Relato de caso:Hanseníase Borderline Tuberculoide, aspectos

Propaganda
RELATO DE CASO:HANSENÍASE BORDERLINE
TUBERCULOIDE,ASPECTOS CLÍNICOS E DIAGNÓSTICO.
Vieira,Érika¹ ; Galiza, Mª Claudia² ; Cordeiro, Polyana¹; Souza, Flavia¹; Guedes,Anderlúcia¹;
Irmandade São João Batista de Macaé RJ.
¹Médico residente de Clínica médica, ² Dermatologista.
Introdução
A Hanseníase é uma doença infecciosa crônica,causada pelo Mycobacterium leprae que afeta a pele e o
sistema nervoso e tem cura,porém quando postergado ou não tratado evolui com sequelas incapacitantes.O
seu desenvolvimento é de acordo com a capacidade imune do hospedeiro,podendo este desenvolver o pólo de
resistência ao bacilo Hanseníase Tuberculóide ou pólo de alta suscetibilidade a Hanseníase virchowiana.Ainda
há a classificação interpolares, borderline-tuberculóide, borderline-borderline e borderline-virchowiana.
Objetivo
Divulgar a patologia e a importância do rápido diagnóstico e tratamento.
Delineamento e Método
Análise do prontuário e revisão bibliográfica associada à formatação básica do relato de caso.
Relato de caso
Paciente 59 anos, branco, motorista de ônibus,natural de Campos
dos Goytacazes, reside há 40 anos em Macaé. Faz uso de
rivaroxabana devido 3 episódios de trombose venosa profunda.
Nega HAS,DM,tabagismo e etilismo. Fez uso de cefalexina devido
diagnóstico prévio de erisipela. Há 8 meses iniciou quadro de
edema, poliartrite, com piora progressiva sendo internado para
investigação. Durante a internação evoluiu com parestesia nos
membros inferiores.
Ao exame físico: membros inferiores edemaciados,dolorosos a
manipulação, com áreas de exulcerações em terço inferior de
ambas as pernas, lesões em placas eritematosas pouco infiltradas
com extensão até coxas, poliartrite com nódulos eritematosos
justa articulares em dorso de mãos e nódulos eritematosos em
ambos os braços, além de queixas de palpitações, mal estar e
relato de febrícula.
Conduta: Prednisona 40mg uma vez ao dia. Solicitados exames
laboratoriais que excluíram doença reumatológica.
Biópsia:Dermatite granulomatosa. ”..faz discutir os diagnósticos de
Hanseníase borderline tuberculóide e Sarcoidose.”.
O diagnóstico foi concluído através de minucioso exame
dermatológico, neurológico e biópsia da lesão.
Paciente se encontra em uso de Dapsona, Rifampicina e
prednisona.
Fig1.Placas eritematosas pouco infiltradas.
Fig2.Exulcerações,edema importante em pé.
Conclusão
A Hanseníase é uma doença crônica muito relevante em nosso meio, que quando não abordada evolui com
seqüelas incapacitantes. Tendo em vista uma patologia de fácil diagnóstico e com potencial de cura de 100%, é
de extrema importância a atenção médica mesmo quando o paciente não possui história epidemiológica
sugestível.
Referências
1-BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde. Departamento de Atenção Básica. Guia para o
Controle da hanseníase. Brasília: Ministério da Saúde, 2002.
2-ARAUJO, Marcelo Grossi. Hanseníase no Brasil. Rev. Soc. Bras. Med. Trop., Uberaba , v. 36, n. 3, p. 373382, June
2003 .
Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S003786822003000300010&lng=en&nrm=iso>. access on
29
Sept.
2015.
http://dx.doi.org/10.1590/S003786822003000300010.
3-SOUZA,CS. Hanseníase: formas clínicas e diagnóstico diferencial.Medicina,Ribeirão Preto,30: 325-334,
jul/set.1997.Capitulo 1.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards