Enviado por Do utilizador3625

Trabalho de bioquimica

Propaganda
IMPORTÂNCIA DOS COMPOSTOS TÓXICOS E ANTINUTRICIONAIS
Alunos: Euclides Gonçalves da Silva Neto, Thallyson Lucas da Silva.
Professora: Marcela Sarmento
TURMA: NTR3AN
Curso de nutrição – Bioquímica dos Alimentos 2019.2
Recife, PE.
INTRODUÇÃO
Os alimentos, além de apresentarem substâncias essenciais para o
desenvolvimento nutricional humano, podem conter fatores antinutricionais que
desfavorecem tais efeitos benéficos, como os inibidores de proteína, oxalatos,
dentre outros, que interferem na absorção nutricional.
Por isso, a relevância dessa pesquisa em abordar sobre o tema em questão é
evidenciar tais fatores e suas implicações.
DISCUSSÃO
GLICOSIDEOS CIANOGÊNICOS
Os glicosídeos cianogênicos são compostos por moléculas hidrolisáveis a principal
característica é que o GC é de fácil hidrolise. Amplamente favorável em meio Ácido,
ao entrar em contato com o PH do estomago encontram um ambiente ideal para a
liberação do HCN (Ácido cianídrico) é encontrado em mandiocas, pera, maçã,
pêssego e maracujá (exceto nas sementes). Os sintomas associados são: taquicardia,
tremores muscular intenso e dispneia. O tratamento se dá através de injeção
intravenosa O GC é detoxificado naturalmente pela enzima rodanase.
GLICOSINOLATOS
Conhecido como tioglicosídios, o glicosinolato é responsável pelo sabor picante dos
alimentos podendo ser encontrado em vegetais tais como repolho couve, brócolis e
couve-flor e alimentos como mostarda. Nos alimentos sua presença e benéfica,
Segundo Paola Tabata o Glicosinolatos em grande concetrações causa patologia
como bócio doença dos rins e fígado.
GLICOALCALOIDES
Definição: Os glicoalcalóides são uma família de compostos químicos derivados de
alcalóides nos quais grupos de açúcar são acrescentados.
Alimentos onde são encontrados: Batata, tomate, berinjelas e vegetais.
Mecanismo de ação: mecanismo defesa para se protegerem de animais, insetos,
micro-organismos, fungos e também de estresse.
Consequências: Intoxicações em circunstâncias diversas.
Forma de inativação: Decompõem-se na faixa de 260 a 270ºc e fervura em solução
aquosa contendo 0,3% de ácido acético (remove acima de 80% da quantidade
original).
ÁCIDO FÍTICO
Deficição: O ácido fítico é uma substância, também chamada de fitato ou de
hexafosfato de inositol, que está presente em diversos alimentos.
Alimentos onde são encontrados: Cereais, sementes oleaginosas, legumes.
Mecanismo de ação: este ácido apresenta enorme potencial para quelar o ferro,
reduzindo a catálise deste íon nas reações oxidativas e, desta forma, gerando uma
forte função antioxidante na preservação de diversos tipos de sementes.
Consequências: é considerado um anti-nutriente, pois ele pode prejudicar absorção de
ferro, cálcio e zinco no organismo, provocando algumas deficiências nutricionais.
Forma de inativação: não apresenta características citotóxicas ou carcinogênicas.
RAFINOSE E ESTAQUIOSE
Definição: é um trissacarídeo formado de galactose, frutose e glicose. A estaquiose é
encontrada naturalmente em muitos vegetais. Não é completamente digerível por
seres humanos.
Alimentos onde são encontrados: Vegetais, plantas como uva, brócolis, repolho e em
leguminosas como feijões e soja.
Mecanismo de ação: estes oligossacarídeos passam sem ser digeridos
pelo estômago e pelo intestino delgado. No intestino grosso, eles
são fermentados por bactérias que possuem a enzima α-GAL e produz dióxido de
carbono, metano e/ou hidrogênio.
Consequências: são flatulência, estufamento, plenitude, dor abdominal e arrotos.
Forma de inativação: Para evitar esses desconfortos causados pela má digestão da
rafinose, deve se seguir uma dieta que controle a quantidade de alimentos que
contenham o carboidrato.
RESIDUOS DE METAIS
Definição: metal é um dos produtos mais utilizados nas tarefas do dia a dia.
Encontramos embalagens de metais, fios e outros produtos metálicos em diversos
produtos. Ao ser descartado por pessoas e empresas, pode passar por um processo
de reciclagem que garante seu reaproveitamento na produção do metal reciclado.
Alimentos onde são encontrados: Latas de conservas, água, peixes, leites.
Mecanismo de ação: Sabe-se que inúmeras são as vias metabólicas acometidas
diante de uma contaminação, mas por terem a característica de se acumularem,
atrapalham principalmente as reações enzimáticas.
Consequências: Isso gera uma sintomatologia ampla e que muitas vezes passa
despercebida pelos médicos quando se busca o diagnóstico. Vários são os sistemas
sensíveis à contaminação como: sistema nervoso (central e periférico), sistema
gastrintestinal, cardiovascular, sistema renal e sistema hematopoiético.
Forma de inativação: Geralmente, o mecanismo de toxicidade mais relevante é a
inativação de enzimas, pois todo metal de transição divalente reage prontamente com
o grupo amino e com o grupo das sulfidrilas das proteínas.
RESÍDUOS DE EMBALAGENS EM ALIMENTOS
Definição: As embalagens e materiais destinados ao contato com alimentos podem
transferir substâncias aos alimentos que podem representar risco à saúde de quem
consome estes produtos. Por isso, a ANVISA regulamenta estes materiais
estabelecendo requisitos que visam garantir a segurança de uso destes produtos em
contato com alimentos.
Alimentos onde são encontrados: extratos de tomate, azeite, pipocas, enlatados
(sardinhas, milhos, leite condensado, kitut e etc.). Carnes.
Mecanismo de ação: conservação dos alimentos.
Consequências: quantidade de químicos que passam da embalagem ou do utensílio
das industrias para os alimentos. Há milhares de substâncias que ainda não têm
regulamentação comum em termos de aplicação.
Forma de inativação: O médico explica que, apesar de grave, a contaminação por
alumínio não é a que mais preocupa em relação às embalagens. O que está em
contato direto com o alimento são camadas plásticas que, se contiverem bisfenol A
(BPA), trazem risco de desenvolvimento de cânceres. “A gente não tem uma
legislação muito rígida quanto ao uso do BPA, a não ser em produtos indicados para
crianças de 0 a 12 meses, que precisam ser livres, justamente porque essas crianças
não têm organismo adaptado para metabolizar esse resíduo”, afirma.
REFERÊNCIA
CUTOLO, PAOLA TABATA MARTINS.
EST UDO DOS AGENTES TÓXICOS
NATURALMENTE PRESENTES NOS ALIMENTOS: Glicosídeos Cianogênicos e
Glicosinolatos. 2015. 18-21 p. Artigo (Nutrição)- Faculdade de Ciências Aplicadas,
Universidade Estadual de Campinas, Limeira, 2015
Nakakuki, T. (2002). «Estado atual e futuro do desenvolvimento funcional de
oligossacarídeos no Japão». Química pura e aplicada. 74 (7): 1245–1251.
Reciclagem do metal. (2019). Ftd.
Storey B., Noiles, E., Thompson, K. (1998). «Comparação de glicerol, outros
polióis, trealose e rafinose para fornecer um meio crioprotetor definido
para a criopreservação de esperma de ratos». Criobiologia. 37 (1)
.BATISTUZZO, J.A; ITAYA, M; ETO, Y. Formulário Médico-Farmacêutico.
São Paulo/SP:Tecnopress, 3ª Ed. 2006.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards