Enviado por janainalfelix

Resumo de Ergonomia

Propaganda
ERGONOMIA: CONCEITOS E RELAÇÕES IMPORTANTES
SAÚDE: SEGUNDO A OMS (ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE) É O
ESTADO COMPLETO DE BEM ESTAR FÍSICO, MENTAL E SOCIAL E NÃO
SOMENTE A AUSÊNCIA DE DE DOENÇA OU ENFERMIDADE.
PREVENÇÃO
PRIMÁRIA
PREVENÇÃO
SECUNDÁRIA
PREVENÇÃO
TERCIÁRIA
• REMOVER A
EXPOSIÇÃO DO
INDIVÍDUO A
SITUAÇÕES DE
RISCO
• DETECTAR
PROBLEMA DE
SAÚDE
• DIMINUIÇÃO DE
GASTOS ATRAVÉS
DE
REABILITAÇÃO E
REINTEGRAÇÃO
EPC: EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO COLETIVA
EPI: EQUIPAMENTO D EPRODUÇÃO INDIVIDUAL
POSTURA: É O ARRANJO QUE OS SEGMENTOS CORPORAIS MANTÉM ENTRE
SI E NO ESPAÇÃO, EM DETERMINADA POSIÇÃO, DE FORMA A
PROPORCIONAR CONFORTO, HARMONIA ECONOMIA E SUSTENTAÇÃO DO
CORPO.
 PREPARA O INDIVÍDUO PAR REALIZAR UM MOVIMENTO
 CONFIGURAÇÃO DO CORPO, CABEÇA, TRONCO E MEMBROS NO
ESPAÇO.
ALTERAÇÕES
POSTURAIS:
AUMENTO
OU
DIMINUIÇÃO
DAS
CURVATURAS NORMAIS DA COLUNA VERTEBRAL: MÁ POSTURA,
MOVIMENTOS REPETITIVOS, ENTRE OUTROS.
CONCEITO DE ERGONOMIA
 DO GREGO “ERGON”, QUE SIGNIFICA “TRABALHO” E “NOMOS”, QUE
SIGNIFICA REGRAS.
 A ERGONOMIA É UMA CIÊNCIA INTERDISCIPLINAR, CUJO OBJETIVO
PRÁTICO É A ADAPTAÇÃO DO PONTO DE TRABALHO, DOS
INSTRUMENTOS, DAS MÁQUINAS, DO TEMPO DE TRABALHO, E DO
MEIO AMBIENTE ÀS NECESSIDADES DO HOMEM.
 SURGE
A
DO
PARTIR
CRESCIMENTO
E
E
EXPANSÃO
DESORGANIZADA DAS EMPRESAS.
 INTERESSE EM INVESTIR NAS INDÚSTRIAS PARA A ECONOMIA.
 INTERESSE PELA SAÚDE DO TRABALHADOR, DEVIDO AO ALTO
ÍNDICE DE ACIDENTES DE TRABALHO E DOENÇAS: TAREFAS
REPETITIVAS, AMBIENTES INSALÚBRES, JORNADAS EXTENUANTES
(SEMI ESCRAVIDÃO)
 PARA O AUMENTO DE PRODUTIVIDADE: FORAM ELABORADOS
ESTUDOS SOBRE INSALUBRIDADE, CONDIÇÕES DE TRABALHO,
DIMENSIONAMENTO DOS HOMENS E EQUIPAMENTOS, ADAPTAÇÃO
DE
INSTRUMENTOS
ORGANZAÇÃO
DO
E
E
FERRAMENTAS
TRABALHO
DE
(VARIABILIDADE
TRABALHO,
ENTRE
OS
SUJEITOS, EQUIPAMENTOS E MATÉRIA PRIMA.)
ABORDAGEM CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
 1ª REVOLUÇÃO INDUSTRIAL:
a) 1776 - JAMES WATT
b) CRIAÇÃO DA MÁQUINA A VAPOR, VINDA DAS IDÉIAS DE WATT
c) DISSEMNINAÇÃO E FORMAÇÃO DOS “PRIMEIROS GALPÕES
FABRIS”
 CARACTERÍSTICAS DA MÃO DE OBRA FABRIL
a) Falta de qualificação e especialização do trabalho: grandes desperdícios e
baixa eficiência
TEORIA CLÁSSICA
 JYLES HENRY FAYOL (1841 – 1925)
 PAUTADO EM BASES CIENTÍFICAS
 IDENTIFICOU COMO ORGANIZAR O TRABALHO PARA SE ALCANÇAR
EFICIÊNCIA
 FOCO NA ESTRUTURA > ORGANIZAÇÃO EFICIENTE:
a) Presença de hierarquia (figura do “chefe”)
b) Organograma (organização das funções)
. Pessoas equipes, departamentos (relações dentro das estruturas)
 PERSPECTIVA “TOP DOWN”:
 TÉCNICA, CONTÁBIL, COMERCIAL, SEGURANÇA, FINANCEIRA,
ADMINISTRATIVA
. GESTOR DESIGNA FUNÇÕES
. ACOMPANHA O TRABALHO DOS FUNCIONÁRIOS
 HOMO ECONOMICUS: QUANDO A DIVISÃO DO TRABALHO É
APLCIADA NO SENTIDO VERTICAL, DEFINEM-SE NÍVEIS DE
AUTORIDADE; QUANDO EM SENTIDO HORIZONTAL REVELAM
DEPARTAMENTALIZAÇÃO.
 TEORIA DE SISTEMA FECHADO
a) Desconsidera à organização informal
b) Fechado nas limitações da empresa
c) Mecanicismo
d) Superespecialização do trabalhador
e) Visão microscópica do homem
f) Exploração dos empregados
g) Recompensas limitadas
 NÃO VALORIZA AS POTENCIALIDADES DOS FUNCIONÁRIOS;
ESTIMULAÇÃO LIMITADA; NÃO MUDA A FORMA DE TRABALHO,
DEVIDO A PADRONIZAÇÃO. (ONE BEST WAY)
 TAYLORISMO
 PRINCÍPIOS DO TAYLORISMO
ENCONTRAR
UMA MELHOR
MANEIRA
DESCOBRIR LEIS
PARA REALIZAR O
TRABALHO DA
MELHOR MANEIRA
PESSOAS
CERTAS PARA
AS TAREFAS
SELECIONAR
"CIENTIFICAMENTE"
PARA EXECUÇÃO DE
DETERMINADAS
TAREFAS
SUPERVISÃO,
RECOMPENSA
E PUNIÇÃO
PARA QUE MELHOR
MANEIRA DE
EXECUTAR A
TAREFA SEJA
EMPREGADA
SISTEMA DE
INCENTIVOS
SALARIAIS
PUNIDOS QUANDO
NÃO ATINGEM A
META
$ POR PRODUÇÃO,

 EFEITOS DA PADRONIZAÇÃO DO TRABALHO
a) Quantificar o tempo utilizado na execução das tarefas (cronômetros), consiste
em evitar a fadiga humana
b) Práticas gerenciais extinguem o empirismo, onde se realizava o trabalho de
qualquer maneira.
 FORDISMO
a) Os principais setores onde a administração científica foi aplicada, são a
automobilística e construção ferroviária.
b) Henry Ford: linhas de montagem
. + produtividade, + eficiência a nivel operacional
. + controle sobre os operários
DOMÍNIOS DA ERGONOMIA
ERGONONIA FÍSICA
(ANGLO SAXÔNICA)
ERGONOMIA
COGNITIVA
(FRANCOFÔNICA)
ERGONOMIA
ORGANIZACIONAL
ANATOMIA,
ANTROPOMETRIA,
FISIOLOGIA E
BIOMECÂNICA
PROCESSOS MENTAIS,
PERCEPÇÃO, MEMÓRIA,
RACIOCÍNIO, RESPOSTA
MOTORA
OTIMIZAÇÃO DO SISTEMA
SÓCIO - TÉCNICOS
POSTURA, MANUSEIO DE
EQUIPAMENTOS,
MOVIMENTOS
REPETITIVOS
EFEITOS NAS INTERAÇÕES
ENTRE AS PESSOAS E
OUTROS ELEMENTOS DE
UM SISTEMA
ESTRUTURAS
ORGANIZACIONAIS,
REGRAS E PROCESSOS
CARGA MENTAL, TOMADA
DE DECISÕES, RELAÇÃO
HOMEM-COMPUTADOR,
ESTRESSE OCUPACIONAL
 SÉCULO XX (PÓS GUERRA) ;1959
 HUMAN FACTOR SOCIETY
 INTERNATIONAL ERGONOMICS SOCIETY (EUA)
 CALL CENTERS
 DELIVERY
ATENÇÃO CONJUNTA: FÍSICOS E
COGNITIVOS
ERGONOMIA NO BRASIL
 1º MOMENTO:
 ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, DESENHO INDUSTRIAL; MEDIDAS
ANTROPOMÉTRICAS, PRODUÇÃO DE NORMAS E PADRÕES DA
SOCIEDADE BRASILEIRA.
 2º MOMENTO: PSICOLÓGICO
 ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ERGONOMIA (ABERGO), 1983,
AFILIADA À INTERNATIONAL ERGONOMICS ASSOCIATION
 DIVULGAÇÃO
DE
NORMALIZAÇÃO
DA
CONHECIMENTOS
ERGONOMIA
COMO
PRODUZIDOS,
CATEGORIA
PROFISSIONAL.
 NR 17: ERGONOMIA, PORTARIA Nº 3214, DE 8.6.1978 DO
MINISTÉRIO DO TRABALHO (SINDICATOS E ERGONOMISTAS)
 PROCESSO
PRODUTIVO CONTEMPLA A PRODUTIVIDADE,
NEGLIGÊNCIA DA SAÚDE DO TRABALHADOR
Protocolo de Análise Ergonômica do Trabalho
1) O analista define e delimita a tarefa a ser analisada. A análise deve ser baseada na
tarefa ou no local do tra-balho. Geralmente, a tarefa é dividida em subtarefas, que são
analisadas separadamente. São necessárias análises em separado para cada uma das
subtarefas, caso estas sejam muito diferentes.
2) A tarefa deve ser descrita. Para isso, o analista faz uma lista de operações e desenha
um esboço do posto de trabalho.
3) O analista apresenta ao operador a descrição das tarefas e, em conjunto, eles redefinem
a lista de tarefas, aproximando-a do trabalho real.
As classificações são reunidas em um formulário de avaliação e juntas constituem a
avaliação global ou o perfil da tarefa em questão. No perfil, o analista pode listar
sugestões para me-lhorias baseado nos resultados das análises.
1) Todos os materiais, ferramentas e equipamentos de-vem estar situados na superfície de
trabalho, como recomendado a seguir:
2) Área 1: área usual de trabalho.
3) Área 2: atividades leves, pegar materiais.
4) Área 3: atividades não frequentes, utilizada somente quando a área 2 estiver totalmente
preenchida.
A GINÁSTICA LABORAL É DEFINIDA COMO UM CONJUNTO DE PRÁTICAS
ELABORADAS A PARTIR DA ATIVIDADE PROFISSIONAL, EXERCIDA PELO
COLABORADOR, EM QUE SE PROCURA COMPENSAR AS ESTRUTURAS
OSTEOMUSCULARES MAIS UTILIZADAS E ATIVAR AS QUE NÃO SÃO
REQUERIDAS DURANTE O TRABALHO, RELAXANDO-AS E TONIFICANDO AS (Castilho, 2001).
COMPETÊNCIA DOS EDUCADORES FÍSICOS E FISIOTERAPEUTAS.
DIVISÃO DIDÁTICA: PREPARATÓRIA, COMPENSATÓRIA
PREPARATÓRIA: ANTES DO HORÁRIO DE SERVIÇO; LINHA DE PRODUÇÃO
DE FRIGORÍFICO.
EXEMPLO: PIF PAF
COMPENSATÓRIA: DURANTE AS PAUSAS DA JORNADA DE TRABALHO,
INTERROMPENDO A MONOTONIA OPERACIONAL E APROVEITANDO PARA
EXECUTAR EXERCÍCIOS ESPECÍFICOS DE COMPENSAÇÃO AOS ESFORÇOS
REPETITIVOS E AS POSTURAS INADEQUADOS DOS POSTOS OPERACIONAIS.
EXEMPLO: CALL CENTER, ESCRITÓRIO
GINÁSTICA DE RELAXAMENTO: ALONGAMENTO, FIM DO EXPEDIENTE
GINÁSTICA CORRETIVA OU POSTURAL: INÍCIO MEIO E FIM, ESTRUTURAS
ENVOLVIDAS: MÚSCULOS AGONISTAS E ANTAGONISTAS.
NA PRÁTICA: MAPEAMENTO DE PRINCIPAIS QUEIXAS ÁLGICAS, ANÁLISE
NO SETOR, CONSIDERANDO QUE NUM MESMO LUGAR TEM VÁRIAS
FUNÇÕES. PLANEJANMENTO (TIPO, Nº DE SERIES E REPETIÇÕES, TEMPO
MÍNIMO)
BENEFÍCIOS PARA A EMPRESA
BENEFÍCIOS PARA O
TRABALHADOR
- falta >> + lucro e + produtividade
- afastamentos por doenças (DORT/
LER)
Reduzir acidentes de trabalho
Fatores psicológicos e sociais
GINÁSTICA LABORAL: CORTADORES DE CANA
QUEIXA PRINCIPAL:
DOR LOMBAR, PUNHOS E OLHOS
PROPOSTA DE GL: 10 MINUTOS
GL PREPARATÓRIA:
Determinar número de repetições e tempo Atividade 1: aquecimento: alongamento
Linguagem de fácil assimilação e objetiva, dinâmico: SEQUÊNCIA: abrir os braços
menos técnico possível
1x – agachamento 1x
Atividade de baixo para cima ou de cima Atividade 2: alongamentos para a lombar
pra baixo
Atividade 3: rotação dos punhos para os
dois lados, alongamento plantar.
Atividade 4: sugerir fechar os olhos por
alguns segundos.
ATIVIDADE DE PORTFÓLIO CICLO 2
1) A Ergonomia possui um caráter multidisciplinar, analisando o trabalho de forma
global. Baseado nisso, ela comtempla três domínios relacionados com a execução da
Tarefa. Descreva-os e diferencie estes domínios.
Conforme proposto pela International Ergonomics Association (IEA), definem-se os três
domínios da Ergonomia: Ergonomia Física, onde se contemplam as características
anatômicas, antropométricas, fisiológicas e biomecânicas e sua relação com os aspectos
físicos das atividades. Ergonomia Cognitiva, domínio que inclui a abordagem dos
processos mentais, como a percepção, memória, raciocínio, resposta motora e seus efeitos
na interação entre as pessoas e outros elementos de um sistema. Ergonomia
Organizacional, domínio que aborda a otimização dos sistemas sócio técnicos,
abrangendo as estruturas organizacionais, regras e processos.
2) Descreva sobre a História do Trabalho e sua relação com o Taylorismo.
Com o advento da Revolução Industrial, a relação do trabalhador com o trabalho mudou.
O trabalho que antes era manual, agora é mecanizado, sendo o indivíduo não mais o
executor e sim o controlador da máquina. As condições de trabalho das primeiras fábricas
eram péssimas: sujas, barulhentas, perigosas, escuras, onde os funcionários eram
submetidos a jornadas extenuantes de até dezesseis horas, caracterizando regime de
semiescravidão, instituído por patrões autoritários. A partir desses fatos, buscou-se
desenvolver estudos mais sistemáticos, com o intuito de otimizar o sistema de trabalho,
balanceando todas as partes. Nos Estados Unidos, esse movimento de administração
científica, ficou conhecido como Taylorismo, criado pelo engenheiro norte-americano
Frederick Winslow Taylor (1879).
3) Duas correntes se desenvolveram dentro da prática da Ergonomia. Descreva-as
e em que aspectos elas se diferenciam, dentro de uma análise ergonômica.
As duas correntes que se desenvolveram dentro da prática da Ergonomia são: Anglosaxônica, dos países de língua inglesa, conhecida como Ergonomia Física e Ergonomia
francofônica, de países de língua francesa, conhecida como Ergonomia Cognitiva. Em
tese, a Ergonomia Física adota o conceito de adaptação da máquina ao homem, a
Ergonomia Cognitiva desenvolve sua análise visando à adaptação do trabalho ao homem,
numa abordagem que enfoca os as da organização do trabalho de forma mais ampla.
4) Descreva sobre os principais pressupostos da Ergonomia utilizados na sua prática
como princípios básicos e a importância destes princípios para a análise ergonômica
do trabalho.
A Ergonomia desenvolveu-se como ciência ao longo dos anos e sua prática é guiada por
três princípios básicos: a interdisciplinaridade, a análise da situação real de trabalho e a
participação dos sujeitos. Sobre as necessidades do trabalhador como ser humano, vistas
como necessidades do sistema, de forma primordial e não secundária, os principais
pressupostos da Ergonomia, visam verificar se há facilidade de uso dos equipamentos de
trabalho, garantindo a segurança do trabalhador, sendo que as tarefas a ele designadas,
sejam compatíveis com seu nível de treinamento e limitações. Observa se o ambiente de
trabalho é adequado e confortável para a execução das tarefas, buscando um sistema
organizacional que considera as necessidades sócio-econômicas de seus colaboradores.
5) A Análise Ergonômica do Trabalho (AET) permite identificar e ajustar às
condições de trabalho que possam trazer prejuízos a saúde do trabalhador. Baseado
no protocolo de identificação de fatores de riscos dos postos de trabalho, elaborada
pelo grupo Ergo & Ação e SimuCad da UFSCAR, cite os 14 itens que são analisados
em uma situação de trabalho, registre e analise por meio de foto, uma situação real
de trabalho na posição sentada. Analise os seguintes itens:
ITENS DO PROTOCOLO
1 – LOCAL DE TRABALHO
2 – ATIVIDADE FÍSICA GERAL
3 – TAREFAS DE ELEVAÇÃO
4 – POSTURA E MOVIMENTO
5 – RISCO DE ACIDENTE
6 – CONTEÚDO DE TRABALHO
7 – RESTRITIVIDADE DO TRABALHO
8 - COMUNICAÇÃO E CONTATOS PESSOAIS ENTRE OS TRABALHADORES
9 – TOMADA DE DECISÕES
10 – REPETITIVIDADE DO TRABALHO
11 – NÍVEL DE ATENÇÃO REQUERIDO
12 – ILUMINAÇÃO
13 – AMBIENTE TÉRMICO
14 – RUÍDO
SITUAÇÃO REAL DE TRABALHO: ESTUDANTE
40°
52 cm
50cm
73 cm
45 cm
a) Área de trabalho.
Área do trabalho horizontal: pastas, canetas, computador e demais itens dispostos na
mesa, ao alcance das mãos.
b) Distância visual.
Visão: 40 cm de distância do computador
c) Assento.
Altura do assento da cadeira: 45 cm
Altura da mesa: 73 cm
Largura do tampo da mesa: 120 cm
d) Ângulo de visão.
40º
e) Espaço para pernas.
Profundidade da mesa: 50 cm
Distância dos joelhos ao solo: 52 cm
Largura do tampo da mesa: 120 cm
AVALIAÇÃO: Nesse caso, a cadeira deveria ser ajustável, para se adequar a altura
da mesa e consequentemente, os cotovelos ficarem na altura ideal e joelhos na
angulação necessária. De mesmo modo, a angulação e a distância visual em relação
ao computador. De acordo com os parâmetros do protocolo, a profundidade da mesa
atende aos valores mínimos, porém, esse escritório não atende aos requisitos
mínimos de ergonomia física.
ATIVIDADE DE PORTFÓLIO CICLO 3
ATIVIDADE
DE
PORTFÓLIO
3
COM
OBSERVAÇÕES
DA
AULA
PRESENCIAL
1) Conceitue Doenças Ocupacionais.
Doenças ocupacionais podem ser definidas como todo problema de saúde (sistêmico ou
localizado) relacionada às especificidades do próprio trabalho. CONCEITO GERAL
2) Diferencie “Doenças Relacionadas ao Trabalho” e “Doenças Profissionais”.
A doença profissional, também chamada de doença ocupacional, acontece em decorrência
a contínua exposição do trabalhador aos chamados agentes de risco, que podem ser:
físicos, químicos e outros. Esses agentes são responsáveis por desencadear ou agravar
doenças no organismo do trabalhador.
A doença do trabalho é decorrente das condições especiais em que o trabalho é realizado,
apesar de não ser uma regra. ENFERMEIRO QUE FICA DOENTE POR CONTA DE
CONTAMINAÇÃO
3) Cite as três categorias de riscos aos quais o trabalhador está exposto para o
aparecimento do LER e DORTS. Descreva sobre como os Riscos Físicos ou
Biomecânicos podem influenciar no adoecimento e rendimento do trabalhador.
1. Fatores de risco individuais ou pessoais: trata-se de fatores sempre presentes no
contexto e na atividade de trabalho, difíceis de isolar de outras variáveis e determinantes
nas posturas assumidas pelos trabalhadores no seu desempenho profissional, tais como:
o gênero, a idade, o tempo de trabalho, repertorio, genético, tabagismo,
escolaridade. ANTROPOMETRIA, NÍVEL DE ESCOLARIDADE, HOBBYS,
TRABALHO DOMÉSTICO, TREINAMENTO PERFIL PSICOLÓGICO PERFIL
PSICOLÓGICO, DOENÇAS CRÔNICAS...
2. Fatores de risco psicossociais ou organizacionais: são os aspectos de programação
de organização e gestão de trabalho, que em interação com os seus contextos sociais e
ambientais, tem potencial para causar danos psicológicos, social ou físico, tais como:
tipo de organização de trabalho, longas jornadas /hora extra, trabalho repetitivo,
grandes demandas de trabalho, relacionamento com a chefia e colegas, perspectiva
de demissão e estresse. TRABALHO ESTEREOTIPADO (PROFESSOR–
HOMEM - TRABALHANDO EM FUNÇÃO TIDA COMO FEMININA, POR
EXEMPLO) FALTA DE AUTONOMIA (Ñ RESOLVE SOZINHO, TEM QUE SE
REPORTAR AO CHEFE) TRABALHO SAZONAL (SALVA VIDAS QUE
TRABALHA SEM CONTRATO, RECEBE POR DIA, ATUA EM TEMPORADA
QUE CHOVE 6 MESES: DESEMPREGADO!)
3.
Fatores de risco físicos ou biomecânicos: a postura e o movimento realizado para
a execução de um a atividade no posto e no ambiente de trabalho são um dos principais
fatores que influenciam na saúde física do trabalhador. Músculos e articulação são
exigidos para a execução das demandas físicas, sendo que quando submetidos a
constantes estresses, apresentam risco de lesões, dores e comprometimento normal do
movimento, tais como: má postura, a força empregada e a repetição do movimento.
TRABALHO ESTÁTICO E DINÂMICO
RELAÇÃO: APORTE DE SANGUE >> IRRIGAÇÃO
MOVIMENTOS DE MANIVELA: GRANDE APORTE DE SANGUE E GRANDE
IRRIGAÇÃO
SEGURAR UM OBJETO: GRANDE APORTE DE SANGUE E POUCA
IRRIGAÇÃO
POSTURA ESTÁTICA
TEXTING NECK >> TENSÃO DA CERVICAL DEVIDO A POSTURA
(CELULARES, MEIO DE VIDA)
> ADAPTADORES PARA ELEVAR O DISPOSITIVO NA ALTURA DOS OLHOS
FORÇA
REPETIÇÃO
4) Cite os principais sinais e sintomas relacionados à DORT.
Os distúrbios osteomusculares relacionados ao Trabalho (DORT’s) são doenças
multifatoriais que acometem a população trabalhadora e, em parte, são causadas pelo
trabalho, aceleradas ou exacerbadas por exposição ocupacional, sendo a principal causa
de prejuízo na capacidade para o trabalho. Os sintomas mais comuns são: dor nos
membros superiores e nos dedos, dificuldade para movimentá-los, formigamento,
fadiga muscular, alteração da temperatura e da sensibilidade, redução na amplitude
do
movimento,
inflamação.
Podendo
causar
afastamentos
por
doença.
INFLAMAÇÃO, RUBOR, DIMINUIÇÃO DA AMPLITUDE DO MOVIMENTO,
PERDA DA FUNÇÃO, FORMIGAMENTO, DORMÊNCIA, RIGIDEZ, DOR/
SENSIBILIDADE, FRAQUEZA MUSCULAR, FADIGA, DIMINUIÇÃO DA
FORÇA DE PREENSÃO.
5) Cite os três estágios que devem ser considerados durante o processo de avaliação
e controle dos riscos ergonômicos.
Primeiro estágio: visa a identificação, análise das estatísticas de lesão, região do corpo.
É uma identificação geral dos possíveis riscos e locais afetados no trabalhador.
Nesta etapa, pode-se e fazer uma entrevista com os trabalhadores e um checklist dos
problemas encontrados.
Segundo estágio: métodos de avaliação do risco. Sendo avaliado e mensurados os níveis
e características dos riscos encontrados. É um detalhamento dos problemas encontrados,
a fim de fornecer bastante informação, para posteriormente resolvê-los.
Terceiro estágio: controle do risco. A partir dos resultados encontrados e detalhados
serão propostas mudanças de controle ou extinção dos riscos encontrados anteriormente.
Tal iniciativa visa proteger o trabalhador tornando o local mais seguro e produtivo.
Fonte:
Conceito
Zen
-
https://www.conceitozen.com.br/diferenca-entre-doenca-
profissional-e-do-trabalho.html acesso: em 06/05/2019 12:00
QUESTÕES ONLINE CICLO 1
Na ergonomia duas correntes não contraditórias, mas que se complementam, entre
si foram desenvolvidas. Quais são essas vertentes?
R: Anglo-saxônica (física) Francofônica (cognitiva).
A ergonomia tem uma abordagem ampla e um caráter multidisciplinar, anlisando
assim o trabalho de forma global, contemplando aspectos físicos, cognitivos, sociais
e organizacionais na realização das tarefas. Segunda a IEA, assinale a alternativa
que melhor caracterize o domínio da Ergonomia Cognitiva:
R: Domínio que inclui a abordagem dos processos mentais, como a percepção,memória,
raciocínio, resposta motora e seus efeitos na interação entre as pessoas e outros elementos
de um sistema.
QUESTÕES ONLINE CICLO 2
1) A análise ergonômica do trabalho permite buscar e identificar o ajuste das
condições de trabalho. No protocolo AET, qual item não faz parte da análise?
R: Estresse
2) A ergonomia na sua prática como ciência é guiada por três princípios básicos:
interdisciplinaridade, Análise das situações reais de trabalho e Envolvimento dos
sujeitos. Assinale a alternativa que se refere ao envolvimento dos sujetios:
R: É o principio onde a participação do sujeito na identificação dos problemas, proposição
de sujestões e avaliação final nas mudanças implementadas, na intervenção ergonõmica
é considerada uma fonte importante de informações para orientar as hipóteses iniciais e
definir o plano de trabalho.
QUESTÕES ONLINE CICLO 3
1) Os pricipais sinais e sintomas das DORT’S devem ser identificados na fase inicial
para reduzir um distúrbio osteomuscular grave. Não é considerado DORT:
R: Hipertrofia Muscular
2) Os trabalhadores estão expostos a categorias de risco individuais, psicossociais ou
organziacionais, físicos ou biomecânicos. Assinale a alternativa que descreve as
características individuais ou pessoais do fator de risco.
R: Idade, sexo, antropometria, repertório genético, doenças crônicas prévias,
tabagismo, nível de escolaridade, prática de esporte, trabalho doméstico, satisfação
no trabalho, perfil psicológico.
QUESTÕES ONLINE CICLO 4
1) Esta modalidade de ginástica laboral é realizada no meio do expediente de
trabalho, como uma pausa ativa, para executar exercícios de compensação que
agem de forma terapêutica, para relaxar os músculos que trabalham em excesso
durante a jornada de trabalho por meio da contração de seus antagonistas,
permitindo a quebra da rotina, despertando os trabalhadores e prevenindo dessa
maneira, acidentes de trabalho. Falamos de:
R: Ginástica Laboral Compensatória
2) A Cinesioterapia/ ginástica laboral busca dentro de seu contexto de atuação trazer
benefícios tanto para a empresa tanto para o trabalhador. São considerados
benefícios para a empresa:
I – redução do índice de absenteísmo
II – maior proteção legal
III – diminuição dos acidentes de trabalho, com prevenção de doenças ocupacionais
IV – melhorar a postura
V - melhorar a condição de saúde geral
R: As afirmativas I, II e III estão corretas.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

paulo

2 Cartões oauth2_google_ddd7feab-6dd5-47da-9583-cdda567b48b3

Matemática

2 Cartões Elma gomes

Criar flashcards