Enviado por raphaelvm

2012-2016 Ano2 n01 Boletim Tecnico Previsao Carga 1rev

Propaganda
Ano 2 | nº 1
1ª Revisão Quadrimestral das Previsões de carga para o Planejamento Anual da
Operação Energética 2012 - 2016
1. Apresentação
4. Previsão da carga
Esse informe tem como objetivo apresentar os resultados da 1ª
Revisão Quadrimestral das projeções da carga do Sistema Interligado
Nacional (SIN), para o período 2012-2016, realizada em conjunto pela
Empresa de Pesquisa Energética – EPE e pelo Operador Nacional do
Sistema Elétrico - ONS.
Nestas previsões não foram observadas alterações conjunturais que
modificassem a projeção elaborada para a atualização da base de
dados do Planejamento Anual da Operação energética elaborada em
dezembro/2011 e utilizada nos Programas Mensais de Operação de
janeiro a abril de 2011. As linhas gerais do cenário macroeconômico e
as premissas setoriais adotadas não foram alteradas para esse
horizonte.
Essas projeções foram consideradas como uma das premissas para
elaboração do PEN – Plano Anual da Operação Energética 2012-2016.
Para elaboração das previsões, EPE e ONS levaram em consideração
alterações conjunturais entre janeiro e março deste ano (ver item 2) e
a manutenção das premissas macroeconômicas e do cronograma de
expansão de grandes cargas industriais consideradas para o período
de médio prazo.
A ocorrência de temperaturas elevadas, acima das verificadas no
mesmo período do ano anterior principalmente nos subsistemas
Sudeste-Centro-Oeste e Sul e a estiagem prolongada no RS
contribuíram para o resultado da carga do SIN no 1º trimestre de
2012.
Além disso, consideraram-se os possíveis efeitos das medidas de
estímulo para economia anunciadas pelo governo bem como os
efeitos indiretos da crise econômica mundial, em alguns setores da
indústria Nacional que vem perdendo o fôlego com dificuldade de
competir diante da oferta de bens manufaturados oriundos de outros
países. Adicionalmente, não houve alteração das previsões de
crescimento econômico médio, que foi mantido em 4,4% a.a..
Nessas condições, taxa de crescimento da carga de energia projetada
para o ano de 2012 é de 5,1%, devendo situar-se 135 MW médios
superior aos valores previstos para a atualização da base de dados do
planejamento anual da operação energética do Sistema Interligado
Nacional (SIN), elaborada em dezembro de 2011.
Desta forma, foram mantidas para o período de junho/12 a
dezembro/16, as mesmas previsões que foram elaboradas em
dezembro/11 para a atualização da base de dados do Planejamento
da Operação Energética acarretando uma taxa média de crescimento
prevista para o período 2012-2016 em 4,6%.
2. Evolução da Carga no Sistema Interligado Nacional e
Subsistemas durante o período janeiro-maio/12
O crescimento da carga de energia do SIN, no período de janeiro a
maio de 2012, considerando os valores verificados até março e os
valores previstos de abril e maio para o PMO de abril, registrou uma
taxa média de crescimento em torno de 5,1% sobre igual período de
2011. Merece destaque o crescimento da carga do Nordeste, cuja
expansão se situa em 7,4%.
O único subsistema em que a carga verificada é inferior à prevista é o
subsistema Norte, essencialmente como resultado do atraso na
tomada de carga de duas importantes plantas industriais dos
segmentos de cobre e de ferro-níquel. Além disso, houve forte
influência das condições climáticas no 1º trimestre de 2012, como
temperaturas elevadas, superiores às verificadas em 2011 e estiagem
prolongada no Sul.
As tabelas 1, 2 e 3 resumem os valores projetados em MW médios, as
taxas de crescimento consideradas, e os respectivos acréscimos de
carga anuais por subsistema. Em 2013 e 2014 a interligação do
sistema Tucuruí-Macapá-Manaus ao subsistema Norte representa um
acréscimo de carga de 919 e 840 MW médios respectivamente a esse
subsistema. No SIN, nesses anos, haverá um acréscimo de carga de
3.370 e 3.349 MW médios respectivamente. A interligação do sistema
Boavista ao subsistema Norte não foi considerada nestas projeções.
Tabela 1
Resumo dos Valores Anuais por Subsistema
1ª Revisão da carga para o Planejamento Anual da Operação
Energética 2012-2016 - MW médio
Subsistema
SE/CO
SUL
NE
N
SIN
2011
35.938
9.757
8.412
4.069
58.177
2012
37.686
10.093
8.807
4.278
60.864
2013
39.501
10.411
9.124
5.197
64.234
2014
41.181
10.788
9.577
6.038
67.583
2015
42.695
11.178
9.996
6.353
70.222
2016
44.319
11.624
10.432
6.550
72.925
obs. Nos valores previstos estão considerados a interligação Tucuruí-Macapá-Manaus a partir de
julho/2013.
Subsistema
SE/CO
SUL
NE
N
SIN
Taxas de Crescimento por Subsistema- %
2011
2012
2013
2014
2015
3,2
4,9
4,8
4,3
3,7
4,9
3,4
3,2
3,6
3,6
1,1
4,7
3,6
5,0
4,4
4,6
5,1
21,5
16,2
5,2
3,3
4,6
5,5
5,2
3,9
2016
2012-2016
3,8
4,1
4,0
3,6
4,4
4,3
3,1
11,2
3,8
4,6
Tabela 3
3. Perspectivas Econômicas
A evolução da economia nacional segue em sua trajetória de
crescimento embasada na expectativa de evolução do aumento da
demanda interna, seguindo o padrão de crescimento que o Brasil vem
acompanhando nos últimos anos.
Com relação à perspectiva do maior volume de investimentos
necessários para sustentar essa taxa de expansão, o Brasil se
beneficia da existência de importantes eventos esportivos que
acontecerão no país nesta década. Os investimentos em infraestrutura
que serão demandados para dar suporte à realização destes eventos
serão cruciais para reduzir alguns gargalos que impedem atualmente
um melhor desempenho da economia nacional.
Para o período de 2012-2016, conforme previsão da EPE, que
incorpora essas perspectivas macroeconômicas, espera-se que a
economia apresente um crescimento médio sustentado de 4,4% a.a.,
puxado pelo desempenho do mercado interno, pelo aumento dos
investimentos no período e pelo desempenho dos países emergentes
mais dinâmicos. Já as projeções das taxas médias anuais de
crescimento do PIB mundial para o mesmo período é de 4,1%.
Acréscimos Anuais da Carga de Energia (MW médio)
2012-2016
Subsistema
SE/CO
SUL
NE
N
SIN
2012
1.748
335
395
209
2.687
2013
1.815
318
317
919
3.370
2014
1.679
377
452
840
3.349
2015
1.514
390
420
315
2.639
2016
1.624
446
436
197
2.703
Diretoria de Planejamento e Programação da Operação – DPP
Gerência Executiva de Metodologias, Modelos e Cargas – GMC
Gerência de Previsão e Acompanhamento da Carga – GMC1
Elaborado em: 22/05/2012
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Estudo Duda✨

5 Cartões oauth2_google_f1dd3b00-71ac-4806-b90b-c8cd7d861ecc

Criar flashcards