Enviado por maninha449

testes de demonstrações

Propaganda
TESTES
Demonstrações
Contábeis
Estrutura e Análise
Rodney Wernke
1ª Edição |2008 |
TESTES
CAPÍTULO 1 – INTRODUÇÃO –
GABARITO
1. Complete:
“Qualquer operação pode ser dissociada (separada) em dois aspectos:
.....origem.... e ....aplicação... de recursos.”
Princípio básico da análise da operação: total das aplicações = total das origens
2. Complete:
“Em linguagem contábil, ...débito... corresponde à parte da operação que
registra em que os recursos foram aplicados, e ...crédito... corresponde à
parte da operação que registra a origem ou a fonte desses recursos.”
Princípio básico do registro contábil: aplicação = débito e origem = crédito
3. O Sr. Oswaldo recebeu o salário do mês através de crédito bancário.
Podemos correlacionar:
A. origem
B. aplicação
( A ) salário
( B ) conta-corrente bancária
A origem dos recursos foi a receita proveniente do salário. Esses recursos foram
aplicados (momentaneamente) na conta-corrente bancária.
4. Na contabilidade do Sr. Oswaldo, a conta credora seria:
a. Receita de salário
b. Despesa de salário
c. Caixa
d. Bancos conta movimento
e. Empréstimo bancário
Receita = origem = crédito
5. Na contabilidade da firma que pagou o salário do Sr. Oswaldo e dos demais
funcionários, a conta devedora seria:
a. Receitas de salário
b. Caixa
c. Empréstimos concedidos
d. Bancos, conta movimento
TESTES
e. Despesas de salário
Na firma: despesa = aplicação = débito= conta devedora.
6. Representa uma operação típica de origem de recursos
a. recebimento de um crédito
b. entrada de dinheiro no caixa
c. pagamento de despesas
d. pagamento de uma dívida
e. depósito em conta-corrente bancária
Em todo recebimento o valor que o provocou corresponde a uma origem de recursos.
7. Na compra de escrivaninhas, à vista, a conta devedora (aplicação) será:
a) Caixa;
b) Móveis e Utensílios;
c) Imóveis;
d) Títulos a Pagar;
e) Depósitos bancários à vista.
Os recursos foram aplicados na aquisição de escrivaninhas (móveis e utensílios).
8. Se a compra de escrivaninhas tivesse sido a prazo, a conta credora (origem)
seria:
a) Caixa;
b) Móveis e Utensílios;
c) Imóveis;
d) Títulos a Pagar;
e) Títulos a Receber
A origem dos recursos foi o crédito concedido pelo vendedor representado por um
título de crédito.
9. Na venda de um terreno a prazo, as contas devedora (aplicação) e credora
(origem) serão, respectivamente:
a) Caixa e Imóveis;
b) Imóveis e Caixa;
c) Títulos a Receber e Imóveis;
d) Imóveis e Títulos a Pagar;
e) Títulos a pagar e Imóveis.
TESTES
A origem dos recursos foi a venda do terreno (conta credora = imóveis); os recursos
foram aplicados na concessão de crédito ao comprador (conta devedora = títulos a
receber).
10. Em determinadas operações a conta Caixa é creditada porque funciona como
origem de recursos e, em outras, é debitada porque representa aplicação de
recursos. Nessas condições, o saldo dessa conta
a. deverá ser sempre credor ou nulo
b. deverá ser sempre nulo
c. deverá ser sempre devedor ou nulo
d. poderá ser ora credor ou ora devedor ou ora nulo, conforme a natureza
das operações realizadas
e. representará o lucro obtido nas transações de entrada e saída de
numerário
A conta Caixa nunca poderá fornecer (como origem ou crédito) um valor maior de
recursos do que os que nela foram aplicados (débito). Em outras palavras, o montante
de recursos que saem do Caixa (origens para futuras aplicações) não pode ser maior
do que o montante de recursos que entram no Caixa (aplicações oriundas de outras
fontes). Esse mesmo raciocínio é válido para todas as contas típicas de aplicação de
recursos (duplicatas a receber, veículos, estoques, depósitos bancários etc.).
11. Indique a operação que corresponde ao seguinte lançamento:
(débito ou aplicação) Títulos a Pagar
(crédito ou origem)
Caixa
a) pagamento de despesa;
b) recebimento de receita;
c) recebimento de crédito;
d) compra de mercadorias
e) pagamento de dívida.
Se a conta Caixa originou recursos só pode se tratar de uma saída de numerário, ou
seja, um pagamento (opções a,e) ou uma compra (opção d) .Como os recursos foram
aplicados no pagamento de um título (aplicação evidenciada pelo débito de Títulos a
Pagar), a opção correta só pode ser a “e”.
12.
No recebimento de uma duplicata, com juros, tem-se como origem de
recursos:
a) Caixa;
b) Despesas de Juros e Duplicatas a Pagar;
c) Receitas de Juros e Duplicatas a Receber;
d) Caixa e Juros Ativos;
TESTES
e) Despesas de Juros e Duplicatas a Receber.
A empresa recebeu (origem) dois valores: o da duplicata e o dos juros.
13. Quando compramos um bem, pagando em cheque, podemos dizer que a
origem dos recursos foi
a) o dinheiro em caixa
b) o saldo existente no banco
c) o bem adquirido
d) o crédito obtido junto ao fornecedor
e) o empréstimo concedido pelo banco
Se o pagamento tivesse sido em dinheiro a opção correta seria a “a”.
14.
Representam genuína aplicação
de recursos e, portanto, só admitem saldo
devedor:
a. bens, direitos e obrigações
b. bens, obrigações e receitas
c. obrigações e despesas
d. obrigações, patrimônio líquido e receitas
e. bens, direitos e despesas
A empresa, assim como qualquer um de nós, aplica recursos adquirindo bens,
formando direitos ou pagando despesas.
15. Uma ce r ta fir ma apr e se ntava e m se u balanço patr imo nia l:
∙BENS:$ 500
∙DIREITOS:$ 400
∙OBRIGAÇÕES:$ 350
– O valor de seu patrimônio líquido era:
a. $
900
b. $ 1.250
c. $
150
d. $
500
e. $
550
PL = Bens + Direitos – Obrigações = 500 + 400 – 350 = 550
16. Faça a correlação:
(A) Bens
(B) Direitos
(C) Obrigações
( A ) mercadorias
TESTES
( B ) adiantamentos a empregados
( B ) depósitos bancários
( C ) empréstimos bancários
( C ) adiantamentos de clientes
( A ) máquinas e equipamentos
Adiantamentos de clientes representa uma obrigação da empresa para com os clientes
que efetuaram o adiantamento e ainda não receberam a mercadoria. Adiantamentos a
empregados corresponde a um direito da empresa, realizável no momento do desconto
no pagamento do salário..
17. Faça a correlação:
(A) conta patrimonial
(B) conta de resultado - receita
(C) conta de resultado - despesa
( C ) juros pagos
( B ) descontos obtidos
( A ) móveis e utensílios
( A ) títulos a pagar
( B ) lucro na venda de mercadorias
Móveis e utensílios são bens e Títulos a pagar são obrigações .
18. Uma firma adquiriu um caminhão no valor de $ 90.000, pagando 1/3 à vista
(em cheque) e 2/3 a prazo (assinando uma nota promissória). Com relação ao
patrimônio dessa firma ocorreu:
a. aumento dos bens em $ 30.000
b. redução dos direitos em $ 30.000
c. aumento das obrigações em $ 90.000
d. aumento do patrimônio líquido em $ 90.000
e. aumento dos direitos em $ 60.000
Ocorreu: aumento dos bens (veículos) em $ 90.000, redução dos direitos (saldos
bancários) em $ 30.000 e, finalmente, aumento das obrigações (títulos a pagar) em $
60.000 .
19. Se você vendeu por $ 500 um terreno que lhe custou $ 700, o seu “PL”
a. diminuiu em $ 700
b. aumentou em $ 500
c. aumentou em $ 200
d. não se alterou
TESTES
e. diminuiu em $ 200
Ocorreu: • redução dos imóveis em $ 500; • aumento do Caixa em $ 700; • aumento
líquido do Ativo em $ 200 ($ 700 – $ 200) .
20. Em uma data um certo patrimônio apresentava:
BENS
$ 230
OBRIGAÇÕES
$ 190
DIREITOS
$ 110
PATRIMÔNIO.LÍQUIDO
$ 150
No dia seguinte, passou a apresentar:
BENS
DIREITOS
$ 230
$ 66
OBRIGAÇÕES
$ 150
PATRIMÔNIO.LÍQUIDO
$ 146
–A operação realizada foi:
a) recebimento de uma duplicata de $ 40, em cheque, com juros de 10%;
b) pagamento de uma duplicata de $ 40, em cheque, com juros de
10%;
c) pagamento de uma duplicata de $ 40, em cheque, com desconto de 10%;
d) recebimento de uma duplicata de $ 40, em cheque, com desconto de
10%;
e) recebimento de uma duplicata de $ 34
Ocorreu: • redução das obrigações em $ 40 (pagamento da duplicata); • redução dos
direitos em $ 44 (emissão do cheque de $ 44); • redução do patrimônio líquido de $ 4,
em função das despesas de juros de 10% .
TESTES
CAPÍTULO 2 – ENCERRAMENTO DO EXERCÍCIO –
GABARITO
1. Correlacione:
A.
VENDAS
–
B.
TOTAL DAS RECEITAS
C. ( ESTOQUE
CUSTO DA MERCADORIA VENDIDA
INICIAL
–
+
+
TOTAL DAS DESPESAS
COMPRAS )
–
ESTOQUE FINAL
D.
ESTOQUE INICIAL
(
B
) lucro líquido
(
D
) mercadorias á disposição para venda
(
A ) lucro bruto
(
C ) custo da mercadoria vendida
COMPRAS
2. Numere, na ordem de execução, as etapas relacionadas com o processo de
encerramento do exercício:
(
5
(
8 ) transferência do lucro líquido para lucros acumulados
(
7
) cálculo e contabilização da provisão para imposto de renda
(
1
) levantamento de um balancete de verificação
(
) cálculo e contabilização das provisões retificativas dos bens e direitos
9
) destinação dos lucros acumulados para distribuição de dividendos e
para
formação de reservas de lucros
(
3
) contagem física dos estoques
(
4
) apuração do “custo da mercadoria vendida”
( 10 ) levantamento do balancete final
(
(
6
) encerramento das contas de resultado e apuração do lucro líquido
2
) conferência dos saldos do balancete e eventuais acertos ou
diferimentos
3. Uma empresa apresentou, no final do período, os seguintes dados:
• Estoque em 1º de janeiro de 2003.............
• Estoque em 31 de dezembro de 2003........
$ 800
$ 650
• Compras durante o ano de 2003............... $ 2.300
• Vendas durante o ano de 2003................. $ 4.000
–
Calcule:
a. Custo da mercadoria vendida: $ 2.450
b. Lucro Bruto (Resultado sobre as Vendas)..: $ 1.550
TESTES
a. cmv = compras + estoque inicial – estoque final = 2.300 + 800 – 650 = $ 2.450
b. lucro bruto = vendas – cmv = 4.000 – 2.450 = $ 1.550
4. Uma empresa reduziu em $ 100.000 o valor do inventário final de um
exercício, tomando esse valor reduzido como inventário inicial do exercício
seguinte.
Tal
procedimento
provocou
no
resultado
(positivo)
dos
dois
exercícios:
a. aumento do lucro do primeiro exercício e redução do lucro do segundo
b. redução do lucro do primeiro exercício e acréscimo do lucro do
segundo
c. aumento do lucro dos dois exercícios
d. redução do lucro dos dois exercícios
e. redução do lucro e do custo das mercadorias vendidas
do primeiro exercício
CMV = COMPRAS + EI – EF → logo, quanto menor o estoque final, maior será o CMV e,
conseqüentemente, menor será o lucro; foi o que ocorreu no primeiro exercício; já no
segundo, o estoque inicial reduzido fez com que o CMV também fosse reduzido e,
conseqüentemente, o lucro foi aumentado no mesmo valor.
5. Uma determinada firma apresentou o seguinte fluxo de receitas e despesas:
• receitas recebidas em março, relativas a abril = $ 110
• receitas relativas a abril, recebidas em maio = $ 270
• receitas recebidas em abril, relativas a maio = $ 630
• receitas relativas a abril, recebidas em abril = $ 510
• despesas relativas a abril, pagas em abril = $ 450
• despesas pagas em março, relativas a abril = $ 120
• despesas relativas a maio, pagas em abril = $ 540
• despesas pagas em maio, relativas a abril = $ 360
Supondo-se que essa firma contabiliza suas operações atendendo o princípio da
competência, o resultado líquido do mês de abril será:
a. – $ 40
b. + $ 150
c. + $ 50
d. – $ 210
e. – $ 150
• Receitas relativas a abril: 110 + 270 + 510 = $ 890 .
• Despesas relativas a abril: 450 + 120 + 360 = $ 930
• Lucro líquido de abril: $ 890 – $ 930 = – $ 40
TESTES
6. Faça a correlação:
( 3 ) Bens de comércio
1. Depreciação acumulada
( 6 ) Bens de uso intangíveis
2. Provisão p/ perdas em investimentos
(
2
)
Participações
em 3. Provisão para ajuste de estoques
coligadas
( 5 ) Títulos da dívida pública
( 1 ) Bens de uso tangíveis
4. Provisão para dividendos
5. Provisão p/ ajuste de valores mobiliários
( 4 ) Obrigações estimadas
6. Amortização acumulada
7. Um bem que tem uma vida útil de 20 anos, deve ser depreciado à taxa de:
a. 20% a.a.
b. 10% a.a.
c. 5% a.a.
d. 4% a.a.
e. 100% a.a.
100% ÷ 20 anos = 5% a.a.
8. Uma firma apresentou os seguintes prejuízos com o não recebimento de
clientes, nos últimos três anos: $ 200 (2006), $ 150 (2007) e $ 400 (2008).
Poderá, no encerramento de 2009 constituir uma Provisão para Créditos de
Liquidação Duvidosa no total de:
a. $ 1.350
b. $ 250
c. $ 450
d. $ 400
e. $ 275
Média dos últimos três anos: (400 + 150 + 200) ÷ 3 = 750 ÷ 3 = $ 250.
Obs. Considerando que esta provisão não é aceita pelo Imposto de Renda, a empresa
pode adotar outros critérios para constituí-la.
9.
U m b e m q u e e s t á s e n d o de p r e c i a d o à t a x a de 1 2 , 5 % a o a n o , t e v e s u a v i d a
útil estimada em:
a. 12,5 anos
b. 10 anos
c. 8 anos
d. 7,5 anos
e. 125 anos
100% ÷ 12,5% = 8 anos.
TESTES
10. Diga se é falsa ou verdadeira cada uma das afirmações a seguir:
(
(
F
V
) a. a utilização do método UEPS aumenta o lucro líquido do exercício
) b.o lucro líquido pode ser distribuído aos sócios e/ou reinvestido nos
negócios da empresa
(
F
) c. serão encerradas, no processo de apuração do resultado, todas as
contas patrimoniais
(
V
) d. a transferência de lucros acumulados para contas de reservas tem
por finalidade preservar a integridade do patrimônio da empresa
(
V
) e. o dividendo corresponde à participação do acionista no lucro do
período
a.
a utilização do método UEPS, baixando os valores mais elevados (de entrada mais
recente), reduz o valor do estoque final e, conseqüentemente, aumenta o CMV e reduz
o lucro;
c. serão encerradas, no processo de apuração do resultado, todas as contas de
resultado.
TESTES
CAPÍTULO 3 – DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS –
GABARITO
1. Faça a correlação:
A. Demonstração do Resultado do Exercício
B. Balanço Patrimonial
C. Demonstração dos Fluxos de Caixa
D. Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido
E. Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos
(
B
) Relaciona os bens, direitos, obrigações e Patrimônio Líquido.
(
A
) Relaciona as receitas, as despesas e o lucro ou prejuízo do período.
(
D
) Discrimina os fatores determinantes da modificação do saldo das
contas
representativas do Capital Realizado, Lucros Acumulados e Reservas.
( C ) Relaciona as entradas e saídas das disponibilidades monetárias.
(
E ) Relaciona as entradas e saídas dos grupos Circulantes de ou para
outros grupos.
2. Afirmativas verdadeiras:
I.
As
demonstrações
financeiras
não
necessitam
de
informações
complementares.
II.
A Demonstração do resultado do exercício não é um demonstrativo
obrigatório.
III. As notas explicativas deverão revelar todos os detalhes necessários para
melhor esclarecimento da situação patrimonial.
IV. A correção monetária das demonstrações financeiras foi revogada.
a)
I e II.
b)
II e III.
c)
III e IV.
d)
I e IV.
e)
I e III.
I. As informações complementares são essenciais para esclarecimento aos usuários dos
demonstrativos contábeis.
II. A DRE é obrigatória para todas as empresas.
3. “As receitas e as despesas deverão influir na apuração do resultado do período
em
que
efetivamente
recebimento
representa?
ou
ocorrerem,
pagamento.”
Qual
independentemente
princípio
contábil
da
essa
época
do
afirmação
TESTES
a) Princípio da prudência.
b) Princípio da incompetência.
c) Princípio da entidade.
d) Princípio da competência.
e) Princípio do registro pelo valor original.
4. No dia 10 de abril, determinada empresa pagou:
 o aluguel de março, no valor de $ 300;
 o aluguel de abril, no valor de $ 350;
 o aluguel de maio, no valor de $ 380;
 os salários de março, no valor de $ 500;
 os impostos de abril, no valor de $ 110;
 adiantamento sobre os salários de maio, no valor de $ 85.
Podemos dizer que, por força dessas operações, o resultado do mês de abril
será reduzido em:
a) $ 1.640
b) $ 650
c) $ 460
d) $ 545
e) $ 1.725
• aluguel de março, pago em abril → não é computado no resultado de abril; já foi
computado no resultado de março;
• aluguel de maio, pago em abril → não é computado no resultado de abril; será
computado no resultado de maio;
• salários de março, pagos em abril → não são computados no resultado de abril; já
foram computados no mês de março;
• a di a n t a m e n t o s s o b r e o s s a l á r i o s d e m ai o → n ã o s ã o c o m p u t a d o s n o r e s u l t a d o
de abril.
• só serão computados no resultado de abril: – $ 350 e – $ 110 = – $ 460
5. Assinale falso (F) ou verdadeiro (V) nas seguintes afirmações:
( V ) A Lei 11.638/07 extinguiu a reavaliação de bens do Ativo..
(
V
) O princípio da prudência determina a escolha, em caso de dúvida, do
menor valor para os elementos do Ativo.
(
V ) O princípio da prudência determina a escolha, em caso de dúvida, do
valor que implique o menor montante para o Patrimônio Líquido.
( F ) Os pequenos saldos poderão ser agrupados, desde que não ultrapassem
50% do total do grupo respectivo.
( V ) Os valores dos demonstrativos poderão ser apresentados em milhares
de unidades monetárias
TESTES
( F ) Os pequenos saldos poderão ser agrupados desde que não ultrapassem 10% do
total do grupo respectivo.
TESTES
CAPÍTULO 4 - SEÇÃO 4.2 – ATIVO - GABARITO
1. O Ativo é formado por:
a. bens, direitos e obrigações
b. contas patrimoniais com saldo devedor
c. contas representativas de origem de recursos
d. contas de resultado
e. valores representativos do patrimônio líquido
bens + direitos = aplicações = saldo devedor
2. Correlacione:
A. Imobilizado
B. Circulante
C. Investimentos
D. Diferido
E. Intangível
( A ) bens e direitos materiais necessários à manutenção das atividades;
( B ) bens e direitos destinados a ser convertidos em moeda;
( B ) participações de natureza transitória;
( C ) participações de natureza estável;
( E ) bens incorpóreos necessários à manutenção das atividades
( B ) despesas pagas por antecipação;
( D ) despesas amortizáveis em vários exercícios.
3. Assinale a opção em que todas as contas integram o Ativo Circulante.
a) Despesas Amortizáveis, Caixa e Estoques;
b) Despesas Antecipadas, Duplicatas a Receber e Imóveis para Renda;
c) Despesas Antecipadas, Caixa e Imóveis para Uso;
d) Caixa, Estoques e Adiantamentos de Clientes.
e) Adiantamentos a fornecedores, Juros a Vencer e Débitos de Clientes
a) “Despesas Amortizáveis” integra o Diferido;
b) “Imóveis para Renda” integra o Investimentos;
c) “Imóveis para Uso” integra o Imobilizado;
d) “Adiantamentos de Clientes” é Passivo Circulante
4. É característica da despesa classificável no Ativo Diferido:
a. representar uma antecipação de pagamento
b. representar uma despesa rotineira
c. representar uma aplicação de pequeno valor
TESTES
d. gerar receitas em períodos futuros
e. gerar um lançamento imediato em conta de resultado
a. não é uma despesa paga antes de ocorrer (na realidade ela já ocorreu);
b. ao contrário, trata-se de uma despesa excepcional;
c. ao contrário, trata-se de uma despesa de grande porte;
e. vai gerar lançamentos em conta de resultado à medida em que for sendo
amortizada.
5. È característica da despesa paga antecipadamente:
a. ser amortizada em vários exercícios
b. representar um autêntico investimento para o futuro
c. ser considerada realizável no exercício seguinte
d. representar uma aplicação de grande vulto
e. gerar, no ato do pagamento, um lançamento em conta de resultado
a. deverá ser amortizada no exercício seguinte;
b. deverá produzir receitas rotineiras no exercício seguinte;
d. representam aplicações em despesas rotineiras, não obrigatoriamente de grande
porte;
e. vai gerar um lançamento em conta de resultado somente no exercício seguinte.
6. Assinale o item no qual todas as contas pertencem ao mesmo grupo ou
subgrupo. Grife, nos demais, a conta que está deslocada.
a) matérias-primas, débitos de clientes e débitos de sócios ;
b) despesas do exercício seguinte, importação de máquinas em andamento ,
adiantamentos a fornecedores de matérias primas;
c) ponto comercial, direitos de exploração e patentes industriais;
d) juros a vencer, seguros antecipados e despesas pré-operacionais;
e) débitos de coligadas, depósitos judiciais e aplicações financeiras de curto
prazo.
a. matérias-primas e débitos de clientes integram o ativo circulante; débitos de sócios
integra o realizável a longo prazo;
b. despesas do exercício seguinte e adiantamentos a fornecedores de matérias primas
integram o ativo circulante; importação de máquinas em andamento integra o
Imobilizado;
c. todas as verbas integram o Intangível;;
d. juros a vencer e seguros antecipados integram o ativo circulante; despesas préoperacionais integra o Diferido;
e. débitos de coligadas e depósitos judiciais integram o realizável a longo prazo;
aplicações financeiras de curto prazo integram o ativo circulante.
TESTES
7. De acordo com as letras dos grupos a seguir:
A. Imobilizado
B. Ativo Circulante
C. Investimentos
Classifique os seguintes itens de uma firma que se dedica à atividade agropecuária:
( A ) animais de serviço;
( C ) terras arrendadas a colonos;
( A ) touros reprodutores;
( A ) aves poedeiras;
( B ) bois para engorda e corte;
( A ) vacas leiteiras.
• Imobilizado → animais de serviço são bens de uso da empresa;,touros reprodutores
são autênticas máquinas de produzir sêmen ou boizinhos; aves poedeiras são
autênticas máquinas de produzir ovos; vacas leiteiras são autênticas máquinas de
produzir leite. Note que o sêmen, os ovos e o leite, se estocados, constituem Ativo
Circulante, pois se destinam à venda;
o que constitui Imobilizado, pois não podem
ser vendidos, são os animais produtores do sêmen, dos ovos e do leite.
• Investimentos → terras arrendadas a colonos → destinam-se a produzir renda.
•
Circulante/Realizável
a
Longo
Prazo
→
bois
para
engorda
e
corte
→
serão,
futuramente, vendidos para ter sua carne comercializada.
8. Correlação incorreta quanto à classificação das benfeitorias:
a)
b)
c)
d)
e)
Em imóveis de uso, próprios → Imobilizado
Em imóveis destinados à venda → Ativo Circulante/Realizável a Longo Prazo
Em imóveis locados para terceiros → Investimentos
Em imóveis de terceiros, usados nas atividades → Investimentos
Em imóveis próprios a serem utilizados futuramente → Imobilizado
Embora o assunto seja controverso, como se trata de uma despesa feita para gerar
receitas futuras (e não de um bem ou de um direito da empresa), as benfeitorias em
imóveis de terceiros são classificadas mais adequadamente no Diferido (embora muitos
autores determinem, sob certas circunstâncias, a sua classificação no Imobilizado).
9. Faça a correlação:
A. Amortização.
( D ) Bens de uso corpóreos.
D. Depreciação.
( E ) Direitos de exploração.
E. Exaustão.
( A ) Bens de uso imateriais.
( A ) Ativo diferido.
10. Analise as seguintes afirmações:
TESTES
I.
As despesas rotineiras, quando pagas antecipadamente, geram para a
empresa um autêntico direito, e, por isso, devem ser classificadas no
Ativo Circulante
II. A aplicação de recursos na aquisição de linhas telefônicas deve ser
classificada no subgrupo Investimentos.
III. As despesas que vão provocar receitas em vários exercícios subseqüentes
devem ser classificadas no Diferido e amortizadas periodicamente.
• Estão corretas as afirmações:
a. I e II
b. I e III
c. só a II
d. II e III
e. só a III
TESTES
CAPÍTULO 4 – BALANÇO PATRIMONIAL GABARITO
1. Assinale a alternativa em que não há correlação entre todos os termos
agrupados:
a. Fornecedores, Obrigações, Impostos a Recolher;
b. Reservas, Lucros Acumulados, Lucros Antecipados ;
c. Estoques, Disponibilidades Monetárias, Ativo Circulante;
d. Lucros
a
Apropriar,
Receita
Diferida
Líquida,
Resultados
de
Exercícios
Futuros.
e. Provisão para Imposto de Renda, Contribuições a Recolher, Provisão para
Férias
Reservas e Lucros Acumulados integram o Patrimônio Líquido; Lucros Antecipados deve
ser classificado como Resultados de Exercícios Futuros.
2. Uma empresa adquiriu, a prazo, uma perua para entrega de mercadorias aos
clientes. O registro contábil da operação provocou:
a) aumento do Imobilizado e redução do Ativo Circulante;
b) aumento do Intangível e aumento do Passivo Circulante;
c) aumento do Imobilizado e aumento do Patrimônio Líquido;
d) aumento simultâneo do Imobilizado e do Ativo Circulante;
e) aumento do Imobilizado e aumento do Passivo Circulante.
Aumento do Imobilizado pela entrada do veículo; aumento do Passivo Circulante pelo
registro da obrigação de pagamento futuro.
3. Indique a afirmação verdadeira:
a) Os empréstimos feitos a firmas coligadas, vencíveis no prazo de 6 meses
(da data do balanço), devem ser classificados no Ativo Circulante.
b) A aquisição, pela empresa, de suas próprias ações deve ser registrada no
subgrupo Investimentos.
c) O saldo credor da conta corrente de ICMS indica uma obrigação da
empresa e, como tal, é classificado no Passivo Circulante.
d) A conta Seguros a Vencer tem saldo
credor e, como tal,
classificada no Passivo Circulante.
e) Provisão para Dividendos é uma conta retificadora do Ativo.
a) devem ser classificados no Realizável a Longo Prazo;
b) deve ser registrada como dedução de subgrupo do Patrimônio Líquido;
d) tem saldo devedor e, como tal, deve ser classificada no Ativo Circulante;
e) trata-se de uma provisão para pagamento, ou seja, uma obrigação.
deve
ser
TESTES
4. A venda, a vista, por $ 500 de uma máquina que custou $ 400, provocou:
a. Aumento de $ 100 no Ativo e no Patrimônio Líquido
b. Redução de $ 400 no Ativo e aumento de $ 500 no Patrimônio Líquido
c. Aumento de $ 100 no Ativo e redução de $ 100 no Patrimônio Líquido
d. Aumento de $ 100 no Ativo Circulante e no Patrimônio Líquido
e. Aumento de $ 500 no Ativo Circulante e no Patrimônio Líquido
Há um aumento líquido do Ativo de $ 100 (aumento do saldo de caixa em $ 500 e
redução do Imobilizado em $ 400); Esse aumento líquido do Ativo corresponde a um
ganho da empresa que vai se refletir em aumento do Patrimônio Líquido.
5. Faça a correlação:
A. Reservas de Lucros
B. Reservas de Capital
C. Ajustes de Avaliação Patrimonial
( B ) ágio na emissão de ações;
( A ) reserva para aumento de capital;
( B ) produto da alienação de partes beneficiárias;
( C ) ajuste do Ativo a preços de mercado;
( A ) reserva para planos de investimento;
( A ) reservas estatutárias.
6 . A compra de um caminhão por $ 90.000, 1/3 à vista e 2/3 a prazo:
a. provocou aumento de $ 90.000 no total do Ativo
b. provocou aumento de $ 90.000 no Patrimônio Líquido
c. provocou aumento de $ 60.000 no total do Ativo
d. provocou aumento de $ 30.000 no Ativo Imobilizado
e. provocou aumento de $ 30.000 no Passivo Circulante
Variação do Ativo (+ $ 60.000): aumento de Veículos ($ 90.000) e redução das
disponibilidades ($ 30.000)
7. A firma XPTO apresentava no seu balanço patrimonial:
• Capital social subscrito......: $ 300.000
• Capital a integralizar..........: $
80.000
• Reserva Legal....................: $
40.000
• Reserva para Contingências: $
20.000
• Prejuízos acumulados........... $
14.000
• Ações em Tesouraria............ $
5.000
O Patrimônio Líquido, nesse Balanço, totalizava:
a. $ 421.000
TESTES
b. $ 431.000
c. $ 271.000
d. $ 261.000
e. $ 241.000
Patrimônio Líquido = 300.000 – 80.000 + 40.000 + 20.000 – 14.000 – 5.000 = $
261.000
8. Uma outra empresa apresentou, em 31.12.08, um patrimônio líquido de $ 800.
Durante o mês de janeiro de 2009, realizou as seguintes operações:
• compra de mercadorias, a vista, no valor de $ 200
• venda dessas mesmas mercadorias, por $ 290, a prazo
• pagamento de uma duplicata, no valor de $ 150, com juros de 20%.
• recebimento de uma duplicata, no valor de $ 100, com desconto de 20%.
• contabilização dos salários de janeiro, no valor de $ 300, a serem pagos no
dia 10.02.09
– O patrimônio líquido, em 31 de janeiro de 09, passou a ser:
a. $ 540
b. $ 840
c. $ 750
d. $ 580
e. $ 830
•
•
•
•
•
•
Saldo inicial do Patrimônio Líquido................ $ 800
Lucro na venda de mercadorias (290 – 200).... + $ 90
Pagamento de juros (20% sobre $ 150)........... – $ 30
Desconto concedido (20% sobre $ 100)........... – $ 20
Contabilização dos salários de janeiro............. – $ 300
Saldo final do mês de janeiro..........................
$ 540
9. A Disque-Pizza comprou, por $ 5.000, uma moto para entrega de pizzas aos clientes,
pagando, no ato da compra, $ 2.000, em cheque, e ficando de pagar o restante
após 3 meses. No ato da compra
a. ocorreu um aumento de $ 5.000 no total do Ativo;
b. ocorreu uma redução de $ 5.000 no Ativo Circulante;
c. ocorreu uma redução de $ 2.000 no Patrimônio Líquido;
d. não ocorreu nenhuma alteração no seu Patrimônio Líquido;
e. não ocorreu nenhuma alteração no seu saldo bancário.
a. aumento do Ativo: + 5.000 (veículos) – 2.000 (saldo bancário) = + $ 3.000;
TESTES
b. redução do Ativo Circulante: 2.000 (saldo bancário);
c/d. como não houve nenhum ganho (receita) e nenhuma perda (despesa) o Patrimônio
Líquido não se alterou;
e. redução do Ativo Circulante: 2.000 (saldo bancário);
10. Operação que provoca,
aumento de igual valor no Ativo Circulante e no
Patrimônio Líquido:
a. Pagamento de uma duplicata, com juros
b. Recebimento de uma duplicata, com juros
c. Recebimento de uma duplicata, com desconto
d. Compra de mercadorias, a prazo
e. Recebimento de uma receita
O ativo circulante aumenta pela entrada do dinheiro (ou do cheque) e o PL aumenta
por tratar-se de uma receita.
11.
A Cia. Morada do Sol apresentava, em 10.08 a seguinte situação patrimonial:
A T I V O
$
P A SS I V O
$
• CIRCULANTE
25.000 • CIRCULANTE
19.000
• PERMANENTE
30.000 • PATRIMÔNIO LÍQUIDO
36.000
NO
DIA SEGUINTE
(11.08)
OCORREU O REGISTRO DE UMA OPERAÇÃO E A SITUAÇÃO PATRIMONIAL
PASSOU A SER :
A T I V O

$
P A SS I V O
$
• CIRCULANTE
22.000 • CIRCULANTE
15.000
• PERMANENTE
30.000 • PATRIMÔNIO LÍQUIDO
37.000
A OPERAÇÃO REGISTRADA FOI :
a. Recebimento de uma duplicata de $ 4.000, com desconto de $ 1.000
b. Recebimento de uma duplicata de $ 4.000, com juros de $ 1.000
c. Pagamento de dívidas no valor de $ 4.000, com juros de $ 1.000
d. Pagamento de dívidas no valor de $ 3.000, com juros de $ 1.000
e. Pagamento de dívidas no valor de $ 4.000, com desconto de $
1.000
O Passivo Circulante diminuiu de $ 19.000 para $ 15.000 o que é caracterizado pelo
pagamento de uma dívida no valor de $ 4.000; o aumento do Patrimônio Líquido de $
36.000 para $ 37.000 caracteriza um ganho de $ 1.000 representado, nesta operação,
pelo desconto obtido no pagamento da dívida.
12. Faça a correlação das provisões com os itens a que se referem:
A. Amortização
TESTES
B. Créditos de Liquidação Duvidosa
C. Provisão para Contribuição Social
C. Perdas em Investimentos
D. Ajuste de Estoques
( B ) Débitos de clientes
( C ) Participações de natureza permanente
( D ) Matérias primas
( C ) Obrigações
( A ) Bens de uso intangíveis
TESTES
CAPÍTULO 5 – D.R.E. - GABARITO
1. Faça a correlação:
A. Receita Bruta
B. Lucro Antes do Imposto de Renda
C. Lucro Bruto
D. Lucro Operacional
E. Receita Líquida
F. Lucro Líquido
( D ) resultado das atividades principais e acessórias
( F ) lucro a ser retirado ou reinvestido
( A ) faturamento total do ano
( B ) valor-base para o cálculo das participações de terceiros
( E ) receita efetiva do período
( C ) receita líquida — CMV
2. Faça a correlação:
A. Despesas operacionais
B. Despesas extra-operacionais
C. Participação de terceiros no resultado
D. Deduções da receita bruta
( B ) prejuízo na alienação de investimentos;
( A ) despesas financeiras líquidas;
( D ) devoluções de vendas;
( C ) contribuições para clubes de empregados;
( C ) provisão para contribuição social;
( A ) provisão para ajuste de estoques.
3. Não influi na apuração do resultado líquido do período:
a. dividendos recebidos
b. provisão para perdas em investimentos
c. lucro na alienação de participações classificadas como Investimentos
d. provisão para contribuição social
e. dividendos distribuídos
A distribuição de dividendos é feita após a apuração do resultado líquido e
movimentação da conta de “lucros acumulados” (aparece, pois,
influi
na Demonstração dos
Lucros ou Prejuízos Acumulados ou na Demonstração das Mutações do Patrimônio
Líquido)
4. Dados extraídos de uma Demonstração do Resultado do Exercício:
TESTES
• Custo da receita líquida............. $ 2.200
• Lucro bruto............................... $ 1.000
• Deduções da receita bruta......... $
600
- Valor da Receita bruta:
a. $ 1.800
b. $ 3.200
c. $ 3.800
d. $ 2.600
1.600
Receita Líquida = LB + CRL = $ 1.000 + $ 2.200 = $ 3.200
Receita Bruta = Receita Líquida + Deduções = $ 3.200 + $ 600 = $ 3.800
5. • Receita
$ 6.000
bruta...........................
• Baixa de bens de
$
200
uso...............
• Despesas
$ 1.900
operacionais............
• Aluguéis
$
150
recebidos.................
• Custo da Receita
$ 3.000
Líquida.........
• Cancelamento de
$
280
$
300
Vendas.........
• Provisão para imposto de
renda
- Afirmação FALSA:
a.
b.
c.
d.
e.
Receita Líquida = $ 5.720
Lucro Bruto = $ 2.720
Lucro Operacional = $ 770
Lucro Antes do Imposto de Renda = $ 770
Lucro Líquido = $ 470
Receita Bruta.........................................
(–) Cancelamento de Vendas..................
$ 6.000
$
= Receita Líquida..................................
280
$ 5.720
(–) Custo da Receita Líquida.................. $ 3.000
= Lucro Bruto....................................... $ 2.720
(+) Aluguéis Recebidos........................
$
150
(–) Despesas Operacionais...................
$ 1.900
= Lucro Operacional...........................
$
970
(–) Despesas não Operacionais............
$
200
= Lucro antes do Imposto de Renda......
$
770
e. $
TESTES
(–) Provisão para Imposto de Renda....
$
= Lucro Líquido...................................
6.
300
$
470
I. O pagamento em dezembro de x1, de uma despesa relativa a janeiro de
x2, não afeta o resultado de x1.
II. A Receita bruta corresponde ao valor das vendas efetivamente realizadas
durante o exercício.
III. Os impostos incidentes sobre o faturamento aparecem na DRE como
despesas operacionais.
- São verdadeiras as afirmações:
a) I e II
b) só a I
c) só a II
d) II e III
e) I e III
I. A despesa em pauta irá afetar o exercício de x2.
II. O valor das vendas efetivamente realizadas corresponde à “receita líquida”.
III. Aparecem na DRE como “deduções da receita bruta”.
7.
• Vendas brutas.......................... $ 2.300
• Impostos sobre o faturamento.. $
• Lucro bruto ........................... . $
200
800
- Montante do Custo da Mercadoria Vendida:
a. $ 1.700
b. $ 3.300
c. $ 1.300
d. $
600
e. $ 1.500
Vendas brutas – impostos = vendas líquidas = 2.300 – 200 = $ 2.100
CMV = Vendas líquidas – lucro bruto = 2.100 – 800 = $ 1.300
8. A Cia. Aravidros apresentou, no encerramento do exercício, os seguintes
dados:
• Lucro bruto........................................................ $ 800
• Provisão para Imposto de Renda......................... $
25
• Provisão para devedores duvidosos..................... $
10
• Provisão para perdas em investimentos............... $
35
• Lucro na venda de móveis de uso........................
$
50
• Outras despesas operacionais.............................
$ 600
TESTES
• Bonificações recebidas.......................................$
40
• Abatimentos por avarias na mercadoria vendida $ 170
• Receita bruta de vendas.................................. $ 2.000
O custo da mercadoria vendida totalizou:
a. $ 1.200
b. $ 1.270
c. $ 1.800
d. $ 1.030
e. $ 1.670
Receita Bruta......................................... $ 2.000
(–) Abatimentos por avarias.................. $
170
= Receita Líquida................................ $ 1.830
(–) Custo da mercadoria vendida.......... $ 1.030 (*)
= Lucro Bruto..................................... $
800
(*) RL – CMV = LB; logo: RL – LB = CMV = 1.830 – 800 = $ 1.030
9. No mesmo caso da Cia. Aravidros (questão 8), o lucro operacional será de:
a. $ 130;
b. $ 230;
c. $ 190;
d. $ 220;
e. $ 150;
Lucro Bruto........................................... $
800
(-) Despesas com devedores duvidosos.... $
10
(-) Outras despesas operacionais...........
$
(+) Bonificações recebidas....................
$
600
40
= Lucro operacional............................
$
230
10. Ainda com base nos mesmos dados da questão 8, o lucro líquido será de:
a. $ 220;
b. $ 230;
c. $ 140;
d. $ 150;
e. $ 120.
Lucro operacional...................................
(+) Lucro na venda de móveis de uso.......
$
$
(–) Provisão para perdas em investimentos $
230
50
35
(–) Provisão para imposto de renda........... $
25
= Lucro Líquido........................................ $
220
TESTES
11. A XPTO apresentou em sua DRE:
• Lucro Bruto sobre Vendas................... 3.300
• Deduções da receita bruta...................
600
Sabendo-se que o custo da mercadoria vendida representa 40% da venda
(receita) líquida, pode-se afirmar que o total da venda (receita) bruta, no
período, foi de:
a. $ 2.700
b. $ 5.220
c. $ 5.500
d. $ 6.100
e. $ 3.900
Com. • Sabendo-se que: RL (100%) – CMV (40%) = LB, deduz-se que o lucro bruto é
igual a 60% da RL, permitindo armar a seguinte proporção:
RL → 100% → $ x
LB → 60% → $ 3.300
Logo, x = $ 5.500 = Receita Líquida
• Sabendo-se que: RL = RB – deduções, concluímos que: RB =
RL + deduções = 5.500 + 600 = $ 6.100
TESTES
CAPÍTULO 6 – D.L.P.A. - GABARITO
1. Faça a correlação:
(A)
Demonstração do
Resultado do Exercício
(B)
( B )
reversão de reservas
( B
) destina o lucro do exercício
( A
) reversão de provisões
Demonstração dos Lucros
( A
) dividendos recebidos
ou Prejuízos Acumulados
( B
) dividendos distribuídos
( A
) apura o lucro do exercício
2. Diga se a afirmação é falsa (F) ou verdadeira (V):
a. (
F
) As reservas de capital transitam pela Demonstração dos Lucros ou
Prejuízos Acumulados.
b. ( F ) A Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados evidencia a forma
como foi aumentado o Capital Social da empresa no período.
c. ( V ) A Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados complementa a
Demonstração do Resultado do Exercício.
a/b. A movimentação das contas de reservas de capital e da conta Capital aparecem na
Demonstração das mutações do patrimônio líquido.
3.
• Lucros acumulados (saldo inicial)................................................... $
000
• Reversão de reservas............................................................... .....
$
40
• Ajuste de despesas contabilizadas a menor em anos anteriores.....
$
• Prejuízo líquido do exercício.........................................................
80
–
O saldo final da conta Lucros Acumulados será:
a. $ 20
b. $
60
c. $ 100
d. $
60
e. $
80
• $ 000 + $ 40 – $ 20 – $ 80 = – $ 60
4. A. aumento de capital, com aproveitamento de Reservas de Capital
B. aumento de capital, com aproveitamento de Reservas de Lucros
C. participação de empregados e diretores, no lucro
D. aumento de capital, com aproveitamento de lucros.
E. participação dos sócios (ou acionistas), no lucro
20
$
TESTES
• Aparecem na Demonstração dos Lucros ou Prejuízos Acumulados
a. “ todas”
b. “ B, D, E”
c. “ D, E”
d. “B, D”
e. “C, D, E”
• Os itens A e B aparecem na Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido
• O item C aparece da Demonstração do Resultado do Exercício
TESTES
CAPÍTULO 7 – D.M.P.L. - gabarito
1. Faça a correlação:
A. aumenta o patrimônio líquido
( C
) transferência de reservas, para o
capital
( A ) integralização de capital em dinheiro
B. diminui o patrimônio líquido
( B ) distribuição de dividendos
(
C
)
transferência
de
lucros,
para
reservas
C. não altera o patrimônio líquido
( A ) entrada de reservas de capital
2. NÃO aparece na Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido:
a. lucro operacional do exercício
b. reservas de capital
c. destinação do lucro do exercício
d. variação da conta “capital realizado”
e. dividendos recebidos
Dividendos recebidos é conta representativa de receita operacional (aparece na DRE).
3. Em um dos itens abaixo, todas as contas integram o Patrimônio Líquido:
a. produto
da
alienação
de
partes
beneficiárias,
ajustes
de
avaliação
patrimonial, lucros a apropriar
b. reserva de lucros a realizar, capital realizado, produto da alienação
de bônus de subscrição
c. reserva legal, prejuízos acumulados, provisão para créditos de liquidação
duvidosa
d. reserva para contingências, capital a realizar, debêntures a resgatar
e. lucros acumulados, reservas de lucros, lucros diferidos
a/e.Lucros a Apropriar e Lucros Diferidos integram o grupo Resultados de
Exercícios
Futuros.
c. Provisão para créditos de liquidação duvidosa é verba retificativa do Ativo.
d. Debêntures a resgatar é uma verba representativa de uma obrigação classificável no
Passivo Circulante/ELP.
------------------------Uma certa firma apresentou em sua demonstração das mutações do patrimônio
líquido as seguintes variações ocorridas durante o exercício:
• aumento de capital em dinheiro...................................................... $
190
TESTES
• transferência de lucros para reservas..................................... ........ $
35
• ajuste de depreciação contabilizada a maior em anos anteriores...... $
40
• dividendos obrigatórios............................. .................................... $
50
• aumento de capital com aproveitamento de lucros........................... $
60
• prejuízo líquido do exercício.......................................................... $
80
• reversão de reserva para aumento de capital.................................... $
15
• produto da alienação de partes beneficiárias.................................... $
100
As questões de nºs. 4 e 5, deverão ser respondidas com base nesses dados.
4. Sabendo-se que o montante inicial do patrimônio líquido era de $ 300,
podemos afirmar que o montante final atingiu a soma de:
a. $ 400
b. $ 500
c. $ 320
d. $ 515
e. $ 645
Patrimônio Líquido inicial.................................... $ 300
+ Aumento de capital em dinheiro......................... $ 190
+ Ajuste de depreciação contabilizada a maior..... $ 40
– Dividendos distribuídos.................................... $ 50
– Prejuízo líquido do exercício............................ $ 80
+ Produto da alienação de partes beneficiárias . $ 100
= Patrimônio líquido final................................
$ 500
5. A conta “capital realizado” aumentou em:
a. $ 190
b. $ 265
c. $ 250
d. $ 235
e. $ 200
$ 190 + $ 60 = $ 250
6. Todas as afirmações a seguir são falsas, exceto:
a. o prejuízo ocorrido no exercício não afeta a capacidade operacional da
empresa
TESTES
b. todas as mutações que provocarem aumento do patrimônio líquido também
provocarão aumento da capacidade operacional da empresa
c. os ajustes de exercícios anteriores afetam a capacidade operacional da
empresa
d. os ajustes a valor presente aumentam o patrimônio líquido e a capacidade
operacional da empresa
e. a entrada de reservas de capital aumenta o patrimônio líquido e a
capacidade operacional da empresa
TESTES
CAPÍTULO 8 – D.O.A.R. - GABARITO
1. Uma empresa apresentou os seguintes dados, em dois exercícios sucessivos:
3 1 /1 2 /x1 31 /1 2 /x0
• Ativo
31 0
2 80
19 0
1 80
C ir culante .. ... .. ... .. .. ... .. ... .. .. ... .. ... .. .. .
•
Passivo
C ir culante .. ... .. ... .. .. ... .. ... .. .. ... .. ... .
A variação do Ativo Circulante Líquido foi de:
a) + 100
b) + 40
c) + 20
d) – 40
e) – 20
31/12/x1
31/12/x0
+ / –
• Ativo Circulante..............
310
280
+ 30
• (–) Passivo Circulante.....
190
180
+ 10
• Ativo Circulante Líquido..
+ 120
+ 100
+ 20
2. Influi na Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos:
a) Venda de mercadorias, à vista.
b) Compra de mercadorias, a prazo.
c) Pagamento de duplicatas.
d) Venda de bens de uso, à vista.
e) Desconto de duplicatas.
Os demais itens referem-se a movimentação de valores dentro dos grupos circulantes
do ativo e do passivo.
3. Uma
outra companhia
apresentava,
na
Demonstração
do
Exercício de 31 de dezembro de x1, os seguintes dados:
L ucr o
2 40
br uto .... .. ... .. ... .. .. ... .. ... .. .. ... .. ... .. .. ... .. ... .. ..
(– )
pr o visão
par a
de ve do re s
5
duvido so s.. ... .. ... .. .. .
(– ) pr o visão par a Impo sto de
20
Re nda... .. ... .. ... .. .. ..
(– )
de pre ciação
do
15
em
7
per ío do ... ... .. .. ... .. ... .. .. ... .. ... ..
(– )
pr o visão
par a
pe r das
Resultado
do
TESTES
inve stime nto s. .. ... .. ..
(– )
pr o visão
par a
ajuste
de
8
Ativo
13
de spe sas
1 30
L ucro
42
esto que s.. ... .. ... .. .. ... .
(– )
baixa
de
be ns
do
Imo biliz ado .. .. ... .. ... .. ..
(– )
o utr as
o pe r acio nais.. .. .. ... .. ... .. .. ... ..
(= )
líquido ... .. ... .. .. ... .. ... .. .. ... .. ... .. .. ... .. ... .. .
O
montante
dos
recursos
gerados
pelo
resultado
do
exercício
influenciaram o Ativo Circulante Líquido é de:
a) $
42
b) $ 110
c) $
97
d) $
75
e) $
77
• lucro líquido do período............................ 42
+ depreciação do período...........................
15
+ provisão para perdas em investimentos....
7
+ baixa de bens do ativo imobilizado.......... 13
$ 77
4. O valor do ativo circulante líquido pode ser obtido pela fórmula:
a. ativo circulante + passivo circulante;
b. ativo circulante – ativo não circulante;
c. ativo circulante – passivo não circulante;
d. passivo não circulante – ativo não circulante;
e. ativo não circulante – passivo não circulante.
Ou pela fórmula mais comum: ativo circulante – passivo circulante
5. I. aumento do ativo não-circulante;
II. aumento do passivo não-circulante;
III. diminuição do ativo não-circulante;
IV. diminuição do passivo não-circulante.
Representam “origens” de recursos:
e
que
TESTES
a. só a II;
b. só a III;
c. a II e a III;
d. a II e a IV;
e. a I e a III.
Os itens I e IV referem-se a “aplicações” de recursos
6. Constitui APLICAÇÃO de recursos para fins de ‘Doar’:
a.
alienação de participações em coligadas;
b.
compra de matérias-primas;
c.pagamento de dívidas a longo prazo;
d.
pagamento de dívidas a curto prazo;
e.
Aumento de capital com aproveitamento de reservas de lucros..
a. constitui origem de recursos
b./d. operações dentro do circulante: não aparecem na “doar”
e. o aumento de capital com aproveitamento de lucros ou de reservas não corresponde
à entrada de recursos, é uma simples transferência entre contas do PL.
7. Dado s e xtr aído s de um balanço le vantado e m 31 .1 2 .x1 :
• R ealiz áve l a lo ngo pr az o .... ... .. ... .. .. $
50
• Imo biliz ado . ... .. ... .. .. ... .. ... .. .. ... .. ... . $ 5 00
• Exigíve l a lo ngo pr az o .... ... .. ... .. .. ... $
12 0
• R esultado s de exe r cício s futur o s.... . $
40
• Patr imô nio líqu ido . ... .. ... .. .. ... .. ... .. .. $
70 0
O Ativo C ir culante L íquido er a, ne ssa data, de :
a.
$ 2 00
b.
$ 7 00
c.
$ 310
d.
$ 2 70
e . $ 32 0
(ELP+REF+PL) – (RLP+IMOBILIZADO) = (120+40+700) – (50+500) = $ 310
8. N ão re pre se nta ajuste do r esultado par a fins de de mo nstr ação das
o r ige ns e aplicaçõ e s de r e cur so s:
a. de pre ciação de be ns de uso tangíve is;
b.
pr o visão par a per das e m inve stime nto s ;
c.
amo r tiz ação de be ns de uso intang íve is;
d.
p r o v isã o pa r a c r éd ito s d e liq uid a ç ã o d uv id o sa ;
TESTES
e . amor tiz ação de de spe sas do ativo dife r ido .
Só representam ajuste do resultado as provisões retificativas do ativo não circulante.
9. Dado s par ciais de uma de mo nstr ação do re sultado do exe r cício :
• L ucro br uto so bre ve ndas.. .. ... .. .. .. $ 6 00
• De spe sas o pe r acio nais. ... .. ... .. .. ... . $ . 59 5
• Baixa de be ns de uso ..... .. .. ... .. ... .. $
50
• De pr e ciação de be ns de uso ..... . ... $
15
• L ucr o na ve nda de be ns de uso ... ... $
20
• Pr ejuíz o líqui do do e xe r cício .. ... .. . $
40
A pa r tir de sse s dado s, po de mo s dize r que o r e sultado ajustado ger o u:
a. or ige m de $ 45 ;
b. aplicação de $ 2 5 ;
c. aplicação de $ 5 ;
d. or ig em d e $ 25 ;
e . or ige m de $ 5 .
• prejuízo líquido do exercício..................... ( 40 )
• baixa de bens de uso.................................
50
• depreciação..............................................
15
+ $ 25 (origem)
10. Dado s par ciais de uma de mo nstr ação das or ige ns e aplicaçõ e s de
r e cur so s:
• Ativo circulante líquido no início de x1........ $ 18.000
• Ativo circulante líquido no final de x1.......... $ 16.500
• Total das origens de recursos em x1.............. $
3.200
• O total das aplicações de recursos em x1 foi de:
a. $ 1.500
b. $ 4.700
c. $ 3.200
d. $ 1.700
e. $ 16.500
Variação do ACL = Origem – Aplicação → desta fórmula deduz-se que:
Aplicação = Origem – variação do ACL = 3.200 – (– 1.500) = $ 4.700
TESTES
CAPÍTULO 9 - FLUXOS DE CAIXA
1. Os fluxos de caixa são segregados em:
a. débitos e créditos
b. operações, financiamentos e investimentos
c. resultado, ativo e passivo
d. entradas, saídas e financiamentos
e. financiamentos, saídas e investimentos
2. Correspondem a atividades de financiamento
a. aumentos do ativo não operacional
b. vendas de valores do ativo
c. aumentos do passivo não operacional
d. aumento das reservas estatutárias
e. reduções do ativo não operacional
Os itens “a”, “b” e “e” representam atividades de investimento.
No item d, o aumento das reservas de reavaliação não afeta o Caixa.
3. Os fluxos de caixa podem ser elaborados pelos métodos
a. direto e indireto
b. de caixa e de competência
c. patrimonial e de resultado
d. total e parcelado
e. das contas credoras e das contas devedoras
4. Uma das afirmações a seguir é verdadeira:
a. os fluxos de caixa obedecem o princípio da competência
b. os fluxos de caixa são obrigatórios para todo tipo de empresa
c. os
fluxos
de
caixa
indiretos
são
os
que
mostram
a
maioria
dos
recebimentos e pagamentos efetuados pela empresa
d. na mesma empresa, os fluxos de financiamentos e de investimentos
no
método
direto
são
idênticos
aos
apresentados
no
método
indireto
e. sempre que a empresa tiver um lucro expressivo deverá ter, também um
elevado saldo de caixa
a. obedecem o regime de caixa;
b. são obrigatórios somente para as companhias de capital aberto (lei 11.638/07);
c. a maioria dos pagamentos e recebimentos é mostrada pelo fluxo direto;
TESTES
e. no lucro líquido estão contidas despesas que não representam saída de caixa, bem
como receitas que não representam entrada de caixa; além de despesas e receitas cujo
pagamento foi diferido ou antecipado;
5. Uma
demonstração
dos
fluxos
de
caixa
elaborada
pelo
método
direto
apresentou:
• Recebimento de vendas.............................................. $ 1.300
• Pagamento de compras.............................................. $
800
• Pagamento de juros sobre financiamentos................... $
200
• Pagamento de dividendos aos acionistas..................... $
110
• Resultado negativo da equivalência patrimonial.......... $
80
• Pagamento de despesas mercantis e administrativas.... $
340
O fluxo líquido gerado pelas atividades operacionais será de:
a. + $ 160
b. – $
40
c. – $ 230
d. + $
80
e. + $
50
• Recebimento de Vendas................................. 1.300
• Pagamento de Compras................................ ( 800)
• Pagamento de Despesas administrativas.......
(340)
$ 160
6. Uma empresa mercantil apresentou no final do ano de x1, os seguintes dados:
• custo da mercadoria vendida................ $ 450
• estoque em 1º.01.x1............................ $ 110
• estoque em 31.12.x1............................ $ 150
O valor das compras, em x2, totalizou:
a. $ 450
b. $ 600
c. $ 410
d. $ 580
e. $ 490
Com. Compras = CMV + EF – EI = 450 + 150 – 110 = $ 490
7. Na
montagem
dos
fluxos
de
caixa
são
consideradas
financiamento:
a. aquisição de ações de empresas coligadas ou controladas
b. aumento de capital com a utilização de lucros
atividades
de
TESTES
c. pagamento de dividendos aos acionistas
d. recebimento
de
dividendos
por
participações
em
coligadas
ou
controladas
e. venda de mercadorias, à vista
a. corresponde a uma atividade de investimento
b. não influi no saldo de Caixa
d. corresponde a uma atividade operacional
e. corresponde a uma atividade operacional
8. Outra demonstração dos fluxos de caixa, elaborada pelo método indireto
apresentou em final de exercício:
• Prejuízo líquido.............................................................
$ 120
• Provisões retificativas do Ativo......................................
$
80
• Variação das verbas do ativo circulante operacional....... + $ 210
• Variação das verbas do passivo circulante operacional... + $ 175
• Baixa de bens do ativo imobilizado.................................
$
90
O valor líquido do fluxo de caixa operacional foi de:
a. - $ 120
b. - $
c. + $
40
50
d. + $ 100
e. + $
15
• Prejuízo líquido............................................................ (120)
• Provisões retificativas do Ativo....................................
80
• Variação das verbas do ativo circulante operacional... (210)
• Variação das verbas do passivo circulante operacional
175
• Baixa de bens do ativo imobilizado..............................
90
+ 15
9. A Cia. “Z” apresentou em relação ao ano de x1:
• integralização de capital em dinheiro............................. $ 250
• produto da alienação de bônus de subscrição................. $ 120
• alienação de participação em coligadas........................... $ 100
• pagamento de despesas administrativas.......................... $
• pagamento de juros por empréstimos bancários.............. $
80
40
• recebimento de vendas................................................... $ 310
• pagamento de compras de mercadorias........................... $ 200
• aquisição (à vista) de móveis e utensílios....................... $ 280
O fluxo líquido de caixa proveniente das “operações” foi de:
a. $
70
TESTES
b. $ 280
c. $ 230
d. $
30
e. $ 190
• Recebimento de vendas.............................. 310
• Pagamento de compras............................. (200)
• Pagamento de despesas administrativas.... ( 80) + $ 30
Obs. O pagamento de juros vai constar como atividade de financiamento
10. No mesmo caso do item anterior, o fluxo líquido de caixa proveniente dos
“financiamentos” foi de:
a.
$ 370
b. $ 330
c. $ 130
d. $ 470
e. $ 750
• Integralização de capital em dinheiro............... 250
• Recebimento de ágio de debêntures................... 120
• Pagamento de juros por empréstimos bancários (40) $ + 330
11. Ainda no caso da Cia. “Z” (questão 9), o fluxo líquido gerado pelas atividades
de investimento foi de:
a. – $ 280
e.
b.
–
$ 80
c.
– $ 180
d.
$ 180
$ 380
• Alienação de participações em coligadas...............
100
• Aquisição de móveis e utensílios............................ (280) – $ 180
TESTES
CAPÍTULO 10 – VALOR ADICIONADO
1. O “valor adicionado” de uma determinada empresa compreende:
a. a somatória de todos os insumos consumidos no processo de produção;
b.
o lucro líquido resultante das operações sociais;
c.
o total da receita de vendas deduzidos os insumos;
d.
a somatória de todos os gastos intermediários;
e.
a somatória do custo da produção e das despesas operacionais.
2. Todos os custos originários de outras empresas que são incluídos no preço de
venda da empresa produtora, são chamados, nesta última, de:
a. custo do produto vendido;
b.
insumos;
c.
valor adicionado ou valor agregado;
d.
produto interno bruto;
e. custos fixos de produção.
-----------------------------As questões 3 a 7 foram extraídas da demonstração do resultado apresentada a
seguir:
• Receita bruta de vendas............................... $ 78.000,00
(–) Devoluções e cancelamentos de vendas..... $ 12.000,00
(–) Impostos incidentes sobre vendas.............. $ 16.000,00
(=) Receita líquida de vendas.......................... $ 50.000,00
(–) Custo das mercadorias vendidas................ $ 20.000,00
(+) Dividendos e juros recebidos.................... $ 7.000,00
(–) Depreciação do período............................. $ 5.000,00
(–) Contas de serviços públicos....................... $ 2.000,00
(–) Despesas de salários e encargos................ $ 10.000,00
(–) Fretes pagos a empresas de transporte....... $ 3.000,00
(–) Aluguéis pagos a pessoas físicas................ $ 6.000,00
(=) Lucro líquido do exercício........................ $ 11.000,00
------------------------3. O valor dos ‘insumos’ absorvidos por essa empresa totaliza:
a. $ 41 mil
b.
$ 46 mil
c.
$ 31 mil
d.
$ 25 mil
e. $ 20 mil
• Custo da mercadoria vendida........................... 20.000
TESTES
• Contas de serviços públicos..............................
2.000
• Fretes pagos a empresas de transporte..............
3.000
$ 25.000
4. O montante da “remuneração de fatores” é de;
a. $ 27 mil
b. $ 34 mil
c.
$ 29 mil
d. $ 32 mil
e. $ 30 mil
• Despesas de salários e encargos........................ 10.000
• Aluguéis pagos a pessoas físicas........................
• Pagamento de juros por empréstimos bancários
6.000
11.000
$ 27.000
5. No demonstrativo do valor adicionado o total das receitas é de:
a. $ 78.000
b. $ 50.000
c. $ 66.000
d. $ 62.000
e. $ 73.000
• Receita bruta de Vendas.........
78.000
• Devoluções e cancelamentos.. (12.000)
$ 66.000
ou
• Receita líquida de Vendas......
• Impostos sobre Vendas..........
50.000
16.000 $ 66.000
6. O montante do “valor adicionado bruto” é de:
a. $ 25 mil
b. $ 41 mil
c. $ 37 mil
d. $ 46 mil
e. $ 48 mil
• Total das receitas (item 5).............. 66.000
• (–) Insumos (item 3)....................... 25.000 $ 41.000
7. O montante do valor adicionado total a distribuir é de:
a. $ 41 mil
b. $ 78 mil
c.
$ 48 mil
d.
$ 66 mil
TESTES
e. $ 57 mil
• Valor Adicionado Bruto................................. 41.000
• + Dividendos e juros recebidos...................... 7.000
$ 48.000
8. O PIB de um país corresponde à somatória de:
a. todos os custos de produção dos bens e serviços produzidos;
b. todos os insumos absorvidos no processo de produção de todos os bens e
serviços;
c. todos os valores agregados no processo de produção de bens e
serviços;
d. todos os bens e serviços de consumo intermediário, mais a somatória de
todos os valores adicionados no processo de produção;
e. todos os impostos e demais rendimentos auferidos pelo governo.
9. (Receita líquida de vendas + Impostos indiretos) – Insumos
Essa fórmula nos indica:
a. Valor agregado líquido
b. Produto Interno bruto a custo de fatores
c. Insumos adquiridos de terceiros
d. Lucro bruto
e. Valor agregado bruto a preços de mercado
a. {(receita líquida de vendas + impostos indiretos) – (insumos)} –
depreciação
b. receita líquida de vendas – insumos
c. cmv e outros custos gerados em outras empresas
d. receita líquida de vendas – cmv
10. Todas as assertivas estão corretas, exceto:
a. a matéria-prima absorvida no processo de produção é considerada um
“insumo”;
b. As receitas recebidas de outras entidades jurídicas deverão aparecer na
DVA como “valor adicionado recebido em transferência”;
c.
as
perdas
não-operacionais
devem
ser
consideradas
como
“insumos”;
d. as receitas recebidas de terceiros só influi no cálculo do “valor adicionado
total a distribuir”;
e. os impostos diretos não devem ser incluídos no cálculo do “valor
adicionado.
As perdas não operacionais devem ser consideradas como “ajuste da receita total”.
TESTES
TESTES
CAPÍTULO 11 - ANÁLISE
1. Afirmação falsa
a.
Os índices-padrões permitem comparar a situação da empresa analisada
com outras do mesmo ramo.
b. A rentabilidade é um aspecto estático da análise de balanços.
c.
O
Balanço
Patrimonial
e
a
Demonstração
do
Resultado
são
peças
indispensáveis em uma análise.
d.
O exame individual das verbas do balanço é providência essencial para o
sucesso da análise.
e.
As despesas pagas antecipadamente devem ser consideradas “direitos” da
empresa em relação ao recebedor do adiantamento.
b. A rentabilidade é um aspecto dinâmico da análise de balanços, ou seja, demonstra a
movimentação ocorrida em um determinado período.
2. Demonstração que não reflete a movimentação ocorrida no exercício:
a. Balanço Patrimonial
b. Demonstração do Resultado do Exercício
c. Demonstração das Origens e Aplicações de Recursos
d. Demonstração dos Fluxos de Caixa
e. Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido
a. O Balanço Patrimonial é uma representação estática do patrimônio da empresa, ou
seja, retrata a situação em uma determinada data.
3. Sobre os métodos de análise é correto afirmar que
a. O método da subtração apresenta resultados mais expressivos do que o
método dos quocientes.
b. A análise horizontal consiste na comparação de uma verba com o total do
seu grupo ou com o total do demonstrativo.
c.
A análise vertical permite conhecer a evolução percentual de uma verba
ou de um grupo de verbas.
d.
O método dos quocientes nos permite conhecer a expressão
percentual de um grupo de valores em relação ao total do qual
faz parte.
e.
Através
da
análise
horizontal
podemos
determinar
contribuíram para a variação do resultado operacional.
a. Ocorre justamente o contrário.
b.,e. Referem-se à análise vertical.
c. Refere-se à análise horizontal.
os
fatores
que
TESTES
d. Isso ocorre quando a comparação envolve a “parte” como denoninador e o ”tota”
como denominador.
4. Para fins de análise:
a) Ao
contrário
descontadas
do
que
deve
determina
retornar
a
ao
lei
6.404,
grupo
a
verba
Passivo
duplicatas
Circulante
e,
conseqüentemente, ficar sem efeito sua dedução do Ativo Circulante.
b) A verba constante no demonstrativo somente deve ser questionada se
representar um valor expressivo.
c) Na maioria dos casos, os depósitos judiciais são valores de realização
incerta e devem ser considerados Ativo fictício e deduzidos do grupo
patrimônio líquido.
TESTES
CAPÍTULO 12 – AN. HORIZONTAL E VERTICAL
1. I. Análise Horizontal
II. Análise Vertical
( II
) Compara o valor da verba com o total do Ativo ou do grupo a que
pertence
(
I ) Compara o valor da verba no último ano com o valor da mesma verba
no ano anterior
( II ) Apresenta resultados relativos
( I
) O valor do resultado deve ser subtraído de 100
( II ) Permite analisar a estrutura dos capitais da empresa
( II ) Permite analisar as causas da variação da margem de lucro da
empresa
2.
A C ia. CB A apre se ntava no Ativo de se u Balanço Patr imo nial :
ATIVO
31.12.x1
$ mil
31.12.x0
% Ativo
$ mil
% Ativo
anobase
= 100
• CIRCULANTE
660
31,7
430
29,1
137
• REALIZÁVEL A LONGO PRAZO
110
5,3
320
21,6
34
1.310
63,0
730
49,3
179
2.080
100
1.480
100
141
• PERMANENTE
(total do Ativo)
C o m base ne ssa análise hor iz o ntal/ve r tica l só nã o se po de afir mar
que :
a.
b.
aume ntar am as aplicaçõ e s no ativo per mane nte .
c.
o Ativo circulante teve um aumento em termos absolutos de
dimin uir am as aplicaçõ e s no r e aliz áve l a lo ngo pr azo
137%
d.
o to tal do Ativo aume nto u em 41 %
e. ve m aplicando mais no não cir culante do que no cir culante
a. aumentaram de 49,3% para 63,0%;
b. diminuíram de 21,6% para 5,3%;
c. o Ativo circulante teve um aumento em termos absolutos de 37% (137–100);
d. o total do Ativo aumentou de 100% para 141%;
e. aplicou 68,3% no ativo não circulante e 31,7% no circulante.
3. A Cia. CBA apresentava na análise vertical de sua Demonstração do Resul tado
do Exercício:
DEMONSTRAÇÃO
31.12.x2
31.12.x1
TESTES
DO RESULTADO DO EXERCÍCIO
•Receita operacional líquida
(–) Custo dos produtos vendidos
= Lucro bruto
•Receitas financeiras líquidas
•Despesas administrativas e
mercantis
•Outras despesas operacionais
= Lucro/prejuízo operacional
$ mil
%
Vendas
$ mil
%
Vendas
28.716
– 23.013
5.703
2.897
– 9.169
100%
– 80,1
19,9
10,1
– 31,9
26.452
– 20.592
5.860
5.386
– 8.626
100%
– 77,8
22,2
20,4
– 32,6
– 0,9
– 2,8
– 212
+ 2.408
– 0,8
+ 9,1
– 252
– 821
Com base nessa análise horizontal/vertical a afirmativa correta é:
a. A margem de lucro foi reduzida em 6,3 pontos percentuais.
b.
O principal fator responsável pela redução da margem de lucro foi o
aumento do custo dos produtos vendidos.
c.
O principal fator responsável pela redução da margem de lucro foi a
redução percentual do resultado operacional.
d.
A margem de lucro foi reduzida em 11,9 pontos percentuais.
e. O principal fator responsável pela redução da margem de lucro foi o
grande volume de despesas administrativas e mercantis.
a./d. A margem de lucro foi reduzida em 11,9 pp (de + 9,1 para – 2,8).
b./c./e. O principal fator responsável pela redução da margem de lucro foram as
receitas financeiras líquidas que caíram de 20,4% para 10,1%;
TESTES
CAPÍTULO 13 – ÍNDICES DE ESTRUTURA
1 Faça a correlação:
.
1. Grau
de
imobilização
do
A. Permite deduzir que proporção do Ativo está
sendo
Ativo.
financiada
por
recursos
de
terceiros.
2. Grau de imobilização
B. Permite deduzir a existência ou não de
do Capital próprio.
capital de giro próprio.
C. Permite deduzir a proporção de recursos
3. Capital próprio/Ativo.
aplicados no giro dos negócios.
a) 1A, 2B, 3C.
b) 1B, 2C, 3A.
c) 1C, 2A, 3B.
d) 1B, 2A, 3C.
e) 1C, 2B, 3A.
2 Correlacione:
.
A. Giro dos negócios
B. Aplicações não circulantes
(
A
) Bens de comércio.
(
B
) Bens de uso.
(
B
)
Participações
em
coligadas
ou
controladas.
(
A
) Créditos concedidos aos clientes.
(
B
) Bens destinados à renda.
(
B
) Despesas pré-operacionais.
3. Diga se é falsa (F) ou verdadeira (V) cada uma das afirmações a seguir:
( V )
Compra, venda, recebimento e pagamento caracterizam o giro dos
negócios de uma empresa mercantil.
( F ) As empresas comerciais têm mais necessidade de capital próprio do que as
industriais.
( V ) Os financiamentos de terceiros para o Ativo Fixo liberam recursos próprios
para o giro.
TESTES
( V ) Um grau de imobilização de 0,80 pode ser considerado “normal” para as
empresas mercantis que vendam sob encomenda e somente à vista.
( F ) Do ponto de vista do credor, é interessante que a empresa utilize o máximo
possível de capital de terceiros e o mínimo de recursos próprios.
( F ) É justamente o contrário:
▪ as empresas industriais, pelo volume de aplicações em ativo fixo, exige maior
proporção de capital próprio;
▪ do ponto de vista do credor quanto maior a proporção de capital próprio maior a
garantia de retorno dos seus capitais.
4. Em um balanço que apresente:
• Capital integralizado........ $ 60.000
• Reservas diversas............ $ 26.000
• Prejuízo acumulado..........$ 102.000
Podemos deduzir a existência de:
a. Passivo a descoberto de $ 16.000.
b. Patrimônio Líquido de $ 16.000.
c. Patrimônio Líquido de $ 86.000.
d. Passivo a descoberto de $ 102.000.
e. Patrimônio Líquido de $ 188.000
Patrimônio Líquido: 60.000 + 26.000 – 102.000 = – 16.000
5. A relação “capital próprio” ÷ “ativo total” de 0,35 só não revela que:
a. 35% do capital próprio está financiando o Ativo
b. Existe $ 1,00 de Ativo para garantir cada $ 65 centavos de recursos de
terceiros
c. 65% do Ativo está sendo financiado por capitais alheios
d. O grau de endividamento do Ativo da empresa é de 65%
e. A empresa usa mais capital alheio do que capital próprio para financiar o
Ativo
a. O correto é: 35% do Ativo está sendo financiado pelo capital próprio.
6 O balanço de certa empresa apresentou:
.
Ativo
•
Circulante......................
Passivo
390
•
Circulante..........................
170
TESTES
.
• Realizável a Longo Prazo
•
30
220
Permanente....................
• Exigível a Longo Prazo......
40*
•
430
Patrimônio
Líquido.............
.
640
640
(*) Financiamento para aquisição de máquinas e equipamentos
•
Calcule:
a)
b)
c)
d)
e)
f)
g)
Participação do capital próprio: 67 %.
Participação do capital de terceiros: 33 %.
Proporção de recursos aplicados no giro: 61 %.
Proporção de recursos aplicados no Ativo Não Circulante: 39 %.
Valor do capital de giro próprio: $ 220
Grau de imobilização do capital próprio: 49 %.
Recursos próprios disponíveis para o giro dos negócios: 51 %.
a. 430 ÷ 640 = 0,67 ou 67%;
b. 210 ÷ 640 = 0,33 ou 33%; (100% – 67% = 33%);
c. 390 ÷ 640 = 0,61 ou 61%;
d. 250 ÷ 640 = 0,39 ou 39%; (100% – 61% = 39%);
e. 430 – (250 – 40) = 430 – 210 = $ 220; ou 390 – 170 = $ 220
f. (250 – 40) ÷ 430 = 210 ÷ 430 = 0,49 ou 49%;
g. 100% – 49% = 51%.
- - - - - - - - - - - • As questões de nºs. 7 a 10 são baseadas no seguinte balanço:
Ativo
Passivo
Circulante: $ ...................
Giro (Circulante)
= 65 %
Exigível a Longo Prazo: $ 300 *
Capital próprio
= 53%
Fixo (Permanente) = $1.050
TESTES
* Financiamento: •para o Ativo Fixo: $ 140; •para o giro dos negócios: $ 160
7. Total do Ativo:
a. $
650,00
b. $ 3.000,00
c. $ 1.050,00
d. $
682,50
e. $ 1.732,50
• Se o giro representa 65% do total do Ativo, o fixo tem que representar 35%;
• Para chegar ao total do Ativo, podemos armar a seguinte proporção:
35 : 1050 :: 100 : x
Resolvendo: x = $ 3.000
8. Valor do Passivo Circulante:
a. $
300
b. $
700
c. $ 1.110
d. $ 1.410
e. $ 1.590
• Se o capital próprio representa 53% do total aplicado ($ 1.590), o capital alheio só
poderá representar os 47% restantes
• capital alheio = 47% de $ 3.000 = $ 1.410
• capital alheio = passivo circulante + exigível a longo prazo ; logo:
• capital alheio – exigível a longo prazo = passivo circulante = 1.410 – 300 =
= $ 1.110
9. Valor do Capital de Giro Próprio:
a. $ 1.590
b. $ 1.950
c. $
540
d. $ 1.410
e. $
680
• CGP = capital próprio – (ativo fixo – financiamentos p/o ativo fixo)
• CGP = 1.590 – (1.050 – 140) = 1590 – 910 = $ 680
ou: CGP = ativo circulante – passivo circulante – financiamentos para o giro
= 1.950 – 1.110 – 160 = $ 680
10. Calcule:
TESTES
a. grau de imobilização do ativo: 0,35 ou 35%
b. grau de imobilização do capital próprio: 0,57 ou 57%
c. grau de endividamento (capital alheio/ativo): 0,47 ou 47%
d. proporção dos financiamentos a curto prazo: 0,79 ou 79%
a. ativo fixo ÷ ativo total = 1.050 / 3.000 = 0,35 ou 35%
b. (ativo fixo – financiamentos) ÷ capital próprio =
(1.050 – 140) ÷ 1.590 = 910 ÷ 1590 = 0,57 ou 57%
c. capital alheio ÷ ativo = 1.410 ÷ 3.000 = 0,47 ou 47%
d. passivo circulante ÷ capital alheio = 1.110 ÷ 1.410 = 0,79 ou 79%
11. Conclusão de um relatório de análise: “A empresa está utilizando para
financiar o ativo não circulante, recursos de terceiros a curto prazo, que,
normalmente deveriam estar sendo usados para financiar o giro.” Essa
situação é revelada quando:
a. a relação “capital alheio”/“capital próprio” é superior a 1,00
b. o grau de imobilização do capital próprio é superior a 1,00
c. a relação “giro”/”ativo total” é inferior a 0,50
d. o grau de imobilização do capital próprio é superior a 0,50
e. a relação “capital alheio”/”ativo total” é superior a 0,50
a. indica que o montante do capital alheio é superior ao do capital próprio;
c. revela que o ativo não circulante é maior do que o circulante;
d. mostra que mais da metade do capital próprio foi destinado a financiar o ativo não
circulante;
e. evidencia que a empresa está utilizando mais capital alheio do que capital próprio.
12. Com base nos seguintes dados:
• participação do capital de terceiros .......................... 0,70;
• giro/Ativo ................................................................ 0,38;
• imobilização do capital próprio ..................... .......... 1,05;
assinale as afirmações verdadeiras:
(
) 70% do capital de terceiros estão financiando as aplicações no Ativo.
(
) A empresa utiliza mais recursos próprios do que de terceiros.
( x ) Do total de recursos, 62% estão sendo aplicados no Não Circulante.
(
) 5% do capital próprio está financiando o giro dos negócios.
( x ) Essa empresa não dispõe de capital de giro próprio.
( F ) 70% do Ativo estão sendo financiados por capitais de terceiros;
( F ) a empresa utiliza 30% de capital próprio e 70% de capital alheio;
( F ) esse índice quando maior que a unidade revela a inexistência de capital de giro
próprio;
TESTES
13. Um balanço apresentava:
• Ativo total.............................................................. 3.600
• Parcela do Ativo financiada pelo capital alheio....... 1.200
• Recursos totais aplicados no giro dos negócios....... 1.700
• Empréstimos bancários a longo prazo:
• para compra de máquinas e equipamentos.... 500
• para compra de matérias primas................... 300
Podemos deduzir que o capital de giro próprio, nessa data, era de:
a. $ 1.200
b. $
300
c. $
700
d. $ 1.000
e. $
500
• capital próprio = ativo total – capital alheio = 3.600 – 1.200 = $ 2.400
• ativo não circulante = ativo total – giro = 3.600 – 1.700 = 1.900
• CGP = capital próprio – (ativo não circulante – financiamentos p/o ativo
não circulante)
• CGP = 2.400 – (1.900 – 500) = 2.400 – 1.400 = $ 1.000
ou
• CGP = (AC – PC) – financiamentos a longo prazo p/o giro
• CGP = (1.700 – 400) – 300 = $ 1.000
TESTES
CAPÍTULO 14 - ÍNDICES DE ROTATIVIDADE
1
.
Faça a correlação:
( d ) Número de dias decorridos entre a
compra e a venda da mercadoria.
a. Rotação do Imobilizado.
b. Prazo
de
pagamento
( b ) Número de dias decorridos entre a
das
compras.
c. Prazo
de
compra
e
o
pagamento
ao
fornecedor.
recebimento
das
vendas.
d. Prazo de rotação dos estoques.
e. Retorno do Ativo Circulante.
( e ) Número de dias decorridos entre a
compra
da
mercadoria
recebimento
e
do
o
valor
correspondente .
( c ) Número de dias decorridos entre a
venda e o recebimento.
( a ) Produtividade dos bens tangíveis
necessários à manutenção das
atividades.
2. Um índice de rotação de 3,6 vezes revela que os estoques ficaram parados
nas prateleiras, em média:
a. 3.6 anos
b. 3 anos e 6 meses
c. 100 dias
d. 10 dias
e. 36 dias
360 dias ÷ 3,6 = 100 dias
3. O valor mais adequado para representar os estoques na fórmula do “prazo
médio de rotação dos estoques” é:
a. o do estoque inicial
b. o do estoque final
c. o da média entre o estoque inicial e o final
d. o da média dos saldos mensais
e. nenhum dos anteriores
Normalmente usa-se a média entre o estoque inicial e o final (por constarem nos
balanços publicados), mas o ideal é a utilização da média dos saldos mensais.
4. O numerador da fórmula da “rotatividade do investimento” deve ser:
TESTES
a. receita líquida
b. receita bruta
c. receita líquida + impostos
d. receita líquida + deduções
e. receita bruta – impostos
5. Assinale as afirmações verdadeiras:
( x ) Os prazos de rotação dos estoques e de recebimento de vendas são
complementares e devem ser ponderados em conjunto.
(
) Um índice de rotação do investimento de 1,8 revela que cada $ 1
aplicado no Ativo produziu $ 1,80 de lucro.
(
) Quanto maiores os prazos de rotação dos estoques e de recebimento de
vendas,
menor
será
a
necessidade
de
capital
para
financiar
o
Circulante.
( x
) O prazo do giro dos negócios (retorno do Circulante) é medido pelo
número
de
dias
decorridos
entre
a
compra
da
mercadoria
e
o
recebimento do valor correspondente.
( x )
Numa empresa comercial o valor das compras pode ser calculado pela
soma algébrica do CMV com o valor da variação dos estoques de um
período para o outro.
▪ item 2. (F) Um índice de rotação do investimento de 1,8 revela que cada $ 1 aplicado
no Ativo produziu $ 1,80 de vendas (receita líquida).
▪ item 3. (F) Quanto maiores os prazos de rotação dos estoques e de recebimento de
vendas, maior será a necessidade de capital para financiar o Circulante.
6. Uma determinada empresa apresentava:
•
Estoques
(saldo
210
Lucro
350
final).........................
•
bruto........................................
•
Estoques
(saldo
160
Passivo
700
inicial)......................
•
total......................................
•
Custo
das
1.050
vendas...............................
• Duplicatas a Receber (saldo final)......
140
• Duplicatas a Pagar (saldo final).........
110
TESTES
• Duplicatas a Receber (saldo inicial)...
120
• Duplicatas a Pagar (saldo inicial).......
70
Como não temos os saldos mensais dos estoques e das Duplicatas a Pagar
e a Receber, vamos calcular as médias pelos saldos iniciais e finais.
a) Rotatividade do investimento: 2 vezes.
b) Prazo de rotação dos estoques: 63 dias.
c) Prazo de recebimento das vendas: 33 dias.
d) Prazo de pagamento das compras: 29 dias.
e) Prazo do giro dos negócios: 96 dias.
f) Necessidade de capital de giro: 67 dias.
a. • Vendas = CMV + lucro bruto = 1.050 + 350 = $ 1.400
• Ativo = Passivo = $ 700
• Vendas ÷ Ativo = $ 1.400 ÷ $ 700 = 2 x
b. • Estoque médio = (210 + 160) ÷ 2 = 185
• (estoque médio x 360) ÷ custo das vendas = (185 x 360) ÷ 1050 = 63 dias
c. • média de duplicatas a receber = (140 + 120) ÷ 2 = $ 130
• (média de dupls.a receber x 360) ÷ vendas = (130 x 360) ÷ 1400 = 33 dias
d. • compras = cmv + ef – ei = 1050 + 210 – 160 = $ 1100
• média de dupls.a pagar = (110 + 70) ÷ 2 = $ 90
• (média de dupls.a pagar x 360) ÷ compras = (90 x 360) ÷ 1100 = 29 dias
e.
63 dias + 33 dias = 96 dias
f.
96 dias – 29 dias = 67 dias
7.
Firma A
Firma B
Firma C
• Rotação dos estoques
60 dias
90 dias
30 dias
• Recebimento das vendas
90 dias
30 dias
50 dias
• Pagamento das compras
90 dias
80 dias
70 dias
• Rotação do investimento
0,90
1,00
1,10
Complete:
a) Há mais demora no prazo de retorno dos valores investidos no Ativo
Circulante da firma A .
b) Os estoques ficam mais tempo parados nas prateleiras da firma B .
c) Os fornecedores financiam uma porcentagem maior do Circulante da
firma C .
d) Na empresa A o valor do Ativo é maior do que o valor das vendas.
e) Quem concede maior prazo para seus clientes é a empresa A .
a) 60 + 90 = 150 dias
TESTES
b) 90 dias
c) (30+50) – 70 = 10 dias (necessidade de capital de giro); ($ 70 = 87,5% de $ 80)
d) rotação do investimento = 0,90 → menor que 1,0: denominador (ativo) é maior que
o numerador (vendas)
e) recebimento das vendas = 90 dias
8. Dados de um encerramento de exercício:
• rotação dos estoques........................ 9 vezes
• prazo de recebimento das vendas...... 35 dias
• prazo de pagamento das compras........30 dias
Pelos dados apresentados, o ciclo de caixa da empresa é de:
a. 14 dias
b. 95 dias
c.
5 dias
d. 65 dias
e. 45 dias
• rotação dos estoques = 9 vezes = 40 dias (360 ÷ 9)
• ciclo de caixa = (rotação dos estoques + recebimento de vendas) –
pagamento de
compras = (40+ 35) – 30 = 45 dias
9. A firma Zeta apresentou no final do exercício:
• prazo médio de rotação dos estoques............... 45 dias
• prazo médio de pagamento das compras.......... 30 dias
• prazo médio de recebimento das vendas.......... 40 dias
Afirmativa falsa:
a. O ciclo operacional é de 85 dias
b. O ciclo financeiro é de 55 dias
c. O ciclo de caixa é de 55 dias
d. A necessidade de financiamento complementar é de 55 dias
e. A necessidade de capital de giro é de 85 dias
A necessidade de capital de giro é de: 55 dias {(45 + 40) – 30}
10. Se a firma Zeta (da questão 9) quiser reduzir o ciclo financeiro em 10 dias
poderá fazê-lo:
a. aumentando o prazo médio de rotação dos estoques em 10 dias
b. reduzindo o prazo médio de pagamento das compras em 10 dias
c. aumentando o prazo médio de recebimento de vendas em 10 dias
d. aumentando o ciclo operacional em 10 dias
TESTES
e. reduzindo o ciclo operacional em 10 dias
e. • reduzindo o ciclo operacional em 10 dias ele passaria a 75 dias.
• 75 dias – 30 dias = 45 (reduzido, pois, de 55 para 45 dias)
TESTES
CAPÍTULO 15 - ÍNDICES DE RENTABILIDADE
1
.
Faça a correlação:
( E ) X centavos de lucro em cada $
A. Remuneração do Capital
1 de mercadoria vendida.
Próprio.
( C ) Lucro/Ativo.
B. Rentabilidade do Capital
( A ) Lucro obtido pelos recursos
Próprio.
aplicados pelos sócios.
C. Rentabilidade do
( D ) Relação entre a cotação da
Investimento Total.
ação e o lucro líquido.
D. Índice “P/L”.
( B ) Lucro produzido pelos recursos
E. Margem de Lucro.
investidos pelos sócios.
2.
Firma A Firma B
•
Margem
Firma C
de
10%
20%
30%
o
30%
10%
20%
capital
45%
60%
40%
20%
– 15%
10%
lucro..............................
•
Rentabilidade
sobre
investimento...
•
Remuneração
do
próprio........
• Rentabilidade do capital alheio
Com base nesses dados, complete:
a)
b)
c)
d)
Os sócios obtêm um rendimento menor (firma C).
Apresenta maior capacidade de produzir lucro (firma A).
Obtém maior percentagem de lucro sobre as vendas (firma C).
A
utilização
de
capital
de
terceiros
não
está
proporcionando
a
alavancagem dos ganhos auferidos pelo capital próprio (firma B).
a. remuneração do capital próprio = 40%
b. rentabilidade sobre o investimento = 30%
c. margem de lucro = 30%
d. rentabilidade do capital alheio = – 15%
3.
Os índices a seguir foram extraídos do Boletim da Bolsa de Valores e
expressam a relação preço/lucro (P/L) de determinada empresa: 95,5; 50,0;
9,4.
Indicam, respectivamente, a maior e a menor taxa de remuneração:
a) 95,5 e 50,0.
b) 50,0 e 9,4.
c)
95,5 e 9,4.
TESTES
d) 9,4 e 95,5.
e) 50,0 e 95,5.
• Quanto maior o índice, maior o tempo de retorno (menor taxa de remuneração)
• Quanto menor o índice, menor o tempo de retorno (maior taxa de remuneração)
•
Um índice de 95,5 indica que o investidor levará quase um século para receber de
volta, sob a forma de lucros, o valor aplicado.
4. Uma determinada empresa apresentava:
• Faturamento de serviços.....
2.000
• Lucro operacional................
200
• Despesas não operacionais
• Total dos recursos aplicados
80
1.000
• Total das dívidas..................
600
• Despesas financeiras.........
210
Com base nessas informações, calcule:
a) Margem de lucro: 10 %.
b) Rentabilidade do Ativo: 20 %.
c) Remuneração do capital próprio: 30 %.
d) Lucro produzido pelo capital de terceiros: $ 36
e) Taxa de rentabilidade do capital de terceiros: 6 %.
f) Total do Capital + Lucros Acumulados + Reservas Diversas: $ 400 .
a. (200 x 100) ÷ 2.000 = 10%
b. (200 x 100) ÷ 1.000 = 20%
c. lucro líquido = 200 – 80 = $ 120
capital próprio = 1.000 – 600 = $ 400
(120 x 100) ÷ 400 = 30%
d. proporção do capital alheio = 600 ÷ 1000 = 0,60
[(200 + 210) x 0,60] – 210 = $ 36
e. (36 x 100)÷ 600 = 6%
f. = total dos recursos aplicados – total das dívidas = 1.000 – 600 = $ 400
5. No caso da mesma firma do item anterior, sabendo-se que o número total de
ações é de 1.200 e que cada ação está cotada em Bolsa por $ 0,45, o índice
P/L será:
a. 10
b. 45
c. 26,6
d. 2,6
TESTES
e. 4,5
• lucro por ação = $ 120 ÷ 1.200 = $ 0,10 (ver item “c” da questão anterior).
• preço por ação / lucro por ação = $ 0,45 ÷ 0,10 = 4,5
6. A empresa Sigma tem um P/L de 4,5 e um LPA de $ 5,00. O valor de sua ação
ordinária é:
a. $ 4,50
b.
90%
c. $ 22,50
d. $ 1,11
e. $ 0,50
• P/L = PREÇO DA AÇÃO ÷ LPA ou
PREÇO DA AÇÃO = P/L x LPA = 4,5 x $ 5,00 = $ 22,50
7. Uma certa empresa apresentou, em dois exercícios consecutivos, as seguintes taxas:
•
Margem
de
x1
x0
5%
10%
20%
15%
Lucro............................................
•
Rentabilidade
Sobre
o
Investimento.................
O aumento da capacidade de produzir lucro, de 15% para 20%, deveu-se ao
expressivo aumento da rotatividade, de 1,5 para 4,0.
• rotatividade em x0 ⇒ 15% ÷ 10% = 1,5
• rotatividade em x1 ⇒ 20% ÷ 5% = 4,0
8. A Cia. W trabalha com uma margem de lucro de 30%. Para que ela atinja um
nível de rentabilidade de 15%, a rotação do seu investimento total deve ser
de:
a. 2 x
b. 4,5 x
c. 0,5 x
d. 1,5 x
e. 0,3 x
• RENTABILIDADE = MARGEM DE LUCRO x ROTATIVIDADE ; logo:
• ROTATIVIDADE = RENTABILIDADE ÷ MARGEM DE LUCRO
• ROTATIVIDADE = 15% ÷ 30% = 0,5
TESTES
9.
No planejamento de uma certa loja de materiais para construção, as vendas
anuais foram estimadas em $ 600.000. Que volume de investimento no Ativo
será necessário para se obter um nível de rentabilidade de 12%, sabendo-se
que a margem de lucro normal para o ramo é de 15%?
a. $ 480.000
b. $ 600.000
c. $ 900.000
d. $ 720.000
e. $ 750.000
• ROTATIVIDADE = RENTABILIDADE ÷ MARGEM DE LUCRO
12% ÷ 15% = 0,8
• ROTATIVIDADE = VENDAS ÷ ATIVO ou
• ATIVO = VENDAS ÷ ROTATIVIDADE = $ 600.000 ÷ 0,8 = $ 750.000
10. Certa empresa apresentou, em dois exercícios sucessivos:
x1
x0
$ 25
$ 50
$ 250
$ 500
10%
20%
• Lucro
• Faturamento
• Rentabilidade sobre o investimento....
O fator determinante da queda da rentabilidade foi:
a) A redução da margem de lucro.
b) A diminuição da rotatividade.
c) O aumento das despesas financeiras.
d) O aumento das aplicações no Ativo Fixo.
e) O aumento do Custo da Mercadoria Vendida
• margem de lucro em x0: (50 x 100) ÷ 500 = 10%
margem de lucro em x1: (25 x 100) ÷ 250 = 10% (não variou em relação a x0)
• se a margem de lucro não variou, a queda da rentabilidade (de 20% para 10%) só
pode ser atribuída à redução da rotatividade.
11. Uma outra empresa apresentou:
•
Investimento
total
x1
x0
$ 100 mil
$ 250 mil
20%
10%
$ 250 mil
$ 200 mil
(Ativo).......................
•
Rentabilidade
sobre
o
investimento.........
•
Receita
(vendas)........................
Líquida
TESTES
O principal fator determinante do aumento da rentabilidade foi:
a) A redução das aplicações no Ativo.
b) O aumento do movimento de vendas.
c) A elevação da margem de lucro.
d) A redução dos custos financeiros.
e) Outro fator que não os citados.
• rotatividade em x0: vendas ÷ ativo = 200.000 ÷ 250.000 = 0,8
rotatividade em x1: vendas ÷ ativo = 250.000 ÷ 100.000 = 2,5
• Como vemos a rotatividade teve um expressivo aumento de 212,5%
• O que mais contribuiu para o aumento da rotatividade foi, sem dúvida, a redução do
investimento no ativo, de $ 250.000 para $ 100.000
12. A empresa XX apresentou:
•
2.000
Vendas..................................................
......
•
Despesas
130
Financeiras...................................
•
Despesas
220
Administrativas.............................
•
Receitas
de
50
Aluguéis....................................
•
Custo
da
Mercadoria
1.400
Vendida......................
•
Provisão para Imposto de
60
Renda..................
................................
•
Prejuízo
na
Venda
de
Móveis
de
40
uso...........
Sabendo-se que:
• Capital Próprio.......................................... $ 696
• Participação do Capital de Terceiros........... 42%
Calcule e complete:
a) Margem de Lucro: 15 %
• cada $ 1 de vendas deixa uma margem de lucro de 15
centavos e apresenta um custo total de 85 centavos.
b) Rentabilidade do Investimento Total: 25 %
• cada $ 1 aplicado no Ativo, produz 25 centavos de lucro.
• o capital investido levará cerca de 4 anos para retornar sob a forma de lucro.
c) Remuneração do Capital Próprio: 28,7 %
• cada $ 1 investido pelos sócios recebe um lucro de 29 centavos.
d) Rentabilidade do Capital Alheio: 10 %
• cada $ 1 obtido junto a terceiros produz um lucro de 10 centavos.
TESTES
a. • lucro operacional = 2000 – 130 – 220 + 50 – 1400 = $ 300
• (lucro operacional x 100) ÷ vendas = (300 x 100) ÷ 2000 = 15% .
b. • sabendo-se que o capital de terceiros representa 42% do total do ativo e,
logicamente, o capital próprio representa 58% podemos armar a seguinte
proporção: $ 696 : 58% :: $ ativo : 100% ⇒ ativo = (696 x 100) ÷ 58 = $ 1.200
• (lucro operacional x 100) ÷ ativo = (300 x 100) ÷ 1200 = 25%
• 100% ÷ 25% = 4 (anos para o retorno do capital investido)
c. • lucro líquido = 300 – 40 – 60 = $ 200
• (lucro líquido x 100) ÷ capital próprio = (200 x 100) ÷ 696 = 28,7 %
d. • capital alheio = ativo – capital próprio = 1200 – 696 = $ 504
• lucro produzido pelo capital alheio = [(300+130) x 0,42] – 130 = $ 50,60
• (50,60 x 100) ÷ 504 = 10 %
13. Lucro operacional que gera caixa para a empresa:
a. LAJIR
b. EBITDA
c. EBIT
d. LAIR
e. LUCRO LÍQUIDO
EBITDA = LAJIR + DEPRECIAÇÃO + AMORTIZAÇÃO + EXAUSTÃO
14. Correlacione
I.
margem de segurança
II. ponto de equilíbrio
III. margem de contribuição
IV. alavancagem
( II ) receita líquida = custo fixo + custo variável
( IV ) compara o aumento percentual do lucro com o aumento percentual das
vendas
( I ) nível de operações – ponto de equilíbrio
( III ) preço de venda unitário – custo variável unitário
15. A empresa YY apresentou:
• Custo Fixo......................... $ 22.500
• Custo Variável................... $ 18.000
• Receita Líquida (vendas)... $ 45.000
• Lucro Operacional............ .$
4.500
– A margem de contribuição (em cada $ 1 de vendas) é:
TESTES
a) $ 1,00.
b) $ 0,60.
c) $ 1,40.
d) $ 0,40.
e) $ 0,15.
• porcentagem do custo variável: (18.000 ÷ 45.000) = 0,40
• margem de contribuição = $ 1,00 – $ 0,40 = $ 0,60
16. O ponto de equilíbrio dessa empresa (YY) é (em valor monetário):
a) $ 37.500.
b) $ 40.500.
c) $
3.000.
d) $ 45.000.
e) $ 30.000.
Ponto de equilíbrio = $ 22.500 ÷ $ 0,60 = $ 37.500
17. No atual nível de vendas da YY ($ 45.000), a alavancagem operacional é:
a) 2,15 x.
b) 4,3 x.
c) 3,15 x.
d) 4,0 x.
e) 6,0 x.
Com.
• vamos supor um aumento percentual qualquer (digamos de 20%):
Valor atual
+ 20%
% aum.
• Vendas............
45.000
54.000
+ 20 %
• (–) Custo variável
18.000
21.600
•
22.500
22.500
4.500
9.900
(–)
Custo
Alavancagem
Operacional
fixo.......
= Lucro operacional
+
120
= 6 vezes
%
18. A empresa Aracruz apresenta “alavancagem total” e “alavancagem financeira” de,
respectivamente 5,0 e 2,0. O aumento percentual das vendas necessário para
elevar o seu LAJIR em 40% será de:
a. 16%
b.
8%
c. 20%
TESTES
d.
4%
e.
5,7%
• alavancagem total = alavancagem operacional x alavancagem financeira ⇒ ou
Alavancagem operacional = alavancagem total ÷ alavancagem financeira = 5,0 ÷ 2,0
= 2,5
• 40% ÷ 2,5 = 16%
19.
, ou, 16% x 2,5 = 40%
A Guaíba, um pequeno varejista de posters, vendeu, durante o ano de x1, 450
unidades de posters, com custos operacionais fixos de $ 3.000,00, com preço de
venda por unidade de $ 15,00 e com custos operacionais variáveis de $ 5,00 por
unidade. Calcule:
a. margem de contribuição: $ 10
b. ponto de equilíbrio em unidades: 300
c. margem de segurança: 33,3 %
d. margem de lucro: 22,22 %
a. $ 15,00 – $ 5,00 = $ 10,00
b. $ 3.000 ÷ $ 10,00 = 300 unidades
c. 450 – 300 = 150 unidades; (150 x100) ÷ 450 = 33,3%
d. preço de venda total = 15,00 x 450 = $ 6.750,00
custo variável total = 5,00 x 450 = $ 2.250,00
custo total = 2.250 + 3.000 = $ 5.250,00
lucro = 6.750 – 5.250 = $ 1.500,00
margem de lucro = (1.500 x 100) ÷ 6.750 = 22,22%
20.
Sabe-se que o preço de venda unitário de uma determinada mercadoria é de $
20,00 e que o custo variável unitário é de $ 8,00. Determine:
a. lucro operacional se ela vender 55 unidades acima do ponto de equilíbrio: $ 660
b. prejuízo operacional se ela vender 30 unidades abaixo do ponto de equilíbrio: $
360
• margem de contribuição: $ 20,00 – $ 8,00 = $ 12,00
a. 55 unidades x $ 12,00 = $ 660
b. - 30 unidades x 12,00 = – $ 360
21. Quando a empresa opera acima, mas bem próximo do ponto de equilíbrio:
a. o lucro operacional é elevado
b. a alavancagem operacional é elevada
c. a margem de lucro é elevada
TESTES
d. a margem de segurança é elevada
e. os custos, em relação às vendas, são reduzidos
Com.
A alavancagem é elevada porque, quando a empresa opera próxima do ponto de
equilíbrio, o lucro é pequeno e qualquer pequeno aumento, percentualmente, se torna
bem mais elevado.
22. A empresa Aracel produz um só produto e possui a seguinte estrutura de preço e
custo:
• preço de venda por unidade........... $
200,00
• custos variáveis por unidade.......... $
140,00
• custos fixos – totais........................ $ 120.000,00
Qual deverá ser o volume de vendas, em unidades que irá produzir um lucro antes
dos juros e do imposto de renda (lucro operacional) de 20% das vendas?
a. $
2.000
b. $
4.000
c. $
6.000
d. $
8.000
e. $ 10.000
• custo variável = 70% do valor das vendas
Nesse ponto desejado a empresa deverá ter o seu preço de venda percentualmente,
assim formado: custo variável + lucro + custo fixo:
• 70% → custo variável
• 20% → lucro
• 10% → sobra (preenchida, neste ponto, pelo custo fixo)
Sabendo-se que 10% (somente neste ponto) corresponde ao custo fixo, podemos
montar a seguinte proporção:
10% (custo fixo) : 120.000 :: 100% (preço de venda) : x
logo, x = (120.000 x 100) ÷ 10 = $ 1.200.000 (PE em valor monetário)
$ 1.200.000 ÷ $ 200 = 6.000 unidades
TESTES
CAPÍTULO 16 – INDS.DE LIQUIDEZ - GABARITO
1 Faça a correlação:
.
( A ) Mede a capacidade de pagamento a curto
prazo.
A. Liquidez corrente.
( A ) $ x de recursos no Ativo Circulante para cobrir
cada $ 1 de dívidas vencíveis dentro de um
ano.
B. Liquidez seca.
( C ) $ x de recursos disponíveis e realizáveis para
cobrir cada $ 1 do total das dívidas.
C. Liquidez geral.
( B ) $ x de recursos, excluídos os estoques, para
resgatar cada $ 1 de dívidas a curto prazo.
2 O balanço de certa empresa apresentou:
.
Ativo
•
Passivo
Circulante
60
•
50
(*).............
Circulante...................
• Realizável
• Exigível
a
Longo
10
Prazo............
a
Longo
40
Prazo.............
•
90
• Patrimônio Líquido.....
70
Permanente................
160
160
(*) Estoques = $ 35
Calcular:
a) Liquidez corrente: 1,20
b) Liquidez seca: 0,50
c) Liquidez geral: 0,78
a. 60 ÷ 50 = 1,20
b. (60 – 35) ÷ 50 = 0,50
c. (60 + 10) ÷ (50 + 40) = 0,78
3. Uma determinada firma apresentou os seguintes índices:
liquidez corrente = 1,80 ; liquidez seca = 0,80 ; liquidez geral = 0,90.
Diga se são falsas (F) ou verdadeiras (V) as seguintes afirmações:
( F ) O índice de liquidez corrente revela situação “apertada”.
TESTES
( V ) Os estoques representam mais da metade do Ativo Circulante.
( V ) Para honrar o total dos seus compromissos, a empresa terá de
lançar mão de valores investidos em caráter permanente.
( F ) A empresa em pauta quase não recorre a financiamentos de terceiros a longo
prazo.
a. 60 ÷ 50 = 1,20
b. (60 – 35) ÷ 50 = 0,50
c. (60 + 10) ÷ (50 + 40) = 0,78
4. A empresa XX apresentou:
• Ativo circulante.............. 1200
• Liquidez corrente........... 1,50
• Liquidez seca................
0,90
Com base nesses dados, podemos afirmar que:
a. O Passivo circulante totaliza $ 1.800
b. Os estoques representam 60% do Ativo Circulante
c. A liquidez corrente é deficitária
d. Os estoques totalizam $ 480
e. O capital circulante líquido totaliza $ 600
a. → Liquidez corrente = Ativo circulante / Passivo circulante → logo:
Passivo circulante = Ativo circulante / Liquidez corrente = 1.200 ÷ 1,50 = $ 800
b.d.→ (0,90 x 100) ÷ 1,50 = 60% → 100% – 60% = 40% (queda da LC para a LS)
→ os estoques representam 40% do ativo circulante
→ 40% de $ 1.200 = $ 480
c.→ a liquidez corrente é superavitária (acima de 1,00)
e.→ CCL = AC – PC = 1.200 – 800 = $ 400
5. A empresa YY apresentou:
•
Ativo
310
Circulante..................................................
•
Passivo
240
Circulante...............................................
•
Mercadorias
em
70
estoque......................................
• Capital de terceiros (para o giro dos
290
negócios).....
•
Realizável
a
Prazo....................................
Longo
21
TESTES
Calcule e complete:
a) Liquidez corrente: 1,29
Para cada $ 1 de dívidas vencíveis dentro de um ano, a empresa poderá contar
com $ 1,29 de valores disponíveis e realizáveis no mesmo período.
b) Liquidez seca: 1,00
Para cada $ 1 de dívidas vencíveis dentro de um ano, mesmo sem contar com a
venda dos estoques, a empresa ainda pode dispor de $ 1,00 de outros valores do
Ativo Circulante.
c) Liquidez geral: 1,14
Para cada $ 1 do total das dívidas, a empresa poderá contar com $ 1,14 de
valores disponíveis e realizáveis.
d) Capital de giro próprio: $ 20
a. $ 310 ÷ $ 240 = 1,29
b. ($ 310 – $ 70) ÷ $ 240 = 1,00
c.
exigível a longo prazo = capital alheio – passivo circulante = 290 – 240 = $ 50
($ 310 + $ 21) ÷ ($ 240 + $ 50) = $ 331 ÷ $ 290 = 1,14
d. CGP = capital de giro – capital de terceiros* = $ 310 – $ 290 = $ 20
* supondo que todo o capital de terceiros está financiando o giro
6. Uma empresa apresentava um índice de liquidez corrente de 1,50. Uma das
alternativas abaixo faria o índice cair:
a. venda de mercadorias a prazo
b. pagamento de uma duplicata
c. compra, à vista, de móveis e utensílios
d. recebimento de uma receita
e. aumento das aplicações financeiras de curto prazo
a. • se a venda fosse com lucro o índice subiria;
• se a venda fosse sem lucro o índice não se alteraria.
b. • nas circunstâncias atuais (índice superior à unidade) o índice aumentaria;
• o índice só diminuiria se ele fosse inferior à unidade.
c. o ativo circulante diminuiria e o passivo circulante continuaria o mesmo.
d. o índice aumentaria, pois o ativo circulante aumentaria e o passivo circulante
continuaria o mesmo.
e. não haveria alteração nem no ativo nem no passivo circulante
7.
•
Liquidez
Firma M
1,10
Firma N
1,50
Firma O
1,80
TESTES
corrente.............
•
Liquidez
seca...................
•
Liquidez
geral.................
0,80
1,10
0,90
1,30
1,50
1,30
Qual das três empresas apresenta:
a. Situação financeira a curto prazo “apertada”? ( M )
b. Maior grau de dependência da venda dos estoques? ( O )
c. Considerando o total das dívidas, maior capacidade de pagamento? ( N )
a. liquidez corrente = 1,10
b. liquidez seca bem inferior à liquidez corrente (queda de 50%)
c. liquidez geral mais elevada = 1,50
8. Influi no aumento do Ativo Circulante Líquido:
a. Venda de mercadorias, à vista
b. Depósito em conta-corrente bancária
c. Pagamento de despesas de salários
d. Recebimento de lucros antecipados
e. Adiantamento recebido de clientes
a.
partindo-se da hipótese de que a venda seja feita sem lucro ou sem prejuízo, não
haverá modificação no ativo ou no passivo circulantes;
b. o mesmo valor sai do Caixa e entra em Bancos, conta movimento;
c. reduz o ativo circulante e, conseqüentemente, o ativo circulante líquido;
d. aumenta o ativo circulante e, conseqüentemente, o ativo circulante líquido;
e. aumenta o ativo circulante (Caixa) e, na mesma quantia, o passivo circulante
(Adiantamentos de Clientes);
Obs. partindo-se da hipótese de que nesse adiantamento não estejam contidos lucros a
serem contabilizados como Resultados de Exercícios Futuros
9. Uma outra empresa apresentou:
• Capital próprio.....................
• Participação do capital de terceiros
• Passivo Circulante.............
$ 720
0,40
$ 400
• Realizável a Longo Prazo.....
zero
• Liquidez
1,50
corrente............................
• Liquidez seca................................
Calcular e informar o valor:
a) do Ativo Total: $ 1.200
1,05
TESTES
b) do Exigível a Longo Prazo: $ 80
c) do Ativo Circulante: $ 600
d) dos estoques: $ 180
e) da liquidez geral: 1,25
a. • participação do capital próprio = 100% – 40% = 60%
• para achar o ativo total podemos armar a seguinte proporção:
60% : $ 720 :: 100% : x ⇒ x = (720 x 100) ÷ 60 = $ 1.200
b. • capital alheio (exigível total) = ativo total – capital próprio
= $ 1.200 – $ 720 = $ 480 → ou
capital alheio (exigível total) = 40% do ativo = 40% de $ 1.200 = $ 480
• exigível a longo prazo = exigível total – passivo circulante
= $ 480 – $ 400 = $ 80
c. • liquidez corrente = ativo circulante ÷ passivo circulante ⇒
ativo circulante = passivo circulante x liquidez corrente =400 x 1,50 = $ 600
d. • queda percentual da liquidez corrente para a liquidez seca:
1,05 : x% :: 1,50 : 100% → (1,05 x 100) ÷ 1,50 = 70%
caiu de 100% para 70%, ou seja, uma queda de 30%
• os estoques representam exatamente 30% do ativo circulante:
30% de $ 600 = $ 180
e. • (600 + 0) ÷ (400 + 80) = 1,25
10. Afirmativa FALSA:
a. liquidez corrente superior a 1,00 indica existência de capital circulante
líquido
b. liquidez geral superior 1,00 indica que parcela do capital próprio está
financiando os grupos circulante e/ou realizável a longo prazo
c. liquidez corrente inferior à unidade indica que parte do ativo
circulante está sendo financiada por capitais de terceiros a longo
prazo ou por capitais próprios
d. as operações realizadas dentro dos grupos circulantes não afetam o ativo
circulante líquido
e. liquidez geral inferior à unidade indica que parte dos recursos de terceiros
está financiando o ativo permanente.
c. indica que todo o ativo circulante está sendo financiado pelo passivo circulante e que
está sobrando passivo circulante para financiar o realizável a longo prazo e, em certos
casos, até mesmo o ativo permanente.
TESTES
CAPÍTULO 17 – SITUAÇÃO ECONÔMICA GABARITO
1. O balanço de uma certa empresa apresenta, no Passivo, os seguintes itens:
•
Fornecedores.................
300
•
Financiamentos..............
140
•
Capital
realizado............
610
• Prejuízos Acumulados....
220 (inclusive prejuízo deste exercício)
Calcule:
a) capital próprio (Patrimônio Líquido): $ 390 ( 47 % );
b) capital de terceiros (exigível total): $ 440 ( 53 % ).
a) 610 – 220 = $ 390 ⇒ (390 x 100) ÷ 830 = 47%
b) 300 + 140 = $ 440 ⇒ (440 x 100) ÷ 830 = 53%
2. Sobre a situação econômica da firma do teste anterior, escolha o comentário
que julgar mais adequado:
a.
Apresenta expressivo montante de capital próprio, favorecido, ainda, sob o
aspecto dinâmico, por excelente rentabilidade.
b.
Apresenta montante de capital próprio inexpressivo, comprometido, ainda
pelos sucessivos prejuízos operacionais.
c.
Apesar de apresentar um montante de capital próprio que poderia
ser julgado razoável, sua situação econômica encontra-se, sob o
aspecto
dinâmico,
seriamente
comprometida
pelos
sucessivos
prejuízos operacionais.
d.
A situação econômica está seriamente comprometida, pois utiliza mais
capital alheio do que capital próprio.
e.
Apresenta passivo a descoberto
Os prejuízos já absorveram mais de 1/3 do capital próprio.
3. Diga se as afirmações são falsas (F) ou verdadeiras (V):
( F ) Os ajustes de avaliação patrimonial provocam variação da capacidade
operacional da empresa.
( V ) Um índice de participação do capital próprio de 0,68 indica que a
empresa
possui,
em
seu
Ativo,
para
garantir
cada
32
unidades
monetárias de recursos de terceiros, 100 unidades monetárias de bens e
direitos.
TESTES
( V ) A evolução “real” do Patrimônio Líquido deve ser medida pelo
reinvestimento de lucros e pela integralização de novos capitais.
(F) O ajuste de avaliação patrimonial é uma simples transformação do valor de
aquisição em valor de mercado, o que modifica o valor do Ativo mas não acrescenta ou
subtrai nenhum recurso operacional.
4 Dois balanços apresentam:
.
Firma A1
Firma B1
•
Ativo
total...............................................
$ 18.000
$ 36.000
•
Patrimônio
Líquido..................................
$ 12.000
$ 14.000
Qual das duas empresas apresenta situação patrimonial mais sólida?
a) A firma B1 porque movimenta mais recursos no Ativo.
b) A firma B1 porque apresenta Patrimônio Líquido mais elevado.
c) A firma A1 porque utiliza mais recursos próprios do que de
terceiros.
d) Ambas estão praticamente na mesma situação
e) A firma A1 porque utiliza maior proporção de capital alheio
• proporção dos recursos próprios: A1: 12.000 ÷ 18.000 = 0,67
B1: 14.000 ÷ 36.000 = 0,39
5
.
A análise de dois balanços, em três exercícios sucessivos, apresentou:
Firma C1
Firma D1
Participação do capital próprio
x0
x1
x2
x0
x1
x2
0,30
0,40
0,50
0,75
0,65
0,55
Sob o aspecto dinâmico, qual a situação econômica mais favorável?
a) A da firma D1 porque apresenta uma média de índices mais alta.
b) A da firma D1 porque o índice atual é mais elevado.
c) Ambas estão em idêntica situação porque os índices tendem a se igualar.
d) A da firma C1 porque apresenta nítida evolução patrimonial.
e) Nenhuma das duas porque ambas estão involuindo
A continuar neste ritmo, no ano x3 a firma C1 poderá ter uma participação ainda maior
(0,60) e a firma D1 uma nova queda (para 0,45). É lógico que essas hipóteses podem
não se concretizar, mas sempre há uma indicação de tendência.
6. Duas empresas aumentaram o seu Patrimônio Líquido no último exercício:
• Patrimônio Líquido
anterior...............................
•
Integralização de
Capital..................................
Firma E
$ 200.000
$ 100.000
Firma F
$ 200.000
$ 50.000
TESTES
• Lucro
reinvestido...............................................
•
Aumentos do Ativo decorrentes de avaliação a
preços de mercado.............................................
• Patrimônio Líquido
atual...................................
• (Acréscimo
percentual).....................................
$ 100.000
$ 200.000
$ 200.000
$ 50.000
$ 600.000
$ 500.000
200 %
150 %
Qual das duas empresas obteve maior acréscimo de capacidade operacional?
a) A firma E porque seu Patrimônio Líquido atual é maior.
b) A
firma
F
porque
a
soma
do
lucro
reinvestido
e
do
Capital
integralizado foi maior.
c) A firma E porque apresentou uma evolução maior (200%).
d) A firma F porque reinvestiu mais lucro
e) A firma E porque integralizou mais Capital.
Ver comentário à questão nº 3.
7.
O estudo de dois balanços apresentou:
• Participação do capital
próprio........................
• Rentabilidade do
investimento.........................
Complete os itens a seguir:
Firma G
Firma H
0,30
0,40
+ 20%
– 20%
a) A empresa G utiliza capitais próprios e de terceiros na proporção,
respectivamente, de 30 % e 70 %.
b) Na empresa G, por força do reinvestimento de lucros, o capital próprio
deverá dobrar dentro de, aproximadamente, 1,5 anos.
c) Na empresa H, dentro de aproximadamente 2 anos, o capital de terceiros
começará a ser absorvido pelos prejuízos.
a) capital alheio = 1,00 – 0,30 = 0,70 = 70%;
b)
se a rentabilidade do ativo se mantiver em 20% a.a., em um ano e meio serão
gerados lucros correspondentes a 30% do ativo o que fará com que o capital próprio
dobre de valor; notem bem: o que vai dobrar em relação ao capital próprio é o seu
valor monetário; o crescimento de sua participação relativa vai depender da maior ou
menor utilização de capital alheio;
c) a cada ano há uma perda de ativo de 20%; em aproximadamente dois anos a perda
atingirá 40% que é justamente a proporção de capital próprio contida dentro do ativo.
TESTES
CAPÍTULO 18 – SITUAÇÃO FINANCEIRA –
GABARITO
1.
Ativo
Passivo
• Circulante
• Circulante
• Caixa.............................
100
• Estoques........................
190
• Clientes.........................
280
• Fornecedores................
250
• Empréstimos
570
bancários.....................
390
140
• Realizável a Longo Prazo.......
40
•
Permanente..........................
..
210
10
• Exigível a Longo Prazo
• Patrimônio Líquido..............
820
420
820
Complete:
a) A liquidez corrente, de 1,46, expressa situação financeira normal.
b) A liquidez seca, de 0,97, revela que a empresa, para liquidação das
dívidas a curto prazo, depende da venda de pequena parcela de seu
estoque.
c) A liquidez geral (1,53) é maior que a liquidez corrente, porque o
Realizável
a Longo Prazo é, proporcionalmente, bem maior que o Exigível a Longo
Prazo.
d) O capital de giro próprio, no total de $ 180, é relativamente insuficiente,
porque força a utilização de empréstimos bancários em larga escala.
a) 570 ÷ 390 = 1,46
b) (570 – 190) ÷ 390 = 0,97
c) (570 + 40) ÷ (390 + 10) = 1,53
d) 420 + 10 – 210 – 40 = $ 180 ou 570 – 390 = $ 180
2
.
• Prazo de rotação dos estoques...........
• Prazo de recebimento das vendas......
• Prazo de pagamento das compras.....
Firma O
Firma P
90 dias
30 dias
90 dias
60 dias
180 dias
100 dias
Complete:
a) O giro mais rápido (120 dias) é o da firma O .
b) Na falta de capital de giro próprio, a firma P terá de recorrer, em maior
escala, a bancos ou financeiras.
TESTES
c) A empresa O está obtendo, proporcionalmente às suas necessidades,
financiamentos mais expressivos de seus fornecedores.
a) 90 dias + 30 dias = 120 dias
b) (60 + 180) – 100 = 140 dias (ciclo de caixa)
3.
A firma Q apresentou.
•
liquidez
1,80
corrente........................................
•
liquidez
0,80
seca..............................................
•
liquidez
0,90
geral.............................................
Diga se as afirmações são falsas (F) ou verdadeiras (V):
( F ) A curto prazo, a situação financeira pode ser considerada “apertada”.
( V ) Os estoques representam mais da metade do Ativo Circulante.
( F ) A firma recorre muito pouco a financiamentos a longo prazo.
( F ) O Passivo Circulante é maior que o Ativo Circulante.
( V ) O Ativo Permanente (Investimentos + Imobilizado + Intangível +
Diferido) é maior que o Patrimônio Líquido.
• 1,80 → pode ser considerada folgada;
• 0,80 (liquidez seca) representa mais da metade de 1,80 (liquidez corrente);
• o fato de a liquidez geral ser deficitária e bem inferior à corrente indica a existência
de expressivos financiamentos a longo prazo;
4.
Firma R
Firma S
Firma T
• Liquidez corrente
1,00
1,80
1,20
• Liquidez seca
1,00
0,90
0,85
• Liquidez geral
0,70
1,90
0,80
Qual dessas três empresas:
a. Não mantém mercadorias em estoque ? ( R )
b. Apresenta maior dependência da venda
dos estoques para solver os compromissos? ( S )
c. Deve estar passando por maiores dificuldades financeiras? ( R )
a) a liquidez seca é igual à corrente;
b) a diferença entre a liquidez corrente e a seca é proporcionalmente maior (1,80 para
0,90);
c) liquidez corrente igual a 1,00 (sem sobra) e liquidez geral deficitária (0,70).
TESTES
5. • Rotação média dos
estoques............................
• Prazo médio de pagamento das compras........
• Prazo médio de recebimento de vendas..........
• Imobilização de capital
próprio.........................
oito vezes
50 dias
60 dias
0,90
Complete:
a)
Há sobra de capital próprio para o giro.
b) Os fornecedores financiam menos da metade dos valores em giro.
c) Os estoques levam 45 dias para serem vendidos.
d) O Ativo Circulante gira a cada 105 dias.
e)
O prazo concedido aos clientes é de 60 dias.
f)
Há necessidade de financiamento complementar durante 55 dias.
a) 10% do capital próprio estão financiando o giro dos negócios;
b),c),d)/f) • rotação dos estoques = 8 vezes = 45 dias
• giro do ativo circulante (ciclo operacional) = 45 + 60 = 105 dias
• financiamento dos fornecedores = 50 dias (menos da metade de 105
dias)
• financiamento complementar = 105 – 50 = 55 dias (ciclo de caixa
6. Considerando o fluxo de caixa operacional um índice de liquidez de 2,0 significa que a
empresa deverá ter mensalmente:
a. entrada de $ 1,00 para saída de $ 2,00
b. entrada de $ 2,00 para saída de $ 1,00
c. uma sobra de $ 1,00
d. entrada de $ 1,00 para saída de $ 1,00
e. um déficit de $ 1,00
Conforme demonstramos no quadro 18.5, apesar de o índice de liquidez indicar folga
financeira os fluxos de entrada e de saída de caixa tendem a se igualar;
7. Operação que aumenta o índice de liquidez corrente:
a. venda de mercadorias a prazo
b. compra de mercadorias à vista
c. adiantamento recebido de clientes
d. adiantamento a fornecedores
e. pagamento de fornecedores
a) se a venda não contiver lucro nem prejuízo o índice de liquidez não será afetado;
b) aumentam os “estoques” e diminuem as “disponibilidades” no mesmo valor;
c)
aumenta o ativo circulante e o passivo circulante no mesmo valor, o que faz com
que o índice de liquidez corrente (quando superavitário) caia;
TESTES
d) diminuem as “disponibilidades” e aumentam os “direitos” no mesmo valor;
e) diminui o ativo circulante e o passivo circulante no mesmo valor, o que faz com que
o índice de liquidez corrente (quando superavitário) aumente.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Criar flashcards