Um estudo realizado no ano passado mostrou que o

Propaganda
Um estudo realizado no ano passado mostrou que o exercício físico na
adolescência pode reduzir o efeito da mutação de um gene designado por FTO
que está relacionado com a obesidade. Cada cópia da mutação deste gene
está associada a um aumento de peso de 1,5kg, o que significa que pessoas
que possuam duas cópias podem pesar mais 3kg do que aquelas que não têm
nenhuma.
O mesmo estudo concluiu que apesar de certos jovens poderem ter
predisposição genética para se tornarem obesos ou terem excesso de peso,
este factor pode ser contrariado se os adolescentes praticarem a respectiva
actividade física recomendada diariamente, diminuído assim o IMC e gordura
na circunferência da cintura.
Como podem constatar, o facto de a parte genética ser muito relevante
para o excesso de peso e obesidade, este não é totalmente determinante,
podendo ser contrariado com um estilo de vida mais saudável.
Para o autor do estudo, uma hora de actividade física por dia nos jovens
é suficiente para reduzir o risco potencial desta mutação genética, o que é de
lamentar é que 60% dos adolescentes europeus não cumpram estas
recomendações.
No estudo obteve-se que 37% dos jovens avaliados não tinham
nenhuma cópia da mutação, 47% tinha uma cópia e 16% tinha duas.
Por isso, basta fazerem uma alimentação equilibrada e praticarem
actividade física tornando-se assim mais saudáveis.
Saudações Dietéticas
Dietista Joana Godinho
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards