PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE

Propaganda
PREFEITURA MUNICIPAL DE CAMPO GRANDE
ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
SUPERINTENDÊNCIA DE GESTÃO DE POLÍTICAS EDUCACIONAIS
DIVISÃO DE ESPORTE, ARTE E CULTURA.
José Alberto Lechuga de Andrade – Betinho
Chefe da Divisão de Esporte, Arte e Cultura - DEAC.
Sidnei Camargo do Nascimento
Chefe do Núcleo de Arte e Cultura - NUAC
Edeli Ribeiro Terra Lulú
Carolina Faustino Duarte
Técnicas do Núcleo de Arte e Cultura/DEAC
Reunião do dia 07/04/2011
Projeto de Bandas e Fanfarras da REME

Objetivo da DEAC
A Divisão de Esporte, Arte e Cultura – DEAC / SEMED, objetiva aprimorar o Projeto Arte e
Cultura da REME nas áreas da linguagem da Arte e da cultura, dando recurso e subsídio ao
profissional envolvido nas atividades propostas através do planejamento, aonde vem contribuir
com a formação integral do aluno, difundir o senso estético, promover a sociabilidade, a
expressividade e introduzir o sentido da parceria.
Objetivo do Projeto Bandas e Fanfarras da REME

O Projeto Bandas e Fanfarras da REME, tem por objetivo massificar as linguagens vinculadas a
percussão e musicalização, por meio do atendimento do maior número de alunos em diferentes
Unidades Escolares, priorizando a realidade sócio-cultural, aumentando a perspectiva de
qualidade de atendimento, incentivando através das atividades a leitura e a escrita.
Objetivo Específico da reunião

Promover e Implementar o estudo das competências elencadas mediante a amostra das
experiências e expectativas vivenciadas pelo regente instrumentista responsável;

Construir e fundamentar um único plano anual por área de Bandas e Fanfarras, mediante o
estudo das competências, das experiências profissionais, da cultura regional, das dificuldades
de realização, das características dos alunos envolvidos na comunidade escolar a que pertence
e principalmente o não distanciando do objetivo do Projeto Arte e Cultura da REME.
COMPETÊNCIAS
Banda e Fanfarra, como forma de atividades extracurriculares tem como objetivos fazer com
que, ao final do ano letivo no Ensino Fundamental, os alunos participantes do projeto sejam capazes de
desenvolver as seguintes competências:
BANDA MARCIAL
1. Conhecer, apreciar e adotar atitudes de respeito diante da variedade de manifestações musicais
do Brasil e do Mundo.
- Tornar o aluno capaz de identificar e executar repertório cívico (Hinos: Nacional, Estadual e Municipal)
focando aspectos culturais e ritmos em músicas regionais, nacionais. Deva haver uma variedade musical
para que o grupo (fanfarra) responda interagindo regente e grupo;
- Sempre antes de qualquer apresentação de repertório, apresentar o histórico musical da peça, além de
uma ou mais audições, com comentários de detalhes implícitos na música.
2. Abranger a técnica da BANDA MARCIAL, com noções de ritmo, arranjo, improvisação, criação.
-Métodos explicativos capazes de estimular e despertar a musicalidade do aluno. Os níveis de
aprendizagem são diferentes, mas podemos sempre acreditar na criatividade do grupo, pois desenvolvem
simultaneamente a arte de apreender em conjunto;
-É estritamente necessária a passagem de todos os componentes da banda pelo naipe de percussão para
aprimorar o ritmo, além da divisão e pulsação.
3. Contribuir para desenvolver nos alunos a criatividade, cooperação, participação, ética, senso de
liderança, e a consciência de sua função dentro do grupo.
-Conscientizar a cada integrante da banda / fanfarra sobre sua importância para o contexto escolasociedade. O grupo (fanfarra) além das atividades musicais vivencia ao mesmo tempo laços de
companheirismo, desenvolvendo o sincronismo e a consciência de que a música representa união e
participação mútuas, de pensamentos e anseios.
- Realizar sempre que possível o rodízio das vozes nos respectivos naipes para valorizar e mesclar a
capacidade individual dos componentes.
4. Melhorar a auto-estima do aluno, tornando-o mais dinâmico, desinibido, fluente ao cantar e tocar.
- Dar oportunidade aos alunos para que eles possam mostrar o que sabem, mesmo não apresentando um
resultado satisfatório;
- Elogiar os alunos apresentando as possíveis correções para melhor desenvolvimento de cada aluno;
- O Grupo (fanfarra) expressa dinamismo e cooperação. Estar no grupo (fanfarra) é participar de músicas
vibrantes e entrar no universo musical, real e palpável dos sons e ritmos, onde se vêem todos os
processos de criação e concepção da música.
5. Envolver os Pais ou Responsáveis dos alunos no Projeto e demais componentes da comunidade
escolar, levando-os a participar com entusiasmo, compromisso e dedicação nas atividades musicais.
-Aproveitar ocasiões onde a comunidade, pais e responsáveis estarão presentes no âmbito da escola;
- É muito necessária a participação do Grupo (fanfarra) nas atividades da Escola, pois mostra o resultado
que vai empolgar pais e responsáveis;
- Outros alunos podem ser despertados através da mostra do trabalho do Grupo (fanfarra) a uma melhor
apreciação da música.
6. Levar o ensino musical através do aprendizado da Banda, com apresentações de qualidade, ritmo,
arranjo, dinâmica, fortalecer o conhecimento da cultura do nosso país.
- Resgatar, sempre que possível, músicas ligadas à realidade dos alunos, além de músicas regionais que
fazem parte de sua história.
Obs. Registrar abaixo, as dificuldades encontradas e as intervenções por você realizadas em relação a
espaço físico adequado e materiais, bem como quais suas sugestões.
1.
Dificuldades: a) Falta de incentivo por parte da comunidade escolar em todos os escalões: direção, corpo de
professores, alunos, pais e responsáveis;
b) Manutenção e recuperação dos instrumentos: temos instrumentos quebrados e danificados;
c) No começo houve contratempo, pois havia muita ansiedade em priorizar o corpo coreográfico;
d) Não há uma sala exclusivamente para guardar os instrumentos, nem para os ensaios,
o grupo (fanfarra) ensaia numa quadra coberta, simultaneamente com outra atividade (coreografia). Houve a situação de
a aula de flauta mudar de horário/dia, sentia-se incomodada com o som/ensaio do Grupo (fanfarra)
2.
Intervenções: a)Propor à direção um maior empenho na divulgação do trabalho da banda; sugeri alguma
recompensa aos componentes da banda;
b)realizei compras de materiais para soldar e desempenar instrumentos com recursos próprios, para
manter a corporação funcionando.
c) Houve intervenção do Professor Betinho para que ocorresse melhor sintonia e andamento nos
trabalhos do Grupo (fanfarra).
3. Sugestões: a) Na oportunidade da realização da reunião de pais e mestres mostrar de maneira concisa, o objetivo, a
finalidade da banda;
b) o Grupo necessita de instrumentos: caixas, talabartes para bombos, caixa lira, baquetas.
REGENTES INSTRUMENTISTAS: WILLER GOMES DA SILVA
MARCELO APARECIDO DA SILVA LEANDRO
EDINALDO MIGUEL DA SILVA
JULIERME GOMES BARBOSA
DEAC/ SUGEPE/ SEMED
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

teste

2 Cartões juh16

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards