- ABRH RS

Propaganda
Inteligência Intelectual x Inteligência Emocional x Inteligência Espiritual
Debora Lemes
Grupo de Estudos de Comunicação e Ações Motivacionais
O tema inteligência, uma das características do ser humano, tem sido
objeto de vários estudos. No início do século XX era vista sobre a ótica
intelectual sendo mensurável através de testes de QI – quociente intelectual
que aos foram se popularizando.
Segundo Gardner (1995), o termo inteligência foi empregado por
indivíduos comuns para descrever sua capacidade mental e das outras
pessoas. No Ocidente eram definidas pessoas inteligentes àquelas que
possuíam a capacidade de compreender rapidamente, que se destacavam
cientificamente e que eram consideradas sábias.
Em meados da década de 90, surge uma nova forma de perceber a
inteligência humana, a partir de pesquisas realizadas nos EUA e dadas a
conhecer internacionalmente pelo psicólogo Daniel Goleman (1996). Surge
então, o conceito de inteligência emocional mostrando que não basta o
indivíduo ser um gênio se não souber lidar com as emoções.
Goleman (1996), criou o quociente emocional (QE), onde as emoções
são colocadas no centro das aptidões para viver, fornecendo assim, aos seres
humanos condições de responder, adequadamente, à dor e ao prazer e
possibilitando o surgimento da empatia, da compaixão e motivação.
O século XXI iniciou com descobertas que apontaram para um terceiro
quociente, o da inteligência espiritual (QS). Segundo Silva (2001), inteligência
espiritual não deve ser confundida com espiritualidade. Espiritualidade é
caracterizada pelo modo de vida dos seres humanos que procuram a
transcendência, que trilham seus caminhos, muitas vezes, com base numa
religião. A inteligência espiritual pressupõe “a existência de um conjunto de
habilidades e capacidades associadas à espiritualidade de grande relevância
nas operações da mente humana” (SILVA, 2001, p. 49).
A física e filósofa norte-americana Danah Zohar em conjunto com seu
marido, o psiquiatra Ian Marshal, vêm comprovando a existência, a partir de
estudos de vários cientistas, que no cérebro humano, existe um setor do qual
irradiam as vivências espirituais do Homem, o “Ponto de Deus”. Esta área está
localizada nos lobos temporais e faz o ser humano buscar um significado e
valores para suas vidas. Está ligada à experiência espiritual, (Zohar e Marshal
2002).
Tudo que influencia a inteligência passa pelo cérebro e seus
prolongamentos neurais. É a organização neural que permite ao homem
realizar um pensamento racional, dando a ele seu QI. Outro permite o de
realizar o pensamento associativo, afetado por emoções, dando a ele o seu
QE. E um terceiro que permite o pensamento criativo, de insights e revogador
de regras. É o pensamento que se formulam e transformam os tipos anteriores
de pensamento dando o QS (inteligência espiritual) (Zohar e Marshal 2002).
Para os mesmos autores, a inteligência espiritual é um tipo de
inteligência que aumenta os horizontes das pessoas, tornando-as mais
criativas e se manifestando em sua necessidade de encontrar um significado
para a vida.
Ainda Zohar e Marshall (2002, p. 29), afirmam que “o QS nos permite
integrar o intrapessoal e o interpessoal, transcender o abismo entre o eu e o
outro”, possibilitando que o indivíduo se relacione com o outro, compreendendo
quem ele é, qual o significado que as coisas têm para ele e para os outros.
A QS vem integrar todas as outras, permitindo perceber que a vida faz
parte de um contexto mais amplo e significativo. É a base necessária para que
as inteligências (QI e QE) operem de modo eficiente. Possui um poder de
transformação e vai além da capacidade intelectual e emocional do indivíduo.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
GARDNER, H. Inteligências múltiplas: a teoria na prática. Tradução Maria
Adriana Veríssimo Verenesse. Porto Alegre: Artmed, 1995. p.12-36.
GOLEMAN, D. A teoria revolucionária que redefine o que é ser inteligente.
Rio de Janeiro: Objetiva. 1996.
SILVA, L. M. K. Existe uma inteligência existencial/espiritual? O debate entre H.
Gardner e R. A. Emmons. Revista de Estudos da Religião, [s.v], n.3, São
Paulo-SP, [s. / m.], 2001. p.47-64.
ZOHAR, Danah; MARSHALL, Ian. QS inteligência espiritual – o Q que faz a
diferença. Tradução de Ruy Jugmann. Rio de Janeiro: Record, 2002.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards