Medo do dentista: E agora? Segundo a doutora Fátima Caldeira

Propaganda
Medo do dentista: E agora?
Segundo a doutora Fátima Caldeira, proprietária do SPA Dental, localizado no Tatuapé, São Paulo,
isso é um reflexo dos mais velhos, que iam ao dentista e que sofriam para tratar um problema
simples. “Hoje está muito diferente. Todos ganharam com os avanços que surgiram nos últimos anos.
Com a nossa profissão não foi diferente”, diz a profissional.
Fátima lembra, por exemplo, que no SPA Dental existe um arsenal inteiro com as mais modernas
técnicas para acabar ou aliviar o medo do paciente. “Quando se fala em dentista a primeira coisa
que vem à mente é o famoso barulho do motorzinho.
Foi por isso que adquirimos pontas ultra-sônicas, que possibilita a remoção da cárie, com uma
diminuição considerável do ruído provocado pela vibração desse aparelho, tornando o procedimento
menos traumático e quase indolor, podendo na maioria dos casos, dispensar a anestesia”, diz. De
acordo com a especialista esse aparelho ainda é pouco usado no Brasil.
No dia da visita ao dentista tente pensar em outra coisa e relaxar ao máximo. Para Fátima, a
primeira consulta tem que ser o mais agradável possível. “O paciente tem que ser informado de tudo
que vai acontecer e a segurança transmitida pelo profissional é que vai fazer a diferença”, constata.
Outra dica importante é estabelecer um sistema de sinais que a pessoa possa fazer como levantar a
mão em caso de dor. “Isso dá segurança ao paciente que passa a ter o controle da situação”.
Mas, se mesmo assim o paciente ainda estiver nervoso, ele fará uma sessão de relaxamento através
de uma massagem que denominamos massagem linfo-relaxante, realizada antes do procedimento
por uma fisioterapeuta em pacientes odontofóbicos. Após este relaxamento é iniciado o tratamento,
proporcionando à pessoa a exposição gradual e progressiva ao estímulo fóbico.
Durante o tratamento o paciente é massageado pela própria cadeira odontológica, que possui uma
esteira vibratória que pode ser regulada por controle remoto e que manda o medo para bem longe!
Algumas dicas para ajudar na hora do tratamento:
1. Na primeira consulta, converse com seu dentista, expresse seus temores e angústias. Peça para
que ele explique como será o tratamento, o medo do desconhecido aumenta sua tensão emocional.
2. Visite regularmente seu dentista, pois isso vai evitar que pequenos problemas se tornem grandes
e mais complicados para serem resolvidos.
3. Leve seu filho ao dentista logo no surgimento do primeiro dentinho. A criança que freqüenta o
consultório desde cedo fica acostumada com os procedimentos e não terá uma reação negativa, alem
disso aumentam as chances da criança não ter nenhum problema bucal, o que é diferente de ir ao
dentista sentindo dor.
4. Não passe medo para seu filho, mesmo que no passado você tenha tido uma experiência
desagradável isso não significa que seu filho vai passar pela mesma situação. A criança sente o medo
e a insegurança dos pais frente ao tratamento odontológico.
5. Procure usar roupas confortáveis, roupas justas e colarinhos apertados aumentam o stress.
Contato: [email protected]r.br
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards