XXIII Seminário de Iniciação Ciéntifica da UFOP Estudo da

Propaganda
XXIII Seminário de Iniciação Ciéntifica da UFOP
Estudo da solubilidade em equilíbrio da Nimesulida: discussão dos resultados obtidos em suco
entérico simulado
Amanda Santos Ribeiro (Autor), Jacqueline De Souza (Orientador), Patrícia Fernanda Monteiro (Autor),
Dâmaris Laignier (Autor), Neila Márcia Barcellos (Co-Autor)
A solubilidade em equilíbrio representa a saturação de um composto em equilíbrio com excesso da
substância não solubilizada ao final do processo. Este fenômeno ocorre no organismo quando um fármaco
é administrado e entra em contato com os líquidos biológicos, sendo fator primordial para sua absorção e
atividade terapêutica. O presente projeto iniciou com a proposta de avaliar a solubilidade em equilíbrio da
nimesulida pelo método da agitação orbital em frasco utilizando meios biorrelevantes: fluido gástrico
simulado sem enzimas (pH 1,2), tampão acetato (pH 4,5) e suco entérico simulado sem enzimas (pH 6,8),
e a possibilidade de utilizá-la como controle de baixa solubilidade para a técnica padronizada. A técnica
consiste em obter uma solução saturada do fármaco, mantida sob agitação constante com velocidade e
temperatura determinadas, até atingir a solubilidade de equilíbrio. Os resultados obtidos ocasionaram
desvio padrão entre as determinações, no suco entérico simulado sem enzimas muito elevado. Com o
intuito de investigar quais condições dentre velocidade de agitação, quantidade em excesso de matéria
prima e temperatura podem ter ocasionado esta variação nos resultados, os estudos foram repetidos em
triplicata variando os fatores. Pequenas variações da temperatura do teste, superior ou inferior ao valor de
37 ºC provocaram diferenças estatisticamente significativas entre as médias das solubilidades em
equilíbrio analisadas, assim para o fármaco de baixa solubilidade, e recomenda-se a utilização de pequeno
excesso. A variação da velocidade de agitação do método (50 a 150 rpm) não provocou diferenças entre
os valores das solubilidades em equilíbrio, porém a 150 rpm o equilíbrio entre as fases (solução saturada e
sólido) foi atingido mais rapidamente. O volume da alíquota retirada em cada coleta, visando avaliação da
solubilidade, não influenciou nos resultados para o fármaco de baixa solubilidade. Agradecimentos:
UFOP/CiPharma; PROBIC/FAPEMIG; MS/Anvisa; CAPES.
Instituição de Ensino: UFOP - Universidade Federal de Ouro Preto
ISSN: 21763410
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards