File

Propaganda
Estratégias de Investigação
O problema da investigação
Todas as investigações partem de um problema a investigar. Por vezes, pode tratar-se de
um caso de ignorância factual. Podemos simplesmente desejar melhorar o nosso
conhecimento acerca de certas instituições, processos sociais ou culturais. O
investigador pode desejar responder a questões do tipo das seguintes: qual a proporção
da população que tem fortes convicções religiosas? As pessoas estarão realmente
descontentes com o «grande governo»? Qual a diferença em termos económicos entre
mulheres e homens? As respostas seriam basicamente descritivas. Não obstante, a
melhor investigação sociológica parte de problemas que também constituem enigmas.
Um enigma não é apenas uma falta de informação, é igualmente uma lacuna no nosso
entendimento. Uma grande parte da capacidade para realizar investigações sociológicas
relevantes consiste em identificar correctamente enigmas. A pesquisa descritiva
responde simplesmente à pergunta, «O que está a acontecer aqui?» A investigação que
tenta resolver um enigma contribui para o conhecimento das razões porque os eventos
se verificam de um modo determinado, em vez de simplesmente os aceitar pelo que
parecem ser à primeira vista. Deste modo, podemos perguntar: porque estarão os
padrões da crença religiosa a modificarem-se? O que provoca o aparecimento da «Nova
Direita» na política, nos últimos anos? Por que é tão diminuta a representação das
mulheres nos empregos de estatuto social elevado?
Nenhum trabalho de investigação se encontra isolado. Os problemas de investigação
surgem como parte do trabalho que se está a efectuar; um projecto de investigação pode
facilmente conduzir a outro pois sugere assuntos que o investigador não tinha
considerado previamente. Os enigmas também podem surgir com a leitura do trabalho
de outros investigadores publicado em livros e revistas da especialidade, ou através de
uma tomada de consciência da existência de tendências específicas na sociedade. Por
exemplo, e tal como foi mencionado no Capítulo 5 («Conformidade e Desvio»), durante
os últimos anos, um número crescente de programas procurou inserir os doentes mentais
na comunidade em vez de os internar em asilos. Os sociólogos podem ser induzidos a
questionar o que provocou esta mudança de atitude em relação aos doentes mentais, e
quais as consequências prováveis tanto para os próprios doentes como para o resto da
comunidade.
Revisão da bibliografia existente
O primeiro passo a dar num processo de uma investigação é a leitura do trabalho já
realizado sobre o assunto. Pode ser que investigações anteriores já tenham clarificado
satisfatoriamente o problema e, como tal, o presumível investigador deverá ler os
trabalhos de outros sociólogos sobre essa matéria. Se o problema não ficar esclarecido,
o investigador deverá examinar cuidadosamente todo o material existente e analisar a
sua utilidade para o trabalho que tem entre mãos. Será que os investigadores anteriores
identificaram os mesmos enigmas? Como tentaram eles resolvê-los? Que aspectos do
problema não analisaram? Discorrer sobre ideias de outros ajuda o investigador a
clarificar assuntos que podem ser levantados num projecto possível e os métodos que
podem ser usados a investigação.
Definição do problema da investigação
O estádio seguinte envolve a elaboração de uma formulação precisa do problema de
investigação. Se já existe literatura relevante, o investigador pode regressar da
biblioteca com uma boa noção do modo como o problema poderá ser abordado. Neste
estádio, os palpites sobre a natureza do problema podem tornar-se hipóteses definidas.
Uma hipótese é uma suposição acerca da relação entre os fenómenos em que o
investigador está interessado. Para que a investigação seja eficaz, deverá ser
estabelecida uma hipótese para que o material reunido forneça a oportunidade de a
testar.
Fig, 1 – Etapas do processo de investigação.
Elaboração de um projecto de investigação
Agora, temos de decidir exactamente como vamos reunir material (informação) de que
necessitamos. Existem vários métodos de investigação e a escolha de um em especial
depende dos objectivos globais do estudo, assim como das características de
comportamento a analisar. Em certas circunstâncias, pode ser mais adequado fazer um
inquérito (no qual normalmente se usam os questionários). Noutras, podem ser mais
apropriadas as entrevistas ou um estudo assente na observação. Se estivermos
obviamente a estudar um assunto de Sociologia histórica não se pode recorrer a nenhum
destes métodos. Nesse caso, temos de recorrer a documentos relacionados com o
período que desejamos estudar.
Realização da Investigação
Na altura de iniciar a investigação, podem surgir dificuldades práticas imprevistas. Pode
revelar-se impossível contactar algumas das pessoas a quem os questionários deveriam
ser enviados ou que o investigador deseja entrevistar. Uma empresa ou departamento
governamental, por exemplo, podem mostrar-se relutantes em deixar o investigador
efectuar o seu trabalho. Pode ser mais difícil do que se pensa inicialmente encontrar
documentação.
Interpretação dos Resultados
O material reunido tem de ser analisado de forma a documentar o problema que induziu
ao estudo. Os problemas do investigador ainda não acabaram – pelo contrário, podem
estar apenas a começar! Organizar as implicações das informações coligidas e
relacioná-las com o problema em questão raramente é uma tarefa fácil. Embora possa
ser possível obter uma resposta clara ás questões que a investigação se propunha
analisar, muitas investigações não são totalmente conclusivas.
Elaboração do Relatório Final
O relatório da investigação, normalmente publicado numa revista sob a forma de artigo
ou em livro, fornece uma descrição da natureza da investigação e justifica as conclusões
que foram extraídas. Este é um «estádio final» só em termos do projecto individual
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards