Aula 02 - HÁBITOS BUCAIS DELETÉRIOS(1)

Propaganda
Visualização do documento
Aula 02 - HÁBITOS BUCAIS DELETÉRIOS(1).doc
(51 KB) Baixar
HÁBITOS BUCAIS DELETÉRIOS
Ciclo natural evolutivo da criança:
 Respiração
 Sucção
 Deglutição
 Mastigação
 Fonação
Conceito *de hábitos deletérios:
“Respiração duradoura adquirida pela repetição freqüente de um ato ou costume
Degluticção atípica (*respiradores bucais)
Fisiologia da deglutição normal:
Fase Bucal – consciente e voluntária
Fase faríngea – consciente e involuntária
Fase esofágica – inconsciente e involuntária.
A – Repouso
B – Fechamento dos lábios e início do movimento anterior da mandíbula;
C – Progressão do bolo alimentar;
D – Elevação do véu palatino;
E – Fechamento da traquéia e abertura do esôfago, movimentos peristálticos esofágicos;
F – Retorno ao repouso com descida do hióide e mandíbula.
Equilíbrio muscular
o língua
o lábio
o bochecha
*face adenoidiana, dolicocefálico, olheiras, lábio superior hipotônico, lábio inferior
hipertônico, sulco nasolabial acentuado, interposição do lábio inferior aos incisivos
superiores, deglutição atípica, falta de selamento labial, rosto caído.

Causas
desequilíbrio do controle nervoso
 tonsilas inflamadas
 macroglossia
 anquiloglossia

 freio lingual anormal
perda precoces e diastemas anteriores
*é aconselhável a colocação de aparelho quando for demorar a irrupção do
permanente.
fatores simbióticos (sucção de dedo, respiração bucal)
hábitos alimentares inadequados na primeira infância ou destruição
Diagnóstico
Observar:
Posicionamento atípico da língua
Ausência de contração dos masséteres
Pressionamento dos lábios e movimentos da cabeça
Sopro ao invés de sucção
Cuspir ou acumular saliva ao falar
Baba noturna
Dificuldades na ingestão de alimentos sólidos
Desvios na fonação
Tipos
A – com pressão atípica de lábio

 Ocorre em pacientes sem selamento labial
lábio inferior interpõe-se entre incisivos superiores e inferiores provocando
vestibuloversão superior e retroinclinação inferior;
 lábio superior cada vez mais hipotônico
 lábio inferior e músculos mentonianos cada vez mais hipertônico;
 extrusão dental (overjet e overbite)
 classe II com sobremordida profunda
 Tratamento:
o Placa lábio ativa – PLA
*Prova: indique um aparelho para remoção de sucção de lábio? R PLA ou aparelho removível com
escudo de acrílico na anterior
o
placa de levantamento de mordida anterior (correção de sobremordida)
o aparelho extra-bucal: correção de classe II
o Escudo vestibular;
o Exercícios para aumentar tonicidade muscular;
Tipo B – com pressão atípica de língua;
Tipo I – não causam deformidade;
Tipo II – com pressão lingual anterior;
o
Mordida aberta anterior – pressão anteriores e deglutição com dentes desocluídos;
o
*MCP= mordida cruzada posterior
Mordida aberta e vestíbulo versão – além da interposição lingual, há severa
inclinação dos incisivos;
o Mordida aberta anterior, vestibuloversão e mordida cruzada posterior – mesmo
quadro anterior associado com MCP uni ou bilateral devido a quebra do equilíbrio
muscular.
o Tratamento: Grade palatina anterior(fixa ou móvel) .
o
Tipo III – Com pressão lingual lateral;
o pressão por lingual na região lateral do arco.
o mordida aberta lateral – deglutição com depressão da mandíbula, língua entre prémolares;
o Mordida aberta lateral e mordida cruzada posterior – mordida aberta na região de
apoio e mordida cruzada do lado oposto, devido a quebra do equilíbrio muscular
deste lado
o Tratamento: aparelho com grade lateral (fixo ou removível).
o
Tipo IV – Com pressão lingual anterior e lateral.
As más oclusões resultantes são:
o mordida aberta anterior e lateral;
o mordida aberta anterior e lateral com vestibuloversão
mordida aberta anterior e lateral com vestibuloversão e mordida cruzada posterior
*casos de mordida vertical são bem mais difícieis que comparado com mordida transversa e outras, pois a
origem é esquelética, os dentes apresentam-se com raízes curtas. Nesse caso só cirurgia, mas possa ser
que a oclusão volte a ser o que era.
Terapêutica
métodos funcionais: fonoaudiologia, reeducação da musculatura;
métodos psicológicos: condicionamento e hipnose;
métodos mecânicos: ortodontia;
métodos mistos: são os mais indicados (aparelho e mioterapia)
Respirador bucal (deglutição atípica)
Causas: normalmente associada com interposição de lábio e língua.
Obstrução das vias aéreas superiores
 Desvios de septo;
 Inflamação da membrana basal;
 Cornetos inflamados;
 Adenóides.
Diagnóstico
Ar só passa pela boca, aumentando a pressão aérea intra-bucal;
 Palato se aprofunda – atresia maxilar – MCP;
 Face adenoideana (presença de olheiras, rosto caído, ausência de selamento labial, lábio
superior hipotônico e inferior hipertônico, vestibularização de superiores e lingualização
de inferiores).
 Associação com deglutição atípica;
 Fazer teste da água: colocar água na boca e ficar um tempo (3 mim) sem engolir.

Correção
Otorrino/ fono
Correção de MCP(mordida cruzada posterior)
Correção mecânica com disjunção palatina.
Livro: Otorrino, exercicio para fortalecer musculatura perioral, escudo vestibular, disjuntor fixo.
Hábitos de sucção
Considerações gerais
 Vida intra-uterina
 Relacionado com estado emocional: angústia e ansiedade;
 Hábito bucal mais comum;
 Até os 4 anos: menor possibilidade de deformidade permanente.
Vai depender da:
Duração – intensidade – freqüência
Pacientes
Braquicefálico – dificuldades de alterações. *é o melhor. Japonês
Mésiocefálico – medidas cefalométricas alteradas;
Dolicocefálico – pior prognóstico. *desfavorável. Americano
Etiologia *da sucção
Teorias
Teoria psicoanalítica – problema emocional;
Teoria da função perdida – sucção insuficiente;
Teoria da conduta adquirida – associação a perspectivas agradáveis.
Problemas decorrentes do hábito de sucção digital:
 Mordida aberta;
 incisivos superiores – protuídos e inclinados para vestibular;
 Incisivos inferiores – inclinados para lingual;
 Rotação mandibular no sentido horário;
 lábio superior hipotônico e lábio inferior hipertônico.

 projeção da língua;
pressão negativa – arco maxilar estreito – pressão das bochechas;
 Assoalho nasal estreito e abóboda palatina profunda;
 Arco atrésico (em “V”).
Abordagem fonoaudiológica
 mandíbula rebaixada;
 Má postura de lábios – hipofunção;
 Língua – tônus diminuído;
 Distúrbios – aquisição dos fonemas;
Tratamento

Iniciar por volta de 5 anos;
 Aceitação da criança;
 Quanto mais precoce, melhor prognóstico;
 Normalização do rebordo alveolar;
 Eliminar o hábito antes da vida escolar;
 Diálogo com os pais e o filho;
 Orientação Fonoaudiólogica.
 Líquido de sabor desagradável;
 Band-aid à prova d’água
 Arco lingual com pequenos esporões;
 Grade palatina (fixo ou móvel);
 Quadrihélice.
Sucção de chupeta

Mudança semelhantes à sucção digital;
 ...
Arquivo da conta:
Danalefay
Outros arquivos desta pasta:

Técnicas Anestésicas Odontológicas - dr sormani.ppsx (22539 KB)
 FULL-VIPI-PORTUGUES.pdf (4976 KB)
 1 (clinica - instrumentais).doc (1387 KB)
 1(4).doc (899 KB)
 2(5).doc (1275 KB)
Outros arquivos desta conta:

Atenção Primária & SUS


Aulas
 Aulas(1)
 Aulas(1)(1)
CIRURGIA BUCO-DENTO-ALVEOLAR (GREGORI) (1996) ok
Relatar se os regulamentos foram violados








Página inicial
Contacta-nos
Ajuda
Opções
Termos e condições
Política de privacidade
Reportar abuso
Copyright © 2012 Minhateca.com.br
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

teste

2 Cartões juh16

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards