Resumo - UFSCar

Propaganda
Título: IDENTIFICAÇÃO EXPERIMENTAL DE FONTES DE CONTROLE DE
ESTÍMULOS POR UNIDADES TEXTUAIS MÍNIMAS E LEITURA
GENERALIZADA
Autora: Angela Bernardo de Lorena
Orientadora: Profª Drª Deisy G. de Souza
Resumo:
A meta do ensino de leitura é que o aprendiz se torne competente para ler, com
compreensão e fluência, qualquer tipo de texto na sua língua nativa. Para isso, o aluno
progride ao longo da aquisição de uma série complexa e interrelacionada de habilidades e
conceitos. Uma habilidade intermediária, requisito para a leitura de qualquer texto é a
leitura generalizada; a partir da aprendizagem de um número restrito de palavras, o
indivíduo passa a ler qualquer palavra da língua. Isto requer que ele faça uma abstração
para cada relação grafema-fonema.
Processos diferentes podem estar envolvidos no
desenvolvimento dessas abstrações (comportamento sob controle de estímulos da relação
entre um grafema e o fonema correspondente, independente de variáveis topográficas e de
contexto). O presente estudo teve como objetivo investigar a possibilidade de que o
controle de estímulos por uma unidade grafema-fonema se desenvolva a partir de
contingências de reforçamento para a leitura de palavras inteiras.
Para isso, foram
realizados dois experimentos com palavras contendo um fragmento complexo da Língua
Portuguesa. No Estudo 1 foram analisadas 16 desses fragmentos. No Estudo 2 foram
examinadas palavras escritas com “x” e som de “z”. Os alunos, que já liam palavras
constituídas de consoantes e vogais (CVCV), eram expostos a um procedimento
sistemático de ensino individualizado, baseado na seleção de palavras inteiras,
condicionalmente à palavra ditada. O procedimento de ensino foi o mesmo empregado nos
dois estudos: uma palavra contendo a dificuldade-alvo era ditada e o aluno devia escolher,
entre duas palavras impressas apresentadas como alternativas, a que correspondesse à
palavra ditada.
Uma das palavras impressas fazia parte de lições anteriores (era
“conhecida”), o que possibilitava que ela fosse excluída e que o aluno acertasse na escolha
da alternativa correta. A questão era se, a exposição a palavras resultaria no
estabelecimento de controle por unidades menores (pelo fragmento alvo), favorecendo a
generalização de leitura de outras palavras novas com a mesma configuração. Para isso,
tentativas de treino com as palavras selecionadas eram intercaladas com tentativas de
leitura (portanto, o aluno era exposto a duas tarefas, uma de seleção e outra de leitura).
Depois de cada tentativa com uma palavra ditada, o aluno era exposto a uma tentativa de
sonda de leitura daquela mesma palavra. As conseqüências (feedback de acerto) para a
leitura eram apresentadas contingentemente à verbalização da palavra inteira. Assim, foi
possível acompanhar tentativa a tentativa a emergência (ou não) do controle de estímulos
por unidades menores, embora a emissão dessas unidades nunca tenha sido reforçada
isoladamente. Os resultados mostraram, em ambos os experimentos que, após a
intervenção, os participantes passaram a ler palavras no vas com os fragmentos complexos.
Os resultados constituem evidência experimental de desenvolvimento de controle de
estímulos por unidades textuais menores que a palavra, depois do ensino de palavras
inteiras, confirmando a predição teórica de que esta é uma das alternativas para o
estabelecimento de abstrações.
Palavras-chaves: Aquisição de leitura; controle por unidades mínimas; leitura
generalizada; abstração.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

teste

2 Cartões juh16

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards