Biologia D

Propaganda
Bio:D
Angela Cristina
E-mail:
[email protected]
Reinos
• 5 reinos;
• 1969;
• Organização celular (uni ou pluri), tipo de célula
(procarionte ou eucarionte) e forma de nutrição
(autótrofo ou heterótrofo).
Reino Monera
 UNICELULARES;
 PROCARIONTES;
 NUTRIÇÃO AUTÓTROFA OU HETERÓTROFA.
 Eubactérias
Bactérias
Cianobactérias
 Arqueobactérias (Arquea)
Reino Protista
 UNICELULARES ou PLURICELULARES sem tecidos
verdadeiros (talo - talófitas);
 EUCARIONTES;
 AUTÓTROFO ou HETERÓTROFO;
 Representados pelos protistas e “algas”.
Reino Fungi – Fungos
 EUCARIONTES;
 UNI ou PLURICELULARES;
 ACLOROFILADOS;
 HETERÓTROFOS;
 Digestão extracorpórea;
Reino Animalia (Metazoa)
 PLURICELULARES;
 EUCARIONTES;
 NUTRIÇÃO HETEROTRÓFICA POR INGESTÃO.
Reino Plantae (Metaphyta)
 PLURICELULARES;
 EUCARIONTES;
 AUTOTRÓFICOS FOTOSSINTETIZANTES.
Briófitas
 Plantas AVASCULARES;
 CRIPTÓGAMAS
Hepática
Estruturas reprodutivas pouco
evidentes
Musgos
Pteridófitas
 Plantas VASCULARES (traqueófitas);
 CRIPTÓGAMAS;
 Avencas, xaxins e
samambaias.
Gimnospermas
 Plantas FANERÓGAMAS
 Não formam frutos;
Estruturas reprodutoras
visíveis
 Sementes nuas;
 Espermatófitas
Apresentam sementes
 VASCULARES
 Pinheiros, sequoias, ciprestes e Pinus.
Angiospermas
 Plantas VASCULARES;
 Flores como órgãos de reprodução
 Espermatófitas (interior do fruto);
 MONOCOTILEDÔNEAS
 DICOTILEDÔNEAS
FANERÓGRAMAS
Histologia Vegetal
 Meristema
1º
2º
Intensa divisão celular. Tecido
embrionário
Crescimento em COMPRIMENTO (crescimento 1º)
Crescimento em ESPESSURA (crescimento 2º)
(dicotiledôneas/eudicotiledôneas e gimnospermas)
Histologia Vegetal
Protoderme
T.M.
1º
Originará a Epiderme (Revestimento
e Proteção)
Meristema Fundamental
Procambio
Tecidos fundamentais
(Parênquimas, Colênquima
e Esclerênquima)
Sistema vascular (Xilema e
Floema 1º)
• T. M. 1º Localizado no ápice de caules e subapicais de raízes
• Caliptrogênio
Forma a coifa
 Tecido meristemático secundário forma-se a partir
de células do T.M.1º que se DIFERENCIAM.
Felogênio
T.M.
2º
Periderme = súber (para fora) e
feloderme (para dentro)
Câmbio Interfascicular
Forma xilema e floema
secundários
(PERIDERME = súber + felogênio + feloderme)
Sistema de Revestimento
 Revestem;
 Protegem;
 Impedem a perda excessiva de água;
Epiderme
Súber
Epiderme
 Protege partes mais jovens da planta;
 Células VIVAS;
 Camada única de células unidas e ACLOROFILADAS;
 Secreta uma camada de cutina (ou cutícula),
RELATIVAMENTE impermeável à água e a gases.
 Pelos ou Tricomas
 Escamas
 Acúleos
 Papilas
 Estômatos
 Hidatódios
Pelo ou Tricomas
Escamas
 Tricomas modificados que
impedem a perda da água;
 Em bromélias tem função de
absorção de água.
• Expansões das células
epidérmicas uni ou
pluricelulares;
• Nas raízes aumentam a
superfície de absorção.
Papilas
 Formações epidérmicas onduladas;
 Confere aspecto aveludado;
 Em xerófitas atuam na proteção contra a luz solar e a perda
excessiva de água.
Acúleos
 Defesa;
 Origem externa
Espinhos
 São folhas ou caules modificados
Estômatos
 Localizados principalmente nas folhas;
 Controle da transpiração e trocas gasosas.
Hidatódios
 Na epiderme de certas plantas;
 Função de eliminar o excesso de água na forma líquida
(gutação).
Vasos Lactíferos
Vasos Resiníferos
Glândula digestiva
Nectários
Súber (tecido suberoso)
 Tecido de revestimento 2º;
 Originado a partir do felogênio;
 Protege as partes mais velhas da
planta;
 Várias camadas (pluriestratificado);
 Células mortas, ocas, cheias de ar;
 Suberina (lipídio impermeável)
Lenticelas
Ritidoma
Tecido de PREENCHIMENTO - Parênquima
 Função de preenchimento, reserva e armazenamento;
 Formado por células VIVAS;
 Parênquima Clorofiliano (células clorofiladas)
 paliçádico
 lacunoso
PP
PL
Parênquimas de Reserva ou
Armazenamento
Parênquima Aerífero
Parênquima Amilífero
Parênquima Aquífero
Tecido de Sustentação - Colênquima
 Sustentação de órgãos jovens da planta;
 Células VIVAS;
 Encontrado abaixo da epiderme em caules, pecíolos e
nervuras das folhas
flexibilidade.
Oferece suporte SEM tirar a
Tecido de
SustentaçãoEsclerênquima
 Resistente devido a LIGNINA
e celulose;
FIBRAS
 Sustentação e relativa
elasticidade às partes mais
velhas da planta;
 CÉLULAS MORTAS;
 FIBRAS e ESCLEREÍDES.
ESCLEREÍDE
Sistema Vascular
 XILEMA
 FLOEMA
 Pteridófitas, Gimnospermas e Angiospermas
TRAQUEÓFITAS
ou
VASCULARES
 SEIVA BRUTA ou SEIVA
INORGÂNICA
Água e sais
minerais
absorvidos pelas
raízes.
XILEMA OU
LENHO
Compostos
 SEIVA ELABORADA ou SEIVA
ORGÂNICA
produzidos a partir
da fotossíntese.
FLOEMA OU
LÍBER
Xilema ou Lenho
 Tecido de condução;
 Transporte de seiva bruta das raízes até as folhas;
 Vasos lenhosos;
 Traqueídes.
Elementos de vaso
Traqueídes
Floema ou Líber
 Seiva elaborada;
 Partes clorofiladas
Partes
vivas
 Elementos de tubo crivado;
 Células vivas.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards