Colégio Sagrado coração de Jesus

Propaganda
COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE
Programa de Recuperação Paralela
2ª Etapa – 2011
Disciplina:Química
Ano: 2011
Professor (a):Alexandre
Turma: 2 ano
 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.
 Faça a lista de exercícios com atenção, ela norteará os seus estudos.
 Utilize o livro didático adotado pela escola como fonte de estudo.
 Se necessário, procure outras fontes como apoio (livros didáticos, exercícios além dos
propostos, etc.).
 Considere a recuperação como uma nova oportunidade de aprendizado.
 Leve o seu trabalho a sério e com disciplina. Dessa forma, com certeza obterá sucesso.
 Qualquer dúvida procure o professor responsável pela disciplina.
Conteúdo
Recursos para Estudo / Atividades
Unidades de Estudo – conceitos e
habilidades
Caderno...
Exercícios...
Provas anteriores...
I – Soluções
II – Termoquímica
Rede de Educação Missionárias Servas do Espírito Santo
Colégio Nossa Senhora da Piedade
Av. Amaro Cavalcanti, 2591 – Encantado – Rio de Janeiro / RJ
CEP: 20735042 Tel: 2594-5043 – Fax: 2269-3409
E-mail: [email protected]
Home Page: www.cnsp.com.br
ENSINO MÉDIO
Área do Conhecimento: CIÊNCIAS DA NATUREZA
Disciplina: QUÍMICA
Nome do (a) aluno (a):
Ano: 2
Professor (a): Alexandre
Etapa:
Turma:2 INFO e Nº
2FG
Data _____/_____/2011.
BLOCO DE ATIVIDADES / EXERCÍCIOS PROPOSTOS
1) (Fuvest 93) A recristalização consiste em dissolver uma substância a uma dada temperatura,
no menor volume de solvente possível e a seguir resfriar a solução, obtendo-se cristais da
substância.Duas amostras de ácido benzóico, de 25,0g cada, foram recristalizadas em água
segundo esse procedimento, a seguir:
a) Calcule a quantidade de água necessária para a dissolução de cada amostra.
b) Qual das amostras permitiu obter maior quantidade de cristais da substância? Explique.
Dados: curva de solubilidade do ácido benzóico em água (massa em gramas de ácido benzóico
que se dissolve em 100g de água, em cada temperatura).
2. (Ufg 2001) Os sistemas, a seguir, contêm soluções aquosas de NaCl em três diferentes
situações, mantidas a temperatura constante:
a) INDIQUE qual(is) sistema(s) está(ão) em equilíbrio. JUSTIFIQUE sua resposta.
b) O que ocorrerá, em cada sistema, se for adicionada uma quantidade muito pequena de NaCl
sólido?
3) (Ufpe 2000) Uma solução saturada de (NH4)2 CO3 foi preparada a 80°C utilizando-se 200g de
água. Posteriormente, esta solução sofre um resfriamento sob agitação até atingir 40°C.
DETERMINE a massa de sal depositada neste processo. A solubilidade do (NH4) 2 CO3 varia
com a temperatura, conforme mostrado no gráfico abaixo.
4. (Ufrrj 99) OBSERVE o gráfico a seguir e RESPONDA às questões que se seguem
.
a) Qual a menor quantidade de água necessária para dissolver completamente, a 60°C, 120g
de B?
b) Qual a massa de A necessária para preparar, a 0°C, com 100g de água, uma solução
saturada (I) e outra solução insaturada (II)?
5) (Unesp 97) O gráfico a seguir mostra as curvas de solubilidade em água, em função da
temperatura, dos sais KNO3 e MnSO4.
Com base neste gráfico, DISCUTA se as afirmações a e b são verdadeiras ou falsas.
a) O processo de dissolução dos dois sais é endotérmico. (
)
b) 100 mL de solução saturada a 56°C contêm aproximadamente 10g de KNO 3. (
)
6) Uma solução 17% em massa, de NH4Cl possui 50 g de soluto. Qual a massa de água nessa
solução?
7) Qual a porcentagem em massa de soluto numa solução preparada pela dissolução de 8g de
NaOH em 92 g de água ?
8)A concentração comum de uma solução é de 20 g/L. DETERMINE o volume dessa solução,
sabendo que ela contém 75 g de soluto.
9) São dissolvidos 50 g de um sal em 200 g de água, originando uma solução cuja densidade é
de 1,2 g/cm3. DETERMINE a concentração comum dessa solução.
10) CALCULE a concentração comum de uma solução de 1,5 g/mL de densidade, sabendo que
ela contém 25 g de sulfato de amônio dissolvidos em 275 g de água.
11) CALCULE a molaridade de uma solução aquosa de HCl que, num volume de 1500 mL,
contém 21,9 g de HCl.
12) CALCULE a massa de HCN que deve ser dissolvida em água para obter 300 cm3 de
solução 0,6 mol/L.
13) CONSIDERE 40 mL de uma solução 0,5 mol/L de NaCl. Que volume de água deve ser
adicionado para que sua concentração caia para 0,2 mol/L?
14) CALCULE a concentração molar de uma solução obtida a partir de 1 L de solução de KNO3
0,3 mol/L,à qual são acrescentados 500 mL de água pura.
15) Qual é o volume de água, em mL, que deve ser adicionados a 80 mL de solução aquosa 0,1
mol/L de uréia, para que a solução resultante seja 0,08 mol/L?
16) Uma solução aquosa 2 molar de NaCl de volume 50 mL foi misturada a 100 mL de uma
solução de NaCl 0,5 molar. CALCULE a molaridade da solução resultante
17) (UFMG-2002) Ao se sair molhado em local aberto, mesmo em dias quentes, sente-se uma
sensação de frio. Esse fenômeno está relacionado com a evaporação da água que, no caso,
está em contato com o corpo humano. Essa sensação de frio explica-se CORRETAMENTE
pelo fato de que a evaporação da água
a) é um processo endotérmico e cede calor ao corpo.
b) é um processo endotérmico e retira calor do corpo.
c) é um processo exotérmico e cede calor ao corpo.
d) é um processo exotérmico e retira calor do corpo.
e) é um processo atérmico e não troca calor com o corpo.
18) O conteúdo energético de um sistema é denominado entalpia. Em uma reação endotérmica,
ocorre absorção de energia. Numa reação endotérmica, portanto, a entalpia dos reagentes é;
a) maior ou igual à dos produtos.
b) menor que à dos produtos.
c) impossível de ser comparada com a entalpia dos produtos.
d) igual à dos produtos.
e) maior que a dos produtos.
19)(UNISANTANA-SP) No processo exotérmico, o calor é cedida ao meio ambiente, enquanto
no processo endotérmico o calor é absorvido do ambiente. Quando um atleta sofre uma
contusão, é necessário resfriar, imediatamente, o local com emprego de éter; quando o gelo é
exposto à temperatura ambiente, liquefaz-se. A evaporação do éter e a fusão do gelo são,
respectivamente, processos:
a) endotérmico e endotérmico.
b) exotérmico e exotérmico.
c) endotérmico e exotérmico.
d) exotérmico e endotérmico.
e) isotérmico e endotérmico.
20)O calor liberado ou absorvido numa reação química é igual à variação de entalpia dessa
reação quando:
a) a pressão total dos produtos for igual à dos reagentes.
b) o volume total dos produtos for igual ao dos reagentes.
c) a reação ocorrer com contração de volume.
d) a reação ocorrer com expansão de volume.
e) reagentes e produtos estiverem no estado gasoso.
21) (Unopar-PR) Em casas de artigos esportivos é comercializado saco plástico contendo uma
mistura de limalha de ferro, sal, carvão ativado e serragem de madeira úmida, que ao serem
ativados produzem calor. Esse produto é utilizado em acampamento e alpinismo para aquecer
as mãos ou fazer compressas quentes numa contusão.
O calor obtido provém de uma reação:
a) endotérmica.
b) exotérmica.
c) dupla troca.
d) adiabática.
e) isobárica.
22) CONSIDERE os processos a seguir:
I. Queima do carvão.
II. Fusão do gelo à temperatura de 25°C.
III. Combustão da madeira.
a) apenas o primeiro é exotérmico.
b) apenas o segundo é exotérmico.
c) apenas o terceiro é exotérmico.
d) apenas o primeiro é endotérmico.
e) apenas o segundo é endotérmico.
23) São processos endotérmicos e exotérmicos, respectivamente, as mudanças de estado:
a) fusão e ebulição.
b) solidificação e liquefação.
c) condensação e sublimação.
d) sublimação e fusão.
e) sublimação e solidificação.
24) (UEL-PR) Considere as seguintes entalpias de formação:
Al2O3(s) – 1670 kj/mol
MgO(s) – 604 kj/mol
Com essas informações, pode-se calcular a variação de entalpia da reação representada por:
3 MgO(s) + 2 Al(s) 3 Mg(s) + Al2O3(s)
Seu valor será igual a:
a) – 1006 kj.
b) – 142 kj.
c) + 142 kj.
d) + 1066 kj.
e) + 2274 kj.
25)(FISA) A decomposição de CaCO3(s), pelo aquecimento, produz CaO(s) e CO2(g). O calor
de formação de cada uma dessas espécies é dado pela tabela abaixo. No calor de
decomposição de 1 mol de CaCO3(s ) em CaO(s) e CO2(g) há:
CaCO3(s) – 290 kcal/mol
CaO(s) – 150 kcal/mol
CO2(g) – 94 kcal/mol
a) liberação de 534 kcal.
b) absorção de 534 kcal.
c) absorção de 56 kcal.
d) liberação de 46 kcal.
e) absorção de 46 kcal.
26) (MACKENZIE-SP-2002) O gás hidrogênio pode ser obtido pela reação abaixo equacionada:
CH4(g) + H2O(v)  CO(g) + 3 H2(g)
A entalpia da reação a 25°C e 1 atm, é igual a:
Dados: Entalpias de formação em kj/mol, CH4 = – 75; H2O = – 287; CO = – 108.
a) + 254 kj.
b) – 127 kj.
c) – 479 kj.
d) + 508 kj.
e) – 254 kj.
27)Dadas às energias de ligação, em kcal / mol: H – H (104,0); H – Cl (103,0); Cl – Cl (58,0),
conclui-se que o calor da reação H2 (g) + Cl2 (g) 2 HCl (g) será igual a:
a) – 206 kcal.
b) – 103 kcal.
c) – 59 kcal.
d) – 44 kcal.
e) – 22 kcal.
28)Dadas às energias de ligação, em kcal / mol: C = C (143); C – H (99); C – Br (66); Br – Br
(46); C – C (80).
A variação de entalpia da reação representada pela equação:
H2C = CH2 + Br2  H2C – CH2
| |
Br Br
será:
a) – 23 kcal.
b) + 23 kcal.
c) + 43 kcal.
d) – 401 kcal.
e) + 401 kcal.
29) Conhecendo-se os seguintes valores das energias de ligação, em kcal / mol:
Cl – Cl (57,8); H – Cl (103,0); C – H (99,5); C – Cl (78,5)
DETERMINE a variação de entalpia da reação:
CH4 (g) + Cl2 (g)  H3CCl (g) + HCl (g)
30) De acordo com a lei de Hess:
I. O sinal da variação de entalpia não depende do sentido da reação química.
II. A variação de entalpia de uma reação depende somente da entalpia inicial dos reagentes.
III. Uma equação termoquímica pode ser expressa pela soma das etapas intermediárias da
reação.
Está(ão) correta(s):
a) apenas I.
b) apenas I e II.
c) apenas I e III.
d) apenas II e III.
e) apenas III.
.
31)(Covest-98) A combustão de um mol de metano nas condições padrão, de acordo com a
equação (I) libera 606,7 kJ. Qual será a quantidade de calor liberada na reação representada
pela equação (II)?
H2O (l)  H2O (g)
∆ H= - 44 Kj/Mol
(I) CH4 (g) + 2 O2 (g)  CO2 (g) + 2 H2O (l),
(II) CH4 (g) + 2 O2 (g) CO2 (g) + 2 H2O (g),
a) 562,7
b) 650,7
c) 694,7
d) 518,7
e) 560,7
32)(FUVEST/SP) Com base nas variações de entalpia associadas às reações abaixo,
N2(g) + 2 O2(g) 2 NO2(g) ∆H = + 67,6 kJ
N2(g) + 2 O2(g) N2O4(g) ∆ H = + 9,6 kJ
pode-se prever que a variação de entalpia associada à reação de dimerização do NO 2 será
igual a:
2NO2  N2O4
a) – 58,0 kJ.
b) + 58,0 kJ.
c) – 77,2 kJ.
d) + 77,2 kJ.
e) + 648 kJ
33)Determinar a variação de entalpia para a reação de combustão do acetileno a 25 o C e 1 atm.
Dados: C (s) + O2 (g)  CO2 (g) ∆H = – 94,1 kcal/mol
H2 (g) + 1 / 2 O2 (g)  H2O (l) ∆H = – 68,3 kcal/mol
2 C (s) + H2 (g) C2H2 (g) ∆H = + 54,1 kcal/mol
2 C2H2 +3 O2 2 CO2 +2 H2O
34)(UFSC-SC) Dadas às reações:
I - C (grafite) + O2 (g)  CO2 (g) ∆H = – 94,1 kcal
II - H2O (l)  H2 (g) + 1 / 2 O2 (g) ∆H = + 68,3 kcal
Calcular a variação de entalpia da reação:
C (grafite) + 3 / 2 O2 (g) + H2 (g)  CO2 (g) + H2O (l)
e assinale a opção correta .
a) – 25,8 e a reação é endotérmica.
b) – 162,4 e a reação é endotérmica.
c) + 162,4 e a reação é endotérmica.
d) – 162,4 e a reação é exotérmica.
e) – 25,8 e a reação é exotérmica.
35)Dadas às equações termoquímicas:
H2 (g) + 1 / 2 O2(g)  H2O (l)∆H = – 68,3 kcal/mol.
CaO (s) + H2O (l)  Ca(OH)2 (s)∆H = – 15,3 kcal/mol
Ca(s) + 1 / 2 O2 (g)  CaO (s) ∆H = – 151,8 kcal/mol
O calor de formação do Ca(OH)2 (s) é igual a:
Ca + H2 + O2  Ca(OH)2
a) + 167,1 kcal.
b) + 235,4 kcal.
c) – 167,1 kcal.
d) – 220,1 kcal.
e) – 235,4 kcal.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards