Relato de caso - Tuberculose pulmonar associado a silicose

Propaganda
Relato de Caso – Tuberculose
Pulmonar associada a
Silicose
Case Report – Pulmonary Tuberculosis associated with silicosis
Hospital Regional de Presidente Prudente/SP
Faculdade de Medicina de Presidente Prudente/SP – FAMEPP UNOESTE
Daniele Penha Dassi1 ; Amanda Tonon Campoy2; Eduardo de Castro Costa3; Guilherme Zimmerer4; Ricardo Beneti 5
1. Residente de Clinica Médica do Hospital Regional de Presidente Prudente/SP ([email protected])
2. Acadêmica de Medicina da Faculdade de Medicina de Presidente Prudente/SP
3. Graduado em Medicina pela Faculdade de Medicina de Presidente Prudente/SP
4. Docente de Clínica Médica e Pneumologia da Faculdade de Medicina de Presidente Prudente/SP
5. Docente de Clínica Médica e Pneumologia da Faculdade de Medicina de Presidente Prudente/SP
INTRODUÇÃO
O exame físico demonstrava murmúrio vesicular diminuído
difusamente. Foi solicitada pesquisa de BK no escarro, com
positividade em 3 amostras . Devido à estabilidade clínica foi iniciado
tratamento ambulatorial com COXCIP4 com satisfatória evolução.
O número de pacientes portadores de Silicose, doença pulmonar
fibrosante decorrente da reação do pulmão a deposições de partículas
de sílica, vem aumentando aos longos dos anos em decorrência de
negligências do passado com trabalhadores nos variados meios de
produção e exposição a esta classe de partículas 1,2. A associação entre
Silicose e Tuberculose Pulmonar é estudada desde o início do século
passado, demonstrando-se um risco de ocorrência concomitante
3,4,5
destas patologias entre 2,8 e 39 vezes o risco da população geral
.
OBJETIVO
Apresentar um caso de paciente, metalúrgico, que após um ano do
diagnóstico de Silicose, apresentou diagnóstico posterior de
Tuberculose Pulmonar.
MÉTODO
Estudo descritivo de relato de caso com revisão de prontuário do
paciente, transcrito no Hospital Regional de Presidente Prudente/SP
RELATO DE CASO
Radiografia de tórax: opacidade pulmonar micronodular difusa com predomínio biapical.
.
W.G.R, masculino, 76 anos, residente de Presidente Prudente/SP,
aposentado após trabalhar 40 anos em metalúrgica, ex-tabagista de
60 anos/ maço. Deu entrada no Pronto-Socorro do Hospital Regional
com quadro de dispneia recorrente há oito meses, com crises de
piora progressiva há um mês associada a emagrecimento de 3kg em
um mês. Foi realizada uma radiografia de tórax que evidenciou
opacidade pulmonar micronodular difusa com predomínio biapical.
Foi então encaminhado ao Ambulatório de Pneumologia para
investigação diagnóstica. Ao exame físico encontrava-se em bom
estado geral, eupneico ao repouso, acianótico, afebril e com leve
palidez cutâneo-mucosa. Foram solicitados exames complementares
para investigação. Após dois meses retornou com exames: VHS:
92mm; provas reumáticas não-reagentes e tomografia de tórax com
opacidades micro nodulares difusas com predomínio em ápice, com
áreas de coalescência, e opacidades subpleurais em lobo inferior
direito, além da presença de vários linfonodos calcificados. O
diagnóstico de Silicose foi então firmado mediante os achados
radiológicos e antecedente epidemiológico do paciente. Após 6
meses, durante seguimento, o paciente evoluiu com dor torácica
posterior associada a tosse produtiva de coloração amarelada e em
borra de café; dispneia aos pequenos esforços, e acentuação da perda
de peso.
DISCUSSÃO
A elevada prevalência das doenças associadas, sugerem que a sílica
modifica a resposta imune celular dos pulmões, prejudica o
metabolismo e a função dos macrófagos pulmonares, provoca a
morte destas células tornando o individuo mais sucessível a agentes
oportunistas. A proteína A encontra-se em níveis elevados no lavado
broncoalveolar de silicóticos, permitindo a entrada das
microbactérias nos macrófagos alveolares, por não desencadear
citotoxicidade6 Desta maneira é necessária uma alta suspeição de
Tuberculose nos indivíduos portadores de Silicose, utilizando-se da
prova tuberculínica como exame de triagem visando
quimioprofilaxia nos portadores de infecção latente para diminuir a
sua ocorrência7.
No caso relatado o paciente apresentou alterações no padrão
respiratório associadas a emagrecimento e tosse produtiva, com
suspeita de Tuberculose associada à silicose, confirmada pela
positividade da baciloscopia e boa resolutividade com o tratamento.
CONCLUSÃO
A importância deste relato dá-se a alta prevalência da associação
entre Silicose e Tuberculose, cuja investigação e tratamento
adequado impactam positivamente na evolução destes pacientes.
REFERÊNCIAS
1.MENDES, René. Estudo epidemiológico sobre a silicose pulmonar na Região Sudeste do Brasil, através de inquérito em pacientes internados em hospitais de tisiologia. Rev. Saúde Pública, São Paulo , v. 13, n. 1, p. 7-19, mar. 1979 . Disponível em
<http://www.scielosp.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-89101979000100002&lng=pt&nrm=iso>. acessos em 16 ago. 2015. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89101979000100002 .
2. TERRA FILHO, Mario; SANTOS, Ubiratan de Paula. Silicose. J. bras. pneumol., São Paulo , v. 32, supl. 2, p. S41-S47, May 2006 . Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1806-37132006000800008&lng=en&nrm=iso>. access
on 16 Aug. 2015. http://dx.doi.org/10.1590/S1806-37132006000800008
3-HNIZDO, E;MURRAY , J. Risk of pulmonar tuberculosis relative to silicosis and exposure to sílica dust in South African Gold miners. Occup Environ Med. 1998; 55(7):496-502. Erratum in : Occup Environ Med. 1999; 56(3): 215-6. PubMed PMID: 9816385; PubMed Central PMCID:
PMC1757613. Disponível em http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/9816385acessos em 17 ago. 2015.
4-CALVERT,GM |et al.Occupational silica exposure and risk of various diseases: an analysis using death certificates from 27 states of United States. Occup Environ Med . 2003;60(2):122-9 Available from http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC1740467/?tool=pubmed access on
16 Aug. 2015.http://dx. doi: 10.1136/oem.60.2.122.
5-LAWRENCE J,Geiter et al.Targeted Tuberculin testing and treatment of latent tuberculosis infection. American Thoracic Society. MMWR Recomm Rep. 2000;49(RR-6): 1-51. Available from http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/10881762 access on 18 Aug 2015;
6- BARBOZA, Carlos Eduardo Galvão et al . Tuberculose e silicose: epidemiologia, diagnóstico e quimioprofilaxia. J. bras. pneumol., São Paulo , v. 34, n. 11, p. 959-966, Nov. 2008 . Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S180637132008001100012&lng=en&nrm=iso>. access on 16 Aug. 2015. http://dx.doi.org/10.1590/S1806-37132008001100012
7- CORBETT , EL et al. Risk factors for pulmonary mycobacterial disease in South African gold miners. A case-control study . Am J RespirCrit Care Med. 1999;159(1):94-9 Available from http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/9872824 access on 17 Aug 2015.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards