Enviado por Do utilizador1882

TrabalhodeMEP

Propaganda
Introdução
Situação problema
Através do estudo ergonômico da posição corporal quando sentado, pode-se verificar a
existência de algumas posições inadequadas, isso é, que prejudicam a saúde e o bem-estar
da pessoa. Nesse contexto:
“A Ergonomia (ou Fatores Humanos) é uma disciplina científica relacionada ao
entendimento das interações das interações entre os seres humanos e outros elementos ou
sistemas, e à aplicação de teorias, princípios, dados e métodos a projetos a fim de otimizar
o bem-estar humano e o desempenho global do sistema.”(ABRAHÃO et al, 2009, p.18).
Para esse estudo a pergunta formulada é: Quais os benefícios e malefícios de estudar na
posição sentada de acordo com a bibliografia da ergonomia? Assim, o estudo visa analisar
a posição ergonômica adequada aplicada ao ambiente de estudo enquanto sentado.
Justificativa:
Em comparação ao trabalho em pé parado, trabalhar sentado é menos cansativos para
membros inferiores, por uma série de fatores, entre eles: as articulações do quadril , joelhos
e tornozelos sofrem uma menor carga de peso, os músculos das pernas e coxas trabalham
menos e facilita a circulação sanguínea, o que deixa os pés menos inchados.
(BRANDIMILLER, 2000).
COUTO(1995,p.147) afirma que: “Trabalhar sentado traz conforto, porém costuma
ocasionar muitos problemas para a coluna vertebral”.
“ Contudo trabalhar sentad não é essa moleza. Muitas pessoas que trabalham sentadas
horas a fio, no fim do dia se sentem cansadas, com tensão ou mesmo algumas dores nas
costas, nuca, ombros, punhos; ou nas pernas, às vezes com os pés inchados.
[...]Ouve-se frequentemente de médicos e fisioterapeutas o conselho para que as pessoas
sentem na ‘posição correta’ [...]
Quando alguém fala em corrigir a postura imagina que a pessoa [...] pode optar entre
diferentes posições entre diferentes posições de trabalho, [...] o que frequentemente não
ocorre.
O trabalho mais cansativo é aquele em que a pessoa não pode escolher em que postura
ficar[...].”(BRANDIMILLER, 2000, p.128).
Objetivos: geral e específicos
O objetivo geral da pesquisa é analisar como a postura adequada beneficia o rendimento
dos estudos. Os objetivos específicos são:
Descrever as posições corretas para o trabalho sentado, de acordo com a ergonomia;
Comparar as posições adequadas e inadequadas;
Sugerir algumas posições adequadas para o trabalho sentado.
Fundamentação teórica da ergonomia
A ergonomia está fundamentada em três princípios básicos: interdisciplinaridade, análise de
situações reais e o envolvimento dos sujeitos.
A interdisciplinaridade na ergonomia é explicada por Wisner(2004, p. 35):
“... a ergonomia é uma disciplina autônoma, mas que não pode viver sem se nutrir das
aquisições de várias disciplinas, aquisições dinâmicas e assimiladas em um espírito
interdisciplinar”(apud ABRAHÃO et al, 2009, p.34).
Na análise de situações reais, a ergonomia desempenha o papel comprovar hipóteses,
embasando-se em teorias ou modelos descritivos. Gerando o conhecimento através do
empirismo, um método baseado no dedutivismo. Além disso, quando a teoria e a prática
interagem, tem-se a formação de novas hipóteses, que devem ser observada e anexadas
ao conhecimento existente. Devido a limitação de algumas informações em documentos
formais, o ergonomista pode fazer uma análise do trabalhador realizando a atividade para
melhorar a posição de trabalho (ABRAHÃO et al, 2009).
O envolvimento dos sujeitos está relacionado na análise e melhorias das soluções. Já que a
construção do conhecimento, é geralmente, entre os ergonomistas e o grupo de
trabalhadores. É conhecido que o grupo de trabalhadores não é formado por pessoas
iguais, deve-se levar em consideração as peculiaridades de cada indivíduo. Então a
comunicação entre esses grupos é que vai determinar a eficácia do resultado obtido, pelo
trabalho do ergonomista (ABRAHÃO et al, 2009).
Para a ergonomia a distinção entre tarefa e atividade é um conceito fundamental. De acordo
com Abrahão et al(2009), a tarefa é compreendida como as prescrições do que o
trabalhador deve realizar, de acordo com as normas e especificações, usando
equipamentos e ferramentas. Já a atividade é relacionada com a execução, a forma como o
trabalhador usa seu corpo para realizar a atividade, e as estratégias operatórias e
condições do local de trabalho.
Sobre o livro Ergonomia Aplicada Ao Trabalho,( COUTO, Hudson de Araújo, 1995):
Segundo COUTO(1995), a posição sentada, é recomendada para algumas tarefas
específicas que atendam à algumas recomendações, dentre elas, para trabalhos que exijam
escrita frequente e o uso de computadores, que é o caso de estudantes.
“[...] Na posição sentada a pressão nos discos intervertebrais é bem maior do que na
posição em pé [...]: trabalhar sentado pode originar uma série de dores e complicações.
Temos então caracterizada uma contradição: a posição ideal sob o ponto de vista de
dispêndio energético é ocasionadora de distúrbios músculoligamentares. [...]
Como superar essa contradição? A resposta é bem simples: sentando-se bem, numa
cadeira ergonomicamente bem projetada, numa relação cadeira-mesa-acessórios também
bem adequada.” ( COUTO, 1995. p. 257).
Para isso é necessário saber quais as recomendações para se ter uma boa posição
sentada. Para COUTO(1995), a cadeira deve ser estofada, deve ser regulável para se ter
uma altura ideal, a borda anterior do assento deve ser arredondada, o assento deve estar
na posição horizontal, toda cadeira deve ter apoio regulável para o dorso que acompanhe o
formato da coluna e o ângulo entre o apoio de dorso e o assento deve ser de 100º.
Muita gente também acha que essas dores citadas anteriormente são apenas por
causa da postura, o que muitas vezes é verdade, porém muitas vezes a pessoa
senta no local de trabalho com uma postura adequada, mas ainda assim continuar
com as dores, e diante disso, qual a solução? Bem, se a postura estiver adequada,
segundo BRANDIMILLER (2000), é preciso averiguar se a cadeira está com a altura
adequada, se a mesa também está com a altura adequada, em caso de um
profissional que trabalha em frente a um computador, é necessário verificar se a
altura da tela está adequada com a posição da cabeça, entre outros motivos, além
da postura.
Uma pesquisa feita por Grandjean e Burandt em 1962, com 378 empregados de um
escritório, onde observou que apenas em metade do tempo os trabalhadores se
mantinham em uma posição ereta. Na mesma pesquisa foi apontado os locais onde
são causadas dores no corpo por meio do ato de se sentar, onde foi observado que
nas costas é o lugar onde a queixa de dor foi maior. (GRANDJEAN, 1998).
Abordagem metodológica
metodologia
método de procedimento
método de abordagem
natureza do estudo
objeto da investigação
procedimentos técnicos da coleta dos dados: instrumentos
procedimentos na análise dos dados
cronograma
Referências
apêndices
anexos
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards