0170 - UFV

Propaganda
UFV
/
XV
SIC
/
MARÇO-2006
/
Fitopatologia
/
170
___________________________________________________________________
PSEUDO-RECOMBINAÇÃO ENTRE SIDA MICRANTHA MOSAIC VIRUS (SIMMV)
E OUTROS BEGOMOVÍRUS
Gustavo Guethi Manhani (Bolsista-IC); Francisco Murilo Zerbini Junior (Orientador);
Elizabeth Pacheco Batista Fontes (Professor); Eduardo Chumbinho de Andrade
(Estudante)
Espécies virais do gênero Begomovirus geralmente tem um genoma composto por
dois componentes com aproximadamente 2.600 nucleotídeos, designados DNA-A e
DNA-B. O DNA-A codifica quatro proteínas, envolvidas na replicação (Rep e Ren),
transativação (TrAP) e encapsidação (CP), e o DNA-B codifica duas proteínas de
movimento (NS e MP) requeridas para infecção sistêmica e indução de sintomas. A
pseudo-recombinação ocorre quando as proteínas de replicação codificadas pelo
DNA-A replicam o DNA-B heterólogo, e as proteínas de movimento codificadas DNAB movem o DNA-A heterólogo. Este é um importante mecanismo evolucionário que
pode levar à emergência de novas espécies de begomovírus. Recentemente, um
isolado de Sida micrantha mosaic virus (SimMV-[MG-Bi2]) foi identificado infectando
plantas de tomateiro em Minas Gerais. Esse foi o primeiro relato de um begomovírus
originalmente descrito em uma planta daninha infectando naturalmente o tomateiro.
A formação de pseudo-recombinantes entre SimMV-[MG-Bi2] e Tomato rugose
mosaic virus (ToRMV), Tomato golden mosaic virus (TGMV), Sida mottle virus
(SiMoV), Sida yellow mosaic virus (SiYMV), Tomato crinkle leaf yellows virus
(TCrLYV) e Tomato chlorotic mottle virus (ToCMoV-[MG-Ig1], -[MG-Be1] e -[BA-Se1])
foi analisada em plantas de Nicotiana benthamiana. As plantas foram inoculadas via
biobalística e a infecção foi detectada por observação visual de sintomas e PCR com
oligonucleotídeos universais para begomovírus. A formação de pseudorecombinantes ocorreu entre TGMV-A e SimMV-B e entre SimMV-A e TCrLYV-B,
indicando uma maior afinidade entre o SimMV-[MG-Bi2] e begomovírus de tomateiro,
em relação aos de Sida. Esse resultado reforça a hipótese de que uma vez
transferidos de seu hospedeiro original para o tomateiro, os begomovírus
rapidamente se adaptam ao novo hospedeiro. (FAPEMIG)
Download
Random flashcards
Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards