos discípulos: Sentai-vos aqui, enquanto
eu vou ali orar.
Notamos novamente a fraqueza de Pedro, até
porque, este era o primeiro apóstolo, e portanto, depois de
Jesus, deveria nos deixar exemplo de sustentáculo da fé de
nosso Senhor...
Vendo se aproximar a hora da imolação do Cordeiro
de Deus, mesmo assim... pareceu importar-se mais com o
seu sono do que com o sofrimento de Jesus...
100
96
Nada é exato nem dois mais dois
Não queremos sacrificá-lo, apenas o tomamos como
exemplo, até para obtermos o autoperdão, e reconhecermos
a nossa pequenez, e tolerarmos mais nossos irmãos, como
agiu ensinando-nos sempre, Jesus...
37 E levando consigo Pedro e os dois filhos de
Zebedeu, começou a entristecer-se e a angustiar-se.
38 Então lhes disse: A minha alma está triste até a
morte; ficai aqui e vigiai comigo.
39 E adiantando-se um pouco, prostrou-se com o
rosto em terra e orou, dizendo: Meu Pai, se é possível,
passa de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero,
mas como tu queres.
40 Voltando para os discípulos, achou-os dormindo; e
disse a Pedro: Assim nem uma hora pudestes vigiar comigo?
41 Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o
espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca.
100
97
Nada é exato nem dois mais dois
42 Retirando-se mais uma vez, orou, dizendo: Pai
meu, se este cálice não pode passar sem que eu o beba,
faça-se a tua vontade.
43 E, voltando outra vez, achou-os dormindo, porque
seus olhos estavam carregados.
44 Deixando-os novamente, foi orar terceira vez,
repetindo as mesmas palavras.
45 Então voltou para os discípulos e disse-lhes:
Dormi agora e descansai. Eis que é chegada a hora, e o Filho
do homem está sendo entregue nas mãos dos pecadores.
A reincidência era notória, mas, Jesus perdoava a
recidiva de seus discípulos...
A Davi foi dito: Bem-aventurado o homem a quem
Deus não imputa o pecado, aqui reside um enorme enigma, já
falamos muito de Davi, mas, temos de sentir uma forma de
agradar a Deus, e o caminho mais coerente é, guardando
seus mandamentos através do bom-senso, amando o próximo
100
98
Nada é exato nem dois mais dois
e a Deus em sentimento profundo, principalmente através
de bons pensamentos.
Boa meditação
Desejamos-lhe todo o sucesso.
Muita paz ao seu coração!
NAVEGAR
“Navegar é preciso”
Não se vive à toa,
Como diria “Fernando.”
“O Boa Pessoa”.
“Navegar é preciso”.
Matar o ego, é incisivo.
100
99
Nada é exato nem dois mais dois
- Esperar até quando?
Não fique indeciso!
O espelho é pobre,
Não seja Narciso.
A vida é um jogo – jogue.
Mas, seja Pessoa,
Pois, “navegar é preciso”.
Obra de auto-ajuda
Copyright by jbcampos
É proibida a comercialização desta obra sem a autorização
do autor.
100
100
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards