QUÍMICA I/DAVI JANÔ

Propaganda
QUÍMICA I/DAVI JANÔ
Aluno (a): ___________________________________________________________ N.º _____
Ensino Médio -
1º
Ano - Turma: _U__ Turno:
EXPLICANDO A MATÉRIA E SUAS
TRANSFORMAÇÕES
AS TENTATIVAS DE EXPLICAR A MATÉRIA E SUAS
TRANSFORMAÇÕES
Ao longo dos séculos, no trabalho de obter novos
materiais e nas tentativas de explicar essas obtenções,
podemos destacar os seguintes fatos históricos:
• Entre aproximadamente os anos 500 e 1500 da era
cristã, desenvolveu-se entre árabes e europeus o
trabalho dos alquimistas, muitos deles movidos pelo
sonho de obter o elixir da longa vida, que poderia
tornar o ser humano imortal, e a pedra filosofal, que
teria o poder de transformar metais baratos em ouro.
• A partir do século XVI, com o desenvolvimento da
alquimia, surgiu a chamada iatroquímica, uma doutrina
médica que atribuía a causas químicas tudo o que se
passava no organismo são ou enfermo. O principal
objetivo dessa doutrina era a descoberta e produção de
medicamentos.
Todo esse trabalho era eminentemente prático.
Os alquimistas contribuíram bastante para o
desenvolvimento das técnicas químicas, embora não
tivessem se preocupado em explicar os fenômenos.
Devemos salientar, porém, que a busca de uma
explicação para a matéria e suas transformações foi
objeto de preocupação de alguns pensadores desde
antes de Cristo. O filósofo grego Demócrito (460-370
a.C.) imaginou a matéria formada por pequenas
partículas indivisíveis denominadas átomos (do grego,
a, não; tómos, pedaços). No entanto, durante séculos
prevaleceram as ideias de Aristóteles (384-322 a.C.),
para quem tudo o que existia no Universo era formado a
partir de quatro elementos fundamentais: terra, água,
fogo e ar. De acordo com essa ideia e com o esquema
abaixo, estavam associadas ao fogo, por exemplo, as
qualidades seco e quente, e à água, as qualidades frio e
úmido.
manhã
Data:
/
/ 2016
O NASCIMENTO DA QUÍMICA
Observando a queima de um pedaço de carvão,
temos a impressão de que ele desaparece. Essa
impressão, porém, está errada — estamos nos
esquecendo da matéria que escapa nas chamas,
durante a combustão.
Quando uma esponja de aço se enferruja, sua
massa aumenta. Será que houve “criação” de matéria?
Não. Ocorre que o oxigênio do ar reage com o ferro da
esponja, durante o enferrujamento, produzindo aumento
na massa total da esponja de aço.
A LEI DE LAVOISIER
No final do século XVIII, o cientista Antoine
Lavoisier realizou uma série de experiências em
recipientes fechados (para que não entrasse nem
escapasse nada do sistema em estudo) e, efetuando
pesagens com balanças mais precisas do que as dos
cientistas anteriores, concluiu:
No interior de um recipiente fechado, a massa total não
varia, quaisquer que sejam as transformações que
venham a ocorrer.
Tal afirmativa é uma lei da Natureza, descoberta
por Lavoisier e que, por esse motivo, ficou conhecida
como lei de Lavoisier (ou lei da conservação da massa,
ou lei da conservação da matéria).
Por exemplo: verifica-se que 3 gramas de
carbono reagem com 8 gramas de oxigênio, produzindo
11 gramas de gás carbônico.
Como 3 g + 8 g = 11 g, conclui-se que nada se
perdeu.
A lei de Lavoisier, portanto, pode ser enunciada também
da seguinte maneira:
A soma das massas antes da reação é igual à
soma das massas após a reação.
Ou ainda:
Na natureza, nada se perde, nada se cria; a
matéria apenas se transforma.
A LEI DE PROUST
A Química somente adquiriu caráter científico a partir do
século XVIII, quando o trabalho feito em laboratório
(chamado de trabalho experimental) foi vinculado ao
esforço de buscar a explicação da natureza da matéria
e de suas transformações (explicação teórica).
Quase na mesma época de Lavoisier, Joseph
Louis Proust, efetuando também uma grande série de
pesagens em inúmeras experiências, chegou à seguinte
conclusão:
1
Uma determinada substância composta é formada por
substâncias mais simples, unidas sempre na mesma
proporção em massa.
Por exemplo, observa-se que o gás carbônico é
sempre formado por carbono e oxigênio, e verifica-se
também que:
1ª experiência: 3 g de carbono (C) se unem a 8 g de
oxigênio (O2), produzindo 11 g de gás carbônico (CO2)
2ª experiência: 6 g de carbono (C) se unem a 16 g de
oxigênio (O2), produzindo 22 g de gás carbônico (CO2)
Veja que, na 1ª experiência, a proporção entre as
massas é de 3 : 8 : 11. Na 2ª experiência, é de 6 : 16 :
22. Nesta última, os números mudaram, mas
obedecendo à relação: 6 é o dobro de 3; 16 é o dobro
de 8; e 22 é o dobro de 11. Enfim, os números
mudaram, mas a proporção é a mesma, como se diz em
Matemática.
Essa conclusão é chamada de lei de Proust ou
lei das proporções constantes (ou fixas ou definidas).
As duas leis enunciadas—a de Lavoisier e a de
Proust—são denominadas leis ponderais, porque
falam em massa das substâncias envolvidas. São leis
importantíssimas, pois marcam o início (nascimento) da
Química como ciência.
Responda em seu caderno
a) O que os alquimistas pretendiam obter com o elixir da
longa vida?
b) O que os alquimistas pretendiam obter com a pedra
filosofal?
c) Quais eram os quatro elementos fundamentais de
Aristóteles?
d) No pensamento de Demócrito, como a matéria era
formada?
03. Quando uma solução aquosa da substância nitrato
de prata (incolor) é adicionada a uma solução aquosa
de cloreto de sódio (incolor), ocorre uma reação química
em que se forma a substância cloreto de prata, que é
branca e insolúvel em água. Inicialmente sua massa é
determinada com auxílio de uma balança. Á seguir, sem
tirar a tampa, a garrafa foi virada de cabeça para baixo,
permitindo o contato das soluções e a formação do
cloreto de prata. Finalmente, a massa do sistema foi
novamente determinada....
Sobre essa experiência responda às perguntas:
a) O sistema usado é aberto ou fechado? Justifique.
b) O que se pode prever sobre a massa final do
sistema, se comparada à massa inicial?
c) Qual é a lei científica que permite a você fazer a
previsão pedida no item anterior? Quem a enunciou?
Qual seu enunciado?
04. A reação a seguir ilustra a formação da amônia, e os
dados de dois experimentos:
De acordo com as Leis de Lavoisier e Proust,
determine os valores de a, b e c.
EXERCÍCIOS
01. Sabe-se que (6x)g de carbono reagem com
(8 + x)g de água produzindo (15 - x)g de óxido de
carbono e (x)g de hidrogênio.
Calcule:
a) O valor de "x”.
b) As massas de cada substância que participa da
reação.
02. Os pratos A e B de uma balança foram equilibrados
com um pedaço de papel em cada prato e efetuou-se a
combustão apenas do material contido no prato A. Esse
procedimento foi repetido com palha de aço em lugar de
papel. Após cada combustão observou-se:
05. Dado o fenômeno abaixo:
Metano + oxigênio → gás carbônico + água
Podemos afirmar que:
a) Estão reagindo 5g de metano com 32g de oxigênio.
b) A massa de água produzida é de 33g.
c) São obtidos 38g de gás carbônico.
d) O oxigênio usado pesa 32g.
e) A massa total dos reagentes é de 15g.
A TEORIA ATÔMICA DE DALTON
Essa teoria possibilitaria, posteriormente, a
criação do primeiro modelo do átomo, a qual expressa,
em termos gerais, o seguinte:
2
Com base nesse experimento, Thomson concluiu
• A matéria é constituída de pequenas partículas
esféricas maciças e indivisíveis denominadas átomos.
• Um conjunto de átomos com as mesmas massas e
tamanhos apresenta as mesmas propriedades e
constitui um elemento químico.
• Elementos químicos diferentes apresentam átomos
com massas, tamanhos e propriedades diferentes.
• A combinação de átomos de elementos diferentes,
numa proporção de números inteiros, origina
substâncias diferentes.
Os átomos não são criados nem destruídos: são
simplesmente rearranjados, originando novas
substâncias.
O MODELO ATÔMICO DE THOMSON
que:
a) os raios eram partículas (corpúsculos) menores que
os átomos;
b) os raios apresentavam carga elétrica negativa.
Essas partículas foram denominadas elétrons (e).
O tubo da tela de televisão é uma versão complexa de
um tubo de raios catódicos. Embora a televisão já fosse,
em 1927, uma realidade em laboratório, somente em
1947 receptores de TV foram produzidos em escala
industrial para uso doméstico.
Thomson propôs então um novo modelo,
denominado pudim de passas:
“O átomo é maciço e constituído por um fluido
com carga elétrica positiva, no qual estão dispersos os
elétrons”.
Como um todo, o átomo seria eletricamente
neutro.
A DESCOBERTA DAS PARTÍCULAS SUBATÔMICAS
O elétron (e)
Em 1897, Joseph John Thomson (1856-1940)
conseguiu demonstrar que o átomo não é indivisível,
utilizando uma aparelhagem denominada tubo de raios
catódicos.
Dentro do tubo de vidro havia, além de uma
pequena quantidade de gás, dois eletrodos ligados a
uma fonte elétrica externa. Quando o circuito era ligado,
aparecia um feixe de raios provenientes do cátodo
(eletrodo negativo), que se dirigia para o ânodo
(eletrodo positivo). Esses raios eram desviados na
direção do polo positivo de um campo elétrico.
O próton (p)
Em 1886, o físico alemão Eugen Goldstein,
usando uma aparelhagem semelhante à de
Thomson, observou o aparecimento de um feixe
luminoso no sentido oposto ao dos elétrons.
Concluiu que os componentes desse feixe deveriam
apresentar carga elétrica positiva.
Posteriormente, em 1904, Ernest Rutherford, ao
realizar o mesmo experimento com o gás hidrogênio,
detectou a presença de partículas com carga elétrica
positiva ainda menores, as quais ele denominou prótons
(p). A massa de um próton é aproximadamente 1836
vezes maior que a de um elétron.
3
O MODELO ATÔMICO DE RUTHERFORD
A DESCOBERTA DA RADIOATIVIDADE
Em 1896, o cientista francês Henri Becquerel
descobriu que o elemento químico urânio emitia
radiações semelhantes, em certos aspectos, aos raios
X. Esse fenômeno passou a ser conhecido como
radioatividade. Posteriormente, o casal Curie descobriu
radioatividade ainda mais forte nos elementos químicos
polônio e rádio. Em 1898, Ernest Rutherford verificou
que algumas emissões radioativas se subdividiam,
quando submetidas a um campo elétrico:
O nêutron (n)
A EXPERIÊNCIA DE RUTHERFORD
Essas partículas foram descobertas em 1932 por
Chadwick, durante experiências com material radioativo.
Ele as denominou nêutrons.
Os nêutrons estão localizados no núcleo e
apresentam massa muito próxima à dos prótons, mas
não têm carga elétrica.
O modelo atômico mais utilizado até hoje é o de
Rutherford, com a inclusão dos nêutrons no núcleo.
Para verificar se os átomos eram maciços,
Rutherford bombardeou uma finíssima lâmina de ouro
(de aproximadamente 0,0001 cm) com pequenas
partículas de carga elétrica positiva, denominadas
partículas alfa (α), emitidas por um material radioativo.
Responda em seu caderno
As observações feitas durante o experimento
levaram Rutherford a tirar uma série de conclusões:
a) Explique como foi a primeira observação de que se
tem notícia, responsável pelo surgimento do termo
eletricidade.
b) Quais as aplicações práticas decorrentes da
descarga elétrica em gases rarefeitos?
c) Quais as emissões descobertas em materiais
radioativos?
d) Segundo o modelo de Rutherford, do que é formado
o átomo?
e) O que Chadwick descobriu?
EXERCÍCIOS
A comparação do número de partículas que
atravessavam a lâmina com o número de partículas que
voltavam levou Rutherford a concluir que o raio do
átomo é 10 mil vezes maior que o raio do núcleo.
A partir dessas conclusões, Rutherford propôs um
novo modelo atômico, semelhante ao sistema solar.
História da Química
Na antiga Grécia, no século IV a.C, dois filósofos,
Leucipo e Demócrito, observaram o comportamento da
matéria e se fizeram a pergunta: “O que acontece se
uma porção de matéria for dividida continuamente?”
A conclusão a que chegaram é que, em algum
momento, teríamos uma porção de matéria que não
poderia ser mais dividida. A essa porção deram o nome
de átomo.
Em 1807, o químico inglês John Dalton, trabalhando
com reações químicas, criou um modelo que retomava
o antigo conceito dos gregos. Ele imaginou o átomo
como uma pequena esférica maciça e indivisível, porém
com massa definida e propriedades diferentes.
4
Em 1897, Thomson idealizou um experimento para
medir a carga elétrica do elétron. Ele representou o
átomo como uma massa uniforme positiva, incrustadas
de elétrons. Daí vem o nome de modelo: “pudim de
passas”
Em 1911, Ernest Rutherford, com a experiência da
lâmina de ouro, concluiu que o átomo de veria ser
formado em sua maior parte por espaços vazios.
Desenvolveu, então, o chamado modelo atômico
planetário.
afirmações a seguir, aquela que não reflete as
conclusões de Rutherford sobre o átomo.
a) Os átomos são esferas maciças e indestrutíveis.
b) No átomo há grandes espaços vazios.
c) No centro do átomo existe um núcleo pequeno e
denso.
d) O núcleo do átomo tem carga positiva.
e) Os elétrons giram ao redor do núcleo para equilibrar
a carga positiva.
01. Leia, reflita e responda:
04. (Osec-SP) Eletrosfera é a região do átomo que:
1.1. Leia o texto e reflita se as afirmativas são
verdadeiras ou falsas.
Justifique as falsas.
( ) Para os filósofos Demócrito e Leucipo, a matéria
poderia ser dividida infinitamente.
Justificativa:
( ) Segundo Dalton, a matéria é formada por partículas
indivisíveis chamadas átomos.
Justificativa:
( ) Thomson foi o primeiro a provar que o átomo não
era indivisível.
Justificativa:
( ) A concepção de átomo indivisível, defendida por
Dalton, é cientificamente válida até hoje.
Justificativa:
( ) Segundo Rutherford, o átomo apresenta duas
regiões distintas, o núcleo e a eletrosfera.
Justificativa:
1.2. Considere os modelos atômicos de:
I. Dalton;
II. Thomson;
III. Rutherford.
A) Qual deles foi proposto baseado nos resultados da
medida da massa dos participantes de reações
químicas?
B) Qual introduziu a natureza elétrica da matéria?
C) Qual é o mais recente?
02. (Fuvest-SP) Thomson determinou, pela primeira
vez, a relação entre a massa e a carga do elétron, o que
pode ser considerado como a descoberta do elétron. É
reconhecida como uma contribuição de Thomson ao
modelo atômico,
a) o átomo ser indivisível.
b) a existência de partículas subatômicas.
c) os elétrons ocuparem níveis discretos de energia.
d) os elétrons girarem em órbitas circulares ao redor do
núcleo.
e) o átomo possuir um núcleo com carga positiva e uma
eletrosfera.
03. (UCB-DF) Rutherford, ao fazer incidir partículas
radioativas em lâmina metálica de ouro, observou que a
maioria das partículas atravessava a lâmina, algumas
desviavam e poucas refletiam. Identifique, dentre as
a) concentra praticamente toda a massa do átomo.
b) contém as partículas de carga elétrica positiva.
c) possui partículas sem carga elétrica.
d) permanece inalterada na formação dos íons.
e) tem volume praticamente igual ao volume do átomo.
05. (Univali-SC) Leia o texto a seguir:
“Há 100 anos, a ciência dividiu o que era então
considerado indivisível. Ao anunciar, em 1897, a
descoberta de uma nova partícula que habita o interior
do átomo, o elétron, o físico inglês Joseph John
Thomson mudou dois mil anos da história que começou
quando filósofos gregos propuseram que a matéria seria
formada por diminutas porções indivisíveis, uniformes,
duras, sólidas e eternas. Cada um desses corpúsculos
foi denominado átomo, o que, em grego, quer dizer
“não-divisível”. A descoberta do elétron inaugurou a era
das partículas elementares
e foi o primeiro passo do que seria no século seguinte
uma viagem fantástica ao microuniverso da matéria”.
Ciência Hoje,
A respeito das ideias contidas no texto, está correta a
alternativa:
a) A partir da descoberta dos elétrons, foi possível
determinar as massas dos átomos.
b) Faz cem anos que se descobriu que os átomos não
são os menores constituintes da matéria.
c) Os elétrons são diminutas porções indivisíveis,
uniformes, duros, sólidos, eternos e são considerados
as partículas fundamentais da matéria.
d) Os átomos, apesar de serem indivisíveis, são
constituídos por elétrons, prótons e nêutrons.
e) Com a descoberta do elétron, com carga negativa,
pôde-se concluir que deveriam existir outras partículas,
os nêutrons, para justificar a neutralidade elétrica do
átomo.
06. (UFMG) Na experiência de espalhamento de
partículas alfa, conhecida como “experiência de
Rutherford”, um feixe de partículas alfa foi dirigido
contra uma lâmina finíssima de ouro, e os
experimentadores (Geiger e Marsden) observaram que
um grande número dessas partículas atravessava a
lâmina sem sofrer desvios, mas que um pequeno
número sofria desvios muito acentuados. Esse resultado
levou Rutherford a modificar o modelo atômico de
Thomson, propondo a existência de um núcleo de carga
positiva, de tamanho reduzido e com, praticamente,
toda a massa do átomo.
5
Qual é a alternativa que apresenta o resultado que era
previsto para o experimento de acordo com o modelo de
Thomson?
11. A experiência de Rutherford sobre a trajetória das
partículas a incidentes numa lâmina de ouro permitiu
concluir corretamente que:
a) A maioria das partículas atravessaria a lâmina de
ouro sem sofrer desvios e um pequeno número sofreria
desvios muito pequenos.
b) A maioria das partículas sofreria grandes desvios ao
atravessar a lâmina.
c) A totalidade das partículas atravessaria a lâmina de
ouro sem sofrer nenhum desvio.
d) A totalidade das partículas ricochetearia ao se chocar
contra a lâmina de ouro, sem conseguir atravessá-la.
a) o átomo é um sistema descontínuo, onde
predominam os espaços vazios.
b) o átomo é indivisível.
c) o átomo é constituído de duas regiões distintas:
núcleo e eletrosfera.
d) a massa do átomo está concentrada na eletrosfera.
e) o núcleo é constituído de partículas positivas.
f) os elétrons estão em movimento circular em tomo do
núcleo.
07. O primeiro modelo científico para o átomo foi
proposto por Dalton, em 1808. Esse modelo poderia ser
comparado com:
12. A descoberta do núcleo atômico está relacionada
com experiências realizadas por:
a) uma bola de tênis.
b) uma bola de futebol.
c) uma bola de pingue-pongue.
d) uma bola de bilhar.
e) uma bexiga cheia de ar.
08. Relacione os nomes dos cientistas às alternativas a
seguir:
• Demócrito
• Dalton
• Thomson
• Rutherford
• Chadwick
a) É o descobridor do nêutron.
b) Seu modelo atômico era semelhante a uma bola de
bilhar.
c) Seu modelo atômico era semelhante a um pudim de
passas.
d) Foi o primeiro a utilizar a palavra átomo.
e) Criou um modelo para o átomo semelhante ao
sistema solar.
09. Qual será a massa de um próton, no caso de um
elétron possuir massa igual a 5g sabendo se que um
próton pesa 1836 vezes mais que um elétron:
a) 1.836g
b) 9.180g
c) 8.910g
d) 9.018g
10. ÁTOMO é um sistema eletricamente neutro formado
por um núcleo central onde encontramos os
___________ (partículas positivas e ___________os
envolvidos por uma nuvem que contém _________.
Assinale a única sequência de palavras
correspondentes as lacunas:
a) elétrons, nêutrons e prótons
b) prótons, nêutrons e elétrons
c) elétrons, prótons e nêutrons
d) nêutrons, elétrons e prótons
a) Thompson
b) Dalton
c) Hund
d) Bohr
e) Rutherford
13. Numere a segunda coluna de acordo com a
primeira, relacionando os nomes dos cientistas com os
modelos atômicos.
1. Dalton
2. Rutheford
3. J. J. Thomson
( ) Descoberta do átomo com núcleo.
( ) Átomos esféricos, maciços, indivisíveis.
( ) Modelo semelhante a um "pudim de passas" com
cargas positivas e negativas em igual número.
( ) Os elétrons giram em torno do núcleo.
Assinale a sequência CORRETA encontrada:
a) 1 - 2 – 3 -2
b) 1 - 3 – 2 -2
c) 2 - 1 – 3 -2
d) 3 - 2 – 1- 2
14. Ao resumir as características de cada um dos
sucessivos modelos do átomo de hidrogênio, um
estudante elaborou o seguinte resumo:
MODELO ATÔMICO: Dalton
CARACTERÍSTICAS: átomos maciços e indivisíveis.
MODELO ATÔMICO: Thomson
CARACTERÍSTICAS: elétron, de carga negativa,
incrustado em uma esfera de carga positiva. A carga
positiva está distribuída, homogeneamente, por toda a
esfera.
MODELO ATÔMICO: Rutherford
CARACTERÍSTICAS: elétron, de carga negativa, em
órbita em torno de um núcleo central, de carga positiva.
Não há restrição quanto aos valores dos raios das
órbitas e das energias do elétron.
O número de ERROS cometidos pelo estudante é:
a) 0
b) 1
c) 2
d) 3
e) 4
6
15. A alternativa que corresponde cronologicamente à
evolução do modelo atômico é
1. Átomo com eletrosfera dividida em níveis de energia.
2. Átomo como partícula maciça indivisível e
indestrutível.
3. Átomo como partícula maciça com carga positiva
incrustada de elétrons.
5. Átomo formado por núcleo positivo com elétrons
girando ao seu redor na eletrosfera.
a) 2 - 3 - 1 - 5
b) 2 - 3 - 5 - 1
c) 1 - 5 - 3 - 2
d) 3 - 1 - 5 - 2
e) 3 - 5 - 2 – 1
16. Observe a seguinte charge.
E) Os alquimistas, por serem de origem oriental, não
contribuíram significativamente para a Química
Moderna.
18. Relacione os fatos seguintes com as etapas do
método científico. Assinale a sequência correspondente:
__________ O café é o causador da dor no meu
estômago.
__________ Todos os dias por volta das 10 horas tenho
dor no estômago.
__________ Tomo café por alguns dias e a dor persiste.
Ao parar de beber café a dor desaparece.
__________ Algum componente do café me causa dor
no estômago.
__________ As células da parede do meu estômago
devem ser sensíveis às moléculas de cafeína presentes
no café. Assim o contato dessas moléculas com as
células do estômago gera a dor.
A) Observação; experimentação; lei experimental;
teoria; hipótese.
B) Experimentação; teoria; lei experimental; hipótese;
observação.
C) Lei Experimental; experimentação; observação;
hipótese; teoria.
D) Experimentação; observação; hipótese; lei
experimental; teoria.
E) Lei experimental; observação; experimentação;
hipótese; teoria.
O diálogo acima faz referência ao modelo atômico
proposto por
a) Dalton.
b) Thomson.
c) Rutherford.
d) Einstein.
17. A alquimia inspirava-se na teoria dos Quatro
Elementos, de Aristóteles, e tinha como objetivos a
obtenção da pedra filosofal, capaz de transformar
qualquer metal em ouro, e do elixir da longa vida, que
tornaria o homem imortal. A alquimia pode ser, então,
vista como um misto de ciência e misticismo que, no
entanto, foi fundamental para o desenvolvimento da
Química Moderna. Assinale a opção que condiz com as
contribuições da alquimia para o desenvolvimento da
Química moderna.
A) O elixir da longa vida foi a base para a Medicina
Moderna.
B) Por meio das técnicas alquimistas, pode-se hoje
transformar qualquer metal em ouro.
C) Diferentemente dos gregos, os alquimistas buscavam
a experimentação para ajudá-los a interpretar os
fenômenos que observam e, a partir desses
experimentos, puderam determinar a forma de realizar
as transmutações dos metais.
D) Em busca de seus objetivos- por exemplo, a
descoberta da pedra filosofal e do elixir da longa vida -,
desenvolveram diversos processos experimentais e
instrumentos de laboratório utilizados pelos cientistas do
século XVIII.
19. Analisando os resultados de vários experimentos,
um aluno chegou à seguinte conclusão: “quando se
coloca uma vela acesa em um recipiente fechado, ela
se apaga”.
Essa conclusão é:
a) uma hipótese
b) uma experimentação
c) uma generalização
d) uma teoria
e) um modelo
20. Um estudante estava pesquisando um fenômeno e
queria seguir corretamente as etapas do método
científico. Em qual das sequências abaixo estão citadas,
em ordem correta, porém não necessariamente
consecutiva, quatro etapas que ele teria seguido?
a) Observação, experimentação, formulação de leis e
criação de teoria.
b) Criação de teoria, formulação de leis, experimentação
e observação.
c) Experimentação, levantamento de hipóteses, criação
de teoria e observação.
d) Levantamento de hipóteses, organização de dados,
observação e formulação de leis.
e) Observação, criação de teoria, formulação de leis e
organização de dados.
7
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards