Baixar este arquivo PDF

Propaganda
ISBN: 978-85-65118-05-7
12 A 15 DE OUTUBRO DE 2015
CENTRO DE CONVENÇÕES SULAMÉRICA
RIO DE JANEIRO, RJ – BRASIL
1
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS TERAPEUTAS OCUPACIONAIS
ABRATO
ANAIS DO XIV CONGRESSO BRASILEIRO DE TERAPIA OCUPACIONAL
CIDADANIA E DIREITOS HUMANOS: DO FINANCIAMENTO À PRÁTICA
1° EDIÇÃO
RIO DE JANEIRO
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS TERAPEUTAS OCUPACIONAIS - ABRATO
2016
2
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
DIVULGAÇÃO
REVISTA INTERINSTITUCIONAL BRASILEIRA DE TERAPIA OCUPACIONAL
REVISBRATO
3
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
REALIZAÇÃO
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS TERAPEUTAS OCUPACIONAIS - ABRATO
ASSOCIAÇÃO DE TERAPIA OCUPACIONAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
- ATOERJ
4
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
ISBN: 978-85-65118-05-7
C749a Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional (14. : 2015 : Rio de Janeiro, RJ) ;
Revista Interinstitucional Brasileira de Terapia Ocupacional.
Anais [Recurso eletrônico] / XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional :
cidadania e direitos humanos, do financiamento à prática, 12-15 de outubro/2015 em
Rio de Janeiro, RJ. / Organizadores: Associação dos Terapeutas Ocupacionais do Estado
do Rio de Janeiro.- Rio de Janeiro, ATOERJ: Ricardo Lopes Correia e Beatriz Akemi Takeiti,
2016.
A Revista Interinstitucional Brasileira de Terapia Ocupacional é um periódico
científico criado pelos docentes das seguintes universidades: Universidade Federal do
Rio de Janeiro, Universidade Federal de Santa Maria, Universidade Federal da Paraíba,
Universidade de Brasília, Universidade Federal do Pará.
5
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
[email protected] colegas,
É com grande satisfação que apresentamos os Anais do XIV Congresso
Brasileiro de Terapia Ocupacional realizado no período de 12 a 15 de Outubro de 2015
na cidade do Rio de Janeiro. Os Anais são frutos da parceria com REVISBRATO Revista Interinstitucional Brasileira de Terapia Ocupacional, criada por cinco
Universidades Públicas Federais: UFRJ, UFSM, UFPB, UnB, UFPA.
É necessário lembrar que, com a ausência de candidatura para sediar o XIV
Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional – CBTO nasceu um forte clamor dos
terapeutas ocupacionais que estiveram presentes no XIII CBTO em Florianópolis, para
que o evento fosse sediado no estado do Rio de Janeiro.
Sabedores da importância e responsabilidade que um evento deste porte
representa, nós, terapeutas ocupacionais da Associação dos Terapeutas Ocupacionais
do Estado do Rio de Janeiro - ATOERJ, ali representada por seus membros, não
fugimos do desafio, assumindo como nobre missão realizar o mais importante evento
científico de nossa categoria em nosso país.
Desta maneira, visando contribuir para a construção e consolidação das práticas
profissionais e servindo-nos das temáticas e atividades científicas do encontro, no
esforço de corresponder às necessidades organizativas que vêm progressivamente sendo
criadas e identificadas em congressos anteriores, optamos pelo tema Cidadania e
Direitos Humanos: do financiamento à prática.
Este tema, Cidadania e Direitos Humanos: Do financiamento à prática, para
o XIV CBTO implicou diretamente em contemplar no escopo deste Congresso temas
abrangentes, tais como: saúde pública, assistência social, diversidade cultural, inclusão,
violência, trabalho, educação, processos de gestão, financiamento e controle,
entendendo enquanto necessidades prementes a ampliação da produção de
conhecimento e investimento profissional, provocados por estes cenários de prática dos
terapeutas ocupacionais no Brasil contemporâneo. Acreditamos que atingimos nossos
objetivos e promovemos um Congresso de excelente qualidade.
Contamos com a participação de diversos atores de todo o território nacional e
também internacional. Discutimos assuntos relacionados à pesquisa, à prática
assistencial e aos desafios colocados para acesso ao financiamento das políticas e
programas em que se insere a Terapia Ocupacional. O XIV CBTO buscou afirmar-se,
6
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
assim, como um evento relevante no sentido de prover condições para modificações
significativas na atuação profissional, com impacto direto e indireto na qualidade dos
serviços prestados à população.
Foi assim que a Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, comemorando
também seus 450 anos, recebeu o XIV CBTO e decidiu homenagear dois ilustres
colegas: os professores Virgilio Cordeiro de Mello Filho e Roberto Ciasca, ambas as
figuras proeminentes em nossa categoria profissional, cujas trajetórias pessoais e
profissionais elevaram, e muito, o nome de nossa profissão.
Virgílio Cordeiro de Mello Filho foi o primeiro homem terapeuta ocupacional
a se graduar no Rio de Janeiro. Foi professor e teve participação importante na
formação acadêmica de inúmeros terapeutas ocupacionais na cidade do Rio de Janeiro
nas décadas de 1970 e 1980. Trabalhou na Associação Brasileira Beneficente de
Reabilitação - ABBR até se aposentar. O professor participou de uma Mesa no CBTO
registrando, de maneira brilhante, viva e afetuosa a história de nossa profissão no
Estado do Rio de Janeiro. Dedicamos o XIV Congresso a este nosso querido amigo.
Roberto Ciasca, terapeuta ocupacional formado pela Universidade Federal de
São Carlos, professor da Pontifícia Universidade Católica de Campinas e terapeuta
ocupacional atuante na área da arte e corpo. Contagiou muitos terapeutas ocupacionais
com sua forma de pensar e agir, com acentuado perfil ético e marcadamente dedicado à
profissão. Abrilhantou o Congresso através de sua participação em uma Mesa na qual
discutiu Práticas Corporais. Ao final, foi homenageado pelo Congresso como
profissional de destaque e que muito contribuiu para a formação dos terapeutas
ocupacionais no Brasil. Registramos também que Ciasca participou de quase todos os
CBTO. Ele faleceu logo após o evento e, hoje, não está mais entre nós. Lembramos de
Roberto Ciasca e pudemos registrar nosso carinho por ele durante o XIV CBTO.
Estes são alguns apontamentos que registramos brevemente nestes Anais sobre
os quatro dias intensos de trabalho e encontros no Rio de Janeiro, no XIV CBTO.
Esperamos que vocês que aqui estiveram e também os que não puderam participar
conosco tirem o maior proveito desta publicação na REVISBRATO.
Diretoria da Associação de Terapia Ocupacional do Estado do Rio de Janeiro
Comitê Organizador do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional 2015
7
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
SUMÁRIO
PARTE I – PALESTRAS E MESAS
DIREITOS HUMANOS E CUIDADO
Eduardo Passos 47
SAÚDE MENTAL E FORMAÇÃO
Lisete Ribeiro Vaz 51
CLÍNICA
Sonia Ferrari 56
CUIDADOS PALIATIVOS NA INFÂNCIA – UM CAMPO EM CONSTRUÇÃO
Rosa Maria de Araújo Mitre 67
PARTE II – RESUMOS CURTOS
Eixo 1 – gestão, consultorias e financiamento nas políticas públicas
COMUNICAÇÃO ORAL: A GESTÃO NO DESENVOLVIMENTO DE ESTRATÉGIAS DE
FORMAÇÃO DA POLÍTICA DE DROGAS: O ESPAÇO DO TERAPEUTA OCUPACIONAL NO
CRR/UNB-FCE 75
A PERCEPÇÃO SOBRE ACESSIBILIDADE DE USUÁRIOS DOS ESPAÇOS DA UNIVERSIDADE
FEDERAL DO PARÁ: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA. 76
ATENÇÃO PRIMÁRIA E O ATENDIMENTO A PESSOAS COM DEFICIÊNCIA: O QUE
APRENDEMOS EM 15 ANOS DE TRABALHO NESSE NÍVEL ASSISTENCIAL 77
AVALIAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA NO SUS A PARTIR DA CONCEPÇÃO DAS PESSOAS COM
Nenhuma entrada de índice remissivo foi encontrada.DEFICIÊNCIA FÍSICA 78
FAMÍLIAS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES COM AUTISMO: DIREITOS, POLÍTICAS
PÚBLICAS E GASTOS DESPENDIDOS COM O CUIDADO DOS FILHOS 79
8
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
HANSENÍASE: DESAFIOS EM PREVENÇÃO DE INCAPACIDADES 80
O TRABALHO DA TERAPIA OCUPACIONAL EM GESTÃO NA ATENÇÃO BÁSICA NO
MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO 81
PERSPECTIVAS DA EQUOTERAPIA NO PARÁ 82
SERVIDORES COM DEFICIÊNCIA: O PERFIL OCUPACIONAL COMO CONTRIBUIÇÃO PARA
MELHORIAS LABORAIS 83
TERAPIA OCUPACIONAL E A GESTÃO DE PESSOAS: A INFLUÊNCIA DAS RELAÇÕES
INTERPESSOAIS PARA A PROMOÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO 84
Eixo 2 – redes de atenção à saúde
“MARCAS NO PAPEL”: PROPOSTA TERAPÊUTICA OCUPACIONAL COM CÍRCULO DE
DIÁLOGO NA SAÚDE EM MULHERES QUEIMADAS 86
A ARTE COMO RECURSO TERAPÊUTICO OCUPACIONAL NA SAÚDE MENTAL: REVISÃO DE
LITERATURA 87
A ATIVIDADE GRUPAL NA PROMOÇÃO DO CUIDADO INTEGRAL À SAÚDE DA MULHER 88
A ATUAÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL COM GESTANTES E PUÉRPERAS DE ALTO RISCO
89
A ATUAÇÃO DO TERAPEUTA OCUPACIONAL NO CONTEXTO HOSPITALAR COM
INDIVÍDUOS QUE APRESENTAM DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA 90
A ATUAÇÃO TERAPEUTICA OCUPACIONAL NA ATENÇÃO PRIMÁRIA A SAÚDE: UM
RELATO DE EXPERIÊNCIA 91
A CARÊNCIA DE EXPERIÊNCIAS SENSORIAIS EM CRIANÇAS HOSPITALIZADAS: UM
OLHAR DA TERAPIA OCUPACIONAL 92
A CONSTRUÇÃO DE OFICINAS PARA A REALIZAÇÃO DA FESTA JUNINA NA CLÍNICA
PEDIÁTRICA EM UM HOSPITAL CARDIOLÓGICO DE REFERÊNCIA 93
A CORPOREIDADE DA MULHER GESTANTE E AS INTERVENÇÕES DA TERAPIA
OCUPACIONAL NA ATENÇÃO BÁSICA 94
A ESCOLA E A ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA COMO CENÁRIOS NO
RASTREAMENTO DE PROBLEMAS DE SAÚDE MENTAL EM ADOLESCENTES 95
A EXPERIÊNCIA DA SUPERVISÃO CLINICO-INSTITUCIONAL REALIZADA POR UMA
TERAPEUTA OCUPACIONAL EM TERRITÓRIO DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO 96
A EXPERIÊNCIA DE ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO NO (INTER) AGIR NA SAÚDE E
CULTURA - JUNTO ÀS MULHERES DA REGIÃO NOROESTE DE SANTOS, SÃO PAULO. 97
A EXPERIÊNCIA TERAPÊUTICA OCUPACIONAL DENTRO GRUPO DE MUSICATEZAÇÃO NA
PROMOÇÃO DA HUMANIZAÇÃO LABORAL HOSPITALAR EM UM HOSPITAL DE
REFERENCIA NA REGIÃO NORTE 98
A IMAGEM CORPORAL DE ADOLESCENTES EM TRATAMENTO QUIMIOTERÁPICO E A
CONTRIBUIÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL 99
9
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
A IMPORTÂNCIA DO BRINCAR COMO AÇÃO TERAPÊUTICA OCUPACIONAL 100
A IMPORTÂNCIA DO EMPODERAMENTO DOS MECANISMOS DE AVALIAÇÃO/MS PARA A
PRÁTICA DO TERAPEUTA OCUPACIONAL NO NASF 101
A IMPORTÂNCIA DO TERAPEUTA OCUPACIONAL NOS SERVIÇOS DE CUIDADOS
PALIATIVOS 102
A INSERÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL NO NÚCLEO DE APOIO À SAÚDE DA FAMÍLIA
DO MUNICÍPIO DE ARACAJU 103
A INTEGRAÇÃO DA PROMOÇÃO DE SAÚDE E ATIVIDADES LÚDICAS 104
A LUTA ANTIMANICOMIAL E O CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL COMO
INSTRUMENTO INFORMACIONAL DE DIREITOS E DEVERES DO USUÁRIO 105
A PERCEPÇÃO DE ACADÊMICOS DE TERAPIA OCUPACIONAL SOBRE ATIVIDADES EM
GRUPO DESENVOLVIDA EM UMA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE: UM RELATO DE
EXPERIÊNCIA 106
A PERSPECTIVA DOS RESIDENTES DE TERAPIA OCUPACIONAL DE UM HOSPITAL GERAL
SOBRE A UTILIZAÇÃO DO MÉTODO DO ARCO DE MAGUEREZ EM EQUIPES
MULTIPROFISSIONAIS 107
A PROBLEMÁTICA DO USO DE MEDICAMENTOS POR IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS: O
TERAPEUTA OCUPACIONAL COMO AGENTE PROMOTOR DE SAÚDE 108
A REDE INTEGRAL DE CUIDADOS A PARTIR DA UNIDADE DE ACIDENTE VASCULAR
ENCEFÁLICO (AVE) DO HOSPITAL RISOLETA TOLENTINO NEVES (HRTN) 109
A REINVENÇÃO DO CORPO EM CRIANÇAS TRANSGÊNERO 110
A RELAÇÃO DO BRINQUEDO E O DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA ATENDIDA NUMA
UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE 111
A REPRESENTAÇÃO DO CORPO E ARRANJOS IMAGINÁRIOS A PARTIR DA
DESCONSTRUÇÃO DIAGNÓSTICA 112
A SEXUALIDADE COMO CONSTRUÇÃO DO SUJEITO 113
A SEXUALIDADE DO IDOSO E A TRANSMISSÃO DE DOENÇAS SEXUALMENTE
TRANSMISSÍVEIS 114
A TERAPIA OCUPACIONAL E O AMBIENTE HOSPITALAR: PROPOSTA DE ADAPTAÇÃO
AMBIENTAL PARA REDUÇÃO DA LUMINOSIDADE NA ENFERMARIA CANGURU EM
HOSPITAL DE REFERÊNCIA 115
A TERAPIA OCUPACIONAL NA ENFERMARIA PSIQUIÁTRICA DE UM HOSPITAL
UNIVERSITÁRIO: UMA EXPERIÊNCIA CONSTRUÍDA POR DIVERSAS MÃOS 116
A TERAPIA OCUPACIONAL NA REABILITAÇÃO COGNITIVA DE PACIENTES PORTADORES
DE AIDS/HIV: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA 117
A TRAJETÓRIA DAS POLÍTICAS DE SAÚDE MENTAL PARA CRIANÇAS E ADOLESCENTES
NO BRASIL: UMA REVISÃO INTEGRATIVA 118
10
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
A UTILIZAÇÃO DE ATIVIDADES LÚDICAS PELA TERAPIA OCUPACIONAL EM CRIANÇAS
COM CÂNCER EM AMBIENTE HOSPITALAR: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA DA
LITERATURA 119
A UTILIZAÇÃO DO GRUPO DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE EM UM AMBULATÓRIO DE
QUIMIOTERAPIA – RESGATANDO PAPÉIS OCUPACIONAIS 120
A VISÃO DA CRIANÇA SOBRE A HOSPITALIZAÇÃO 121
ABORDAGENS DA TERAPIA OCUPACIONAL NA INTERFACE COM SAÚDE E TRABALHO:
UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA 122
ACOLHIMENTO AOS CUIDADORES DE CRIANÇAS COM CARDIOPATIA CONGÊNITA NO
AMBULATÓRIO DA FUNDAÇÃO HOSPITAL DE CLÍNICAS GASPAR VIANNA (FHCGV) 123
ACOLHIMENTO EM SAÚDE MENTAL: UMA OBSERVAÇÃO ACADÊMICA 124
AÇÕES DA TERAPIA OCUPACIONAL NO CUIDADO INTEGRAL Á SAÚDE DE PACIENTES
PESIQUIATRICO: PRÁTICA HUMANIZADA 125
AÇÕES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE DESENVOLVIDAS PELA TERAPIA OCUPACIONAL NA
SALA DE ESPERA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA 126
AÇÕES DE REABILITAÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE
(APS): RELATO DE EXPERIÊNCIA 127
AÇÕES EDUCATIVAS SOBRE O ALEITAMENTO MATERNO EM UMA UNIDADE DE
REFERÊNCIA MATERNO INFANTIL: RELATO DE EXPERIÊNCIA 128
AÇÕES INOVADORAS NO CONTEXTO HOSPITALAR 129
ADOLESCENTES COM SOFRIMENTO PSÍQUICO MORADORES DE ÁREAS RURAIS:
RELAÇÕES, SITUAÇÕES DE ESTRESSE E APOIO E REDES DE APOIO 130
ADOLESCENTES USUÁRIOS DE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS: TRAJETÓRIAS, COTIDIANOS
E DESAFIOS 131
ADOLESCÊNCIA E RELAÇÕES SOCIAIS SOB A ÓTICA DE ADOLESCENTES COM
TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA INSERIDOS EM COMUNIDADES VIRTUAIS 132
ADOLESCÊNCIA, DIVERSIDADE E PROMOÇÃO DE SAÚDE: ABORDAGEM GRUPAL DA
TERAPIA OCUPACIONAL EM UMA ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL 133
AGORA CHEGOU MINHA VEZ VOU FALAR: UM ESTUDO SOBRE O NÍVEL DE SOBRECARGA
DE CUIDADORES DE PESSOAS COM ALTERAÇÕES NEUROLÓGICAS 134
AJUSTAMENTO PSICOSSOCIAL APÓS MASTECTOMIA - UM OLHAR SOBRE A QUALIDADE
DE VIDA 135
ANÁLISE BIBLIOGRÁFICA SOBRE A ESTIMULAÇÃO PRECOCE EM CRIANÇAS COM
DEFICIÊNCIA E O PAPEL DA TERAPIA OCUPACIONAL 136
ANÁLISE DE RELATÓRIOS DE VISITAS TÉCNICAS A 5 UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE NA
ZONA OESTE DO RIO DE JANEIRO 137
11
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
ANÁLISE DO TRATAMENTO HUMANIZADO DISPONIBILIZADO PARA PACIENTES
HOSPITALIZADOS PÓS-ACIDENTES NEUROLÓGICOS 138
ARTICULAÇÃO ENTRE O CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL INFANTOJUVENIL E
ATENÇÃO BÁSICA À SAÚDE: A PROPOSIÇÃO DO TRABALHO COLABORATIVO 139
AS ATIVIDADES DE VIDA DIÁRIA DE PACIENTES COM SINTOMAS DEPRESSIVOS PÓS-AVE
– INTERVENÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL 140
ASPECTOS DO ADOECIMENTO E AFASTAMENTO DE TRABALHADORAS AUXILIARES DE
LIMPEZA E DE SERVIÇOS GERAIS 141
ASSISTÊNCIA À SAÚDE MENTAL INFANTO-JUVENIL SOB A ÓTICA DA REFORMA
PSIQUIÁTRICA 142
ATENÇÃO A FAMILIARES DE CRIANÇAS COM ANOMALIAS CRANIOFACIAIS:
EXPERIÊNCIA DE ESTÁGIO EM TERAPIA OCUPACIONAL 143
ATENÇÃO A SAÚDE CARDIOVASCULAR EM UM CENTRO ESPECIALIZADO EM
REABILITAÇÃO NO PARÁ: UMA VISÃO DA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL 144
ATIVIDADE SIGNIFICATIVA: RESGATE DA INDENTIDADE NO CONTEXTO HOSPITALAR 145
ATIVIDADES DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE COM GRUPOS DE MÃES NA UNIDADE CANGURU
DA FUNDAÇÃO SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DO PARÁ (FSCMPA): UM RELATO DE
EXPERIÊNCIA 146
ATUAÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL NO NASF: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA 147
ATUAÇÃO DO TERAPEUTA OCUPACIONAL NO QUEIMADO EM FASE AGUDA 148
AVALIAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO DE CRIANÇAS DE 4 A 12 MESES ATENDIDOS NA
UNIDADE DE SAÚDE DA FAMÍLIA DE UMA CIDADE DE MÉDIO PORTE NO INTERIOR DO
ESTADO DE SÃO PAULO 149
AVALIAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO MOTOR DE CRIANÇAS COM CARDIOPATIA
CONGÊNITA ACOMPANHADAS NO AMBULATÓRIO DA FUNDAÇÃO HOSPITAL DE
CLÍNICAS GASPAR VIANNA (FHCGV) 150
AVALIAÇÃO TERAPÊUTICA OCUPACIONAL NO CONTEXTO DA ATENÇÃO À SAÚDE
MENTAL 151
BRINCAR NO CONTEXTO HOSPITALAR: OBSERVAÇÕES E CONTRIBUIÇÕES DA EQUIPE DE
RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO
MINEIRO 152
CARACTERIZAÇÃO DO PERFIL COGNITIVO DE PACIENTES COM DOENÇA DE PARKINSON
153
CLASSIFICAÇÃO E ANÁLISE DE MATERIAIS LÚDICOS DE UMA BRINQUEDOTECA
TERAPÊUTICA 154
COMEMORAÇÃO DO DIA DAS MÃES EM AMBIENTE HOSPITALAR: AÇÃO DE
HUMANIZAÇÃO ENTRE TERAPEUTAS OCUPACIONAIS E GRUPO DE VOLUNTÁRIOS 155
12
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
COMPARAÇÃO DO NÍVEL DE ESTRESSE ENTRE CUIDADORES: CRIANÇA COM PARALISIA
CEREBRAL E SEM PARALISIA CEREBRAL 156
COMPROMETIMENTO COGNITIVO LEVE E A ATUAÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL: UMA
REVISÃO BIBLIOGRAFICA 157
CONDIÇÕES DE ADOECIMENTO NO SERVIÇO DE SAÚDE MENTAL: PROJETO PARA SAÚDE
DO TRABALHADOR NO CAPS 158
CONHECENDO A CIDADE DA CRIANÇA – COMO E PORQUE USAR 159
“CONSTRUÇÃO E EFETIVAÇÃO DA OFICINA DE AMPLIAÇÃO DO CUIDADO NA CLÍNICA
ARMANDO PALHARES AGUINAGA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA NO PET SAÚDE” 160
CONSUMO RECENTE DE DROGAS LÍCITAS E ILÍCITAS POR ADOLESCENTES ESCOLARES
EM UM MUNICÍPIO DO INTERIOR DE SÃO PAULO 161
CONTRIBUIÇÕES DA PRÁTICA INTERDISCIPLINAR NA FORMAÇÃO DE ALUNOS DE
TERAPIA OCUPACIONAL POR MEIO DE UM PROGRAMA DE EDUCAÇÃO 162
CONTRIBUIÇÕES DO TERAPEUTA OCUPACIONAL JUNTO A PACIENTES EM
INTERNAMENTO SOCIAL 163
COTIDIANO DAS PESSOAS COM DIABETES: UMA REVISÃO DE LITERATURA 164
COTIDIANO E PRÁTICAS EDUCATIVAS PARENTAIS: A PERCEPÇÃO DAS FAMÍLIAS DE
CRIANÇAS COM DIFICULDADES SOCIOEMOCIONAIS 165
CUIDADOS PALIATIVOS: TECENDO SABERES, VIVÊNCIAS E NA RECONSTRUÇÃO DO
COTIDIANO 166
DEPENDÊNCIA DE INTERNET E TERAPIA OCUPACIONAL: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA DA
LITERATURA 167
DESENVOLVIMENTO NEUROPSICOMOTOR DE UMA CRIANÇA PREMATURA
HOSPITALIZADA DESDE O NASCIMENTO: UM RELATO DE CASO 168
DO REAL AO IMAGINÁRIO: LIVRO INTERATIVO PARA ADOLESCENTES HOSPITALIZADOS
169
DOENÇAS ONCOLÓGICAS E O IMPACTO NA VIDA OCUPACIONAL DE CRIANÇAS E
ADOLESCENTES 170
DROGAS: VULNERABILIDADES DOS ADOLESCENTES EM SITUAÇÃO DE RUA 171
ELABORAÇÃO DE UMA CARTILHA SOBRE VIOLÊNCIA HOSPITALAR 172
ENFRENTAMENTO MATERNO AO DIAGNÓSTICO DE DIABETES MELLITUS DO TIPO1:
VIVÊNCIAS E SIGNIFICADOS 173
ESQUIZOFRENIA E QUALIDADE DE VIDA DE USUÁRIOS DO CAPS 174
ESTIMULAÇÃO COGNITIVA E A PROMOÇÃO DO ENVELHECIMENTO ATIVO:
INTERVENÇÃO DO TERAPEUTA OCUPACIONAL EM UM GRUPO DE IDOSOS A PARTIR DA
PRÁTICA DA RESIDÊNCIA EM SAÚDE DA FAMÍLIA 175
13
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
ESTUDO DA INFLUÊNCIA DA MÚSICA NA MELHORIA DE SINTOMAS DEPRESSIVOS E
DECLINEO COGNITIVO EM IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS 176
ESTUDOS PRELIMINARES: BRINCAR E HOSPITALIZAÇÃO, A AVALIAÇÃO DA QUALIDADE
DE VIDA NA INTERNAÇÃO HOSPITALAR INFANTIL 177
EXPERIÊNCIA DE UMA TERAPEUTA OCUPACIONAL RESIDENTE NO ACOLHIMENTO DE
UM ADOLESCENTE EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIAL EM UM CAPS AD III 178
EXPERIÊNCIA DAS ACADÊMICAS DE TERAPIA OCUPACIONAL DA UNIVERSIDADE
FEDERAL DE SERGIPE-UFS COM MULHERES CUIDADORAS DE PESSOAS COM
DEFICIÊNCIA NO MUNICÍPIO DE LAGARTO-SERGIPE 179
EXPERIÊNCIAS VIVENCIADAS NO NASF ATRAVÉS DO OLHAR DA TERAPIA
OCUPACIONAL 180
FATORES QUE INFLUENCIAM NA ADESÃO AO TRATAMENTO TERAPÊUTICO
OCUPACIONAL EM PACIENTES DA SAÚDE MENTAL 181
FORMANDO TECITURAS NO CUIDADO EM SAÚDE MENTAL: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA
SOBRE UM TECER COLETIVO E AFETUOSO DO CUIDADO INTEGRAL EM SAÚDE 182
GAME EPILEPSIA: UM SERIOUS GAME VOLTADO A PROMOÇÃO DA AUTOEFICÁCIA E
AUTOMANEJO EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES COM EPILEPSIA 183
GESTÃO AUTÔNOMA DA MEDICAÇÃO: UMA FERRAMENTA DE EMPODERAMENTO DE
PESSOAS COM TRANSTORNO MENTAL GRAVE 184
GRUPO COMO DISPOSITIVO TERAPÊUTICO OCUPACIONAL: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA
DA ATUAÇÃO JUNTO A EQUIPE MULTIDISCIPLINAR DO NASF – ÁGUAS LINDAS 185
GRUPO DE FAMÍLIA: DA DESMITIFICAÇÃO À LUTA INTERNA DO PROCESSO DE
ADOECIMENTO 186
IDOSO EM PROCESSO DEMENCIAL: INTERVENÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL COM OS
CUIDADORES EM UMA UNIDADE PSIQUIÁTRICA NO HOSPITAL GERAL 187
INDEPENDÊNCIA E COGNIÇÃO PÓS-AVC E SUA RELAÇÃO COM A SOBRECARGA, DOR E
QUALIDADE DE VIDA DOS CUIDADORES FAMILIARES 188
INFLUÊNCIA DOS GRUPOS TERAPÊUTICOS NA ADESÃO AO TRATAMENTO DE PACIENTES
COM TRANSTORNOS PSÍQUICOS AGUDOS 189
INSTRUMENTOS DE RASTREIO: FLUXO DE ATENDIMENTO DA TERAPIA OCUPACIONAL E
DEMAIS PROFISSIONAIS PARA PACIENTES PÓS ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO (AVE)
NO HOSPITAL UNIVERSITÁRIO RISOLETA TOLENTINO NEVES 190
INTERVENÇÃO COM PAIS E PROFESSORES DE UMA CRECHE MUNICIPAL EM LAGARTOSE: UM ENFOQUE NA IMPORTÂNCIA DA ESTIMULAÇÃO INFANTIL A PARTIR DO
INVENTÁRIO HOME 191
INTERVENÇÃO COM USUÁRIOS EM USO ABUSIVO DE ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS: UM
PROJETO PILOTO NO MUNICÍPIO DE ITÁPOLIS 192
INTERVENÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL NA SAÚDE DA GESTANTE: RELATO DE
EXPERIÊNCIA 193
14
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
INTERVENÇÃO PRECOCE BILÍNGUE DE UMA CRIANÇA SURDA – ESTUDO DE CASO 194
INTERVENÇÃO PSICOMOTORA EM UMA PRÉ-ESCOLA MUNICIPAL 195
INTERVENÇÕES DA TERAPIA OCUPACIONAL NA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL
JUNTO AO PACIENTE SUBMETIDO À CIRURGIA CARDÍACA 196
INTERVENÇÕES DA TERAPIA OCUPACIONAL NO AMBULÁTORIO DA MULHER:
REALIZAÇÃO DE GRUPOS DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE COM GRÁVIDAS DE ALTO RISCO 197
JUVENTUDE E DROGAS: PERSPECTIVAS DOS TERAPEUTAS OCUPACIONAIS SOBRE O
TRABALHO EM REDE 198
LISTA DE IDENTIFICAÇÃO DE PAPÉIS OCUPACIONAIS EM UM CENTRO DE TRATAMENTO
QUIMIOTERÁPICO: ANÁLISE DOS PADRÕES DE DESEMPENHO E GRAU DE IMPORTÂNCIA
199
MANICÔMIO JUDICIÁRIO E REFORMA PSIQUIÁTRICA: A PERCEPÇÃO DAS AÇÕES NO
CONTEXTO DA REFORMA E O IMPACTO DA TERAPIA OCUPACIONAL NO CUIDADO 200
MODA INCLUSIVA PARA PACIENTES NO PÓS-AVE: VESTUÁRIO ADAPTADO 201
MÚSICA COMO RECURSO TERAPÊUTICO OCUPACIONAL: UMA POSSIBILIDADE DE
INTERVENÇÃO COM PACIENTE ONCOLÓGICO 202
O AFASTAMENTO DO TRABALHO DE SUJEITOS ACOMETIDOS POR DOENÇAS DA COLUNA
LOMBAR: NECESSIDADES E DESAFIOS 203
O ATENDIMENTO MULTIPROFISSIONAL NO CONTEXTO HOSPITALAR: BENEFÍCIOS DA
COMPOSIÇÃO EM EQUIPE 204
O ÁLBUM DO BEBÊ COMO RECURSO TERAPÊUTICO NA INTERVENÇÃO COM MULHERES
GRÁVIDAS E PUÉRPERAS EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIAL 205
O BRINCAR E SUAS IMPLICAÇÕES NO COTIDIANO DE CRIANÇAS HOSPITALIZADAS:
RELATO DE EXPERIÊNCIA 206
O CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL COMO DISPOSITIVO SOCIAL DE PRODUÇÃO DE
SAÚDE E SUBJETIVIDADE: UMA ANÁLISE DAS PRÁTICAS DE INTERNAÇÃO PSIQUIÁTRICA
207
O COTIDIANO DE CUIDADOS DOS BEBÊS DE RISCO E DE SUAS MÃES NO CONTEXTO
DOMICILIAR 208
O CUIDADO EM UM CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL SOB A PERSPECTIVA DA
REABILITAÇÃO PSICOSSOCIAL: PERCEPÇÃO DOS TRABALHADORES 209
O CUIDAR NA HOSPITALIZAÇÃO HEMATOONCOLÓGICA 210
O GRUPO DE TERAPIA OCUPACIONAL NA SAÚDE MENTAL: A ATIVIDADE COMO
ELEMENTO INTERMEDIÁRIO DO CUIDADO EM UM CAPSII DO MUNICÍPIO DE RIO LARGO,
ALAGOAS 211
O HÁBITO DO FUMO DURANTE A GRAVIDEZ: UM OLHAR DA TERAPIA OCUPACIONAL 212
15
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
O HOSPITAL E AS CONSIDERAÇÕES DO TERAPEUTA OCUPACIONAL SOBRE SAÚDE E
TRABALHO 213
O IMPACTO DA DOENÇA NA VIDA: DA PARALISIA AO SUJEITO ATIVO PELA TERAPIA
OCUPACIONAL 214
O IMPACTO DAS AÇÕES DE REDUÇÃO DE DANOS (RD) NA CLÍNICA DO CONSULTÓRIO NA
RUA (CnaR): UM RELATO DE EXPERIÊNCIA 215
O IMPACTO DAS QUEIMADURAS NAS ATIVIDADES DE VIDA DIÁRIA: UMA REVISÃO
SISTEMÁTICA DA LITERATURA 216
O LAZER COMO ATIVIDADE TERAPÊUTICA OCUPACIONAL NO PROCESSO DE
REABILITAÇÃO PSICOSSOCIAL DOS MORADORES DA RESIDÊNCIA TERAPÊUTICA DE
BELÉM DO PARÁ 217
O LUGAR DA TERAPIA OCUPACIONAL NA EMERGÊNCIA PSIQUIÁTRICA: UM RELATO DE
EXPERIÊNCIA 218
O LÚDICO COMO RECURSO TERAPÊUTICO OCUPACIONAL NO CONTEXTO HOSPITALAR:
UMA REVISÃO SISTEMÁTICA DA LITERATURA 219
O OLHAR DO TERAPEUTA OCUPACIONAL E A IMAGEM CORPORAL DE ADOLESCENTES
VÍTIMAS DE ABUSO SEXUAL 220
O OLHAR DO TERAPEUTA OCUPACIONAL SOB OS PAPÉIS OCUPACIONAIS DE UMA
PACIENTE EM TRATAMENTO ONCOLÓGICO 221
O PAPEL OCUPACIONAL DE CUIDADOR NO CONTEXTO HOSPITALAR 222
O TEATRO DO OPRIMIDO COMO PROPOSTA DE INTERVENÇÃO COM USUÁRIOS DE
SUBSTÂNCIAS PSICOATIVAS E TRANSTORNO MENTAL 223
O TERAPEUTA OCUPACIONAL NA ATENÇÃO AOS PACIENTES EM CUIDADOS PALIATIVOS
NO CONTEXTO HOSPITALAR 224
O TRABALHO EM EQUIPE NA SAÚDE MENTAL: UM OLHAR VOLTADO AO SOFRIMENTO
PSÍQUICO E AO CONTEXTO SOCIAL DO INDIVÍDUO 225
O TREINO DAS FASES DO PECS E A FACILITAÇÃO DA COMUNICAÇÃO FUNCIONAL:
RELATO DE EXPERIÊNCIA SOBRE INTERVENÇÕES REALIZADAS NO NEDETA-PA 226
O USO DE DROGAS ENTRE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS 227
O USO DE UM SERIOUS GAME COMO INSTRUMENTO DE APRENDIZAGEM E
EMPODERAMENTO A CERCA DA EPILEPSIA 228
OFICINA DE CONSTRUÇÃO DE BRINQUEDOS E JOGOS: UMA ESTRATÉGIA DE CUIDADO
EM CONTEXTO HOSPITALAR 229
OFICINA DE LIBRAS – ESTRATÉGIA DE OTIMIZAÇÃO DA COMUNICAÇÃO ENTRE SURDOS
E OUVINTES NO SERVIÇO DE TERAPIA OCUPACIONAL COM EQUIPE INTERDISCIPLINAR
230
OFICINA DE RECICLAGEM COM USUÁRIOS DO CAPS RENASCER: RECONSTRUINDO
POSSIBILIDADES 231
16
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
OFICINAS TERAPÊUTICAS NO RESGATE DE VALORES SOCIOCULTURAIS: UM RELATO DE
EXPERIÊNCIA 232
ONCONLOGIA E A ATUAÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL 233
OS RISCOS NO DESENVOLVIMENTO DE CRIANÇAS PREMATURAS E A ATUAÇÃO DO
TERAPEUTA OCUPACIONAL 234
PEQUENO GRANDE EXPLORADOR: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA DE ESTÁGIO COM
CRIANÇAS COM SÍNDROME DE DOWN ATRAVÉS DO BRINCAR 235
PERCEPÇÃO DE IDOSOS SOBRE UM GRUPO DE ESTIMULAÇÃO COGNITIVA 236
PERCEPÇÃO DOS USUÁRIOS DE UM CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL DE ALAGOAS
ACERCA DA INTERVENÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL 237
PERCEPÇÕES DA EQUIPE SOBRE O TRABALHO DA TERAPIA OCUPACIONAL EM UNIDADE
DE CUIDADO INTERMEDIÁRIO NEONATAL EM HOSPITAL MATERNIDADE PÚBLICO DE
SÃO PAULO 238
PERCEPÇÕES DE TERAPEUTAS OCUPACIONAIS ACERCA DAS CONTRIBUIÇÕES E
DESAFIOS DA PROFISSÃO ÀS PRATICAS COLABORATIVAS NO SUS 239
PERCEPÇÕES DE TERAPEUTAS OCUPACIONAIS SOBRE A FORMAÇÃO PARA
INTERPROFISSIONALIDADE NO ÂMBITO DAS RESIDÊNCIAS MULTIPROFISSIONAIS EM
SAÚDE 240
PERCEPÇÕES DO TERAPEUTA OCUPACIONAL PELA PERSPECTIVA DO RECONHECIMENTO
DA PROFISSÃO NO CONTEXTO HOSPITALAR 241
PERCEPÇÕES TERAPÊUTICAS OCUPACIONAIS ACERCA DA HUMANIZAÇÃO NO AMBIENTE
HOSPITALAR: PERSPECTIVAS EM ATIVIDADES ARTÍSTICAS 242
PERFIL DE CUIDADORES DE SUJEITOS COM AVC ATENDIDOS EM SERVIÇOS
ESPECIALIZADOS EM REABILITAÇÃO FÍSICA DE UMA CIDADE DE MÉDIO PORTE DO
ESTADO DE SÃO PAULO 243
PERFIL DE HOMENS COM AVC ATENDIDOS POR SERVIÇOS ESPECIALIZADOS EM
REABILITAÇÃO FÍSICA DE UMA CIDADE DE MÉDIO PORTE DO ESTADO DE SÃO PAULO
244
PERFIL DE TRABALHADORES COM DOENÇAS DA COLUNA VERTEBRAL ATENDIDOS EM
UM SERVIÇO DE SAÚDE 245
PERSPECTIVAS TERAPÊUTICAS OCUPACIONAIS NA ATENÇÃO BÁSICA FRENTE AS
EXPERIÊNCIAS NO PET-SAÚDE 246
PESSOAS COM DEFICIÊNCIA E FATORES CONTEXTUAIS: FACILITADORES E BARREIRAS
247
PET SAÚDE AMPLIAÇÃO DO CUIDADO NO CMS WALDYR FRANCO: REPENSANDO A
MEDICALIZAÇÃO DA VIDA NO AMBULATÓRIO DE SAÚDE MENTAL 248
PET-REDES E FORMAÇÃO EM TERAPIA OCUPACIONAL: VIVÊNCIAS DE ACADÊMICOS DA
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE 249
17
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
POR QUE(M) COMEÇAR? POR QUE(M) CONTINUAR? 250
MOTIVAÇÕES E EXPECTATIVAS NA BUSCA DE CUIDADO POR USUÁRIOS DE UM CAPSAD
251
PRÁTICAS EDUCATIVAS NO NASF COM GRUPO DE HIPERDIA: UMA ABORDAGEM
MULTIPROFISSIONAL 252
PREVALÊNCIA E PERFIL DAS QUEDAS ENTRE OS IDOSOS DO MUNICÍPIO DE UBERABA –
MINAS GERAIS 253
PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CONTINUADA SOBRE O BRINCAR DE CRIANÇAS DE 0 A 2
ANOS: UMA CONTRIBUIÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL 254
PROMOÇÃO DA CIDADANIA PELO FAZER: A TERAPIA OCUPACIONAL NA CONSTRUÇÃO
DE ESPAÇOS DE RECONHECIMENTO E VALORIZAÇÃO DE SUJEITOS SOCIAIS 255
PROMOÇÃO DA SAÚDE MENTAL INFANTIL: AÇÕES DA TERAPIA OCUPACIONAL NO
CONTEXTO ESCOLAR 256
QUAL É O MEU LUGAR? REFLEXÕES SOBRE A PRODUÇÃO DO CUIDADO EM SAÚDE
MENTAL COM VISTA À DESINSTITUCIONALIZAÇÃO 257
QUALIDADE DE VIDA DOS CUIDADORES DE PACIENTES PÓS-AVE: FATORES QUE
INTERFEREM NA SAÚDE DE QUEM CUIDA 258
REABILITAÇÃO DA HANSENÍASE: UM DESAFIO PARA ESTUDANTES DE TERAPIA
OCUPACIONAL 259
REABILITAÇÃO EM PACIENTES QUEIMADOS: UM OLHAR TERAPÊUTICO OCUPACIONAL
260
RECURSO DE INTERVENÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL NA UTIN: DIÁRIO DAS MÃES
261
REFLEXÕES ACERCA DO LUGAR DO TERAPEUTA OCUPACIONAL NO CONTEXTO PÓSREFORMA PSIQUIÁTRICA 262
REFLEXÕES DE UMA EQUIPE DE RESIDENTES DE TERAPIA OCUPACIONAL SOBRE A
PRÁTICA EM UMA UNIDADE DE ENSINO E ASSISTÊNCIA 263
RELAÇÃO ENTRE ESPIRITUALIDADE E A PERCEPÇÃO DE CUIDADORES: UMA REVISÃO
DA LITERATURA 264
RELATO DE EXPERIÊNCIA PROJETO PET-SAÚDE: ANÁLISE DAS REDES SOCIAIS DE
SUPORTE DE CRIANÇAS DO MUNICÍPIO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO ATRAVÉS DO
DISPOSITIVO ECOMAPA 265
RELATO DE EXPERIÊNCIA: ABORDAGEM DA TERAPIA OCUPACIONAL EM ANEURISMA
ROTO DE ARTÉRIA COMUNICANTE POSTERIOR 266
REPENSANDO A SAÚDE MENTAL: ESTRATÉGIAS DE EDUCAÇÃO E SAÚDE EM UM
CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL 267
RESGATANDO O FAZER SIGNIFICATIVO DE UMA IDOSA INSTITUCIONALIZADA 268
18
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL: O RELATO DE EXPERIÊNCIA DE UMA EQUIPE DE
TERAPIA OCUPACIONAL ACERCA DO ESTRESSE 269
SAÚDE DA MULHER E TERAPIA OCUPACIONAL: PERSPECTIVAS DE ATUAÇÃO NA
CLÍNICA CIRURGICA GINECOLÓGICA DE UM HOSPITAL DE REFERÊNCIA 270
SAÚDE MENTAL E PERFIL SOCIODEMOGRÁFICO DE ESCOLARES DE UM MUNICÍPIO DO
NORDESTE BRASILEIRO 271
SAÚDE MENTAL E TERRITÓRIO: REFLETINDO SOBRE À PRÁTICA DO TERAPEUTA
OCUPACIONAL NA ATENÇÃO BÁSICA A PARTIR DA PRODUÇÃO DO CUIDADO EM REDES
272
SERVIÇO DE TERAPIA OCUPACIONAL EM UM HOSPITAL ESCOLA DE SÃO JOSÉ DO RIO
PRETO 273
SOBRE A ATUAÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL NO CONTEXTO HOSPITALAR: UMA
EXPERIÊNCIA NA FORMAÇÃO PROFISSIONAL 274
SOBRE A PRÁTICA DE ACADÊMICOS DE TERAPIA OCUPACIONAL NO CONTEXTO
HOSPITALAR: RELATO DE EXPERIÊNCIA 275
TABAGISMO E USO DE MEDICAMENTOS ENTRE IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS: UM
CENÁRIO PARA ATUAÇÃO DO TERAPEUTA OCUPACIONAL 276
TEATRO COMO ESTRATÉGIA TRANSDISCIPLINAR A SERVIÇO DA DESMITIFICAÇÃO DO
RÓTULO DE “CRIANÇA GORDA” NO CONTEXTO EDUCACIONAL 277
TERAPIA OCUPACIONAL E A SAÚDE DO TRABALHADOR: VIVÊNCIA DA RESIDÊNCIA
MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE DA FAMÍLIA 278
TERAPIA OCUPACIONAL E ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE DO ESCOLAR: IDENTIFICANDO
DEMANDAS DE CRIANÇAS COM DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM 279
TERAPIA OCUPACIONAL E MULHERES COM CÂNCER DE MAMA EM CUIDADOS
PALIATIVOS 280
TERAPIA OCUPACIONAL E NEFROPATIA PEDIATRICA: ESTRATÉGIAS DE PROMOÇÃO DE
QUALIDADE DE VIDA DURANTE A DÍALISE 281
TERAPIA OCUPACIONAL E O SERVIÇO SUBSTITUTIVO NA PERSPECTIVA DAS
RESIDÊNCIAS TERAPÊUTICAS: UM NOVO OLHAR PARA A SAÚDE MENTAL 282
TERAPIA OCUPACIONAL EM SAÚDE DA MULHER: INTERVENÇÕES COM UMA PACIENTE
EM TRATAMENTO DE DOENÇA TROFOBLÁSTICA GESTACIONAL- MOLA 283
TERAPIA OCUPACIONAL NA ATENÇÃO BÁSICA: RELATO DE UM ATENDIMENTO
DOMICILIAR COM PACIENTE LESADO MEDULAR 284
TERAPIA OCUPACIONAL NA ATENÇÃO DE CRIANÇAS COM MUCOPOLISSACARIDOSE
TIPO VI 285
TERAPIA OCUPACIONAL NO ATENDIMENTO ÀS MULHERES MASTECTOMIZADAS:
CUIDADOS NO PERÍODO PÓS-OPERATÓRIO 286
19
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
TERAPIA OCUPACIONAL PARA PACIENTES PÓS-AVE HOSPITALIZADOS NA VISÃO DE
CUIDADORES 287
UM OLHAR DA TERAPIA OCUPACIONAL SOBRE ONCOLOGIA: RELATO DE EXPERIÊNCIA
DA PRÁTICA NO HOSPITAL OPHIR LOYOLA 288
PLANEJANDO O USO DAS DROGAS: RELATO DE EXPERIÊNCIA SOBRE PRÁTICA EM UMA
ESCOLA DO ENSINO FUNDAMENTAL 289
VIVÊNCIAS DA TERAPIA OCUPACIONAL NA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM
SAÚDE DA FAMÍLIA 290
VIVÊNCIAS DE ACADÊMICOS DE TERAPIA OCUPACIONAL COM AUTISTAS: DA TEORIA À
PRÁTICA 291
Eixo 3 – direitos humanos e contextos sociais
A ATENÇÃO À MULHERES VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA E FAMILIAR:
TECNOLOGIAS DE CUIDADO DA TERAPIA OCUPACIONAL NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À
SAÚDE 292
A CONCEPÇÃO DE COORDENADORES QUANTO A VULNERABILIDADE SOCIAL DE
ADOLESCENTES PARTICIPANTES DE UM PROGRAMA SOCIOEDUCATIVO: SUBSÍDIOS
PARA A TERAPIA OCUPACIONAL 293
A PERSPECTIVA DOS RECORTES POPULACIONAIS COMO NORTEADORA PARA A
ATUAÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL NO CAMPO SOCIAL 294
A TERAPIA OCUPACIONAL JUNTO A ADOLESCENTES DO SERVIÇO DE CONVIVÊNCIA E
FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS: UMA EXPERIÊNCIA NO CRAS – CREMAÇÃO, BELÉM –
PARÁ 295
ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES: O OLHAR DE UM
GRADUANDO EM TERAPIA OCUPACIONAL 296
ADOLESCENTES E GRUPO DE PARES: POSSIBILIDADES DE INTERVENÇÃO DA TERAPIA
OCUPACIONAL 297
AMBIÊNCIA DO CENTRO POP COMO VALORIZAÇÃO DOS USUÁRIOS E DA EQUIPE 298
AS CONTRIBUIÇÕES DA TERAPIA NO SERVIÇO DE ACOLHIMENTO A MULHER EM
SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA: RELATO DE EXPERIÊNCIA 299
AS PRODUÇÕES SOBRE O CAMPO SOCIAL NA TERAPIA OCUPACIONAL LATINOAMERICANA: ANÁLISES SOB A LUZ DA TERAPIA OCUPACIONAL BRASILEIRA 300
COTIDIANIDADE, INTERSUBJETIVIDADE E INTERVENÇÃO SOCIAL. DESAFIOS PARA A
TERAPIA OCUPACIONAL NA INTERVENÇÃO EM CENTROS PERTENCENTES À REDE
SENAME 301
DISCUTINDO SOBRE DIREITOS DA CRIANÇA ATRAVÉS DO BRINCAR: UM RELATO DE
EXPERIÊNCIA 302
20
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
EXPRESSÕES DA VULNERABILIDADE SOCIAL NO COTIDIANO DE ADOLESCENTES
PARTICIPANTES DE UM PROJETO SOCIOEDUCACIONAL 303
FATORES DE RISCO E PROTEÇÃO AO USO DE DROGAS 304
FOMENTO A FORMAS INTERGERACIONAIS DE SOCIABILIDADE JUVENIL SOB A
PERSPECTIVA DA TERAPIA OCUPACIONAL SOCIAL 305
FORMAÇÃO PROFISSIONAL E VULNERABILIDADE SOCIAL DE ADOLESCENTES:
SUBSÍDIOS PARA CONSTRUÇÃO DE AÇÕES INTERSETORIAIS PELA TERAPIA
OCUPACIONAL 306
FOTOGRAFIA COMO RECURSO TERAPÊUTICO: A EXPERIÊNCIA UM PROJETO DE
EXTENSÃO COM IDOSOS EM VULNERABILIDADE SOCIAL 307
HISTÓRIA DE VIDA DE ALUNOS EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIAL E SUAS
IMPLICAÇÕES NA APRENDIZAGEM SOB O OLHAR DO TERAPEUTA OCUPACIONAL 308
JUSTIÇA OCUPACIONAL NA PRÁTICA DA TERAPIA OCUPACIONAL EM CONTEXTOS
SOCIAIS: REVISÃO INTEGRATIVA 309
JUVENTUDE E PARTICIPAÇÃO: ENCONTROS COM O NOVO 310
JUVENTUDE, HIP-HOP E A PROFISSIONALIZAÇÃO DA CRIATIVIDADE 311
MAPEAMENTO DO EIXO SUBSISTÊNCIA - MATRIZ DA REABILITAÇÃO BASEADA NA
COMUNIDADE - RBC: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA 312
NARRATIVAS SILENCIOSAS E MEMÓRIA SOCIAL: PROJETO MINHA VIDA DÁ UM LIVRO
313
O COTIDIANO DE CUIDADOS E AS VIOLAÇÕES DE DIREITOS VIVENCIADAS POR
MULHERES E SEUS BEBÊS NO CONTEXTO DO SISTEMA PRISIONAL 314
O TRABALHO COMO RECURSO DE REINSERÇÃO SOCIAL: UM RELATO DE
EXPERIÊNCIA315
OPERACAO PROJETO RONDON - SENTIMENTOS APRENDIZADOS DURANTE
CAPACITAÇAO NO PAPEL DE SUPLENTE 316
PERCEPÇÕES DE ADOLESCENTES EM CONFLITO COM A LEI SOBRE A VIVÊNCIA
SOCIOEDUCATIVA 317
PERFIL OCUPACIONAL E SOCIODEMOGRÁFICO DOS USUÁRIOS DO CENTRO DE
REFERÊNCIA ESPECIALIZADA PARA POPULAÇÃO SITUAÇÃO DE RUA NO MUNICÍPIO DE
BELÉM- PA 318
PRODUÇÃO DE VIDA POR MEIO DE ATIVIDADES DE LAZER EM UM SERVIÇO DE
ACOLHIMENTO INSTITUCIONAL DA REDE SUAS: RELATO DE EXPERIÊNCIA 319
RELATO DE ATIVIDADE SOCIOCULTURAL COM IDOSOS SOCIALMENTE VULNERÁVEIS
320
RELATO DE EXPERIÊNCIA DO ATENDIMENTO A IDOSOS EM SITUAÇÃO DE
VULNERABILIDADE SOCIAL 321
21
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
REVISÃO SISTEMÁTICA: REABILITAÇÃO SOCIAL E A TERAPIA OCUPACIONAL EM
HOSPITAIS PSIQUIÁTRICOS FORENSES 322
TEATRO DO OPRIMIDO E TERAPIA OCUPACIONAL: PROMOÇÃO DE QUALIDADE DE VIDA
PARA INDIVÍDUOS EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIAL 323
TERAPIA OCUPACIONAL SOCIAL E UMA PERSPECTIVA SOBRE A INCLUSÃO ESCOLAR DA
JUVENTUDE POBRE 324
TERAPIA OCUPACIONAL SOCIAL: REVISÃO DOS CONCEITOS CENTRAIS PARA A
CONSTITUIÇÃO DO CAMPO 325
TITULO: UMA TERAPÊUTICA OCUPACIONAL – A CONSTRUÇÃO DO PROJETO TOCCA:
TERAPIA OCUPACIONAL, CORPO, CULTURA E AS ARTES 326
TITULO: LABORATÓRIO DE ATIVIDADES? COMO ENSINAR A ESTUDAR E ANALISAR A
ATIVIDADE HUMANA HOJE? 327
USO DA ATIVIDADE TERAPÊUTICA COM IDOSOS EM VULNERABILIDADE SOCIAL:
RECURSO CAPAZ DE RESSIGNIFICAR TRAJETÓRIAS DE VIDA 328
VIVÊNCIA TERAPÊUTICA OCUPACIONAL EM UMA CASA ABRIGO EM BELÉM-PA: UM
RELATO DE EXPERIÊNCIA 329
VULNERABILIDADE E DESFILIAÇÃO SOCIAIS E A ATUAÇÃO NA PERSPECTIVA DA
TERAPIA OCUPACIONAL SOCIAL 330
VULNERABILIDADE SOCIAL NA INFÂNCIA: EXPRESSÃO ATRAVÉS DAS ARTES PLÁSTICAS
331
Eixo 4 – esporte, lazer e inclusão
ACESSIBILIDADE CULTURAL NO MUSEU DA GEODIVERSIDADE DA UFRJ: UMA PROPOSTA
DE CAPACITAÇÃO 333
ANÁLISE DAS INTERVENÇÕES DE TERAPIA OCUPACIONAL NAS ÁREAS DE DESEMPENHO
EM CASOS DE EPILEPSIA: UM ENFOQUE NO LAZER 334
CONTRIBUIÇÕES DO LAZER E DA TERAPIA OCUPACIONAL NO ACOMPANHAMENTO
TERAPÊUTICO DE CRIANÇAS COM TRANSTORNO DO ESPECTRO AUTISTA (TEA) 335
CULTURA, ATIVIDADES HUMANAS E TERAPIA OCUPACIONAL 336
JUVENTUDE E TERAPIA OCUPACIONAL NA INTERFACE COM A ARTE-CULTURA 337
JOVENS ARTISTAS EM CENA: A PROFISSIONALIZAÇÃO DA CRIATIVIDADE E AS
POLÍTICAS PÚBLICAS CULTURAIS 338
JOVENS ATLETAS DE FUTEBOL: REPERCUSSÕES DA PRÁTICA ESPORTIVA
PROFISSIONALIZANTE SOBRE O DESEMPENHO OCUPACIONAL 339
MIDIA INTERATIVA E TERAPIA OCUPACIONAL - USO DE GAME PARA MEDIAÇÃO DA
INICIAÇÃO MUSICAL DA CRIANÇA SURDA 340
22
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
O GRUPO SÃO DOIDÃO: ALGUMAS CONTRIBUIÇÕES DA TERAPIA OCUPACIONAL PARA O
CONVÍVIO SOCIAL DE PESSOAS EM SOFRIMENTO MENTAL 341
O USO DO TEAR COMO RECURSO TERAPÊUTICO EM UMA PACIENTE COM HEMIPARESIA:
TECENDO NOVOS SIGNIFICADOS OCUPACIONAIS 342
PONTUANDO O TEMA DAS TRAVESTILIDADES E DAS TRANSEXUALIDADES NA
FORMAÇÃO DO TERAPEUTA OCUPACIONAL: O CASO DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS NO
ESTADO DE SÃO PAULO 343
SOBRE O SIGNIFICADO DO LAZER DE PECIENTES COM PARKINSON 344
TERAPIA OCUPACIONAL NO MUSEU DA GEODIVERSIDADE: ELABORAÇÃO DE MATERIAIS
ATRAVÉS DE SOFTWARES GRATUITOS E ADAPTAÇÃO DE JOGOS 345
Eixo 5 – ensino, pesquisa e divulgação do conhecimento
A CONSTRUÇÃO DO DIÁRIO DE CAMPO E DO PORTIFÓLIO COMO FERRAMENTAS
AUXILIARES NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM 347
A IMPORTÂNCIA DA DISCIPLINA DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO NO PROCESSO DE
FORMAÇÃO 348
A IMPORTÂNCIA DE INICIATIVA CURRICULAR PARA PROMOVER O INTERESSE POR
PESQUISAS NA ÁREA DE TERAPIA OCUPACIONAL EM GERONTOLOGIA 349
A IMPORTÂNCIA DO PROCESSO DE CONFECÇÃO DE ÓRTESES POR GRADUANDOS EM
TERAPIA OCUPACIONAL 350
A IMPORTÂNCIA DOS EVENTOS CIENTÍFICOS NA FORMAÇÃO ACADÊMICA DE
GRADUANDOS EM TERAPIA OCUPACIONAL 351
A INICIAÇÃO CIENTÍFICA EM TERAPIA OCUPACIONAL: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA 352
A INSERÇÃO DO TERAPEUTA OCUPACIONAL NA EQUIPE DE RESIDÊNCIA
MULTIPROFISSIONAL DO HOSPITAL DE CLÍNICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO
TRIÂNGULO MINEIRO 353
A INTERDISCIPLINARIDADE NA FORMAÇÃO PROFISSIONAL EM SAÚDE: EXPERIÊNCIA DO
PRÓ-SAÚDE\UFTM 354
A INTERVENÇÃO BREVE EM TERAPIA OCUPACIONAL PARA O AUMENTO DE RESILIÊNCIA
NO CONTEXTO ONCOLÓGICO: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA 355
A OFICINA DO CINE CLUBE: UMA EXPERIÊNCIA DE CONSTRUÇÃO DE CUIDADO EM
SAÚDE MENTAL E DE PARTICIPAÇÃO SOCIAL NA ESTRATÉGIA DE SAÚDE DA FAMÍLIA
356
A OPINIÃO DE DISCENTES E EGRESSOS DE CURSOS DE GRADUAÇÃO EM TERAPIA
OCUPACIONAL SOBRE A FORMAÇÃO NO CAMPO DA SAÚDE MENTAL 357
A RELAÇÃO DO USO DE AGROTÓXICO E QUALIDADE DE VIDA DE TRABALHADORES DA
CITRICULTURA DO MUNICÍPIO DE LAGARTO-SE 358
23
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
A RELEVÂNCIA DO INTERCÂMBIO INTERNACIONAL DURANTE A GRADUAÇÃO PARA A
FORMAÇÃO DO TERAPEUTA OCUPACIONAL E DESENVOLVIMENTO DA TERAPIA
OCUPACIONAL BRASILEIRA 359
A RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM NEONATOLOGIA: UM OLHAR DE TERAPEUTAS
OCUPACIONAIS RESIDENTES 360
A TERAPIA OCUPACIONAL NA BRINQUEDOTECA HOSPITALAR, NO SETOR DE
ONCOLOGIA PEDIÁTRICA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA 361
A TERAPIA OCUPACIONAL NA CONFECÇÃO DO RECURSO CINESIOLÓGICO LÚDICO:
LUDINIMAL 362
A VIVÊNCIA DOS DISCENTES NA ORGANIZAÇÃO DA III JORNADA DE AVALIAÇÃO DOS
TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO 363
ACESSIBILIDADE CIENTÍFICO CULTURAL EM PLANETÁRIOS 364
AÇÕES PROMOVIDAS POR UM CENTRO ACADÊMICO DE TERAPIA OCUPACIONAL
DENTRO DE UMA UNIVERSIDADE 365
ADAPTAÇÃO TRANSCULTURAL DO TAILORED ACTIVITY PROGRAM (TAP) 366
APLICABILIDADE DO PROGRAMA PERSONALIZADO DE ATIVIDADES (TAP-BR) EM
INDIVÍDUOS COM DEMÊNCIA E SEUS CUIDADORES/FAMILIARES 367
ATUAÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL JUNTO A CRIANÇAS COM TRANSTORNO DO
ESPECTRO AUTISTA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA 368
AVALIAÇÃO GLOBAL E SOCIAL: EXPERIENCIA COM CRIANÇAS ABRIGADAS 369
CAPACITAÇÃO DE PROFESSORES PARA DETECÇÃO PRECOCE DE SINAIS CLÍNICOS DE
AUTISMO 370
CARACTERIZAÇÃO DO CONHECIMENTO DE ALUNOS DE TERAPIA OCUPACIONAL SOBRE
O TRANSTORNO DO ESPECTRO DO AUTISMO 371
CARTOGRAFIA E PESQUISA-INTERVENÇÃO: UM ESTUDO SOBRE AS REDES DE CUIDADO
FORMAIS E INFORMAIS EM REGIÃO DE VULNERABILIDADE EM SANTOS - SÃO PAULO 372
CONFECÇÃO DE ÓRTESE ESTÁTICA DE POSICIONAMENTO FUNCIONAL DE BAIXO CUSTO
373
CONSTRUÇÃO DO AMBULATÓRIO DE TERAPIA OCUPACIONAL EM GERIATRIA DO HUCFF:
PERSPECTIVAS DE ESTAGIÁRIAS DE TERAPIA OCUPACIONAL 374
CONTRIBUIÇÃO DA BRINQUEDOTECA HOSPITALAR NO DESENVOLVIMENTO INFANTIL:
RELATO DE EXPERIÊNCIA 375
CONTRIBUIÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL NAS INTERFACES DA REABILITAÇÃO
BASEADA NA COMUNIDADE PARA PROMOÇÃO DA SAÚDE 376
CONTRIBUIÇÃO DO PET- SAÚDE NA FORMAÇÃO ACADÊMICA EM TERAPIA
OCUPACIONAL 377
24
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
CONTRIBUIÇÕES DA METODOLOGIA DE PROBLEMATIZAÇÃO NA SUBUNIDADE DE
PRÁTICAS DE ENSINO NA COMUNIDADE 378
CONTRIBUIÇÕES DA TERAPIA OCUPACIONAL NA SAÚDE DO TRABALHADOR COM
FUNCIONÁRIOS DE UM HOSPITAL PRIVADO 379
CONTRIBUIÇÕES DA TERAPIA OCUPACIONAL PARA O ENVELHECIMENTO SAUDÁVEL:
UM RELATO DE EXPERIÊNCIA 380
CONTRIBUIÇÕES DAS MIDIAS SOCIAIS PARA A TERAPIA OCUPACIONAL: RELATO DE
EXPERIÊNCIA DE PROJETO DE EXTENSÃO 381
CORPO SUJEITO: O CONSTRUIR-SE, DESCONTRUIR-SE E ENCONTRAR-SE EM UM
LABORATÓRIO DE PSICOMOTRICIDADE 382
CURSO DE FORMAÇÃO DE CUIDADORES DE IDOSOS: CAPACITANDO PARA A ARTE DO
CUIDAR 383
DESAFIOS E POSSIBILIDADES DURANTE O ESTÁGIO NA UNIDADE HEMATO-ONCOLOGIA
384
ESTÁGIO DE TERAPIA OCUPACIONAL EM ENFERMARIA GERIÁTRICA: RELATO DE
EXPERIÊNCIA 385
FORMAÇÃO E PERFIL DO TERAPEUTA OCUPACIONAL NO RIO GRANDE DO SUL EM
SINTONIA COM O SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE 386
GRUPOS TERAPÊUTICOS OCUPACIONAIS EM INSTITUIÇÃO DE LONGA PEMANÊNCIA
PARA IDOSOS – ILPI 387
INCLUSÃO SOCIAL COMO TEMA TRANSVERSAL NO CURRÍCULO INTEGRADO DO CURSO
DE TERAPIA OCUPACIONAL DA UNIVERSIDADE DE FORTALEZA 388
INFLUÊNCIAS DA EDUCAÇÃO POPULAR NAS PRÁTICAS DE EDUCAÇÃO EM SAÚDE NA
ATENÇÃO BÁSICA: AÇÕES E PERCEPÇÕES DE ESTUDANTES E POPULAÇÃO 389
LABORATÓRIO DE ENSINO, ESTUDOS E PRÁTICAS SOBRE POLÍTICAS PÚBLICAS,
TERRITÓRIO E SOCIEDADE DO DEPARTAMENTO DE TERAPIA OCUPACIONAL DA UFRJ:
PROPOSTAS PARA A FORMAÇÃO ACADÊMICA 390
MÉTODOS PARA ADAPTAÇÃO TRANSCULTURAL DE INSTRUMENTOS: UM
LEVANTAMENTO NA BASE DE DADOS WEB OF SCIENCE NOS ÚLTIMOS CINCO ANOS 391
MONITORIA EM METODOLOGIAS ATIVAS NO CURSO DE TERAPIA OCUPACIONAL:
DESAFIOS E SUPERAÇÕES DE UMA NOVA REALIDADE 392
O ENSINO EM TERAPIA OCUPACIONAL E AS DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS:
FOCALIZANDO A SAÚDE MENTAL 393
O IMPACTO SOCIOCULTURAL DE FAZER PESQUISA/EXTENSÃO NO CÁRCERE FEMININO
PARAIBANO 394
O PROCESSO DE DIAGNÓSTICO E ACOMPANHAMENTO DO AUTISMO, SEGUNDO RELATO
DE PAIS 395
25
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
O TERAPEUTA OCUPACIONAL NA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL EM SAÚDE
MENTAL: ATRAVESSAMENTOS DA PRÁTICA E CONSOLIDAÇÃO DA PROFISSÃO 396
O USO DO FOTOVOICE NA PESQUISA EM TERAPIA OCUPACIONAL E NA CIÊNCIA
OCUPACIONAL: UMA REVISÃO INTEGRATIVA DA LITERATURA 397
O USO DO MÉTODO DO ARCO DE MAGUEREZ E DA TAXONOMIA DE BLOOM EM
PROCESSO DE ENSINO E DE AVALIAÇÃO EM DISCIPLINAS DO CURSO DE GRADUAÇÃO
EM TERAPIA OCUAPCIONAL 398
O USO DO MÉTODO DO ARCO DE MAGUEREZ NO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO PELO
TRABALHO PARA SAÚDE (PET-SAÚDE) 399
PARTICIPAÇÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM TERAPIA OCUPACIONAL DA UFRJ NO
PRÓ-SAÚDE E NO PET-SAÚDE: RELATO DE EXPERIÊNCIA 400
PERCEPÇÃO DE ACADÊMICOS DE TERAPIA OCUPACIONAL ACERCA DA INTEGRAÇÃO
CURRICULAR ENTRE MÓDULOS DO TERCEIRO SEMESTRE PARA A FORMAÇÃO
PROFISSIONAL 401
PERCEPÇÃO DE ACADÊMICOS SOBRE MÓDULO TERAPIA OCUPACIONAL NO CONTEXTO
EDUCACIONAL: RELATO DE EXPERIÊNCIA 402
PERCEPÇÃO DOS ACADÊMICOS DE TERAPIA OCUPACIONAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL
DE SERGIPE SOBRE A IMPLEMENTAÇÃO DA PBL 403
PERFIL DO DESENVOLVIMENTO MOTOR, FUNCIONAL E DO AMBIENTE DOMICILIAR DE
UMA CRIANÇA COM SÍNDROME DE DOWN: UM ESTUDO DE CASO
PERFIL DOS USUÁRIOS COM PARALISIA CEREBRAL ATENDIDOS NA UNIDADE DE ENSINO
E ASSISTÊNCIA DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL 404
PERFIL E ANÁLISE DOS PARTICIPANTES DAS JORNADAS CIENTÍFICAS DE AVALIAÇÃO
DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DE TERAPIA OCUPACIONAL 405
PERFIL OCUPACIONAL DE DISCENTES DE UM CURSO DE TERAPIA OCUPACIONAL: UM
RELATO DE EXPERIÊNCIA 406
PESQUISA-INTERVENÇÃO E APRENDIZAGEM INVENTIVA NA FORMAÇÃO DO TERAPEUTA
OCUPACIONAL 407
POESIA E MÚSICA: INCURSÕES EM UM GRUPO TERAPÊUTICO NA SAÚDE MENTAL 408
PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO DA TERAPIA OCUPACIONAL NA AREA DE SAÚDE E
TRABALHO: REVISÃO DE LITERATURA 409
PROMOÇÃO DA SAÚDE E AS AÇÕES DA TERAPIA OCUPACIONAL NO CONTEXTO
HOSPITALAR 410
REFLEXÕES DIANTE DAS POSSIBILIDADES DE ESTUDO SOBRE O CÁRCERE FEMININO
PARAIBANO: A EXPERIÊNCIA DO PROEXT 411
REFLEXÕES SOBRE O PAPEL DA MONITORIA NA DISCIPLINA TERAPIA OCUPACIONAL
SOCIAL: IMPORTÂNCIA NA FORMAÇÃO PROFISSIONAL 412
26
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
RELATO DE EXPERIÊNCIA: DESENVOLVIMENTO DO PROJETO #TONOFUTURO ATRAVÉS
DE UMA AÇÃO EM REDE 413
SAÚDE DO HOMEM: NOVO DESAFIO NA FORMAÇÃO E NA ATUAÇÃO DO TERAPEUTA
OCUPACIONAL 414
TERAPIA OCUPACIONAL E EDUCAÇÃO CONTINUADA: A IMPORTÂNCIA DE
CAPACITAÇÕES PARA OS PROFISSIONAIS DA ÁREA DA SAÚDE 415
TERAPIA OCUPACIONAL E IDOSOS INSTITUCIONALIZADOS: VIVÊNCIAS DE UM ESTÁGIO
CURRICULAR 416
TERAPIA OCUPACIONAL NA AMÉRICA LATINA: PERSPECTIVAS DA FORMAÇÃO POR MEIO
DA APROXIMAÇÃO COM AS UNIVERSIDADES 417
TERAPIA OCUPACIONAL NA ATUAÇÃO COM CRIANÇAS HOSPITALIZADAS: UMA REVISÃO
DE LITERATURA 418
TERAPIA OCUPACIONAL NA REABILITAÇÃO PÓS-AVC: LEVANTAMENTO
EPIDEMIOLÓGICO DE UMA UNIDADE DE REFERÊNCIA ESPECIALIZADA 419
TERAPIA OCUPACIONAL NA REUMATOLOGIA: RELATO DE UM PROJETO DE EXTENSÃO
420
TERAPIA OCUPACIONAL, GÊNEROS E SEXUALIDADES: UMA REVISÃO DA LITERATURA
EM BASES DE DADOS NACIONAIS E INTERNACIONAIS 421
UM RELATO DE EXPERIÊNCIA SOBRE O USO DE ATIVIDADES EXPRESSIVAS COM
TRABALHADORES DO ALMOXARIFADO DA FUNDAÇÃO SANTA CASA DE MISERICÓRDIA
DO PARÁ (FSCMPA) 422
Eixo 6 – trabalho
A REABILITÇÃO PROFISSIONAL SOB A PERSPECTIVA DA TERAPIA OCUPACIONAL 426
A TERAPIA OCUPACIONAL JUNTO A POPULAÇÃO EM SITUAÇÃO DE RUA: ATIVIDADES
GRUPAIS COM ENFOQUE NO TRABALHO 427
ACÕES DA TERAPIA OCUPACIONAL: INTERVINDO NA SAÚDE MENTAL COM USUÁRIOS
DO CAPS AD PELO TRABALHO E GERAÇÃO DE RENDA 428
INCLUSÃO PROFISSIONAL DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA: RELATO DE EXPERIÊNCIA EM
UMA INSTITUIÇÃO DE EDUCAÇÃO ESPECIAL 429
INTERVENÇÃO TERAPÊUTICA OCUPACIONAL NA SAÚDE DE TRABALHADORES DA
CONSTRUÇÃO CIVIL: RELATO DE EXPERIÊNCIA 430
JOVENS E ADULTOS COM LIMITAÇÕES EM ATIVIDADES COTIDIANAS E O MUNDO DO
TRABALHO: A CONSTRUÇÃO LOCAL DE APOIOS PARA SUA PARTICIPAÇÃO 431
O ESTRESSE NA ATIVIDADE DE TRABALHO DOS AGENTES PENITENCIÁRIOS EM UM
PRESÍDIO FEMININO EM JOÃO PESSOA-PB 432
27
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
O PROGRAMA DE REABILITAÇÃO PROFISSIONAL DO INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO
SOCIAL E A REINSERÇÃO DO TRABALHADOR NO MERCADO DE TRABALHO: UM ESTUDO
DE CASO 433
PANIFICAÇÃO ESPERANÇA: INCLUSÃO SOCIAL PELO TRABALHO DE USUÁRIOS DE
ÁLCOOL E OUTRAS DROGAS NA PERSPECTIVA DA ECONOMIA SOLIDÁRIA 434
PROJETO DE GERAÇÃO DE RENDA EM UM CAPS III – O TRABALHO PARA ALÉM DOS
SERVIÇOS DE SAÚDE 435
SER MULHER E MÃE DE UMA CRIANÇA COM SURDO CEGUEIRA: UMA IDENTIDADE
TRABALHADORA IMPEDIDA 436
TERAPIA OCUPACIONAL NA INSERÇÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL NO
MERCADO DE TRABALHO 437
TERAPIA OCUPACIONAL, GESTÃO E QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO DE
SERVIDORES DA PREVIDÊNCIA SOCIAL 438
Eixo 7 – saúde e funcionalidade
A CLASSIFICAÇÃO INTERNACIONAL DA FUNCIONALIDADE, INCAPACIDADE E SAÚDE DE
PACIENTES COM DEFICIÊNCIA FÍSICA EM CADEIRA DE RODAS 440
A NEUROFIBROMATOSE NF1 E OS SINTOMAS DO ESPECTRO AUTISTA: RELATO DE UM
CASO 441
ABORDAGEM NEUROFUNCIONAL NO TRATAMENTO PÓS-AVE: BREVE REVISÃO
BIBLIOGRÁFICA 442
AMBIENTE DOMICILIAR E INCIDÊNCIA DE QUEDAS EM IDOSOS: UM OLHAR DA TERAPIA
OCUPACIONAL 443
ANALISE QUANTITATIVA SOBRE A CORRELAÇÃO ENTRE A LOMBALGIA E ATIVIDADES
DOMÉSTICAS. 444
APLICAÇÃO DE BANDAGEM TERAPÊUTICA COMO RECURSO AUXILIAR NO TRATAMENTO
DE SÍNDROME DO OMBRO DOLOROSO EM PACIENTES COM DIAGNÓSTICO DE ACIDENTE
VASCULAR CEREBRAL 445
ASSOCIAÇÃO ENTRE COMPONENTES FÍSICOS E CAPACIDADE FUNCIONAL EM IDOSOS
COMUNITÁRIOS 446
ATENDIMENTO TERAPÊUTICO OCUPACIONAL DE JOVEM COM SEQUELA DE SARCOMA
DE EWING: RELATO DE EXPERIÊNCIA 447
ATUAÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL EM INDIVÍDUOS HEMIPLÉGICOS COM
ALTERAÇÕES NA IMAGEM E ESQUEMA CORPORAL 448
ATUAÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL NA ENFERMARIA DE CORONARIOPATIA DO
INSTITUTO NACIONAL DE CARDIOLOGIA 449
28
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
AVALIAÇÃO DA ACESSIBILIDADE DE UMA UNIVERSIDADE PÚBLICA DO ESTADO DE SÃO
PAULO 450
AVALIAÇÃO DE ACESSIBILIDADE DAS PRINCIPAIS AVENIDAS, ÓRGÃO E ENTIDADES
PÚBLICAS DE UMA CIDADE DO ESTADO DE SÃO PAULO 451
AVALIAÇÃO DE ATIVIDADES DE VIDA DIÁRIA DE IDOSOS EM UMA COMUNIDADE DO
MUNICÍPIO DE MACEIÓ, ALAGOAS. 452
CIRCUITO FUNCIONAL EM PACIENTE PÓS-AVE: INTERVENÇÃO TERAPEUTICA
OCUPACIONAL 453
CORRELAÇÃO ENTRE A LOMBALGIA E ATIVIDADE DE TRABALHO: UMA ANALISE
QUANTITATIVA. 454
DISTROFIA MUSCULAR E FUNCIONALIDADE: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA SOBRE AS
INTERVENÇÕES DA TERAPIA OCUPACIONAL 455
EDUCAÇÃO EM SAÚDE E INTERVENÇÃO NO COTIDIANO DE ADULTOS E IDOSOS COM
DOENÇAS REUMATOLÓGICAS E/OU SÍNDROMES COMPRESSIVAS: ESPAÇO DE
ACOLHIMENTO, VIVÊNCIAS E TROCAS DE EXPERIÊNCIAS 456
EFEITOS HEMODINÂMICOS AGUDOS NA UTILIZAÇÃO DA GAMETERAPIA EM PACIENTES
COM PARALISIA CEREBRAL 457
ELETROMIOGRAFIA DO MEMBRO SUPERIOR EM TRÊS TESTES FUNCIONAIS:
CONTRIBUIÇÕES PARA A AVALIAÇÃO EM TERAPIA OCUPACIONAL 458
ENFOQUE TERAPEUTICO OCUPACIONAL: CORRELAÇÃO ENTRE A LOMBALGIA E AS
ATIVIDADE DE AUTOCUIDADO 459
EXPERIÊNCIA DOS ALUNOS DE TERAPIA OCUPACIONAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE
SERGIPE-UFS COM PACIENTES COM DISFUNÇÃO NEUROLÓGICA: UM PROJETO DE FÉRIAS
460
GAMETERAPIA: ANÁLISE DA MÍDIA VIRTUAL “DJ HERO” PARA REABILITAÇÃO DE
CRIANÇAS E ADOLESCENTES COM DEFICIÊCIA 461
GRUPO COM CUIDADORES DE PACIENTES QUE SOFRERAM ACIDENTE VASCULAR
CEREBRAL (AVC); INFORMANDO, OFERENCENDO APOIO E ESCLARECENDO DÚVIDAS:
RELATO DE EXPERIÊNCIA 462
INTERVENÇÃO GRUPAL COM MULHERES PÓS-OPERATÓRIO DE FRATURA DE RÁDIO
DISTAL: ROMPENDO OS MUROS DA LIMITAÇÃO FÍSICA 463
GRUPO DE OMBRO DOLOROSO PÓS-AVC, UMA ABORDAGEM DO TERAPEUTA
OCUPACIONAL: RELATO DE EXPERIÊNCIA 464
IMPACTO DA OSTEOARTRITE DE MÃOS NAS ATIVIDADES COTIDIANAS 465
CONTRIBUIÇÃO DO TERAPEUTA OCUPACIONAL PARA INDEPENDÊNCIA DAS PESSOAS
COM DEFICIÊNCIA NA REABILITAÇÃO: UM LEVANTAMENTO NAS BASES SCIELO E
LILACS 466
INSUFICIÊNCIA CARDÍACA: ABORDAGEM DA TERAPIA OCUPACIONAL 467
29
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
INTERVENÇÃO DO TERAPEUTA OCUPACIONAL NA “STIFF PERSOR SYNDROME” OU
SÍNDROME DO HOMEM RÍGIDO – ESTUDO DE CASO 468
INTERVENÇÃO TERAPÊUTICA OCUPACIONAL JUNTO A PACIENTES COM DISTROFIA
MUSCULAR 469
INTERVENÇÃO TERAPÊUTICA OCUPACIONAL JUNTO A UM PACIENTE COM SEQUELAS DE
ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA 470
O IMPACTO DA FRATURA DE ÚMERO SOB A ÓTICA DA CIF 471
OS BENEFÍCIOS DA TERAPIA OCUPACIONAL NA REABILITAÇÃO DE PACIENTES
CARDÍACOS 472
OS EFEITOS COLATERAIS DA QUIMIOTERAPIA E A ATUAÇÃO DO TERAPEUTA
OCUPACIONAL 473
PARALISIA CEREBRAL E ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO EM CRIANÇAS: UM ESTUDO
SEMÂNTICO 474
PARTICIPAÇÃO SOCIAL DO IDOSO: ESTUDO PILOTO 475
PERFIL DE USUÁRIOS ATENDIDOS PELA TERAPIA OCUPACIONAL EM UM CENTRO DE
REFERÊNCIA EM REABILITAÇÃO 476
PERFIL DO NÍVEL DE INDEPENDÊNCIA NAS ATIVIDADES DE VIDA DIÁRIA DE CRIANÇAS
COM TRANSTORNO DO ESPECTRO DO AUTISMO 477
PRÁTICAS MULTIPROFISSIONAIS EM NEUROLOGIA: CONTRIBUIÇÃO PARA A FORMAÇÃO
DE RESIDENTES E UMAATENÇÃOMAISAMPLIADAAOS USUÁRIOS 478
REABILITAÇÃO VIRTUAL: UM RECURSO TERAPÊUTICO NA REABILITAÇÃO DE PESSOAS
COM DISFUNÇÕES NEUROLÓGICAS E ORTOPÉDICAS 479
RELATO DE EXPERIÊNCIA: ESTÁGIO DE TERAPIA OCUPACIONAL NO AMBULATÓRIO DE
NEUROLOGIA ADULTO DO HOSPITAL UNIVERSITARIO CLEMENTINO FRAGA FILHO/
HUCFF- UFRJ 480
TERAPIA OCUPACIONAL E COPOREIDADE: REPERCUSSÕES NO COTIDIANO DE
PACIENTES COM CERVICALGIA E NÍVEL DE ESTRESSE ALTERADO 481
TERAPIA OCUPACIONAL E EDUCAÇÃO EM SAÚDE: UMA ABORDAGEM NO
CONHECIMENTO E NA ADESÃO AO TRATAMENTO DE PACIENTES HIPERTENSOS
ATENDIDOS EM UMA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE 482
TERAPIA OCUPACIONAL EM REABILITAÇÃO DE MÃO E MEMBRO SUPERIOR: UM RELATO
DE EXPERIÊNCIA 483
TERAPIA OCUPACIONAL NA EQUIPE TRANSDISCIPLINAR DE ATENDIMENTO A CRIANÇAS
COM DESORDENS NEUROLÓGICAS 484
TERAPIA OCUPACIONAL: CORRELACIONANDO LOMBALGIA E ATIVIDADES DE
VESTUÁRIO 485
TRATAMENTO TERAPÊUTICO OCUPACIONAL EM UM PACIENTE COM ACIDENTE
VASCULAR CEREBRAL: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA 486
30
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
TREMOR ESSENCIAL: INTERFERÊNCIA DO CONSTRANGIMENTO E FOBIA SOCIAL NOS
PAPÉIS OCUPACIONAIS DAS PESSOAS 487
Eixo 8 – fundamentos da terapia ocupacional/recursos/ atividade
humana
A ATIVIDADE DE DANÇA COMO RECURSO TERAPÊUTICO PARA PACIENTE COM
PARKINSON: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA REALIZADO NO PROJETO DE EXTENSÃO
“LAR” 489
A FORMAÇÃO E A PRÁTICA EM TERAPIA OCUPACIONAL NO BRASIL DOS ANOS 80 À
ATUALIDADE: UMA PERSPECTIVA SOCIOLÓGICA 490
A IMPORTÂNCIA DO USO E ANÁLISE DE ATIVIDADE NA TERAPIA OCUPACIONAL EM
SAÚDE MENTAL 491
A OFICINA TERAPÊUTICA DE LETRAS COMO FERRAMENTA PROMOTORA DE INCLUSÃO E
INTERAÇÃO SOCIAL; E EXPRESSÃO EM USUÁRIOS DE SAÚDE MENTAL 492
A QUESTÃO AMBIENTAL DA FALTA DE ÁGUA E SUAS REPERCUSSÕES NAS OCUPAÇÕES
HUMANAS. 493
A UTILIZAÇÃO DOS GRUPOS DE APOIO NO ACOMPANHAMENTO ÀS MÃES DE BEBÊS
INTERNADOS NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA NEONATAL – UMA REVISÃO
BIBLIOGRÁFICA 494
ANÁLISE DE ATIVIDADE DO GAME “DIETA IRADA” – FERRAMENTA TERAPÊUTICA
OCUPACIONAL 495
ANÁLISE DE ATIVIDADES: JOGOS E BRINCADEIRAS PARA CRIANÇAS HOSPITALIZADAS
496
CONFECÇÃO DE LIVRO ILUSTRATIVO PARA AUXILIAR NA REABILITAÇAO COGNITIVA
EM IDOSOS: UMA ANÁLISE DO RECURSO 497
COTIDIANO, ARTE e CULTURA: MISTURANDO CORES, SENTIDOS E HISTÓRIA À TERAPIA
OCUPACIONAL 498
ESTIMULAÇÃO DA MOTRICIDADE FINA ATRAVÉS DO APLICATIVO TRACE LINES:
ABORDAGEM DA TERAPIA OCUPACIONAL NA ESCLEROSE LATERAL AMIOTRÓFICA 499
A FORMAÇÃO PARA O USO DA ATIVIDADE: O OLHAR DE ESTAGIÁRIOS PARA O
CURRÍCULO E O PRECEPTOR 500
LABORATÓRIO DE ATIVIDADES? COMO ENSINAR A ESTUDAR E ANALISAR A ATIVIDADE
HUMANA HOJE? 501
NISE VIVE,VIVA NISE! A ARTE E A TERAPÊUTICA OCUPACIONAL UM ENSAIO
BIBLIOGRÁFICO 502
NOVAS TECNOLOGIAS EM SAÚDE MENTAL E A IMAGEM DO TERAPEUTA OCUPACIONAL
503
31
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
O CONCEITO DE TERAPIA OCUPACIONAL PARA OS INGRESSANTES NA GRADUAÇÃO 504
O SALÃO DE BELEZA COMO RECURSO NO ACOMPANHAMENTO ÀS MÃES DE BEBÊS
INTERNADOS NA UNIDADE DE TERAPIA INTENSIVA NEONATAL: RELATO DE
EXPERIÊNCIA 505
O TERAPEUTA OCUPACIONAL, O LAÇO SOCIAL E A MÚSICA: POSSIBILIDADES DE
INTERVENÇÃO EM UM CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL. 506
O USO DE ATIVIDADES POR ESTAGIÁRIOS DE TERAPIA OCUPACIONAL: CONCEPÇÕES E
ELEMENTOS NORTEADORES DESSA PRÁTICA 507
PERSPECTIVAS DA FAMÍLIA EM RELAÇÃO AO ATENDIMENTO TERAPÊUTICO
OCUPACIONAL EM NEUROLOGIA INFANTIL 508
PREVENÇÃO EM SAÚDE E A TERAPIA OCUPACIONAL: COMPARTILHAR 509
PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DA DISCIPLINA DE RECURSOS TERAPÊUTICOS EM TERAPIA
OCUPACIONAL 510
RÁDIO ESCOLA: UMA FERRAMENTA PARA O DESENVOLVIMENTO COGNITIVO DE
ADOLESCENTES COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL 511
RECURSO TERAPÊUTICO: UMA EXPERIÊNCIA EM CONSTRUÇÃO 512
REFLEXÕES SOBRE O NÚCLEO DE SABERES E PRATICAS DA TERAPIA OCUPACIONAL E A
NECESSIDADE DE NOVO PERFIL DE TRABALHADORES NO SUS 513
SAÚDE COGNITIVA: O USO DA ATIVIDADE DE CULINÁRIA EM PACIENTE COM
DIAGNÓSTICO DE ALZHEIMER 514
TERAPEUTAS OCUPACIONAIS NA INTERFACE COM A ARTE E A CULTURA: TRAJETÓRIAS
E PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO 515
TERAPIA OCUPACIONAL AQUÁTICA: UM RECURSO PARA A ESTIMULAÇÃO MOTORA DE
CRIANÇAS COM SÍNDROME DE DOWN 516
TERAPIA OCUPACIONAL CRÍTICA: BASES PARA UM MODELO DE INTERVENÇÃO A
PARTIR DA CRÍTICA À VIDA COTIDIANA 517
TERAPIA OCUPACIONAL E CIBERCULTURA 518
TRANSTORNOS ALIMENTARES E QUALIDADE DE VIDA: UM OLHAR DA TERAPIA
OCUPACIONAL SOBRE A FUNCIONALIDADE E O COTIDIANO 519
CONSIDERAÇÕES SOBRE O MODO CAPITALISTA DE PRODUÇÃO E SEUS EFEITOS NOS
PROCESSOS DE SUBJETIVAÇÃO 520
UMA EXPERIÊNCIA DA ATUAÇÃO DE DISCENTES EM ATENDIMENTO A CRIANÇA COM
SÍNDROME DE DOWN 521
UMA TERAPIA OCUPACIONAL PSICOSSOCIAL: CONTRIBUIÇÕES DA PSICANÁLISE DE
FREUD E LACAN E DO MATERIALISMO HISTÓRICO A UMA CLÍNICA DO DESEJO E DO
CARECIMENTO NA SAÚDE MENTAL COLETIVA 522
32
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
Eixo 9 – educação e inclusão escolar
A ACESSIBILIDADE EM UMA INTITUIÇÃO PÚBLICA DE NÍVEL SUPERIOR: UMA ANÁLISE
DA TERAPIA OCUPACIONAL 524
A EXPERIÊNCIA DA ATUAÇÃO TERAPÊUTICO OCUPACIONAL JUNTO À PROFESSORES DA
EDUCAÇÃO HOSPITALAR 525
IMPLEMENTAÇÃO DA COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA EM UMA SALA DE RECURSOS
MULTIFUNCIONAIS: ESTRATÉGIAS PARA A CONSOLIDAÇÃO DA EDUCAÇÃO INCLUSIVA
526
A INSERÇÃO DO TRABALHO DA RBC NO CAMPO DA EDUCAÇÃO NO MUNICÍPIO DE
SANTA MARIA/RS 527
A TERAPIA OCUPACIONAL NO AMBIENTE ESCOLAR: UM SERVIÇO DE APOIO
ESTABELECIDO COM A EQUIPE PEDAGÓGICA 528
ACESSIBILIDADE NO ENSINO SUPERIOR E JUSTIÇA OCUPACIONAL 529
AÇÕES EM TERAPIA OCUPACIONAL NA EDUCÃO INCLUSIVA: A EXPERIÊNCIA NA
ASSOCIAÇÃO DE PAIS E AMIGOS DE EXCEPICIONAIS-APAE ESCOLA ESPECIAL
PROFESSOR “SILVESTRE MAZON”, ROMELÂNDIA\SC. 530
AS CONTRIBUIÇÕES DA TERAPIA OCUPACIONAL JUNTO A CRIANÇAS COM
DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM 531
ATENÇÃO À SAÚDE E O ENFRENTAMENTO DA VULNERABILIDADE COM ADOLESCENTES
DO PROJETO BOMBEIROS MIRIM. 532
ATIVIDADE LÚDICA EM LIBRAS NA MEDIAÇÃO DA APRENDIZAGEM DE CRIANÇAS
SURDAS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS 533
ATUAÇÃO DO TERAPEUTA OCUPACIONAL NO ÂMBITO DA INCLUSÃO ESCOLAR: UMA
REVISÃO SISTEMÁTICA 534
CONTAÇÃO DE HISTÓRIA NA PERSPECTIVA TERAPÊUTICA OCUPACIONAL PARA
CRIANÇAS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS: RELATO DE EXPERIÊNCIA
535
DESEMPENHO DE CRIANÇAS COM E SEM DEFICIÊNCIA EM TESTES DE CONCEITOS
BÁSICOS: IMPLICAÇÕES PARA A TERAPIA OCUPACIONAL 536
DETERMINANTES BIOLOGICOS E AMBIENTAIS ASSOCIADOS AO DESENVOLVIMENTO
NEUROPSICOMOTOR DE CRIANÇAS DAS UNIDADES DE EDUCAÇÃO INFANTIL DO
MUNICÍPIO DE BELÉM 537
EDUCAÇÃO EM SAÚDE: CONTRIBUIÇÕES DA TERAPIA OCUPACIONAL NA PREVENÇÃO
DO BULLYING ESCOLAR 538
ESTIMULAÇÃO COGNITIVA PARA ALUNO COM DIAGNÓSTICO DE AUTISMO 539
DE COMUNICAÇÃO DE UMA ACADÊMICA SURDA DE TERAPIA OCUPACIONAL EM
ESCOLA 540
33
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
IDENTIFICAÇÃO DA PERCEPÇÃO DE PROFESSORES SOBRE O TRABALHO COLABOTIVO
COM O TERAPEUTA OCUPACIONAL 541
INTERAÇÃO SOCIAL DE CRIANÇAS COM SÍNDROME DE DOWN NA INCLUSÃO
EDUCACIONAL: UM OLHAR DA TERAPIA OCUPACIONAL 542
INTERVENÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL NA INCLUSÃO ESCOLAR 543
INTRODUÇÃO DA COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA COM CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA NO
CONTEXTO DA EDUCAÇÃO INFANTIL 544
O BRINCAR NO COTIDIANO DE CRIANÇAS COM TRANSTORNO DE DEFIICIT DE ATENÇÃO
COM HIPERATIVADE 545
O USO DE SISTEMAS COMPLEMENTARES E ALTERNATIVOS DE COMUNICAÇÃO EM UMA
CLASSE ESPECIAL DE EDUCAÇÃO INFANTIL 546
PERCEPÇÃO DE PROFESSORES SOBRE O BRINCAR DA CRIANÇA COM DEFICIÊNCIA FÍSICA
NO CONTEXTO ESCOLAR 547
PERCEPÇÃO DOS BENEFÍCIOS DA ATUAÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL NA INCLUSÃO
ESCOLAR 548
PRESSUPOSTOS QUE FUNDAMENTAM A ATUAÇÃO DO TERAPEUTA OCUPACIONAL NO
CONTEXTO EDUCACIONAL 549
PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL - TERAPIA OCUPACIONAL/UFMG: PROJETO
ACESSIBILIDADE 550
PROJETO – MÚSICA COM O CORPO 551
PSICOMOTRICIDADE NA FACILITAÇÃO DO PROCESSO DE APRENDIZAGEM EM LIBRAS 552
RELAÇÃO ENTRE SEXO E DESENVOLVIMENTO NEUROPSICOMOTOR DE CRIANÇAS DAS
UNIDADES DE EDUCAÇÃO INFANTIL DO MUNICÍPIO DE BELÉM – PARÁ 553
SEMINÁRIO PARA PAIS: A IMPORTÂNCIA DA ESTIMULAÇÃO CONTÍNUA DE SEUS FILHOS
554
TECNOLOGIA ASSSISTIVA NO CONTEXTO ESCOLAR: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA DE
LITERATURA DA UTILIZAÇÃO POR TERAPEUTAS OCUPACIONAIS BRASILEIROS 555
TERAPIA OCUPACIONAL NA AEE: CATALOGAÇÃO E ANÁLISE DE RECURSOS 556
TERAPIA OCUPACIONAL NO CONTEXTO ESCOLAR: JOGOS PARA A FORMAÇÃO DE
CONCEITOS BÁSICOS POR CRIANÇAS PRÉ-ESCOLARES 557
TERAPIA OCUPACIONAL, ACESSIBILIDADE E INCLUSÃO ESCOLAR: UMA REVISÃO
SISTEMÁTICA DA LITERATURA 558
TERAPIA OCUPACIONAL: A INTERLIGAÇÃO COM O SERVIÇO DE SAÚDE E SEUS
DESAFIOS. 559
USO DE TECNOLOGIA ASSISTIVA POR ALUNOS COM DEFICIÊNCIA FÍSICA:
IDENTIFICAÇÃO DA PARCERIA ENTRE PROFESSORES DE SALAS DE RECURSOS
MULTIFUNCIONAIS E TERAPEUTAS OCUPACIONAIS. 560
34
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
VAMOS FALAR DE INCLUSÃO?: O RECURSO DA CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS UTILIZADO
PELA TERAPIA OCUPACIONAL NA FACILITAÇÃO DA INCLUSÃO ESCOLAR 561
Eixo 10 – tecnologia assistiva e participação social
A DISPENSAÇÃO DE ÓRTESES, PRÓTESES E MEIOS AUXILIARES DE LOCOMOÇÃO (OPM)
EM UM DEPARTAMENTO REGIONAL DE SAÚDE DO ESTADO DE SÃO PAULO 563
A IMPORTÂNCIA DA INTERAÇÃO HUMANA COMO BASE NA APLICAÇÃO DA
COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA 564
A INFLUÊNCIA DA TECNOLOGIA ASSISTIVA SOBRE A QUALIDADE DE VIDA DE PESSOAS
ACOMETIDAS POR PARKINSON 565
A INTERVENÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL EM ÂMBITO ESCOLAR NA DEFICIÊNCIA
AUDITIVA 566
A INTERVENÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL NA ADAPTAÇÃO DE CADEIRA DE RODAS
567
A TERAPIA OCUPACIONAL E TECNOLOGIA ASSISTIVA: O USO DA ADAPTAÇÃO
UNIVERSAL COMO FACILITADORA DAS ATIVIDADES DE VIDA DIÁRIA DE INDIVÍDUOS
COM DÉFICIT FUNCIONAL NAS MÃOS 568
A UTILIZAÇÃO DE ALMOFADAS PARA CADEIRAS DE RODAS DE INDIVÍDUOS COM LESÃO
MEDULAR: UMA REVISÃO DA LITERATURA 569
AÇÕES EM TECNOLOGIA ASSISTIVA NA INCLUSÃO DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES COM
DEFICIÊNCIA FÍSICA 570
ADAPTAÇÃO DE CABEÇA: POSSIBILITANDO O USO DO NOTEBOOK POR CLIENTE
TETRAPLÉGICO 571
ADAPTAÇÃO TRANSCULTURAL DO INSTRUMENTO FUNCTIONAL MOBILITY
ASSESSMENT (FMA) 572
ANÁLISE COMPARATIVA DE APLICATIVOS PARA TABLETS E SOFTWARES
PROPRIETÁRIOS DE COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA E AMPLIADA 573
ANÁLISE DA DISTRIBUIÇÃO DA PRESSÃO EM TRÊS MODELOS DE ALMOFADAS
COMERCIAIS PARA CADEIRA DE RODAS DE SUJEITOS COM LESÃO MEDULAR 574
ANÁLISE DA FORMAÇÃO EM TECNOLOGIA ASSISTIVA DA EQUIPE TÉCNICA DE UMA
UNIDADE SAÚDE ESCOLA 575
AS CONTRIBUIÇÕES DA ANÁLISE CINESIOLÓGICA E DO DESENVOLVIMENTO DE
RECURSOS TERAPÊUTICOS NA GRADUAÇÃO DE ACADÊMICOS DE TERAPIA
OCUPACIONAL 576
CARACATERIZAÇÃO DE CRIANÇAS COM PARALISIA CEREBRAL VISANDO O USO DO
ANDADOR 577
35
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
CONTRIBUIÇÕES DA GAMETERAPIA NO DESEMPENHO COGNITIVO DE UM ADOLESCENTE
COM PARALISIA CEREBRAL 578
CONTRIBUIÇÕES DA TERAPIA OCUPACIONAL PARA O ESTABELECIMENTO DE
ACESSIBILIDADE: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA 579
CRIAÇÃO E CONFECÇÃO DE DISPOSITIVOS DE TECNOLOGIA ASSISTIVA EM UM
HOSPITAL GERAL DO PARANÁ 580
DISPOSITIVO PARA TREINO DE COMPONENTES DE DESEMPENHO OCUPACIONAL DE
PACIENTES COM AMPUTAÇÃO TRANSFEMURAL 581
ESTUDO DA CONFECÇÃO DE CADEIRAS DE BANHO PARA PESSOAS COM ACIDENTE
VASCULAR ENCEFÁLICO – ANÁLISE DO PRODUTO ADEQUADO AO USUÁRIO 582
EXPOSIÇÃO CIDADE ACESSÍVEL – CONTRIBUIÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL 583
FACILITAÇÃO DE ACESSO ÀS ATIVIDADES LÚDICAS ADAPTADAS POR MEIO DO PORTAL
ASSISTIVA 584
FORMAÇÃO EM COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA COM O USO DE SÍMBOLOS ARASAAC 585
IMPLEMENTAÇÃO DA COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA NO AMBULATÓRIO DE TERAPIA
OCUPACIONAL EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO INFANTIL 586
INTRODUÇÃO E DESENVOLVIMENTO DO USO DA COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA E
AMPLIADA EM UM CASO DE CÂNCER DE HIPOFARINGE 587
MAPEAMENTO DE TECNOLOGIA ASSISTIVA JUNTO A IDOSOS CADASTRADOS EM UMA
UNIDADE MATRICIAL DE SAÚDE 588
O LABORATÓRIO DE TECNOLOGIA ASSISTIVA: DO ENSINO ÀS PERSPECTIVAS 589
O TABLET COMO RECCURSO DE APRENDIZAGEM COM CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA:
ESTUDO DE CASO 590
O TABLET COMO RECURSO TERAPÊUTICO PARA ESTIMULAÇÃO DA APRENDIZAGEM: UM
ESTUDO DE CASO 591
O USO DA COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA E AMPLIADA NA REABILITAÇÃO DE PESSOAS
COM ELA: RELATO DE EXPERIÊNCIA DE INTERVENÇÕES EM TERAPIA OCUPACIONAL 592
USO DA COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA E AMPLIADA PELO TERAPEUTA OCUPACIONAL
NO CONTEXTO HOSPITALAR 593
O USO DA TECNOLOGIA ASSISTIVA NA FUNCIONALIDADE DE CRIANÇAS COM
DESENVOLVIMENTO ATÍPICO 594
O USO DE RECURSOS DE BAIXO E ALTO CUSTO COMO FACILITADORES DO GANHO DE
FUNCIONALIDADE DOS MEMBROS SUPERIORES 595
OS BENEFÍCIOS DO USO DE TECNOLOGIA ASSISTIVA NO PROCESSO REEDUCAÇÃO DE
CEGOS ADVENTÍCIOS 596
ÓRTESES PARA MEMBROS SUPERIORES E INTERVENÇÃO TERAPÊUTICA OCUPACIONAL:
RELATO DE EXPERIÊNCIA DE UM PROJETO DE EXTENSÃO 597
36
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
PERFIL DOS CONDUTORES DE VEÍCULOS ADAPTADOS PARA PESSOAS COM DEFICIÊNCIA
DA CIDADE DE JOÃO PESSOA – PARAÍBA: DADOS PRELIMINARES 598
PRODUÇÃO DE TECNOLOGIA ASSISTIVA NO INÍCIO DA GRADUAÇÃO EM TERAPIA
OCUPACIONAL 599
PRODUTO DE TECNOLOGIA ASSISTIVA PARA AUXÍLIO NA ATIVIDADE DE HIGIENE ORAL
PARA PACIENTES COM DISFUNÇÃO DE COORDENAÇÃO BILATERAL 600
PROJETOS ARQUITETÔNICOS DE ACESSIBILIDADE DOMICILIAR E TECNOLOGIA
ASSISTIVA: UM ESTUDO COM ARQUITETOS, TERAPEUTAS OCUPACIONAIS E USUÁRIOS
NA CIDADE DE SÃO PAULO 601
PROPOSTA DE USO DE RECURSOS DE TECNOLOGIA ASSISTIVA PARA A ATIVIDADE DE
BEBER LÍQUIDOS A UMA CRIANÇA COM PARALISIA CEREBRAL 602
PROTOCOLO AUXILIAR DE TOMADA DE DECISÕES DOS TERAPEUTAS OCUPACIONAIS NA
ÁREA DE COMUNICAÇÃO ALTERNATIVA E AMPLIADA NO CONTEXTO HOSPITALAR 603
RECURSOS DE TECNOLOGIA ASSISTIVA UTILIZADOS POR CRIANÇAS COM PARALISIA
CEREBRAL E SUA CORRELAÇÃO COM O NÍVEL DE COMPROMETIMENTO 604
SENTIDOS E SIGNIFICADOS DA ESCRITA ADAPTADA ATRIBUÍDOS POR VÍTIMA DE
QUEIMADURA 605
SOFTWARE PRANCHA FÁCIL – CONTRIBUIÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL 606
SUPORTE À INTERVENÇÃO JUNTO A CRIANÇAS COM DISFUNÇÕES NEUROMOTORAS
BASEADO EM RECURSOS DE TECNOLOGIA ASSISTIVA 607
SUPORTE VISUAL AUXILIANDO O TREINO DE ATIVIDADES DE VIDA DIÁRIA DE
CRIANÇAS AUTISTAS: RELATO DE EXPERIÊNCIA DA ATUAÇÃO DO TERAPEUTA
OCUPACIONAL 608
TECNOLOGIA ASSISTIVA E A SUA IMPORTÂNCIA COMO DISCIPLINA NA GRADUAÇÃO 609
TECNOLOGIA ASSISTIVA EM 3D APLICADA À REABILITAÇÃO FÍSICA 610
TECNOLOGIA ASSISTIVA NO AMBIENTE HOSPITALAR: RELATO DE EXPERIÊNCIA DO
PROCESSO DE IMPLEMENTAÇÃO 611
TECNOLOGIA ASSISTIVA PARA MOBILIDADE: RELATO DE EXPERIÊNCIA 612
TECNOLOGIA ASSISTIVA: DISPOSITIVO FACILITADOR DE ALCANCE PARA
ACIONAMENTO DE BOTÃO DE ELEVADOR. 613
TECNOLOGIA ASSISTIVA: EXPERIÊNCIA DE CONSTRUÇÃO 614
TECNOLOGIA ASSISTIVA: UM RECURSO PARA REABILITAÇÃO DE HABILIDADES
MANUAIS NOS QUADROS DE PESSOAS ATINGIDAS PELA HANSENÍASE 615
TECNOLOGIAS ASSISTIVAS NO ÂMBITO ESCOLAR PARA PACIENTES COM PARALISIA
CEREBRAL :UMA POSSIBILIDADE DE INTERVENÇÃO 616
TEMPLATES PARA O PRANCHA FÁCIL: UMA EXPERIÊNCIA DOS BOLSISTAS DE TERAPIA
OCUPACIONAL 617
37
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
TERAPIA OCUPACIONAL: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA REALIZADO NO ESTÁGIO
CURRICULAR DE REABILITAÇÃO SOBRE O USO DE ADAPTAÇÃO COM UMA PACIENTE
HANSENIANA COM LESÃO NO NERVO ULNAR 618
Eixo 11 – integração sensorial
ANÁLISE DE RECURSOS EM TERAPIA OCUPACIONAL: RELATO DE EXPERIÊNCIA
COM ENFOQUE EM INTEGRAÇÃO SENSORIAL 620
DESENVOLVIMENTO DE HABILIDADES PRÉ-ESCRITA: ATIVIDADES
ENVOLVENDO PINÇA DE PRECISÃO 621
Eixo 12 – práticas corporais e práticas integrativas
A ABORDAGEM GRUPAL DIRECIONADA AOS SUJEITOS SINGULARES EM USO ABUSIVO
DE SUBSTÂNCIAS PSICOATIVAS 623
A DANÇA SÊNIOR COMO RECURSO DE INTERVENÇÃO TERAPÊUTICO OCUPACIONAL:
RELATO DE EXPERIÊNCIA 624
A SEXUALIDADE COMO TEMA EM UM GRUPO DE TRABALHO CORPORAL COM IDOSAS:
RELATO DE EXPERIÊNCIA 625
A UTILIZAÇÃO DAS TECNOLOGIAS LEVES NO CUIDADO EM SAÚDE NO SERVIÇO DE
SAÚDE MENTAL 626
BLITZ DA SAÚDE: UMA VIVÊNCIA DA TERAPIA OCUPACIONAL EM UM HOSPITAL DA
REDE DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA 627
DANÇA INCLUSIVA: A EXPRESSÃO CORPORAL DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA 628
DESENVOLVIMENTO INFANTIL NA HOSPITALIZAÇÃO: ATIVIDADE HUMANA NO ESPAÇO
HOSPITALAR 629
EFEITO DE OFICINAS DE ESTIMULAÇÃO COGNITIVA NO RISCO DE DEPRESSÃO DE
IDOSOS COMUNITÁRIOS 630
EXPERIÊNCIA COM UM GRUPO DE ADOLESCENTES, EM UM CENTRO DE SAÚDE MENTAL,
BRASÍLIA-DF 631
LEUCEMIA MIELÓIDE AGUDA (LMA) NA ADOLESCÊNCIA E O DESVELAR DO PAPEL DA
TERAPIA OCUPACIONAL NA ÁREA DE HEMATOLOGIA DO HOSPITAL OPHIR LOYOLA
(HOL): UM RELATO DE EXPERIÊNCIA 632
O VIDEOGAME COMO RECURSO TERAPÊUTICO PARA A POPULAÇÃO IDOSA: UM
PANORAMA E O OLHAR DA TERAPIA OCUPACIONAL 633
PARTICIPANTES DE OFICINAS DE INFORMÁTICA: DIFICULDADES E ESTRATÉGIAS PARA
INCLUSÃO DIGITAL 634
38
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
OS IMPACTOS NO COTIDIANO DE UMA COMUNIDADE RIBEIRINHA APÓS O
ESTABELECIMENTO DA ENERGIA ELÉTRICA E DA ÁGUA ENCANADA 635
PRÁTICAS INTEGRATIVAS E COMPLEMENTARES: EXPERIÊNCIA DE INTERVENÇÃO
TERAPÊUTICA OCUPACIONAL NO CENTRO DE CONVIVÊNCIA DO IDOSO 636
PROMOVENDO SAÚDE E MINIMIZANDO DECLÍNIOS COGNITIVOS NO FUNCIONAMENTO
OCUPACIONAL EM IDOSOS ASSISTIDOS PELO NASF MACEIÓ-AL 637
PROPOSTA DE INTERVENÇÃO PARA PAIS DE CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA: PROGRAMA
DE ATIVIDADES CORPORAIS 638
PSICOMOTRICIDADE COMO INSTRUMENTO FACILITADOR DA APRENDIZAGEM E
REFINAMENTO DO DESEMPENHO PSICOMOTOR NA DEFICIÊNCIA INTELECTUAL 639
SEXUALIDADE INFANTIL: PERCEPÇÕES DE EDUCADORES EM CRECHES 640
TERAPIA OCUPACIONAL E RESGASTE DE MEMÓRIA AUTOBIOGRÁFICA: INSTRUMENTO
PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE DE IDOSOS 641
A IMAGEM CORPORAL DE MULHERES VÍTIMAS DE MUTILAÇÃO GENITAL
642
PARTE III – RESUMOS EXPANDIDOS
Eixo 1 – gestão, consultorias e financiamento nas políticas públicas
ATENÇÃO PRIMÁRIA E O ATENDIMENTO A PESSOAS COM DEFICIÊNCIA: O QUE
APRENDEMOS EM 15 ANOS DE TRABALHO NESSE NÍVEL ASSISTENCIAL 645
AVALIAÇÃO DA ATENÇÃO BÁSICA DO SUS A PARTIR DA CONCEPÇÃO DAS PESSOAS COM
DEFICIÊNCIA FÍSICA 653
SERVIDORES COM DEFICIÊNCIA: O PERFIL OCUPACIONAL COMO CONTRIBUIÇÃO PARA
MELHORIAS LABORAIS 658
Eixo 2 – redes de atenção à saúde
“MARCAS NO PAPEL”: PROPOSTA TERAPÊUTICA OCUPACIONAL COM CÍRCULO DE
DIÁLOGO NA SAÚDE EM MULHERES QUEIMADA 663
RELATO DE EXPERIÊNCIA PROJETO PET-SAÚDE: ANÁLISE DAS REDES SOCIAIS DE
SUPORTE DE CRIANÇAS DO MUNICÍPIO DE SÃO BERNARDO DO CAMPO ATRAVÉS DO
DISPOSITIVO ECOMAPA 668
39
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
A CARÊNCIA DE EXPERIÊNCIAS SENSORIAIS EM CRIANÇAS HOSPITALIZADAS: UM
OLHAR DA TERAPIA OCUPACIONAL 675
A IMPORTÂNCIA DO TERAPEUTA OCUPACIONAL NOS SERVIÇOS DE CUIDADOS
PALIATIVOS 679
A INTEGRAÇÃO DA PROMOÇÃO DE SAÚDE E ATIVIDADES LÚDICAS 684
A SEXUALIDADE COMO CONSTRUÇÃO DO SUJEITO 688
A VISÃO DA CRIANÇA SOBRE A HOSPITALIZAÇÃO 692
AJUSTAMENTO PSICOSSOCIAL APÓS MASTECTOMIA - UM OLHAR SOBRE A QUALIDADE
DE VIDA 696
AVALIAÇÃO TERAPÊUTICA OCUPACIONAL NO CONTEXTO DA ATENÇÃO À SAÚDE
MENTAL 706
CONTRIBUIÇÕES DA PRÁTICA INTERDISCIPLINAR NA FORMAÇÃO DE ALUNOS DE
TERAPIA OCUPACIONAL POR MEIO DE UM PROGRAMA DE EDUCAÇÃO 710
INDEPENDÊNCIA E COGNIÇÃO PÓS-AVC E SUA RELAÇÃO COM A SOBRECARGA, DOR E
QUALIDADE DE VIDA DOS CUIDADORES FAMILIARES 714
INTERVENÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL NA SAÚDE DA GESTANTE: RELATO DE
EXPERIÊNCIA 720
INTERVENÇÃO PRECOCE BILÍNGUE DE UMA CRIANÇA SURDA - ESTUDO DE CASO 726
INTERVENÇÕES DA TERAPIA OCUPACIONAL NA RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL
JUNTO AO PACIENTE SUBMETIDO À CIRURGIA CARDÍACA 733
O BRINCAR E SUAS IMPLICAÇÕES NO COTIDIANO DE CRIANÇAS HOSPITALIZADAS:
RELATO DE EXPERIÊNCIA 736
OFICINA DE LIBRAS - ESTRATÉGIA DE OTIMIZAÇÃO DA COMUNICAÇÃO ENTRE SURDOS
E OUVINTES NO SERVIÇO DE TERAPIA OCUPACIONALCOM EQUIPE INTERDISCIPLINAR
740
PERCEPÇÕES TERAPÊUTICAS OCUPACIONAIS ACERCA DA HUMANIZAÇÃO NO AMBIENTE
HOSPITALAR: PERSPECTIVAS EM ATIVIDADES ARTÍSTICAS 746
PERFIL DE CUIDADORES DE SUJEITOS COM AVC ATENDIDOS EM SERVIÇOS
ESPECIALIZADOS EM REABILITAÇÃO FÍSICA DE UMA CIDADE DE MÉDIO PORTE DO
ESTADO DE SÃO PAULO 751
PERFIL DE HOMENS COM AVC ATENDIDOS POR SERVIÇOS ESPECIALIZADOS EM
REABILITAÇÃO FÍSICA DE UMA CIDADE DE MÉDIO PORTE DO ESTADO DE SÃO PAULO
757
PERSPECTIVAS TERAPÊUTICAS OCUPACIONAIS NA ATENÇÃO BÁSICA FRENTE AS
EXPERIÊNCIAS NO PET-SAÚDE 763
PROMOÇÃO DA CIDADANIA PELO FAZER: A TERAPIA OCUPACIONAL NA CONSTRUÇÃO
DE ESPAÇOS DE RECONHECIMENTO E VALORIZAÇÃO DE SUJEITOS SOCIAIS 768
REFLEXÕES DE UMA EQUIPE DE RESIDENTES DE TERAPIA OCUPACIONAL SOBRE A
PRÁTICA EM UMA UNIDADE DE ENSINO E ASSISTÊNCIA 773
REPENSANDO A SAÚDE MENTAL: ESTRATÉGIAS DE EDUCAÇÃO E SAÚDE EM UM
CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL 780
40
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL: O RELATO DE EXPERIÊNCIA DE UMA EQUIPE DE
TERAPIA OCUPACIONAL ACERCA DO ESTRESSE 784
SOBRE A PRÁTICA DE ACADÊMICOS DE TERAPIA OCUPACIONAL NO CONTEXTO
HOSPITALAR: RELATO DE EXPERIÊNCIA 791
UM OLHAR DA TERAPIA OCUPACIONAL SOBRE ONCOLOGIA: RELATO DE EXPERIÊNCIA
DA PRÁTICA NO HOSPITAL OPHIR LOYOLA 795
Eixo 3 – direitos humanos e contextos sociais
A CONCEPÇÃO DE COORDENADORES QUANTO A VULNERABILIDADE SOCIAL DE
ADOLESCENTES PARTICIPANTES DE UM PROGRAMA SOCIOEDUCATIVO: SUBSÍDIOS
PARA A TERAPIA OCUPACIONAL 801
VULNERABILIDADE E DESFILIAÇÃO SOCIAIS E A ATUAÇÃO NA PERSPECTIVA DA
TERAPIA OCUPACIONAL SOCIAL 807
TERAPIA OCUPACIONAL SOCIAL: REVISÃO DOS CONCEITOS CENTRAIS PARA A
CONSTITUIÇÃO DO CAMPO 812
A PERSPECTIVA DOS RECORTES POPULACIONAIS COMO NORTEADORA PARA A
ATUAÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL NO CAMPO SOCIAL 817
DISCUTINDO SOBRE DIREITOS DA CRIANÇA ATRAVÉS DO BRINCAR: UM RELATO DE
EXPERIÊNCIA 822
HISTÓRIA DE VIDA DE ALUNOS EM SITUAÇÃO DE VULNERABILIDADE SOCIAL E SUAS
IMPLICAÇÕES NA APRENDIZAGEM SOB O OLHAR DO TERAPEUTA OCUPACIONAL 828
JUVENTUDE, HIP-HOP E A PROFISSIONALIZAÇÃO DA CRIATIVIDADE 834
UMA TERAPÊUTICA OCUPACIONAL - A CONSTRUÇÃO DO PROJETO TOCCA: TERAPIA
OCUPACIONAL, CORPO, CULTURA E AS ARTES 841
Eixo 4 – esporte, lazer e inclusão
CULTURA, ATIVIDADES HUMANAS E TERAPIA OCUPACIONAL 849
JOVENS ARTISTAS EM CENA: A PROFISSIONALIZAÇÃO DA CRIATIVIDADE E AS
POLÍTICAS PÚBLICAS CULTURAIS 857
O GRUPO SÃO DOIDÃO: ALGUMAS CONTRIBUIÇÕES DA TERAPIA OCUPACIONAL PARA O
CONVÍVIO SOCIAL DE PESSOAS EM SOFRIMENTO MENTAL 864
41
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
Eixo 5 – ensino, pesquisa e divulgação do conhecimento
A RELAÇÃO DO USO DE AGROTÓXICO E QUALIDADE DE VIDA DE TRABALHADORES DA
CITRICULTURA DO MUNICÍPIO DE LAGARTO-SE 874
AVALIAÇÃO GLOBAL E SOCIAL: EXPERIENCIA COM CRIANÇAS ABRIGADAS 881
CONTRIBUIÇÕES DA METODOLOGIA DE PROBLEMATIZAÇÃO NA SUBUNIDADE DE
PRÁTICAS DE ENSINO NA COMUNIDADE 887
INCLUSÃO SOCIAL COMO TEMA TRANSVERSAL NO CURRÍCULO INTEGRADO DO CURSO
DE TERAPIA OCUPACIONAL DA UNIVERSIDADE DE FORTALEZA 892
MONITORIA EM METODOLOGIAS ATIVAS NO CURSO DE TERAPIA OCUPACIONAL:
DESAFIOS E SUPERAÇÕES DE UMA NOVA REALIDADE 899
O IMPACTO SOCIOCULTURAL DE FAZER PESQUISA/EXTENSÃO NO CÁRCERE FEMININO
PARAIBANO 904
PERCEPÇÃO DE ACADÊMICOS DE TERAPIA OCUPACIONAL ACERCA DA INTEGRAÇÃO
CURRICULAR ENTRE MÓDULOS DO TERCEIRO SEMESTRE PARA A FORMAÇÃO
PROFISSIONAL 907
PERCEPÇÃO DE ACADÊMICOS SOBRE MÓDULO TERAPIA OCUPACIONAL NO CONTEXTO
EDUCACIONAL: RELATO DE EXPERIÊNCIA 914
PERCEPÇÃO DOS ACADÊMICOS DE TERAPIA OCUPACIONAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL
DE SERGIPE SOBRE A IMPLEMENTAÇÃO DA PBL 922
PROMOÇÃO DA SAÚDE E AS AÇÕES DA TERAPIA OCUPACIONAL NO CONTEXTO
HOSPITALAR 928
REFLEXÕES DIANTE DAS POSSIBILIDADES DE ESTUDO SOBRE O CÁRCERE FEMININO
PARAIBANO: A EXPERIÊNCIA DO PROEXT 936
Eixo 6 – trabalho
O ESTRESSE NA ATIVIDADE DE TRABALHO DOS AGENTES PENITENCIÁRIOS EM UM
PRESÍDIO FEMININO EM JOÃO PESSOA-PB 943
42
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
Eixo 7 – saúde e funcionalidade
A NEUROFIBROMATOSE NF1 E OS SINTOMAS DO ESPECTRO AUTISTA: RELATO DE UM
CASO 650
AMBIENTE DOMICILIAR E INCIDÊNCIA DE QUEDAS EM IDOSOS: UM OLHAR DA TERAPIA
OCUPACIONAL 957
ANALISE QUANTITATIVA SOBRE A CORRELAÇÃO ENTRE A LOMBALGIA E ATIVIDADES
DOMÉSTICAS 964
APLICAÇÃO DE BANDAGEM TERAPÊUTICA COMO RECURSO AUXILIAR NO TRATAMENTO
DE SÍNDROME DO OMBRO DOLOROSO EM PACIENTES COM DIAGNÓSTICO DE ACIDENTE
VASCULAR CEREBRAL 969
CORRELAÇÃO ENTRE A LOMBALGIA E ATIVIDADE DE TRABALHO: UMA ANALISE
QUANTITATIVA 975
EDUCAÇÃO EM SAÚDE E INTERVENÇÃO NO COTIDIANO DE ADULTOS E IDOSOS COM
DOENÇAS REUMATOLÓGICAS E/OU SÍNDROMES COMPRESSIVAS: ESPAÇO DE
ACOLHIMENTO, VIVÊNCIAS E TROCAS DE EXPERIÊNCIAS 980
ELETROMIOGRAFIA DO MEMBRO SUPERIOR EM TRÊS TESTES
CONTRIBUIÇÕES PARA A AVALIAÇÃO EM TERAPIA OCUPACIONAL 985
FUNCIONAIS:
ENFOQUE TERAPEUTICO OCUPACIONAL: CORRELAÇÃO ENTRE A LOMBALGIA E AS
ATIVIDADES DE AUTOCUIDADO 997
EXPERIÊNCIA DOS ALUNOS DE TERAPIA OCUPACIONAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE
SERGIPE-UFS COM PACIENTES COM DISFUNÇÃO NEUROLÓGICA: UM PROJETO DE FÉRIAS
1002
INTERVENÇÃO TERAPÊUTICA OCUPACIONAL JUNTO A PACIENTES COM DISTROFIA
MUSCULAR 1006
PRÁTICAS MULTIPROFISSIONAIS EM NEUROLOGIA: CONTRIBUIÇÃO PARA A FORMAÇÃO
DE RESIDENTES E UMA ATENÇÃO MAIS AMPLIADA AOS USUÁRIOS 1013
REABILITAÇÃO VIRTUAL: UM RECURSO TERAPÊUTICO NA REABILITAÇÃO DE PESSOAS
COM DISFUNÇÕES NEUROLÓGICAS E ORTOPÉDICAS 1018
TERAPIA OCUPACIONAL E EDUCAÇÃO EM SAÚDE: UMA ABORDAGEM NO
CONHECIMENTO E NA ADESÃO AO TRATAMENTO DE PACIENTES HIPERTENSOS
ATENDIDOS EM UMA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE 1023
TERAPIA OCUPACIONAL:
VESTUÁRIO 1030
CORRELACIONANDO
LOMBALGIA
E
ATIVIDADES
DE
TREMOR ESSENCIAL: INTERFERÊNCIA DO CONSTRANGIMENTO E FOBIA SOCIAL NOS
PAPÉIS OCUPACIONAIS DAS PESSOAS 1035
43
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
Eixo 8 – fundamentos da terapia ocupacional/recursos/ atividade
humana
ANÁLISE DE ATIVIDADE DO GAME "DIETA IRADA" - FERRAMENTA TERAPÊUTICA
OCUPACIONAL 1042
PROCESSO DE CONSTRUÇÃO DA DISCIPLINA DE RECURSOS TERAPÊUTICOS EM TERAPIA
OCUPACIONAL 1049
TERAPIA OCUPACIONAL E CIBERCULTURA 1055
Eixo 9 – educação e inclusão escolar
ACESSIBILIDADE NO ENSINO SUPERIOR E JUSTIÇA OCUPACIONAL 1061
ATENÇÃO À SAÚDE E O ENFRENTAMENTO DA VULNERABILIDADE COM ADOLESCENTES
DO PROJETO BOMBEIROS MIRIM 1065
ATIVIDADE LÚDICA EM LIBRAS NA MEDIAÇÃO DA APRENDIZAGEM DE CRIANÇAS
SURDAS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS 1069
CONTAÇÃO DE HISTÓRIA NA PERSPECTIVA TERAPÊUTICA OCUPACIONAL PARA
CRIANÇAS COM NECESSIDADES EDUCACIONAIS ESPECIAIS: RELATO DE EXPERIÊNCIA
1076
DETERMINANTES BIOLOGICOS E AMBIENTAIS ASSOCIADOS AO DESENVOLVIMENTO
NEUROPSICOMOTOR DE CRIANÇAS DAS UNIDADES DE EDUCAÇÃO INFANTIL DO
MUNICÍPIO DE BELÉM 1081
PERCEPÇÃO DE PROFESSORES SOBRE O BRINCAR DA CRIANÇA COM DEFICIÊNCIA FÍSICA
NO CONTEXTO ESCOLAR 1086
PRESSUPOSTOS QUE FUNDAMENTAM A ATUAÇÃO DO TERAPEUTA OCUPACIONAL NO
CONTEXTO EDUCACIONAL 1092
VAMOS FALAR DE INCLUSÃO?: O RECURSO DA CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS UTILIZADO
PELA TERAPIA OCUPACIONAL NA FACILITAÇÃO DA INCLUSÃO ESCOLAR 1096
Eixo 10 – tecnologia assistiva e participação social
A INFLUÊNCIA DA TECNOLOGIA ASSISTIVA SOBRE A QUALIDADE DE VIDA DE PESSOAS
ACOMETIDAS POR PARKINSON 1101
44
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
A INTERVENÇÃO DA TERAPIA OCUPACIONAL EM ÂMBITO ESCOLAR NA DEFICIÊNCIA
AUDITIVA 1109
ADAPTAÇÃO
TRANSCULTURAL
ASSESSMENT (FMA) 1115
DO
INSTRUMENTO
FUNCTIONAL
MOBILITY
ANÁLISE DA FORMAÇÃO EM TECNOLOGIA ASSISTIVA DA EQUIPE TÉCNICA DE UMA
UNIDADE SAÚDE ESCOLA 1121
DISPOSITIVO PARA TREINO DE COMPONENTES DE DESEMPENHO OCUPACIONAL DE
PACIENTES COM AMPUTAÇÃO TRANSFEMURAL 1126
PRODUTO DE TECNOLOGIA ASSISTIVA PARA AUXÍLIO NA ATIVIDADE DE HIGIENE ORAL
PARA PACIENTES COM DISFUNÇÃO DE COORDENAÇÃO BILATERAL 1131
PROPOSTA DE USO DE RECURSOS DE TECNOLOGIA ASSISTIVA PARA A ATIVIDADE DE
BEBER LÍQUIDOS A UMA CRIANÇA COM PARALISIA CEREBRAL 1136
SUPORTE VISUAL AUXILIANDO O TREINO DE ATIVIDADES DE VIDA DIÁRIA DE
CRIANÇAS AUTISTAS RELATO DE EXPERIÊNCIA DA ATUAÇÃO DO TERAPEUTA
OCUPACIONAL 1142
TECNOLOGIA ASSISTIVA EM 3D APLICADA À REABILITAÇÃO FÍSICA 1152
TECNOLOGIA ASSISTIVA NO AMBIENTE HOSPITALAR: RELATO DE EXPERIÊNCIA DO
PROCESSO DE IMPLEMENTAÇÃO 1159
Eixo 11 – integração sensorial
ANÁLISE DE RECURSOS EM TERAPIA OCUPACIONAL: RELATO DE EXPERIÊNCIA COM
ENFOQUE EM INTEGRAÇÃO SENSORIAL 1166
DESENVOLVIMENTO DE HABILIDADES PRÉ-ESCRITA: ATIVIDADES ENVOLVENDO PINÇA
DE PRECISÃO 1170
Eixo 12 – práticas corporais e práticas integrativas
A SEXUALIDADE COMO TEMA EM UM GRUPO DE TRABALHO CORPORAL COM IDOSAS:
RELATO DE EXPERIÊNCIA 1174
OFICINAS DE INFORMÁTICA PARA IDOSOS: DIFICULDADES E ESTRATÉGIAS PARA
INCLUSÃO DIGITAL 1179
PROPOSTA DE INTERVENÇÃO PARA PAIS DE CRIANÇAS COM DEFICIÊNCIA: PROGRAMA
DE ATIVIDADES CORPORAIS 1186
TERAPIA OCUPACIONAL E RESGASTE DE MEMÓRIA AUTOBIOGRÁFICA: INSTRUMENTO
PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE DE IDOSOS 1193
45
Anais do XIV Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional/2015. Rev.Interinst. Bras.Ter. Ocup. Rio
de Janeiro; ATOERJ, 2016.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

Criar flashcards