nanopartículas lipídicas sólidas contendo rutina

Propaganda
NANOPARTÍCULAS LIPÍDICAS SÓLIDAS CONTENDO RUTINA
Diana Caroline SCHNEIDER DA SILVA e Joice DA SILVA
Orientadora: Profa. Drª. Ruth Meri Lucinda da Silva
Defesa em: maio de 2015
Nanopartículas lipídicas sólidas(NLS) são potentes sistemas carreadores de
fármacos e ativos cosméticos. Estas, têm sido investigadas para várias aplicações
farmacêuticas e em diferentes vias de administração tais como: oral e tópica. A
rutina é um bioflavonoide glicosídico que possui potente ação antioxidante,
ligando-se a espécies radicalares como radical superóxido e peroxila. É aplicada
como antioxidante na prevenção ou tratamento de insuficiência venosa ou linfática,
atuando na terapêutica de doenças cardiovasculares.O presente estudo teve como
objetivo desenvolver NLS e aplicar este sistema como carreador do fitoderivado
rutina. As NLS foram desenvolvidas e otimizadas a partir de diferentes lipídios e
tensoativos empregando método de baixa e alta energia, envolvendo emulsificação
seguida de resfriamento. A rutina foi incorporada como fitoderivado modelo. A
caracterização dos sistemas nanoestruturados foi feita por microscopia óptica,
distribuição de tamanho e potencial zeta, eficiência de encapsulação por CLAE,
comportamento térmico, estudos de dissolução e de permeaçãoin vitro.O método
foi otimizado possibilitando a escolha das melhores condições de temperatura e
agitação, a escolha do lipídio e do tensoativo e suas respectivas concentrações.
As NLS sem ativo apresentaram tamanho médio de aproximadamente 300 nm e
carga de superfície negativa. A rutina foi incorporada nas NLS nas proporções de
0,10:1, 0,05:1 e 0,017:1 em relação ao lipídio e foi obtida eficiência de
praticamente 100% do fitofármaco incorporado na maioria dos lotes de NLS. O
comportamento térmico não foi alterado pela incorporação da rutina.A liberação de
rutina incorporada na matriz lipídica ocorreu de forma sustentada e em uma
constante menor do que para a rutina em solução. O perfil de liberação apresentou
um bom ajuste ao modelo cinético de Peppas e, o coeficiente de liberação obtido
indicou que a liberação ocorre preponderantemente por difusão, mecanismo este
esperado para uma matriz lipídica. Quanto ao estudo de permeação, pode-se
observar que a incorporação da rutina nas NLS favoreceu o aumento da
permeação do fármaco na pele. A solução de rutina livre teve baixa permeação. O
estudo permitiu obter com êxito as NLS e incorporar o fitofármaco rutina,
permitindo implantar a linha de pesquisa de obtenção de sistemas terapêuticos e
cosméticos lipídicos nanoparticulados em nosso grupo de pesquisa.
Palavras-chave:Fitoderivado.Nanopartículas lipídicas sólidas. Rutina.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards