respostas cardiorrespiratória em um sujeito sedentário submetido a

Propaganda
RESPOSTA CARDIORRESPIRATÓRIA APÓS CINCO SEMANAS DE
TREINO DE CORRIDA.
Carlos Augusto Matos1
Flademir Ari Galvão Gress2
POSTER
RESUMO
Introdução: A estimulação das adaptações estruturais e funcionais que aprimoram o
desempenho em tarefas especificas constitui o principal objetivo do treinamento com
exercícios. Essas adaptações tornam necessária a adesão aos programas minuciosamente
planejados, com a atenção focalizada na freqüência e na duração das sessões de trabalho, tipo
de treinamento, velocidade, intensidade, duração e repetição da atividade, intervalos de
repouso. A aplicação desses fatores varia, dependendo do desempenho e dos objetivos em
termos de aptidão. As principais adaptações pelos exercícios aeróbios são o aumento do
volume plasmático, massa de hemácias, volume sangüíneo total, complacência ventricular,
dimensões ventriculares internas, retorno venoso, contratibilidade miocárdica, volume
diastólico terminal, fração de ejeção, volume sistólico máximo, débito cardíaco máximo,
maior eficiência da distribuição do débito cardíaco, otimização do fluxo periférico e maior
fluxo sangüíneo para o músculo ativo. Objetivos: foi verificar as mudanças na aptidão
aeróbia em um sujeito sedentário após cinco semanas de treinamento de corrida. E também
verificar a sensibilidade de um teste não específico ao estilo de treino na detecção do
condicionamento adquirido. Metodologia: O estudo caracteriza-se como de caso. Foi
utilizado para avaliar a aptidão aeróbia o teste de banco de balke. O treinamento teve a
duração de 30 minutos por sessão e ocorreu em estilo outdoor. A intensidade da atividade foi
marcada em uma zona de treinamento de 60 a 80% da Freqüência Cardíaca Máxima, onde a
fórmula proposta por Karvonen et al (1957). Para o cálculo da freqüência cardíaca máxima
utilizou-se a fórmula estimativa para sujeito destreinado proposta por Sheffield et al (1965). A
intensidade durante o treino foi controlado através do uso de um cardiofreqüencimentro.
Resultados: No pré-teste a FC atingida no teste foi de 153bpm e no pós teste 141bpm. Este
resultado nos leva a crer que houve um ganho do aparelho cardiorrespiratório, pois uma
melhor eficiência da bomba cardíaca faz com que a FC diminua. Confirmando estes
resultados, o VO2 máximo aumentou de 47 ml.kg.min no pré-teste para 52 ml.kg.min no pós
teste, demonstrando assim uma melhor eficiência no teste. Assim sendo, um teste não
específico ao treino proposto, apresentou sensibilidade aos resultados. Conclusão: cinco
semanas de treino nos parece adequado para que um indivíduo sedentário obtenha ganho na
sua aptidão aeróbia. Embora um teste específico apresente melhor os ganhos de
condicionamento, um teste sem especificidade também possui sensibilidade para detectar
ganhos na aptidão. Palavras Chave: Respostas Cardiorrespiratória. Sedentário. Corrida.
1
2
Acadêmico Curso de Educação Física – CEULJI/ULBRA – [email protected]
Professor Mestre Curso de Educação Física – CEULJI/ULBRA – [email protected]
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards