Enviado por ramons2

bicho de sete cabeças

Propaganda
“O Bicho de Sete Cabeças”.
O filme mostra o retrato dos hospitais manicomiais da época, que não
respeitavam os pacientes, e suas condições individual, nem todos os pacientes
que estavam naquela realidade sofriam de algum tipo de transtorno mental. No
meio dessa realidade nos deparamos com a história da vida de Neto, que era
um jovem, que não tinha uma relação boa com sua família, principalmente com
o seu pai “Wilson”.
Sendo influenciado por seus amigos de escola, “Neto” fazia o uso de Maconha
e bebidas alcoólicas, em um local abandonado que os mesmos se encontravam.
Em um dos encontros neto perdeu a hora pois o mesmo tinha marcado de sair
com o pai, quando se lembrou saiu correndo e foi ao encontro de Wilson, assistir
um jogo de futebol, e seu pai notou o seu comportamento diferente, deu-lhe um
esporro e continuaram a seguir para o estádio. Dias se passaram eles tiveram
outra briga e ao entra no quarto do adolescente e pegar uma jaqueta cai do bolso
um cigarro de maconha, e o pai inconformado com aquela situação começa a
juntar os fatos e o comportamento do garoto com a família e associa tudo a o
vicio, com isso ele procura a sua filha mais velha e tomam uma decisão, de
internar neto em um hospício para se recuperar do vicio.
Dias se passaram e o pai de neto o convidou para visitar um amigo no hospital,
mal sabia que depois dessa visita nunca mais neto seria o mesmo. Ao se deparar
que foi enganado o jovem ficou bem agressivo, e logo foi apresentado aum dos
métodos mais comuns naquele lugar que eram os tranquilizantes. Aquele lugar
era um inferno literalmente para neto, pois tinha todos os tipos de pessoas,
viciados, pessoas que ficaram com algum tipo de comprometimento mental por
ser submetido a verias tipos de tratamentos desumano: Tratamento de choque,
camisa de força, excesso de drogas como Cardiasol, e os profissionais que tinha
uma serie de preconceitos e eram muitos agressivos.
Para os profissionais esses tratamentos tinha um grau de respostas positivas
elevados, pois os pacientes que eram submetidos a ele ficavam menos
agressivos, e que se aplicado com frequência pode levar uma pessoa a deixar
de ser gente, a perder a vontade e a consciência de si, a se um “zumbi”.
Com a reforma psiquiátrica, a lei origina-se a Política de Saúde Mental a qual,
basicamente, visa garantir o cuidado ao paciente com transtorno mental em
serviços substitutivos aos hospitais psiquiátricos, superando assim a lógica das
internações de longa permanência que tratam o paciente isolando-o do
convívio com a família e com a sociedade como um todo.
A Política de Saúde Mental no Brasil promove a redução programada de leitos
psiquiátricos de longa permanência, incentivando que as internações
psiquiátricas, quando necessárias, se dêem no âmbito dos hospitais gerais e que
sejam de curta duração. Além disso, essa política visa à constituição de uma
rede de dispositivos diferenciados que permitam a atenção ao portador de
sofrimento mental no seu território, a desinstitucionalização de pacientes de
longa permanência em hospitais psiquiátricos e, ainda, ações que permitam a
reabilitação psicossocial por meio da inserção pelo trabalho, da cultura e do
lazer.
Acadêmica: JULIANA FURTADO COSTA. Termo: 6° Curso: Enfermagem.
Comentado [t1]:
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

teste

2 Cartões juh16

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards