Desafios Éticos século XXI - Academia Nacional de Medicina

Propaganda
Desafios Éticos para a
Medicina do século XXI
Academia Nacional de Medicina
Rio de janeiro, 29 de abril de 2010
Roberto Luiz d’Avila
Presidente do CFM
Conselheiro do CREMESC
SOLIDARIEDADE
•Terapia Gênica
•Clonagem de células e órgãos
•Câncer: cura em 10 anos
•AIDS: cura em 10 anos
•Vacinação: cura para a
maioria das doenças infectocontagiosas
•Envelhecimento
Unimed Florianópolis
Missão do Médico
"Guérir quelquefois, soulager
souvent, consoler toujours.”
(tradução do latim medieval).
"MEDICUS QUANDOQUE SANAT,
SAEPE LENIT ET SEMPER SOLATIUM
EST”.
O médico às vezes cura, muitas vezes alivia
e sempre é um consolo“.
consolo“.
Medicina Antiga
Juramento de Hipócrates
JANUS
Olhar o futuro sem esquecer o passado
Qual Ética adotar?
Disposições de caráter do agente
(Ética das Virtudes - Aristotélica)
Tipos de Ação
(Ética Deontológica - Kantiana)
Conseqüências da Ação
(Ética Teleológica - Utilitarista)
Ética das Virtudes
Valor moral no agente e não na ação
“O que vale é a intenção”
O que vale não é o que o agente faz,
mas as disposições de caráter que
determinam motivos ou intenções das
quais resultam as ações que
possibilitam às pessoas viverem bem
em uma sociedade.
Bondade e o senso de justiça são as
duas virtudes morais cardinais.
Ética Deontológica (Convicção)
É
uma ética dos deveres, das
obrigações de consciência, das
certezas, dos imperativos
categóricos, das ordens
incondicionais.
Repousa
no conforto das respostas
acabadas e das verdades absolutas.
Ética Deontológica (Convicção)
Decisões decorrem da aplicação de
valores prépré-estabelecidos
Máxima: “faça algo porque é um
mandamento”
Vertente de princípio: “respeite as
regras haja o que houver”
Ética Teleológica (Responsabilidade)
Decisões decorrem de deliberação, em
função de uma análise das
circunstâncias
Máxima: “somos responsáveis por
aquilo que nossos atos provocam”
Vertente utilitarista: “faça o maior bem
para o maior número de pessoas”
Ética Teleológica (Responsabilidade)
Corresponde
a um realismo
pragmático – analítico, calculista,
indutivo, pluralista e flexível.
Ética
situacional e condicional,
moldada pelo ceticismo e pelas
análises de risco.
“yo soy yo y my
circumnstancias.”
Jose Ortega y Gasset
MORAL MÁXIMA
Princípios
Fundamentais
do exercício
da
Medicina
MORAL MÍNIMA
Infrações
puníveis
Art.
142
Direitos dos
Médicos
Resoluções
Casos omissos
DIREITO À DEFESA
ESTRUTURA
CEM e Bioética
• Limites da Autonomia
– Recusa de tratamento
– Obstinação terapêutica
- Ortotanásia
• Morte
Encefálica/Transplantes
• Reprodução assistida
• Manipulação genética
• Pesquisa em seres humanos
• ENVELHECIMENTO
Rodrigo de Haro, 1995
“A velhice é a mais inesperada
de todas as coisas que
acontecem a um homem.”
Leon Trotski (1929)
Morrer com Dignidade
“Esta vida é uma
estranha hospedaria,
De onde se parte quase
sempre às tontas,
Pois nunca as nossas
malas estão prontas,
E a nossa conta nunca
está em dia.”
Mário Quintana
Conflito de Interesses
• Indústria
farmacêutica e de
equipamentos
• Alta tecnologia e
capital
• Pesquisa
THE DOCTOR - 1890
UTI
NANOMEDICINA
Novel Surgical Approaches
ROBÓTICA
TELEROUNDING
5/6/2010
27
Progresso
“Vê, estou contente de conversar
contigo enquanto bebemos água
da torneira num pote de
mostarda. Para muitas pessoas, o
progresso seria beber água
mineral num copo de cristal. Para
mim, é ver-te mais vezes.”
Alfred Sauvy
ENSINO
“Para que possa ser um bom médico
afastai-o das salas de aula e dos
anfiteatros;
levai-o para o ambulatório e para as
enfermarias.”
Sir William Osler
Desejos altruístas em estudantes
de Medicina
Felicidade (34%), dinheiro (32%) e desejos
altruístas (31%).
Não houve variação significativa do 1º
1º ao 6º
ano.
Desejos altruístas: mulheres (36%) e
homens (26%)
Felicidade: mulheres (42%) e homens
(26%)
Desejos sexuais: mulheres (0,8%) e homens
(5%).
BMJ, 319:1593319:1593-95, 1999,SIIC
A medicina no futuro
Equipes multiprofissionais integradas
Medicina baseada em evidência
Prevenção
Mudança de hábitos de vida
Exigência de qualidade
Racionalização do uso dos recursos
Hospital “sem paredes”
O médico do Futuro
Informação
Cultura
Inteligência
Maturidade Emocional
Dedicação ao paciente
Humanista
Administração do tempo
Espírito de grupo
Expectativa dos pacientes
Confortar, Escutar, Olhar e Tocar;
Títulos, cursos de especialização e
tempo de formado;
Boa aparência do consultório (não o
luxo!);
Atenção e bom humor da atendente;
Rejeição ao tratamento apressado e
impessoal: causas de erro!
Ismael, J.C.: O médico e o paciente: breve história de uma relação
delicada. T.A. Queiroz Editor, São Paulo, 2002.
EVOLUÇÃO DA MEDICINA: VARIÁVEIS DOS MÉDICOS
?
500 aC
0
//
1000
//
1800
1900
2000
: Bondade, simpatia, paciência e interesse pessoal
: Conhecimento científico, desenvolvimento tecnológico
Francisconi
Aos meus Alunos
“Aquele que só
medicina sabe, nem
Medicina sabe.”
José Letamendi
Download
Random flashcards
Criar flashcards