anexo j - udesc

Propaganda
O TRANSPORTE FERROVIÁRIO DE SANTA CATARINA1
Isa de Oliveira Rocha2, Elisa Bezerra Cabral3,
Palavras-chave: Infra-estrutura – ferrovias - Santa Catarina
A pesquisa tem como objetivos analisar a rede de ferrovias no Estado de Santa Catarina, desde sua
implantação até início do século XXI. A pesquisa apóia-se no referencial teórico de formação sócioespacial (M.Santos), ciclos econômicos (I.Rangel) e dinamismo do Brasil Meridional (A.
Mamigoniam). Fez-se necessário a utilização de métodos como os mapeamentos, revisões
bibliográficas, visitas técnicas a instituições públicas e privadas, observações in loco, e consultas em
jornais e revistas. Das cinco estradas de ferro existentes em Santa Catarina, atualmente três ainda
operam no estado: Estrada de Ferro Tereza Cristina (concessionária Tereza Cristina SA), Ramal São
Francisco e Tronco Sul (concessionária ALL Logística). O principal produto transportado pela Estrada
de Ferro Tereza Cristina é o carvão mineral produzido no sul do estado e destinado para a geração de
energia termelétrica. Suas linhas cortam 12 municípios. A malha sob concessão da ALL em Santa
Catarina é de 1.204 quilômetros, sendo os principais entroncamentos os trechos Mafra-Lages e Mafra
à São Francisco do Sul. Os principais produtos transportados no trecho ferroviário da ALL em Santa
Catarina são: soja, milho, farelo, óleo vegetal, bobinas de papel etc. A ALL atua com foco no
crescimento da movimentação de commodities e na ampliação da atuação em novos segmentos de
produtos industrializados, como contêineres, bens de consumo, frigorificados e madeira. A malha
ferroviária catarinense é uma das menores em capilaridade, quando comparada a outros estados do sul
e sudeste, por isso, a movimentação é restrita. Com o objetivo de ampliar a rede, a Secretaria de Infraestrutura desenvolveu em 2003 o “Estudo de Viabilidade do Sistema Ferroviário no Estado de Santa
Catarina“, o qual propõe duas novas ferrovias: Ferrovia Litorânea (236 km) e Ferrovia Leste-Oeste
(616 km). A Ferrovia Litorânea almeja ligar Imbituba a Araquari, interligando as redes da ALL e FTC,
além dos quatro portos catarinenses. Por sua vez a Ferrovia Leste-Oeste prevê a ligação entre as
cidades de Itajaí e Chapecó, conectando à ALL em Ponte Alta no Planalto Serrano, e em Herval
d´Oeste, no Vale do Rio do Peixe.
Projeto de Pesquisa FAED/UDESC. A presente pesquisa faz parte de um projeto maior intitulado “Diagnóstico
da infra-estrutura de transportes de Santa Catarina” (apoio da FAPESC/CNPQ - Chamada pública n.004/2007),
desenvolvido no Laboratório de Planejamento Urbano e Regional (LABPLAN).
2
Orientadora, Professora do Departamento de Geografia – Centro de Ciências Humanas e da Educação – Av.
Madre Benvenuta, 2007 – Itacorubi – CEP 88035-001 – Florianópolis S.C.
3
Acadêmica do Curso de Geografia – FAED/UDESC, bolsista de iniciação científica no Programa Voluntário de
Iniciação Científica PIVIC/UDESC e Mestranda em Geografia (UFSC).
1
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards