Cronologia

Propaganda
Cronologia
1921 – Nasce em Recife – Pe em 19 de setembro, Paulo Reglus Neves Freire, filho de
Joaquim Temístocles Freire e Edeltrudes Neves Freire.
1942 – Atua como professor de Língua Portuguesa no Colégio Oswaldo Cruz em Recife.
1943 – Ingressa na Faculdade de Direito do Recife.
1944- Casa com a professora primária Elza Maria de Oliveira.
1947 a 1954 – Atua como diretor do setor de Educação e Cultura do SESI.
1956 - Nomeado membro do Conselho Consultivo de Educação do Recife.
1958 – 1964 – Diretor do Departamento de Extensão Cultural da Universidade do Recife,
onde sistematiza o “Método Paulo Freire”.
1959 – Obteve o título de Doutor em Filosofia e História da Educação, defendendo a tese
“Educação e atualidade brasileira”.
1958 – Participa do II Congresso Nacional de Educação de Adultos no Rio de Janeiro com
o trabalho: A Educação de Adultos e as Populações Marginais: o problema dos Mocambos.
1960 – Foi nomeado professor efetivo de Filosofia e História da Educação da Faculdade de
Filosofia, Ciências e Letras da Universidade do Recife. Participa em Recife do Movimento
de Cultura Popular (MCP), como um dos seus fundadores.
1963 – Designado “Conselheiro Pioneiro” do Conselho Estadual de Educação de
Pernambuco. Lidera a campanha de alfabetização em Angicos, Rio Grande do Norte.
Realiza a Companha Nacional de Alfabetização e elabora o Plano Nacional de
Alfabetização.
1964 – Preso e exilado pela Ditadura Militar acusado do crime de lutar por uma sociedade
mais justa e menos perversa. Exilado na Bolívia.
1964 a 1969 – Viveu no Chile trabalhando como assessor do Instituto de Desarollo
Agropecuário e do Ministério da Educação do Chile. Consultor da UNESCO junto ao
Instituto de Capacitación de Reforma Agrária do Chile.
1967 – Publica em Português a obra “Educação como Prática de Liberdade”.
1969 a 1970 – Professor convidado na Universidade de Harvard.
1970 – Publica nos Estados Unidos a obra mais lidas no mundo inteiro: “Pedagogia do
Oprimido”. Muda-se para Genebra onde trabalha por dez anos no Conselho Mundial de
Igrejas e como professor da Faculdade de Educação da Universidade de Genebra.
1971 – Visita a Zâmbia e a Tanzânia, onde faz seus primeiros contatos com a cultura
africana Viu e acompanhou experiências com a aplicação do seu método de alfabetização.
1975 a 1980 – Colabora com planejamentos do programas nacionais de alfabetização de
Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde, Moçambique, Angola, Granada, e
Nicarágua.
1977 – Publica a obra “Cartas a Guiné-Bissau” que reúne as cartas dirigidas ao Comissário
de Educação e Cultura daquele país.
1979- Conquista o direito do retorno de seu passaporte brasileiro retornando ao Brasil.
1980- Se reintegra definitivamente ao seu país e após pressões estudantis e de colegas
professores torna-se professor da Universidade de Campinas - UNICAMP.
1985 – Seu método de alfabetização é utilizado para alfabetizar tribos nômades no deserto
do Quênia.
1986 – Morre sua primeira mulher Elza.
1989 – É empossado como Secretário de Educação de São Paulo.
1991 - Criação em São Paulo do Instituto Paulo Freire.
1992- Publica “Pedagogia da Esperança: un Reencontro com a Pedagogia do Oprimido”,
retomando as discussões iniciadas em Pedagogia do Oprimido.
1997 – Morre em São Paulo, de infarto do miocárdio.
Download
Random flashcards
Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards