Enviado por Do utilizador5258

TTC SOBRE GAMES

Propaganda
ASPECTOS INICIAIS DA CRIAÇÃO DE UM GAME: PRINCIPAIS DIFICULDADES
ENCONTRADAS POR PROFISSIONAIS INICIANTES
RESUMO
Os passos seguidos por um profissional que atua na criação de games são muitos, a
procura por destaque neste ramo de atuação é alta e de modo geral, se assemelha
com a procura por reconhecimento também existente em demais carreiras
profissionais. Tendo como base tal pressuposto, o presente artigo traz em sua
temática uma abordagem a respeito dos aspectos iniciais da criação de um game,
focando especialmente nas principais dificuldades encontradas por profissionais
iniciantes. Trata-se de um trabalho de revisão de literatura que, discute em seu bojo,
um entendimento sintetizado sobre o seu objeto de estudo, expondo os passos iniciais
seguidos por profissionais que visam exercer carreiras dentro do mercado de games,
tanto nacional quanto internacional. O objetivo geral deste trabalho consiste em:
analisar quais são os passos iniciais seguidos por profissionais criadores de games
na construção de um novo jogo. Os objetivos específicos por sua vez, orientam-se a
primeiramente, estudar as condições do mercado nacional de games, apontar quais
as dificuldades enfrentadas por estes profissionais em início de carreira e por fim,
observar de que modo o mercado de games nacional se organiza. Segue o trabalho
que se subdivide em três grandes partes, sendo elas a introdução, o desenvolvimento,
onde o cerne do texto se desenvolve e as considerações, espaço no qual as
percepções autorais sobre o tema são evidenciadas.
Palavras-Chave: Mercado de Games. Passos Iniciais Para a Criação de Games.
Dificuldades Encontradas por Profissionais em Início de Carreira.
ABSTRACT
The steps taken by a professional who creates games are many, the demand for
prominence in this field of activity is high and in general, resembles the search for
recognition also existing in other professional careers. Based on this assumption, this
article brings in its theme an approach about the initial aspects of creating a game,
focusing especially on the main difficulties encountered by novice professionals. This
is a literature review work that discusses, in its core, a synthesized understanding of
its object of study, exposing the initial steps followed by professionals who aim to
pursue careers within the game market, both nationally and internationally. The
general objective of this paper is: to analyze what are the initial steps taken by
professional game creators in building a new game. The specific objectives, in turn,
are directed first to study the conditions of the national game market, to point out the
difficulties faced by these early career professionals and finally, to observe how the
national game market is organized. It follows the work that is subdivided into three
major parts, being the introduction, the development, where the core of the text
develops and the considerations, space in which the author's perceptions on the
subject are highlighted.
Keywords: Games Market. Getting Started For Game Creation. Difficulties Found by
Beginning Career Professionals.
1 INTRODUÇÃO
O artigo que agora se inicia, tem como tema aspectos iniciais da criação de um
game: principais dificuldades encontradas por profissionais iniciantes. A opção por
abordar este tema, surge da inquietação com os múltiplos desafios encontrados no
mercado de trabalho, para profissionais que atuam na criação de games. Neste
sentido, o objetivo geral deste trabalho consiste em: analisar quais são os passos
iniciais seguidos por profissionais criadores de games na construção de um novo jogo.
Os objetivos específicos por sua vez, orientam-se a primeiramente, estudar as
condições do mercado nacional de games, apontar quais as dificuldades enfrentadas
por estes profissionais em início de carreira e por fim, observar de que modo o
mercado de games nacional se organiza.
Quanto à questão problema do trabalho, evidencia-se que a mesma se
organiza de modo a responder: quais os principais passos seguidos por um
profissional que atua na criação de games no mercado de games nacional? Tal
questionamento, levanta a hipótese de que, é possível que haja certa padronização
de ações que segmentam a criação de um game capaz de competir igualmente com
lançamentos realizados por profissionais já consolidados. Contudo, é importante
refletir sobre o padrão de atuação de profissionais já consolidados, para que se siga
um modus operandi minimamente coerente com o escopo profissional estipulado.
Importante destacar nesta parte introdutória, que este artigo não pretende
apontar um caminho a ser seguidos, mas sim, mostrar uma reflexão que se
fundamentada nos artigos utilizados como base de fundamentação, sobre a
problemática trazida neste texto.
Em seu primeiro tópico do desenvolvimento, o trabalho aborda a viabilidade do
comércio de games no brasil, e para reforçar este entendimento, traz dados expostos
em outras pesquisas para corroborar o que aqui se mostra. Em seguida, o segundo
tópico do desenvolvimento aborda, de acordo com as fontes de pesquisa, os passos
seguidos por profissionais iniciantes para a criação de games, evidenciando os pontos
essenciais para a consolidação de um game minimamente estruturado com comandos
básicos e com coerência em seu roteiro. Após a explanação destes tópicos, segue as
considerações finais, onde se encerra a discussão expondo os entendimentos
adquiridos com a discussão deste assunto.
METODOLOGIA
Este artigo se organiza sob o modo de elaboração dedutivo, primeiramente se
apresenta os entendimentos entendidos sobre o material pesquisado, para
posteriormente destacar o que se entendeu sobre o que está sendo discutido. O texto
se organiza como uma revisão de literatura na qual é concomitantemente mostrado
os entendimentos expostos sobre a temática proposta.
DESENVOLVIMENTO
VIABILIDADE DO COMÉRCIO DE GAMES NO BRASIL
Para que se analise a situação do mercado de games nacional, pode-se dizer
que de acordo com o entendimento de Delgado (2013) que, a adesão a jogos e formas
variadas de diversão, tem aumentado consideravelmente no decorrer dos anos. Com
o avanço tecnológico e com a democratização do acesso à recursos tecnológicos
diversos, o número de jogadores aumenta consideravelmente a cada dia. Com isso,
a oferta de jogos só aumenta e uma variedade de profissionais surge, agregando cada
vez mais, qualidade enredos diversificados aos novos jogos.
De acordo com a compreensão de Novak (2010 p. 36), o processo de criação
de um game envolve uma variedade de profissionais e cada um deles, especializa-se
em um segmento relevante para a consolidação de um produto final de qualidade. A
autora evidencia em sua abordagem que os principais profissionais envolvidos neste
processo são:
PROGRAMADOR - O programador de jogos eletrônicos é responsável por
escrever códigos que possibilitem que os textos escritos sejam convertidos
em imagens na tela.
ARTISTA GRÁFICO - São responsáveis por criar a identidade visual dos
jogos, além de decidir os elementos gráficos (estilos, cores, composições),
GAME DESIGNER - O Design de games passa por várias fases da produção
de um game sendo ela na pré-produção onde se preocupa com o
desenvolvimento das regras e ideias que irão compor o jogo, ou na produção
que seria trabalhar no design do próprio gameplay, sua ambientação, níveis
em que o jogo irá acontecer, elementos, personagens entre outros.
ROTEIRISTA - Esse profissional, que se é bem difícil de encontrar no país,
cria e imagina todo o pano de fundo o desenrolar da historia de um jogo, se
esforçando por criar algo novo que atraia a atenção, envolvendo o jogador a
historia do jogo.
TESTADOR DE JOGOS - Este colaborador será o primeiro a testar, de fato,
a jogabilidade do produto desenvolvido para verificar o quanto há de erros ou
bugs e, ao fim, avalia criticamente o título, como um todo.
ETAPAS DE
CRIAÇÃO DE
UM GAME
ESTRUTURAÇÃO
CRIAÇÃO DE
UM ENREDO
VALIDAÇÃO
DE UMA
TEMÁTICA
ATRAENTE
Alves (2008)
CONSOLIDAÇÃO
DE UM CENÁRIO
ETAPAS DE
CONSOLIDAÇÃO
ESTIPULAÇÃO
DE
COMANDOS
COERENTES
COM O
ENREDO
ASSEGURAMENTO
DE AUTENTICIDADE
VALIDAÇÃO
VIABILIDADE DO COMÉRCIO DE GAMES NO BRASIL
35%
33%
32%
30%
25%
25%
22%
20%
15%
17% 17%
15%
22%
21%
20%
18%
17,50%
15%
17%
14%
15%
10%
5%
0%
COMPARATIVO COM
MERCADOS EXTERNOS
COMPARATIVO COM
MERCADOS EXTERNOS
2015
2016
COMPARATIVO COM
MERCADOS EXTERNOS
2017
COMPARATIVO COM
MERCADOS EXTERNOS
2018
Faccio 2014
OS DESAFIOS PARA A CRIAÇÃO DE GAME DE SUCESSO
O perfil de um profissional em uma empresa de jogos eletrônicos muda de
acordo com o tamanho e postura da empresa. Empresas de pequeno porte, que são
maioria no Brasil buscam-se pessoas que realizem multi-tarefas, que possam
contribuir em diversas áreas no desenvolvimento de uns jogos como, por exemplo,
roteiro, design, áudio, programação, etc. Quanto maior o conhecimento do profissional
no projeto maior será sua importância nele.
REFERÊNCIAS
ALVES, Lynn Rosalina Gama. Estado da Arte dos games no Brasil: trilhando caminhos.
In: ZAGALO, NELSON & PRADA, Rui (Eds.) Actas da Conferência Zon Digital Games 2008.
Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade do Instituto de Ciências Sociais da
Universidade do Minho. Portugal: 2008.
DELGADO, P. Battlefield 4 optimizado y gana tu pack premium. Nov. 2013.
FACCIO, M. Cientista conecta 200 PS3’s para estudar Buracos Negros. 23 dez. 2014.
NOVAK, Jeannie. Desenvolvimento de Games. 2 ed. São Paulo: Cengage Learning. 2010,
446 p.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Criar flashcards