Enviado por Do utilizador3229

PRE PROJECTO 1

Propaganda
Estudante David Pedro José
Curso psicopedagogia I
Introdução
O período gestacional, passam-se por várias alterações anatómicas, fisiológicas e
emocionais, que podem resultar em desconforto ou até mesmo causar dor, o que leva a
algumas limitações durante a execução das actividades diária, interferindo directamente
na sua qualidade de vida (Alves, 2012).
O MINISTÉRIO DA SAÚDE DO BRASIL (2001), relata que a gravidez não é estado
patológico e nem uma debilidade de doenças ou inactividade, mas é uma fase de diversas
modificações anatómicas, fisiológicas e hormonais, somando as transformações músculoesqueléticas, emocionais, circulatórias e respiratórias, estimulando adequadamente o feto
para que possa crescer e se desenvolver.
Na procura de saúde, as mulheres no período gestacional tem registado uma redução de
prática de exercícios físicos, devido a vários factores que contribuem para algumas
limitações das suas actividades diárias durante este processo.
A intensidade do exercício físico durante o período de gestação tem criado debate, na
busca de um consenso ou soluções de melhorar a saúde da mesma, assim como, as
mulheres menos condicionadas procura praticar actividades com uma menor intensidade
e as mulheres fisicamente activa podem manter o nível de exercício físico com segurança,
numa intensidade superiores as demais (Stumm, 2013).
O exercício regular promove benefícios para saúde e praticado durante a gestação, pois,
afecta na diminuição de vários riscos de saúde na vida de uma mulher gestante. Os
exercícios físicos podem ser realizados por gestantes sedentários, atletas ou um estilo de
vida activo e até por aquelas com complicações médicas e obstétricas. Apesar de
apresentarem mudanças anatómicas e fisiológicas há poucas instâncias que impedem a
prática de exercícios por mulher gestante (Artel & Otoole, 2003).
Na medida em que a gestação progride, a mudança no equilíbrio, aumentando a massa
corporal materna afecta negativamente na prática de exercícios físicos, aumentando o
esforço e o nível dela. A gravidez altera a fisiologia normal é isso exige modificação na
prescrição de exercício, que deve enfatizar o conhecimento acerca da dissipação de calor,
da ingestão adequado de calorias e da intensidade de exercícios. Para uma gestação
normal, os exercícios leve e moderado, pelo menos 30 minutos não prejudica o
desenvolvimento fetal. Os benefícios de prática regular de exercícios físicos prescritos
correctamente durante à gravidez (Mcardle et. al.2008).
O
período
gestacional
compreende-se
de
diversas
mudanças
corporal
ao
aproximadamente 36 semanas da gravidez, em que a gestante sofre adaptações
fisiológicas e anatómicas. Durante a gestação, o crescimento ou desenvolvimento do feto
e do útero, provocam mudanças na forma, no tamanho e na inércia materna (Rezende,
1992).
O exercício físico tem objectivo de manutenção aptidão física e saúde, diminuição dos
sintomas gravíticos e tensão do parto, bem como uma recuperação pós-parto mas rápidos,
outros benefícios são: Auxílios de retorno venoso, prevenindo o aparecimentos de varizes
e melhores condições de irrigação de placenta (Leitão et al., 2000).
Tema
A prática de exercícios físicos para gestantes (Onde?)
Problema
Quais são as causas que levam as mulheres gestantes a reduzir a prática dos exercícios
físicos na cidade de Nampula (hospital militar /zona militar) (2018 =2019)?
Justificativo
A ideia de realização deste trabalho surge-nos em conhecer as causas que levam as
gestantes à reduzir a prática de exercícios físicos na cidade de Nampula e identificar os
benefícios dos exercícios físicos durante o período gestacional. Sendo assim, havendo
uma maior participação de mulheres gestantes em locais de realização de exercícios
físicos, com maior importância para o feto, pressão arterial (hipertensão), inchaço nas
pernas e dores nas articulações. Desta forma, este estudo poderá contribuir para a
comunidade académica, a sociedade da Cidade de Nampula concretamente na zona
militar e todo Moçambique na obtenção de maiores conhecimentos sobre a prática regular
de exercícios físicos para a melhoria da saúde, para mim deve haver um psicopedagogo
formado na área, muitas palestras, ginásios femininos e locais para prática de exercícios
físicos em gestantes, para melhoria de qualidade de vida para mãe e para o feto, também
é relevante na medida em que estarei de alguma forma a dar contributo relativamente de
praticar os exercícios físicos regulares e tendo como resultado de reduzir a depressão
durante e pós parto.
Objectivo geral
 Conhecer as causas que levam as gestantes à reduzir a prática de exercícios físicos
na cidade de Nampula/zona militar.
Objectivos específicos
 Identificar as causas que levam as gestantes à reduzir a prática de exercícios
físicos na cidade de Nampula/zona militar.
 Descrever as causas que levam as gestantes à reduzir a prática de exercícios
físicos na cidade de Nampula/zona militar.
 Analisar as causas que levam as gestantes a reduzir a prática de exercícios
físicos na cidade Nampula.
 Identificar a importância da prática de exercícios físicos para as gestantes
 Identificar os exercícios físicos propícios para gestantes
Hipóteses
 O aumento de peso dificulta a prática de exercícios físicos pelas gestantes.
 A falta de tempo pode levar as gestantes à reduzir a praticar de exercícios físicos
 As gestantes não praticam os exercícios físicos, alegando que abarriga e os seios
são grandes.
 A prática de exercícios físicos não pode ser enfeitas em estados de gestação,
alegam que faz mal ao feto.
 A falta de informações sobre os benefícios de prática de exercícios físicos na
gestação pode impedir a prática dos exercícios pelas gestantes.
Capitulo I
Fundamento teórico
Definição
Segundo Sisto (1996: 5), a psicopedagogia é uma área de estudos que trata da
aprendizagem escolar, quer seja no curso normal ou nas dificuldades.
A psicopedagogia é um campo de actuação em saúde e educação que lida com o processo
de aprendizagem considerando a influência que a família, escola e sociedade têm no
desenvolvimento da aprendizagem humana.
A Psicopedagogia como área de Pesquisa compõe um conjunto de conhecimentos que
auxiliam na investigação sobre os fenómenos dos processos de aprendizagem humana
Exercício físico é um tipo de actividade física mais estruturada, que envolve intensidade,
frequência, duração, tendo como objectivo a melhora da aptidão física e por consequência
a melhoria da saúde (Matsudo & Matsudo, 2000).
Actividade física é o movimento corporal produzido pela contracção muscular
(esquelética) e que aumenta principalmente o dispêndio energético (ACSM, 2013 apud
Simões, 2013).
De acordo com Castro (2009), afirma que a actividade física é uma movimentação
corporal que faz um gasto energético além do estado de repouso, ocasionados pelas
mudanças na composição corporal. O progresso da força física, flexibilidade e
resistências proporcionadas pelo exercício podem ser de grande valia principalmente para
mulheres grávidas.
Actividade física é qualquer movimento corporal que conseguimos realizar, em função
de contracção muscular e com gasto energético acima de basal (Matsudo & Matsudo,
2000)
Guedes (1995), “o exercício físico é toda actividade planificada, estruturada e repetitiva
que tem por objectivo a melhoria e a manutenção de um ou mais componentes da aptidão
física”. O exercício físico é aquele que tem várias repetições, feito de forma planejada e
executado de maneira correcta, visando benefícios para a saúde física.
A Organização Mundial de Saúde (OMS) a actividade física pode ser considerada como
qualquer tipo de movimentação corporal capaz de produzir elevação do gasto metabólico
energético. Já o exercício apresenta como um tipo de actividade física planificada,
estruturada e organizada com objectivo de manutenção, ou melhor, condicionamento
físico (Moreno & COL, 1997).
Meireles & Costa (2003), apesar de a gravidez ser um fenómeno biologicamente normal,
encerra profundas alterações e reestruturações a nível físico, a nível das estruturas internas
e auto percepções, bem como das relações com os outros.
De cordo com Reinehr & Siqueira (2009), a gestação é uma sucessão de eventos com uma
duração de 38 semanas, normalmente inclui-se a fertilização (o período em que o óvulo
é fecundado, que se divide em embrião e placeta, membros e os órgãos internos começam
a ser definidos), desenvolvimento embrionário e termina no nascimento.
A gravidez é um fenómeno fisiológico que acarreta uma série de transformações no
organismo materno, com a finalidade de garantir o crescimento ou o desenvolvimento do
feto e ao mesmo tempo, de proteger o organismo materno fazendo com que a gestante
encontre-se em condições de saúde satisfatória e apta para o processo de lactação (Dutra
& José 1998, apud Ferreira et al, 2010).
Metodologia
A natureza do estudo será de carácter qualitativo, com amostra de 10 gestantes de idade
compreendida entre 17 a 30 anos. Em seguida será feito um (1) questionário contendo
perguntas fechado e aberta, observação e entrevista, que será dirigido residente da cidade
de Nampula concretamente na zona militar (hospital militar) do público-alvo com o
propósito de colher a sua sensibilidade face ao tema em análise.
De cordo com Ribeiro e silvo (2004) Pesquisa Qualitativa: considera que há uma relação
dinâmica entre o mundo real e o sujeito, isto é, um vínculo indissociável entre o mundo
objectivo e a subjectividade do sujeito que não pode ser traduzido em números. A
interpretação dos fenómenos e a atribuição de significados são básicos no processo de
pesquisa qualitativa. Não requer o uso de métodos e técnicas estatísticas. O ambiente
natural é a fonte directa para colecta de dados e o pesquisador é o instrumento chave. É
descritiva. Os pesquisadores tendem a analisar seus dados indutivamente. O processo e
seu significado são os focos principais de abordagem.
De acordo com GIL (1995), questionário como uma técnica de obtenção de dados
composta por um certo número de questões apresentadas por escrito às pessoas, tendo por
objectivo o sentimento individual, interesse, expectativas, situações vivenciais, etc.
Questionário é uma série ordenada de perguntas que devem ser respondidas por escrito
pelo informante. O questionário deve ser objectivo, limitado em extensão e estar
acompanhado de instruções As instruções devem esclarecer o propósito de sua aplicação,
ressaltar a importância da colaboração do informante e facilitar o preenchimento
(Barbetta,1999).
Borges & Pereira (2011), defendem que observação é uma técnica de colecta de dados
para conseguir informações. Utiliza-se dos sentidos na obtenção de determinados
aspectos da realidade, ou seja, examinar fatos ou fenómenos que se deseja estudar
segundo Métodos de abordagem.
Para Durkheim (1978), afirma que a entrevista é uma técnica de pesquisa em que o
pesquisador se apresenta em frente ao pesquisado e lhe formula perguntas com o objectivo
de obter certas informações referentes à pesquisa em curso
3.3. Variáveis
3.1. Variáveis dependente é de exercícios físicos (tipos, frequências semanal, duração de
cada sessão).
3.3.2. Independentes

A idade,

Aspectos Físicos Motoras ou deslocação

Nível académico ou nível de escolaridade

Peso

Indicação medica
Técnica de Analise de Dados
Após o procedimento é a recolha de dados de questionário seguir - se - á a compilação e
análise dos dados de acordo com a divisão e pelas áreas de domínio das variáveis: Área
técnica e cognitiva, afectiva, aspectos antropométricos e física motora. Os resultados da
Analise serão descritos mediante a interpretação dos cálculos percentuais, efectuando por
meio de uma máquina calculadora electrónica para o cálculo das frequências absolutas e
relativas
Cronograma de actividade
Mês Actividade
Maio Junho
Pesquisa bibliográfica X
Elaboração
projecto
do
X
Julho
Agosto
Setembro
Outubro Dezembro
Trabalho de campo
X
Análise
X
dos
X
resultados
Entrega do trabalho
X
Correcções
X
linguísticas
Entrega
da
versão
final
Referência bibliográfico
Alves, M. (2009) Hidroginástica: Novas Abordagens. Rio de Janeiro, RJ. Atheneu.
Artel , R, Otoole ,M, (2003) gynecologest for american com college of obstricians and
gynecologest for exercise during prigmancy and post portum period.
Borges, C. e Pereira V, (2011) Manual de Metodologia Cientifica, edito rio de Janeiro.
Durkheim, É. (1978). As regras do método sociológico, São Paulo: Melhoramentos, 9ª
ed.
Ferreira,I P, Evangelista, L,Silva, Elicker, E. (2010) gestantes: conhecendo os benefícios
da prática de exercícios físicos em uma unidade de saúde da família, em porto velho,
rondônia.
Guedes ,D. (1995) actividade física , aptidão física e saúde .
Reinehr, J.G. e Siqueira, P. C.M.,(2009). Actividades e exercícios físicos para gestantes.
Rezende,J.(1992 ) obstetrícia, rio de Janeiro.
Ribeiro, S. e silvo O.(2004) Metodologia e Organização do projeto de pesquisa
Picetti, J. S. & Marque T. B. ( 2013) Psicopedagogia: alguns conceitos básicos para
reflexão e acção
Matsudo V. K.R & Matsudo. S.M.M (2000). ,Actividade Física e espotiva na gravidez.
Tedesco JJ editor, são Paulo.
Meireles, A. & Costa, M.E (2003). Avivncia do corpo e relacao da mae de bebe na
gravidez.
X
Moreno, B.;Lopez, M, Moreno, S.(1997). Obesidad, concepto y clasificación. Em.
Obesidad presente y futuro. Biblioteca aula médica Espana.
STUMM B. F.(2013), Exercício Físico na Gestação, editor santo cristo.
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Criar flashcards