Enviado por Do utilizador1292

AULA NO 6

Propaganda
Experimentação em química orgânica - UEMA
AULA NO 6
DESTILAÇÃO SIMPLES
I. MATERIAL E REAGENTES:
Manta para balão de 250 mL
Pedrinhas de porcelana / vidro
Proveta de 100 mL
Mangueira
Balão de 250 mL
Condensador de Liebig
Coluna de fracionamento
Funil
Termômetro
Etanol
Alaranjado de metila
Suporte universal
II - PROCEDIMENTO:
Medir 50 mL da mistura de etanol com alaranjado de metila em uma
proveta apropriada e transferir para um balão de fundo redondo de 250 mL de
capacidade, através do funil, com o auxílio de um bastão de vidro e adicionar
algumas pedras
de porcelanas/vidro. Montar uma aparelhagem para
destilação simples e destilar lentamente a solução, de tal modo que a
velocidade de destilação seja constante. Recolher o destilado em uma
proveta graduada. Anotar a temperatura inicial de destilação, quando as
primeiras gotas do destilado alcançarem o condensador. Continuar a
destilação, anotando a temperatura a cada 5 mL do destilado. A partir destes
dados construir um gráfico, lançando na abscissa o volume do destilado após
intervalos de 5 mL e, na ordenada, a temperatura de destilação observada
naquele ponto.
III. QUESTIONÁRIO:
1. Por que a destilação simples não é usada na separação de líquidos de ponto
de ebulição relativamente próximos?
2. Por que no início da destilação, o balão deve estar cheio a dois terços de
sua capacidade?
3. Por que é perigoso aquecer um composto orgânico em uma aparelhagem
totalmente fechada?
4. Qual a função da pedra de porcelana porosa, pedra pomes ou bolinhas de
vidro em uma destilação?
5. Por que a água do condensador deve fluir em sentido contrário à corrente
dos vapores?
6. Em que casos se utiliza condensador refrigerado a ar. Justifique.
7. Por que misturas azeotrópicas não podem ser separadas por destilação?
8. Diferenciar destilação simples de destilação fracionada.
I.
BIBLIOGRAFIA:
1. SOARES, B.G.; SOUSA, N.A.; PIRES, D.X. Química orgânica: teoria e
técnicas de preparação, purificação e identificação de compostos orgânicos.
Rio de Janeiro, Guanabara. 1988.
2.
VOGEL, A.I. Química orgânica: análise orgânica qualitativa. 2. ed. Rio de
Janeiro Ao Livro Técnico S. A., 1981. V. 1.
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Criar flashcards