A revolução francesa 1789-1799

Propaganda
A REVOLUÇÃO FRANCESA
1789-1799
COLÉGIO PEDRO II
PROFESSOR: ERIC ASSIS
A SITUAÇÃO DA FRANÇA NO SÉCULO XVIII
A monarquia absolutista de Luis XVI
A SITUAÇÃO DA FRANÇA NO SÉCULO XVIII
Pri
me
iro
Est
ad
o:
Cl
Segundo
er
Estado:
o
Nobreza
Terceiro Estado:
Burguesia
Artesãos
Operários
Camponeses
O Terceiro estado sendo esmagado pelos impostos e privilégios do
Primeiro e Segundo estados
A DIFUSÃO DAS IDEIAS ILUMINISTAS
 Críticas e sátiras sobre os reis.
A CRISE DO ESTADO FRANCÊS
“O tempo presente quer que cada um carregue o grande fardo”
ASSEMBLEIA DOS ESTADOS GERAIS
O TERCEIRO ESTADO SAI DOS ESTADOS GERAIS
PARTE I: O INÍCIO (1789-1791)
1- O 3º Estado rompe com a Assembleia dos Estados Gerais e exige a criação da
ASSEMBLEIA NACIONAL CONSTITUINTE.
2- O povo invadiu e destruiu a Bastilha.
3- Criação da DECLARAÇÃO DOS DIREITOS DO HOMEM E DO CIDADÃO (1789):
 Decretou a igualdade de todos perante a lei.
 Liberdade de expressão e religião.
 Direito à propriedade e à segurança.
 Direito de resistir à opressão e à tirania.
A QUEDA DA BASTILHA
14 DE JULHO DE 1789
DECLARAÇÃO DOS DIREITOS DO HOMEM E DOCIDADÃO 1789
A construção da CIDADANIA
CALENDÁRIO REVOLUCIONÁRIO
PARTE II: A MONARQUIA CONSTITUCIONAL (1791-1792)
1- A Constituição de 1791 estabeleceu uma Monarquia Constitucional.
2- Essa Constituição eliminou alguns direitos feudais.
3- Essa Constituição estabeleceu o voto censitário.
4- Estabeleceu a liberdade de comércio.
5- O legislativo foi composto por:
JACOBINOS (PEQUENA BURGUESIA E SETORES URBANOS)
GIRONDINOS (ALTA BURGUESIA)
PLANÍCIE (GRUPO SEM POSICIONAMENTO POLÍTICO DEFINIDO)
MONARQUISTAS CONSTITUCIONAIS
6- Período em que a Áustria, Prússia e Rússia invadiram a França para combaterem a Revolução.
A CONSTITUIÇÃO DE 1791
O LEGISLATIVO DA REVOLUÇÃO:
A PARTICIPAÇÃO POPULAR
Sans culottes
O VESTUÁRIO DOS REVOLUCIONÁRIOS
PARTE III: A REPÚBLICA (1792-1804)
CONFLITOS INTERNOS: A REVOLTA DA VENDÉIA (1793-1796)
 Camponeses, incitados pela Igreja e
por monarquistas, se opuseram ao
governo revolucionário.
PRINCIPAIS LIDERANÇAS JACOBINAS
Jean-Paul Marat
1743-1793
George Jacques Danton
1759-1794
Maximilien Roberpierre
1758-1794
A VIOLÊNCIA JACOBINA: A GUILHOTINA
O TERROR JACOBINO:
 Comitê de Segurança Geral/ Comitê de Segurança Nacional
 Lei dos suspeitos (17 de setembro de 1793)
 Tribunal Revolucionário
O PARADOXO DO PERÍODO JACOBINO:
 Perseguição política e ampliação da cidadania e direitos sociais.
REVOLTAS NO PERÍODO DO DIRETÓRIO:
A CONSPIRAÇÃO DOS IGUAIS (1796-1797)
 Movimento que defendia a máxima igualdade
social.
 Combateu a perseguição girondina.
 Ferrenha crítica à propriedade privada.
 Defendia a distribuição de terras para todos e
distribuição de riquezas.
Graco Babeuf
1760-1797
CONFLITOS EXTERNOS: COLIGAÇÕES DE PAÍSES CONTRA A
FRANÇA REVOLUCIONÁRIA
Primeira Coligação (1792-1797)
Batalha de Valmy
Segunda Coligação (1799-1801)
Batalha de Marengo
A ASCENSÃO DE NAPOLEÃO BONAPARTE
O CONSULADO:
JEAN JACQUES RÉGIS DE CAMBACÉRÈS, NAPOLEÃO BONAPARTE E CHARLES-FRANÇOIS LEBRUN 
Download
Random flashcards
Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

teste

2 Cartões juh16

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Criar flashcards