Professor Ribson Coelho Grancursos

Propaganda
Professor Ribson Coelho
Grancursos

1.
Tautologia, contradição, contingencia.
(CESPE) Se A e B são proposições, então a proposição
A v B↔( ~A) ^ ( ~B) é uma tautologia.
2.
(Cespe- Detran 2009) A proposição [A v B] ^ [( ~A) ^
( ~B)] é sempre falsa.
3.
4.
5.
4.
(Cespe- policia federal- 2009) As proposições
[ A v (~B)→( ~A)+ e *( ~A) ^ B+ v (~A) são equivalentes.
5.
(Cespe- MRE- 2008) A sentença “ no palácio do
Itamaraty há quadros de Portinari ou no palácio do
Itamaraty não há quadros de Portinari” é sempre
verdadeira.
(Cespe- policia federal- 2009) As proposições “ se o
delegado não prender o chefe da quadrilha, então a
operação agarra não será bem sucedida” e “ se o
delegado prender o chefe da quadrilha, então a
operação agarra será bem sucedida” são equivalentes.
6.
(CESPE -2008-STF) julgue o iten: “Uma tautologia é
uma proposição lógica composta que será verdadeira
sempre que os valores lógicos das proposições simples
que a compõem forem verdadeiros”.
(Cespe- MRE- 2008) As proposições compostas A→( ~B)
e B → (~A ) tem exatamente os mesmos valores
lógicos, independentemente das atribuições V ou F
dadas às sentenças simples A e B.
7.
(Cespe) A negação da proposição "O juiz determinou a
libertação de um estelionatário e de um ladrão" é
expressa na forma "O juiz não determinou a libertação
de um estelionatário nem de um ladrão".
8.
(Cespe- MRE- 2008) Sabe-se que as proposições
~ ( A ^ B ) e (~A) v (~B) tem os mesmos valores lógicos
para as possiveis valorações de A e de B. Então a
negação da proposição: “ O Brasil possui embaixada
em Abu Dhabi e não em Marrocos” pode ser
simbolizada por (~A) v B.
9.
TRT 5 região (CESPE-2008) Considerando a proposição
P: “ Mário pratica natação e judô”, julgue os itens:
(CESGRANRIO-2008-CAPES) Chama-se tautologia à
proposição composta que possui valor lógico
verdadeiro, quaisquer que sejam os valores lógicos das
proposições que a compõem. Sejam p e q proposições
simples e ~p e ~q as suas respectivas negações. Em
cada uma das alternativas abaixo, há uma proposição
composta, formada por p e q. Qual corresponde a uma
tautologia?
a) p ^ q;
b) p ^~q;
c) (p ^ q) → (~p ^ q)
d) (p v q) → (p ^ q)

1.
2.
3.
Raciocínio Lógico: aula 02
e) (p ^ q) → (p ^ q)
Equivalencias lógicas e leis de Morgan.
(Esaf- Sefaz/SP-2009) A negação de:“Milão é a capital
da Itália ou Paris é a capital da Inglaterra”é:
a) Milão não é a capital da Itália.
b) Milão não é a capital da Itália e Paris não é a
capital da Inglaterra.
c) Milão não é a capital da Itália ou Paris não é a
capital da Inglaterra.
d) Paris não é a capital da Inglaterra.
e) Milão é a capital da Itália e Paris não é a capital
da Inglaterra.
(CESGRANRIO-2008-CAPES) Sejam p e q proposições
simples e ~p e ~q, respectivamente, as suas negações. A
negação da proposição composta p -> ~q é:
a) ~p → ~q
b) ~p → q
c) p → q
d) p ^ ~q
e) p ^ q
(Cespe) Considere que A seja a seguinte proposição: “O
concurso será regido por este edital e executado pelo
CESPE/UnB. Nesse caso, a proposição ~ A é assim
expressa: “ O concuros não será regido por este edital
ou não será executado pelo CESPE/UnB”.
a
10. (Esaf- CGU-2008) Um renomado economista afirma
que “a inflação não baixa ou a taxa de juros aumenta”.
Do ponto de vista lógico, equivale a dizer:
a) Se a taxa de juros aumenta, então a inflação baixa
b) Se a inflação baixa, então a taxa de juros aumenta
c) Se a inflação não baixa, então a taxa de juros aumenta.
d) Se a inflação baixa, então a taxa de juros não aumenta.
e) Se a inflação não baixa, então a taxa de juros não
aumenta.
 Lógica da argumentação
DICAS!!!!!
 Um argumento é valido se, e somente se, a conclusão
for verdadeira quando todas as premissas forem
verdadeiras.
 Um argumento não válido é conhecido por falácia ou
sofisma.
1
Professor Ribson Coelho
Grancursos










As premissas podem ser formadas por proposições
simples ou compostas.
Os argumentos são classificados como válidos ou não
válidos.
As proposições são classificadas como verdadeiras ou
falsas.
Um argumento é válido quando todas as hipóteses (
premissas)
são verdadeiras e implicam numa
tese(conclusão) obrigatoriamente verdadeira.
A lógica se preocupa apenas com a forma do
argumento( como as premissas se relacionam com a
conclusão) para classificá-lo como válido ou inválido.
Não há preocupação com o valor lógico de cada
premissa, ou da conclusão, analisados no contexto do
mundo real.
Considere o argumento:” todo gato é azul. Tudo que é
azul tem asas. Logo, todo gato tem asas.” É um
argumento válido.
Um argumento dedutivo é um argumento válido. É um
argumento de conclusão não ampliativa. Há uma
particularização dentro de situações gerais.
“Todo homem é mortal. Sócrates é homem. Logo,
Sócrates é mortal”. O argumento apresentado é
dedutivo.
Um argumento é indutivo quando sendo todas as
premissas verdadeiras, a conclusão possivelmente(
pode ou não) ser verdadeira. É um argumento de
conclusão ampliativa. A sua conclusão traz mais
informações do que as hipóteses fornecem.
“Vejo uma mulher linda, outra mulher linda, outra
mulher linda,..., portanto, todas as mulheres são
lindas.” O argumento mostrado é indutivo.
1) Esaf- ( adaptado: julgue Válido ou inválido) – Surfo ou
estudo. Fumo ou não surfo. Velejo ou não estudo. Ora,
não velejo. Portanto, fumo e estudo.
2) Esaf- ( adaptado: julgue Válido ou inválido ) – Sabe-se
que João estar feliz é condição necessária para Maria
sorrir e condição suficiente para Daniela abraçar Paulo.
Sabe-se, também, que Daniela abraçar Paulo é
condição necessária e suficiente para Sandra abraçar
Sergio. Sandra não abraça Sergio. Logo, João não esta
feliz, Maria não sorri e Daniela não abraça Paulo.
3) (Esaf)
Raciocínio Lógico: aula 02
4)
(Cespe- policia federal- 2009) Considere as
proposições A, B e C a seguir.
A: Se Jane é policial federal ou procuradora de justiça,
então Jane foi aprovada em concurso público.
B: Jane foi aprovada em concurso público.
C: Jane é policial federal ou procuradora de justiça.
Nesse caso, se A e B forem V, então C também será V.
5) (Cespe- MRE- 2008) A sequencia de proposições a seguir
constitui uma dedução correta.
Se Carlos não estudou, então ele fracassou na prova de
física.
Se Carlos jogou futebol, então ele não estudou.
Carlos não fracassou na prova de física.
Carlos não jogou futebol.
6)
(Cespe- MRE- 2008) Considere como premissas as
seguintes proposições:
“ Ou o candidato é brasileiro nato ou o candidato não pode
se inscrever no concurso para ingresso na carreira
diplomática”.
“O candidato não pode inscrever-se no concurso para
ingresso na carreira diplomática”.
Nesse caso, obtem-se uma argumentação lógica correta se
for apresentada como conclusão a proposição: “O
candidato não é brasileiro nato”.
7)
(Cespe- MRE- 2008) Considere que as premissas
de um argumento incluem a proposição: “ o Barão do Rio
Branco foi professor e San Tiago Dantas foi advogado”.
Nesse caso, se a proposição:“ San Tiago Dantas não foi
advogado, então o Barão do Rio Branco foi professor” é
uma conclusão que torna o argumento correto.
8)
Esaf- ( adaptado: julgue Válido ou inválido ) Homero não é honesto ou Julio é justo. Homero é honesto
ou Julio é justo ou Beto é bondoso. Beto é bondoso ou Julio
não é justo. Beto não é bondoso ou Homero é honesto.
Logo, Beto é bondoso, Homero é honesto e Julio é justo.
2
Professor Ribson Coelho
Grancursos
Raciocínio Lógico: aula 02
9) (PROCON- IADES-2011) Se Abel não é agente
administrativo, então Túlio é técnico de
contabilidade. Se Túlio não é técnico de
contabilidade, então Pedro não é portador de
deficiencia. Pedro ser portador de deficiencia é
condição necessaria para Abel ser agente
administrativo e condição suficiente para Túlio não
ser técnico de contabilidade.
Considerando que são verdadeiras todas as
proposições do encadeamento lógico acima, podese concluir que:
A. Abel é agente administrativo e Pedro é portador
de deficiencia.
B. Abel não é agente administrativo e Túlio não é
técnico de contabilidade.
C. Túlio não é técnico de contabilidade e Pedro é
portador de deficiencia.
D. Pedro é portador de deficiencia e Túlio é técnico
de contabilidade.
E. Abel não é agente administrativo e Pedro não é
portador de deficiencia.
GABARITO
Tautologia, contradição, contingencia
1)
E
2)
C
3)
C
4)
Equivalencias lógicas e leis de Morgan
1)
b
2)
e 3) C
4) C
E
6)
10) b
C
7) E
8) C
9)
E
5) e
5) E
Lógica da argumentação
1) inválido
5) C
6) C
2)
válido
7)
C
3) e
4)
8)
válido
E
3
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards