Tamanho Peniano - Dr. Marcelo Torrente Silva

Propaganda
Dr. Marcelo Torrente Silva
Cirurgia Pediátrica – Urologia Pediátrica
Araras: Rua Doutor Armando Salles de Oliveira, 525 – Ed. Doctor Center, sala 13
CEP 13600-730 - Fone: (19) 3542-6687
Leme: Rua Coronel João Franco Mourão, 647 - Espaço Santa Lydia, sala 12
CEP 13610-180 - Fone: (19) 3555-1621 e 3571-3815
Site: www.drtorrente.site.med.br
E-mail: [email protected]
Sessão “ Meu Médico Responde... “
1) Qual o tamanho normal para o pênis das crianças?
A preocupação dos homens com o tamanho de seus pênis é cultural, com tal ansiedade
iniciando desde a infância ou adolescência.
Meninos freqüentemente comparam o tamanho de seus pênis com os dos outros e piadas
surgem dessas comparações.
Anatomicamente, para um adulto jovem, se o pênis for medido desde o ponto em que ele se
encontra com o corpo até a extremidade da glande (ponta do órgão), terá as seguintes dimensões:
se estiver flácido, mede cerca de 5 a 10cm de comprimento e se em ereção, mede de 12,5 a
18cm. Um recém-nascido apresenta um comprimento médio de 3,75 cm.
Apesar de não haver uma definição universalmente aceita, classifica-se um pênis como
pequeno se: menor que 4cm, quando flácido, ou com menos de 7,5cm, quando ereto.
2) Quais as causas de alteração no tamanho peniano?
Causas hormonais, por desordem de funcionamento dos testículos ou da hipófise (glândula
localizada no cérebro e que produz importantes hormônios), podem interferir no desenvolvimento
de toda a genitália masculina; nestes casos, encontra-se desde o micro-pênis até a genitália
ambígua.
O pênis pode ficar pequeno em conseqüência de traumatismos, queimaduras ou doenças
adquiridas, o que é raro.
O mais freqüente é que o paciente não esteja satisfeito com o tamanho do seu pênis, mesmo
que o médico nada encontre de anormal.
2) Quais as queixas mais comuns?
“O pênis dos outros é maior?” – na grande maioria das vezes, os pacientes reclamam do
comprimento do órgão, mesmo com ereção normal, mas a comparação nunca leva em conta a idade,
altura da pessoa, dentre outros fatores (talvez as pernas, as mãos, os braços, também sejam maiores
que os seus!).
1
Dr. Marcelo Torrente Silva
Cirurgia Pediátrica – Urologia Pediátrica
Araras: Rua Doutor Armando Salles de Oliveira, 525 – Ed. Doctor Center, sala 13
CEP 13600-730 - Fone: (19) 3542-6687
Leme: Rua Coronel João Franco Mourão, 647 - Espaço Santa Lydia, sala 12
CEP 13610-180 - Fone: (19) 3555-1621 e 3571-3815
Site: www.drtorrente.site.med.br
E-mail: [email protected]
“O peso influencia no tamanho peniano?” – o pênis pode tornar-se embutido em meio a
gordura que fica no púbis do paciente, o que dá a impressão de tamanho reduzido, quando na
verdade basta perder peso para melhorar tal aspecto.
“Altura e pênis não são proporcionais?” – há uma grande variação de comprimento
peniano, independentemente da estatura do paciente, podendo homens baixos ter pênis maiores que
os altos e vice-versa, sem uma regra estabelecida.
“Flacidez e ereção peniana” – geralmente, é durante a flacidez que há comparação de
tamanhos entre os homens, porém não há regra para quanto se deve multiplicar um pênis flácido
para que ele torne-se ereto “na medida correta”. E muitos se esquecem que a ereção tem função
reprodutiva, devendo ser acompanhado apenas se é efetiva a ponto de garantir penetração vaginal
efetiva.
3) Quais os tratamentos para a alteração no tamanho peniano?
O paciente deve ser examinado detalhadamente, incluindo volume e presença dos testículos,
presença e localização de pêlos pubianos e outros caracteres sexuais secundários. Se o pênis for
considerado de tamanho normal pelo médico, o paciente necessitará de uma avaliação por um
sexólogo, psicólogo ou psiquiatra a fim de pesquisar a verdadeira razão de sua queixa. Se o pênis
for considerado pequeno e forem detectadas alterações hormonais, uma reposição com testosterona
(hormônio masculino) pode estar indicada.
Tratamentos não cirúrgicos (aparelhos à vácuo, aparelhos de tração mecânica, aparelhos de
estimulação eletromagnética e pesos) não dão resposta satisfatória permanente, porém os
tratamentos cirúrgicos não são isentos de complicações, algumas vezes até graves.
Os pacientes com dúvidas sobre o tamanho do seu pênis devem procurar um profissional
qualificado, o qual avaliará a situação.
Para o atendimento infanto-juvenil ou de adolescentes, o Uropediatra é o médico com
formação para atendimento de doenças do sistema urinário e genital, apto a lidar com fimose,
refluxo vésico-ureteral, megauretér, válvula de uretra posterior, estenose de junção
uretero-piélica, cálculos renais, tumores renais, malformações congênitas e os casos inclusos no
diagnóstico de micro-pênis.
2
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards