Guia de Solução TrakCare

Propaganda
Guia de Solução TrakCare
Tabela de Conteúdos
Visão Geral 1.0 Parametrização do TrakCare
1.1 Atendimento Básico TrakCare
1.2 Gestão de Saúde Comunitária TrakCare
1.3 Policlínica TrakCare
1.4 Emergência TrakCare
2.0 Módulos TrakCare
2.1 Componentes Principais do TrakCare 2.1.1 Registro Eletrônico de Pacientes (EPR) 2.1.2 Índice Geral de Pacientes (MPI)
2.1.3 Módulos de Saúde
2.2 Fundação CIS (Sistema de Informações Clínicas) TrakCare
2.2.1 Resumo Clínico
2.2.2 Áreas de Trabalho e Listas de Trabalho do Atendente
2.2.3 Documentação do Atendimento 2.2.4 Registro de Solicitação e Resultado e Comunicações 2.2.5 Observações e Gráficos 2.3 Fundação PAS (Sistema de Administração de Pacientes) TrakCare
2.3.1 Gestão Hospitalar 2.3.2 Gestão Ambulatorial
2.3.3 Gestão de Registros Médicos
2.3.4 Lista de Espera e Gestão de Retorno
2.4 Módulos Departamentais e Adicionais do TrakCare
2.4.1 Gestão de Saúde Comunitária 2.4.2 Policlínica
2.4.3 Gestão de Emergência
2.4.4 Gestão de Salas de Cirurgia
2.4.5 Maternidade
2.4.6 Área de Trabalho Departamental e de Radiologia
2.4.7 Prescrição 2.4.8 Farmácia
2.4.9 Faturamento de Pacientes
2.4.10 Suporte Ativo a Decisões 2.4.11 Conectividade
2.4.12 Laboratório (LAB) 3.0 Ferramentas de Gestão do Sistema TrakCare
4.0 Arquitetura e Tecnologia do Sistema TrakCare
4.1 Recursos Técnicos do TrakCare
4.2 Arquitetura de Aplicativo
4.3 Ambientes de Sistema Operacional
4.4 Modelo Lógico
4.4.1 Nível de Dados
4.4.2 Nível de Aplicativo
4.4.3 Nível de Web /Nível de Arquivo e Impressão
4.4.4 Nível de Clientes
4.4.5 Padrões e Protocolos
4.5
Configurações de Arquitetura do Sistema
4.5.1 Configuração de Servidor Único
4.5.2 Configuração de Múltiplos Níveis
4.5.3 Escalabilidade e Alta Disponibilidade
4.5.4 Arquitetura de Clientes
4.6 Outros Requisitos de Arquitetura
4.6.1 Produção
4.6.2 Teste do Sistema
4.6.3 Treinamento
4.7 Periféricos Adicionais Suportados
4.7.1 Tablet PCs
4.7.2 Scanners
4.7.3 Leitores de Código de Barra
1 1
3 3
3 3
3 3
6 6
7 7
9 9
9 9
9 9
1010
1010
12
13
13
15
16
17
18
19
22
23
24
25
26
26
26
27
31
33 34
35
37
39
41
41
43 53 54 55 55 55 56
57
57 58
58 59 59 60 61 62
63 63
63
63 63 63
63
63
Visão Geral
Hoje, nas organizações líderes de saúde em 25
países, o InterSystems TrakCare™ está permitindo que a
visão de saúde conectada se torne uma realidade. Ele está
tornando prestação de serviços de saúde mais eficaz e eficiente, melhorando a segurança e resultados, mantendo os
custos sob controle ao eliminar testes duplicados e outras
redundâncias, acelerando o faturamento e maximizando a
utilização de leitos.
O TrakCare é um sistema conectado de informação
da saúde baseado em Web que fornece módulos clínicos
e administrativos unificados inter-operáveis com legado
e aplicações futuras. Com um Registro Eletrônico do Paciente (EPR) este software oferece melhoras exponenciais
no atendimento de todos os pacientes e na produtividade
de todos os profisisonais da saúde.
O TrakCare é utilizado
em diversos ambientes, incluindo atendimento básico, cuidados
Na InterSystems, nós
compreendemos seu
comunitários, departamentos
desejo por um sistema de
emergência, e práticas multiinformação da saúde que
disciplinares de policlínicas.
funcione à sua maneira.
Qualquer módulo do TrakCare
pode ser rapidamente implantado para resolver problemas
imediatos e urgentes adotado como uma carteira unificada para servir necessidades mais expansivas.
Os módulos do TrakCare são pré-configurados
com rotinas automatizadas de instalação e incluem o
suporte à instalação, configuração, e documentação de
treinamento, que pode ser implantado em etapas.
Para doutores e enfermeiros, trabalhar com o
TrakCare significa menos tempo gasto na busca por informações e mais tempo passado com pacientes. Diferentemente de produtos semelhantes, o TrakCare pode ser
facilmente ajustado às suas necessidades de informação
e preferências de fluxo de trabalho sem mudanças de
código.
O que separa o TrakCare de outros sistemas
líderes de informação da saúde (HIS) é fato de o TrakCare
permite que os usuários rapidamente desfrutem dos
benefícios em um Registro Eletrônico de Pacientes (EPR).
Nossa abordagem exclusiva é uma combinação do ambiente unificado de informações, banco de dados avançado
e tecnologia de integração
do TrakCare, em uma equipe
especialista em implantação.
O que separa o TrakCare
de outros sistemas líderes
Nossa metodologia de implede informação da saúde é o
mentação é uma avanço em
fato de que o TrakCare
comparação com os sistemas
permite que os usuários
alternativos de informação de
rapidamente desfrutem
saúde baseados em “arrancar
dos benefícios de um EPR..
e substituir”, que podem levar
anos para ativar um EPR, se
realmente o conseguirem.
Os benefícios de um EPR surgem no estágio inicial
da implementação do TrakCare. Cada módulo do TrakCare
possui em seu núcleo um Registro Eletrônico de Pacientes compartilhado e um Índice Geral de Pacientes (MPI)
em um único banco de dados. O EPR captura o escopo de
informações clínicas e administrativas sobre um paciente
e é totalmente configurável para servir às preferências
individuais de médicos e administradores. O MPI é um
recurso central para a identificação de pacientes e pode
ser executado como um produto só em uma organização
ou implantado como parte de um sistema maior estadual
ou nacional.
Devido às capacidades avançadas de integração
incorporadas ao TrakCare, seu EPR e MPI podem ser facilmente conectados a aplicativos e dados legados. Portanto,
tão logo um ou mais módulos do TrakCare sejam implantados, você começa a usufruir dos benefícios de um EPR
– com acesso imediato a todas as informações necessárias
para melhorar o atendimento aos pacientes.
O TrakCare é um HIS Rico em Funções que Lidera
o Mercado em Inter-Operabilidade e Flexibilidade
1
Um Ambiente Unificado de Informações
Grande parte do poder do TrakCare deriva do fato
de que todos os seus módulos compartilham o mesmo
modelo de dados, foco no paciente e um banco de dados
único de alto desempenho, o InterSystems Caché®. Deste
modo, os módulos do TrakCare não requerem integração
um com o outro, economizando tempo e custos. Devido à
sua construção como um sistema unificado, os modelos
do TrakCare requerem apenas um login para usuários e os
dados registrados uma única vez são imediatamente disponibilizados em todos os sistemas. Além disso, os sistemas de informação da saúde construídos sobre o Caché
são conhecidos por seu alto desempenho e escalabilidade.
O ambiente unificado de informação proporciona
diversos benefícios: compartilhamento simplificado de
informações, implantação mais rápida, custos mais baixos
e manutenção facilitada. Além disso, a rápida plataforma
de integração InterSystems Ensemble® incorporada ao
TrakCare garante a inter-operabilidade dos módulos do
TrakCare com outros aplicativos..
Diferente de muitos sistemas de informação da saúde
que evoluíram para se tornar compatíveis com Web, o
TrakCare foi projetado como uma solução baseada em
Web que permite o acesso seguro às informações dos
pacientes, independente da localização do profissional da
saúde. Por ser baseado em Web, o TrakCare também oferece o benefício da redução do custo - de hardware para
estações clientes enquanto minimiza despesas administrativas e de TI associadas a atualizações de software em
um ambiente tradicional de cliente/servidor.
O TrakCare Funciona à Sua Maneira
O TrakCare foi construído para satisfazer as necessidades do mercado internacional. Por exemplo, o sistema
TrakCare fornece suporte a múltiplos idiomas e moedas e
os usuários podem prontamente personalizar os layouts
para suportar o texto de idioma local.
A rigidez da maior parte das soluções HIS requer que
os profissionais da saúde modifiquem seus processos de
trabalho para se adaptar ao sistema ou suportem projetos
de implantação lentos e dispen-diosos com softwares.
O trabalhoso processo de criar especificações que detalhem as fases do projeto é frequentemente responsável
por atrasar as implantações de HIS. Se tudo não for perfeitamente definido, ou quando mudam as especificações,
a modificação destes sistemas é frustrante e difícil.
Na InterSystems, nós compreendemos seu desejo por
um sistema de informação da saúde que funciona à sua
maneira.
Com o TrakCare, os usuários podem estar rapidamente
prontos para o trabalho, com poderosas ferramentas para
a personalização de seus sistemas como e quando eles desejarem, proporcionando uma solução protegida contra a
obsolescência, que pode rapidamente abordar as mudanças nas políticas de tecnologia, administração e políticas
de saúde sem registros caros e lentos. Dois exemplos são
o Gestor de Fluxo de Trabalho e o Editor
de Layout.
O Gestor de Fluxo de Trabalho facilita o fluxo de processos de negócios de modo automatizado. Ele estabelece
uma sequência desejada para tarefas a serem realizadas
dependendo das condições e funções requeridas pelo
usuário, assim como processos secundários tais como
tarefas de impressão, alertas e mensagens.
O Editor de Layout integrado permite que os usuários
configurem todas as telas para que se ajustem não apenas
à função realizada, mas também às necessidades dos
indivíduos e grupos realizando essas funções. Os menus,
guiados por fluxos de trabalho, podem ser definidos para
um usuário individual ou para grupos de usuários. Cada
módulo inclui uma variedade de ícones e cores facilmente
identificáveis para destacar as condições dos pacientes.
Todos os ícones podem ser interativos e, quando selecionados, podem ser links para informações mais detalhadas, para fornecer instantaneamente uma visão geral do
paciente.
O FastTrak to EPR do TrakCare Comparado a HIS Tradicionais
•
Avanço do TrakCare
A abordagem do TrackCare para EPR:
• Construção de um único arquivo com módulos que operam
em um sistema único
• Começar com o EPR desde o primeiro módulo
• Plug and play com dados/sistemas existentes
• Protegido contra obsolescência para novos aplicativos,
dados e normas
HIS Tradicional
A Eterna Busca do EPR:
• Arrancar e substituir
• Módulos HIS para a interface um com o outro
• Construção de camadas externas para a integração a interface como dados/sistemas existentes
2
Seção 1: Ambientes de Atendimento do TrakCare
A flexibilidade sem igual do TrakCare o torna a escolha
ideal em diversos ambientes de atendimento. O TrakCare
é comprovado na demanda de atendimentos básicos e a
InterSystems utilizou suas funções principais e expandiu
o produto para servir as necessidades específicas dos
múltiplos ambientes de atendimento.
O TrakCare oferece configurações e funções avançadas específicas para ambientes de atendimento como
atendimento comunitário, departamento de emergência
e práticas multidisciplinares de policlínicas (incluindo
clínicos gerais). Os Módulos Fundação CIS e Fundação
PAS do TrakCare são configurados conforme os requisitos
únicos do ambiente de atendimento e são acompanhados
por um módulo que fornece funções adicionais específicas para o ambiente de atendimento. Independente da
implantação do TrakCare em um ou diversos ambientes
de atendimento, o sistema fornece uma solução completamente unificada que é prontamente conectada a outros
sistemas.
Ambientes de Atendimento do TrakCare
O histórico médico, os alertas,
as informações de encaminhamento e consultas de um cliente podem ser visualizados,
consultas podem ser marcadas
e novos planos de atendimento
podem ser criados a partir
da casa do cliente ao invés do
hospital.
A configuração de Gestão
de Saúde Comunitária auxilia o escopo de atendimento
ao fornecer ferramentas para a coordenação e gestão
do planejamento e atividades diárias da equipe e outros
recursos. Os detalhes administrativos e clínicos do cliente
podem ser registrados.
A solução de Gestão de Saúde Comunitária inclui é construído no EPR e permite a captura, exibição e análise de
informações do centradas no cliente, facilitando um melhor atendimento. Ela é totalmente unificada com todos
os módulos do TrakCare e suporta todos os envolvidos na
gestão e prestação de serviços ao cliente além do atendimento hospitalar.
A Gestão de Saúde Comunitária é totalmente unificada
com todos os módulos do
TrakCare e suporta todos os
envolvidos na gestão e fornecimento de serviços ao
cliente além do atendimento
hospitalar.
As funções da Gestão de Saúde Comunitária incluem:
Registro: permite que os usuários criem um novo
registro de cliente ou busquem um cliente existente já
registrado no TrakCare.
Alertas de Clientes: permite que os profissionais da
saúde Adicionem alertas e alergias e visualizem
aqueles previamente Registrados. É fornecida a natureza e severidade das reações alérgicas, notificando
o usuário sobre o risco potencial ao cliente. A severidade da reação pode ser codificada em cores para fornecer uma indicação visual das sensitividades alérgicas.
1.1 Atendimento Básico TrakCare
O TrakCare é comprovado mesmo nos maiores e mais
complexos ambientes com múltiplas unidadesde atendimento básico. Os Módulos Fundação, Fundação PAS, e
Departamentais & Adicionais do TrakCare fornecem ricas
funções no ambiente de atendimento básico. Os módulos
unificados são construídos no Registro Eletrônico de Pacientes. Consulte as seções 2.2, 2.3, e 2.4 para mais informações detalhadas.
1.2 Gestão de Saúde Comunitária TrakCare
Os clientes tratados na comunidade podem ter um
atendimento da mesma qualidade que receberiam em um
hospital. A configuração Gestão de Saúde Comunitária do
TrakCare possibilita isso ao fornecer aos profissionais móveis da saúde todas as informações normalmente
disponíveis de seus próprios consultórios.
A pequena área de ocupação, a facilidade de uso e a baixa
necessidade de manutenção do TrakCare o tornam uma
escolha atraente para unidades comunitárias que frequentemente possuem suporte de TI mínimo.
3
Os Alertas de Clientes registram detalhes como:
Alertas administrativos
(por ex., risco financeiro)
Alertas médicos
(por ex., diabético ou epilético)
Outros alertas
(por ex., “Cuidado: o cliente
possui um cão grande.”)
O Diário de Clientes oferece
uma visualização de consultas
e atividades, permitindo que
os profissionais da saúde
agendem e visualizem atividades planejadas a partir da
perspectiva do cliente.
O acesso dos usuários aos detalhes dos
alertas pode ser restringido
por controles de segurança.
• Análises: utiliza a ferramenta de Questionário do
TrakCare (formulário definido pelo usuário), permitindo que o profissional da saúde defina o conteúdo
da análise e crie modelos. As análises podem ser baseadas em medições por meio de um algoritmo que calcula
uma pontuação. O compartilhamento eletrônico de
informações de análises é fornecido sob controles de segurança e um histórico completo de alterações é mantido.
• Gestão de Encaminhamento: registra detalhes de
episódios e clientes, fundamentais para uma gestão
eficaz da saúde comunitária. O TrakCare oferece suporte
à criação e gestão de encaminhamentos de clientes
(incluindo encaminhamentos eletrônicos a partir de
fontes externas), assegurando que sejam Completamente documentadas e ativadas.
A gestão de encaminhamento inclui:
Registro de encaminhamentos
Análises de encaminhamentos
Resultados de encaminhamentos
• Gestão de Consulta: permite que os profissionais da
saúde agendem consultas para clientes nas clínicas ou
em casa. O sistema pode ser utilizado para o agendamento de recursos múltiplos (por ex., equipe ou equipa
mentos) para um serviço. A Gestão de Consulta oferece
suporte a um número ilimitado de departamentos ou
locais de serviço.
Registrar uma chegada
Agendar um retorno
Re-agendar uma consulta
Alterar detalhes de consultas
Cancelar uma consulta
Imprimir cartas ao cliente ou encaminhador
• Ligação Família/Atendente: permite que os membros
da família de um cliente sejam registrados ou adicio-nados ao banco de dados da comunidade. Esta função
auxilia, entre outras coisas, na gestão de comunicação e
consultas de famílias.
• Diário de Profissionais da Saúde: oferece uma lista de
consultas de clientes em um dado dia. É possível administrar encaminhamentos novos e internos a partir do
diário pessoal. Ele fornece uma lista de todos os clientes
com episódios abertos e assegura que os clientes ativos
sejam regularmente revisados.
• Diário de Clientes: oferece uma visualização de consultas e atividades, permitindo que os profissionais da
saúde agendem e visualizem atividades planejadas
a partir da perspectiva do cliente.
A Gestão de Consulta inclui a capacidade para:
Marcar consultas múltiplas e individuais
Anexar intervenções múltiplas e individuais a uma
consulta
Exemplo: Diário de Clientes
4
Exemplo: Plano de Atendimento ao Cliente – Análise e Atendimento a Diabéticos
Exemplo: Revisão de Solicitações como Resultado da Seleção do Plano de Atendimento
Planejamento de Atendimento: oferece suporte ao
planejamento de atendimento personalizado. Um plano
de atendimento pode ser atribuído a um cliente com
base em uma análise. Intervenções derivadas como resultados do planejamento são combinadas e agendadas
no diário do médico. Quaisquer conflitos de consulta
gerados nesse processo são destacados e são fornecidas
as funções para a resolução destes. É possível gerar
modelos de Planejamento de Atendimento.
5
Rastreamento de Registro de Clientes: oferece a
localização e gestão de registros de clientes, incluindo
registros médicos, gráficos odontológicos e psiquiátricos, reduzindo significativamente o tempo levado na realização de tais tarefas. Qualquer registro ligado a um
clientepode ser rastreado. O sistema mantém um
histórico de todas as movimentações para análises
posteriores.
Contato de Questionamento: permite que os profissionais da saúde registrem, emitam e monitorem o
estado de questionamentos feitos por um cliente ou outra pessoa. Detalhes, incluindo nome de quem ques-tionou, detalhes do contato e do cliente relacionado à
pergunta, podem ser registrados e emitios aos clínicos
pertinentes para providências subsequentes.
• Criação e Gestão de Eventos: permite que os usuários
criem Eventos e os administre a partir do diário do
profissional da saúde. Ele pode ser utilizado, por
exemplo, na gestão de seminários de promoção da
saúde, reuniões e funções. Os usuários convidam
indivíduos para participarem em um evento, e os RSVPs
podem ser rastreados. Os eventos podem ser criados
por cliente sou clínicos. O sistema pode alertar os clínicos sobre eventos futuros nos quais devem se apresentar perante um grupo.
• Queixas e Elogios: permite o registro e fornecimento
deretorno, tanto positivo como negativo, de modo
formal e estruturado. Pode ser utilizado para a revisão
de acordos de serviço com agências contratadas.
• Notificação a Clínicos Gerais: automaticamente notifica os clínicos gerais sobre o envolvimento do cliente
com uma agência, se desejado. Esta notificação pode ser
enviada via fax ou e-mail, ou impressa.
• Etiquetas e Formulários: produz uma variedade de
documentos impressos, incluindo etiquetas de clientes e
formulários de cadastro.
Aparelhos Móveis (Acesso no Ponto de Atendimento):
resolve os desafios do registro de informações no ponto
de atendimento. Ele aplica a última tecnologia para o
fornecimento de gráficos rápidos, acessíveis, precisos e
computadorizados na casa ou cabeceira do cliente.
O recurso de Aparelhos Móveis elimina o processo de
registro em papel para transcrição posterior.
1.3 Policlínica TrakCare
Independente de se o paciente possui uma condição
menos grave como uma gripe comum ou sofre de uma
condição crônica como diabete, uma policlínica é um
prestador completo de serviços de saúde. Uma policlínica
geralmente inclui amplo escopo de prestadores de saúde
e clínicas auxiliares, com serviços prestados por clínicos
gerais, enfermeiros e clínicos relacionados como fisioterapeutas e podólogos. Diferente de clínicas ambulatórias
tradicionais localizadas em unidades de atendimento terciárias, as policlínicas costumam ser autônomas e prestam
uma ampla variedade de serviços. Estes serviços variam
da administração de condições médicas agudas e crônicas
à educação da saúde, imunização infantil, exames, vacinações, serviços de raios-X e laboratório e procedimentos
cirúrgicos simples.
A configuração Policlínica do TrakCare facilita o agendamento eficiente de profissionais da saúde e localizações
de clínicas. A coordenação e gestão do planejamento e
atividades diárias pode ser baseada em um ambiente de
agendamento centralizado ou descentralizado. A pequena
área de ocupação, a facilidade de uso e a baixa necessidade de manutenção do TrakCare o tornam uma escolha
atraente para unidades policlínicas que frequentemente
possuem suporte de TI mínimo.
A função Policlínica é totalmente unificada com todos os
módulos do TrakCare. Esta unificação significa que informações relacionadas à pré-análise, atendimentos clínicos,
atendimentos de emergência, internações passadas e
serviços prestados como parte destes eventos, podem ser
visualizadas no EPR do paciente. Para qualquer atendimento clínico, os detalhes demográficos do paciente são
ligados a seus processos clínicos e de faturamento, o que
permite uma gestão clínica e financeira em tempo real dos
casos dos pacientes.
As funções policlínicas são derivadas do módulo de
Gestão Ambulatorial do TrakCare e são incrementadas por
meio do fornecimento de funções específicas adicionais ao
ambiente de atendimento.
As funções policlínicas incluem:
Gestão Ambulatorial do TrakCare: Consulte a seção
2.3.2 para mais detalhes.
Alta de Cliente: produz um resumo de alta ao final do
atendimento a um cliente e sua alta.
Gestão de Retorno: combina o agendamento de consultas e listas de retorno para facilitar o planejamento
do atendimento e análises por um período mais longo
de tempo, para a administração de coisas como vacinações de crianças, atendimento preventivo e análises
anuais. O usuário pode definir as agendas de consulta
(incluindo solicitações) em intervalos regulares ou
irregulares com flexibilidade para a geração da
próxima consulta de pacientes ou colocação do paciente
em uma lista definida de retornos. Só serão realizadas
consultas quando solicitado e após a confirmação do
paciente, minimizando a quantidade de ausências para
consultas e assegurando a máxima utilização dos recursos clínicos.
• Consulta SOAP: permite que os prestadores de atendimento criem e documentem consultas clínicas para
pacientes com base em uma estrutura padrão por meio
de informações Subjetivas, Objetivas, Análise e de Planejamento (SOAP). Categorias pré-definidas de consultas
auxiliam na condução das informações e das funções
disponíveis ao prestador de atendimento, incluindo
itens de observação, questionários (formulários definidos pelo usuário), solicitações de medicamentos, gestão
de retornos, informações clínicas e de pacientes, assim
como resumos clínicos. Durante a fase de planejamento
da consulta, são apresentadas aos usuários listas de
solicitações relevantes, com base no tipo de consulta a
ser completada ou o diagnóstico registrado.
A metodologia SOAP para consultas também permite o
prestador de atendimento:
Agrupar visitas por tipo
Copiar consultas e solicitações de uma visita à outra
Marcar uma consulta como significativa
Registrar um diagnóstico por meio do SNOMED, ICD,
ou convenções específicas do local
Mapear descobertas objetivas e exibi-las em todas as
consultas documentadas com a visita ativa exibida em
fonte padrão e observações de visitas anteriores em
itálico para fácil identificação
Buscar uma consulta específica
6
Atendimento Imediato: permite que os prestadores
de atendimento administrem pacientes que chegam à
policlínica sem consulta.
Ele permite o usuário:
Triar o paciente
Prestar atendimento ao paciente sem precisar
agendar uma consulta, caso o paciente não necessite
passar por um clínico geral
Encaminhar o paciente a uma consulta clínica no dia
ou em uma data futura
Automaticamente encaminhar um paciente para
uma consulta com um prestador atendimento/clínico disponível para atendimento imediato
Rastreamento de Pacientes e Gestão de Filas: forne
cem aos recepcionistas e prestadores de atendimento
uma visão geral da localização de pacientes de policlínicas com relação à suas visitas.
Eles podem determinar se:
O paciente chegou e está na sala de espera.
O paciente está com o prestador de atendimento.
O paciente partiu da policlínica.
O paciente está com outro prestador de atendi
mento.
O paciente terá uma longa espera na fila.
Lista de trabalho: exibe as clínicas e consultas diárias
ou semanais para os prestadores de atendimento da
policlínica. Grande parte das funções requeridas para a
gestão diária de clínicas e consultas está disponível a
partir da lista de trabalho, incluindo a atualização do
estado de uma consulta, alteração de campos de consultas para uma sessão clínica ou atualização de detalhes de consulta e detalhes do paciente. Os usuários
podem também definir suas preferências clínicas. As
preferências clínicas permitem que os usuários definam
uma lista de clínicas regularmente acessadas que devem
ser administradas.
Ligação Família/Atendente: permite que os membros
da família de um cliente sejam registrados ou adiciona
dos ao banco de dados de policlínicas. Esta função
auxilia, entre outras coisas, na gestão de comunicação e
consultas de famílias.
Análises: utiliza a ferramenta de Questionário do
TrakCare (formulário definido pelo usuário), permitindo que o profissional da saúde defina o conteúdo
da análise e crie modelos. As análises podem ser baseadas em medições por meio de um algoritmo que calcula
uma pontuação. O compartilhamento eletrônico de
informações de análises é fornecido sob controles de
segurança e um histórico completo de alterações é
mantido.
Planejamento de Atendimento: oferece suporte ao
planejamento de atendimento personalizado. Um plano
de atendimento pode ser atribuído a um cliente com
base em uma análise. Intervenções derivadas como resultados do planejamento são combinadas e agendadas
no diário do médico. Quaisquer conflitos de consulta
gerados nesse processo são destacados e são fornecidas as funções para a resolução destes. É possível gerar
modelos de Planejamento de Atendimento.
1.4 Emergência TrakCare
A configuração de Emergência do TrakCare facilita a
classificação e o tratamento dos pacientes e é destinada a
realizar o cadastro, a movimentação e a captura de intervenções de atendimento durante consultas de emergência.
No ambiente de emergência, informações prontamente
acessíveis são fundamentais, mas elas devem ser claramente visíveis e não confusas. E mais importante, as
informações devem ser atualizadas de maneira dinâmica
conforme ocorrem os eventos, permitindo que os clínicos
realizem análises rápidas e acuradas. O TrakCare oferece
suporte a um ambiente ocupado com o uso hábil de cores
e ícones para alertas sem distrações. Todos os usuários
têm acesso aos dados em tempo real, de modo que a coordenação e a gestão eficiente do progresso do paciente,
salas de emergência, recursos e equipe são possíveis para
equipes clínicas e não-clínicas.
A função de Emergência é totalmente unificada com
todos os módulos do TrakCare, de modo que as informações relacionadas à pré-análise, atendimentos clínicos,
atendimentos de emergência, internações passadas e
serviços prestados como parte destes eventos, podem ser
visualizadas no EPR do paciente. A configuração inclui um
módulo de Emergência com funções específicas para o
ambiente de atendimento.
As funções da Gestão de Emergência incluem:
Registro: permite que os usuários criem um novo
registro de cliente ou busquem um cliente existente já
registrado no TrakCare.
7
Gestão de Incidentes: fornece ao departamento de
Emergência a capacidade para a preparação e aceitação
de um número pré-definido de pacientes não identificados de incidentes graves, como acidentes de veículos automotores ou desastres naturais.
Classificação: permite que os profissionais da saúde
separem pacientes de urgência crítica de casos menos
urgentes para assegurar que o atendimento seja
fornecido da maneira mais eficiente e eficaz, de acordo
com protocolos autorizados. O recurso de Classificação
permite que o usuário registre os detalhes de classifi
cação de um paciente, incluindo data, hora e categoria
de classificação. Estes dados determinarão a prioridade
de emergência de cada paciente. Uma cor específica é
atribuída a cada paciente com base na categoria de
classificação.
Pacientes de Emergência Frequentes: assegura que
os pacientes com consultas de emergência excessivas
sejam automaticamente destacados para a equipe como
“pessoa em risco” potencial. O estado de risco é indicado
por meio de mensagens de aviso na exibição de um
ícone de alerta e é também fornecido um recurso de
busca.
Clínico: é utilizado para criar um registro de todos os
profissionais da saúde que participaram ativamente na
prestação de atendimento para um paciente. Um histórico das atividades de profissionais de saúde é mantido.
Planta: exibe geograficamente as salas de espera,
cubículos e salas de operação disponíveis no departamento de Emergência. O usuário pode prontamente ver
onde os pacientes estão além de informações selecionadas da planta. É possível mover um paciente de um local
(leito ou cubículo) a outro (incluindo salas de espera)
no departamento de Emergência por meio da função de
arrastar e soltar.
Visualização múltipla: é utilizada para a busca por
internações de emergência em um período de tempo
para uma localização ou tipo de localização.
Movimento: registra a movimentação de um paciente
de um departamento de Emergência a uma localização
temporária, como o departamento de Radiologia.
A utilização de cores em Plantas e Listas de Trabalho
fornece um sinal visual caso o paciente esteja tempo
rariamente ausente do leito ou cubículo designado.
Solicitações de Leito: é utilizado caso um paciente
de emergência necessite internação em alguma ala.
A solicitação é registrada e transmitida ao administra
dor de leitos. O encaminhamento de uma ala e leito pelo
administrador de leitos:
Notificará o departamento de Emergência de que o
paciente pode ser preparado para encaminhamento.
Alertará a equipe da ala sobre uma transferência/
internação de paciente em emergência.
Coletará os dados disponíveis do paciente e eliminará a necessidade de novo registro de informações.
Solicitações de Quadros: facilita a requisição e
rastreamento de quadros em papel de pacientes. Estes
documentos podem incluir os registros médicos, gráficos odontológicos e psiquiátricos e radiologias dos pacientes. As solicitações para registros podem ser
ativadas automaticamente ou manualmente.
Solicitação de Centro de Operações: é utilizado caso
um paciente em emergência requeira um procedimento
cirúrgico. A solicitação é registrada no módulo do
Centro de Operações do TrakCare diretamente a partir
do departamento de Emergência.
Alta: permite que os detalhes de alta
de um pacientes sejam registrados
A designação da data e hora de uma
alta automaticamente removerá o
paciente da Planta de Emergência
e da lista de pacientes.
O EPR oferece uma
exibição de todas as
informações coletadas
e pode incluir solicitações
e resultados dos departamentos de laboratório e
radiologia, prescrições
médicas ou um resumo
de alta para um episódio
específico ou para episódios ligados.
Cartas: é um recurso para a
produção de correspondências para
o paciente. O formulário das cartas
é definido pela organização,
entretanto a InterSystems pode fornecer um conjunto inicial de modelos.
Um histórico de correspondências está disponível,
documentando a data e hora de criação e quaisquer
reimpressões realizadas. É possível visualizar os documentos enviados.
“Escaneamento” de Documentos: permite que os
usuários associem um documento “escaneado” com
o registro de um paciente. Por exemplo, uma imagem de contusão resultante de um acidente pode ser
escaneada e designada para um episódio de emergência específico.
Etiquetas e Formulários: produz uma variedade de
documentos impressos, incluindo etiquetas de clientes
e formulários de cadastro.
Registro Eletrônico de Pacientes: captura o escopo de
informações clínicas e administrativas sobre o paciente. Ele contém dados demográficos, histórico médico,
internações anteriores, cirurgias anteriores e informações do histórico de obstetrícia do paciente. O EPR
oferece uma exibição de todas as informações coletadas
e pode incluir solicitações e resultados dos departamentos de laboratório e radiologia, prescrições médicas
ou um resumo de alta para um episódio específico ou
para episódios relacionados. Para mais detalhes sobre
o último item, consulte a Seção 2.2 (Fundação CIS
TrakCare).
8
Seção 2: Módulos TrakCare
2.1 Componentes Principais do TrakCare
Central a todos os módulos do TrakCare é o Registro
Eletrônico de Pacientes (EPR). O Índice Geral de Pacientes (MPI) é subjacente ao EPR e ambos são fornecidos
tão logo o TrakCare é implantado, seja para fins clínicos,
administrativos ou departamentais.
2.1.1 Registro Eletrônicos de Pacientes (EPR)
O EPR integrado do TrakCare é destinado a capturar o
escopo de informações clínicas e administrativas sobre
um paciente. O registro contém dados demográficos,
histórico médico, internações anteriores, cirurgias anteriores e informações do histórico de obstetrícia do paciente.
O histórico médico inclui alergias, doenças, e o histórico
familiar e social. As informações do paciente podem ser
capturadas a partir de sistemas de legado por meio do
Módulo de Conectividade do TrakCare, que utiliza a plataforma de integração Ensemble. As informações também
podem ser obtidas diretamente a partir de qualquer outro
módulo do TrakCare. O tipo de dado disponível dependerá das fontes de dados conectadas, mas podem incluir
solicitações e resultados para laboratório, radiologia,
prescrição ou geração de um resumo de alta para um
episódio específico ou para episódios relacionados.
Para acessar o EPR, um paciente é localizado por um
identificador, nome único ou por meio de uma lista
opcional de favoritos frequentemente vistos por um
clínico. O EPR oferece uma exibição de todas as informações disponíveis do paciente.
O EPR inclui:
Alergias e Alertas: permite que os profissionais da
saúde visualizem alergias e alertas registrados e ainda
adicionem novos. Além de notificar os clínicos de riscos
potenciais ao paciente, também estão disponíveis as
informações sobre a natureza e severidade das reações
alérgicas. A severidade pode ser codificada em cores
para fornecer uma indicação visual das sensitividades
alérgicas.
Histórico de Resumos Clínicos: permite que o clínico
visualize resumos clínicos anteriores (incluindo alta)
gerados para um paciente. Pode ser visualizado em
formato tabular ou de texto.
Registro de Diagnósticos: permite a inclusão de múltiplos diagnósticos e seus estados para cada episódio de
paciente, incluindo diagnósticos de internação, final, de
suspeita e de alta. Os diagnósticos podem ser feitos com
base na Classificação Internacional de Doenças e Procedimentos (CID) da OMS ou um sistema semelhante de
codificação.
Lista de Episódios e Linha Cronológica: exibe graficamente o EPR do paciente. Permite também que os profissionais da saúde selecionem um ou mais episódios
para visualizar os dados do paciente no formado dos
quatros definidos do EPR.
Histórico de Solicitações e Resultados: apresenta o
histórico de solicitações e resultados de procedimentos
diagnósticos e investigativos. Os resultados são imediatamente disponibilizados a partir de qualquer módulo
do TrakCare e podem também ser enviados ao EPR a
partir de sistemas legados de departamentos por meio
do Módulo de Conectividade do TrakCare, que utiliza a
rápida plataforma integração Ensemble. Isto fornece
aos profissionais da saúde acesso aos resultados do
EPR. Os resultados podem ser exibidos em formato
singular ou cumulativo e são apresentados com indicadores clínicos, incluindo resultados anômalos, ordens
de referência e estados críticos, quando aplicável.
Os realces e ícones do sistema funcionam como alertas
para resultados novos e anômalos.
Exemplo: Ícones do EPR
Solicitação de imagem
Resultados de imagem disponíveis
Solicitação de laboratório
Resultado de laboratório disponível
Resultado de laboratório com atraso
Resultado anômalo
Resultado anômalo – lido
Resultado anômalo – não lido
Resultado normal – não lido
Notas Clínicas /do Paciente: permitem que o clínico
registre e visualize as condições do paciente. As ferramentas de registro de dados incluem a visualização das
modificações em notas e registros de texto codificado,
facilitando o rápido registro de frases e comentários
padrão.
Histórico de Pacientes: permite que os profissionais
da saúde visualizem, alterem ou adicionem o histórico
médico social e familiar do paciente.
9
Exemplo: Ícones do EPR
2.1.2 Índice Geral de Pacientes (MPI)
O MPI do TrakCare possibilita que as unidades de saúde
registrem informações abrangentes sobre um paciente.
O MPI é subjacente ao EPR dos pacientes. As funções
do MPI são disponibilizadas independentemente, mas
são também parte integral de cada módulo do TrakCare
(por ex., quando um paciente é internado no hospital, as
funções de Busca e Registro do MPI podem ser incluídas como parte do fluxo de trabalho para os processos
de internação). O MPI pode ser executado de maneira
independente em uma organização ou ser parte de um
sistema maior estadual ou nacional. Nesta situação, um
paciente pode ter um identificador local assim como um
identificador estadual ou nacional. O sistema do TrakCare
permite que o identificador seja designado pelo provedor
apropriado. Um identificador único do hospital diferencia da paciente. O formato deste identificador é definível
pela organização e pode ser puramente numérico ou uma
combinação de caracteres alfa-numéricos. O identificador
da organização pode ser automaticamente designado ao
paciente ou registrado manualmente durante o cadastro.
O MPI normalmente inclui:
Campos para o registro dos detalhes sócio-demográficos, incluindo campos obrigatórios definidos pelo
usuário (por ex., cargo do paciente, sobrenome,
primeiro nome, sexo, data de nascimento, endereço,
idioma falado e naturalidade)
Links para outras telas para registro ou visualização:
Outros detalhes de endereço (por ex., endereços an
teriores, endereço postal e endereço de correspondência)
Detalhes de contato (por ex., parente próximo,
parente mais próximo ou fiador)
Alertas (por ex., médicos, administrativos e clínicos)
Detalhes de réplica (por ex., nomes, sexo e data de
nascimento)
Detalhes do clínico geral
Histórico de doutores da família
Outros links (por ex., família ou mãe/filho)
Detalhes de balanço, tais como quem atualizou o
registro, alterações feitas no registro e quem
visualizou o registro
2.1.3 Módulos de Saúde
O TrakCare oferece um amplo conjunto de módulos
de saúde que auxiliam no correto funcionamento das
unidades de saúde. Como padrão, o sistema é centrado no
paciente, administrando os aspectos clínicos e administrativos do atendimento por meio do EPR. O EPR e o MPI
subjacente são integrais a cada módulo do TrakCare e
todos os módulos são construídos no mesmo banco de
dados de alto desempenho do Caché.
10
Os módulos do TrakCare incluem:
Fundação CIS TrakCare
(Sistema de Informações Clínicas)
Fundação PAS TrakCare
(Sistema de Administração de Pacientes)
Além da Fundação CIS e Fundação PAS, o TrakCare oferece
ambientes de atendimento e módulos departamentais e
adicionais, incluindo:
Gestão de Saúde Comunitária TrakCare
Policlínica TrakCare
Gestão de Emergência TrakCare
Gestão de Centro de Operações TrakCare
Maternidade TrakCare
Área de Trabalho Departamental e de
Radiologia TrakCare
Prescrição TrakCare
Farmácia TrakCare
Faturamento de Pacientes TrakCare
Suporte Ativo a Decisões TrakCare
Conectividade TrakCare
Laboratório TrakCare (LAB)
Módulos do TrakCare
O TrakCare oferece suporte a todo o escopo de atendimento, fornecendo as
informações certas ao profissional de saúde certo na hora certa.
11
O TrakCare Oferece Suporte ao Escopo de Atendimento
2.2 Fundação CIS
(Sistema de Informações Clínicas) TrakCare
Considere os problemas que surgem quando um paciente idoso e confuso se apresenta para o tratamento e não
consegue lembrar as experiências médicas anteriores.
Imagine se o médico puder acessar imediatamente
o histórico completo desse paciente a partir de uma única
tela. Os diagnósticos e o tratamento podem ser realizados
de maneira muito mais rápida e precisa. E é isso o que a
Fundação CIS do TrakCare oferece.
Todas as funções do TrakCare são construídas no Registro Eletrônico de Pacientes (EPR) e permitem a captura,
exibição e análise de informações do paciente, facilitando
um melhor atendimento. A Fundação CIS do TrakCare
oferece as funções principais necessárias para a gestão
clínica de pacientes.
A Fundação CIS do TrakCare permite que profissionais
da saúde autorizados revejam e documentem o atendimento. Procedimentos diagnósticos, tratamentos, registros de consultas e observações são registradas no EPR
do paciente. Os dados podem ser registrados, exibidos e
acessados por meio do amplo escopo de opções de documentação e exibição fornecido pelo TrakCare.
As solicitações eletrônicas e a gestão de resultados são
recursos chave da Fundação CIS do TrakCare.
A Fundação CIS do TrakCare pode ser implantada como
um único produto integrado a sistemas existentes ou em
paralelo com um ou mais módulos do TrakCare. Após a
instalação com outros módulos do TrakCare, a Fundação
CIS se torna totalmente unificada.
Funções da Fundação CIS
Todas as funções clínicas começam com a Fundação CIS do
TrakCare e incluem:
EPR e MPI (consulte as seções 2.1.1 e 2.1.2, respectivamente, para detalhes)
Resumo Clínico
Áreas de Trabalho do Prestador de Atendimento
e Listas de Trabalho
Documentação de Atendimento
Registro Solicitação e Resultados e Comunicações
Observações e Gráficos
A Fundação CIS oferece as funções principais
necessárias para a gestão clínica de pacientes.
12
O TrakCare Oferece Suporte ao Escopo de Atendimento
2.2.1 Resumo Clínico
Resumo Clínico: fornece um resumo da atividade
clínica e administrativa quando um paciente recebe alta
ou é transferido a outro serviço. É usado na comunicação com clínicos de consulta e outros prestadores de
aten-imento envolvidos no tratamento do paciente.
O Resumo Clínico inclui os seguintes recursos:
Formato e Conteúdo Configurável: pode ser projetado
(por meio das ferramentas de relatório) para uma série
de configurações clínicas. As informações de pacientes
fornecidas no relatório podem incluir dados já disponíveis no registro existente do paciente, tais como
diagnóstico principal, outras condições e complicações,
procedimentos, medicamentos, parecer clínico e planos
de gestão. É possível também adicionar textos estruturados. Os dados selecionados para inclusão no resumo
podem ser marcados como clinicamente significativos
se desejado.
Tipos Múltiplos de Documentos: oferece suporte a
diferentes tipos de resumos, incluindo alta de internos,
transferências de internos ou idosos ou altas de
enfermagem.
Resumos de Múltiplos Episódios: podem ser produzidos para um ou mais episódios, incluindo episódios
sem alta, alta estatística e re-internações estatísticas.
Os episódios podem também ser identificados como
não requerentes de resumo.
13
Distribuição Automatizadas: oferecem suporte à
transferência eletrônica, impressão e envio por e-mail
aos destinatários selecionados pelo usuário. A lista de
distribuição pode incluir profissionais da saúde ou organizações externas.
Recursos de Segurança: asseguram que apenas
usuários autorizados possam alterar o Resumo Clínico.
Há flexibilidade para reter resumos de alta/transferência/clínicos criados anteriormente e produzir novas
versões, que podem ser atualizados.
2.2.2 Áreas de Trabalho do Clínico
e Listas de Trabalho
Área de Trabalho do Clínico
A Área de Trabalho do Clínico TrakCare fornece funções
para a localização, visualização e gestão de detalhes do
paciente assim como para a gestão de quadros eletrônicos
do progresso do paciente. Isso permite que os profissionais de saúde autorizados documentem o atendimento
e registrem solicitações de tratamento e investigação
diretamente no EPR do paciente.
Intervenções derivadas como resultados do planejamento são combinadas e agendadas no diário do
clínico. É possível criar modelos de Planejamento de
Atendimento.
A Área de Trabalho do Clínico inclui as seguintes funções:
Listas de Trabalho: permitem que os profissionais da
saúde definam e criem listas de pacientes ou episódios
frequentemente acessados para consulta rápida. As listas de Trabalho disponíveis incluem pacientes e episódios favoritos, assim como solicitações e resultados.
Processos Clínicos: permite que os clínicos definam
as tarefas necessárias para o atendimento a um paciente
com um diagnóstico em particular ou motivo de
encaminhamento.
Consultas de Pacientes e Análises: fornecem uma
maneira ágil para que clínicos documentem rapidamente todos os aspectos do processo de consulta, incluindo registro de diagnósticos e planejamento.
Planos de Atendimento: oferecem suporte ao planejamento de atendimento personalizado. As intervenções
derivadas como resultados do planejamento são combinadas e agendadas no diário do clínico. É possível
criar Modelos de Planejamento de Atendimento.
Área de Trabalho dos Enfermeiros
A Área de Trabalho dos Enfermeiros do TrakCare
permite que os enfermeiros rastreiem e administrem seu
trabalho diário, melhorando a eficiência e o atendimento.
A Área de Trabalho dos Enfermeiros define claramente as
intervenções e tarefas de enfermagem diárias.
A Área de Trabalho dos Enfermeiros inclui as seguintes:
Rastreio de Trabalho: possibilita que os enfermeiros
construam listas de trabalho para pacientes de acordo
com vários critérios de seleção tais como especialidade,
prestador de atendimento, tipo de paciente, localização
do paciente, solicitações e resultados, e prioridade.
Administração de Medicamentos: torna visíveis na
Área de Trabalho dos Enfermeiros os medicamentos e
fluidos solicitados para um paciente. A área de trabalho
exibe tudo o que deve ser administrado ao paciente e
fornece um processo ágil para a documentação da
administração desses medicamentos.
Observações: permitem o registro de observações
clínicas de um paciente em todos os episódios do atendimento. O TrakCare permite que os clínicos registrem
as medições do paciente tais como peso, frequência
cardíaca e pressão sanguínea diretamente no EPR.
Coleta de Espécimes: permite a visualização e coleta
de espécimes conforme requerido para exames de
laboratório.
Percursos Clínicos: permite que os clínicos definam
as tarefas necessárias para o atendimento a um paciente
com um diagnóstico em particular ou motivo de
encaminhamento.
Planos de Atendimento: oferecem suporte ao planejamento de atendimento personalizado. As intervenções
derivadas como resultados do planejamento são
combinadas e agendadas no diário do clínico. É possível
criar Modelos de Planejamento de Atendimento.
14
Exemplo: Área de Trabalho do Clínico
Escaneamento e Associação de Imagens: permite
que documentos e arquivos de imagem sejam diretamente ligados ao episódio de atendimento de um paciente ou itens de solicitação selecionados.
Listas de Trabalho
Lista de Pacientes e Episódios Favoritos: permite que
os profissionais da saúde adicionem pacientes frequentemente acessados ou episódios de pacientes
específicos frequentemente acessados a uma lista
definida para consulta rápida.
Lista de Pacientes do Prestador de Atendimento:
permite que os clínicos construam listas de pacientes atuais de acordo com suas especificações, baseadas
em vários critérios de seleção, tais como especialidade,
prestador de atendimento, tipo de paciente e localização do paciente.
Listas de Trabalho de Solicitações e Resultados:
fornecem dados de laboratório, radiologia e medicamentos ao ponto de atendimento. As listas de solicitações fornecem a fundação para o registro e comunicação de informações sobre exames, resultados e tratamentos para cada paciente. A lista de resultados permite que o clínico acesse os resultados do paciente
online e revise as solicitações de acordo com padrões
especificados e critérios selecionados. É possível definir
e salvar os padrões e as preferências específicas de um
clínico.
Lista de Tarefas: permite que os prestadores de
atendimento definam manualmente tarefas de itens não
solicitados que devem ser realizadas. Estas tarefas
podem ser designadas ao prestador de atendimento
conectado ou outros prestadores de atendimento. As
tarefas podem ser referentes a um paciente específico
ou a atividades não relacionadas à pacientes.
15
2.2.3 Documentação de Atendimento
Consulta SOAP: é um processo que permite que os
prestadores de atendimento criem e documentem
consultas clínicas para pacientes com base em uma
estrutura padrão por meio de informações Subjetivas,
Objetivas, Análise e de Planejamento (SOAP). Categorias pré-definidas de consultas auxiliam na condução
das informações e das funções disponíveis ao prestador
de atendimento, incluindo itens de observação,
questionários (formulários definidos pelo usuário),
solicitações de medicamentos, gestão de retornos,
informações clínicas e de pacientes, assim como resumos clínicos. É possível realizar a análise de diagnósticos na consulta SOAP, que podem também ativar uma
lista de solicitações relevantes para seleção fácil.
Histórico de Pacientes: para a visualização ou
acréscimos a um histórico existente (por ex., médico,
familiar e social)
Descobertas Subjetivas: registro de queixas e qualificadores adicionais
Descobertas Objetivas: registro de observações e
questionários
Análise: registro de diagnósticos e notas clínicas
Plano: Geração de solicitações
Exemplo: Consulta SOAP
Processos Clínicos: permite que os clínicos definam as
tarefas necessárias para o atendimento a um paciente
com um diagnóstico de internação em particular ou
motivo de encaminhamento. O processo clínico guia o
clínico, durante a fase de atendimento, por meio de protocolos padrões locais. Solicitações e exames de rotina
são automaticamente registrados no plano de atendimento do paciente. O clínico pode acompanhar o
progresso do atendimento ao visualizar o processo
clínico designado e é possível realizar ajustes no plano,
se necessário. Os Processos Clínicos são desenvolvidos
e administrados pela organização e são úteis na
definição de padrões de atendimento.
Planos de Atendimento: oferecem suporte ao planejamento de atendimento personalizado. As intervenções derivadas como resultados do planejamento são
combinadas e agendadas no diário do clínico. O sistema
permite a criação de Modelos de Planejamento de Atendimento. Um plano de atendimento pode ser designado
a um paciente com base em uma análise. Os Planos de
Atendimento também incluem a integração automática
de intervenções necessárias conforme determinado na
formulação do plano de atendimento.
Notas Clínicas: permitem que o clínico crie notas de as
classifiquem de acordo com o tipo (por ex., Notas do
Centro, Notas de Dieta e Notas de Progresso).
As categorias são definíveis no local. É possível configurar e pesquisar a exibição de Notas Clínicas no EPR.
Registro Flexível de Dados: há opções disponíveis
para diferentes tipos de documentação de atendimento, incluindo anotação em imagens, registro de
dados codificados, registro de “texto enlatado”, registro
de texto livre, gravação de voz, escaneamento e armazenamento de documentos e registro de dados numéricos por meio de campos manuais ou calculados.
2.2.4 Registro de Solicitação e Resultado
e Comunicações
O TrakCare facilita uma abordagem proativa ao atendimento por meio da abrangente função de Solicitação
e Resultado. As ferramentas e visualizações de Registro
de Solicitação e Resultado são a base para o registro e
comunicação de informações sobre decisões de solicitações, exames, resultados e atendimento de modo eficiente
e eficaz.
A função de Solicitação
A função de Solicitação e
e Resultado do TrakCare
Resultado do TrakCare oferece
oferece dados online e em temdados online e em tempo real do
po real do paciente a qualquer
paciente a qualquer instante do
instante do processo de atenprocesso de atendimento. Com o
TrakCare, os clínicos não ficam
dimento. Com o TrakCare, os
ligados a papéis para prestar
clínicos não ficam ligados
atendimento e avaliar resultados.
a papéis para prestar atendimento e avaliar resultados.
O Registro de Solicitação e Resultado e Comunicações
incluem:
Histórico de Solicitação e Resultado do EPR:
apresenta o histórico de solicitações e resultados de
procedimentos diagnósticos e de investigação.
Registro de Solicitações: captura informações clínicas
relevantes enquanto minimiza a necessidade de um
registro manual De dados. O Registro de Solicitações
pode exibir informações padrão para cada solicitação
específica.
Solicitações Favoritas: são itens frequentemente
solicitados para seleção rápida durante o processo de
registro de solicitações. A lista de solicitações favoritas
pode ser definida em níveis de região, organização,
localização, grupo ou indivíduo
16
Perguntas de Solicitações: podem ser definidas para
exibição em diversos pontos no fluxo de trabalho do
registro de solicitações, assegurando que informações
clínicas relevantes sejam sempre coletadas. As respos
tas às perguntas podem preenchidas automaticamente
com base em respostas anteriores ou exibir resultados
interessantes de patologias. Limites de validade estão
disponíveis para perguntas já respondidas para auxiliar
a assegurar que informações atualizadas sejam
-fornecidas.
Conjuntos de Solicitações: possibilita que os profissionais da saúde rapidamente ordenem um grupo de
itens, ao invés da seleção individual.Um exemplo disto é
um conjunto padrão de solicitações para um paciente
com dores no peito.Este conjunto pode incluir diversos
exames de sangue, um ECG, um ECG destacado e um
raio-X do tórax.
Alertas de Registro de Solicitações: são ativados por
combinações de evento, incluindo:
Avisos de alergia
Avisos de solicitação duplicada
Avisos de restrição de idade/sexo
Marcações adicionais podem ser definidas
pela organização
Restrições de Segurança de Solicitações: restringem
a habilidade do usuário para solicitar itens e visualizar
solicitações e resultados com base na designação de
segurança de grupo. Uma função de trilha de auditoria
está disponível em todas as partes do processo
de solicitação.
Registro de Resultado: é efetuado no TrakCare por
várias maneiras. Por exemplo, o TrakCare pode receber
os resultados eletronicamente a partir dos sistemas de
partamentais ou externos via HL7 ou diretamente a
partir de qualquer módulo do TrakCare. Os resultados
podem incluir dados capturados em um questionário
(formulário definido pelo usuário), documentos ditados
ou transcritos, observações e dados atômicos tais como
resultados de laboratório.
Os resultados podem incluir dados capturados em
um questionário (formulário definido pelo usuário),
documentos ditados ou transcritos, observações e
dados atômicos tais como resultados de laboratório.
Exibição de Resultados: inclui indicadores clínicos tais
como resultados anômalos, ordens de referência e esta
dos críticos, se disponível. São fornecidos alertas
indicando resultados anômalos e novos por meio de
destaques e ícones do sistema. Os resultados não lidos
são claramente indicados e a trilha de auditoria inclui o
leitor e todos que visualizaram o resultado. Os resultados podem ser exibidos em formato singular ou cumulativo e podem também ser definidos para exibição em
gráfico.
2.2.5 Observações e Gráficos
Esta função permite o registro das observações clínicas
de um paciente em todo o episódio do atendimento.
O TrakCare permite que os clínicos registrem medições
de pacientes tais como peso, frequência cardíaca e
pressão sanguínea direto no EPR. As medições podem ser
esquematizadas para exibir alterações no decorrer de um
período e podem ser impressas, se solicitado.
Os resultados anômalos podem ser destacados após sair
das séries de referência determinadas pela organização.
A observações podem ser definidas para se ajustarem aos
requisitos clínicos do local ou de outros usuário e podem
ser acessado a partir do EPR ou da lista de trabalho dos
enfermeiros ou outros fluxos de trabalho. É possível adicionar comentários a qualquer observação.
Estão disponíveis funções gráficas pré-definidas e eventuais. É possível definir gráficos interativos, permitindo
que clínicos e enfermeiros registrem valores diretamente
no gráfico. Os gráficos podem ser incorporados a um
quadro do TrakCare EPR ou acessado a partir de um link.
São suportadas ordens de referência, codificação por
cores, valores ligados, dicas de ferramentas e esquematização de variáveis em múltiplos eixos.
Exemplo: Quadro de Observação de Sinais Vitais
17
Exemplo: Quadro de Observação de Sinais Vitais
2.3 Fundação PAS
(Sistema de Administração de Pacientes) TrakCare
A Fundação PAS do TrakCare automatiza o fluxo de trabalho associado populações hospitalares (internações), ambulatoriais e de emergência para assegurar a satisfação de
necessidades administrativas das organizações de saúde
institucionais e comunitárias. Utilizado extensivamente
em países onde milhares de pacientes são administrados e
faturados diariamente, a Fundação PAS é construído para
lidar com grupos pequenos e grandes de pacientes.
A Fundação PAS inclui módulos ambulatoriais e hospitalares além de capacidades extensivas para a lista de
espera, retorno, gestão de registros médicos e codificação.
Cada módulo ajuda a satisfazer os requisitos únicos do
registro e gestão de populações
específicas de pacientes. A fundação PAS também inclui
funções específicas às necessidades de administração de
pacientes de maternidades e centros de cirurgia.
A equipe de administração tem acesso às ferramentas
para a captura de dados, coordenação e administração de
encontros com pacientes no escopo de atendimento de
maneira inteligente, eficiente e automatizada.
A Fundação PAS do TrakCare pode ser implantada como
um produto único integrado com sistemas existentes ou
em paralelo a um ou mais módulos do TrakCare. Após a
instalação com outros módulos do TrakCare, a Fundação
PAS é totalmente unificada. Esta unificação significa que
informações relacionadas à pré-análise, consultas clínicas
e de emergência, internações passadas e serviços prestados como parte destes eventos estão disponíveis para
visualização no EPR do paciente.
18
Fundação PAS do TrakCare
Funções da Fundação PAS
2.3.1 Gestão Hospitalar
Todas as funções de administração de pacientes do
TrakCare começam com a Fundação PAS do TrakCare
e incluem:
Imagine uma unidade onde o histórico médico completo
de um paciente esteja instantaneamente disponível,
atualizado e visível na tela a partir do momento da
identificação do paciente. O quão fácil se tornaria
a gestão hospitalar?
O módulo de Gestão Hospitalar (IPM) do TrakCare
é uma ferramenta abrangente que opera em qualquer
ambiente, de uma organização única a corporações
grandes e complexas, com múltiplos locais. Ele oferece
as funções necessárias para a gestão de populações
e eventos hospitalares.
O IPM, quando instalado com outros módulos do
TrakCare, é totalmente unificado, de modo que as informações relacionadas à pré-análise, consultas clínicas e
de emergência, internações passadas e serviços prestados como parte destes eventos estão disponíveis para
visualização no EPR do paciente. Além disso, os registros
médicos de pacientes podem ser automaticamente ou
manualmente solicitados e rastreados de acordo com as
movimentações do paciente. Onde aplicável, o módulo
IPM também oferece um processo automático de faturamento para pacientes que receberam serviços faturados.
EPR e MPI (consulte as seções 2.1.1 e 2.1.2,
respectivamente, para detalhes)
Gestão Hospitalar
Gestão Ambulatorial
Gestão de Registros Médicos:
Solicitação e Rastreamento de Registros
Codificação e Agrupamento
Lista de Espera e Gestão de Retorno
19
As funções do IPM incluem:
Cadastro: permite que o usuário crie um novo registro
de paciente ou busque um paciente já existente
registrado no TrakCare.
Agendamentos/Pré-Internação: permite que detalhes
de agendamento de um paciente já registrado no
TrakCare sejam registrados diretamente ou
selecionados a partir de uma lista de espera.
Notas de internação e método de internação (isto é,
direto, de uma lista de espera, estatística e transferência).
Pesquisa de Pacientes
Licença: inclui licenças de pacientes temporárias e
contratuais.
Movimentação: registra a movimentação de pacientes
na organização de saúde.
Condição: inclui a condição, progresso e estado de
visitante do paciente.
Alta
Resumos Clínicos e de Alta
Cartas: inclui um histórico de correspondências.
Listas de Alas: destaca pacientes atuais, internações
pendentes, pacientes em localizações temporárias,
casos comuns e atípicos.
Etiquetas de Pacientes/Formulários de Cadastro:
podem ser produzidos para se ajustar a uma variedade
de necessidades de documentação impressa.
Plantas: oferecem uma representação gráfica da ala,
incluindo uma visualização real da atividade de leitos
da área. A atividade hospitalar é fornecida por meio de
cores e ícones como descrições dos estados atuais.
Exemplo: Planta
Busca de Leitos
Solicitação de Leitos
As Plantas oferecem uma
representação gráfica da ala,
incluindo uma visualização
real da atividade de leitos da
área. A atividade hospitalar é
fornecida por meio de cores e
ícones como descrições dos
Gestão de Leitos: fornecem aos administradores de
leitos uma visualização completa de todos os leitos,
seus estados atuais e atividades prospectivas para o
auxílio ao planejamento (incluindo internos atuais e
aqueles a serem internados). Listas de alas, estados,
ocupação, plantas, solicitações de leitos, buscas de
leitos e relatórios fornecem ao administrador de leitos
uma visualização total para a visualização e designação
de leitos.
20
Exemplo: Página Inicial dos Gestores de Leito – Lista de Resumo da Ala
O Módulo de Gestão de Leitos é uma ferramenta que
auxilia organizações individuais a aperfeiçoar a disponibilidade de leitos e recursos integralmente ao fornecer uma
visualização abrangente e global dos estados dos leitos.
Ele aborda questões de comunicação específicas à gestão
e designação de leitos ao fornecer acesso online em tempo
real aos indicadores constantemente modificados.
O módulo de Gestão de Leitos inclui:
Leitos disponíveis e indisponíveis
Ocupação atual do leito
Agendamentos de leitos e pacientes
Tempo de disponibilidade do leito (projetado e real)
Localização de leitos disponíveis para internações
de emergência, incluindo serviços específicos como
pediatria, cardiologia e atendimento intensivo
Proposta de transferência de pacientes de uma
especialidade a outra
Transferência de pacientes de um leito a outro
Designação de pacientes e horas de liberação de
estado de leitos
Fechamento e reabertura de cubículos, leitos, salas
e até mesmo alas
Marcação/reserva de leito como pendente para um
paciente individual
Monitoramento de movimentações de pacientes
para localizações temporárias (por ex., raio-X)
Monitoramento de pacientes em licença e data
de retorno
21
Casos típicos e atípicos, e números de pacientes
agendados para cada ala
Registros de agendamentos e listas de espera
O TrakCare utiliza uma variedade de ícones
interativos e estáticos para fornecer alertas visuais
ou orientações para a identificação instantânea de
informações pertinentes de pacientes.
O sistema simplifica a gestão de leitos. A equipe autorizada pode exibir todos os leitos disponíveis, ocupados
ou agendados para uma única ala, departamento (especialidade) ou para toda a organização.
Uma lista de ala exibe colunas codificadas por meio de
cores, que corresponde aos vários quadros de tempo que
indicam datas de alta estimadas. O número de pacientes
por quadro de tempo aparece em cada coluna. São também exibidos casos típicos e atípicos e números agendados de pacientes para cada ala.
A partir da tela de Gestão de Leitos, a equipe pode
administrar todas as funções, incluindo a abertura e fechamento de alas/salas e leitos, buscar leitos disponíveis
e revisar registros de agendamentos e listas de espera.
O módulo de Gestão de Leitos também facilita a movimentação de pacientes do departamento de Emergência
para leitos disponíveis em alas.
Para o caso de gestão de desastres, o sistema imediatamente identificará vagas de leitos em vagas relacionadas
à demanda do departamento de Emergência, permitindo
que o departamento tenha máximo acesso aos leitos.
Este módulo pode também operar como uma ferramenta
de gestão para a combinação de leitos abertos e disponíveis, para refletir os níveis de equipes de enfermagem
por ala.
Ícones
Saúde Mental: permite o registro de detalhes de
pacientes específicos e necessários para a completude
de registros de dados de saúde mental.
Aparelhos Móveis (Acesso no Ponto de Atendimento):
resolve o desafio do registro de informações no ponto
de atendimento.
2.3.2 Gestão Ambulatorial
Imagine ter que prestar atendimento a mais de 1.000 pacientes por dia em um único ambulatório. Ou imagine ter
que prestar atendimento em um ambiente no qual 80%
dos pacientes se apresenta sem consulta. Ciente de que
os usuários enfrentam demandas tão extremas, a Gestão
Ambulatorial (OPM) do TrakCare é destinada e lidar de
maneira eficiente com pacientes enquanto fornece fluxos
de trabalho flexíveis.
O OPM, como todos os outros módulos do TrakCare, é
construído com o Registro Eletrônico de Pacientes (EPR)
em seu centro, permitindo a captura, exibição e análise
de informações dos pacientes para facilitar um melhor
atendimento.
O módulo OPM pode ser utilizado em qualquer ambiente, de unidades ambulatoriais tradicionais associadas a
hospitais públicos ou privados a grandes corporações de
diversas unidades. O módulo OPM assegura a coordenação, agendamento e gestão eficientes dos profissionais da
saúde e localizações ambulatoriais. Atividades e planejamentos diários têm suporte para ambientes de agendamento centralizado ou descentralizado.
O OPM TrakCare, quando instalado com outros módulos do TrakCare, é totalmente unificado, de modo que as
informações relacionada à pré-análise, consultas clínicas e
de emergência, internações passadas, e serviços prestados
como parte desses eventos estão disponíveis para visualização no EPR do paciente. Para cada consulta clínica, os
dados demográficos e internação do paciente e processos
clínicos e de faturamento são ligados, facilitando a gestão
em tempo real do atendimento.
As funções do OPM incluem:
Cadastro: permite que o usuário crie um novo registro
de paciente ou busque um paciente já existente registrado no TrakCare. O fluxo de trabalho de cadastros
permite que os usuários criem rapidamente um
episódio espontaneamente caso este ainda não exista
no sistema.
Encaminhamentos: permite que os usuários do OPM
criem e visualizem detalhes de episódios e encaminhamentos para o paciente. As consultas do paciente são
subsequentemente anexadas a este episódio e encaminhamento. É possível também anexar consultas a episódios hospitalares e de emergência.
Multi-Encaminhamento: permite que o usuário
busque episódios/encaminhamentos ambulatoriais em
um dado período de tempo, o por doutor, hospital ou
estado de internação. As consultas podem ser facilmente agendadas para aqueles na lista.
Preferências: permite que os usuários personalizem a
exibição de clínicas frequentemente acessadas.
Lista de Trabalho: exibe as clínicas e consultas diárias
ou semanais para qualquer prestador de atendimento
por meio de preferências definidas. Muitas das funções
solicitadas para a gestão diária de clínicas e consultas
estão disponíveis a partir da lista de trabalho como, por
exemplo, a “atualização” de um estado de consulta, alteração de espaços disponíveis de consulta para uma
sessão clínica ou atualização de detalhes de pacientes,
consultas e episódios.
A Gestão de Registros Médicos permite que os registros médicos sejam automaticamente solicitados
para a preparação do atendimento a um paciente em
uma clínica em particular.
Gestão de Consulta: facilita o agendamento de
consultas de pacientes.
O usuário pode:
Agendar consultas únicas, múltiplas ou de retorno
Visualizar detalhes de consultas
Registrar e atualizar estados de consultas (por ex.,
chegou ou não compareceu)
Registrar e atualizar resultados de consultas (por
ex., re-agendado ou transferido para outro hospital)
Re-agendar consultas
Cancelar consultas
Notificar os prestadores de serviço relevantes sobre
a necessidade de serviços de transporte ou intérprete
Registrar a confirmação de comparecimento
do paciente
Over Bookings: permite que os clínicos tenham
consultas adicionais, planejadas ou não. Os usuários
podem ter permissão para realizar overbooking conforme solicitado.
Lista de Trabalho de Atendimento Imediato e Área de
Trabalho de Prestador de Atendimento Ambulatorial:
facilitam a gestão de pacientes ambulatoriais de “atendimento imediato”, isto é, pacientes sem hora marcada.
Uma opção para simplesmente registrar o atendimento
ou para realizar uma classificação de pacientes para a
análise da urgência e prioridade da visita e subsequente necessidade de um prestador de atendimento.
Tanto a Lista de Trabalho como a Área de Trabalho
ajudam a acelerar o cadastro de grandes números de
pacientes e assegurar o agendamento rápido de
consultas ambulatoriais de modo que grandes fluxos de
pacientes podem ser efetivamente administrados no
departamento.
22
Transferência em Massa: permite que o usuário
selecione um número de consultas para um agendamento revise estas consultas desloque-as a outra clínica
ou sessão. Alternativamente, uma série de consultas
para uma dada agenda pode ser selecionada e automaticamente transferida às próximas consultas disponíveis a partir de uma única ação.
Gestão de Agenda: fornece uma estrutura para a criação e gestão de agendas clínicas. As variáveis da agenda
incluem a dimensão de tempos de consultas, níveis de
fluxo, sobreposição de consultas, períodos indisponíveis, serviços oferecidos e sessões irregulares.
Calendário de Agenda: exibe um calendário para um
prestador de atendimento/clínico selecionado, exibindo o trabalho para um dado mês. O calendário pode
ser configurado para exibir informações resumidas ou
em detalhes.
Gestão Flexível de Sessões: oferece detalhes de
clínicos ambulatoriais, tais como disponibilidade de
consultas, serviços oferecidos ou níveis de fluxo a
serem controlados diariamente e em nível de sessão,
permitindo máxima flexibilidade.
Transferência e Cópia de Agenda: permite que
“modelos de agenda” sejam copiados de um prestador
de atendimento ou recurso para outro de modo a
reduzir o tempo de configuração. O modelo de agenda
e todas as consultas futuras
anexadas à agenda podem ser
A Transferência em Massa
facilmente transferidos de um
permite que o usuário
prestador de atendimento ou
selecione um número de
recurso a outro.
consultas para um agendaVariação: registra o motivo
men to e se desloque por estas
para alterações nos
consultas ao transfe-rilas a
horários previstos de
outra clínica ou sessão.
início e fim de uma clínica.
Resumos Clínicos: podem ser gerados e automaticamente enviados a prestadores de atendimento designados.
Gestão de Registros Médicos: permite que os registros médicos sejam automaticamente solicitados para a
preparação do atendimento a um paciente em uma
clínica em particular.
Cartas: produzem correspondências destinadas ao
paciente ou clínico geral, incluindo cartas de consulta,
notificação de consultas remarcadas, cartas de cancelamento e cartas de notificação de listas de espera. Um
histórico de correspondência é disponibilizado, documentando a data e hora de criação e quaisquer reimpressões. É possível visualizar documentos enviados.
Etiquetas e Formulários: produzem uma variedade de
documentos impressos, incluindo etiquetas de pacientes e formulários de cadastro.
23
2.3.3 Gestão de Registros Médicos
A Gestão de Registros Médicos (MRM) do TrakCare
inclui os módulos de Solicitações e Rastreamento e de
Codificação e Agrupamento para satisfazer requisitos
específicos da gestão de registros médicos e designação
de classificações clínicas de episódios de atendimento. O
módulo opera em todo o escopo dos ambientes de saúde,
de unidades únicas a corporações de múltiplas unidades.
Quando instalado com outros módulos do TrakCare,
o MRM é totalmente unificado. Esta unificação significa
que as informações relacionadas à pré-análise, consultas
clínicas e de emergência, internações passadas, e serviços
prestados como parte desses eventos estão disponíveis
para visualização no EPR do paciente para auxiliar os
envolvidos no rastreamento dos registros médicos e classificações clínicas.
O MRM reduz significativamente o tempo necessário
para a realização de tarefas importantes de gestão. Cada
registro é definido por um tipo de documento e número
de volume. Não há limite quanto ao número de registros
que podem ser ligados a um paciente. Os episódios podem
ser designados a tipos de documentos ou volumes específicos.
O sistema rastreará registros a partir do departamento
de registros médicos e de locais externos. Ele manterá
um histórico de todas as movimentações para análises
posteriores.
As funções de Solicitações e Rastreamento de Registros
Médicos incluem:
Tipos de Registros Médicos: permitem a criação de
diferentes tipos de registros médicos, incluindo
registros médicos principais, de saúde comunitária,
de raio-X, odontológicos e microfilme, para citar
alguns exemplos.
Criação de Lotes de Notas de Caso: é uma função
específica para unidades que precisam criar e despachar novos tipos de notas de caso em um lote.
Solicitações Pendentes de Registros Médicos: exibe
todas as solicitações pendentes de registros médicos
para uma organização ou campus com múltiplas
unidades. Esta função permite que o usuário do registro
médico reconheça o recebimento, movimento e cancele
solicitações de registros médicos. Indicadores visuais
como cores ajudam a priorizar o acionamento de solicitações de acordo com seu nível de importância.
Solicitação em Massa: facilita a solicitação de um
número qualquer de registros médicos e volumes em
uma única ação. Os detalhes da solicitação em massa
podem ser registrados manualmente ou com um apa
relho de escaneamento.
Solicitação de Registro Automática: permite que
registros médicos sejam automaticamente solicitados
para consultas hospitalares, ambulatoriais e de
emergência.
Rastreamento de Registro Médico Único: permite
que o usuário crie, atualize e movimente registros
médicos para um único paciente. É possível rastrear
registros para localizações temporárias e tornar um
registro inativo.
Movimentação em Massa: facilita a movimentação de
múltiplos registros médicos e volumes para muitos pacientes em uma única ação. Os detalhes da movimentação podem ser registrados manualmente ou por meio
de um aparelho de escaneamento.
O Sistema de Codificação oferece a captura de códigos
de diagnósticos e procedimentos designados a cada episódio hospitalar. O sistema pode acomodar diversas versões
da Classificação Internacional de Doenças e Procedimentos (ICD) da OMS. Com interface de um software externo
de agrupamento, o TrakCare pode também registrar o
Grupo Relacionado de Diagnóstico (DRG) para o episódio.
As funções do Sistema de Codificação incluem:
Codificação
Busca de Codificação
Codificação Automática
Copiar Codificação
Edições de Codificação
Cadastro de Câncer
Recursos Adicionais:
Código de Barras/Escaneamento: é uma ferramenta
para a movimentação ou solicitação de registros
médicos no sistema. Permite o processamento rápido
de solicitações e movimentações de registros médicos
em um departamento de registros médicos atarefado.
Registro de Microfilme (Único e em Massa): permite
que a organização registre o número e posição das informações pertencentes ao registro de microfilme de
um paciente. Este pode ser registrado individualmente
para um paciente ou em massa.
Agrupamento de Lote: pode ser realizado para designar automaticamente um DRG a um episódio ou número
de episódios de acordo com um dado período de tempo.
2.3.4 Lista de Espera e Gestão de Retorno
Um dos maiores desafios dos profissionais da saúde
em muitas partes do mundo é a tarefa de administrar a
lista de espera de internações pendentes e/ou consultas
ambulatoriais, identificando aqueles que requerem múltiplos retornos em intervalos pré-definidos. A gestão de
consultas hospitalares e ambulatoriais para maximizar a
produção e minimizar os cancelamentos é outro desafio.
A Lista de Espera e Gestão de Retorno do TrakCare capturam dinamicamente dados clínicos e administrativos antes
da consulta do paciente, passando o controle das listas de
espera e retorno às mãos do prestador de serviço.
O termo “lista de espera” é geralmente associado a unidades públicas para pacientes que necessitam de procedimentos cirúrgicos ou consultas ambulatoriais, enquanto
“retorno” é associado a consultas ambulatoriais (por ex.,
eventos anuais de exames ou consultas gerais de retorno
agendadas com mais de seis semanas de antecedência).
O módulo de Lista de Espera é totalmente unificado
com os módulos Hospitalar e Ambulatorial do TrakCare.
As funções da Lista de Espera e Gestão de Retorno incluem:
Cadastro: permite que o usuário crie um novo registro de pacientes ou busque um paciente já registrado no
TrakCare.
Gestão de Encaminhamento: permite que o usuário
crie e visualize os detalhes de encaminhamento do
paciente. A lista de espera de um paciente ou registro de
retorno para qualquer agente é subsequente associado
ao encaminhamento.
Agendamentos/Pré-Internação: oferece a capacidade
de registro aos detalhes de internação prospectiva de
um paciente, incluindo data prevista e localização de
internação, criando um link direto à lista de espera.
Esta ferramenta interage com os cálculos da lista de
espera e facilita o rápido processamento do paciente
no dia de internação. Alternativamente, um usuário
com a autorização apropriada pode cancelar uma
pré-internação.
Agendamentos de Pré-Internação: oferecem a habilidade de realizar uma consulta para um trabalho de
acompanhamento pré-cirúrgico ou uma consulta para
análise clínica antes da internação. Este agendamento é
ligado ao registro da lista de espera.
Nota: Estas opções necessitam da disponibilidade de aplicativos externos e/ou aparelhos de hardware.
24
Lista de Espera e Gestão de Retornos: permite que
os usuários:
Designem um paciente uma ou múltiplas listas
de espera
Registrem a prioridade clínica da solicitação
Realizem consultas clínicas de pré-análise
Visualizem detalhes de consultas
Registrem e atualizem estados de lista de espera
(isto é, iniciado, agendado, admitido ou cancelado)
Registrem e atualizem resultados de lista de espera
Realizem transferências de uma lista de espera
para outra
Façam ligações entre listas de espera
Cancelem listas de espera
Registrem confirmações de consulta
Pesquisa: permite que o usuário solicite informações
de uma lista de espera ou de retorno para qualquer
paciente de acordo com critérios específicos, tais como
total de dias em espera, prioridade e estado da lista de
espera. A lista resultante de combinações permite que
o usuário realize a administração apropriada de registros. Por exemplo, correspondências em massa podem
ser enviadas para todos os pacientes (e seus clínicos
gerais) para informar sobre uma pré-internação
pendente.
Transferências: permitem que o usuário transfira registros únicos ou múltiplos de listas de espera a um
outro prestador de atendimento, especialidade ou
organização.
Suspensão: é utilizada quando um procedimento ou
internação é adiado por um período de tempo por
razão médica ou outra razão. Uma suspensão pode
ser ligada aos tempos de de espera cálculados da lista
de espera.
Remover/Reintegrar: permite que os usuários removam ou reintegrem uma lista de espera dependendo de
seu s[...]
Variação: registra detalhes de variações em uma lista
de espera e razões para a variação, incluindo suspensão, cancelamento, reintegração, transferência ou
prioridade.
Histórico de Lista de Espera: fornece uma visualização consolidada das alterações associadas à lista de
espera, estado, criação e exclusão de revisões, transferências, cancelamentos e completudes.
Dias na Lista: indica o tempo em que um paciente
esteve na lista aguardando um serviço específico. Os
“dias na lista” correspondem a um valor calculado que
pode ser personalizado de acordo com requisitos legais
e locais.
Cartas: um recurso para a produção de correspondências com pacientes. O formato das cartas é definido pela
organização, a InterSystems pode fornecer um conjunto inicial de modelos. Um histórico de correspondências é disponibilizado, documentando a data e hora e
criação e quaisquer reimpressões realizadas. É possível
visualizar os documentos enviados.
2.4 Módulos Departamentais
e Adicionais do TrakCare
Além do Registro Eletrônico de Pacientes, Índice Geral
de Pacientes, Fundação CIS e Fundação PAS, é disponibilizada uma série de módulos departamentais e adicionais
do TrakCare. Alguns destes podem ser implantados como
módulos únicos e todos estão disponíveis como adicionais
opcionais ao núcleo do TrakCare. Todos compartilham a
mesma arquitetura de informação unificada do TrakCare.
25
Módulos Departamentais e Adicionais do TrakCare
2.4.1 Gestão de Saúde Comunitária
2.4.3 Gestão de Emergência
O módulo de Comunidade do TrakCare assegura que os
clientes tratados na comunidade recebam a mesma qualidade profissional de atendimento que receberiam em uma
internação em um hospital ao fornecer aos profissionais
da saúde o acesso a todas as informações normalmente
disponíveis a eles a partir de seus próprios escritórios.
O histórico médico, alertas, informações de encaminhamento e análises de um cliente podem ser visualizados,
consultas podem ser agendadas e novos planos de atendimento podem ser criados a partir da casa do cliente ao
invés do hospital. Consulte a seção 1.2 para mais detalhes
sobre a função de Comunidade.
O módulo de Gestão de Emergência do TrakCare
administra a classificação e tratamento de pacientes e é
destinado a realizar o cadastro, movimentação e captura
de intervenções de atendimento durante consultas de
emergência. Como todos os outros módulos do TrakCare,
a Gestão de Emergência é construída com o EPR em
seu núcleo. Quando instalado com outros módulos do
TrakCare, a Gestão de Emergência é totalmente unificada
de modo que as informações relacionadas à pré-análise,
atendimentos clínicos e de emergência, internações passadas e serviços prestados como parte destes eventos,
podem ser visualizadas no EPR do paciente. Consulte a
seção 1.4 para detalhes sobre a função de Emergência.
2.4.2 Policlínica
O módulo de Policlínica do TrakCare facilita o agendamento eficiente de profissionais da saúde e localizações
clínicas auxiliares. A coordenação e gestão do planejamento e atividades diárias podem ser baseados em um ambiente de agendamento centralizado ou descentralizado.
A função Policlínica é totalmente unificada com todos os
módulos do TrakCare. Esta unificação significa informações relacionadas à pré-análise, atendimentos clínicos e
de emergência, internações passadas e serviços prestados como parte destes eventos, podem ser visualizadas
no EPR do paciente. Para qualquer atendimento clínico,
os detalhes demográficos do paciente são ligados a seus
processos clínicos e de faturamento, o que permite uma
gestão clínica e financeira em tempo real dos casos dos
pacientes. Consulte a seção 1.3 para mais detalhes sobre a
função Policlínica.
26
2.4.4 Gestão do Centro Cirúrgico
Seu trabalho não seria mais fácil se você soubesse a
localização de pacientes do centro cirúrgico entre o préoperatório e pós-operatório? Ou que tal ter a capacidade
de automaticamente designar as preferências do cirurgião
para uma operação específica, incluindo assistência à
equipe, solicitação de itens e até mesmo música preferida,
simplesmente ao digitar o nome do cirurgião em um
agendamento cirúrgico?
A Gestão do Centro de Operações do TrakCare facilita
a coordenação e gestão eficiente de salas de operação
com um uso inteligente de cores e ícones para alertas, se
necessário. O fluxo de trabalho é agilizado e o registro de
dados é minimizado por meio de funções como preferências cirúrgicas, permitindo que solicitações e intervenções
sejam automaticamente realizadas.
O módulo de Gestão do Centro Cirúrgico do TrakCare
oferece uma ferramenta abrangente que possibilita a
coordenação e gestão eficiente de centros, recursos e
equipe clínica. Há suporte ao planejamento e atividades
diárias baseadas em um ambiente centralizado ou descentralizado e as informações são atualizadas dinamicamente
conforme ocorrem os eventos. Este módulo pode ser
utilizado como uma unidade cirúrgica única, em hospitais
públicos e privados e grandes corporações de múltiplas
unidades.
As funções da Gestão do Centro de Cirúrgico incluem:
Cadastro: permite que o usuário crie um novo registro
de paciente ou busque um paciente existente já registrado no TrakCare.
Pesquisa do Centro: permite que o usuário faça
pesquisas gerais do centro cirúrgico por procedimento,
cirurgião, anestesista, recurso, localização e paciente.
Agendamento de Centro: permite que um usuário
solicite ou agende uma vaga no centro cirúrgico para
um paciente, especificando o centro de cirúrgico
requerido e/ou cirurgião. Com a autoridade apropriada,
os agendamentos podem ser feitos fora de uma agenda
em caso de emergência. As solicitações/agendamentos
de centros cirúrgicos podem ser geradas a partir dos
módulos de Emergência, Lista de Espera e Hospitalar do
TrakCare.
Agendamento de Equipamento e Manutenção:
permite que o equipamento necessário para uma
operação seja registrado, monitorado e administrado,
permitindo a colocação de equipamentos específicos
em uma agenda específica.
Gestão de Agendamento: facilita o agendamento de
um centro cirúrgico para um paciente.
27
O usuário pode:
Solicitar ou agendar consultas no centro cirúrgico
Visualizar detalhes de solicitações
ou agendamentos
Registrar/atualizar estados de agendamento
(por ex., chegou ou completado)
Transferir agendamentos (único ou em massa)
Cancelar agendamentos
Agenda: exibe uma visualização de calendário para
prestadores de atendimento e centros cirúrgicos asso
ciados, exibindo seus trabalhos em um dado dia.
Gestão de Agenda: possibilita a gestão de salas de
centros cirúrgicos, incluindo a gestão de designações de
centros cirúrgicos e definição de sessões irregulares. As
agendas e os diários podem ser rapidamente alterados
se necessário.
Calendário de Agenda: exibe uma visão de calendário
pra um centro cirúrgico selecionado, exibindo a utiliza
ção em um dado mês. O calendário pode ser configu
rado para exibir informações resumidas ou em detalhes.
Transferência e Cópia de Agenda: permite que agen
das existentes de centros cirúrgicos sejam utilizadas
como modelo para novas agendas. As agendas podem
ser copiadas para reduzir o tempo de configuração e o
modelo de agenda, com todas as consultas futuras
anexadas, pode ser facilmente transferido.
Troca de Centro de Operações: permite que o usuário
troque uma sessão de um cirurgião, completa com
pacientes agendados, para outro centro de modo fácil
e eficiente. Este é um método eficaz para a gestão de
sessões excedentes.
Atividade do Prestador de Atendimento: possibilita
que o usuário busque horas disponíveis para sessões. As
vagas podem ser designadas ou oferecidas a um cirur
gião e/ou anestesista que solicite horas adicionais de
operação.
Variância: registra os detalhes de ajustes a horários
de início e fim de agendas, incluindo razões
para alterações.
Lista de Trabalho: exibe agendamentos associados
a um centro de operações, cirurgião e/ou anestesista
específico. Ela fornece ao usuário as horas estimadas de
início e fim de procedimentos e permite o ressequencia
mento de procedimentos conforme necessário. Orientações visuais referentes ao progresso do paciente e do
procedimento são fornecidas na forma de ícones. Muitas
das funções que possibilitam a gestão diária do centro
e dos agendamentos estão disponíveis a partir da Lista
de Trabalho (por ex., atualização e alteração de estados
de agendamento ou atualização de informações do
paciente ou detalhes de episódios).
Preferências Cirúrgicas: são utilizadas para designar
itens para utilização durante a cirurgia. As preferências
incluem equipamentos especiais, designação de equipe
e solicitação de itens. As preferências podem ser
ajustadas para cirurgiões e anestesistas individuais
e para recuperações. Para cada fase pré-operatória, as
preferências fornecem uma lista de itens frequentemente necessários para o procedimento. Os itens
especificados em uma preferência cirúrgica podem
incluir suprimentos cobráveis tais como equipamentos
com componentes alugados (por ex., implantes ou itens
caros que devem ser encomendados com antecedência).
Solicitações: são utilizadas para o registro de intervenções ou outras solicitações eletrônicas para um paciente. As solicitações incluídas em uma preferência
cirúrgica são automaticamente registradas no preparo
para revisão e edição, se necessário. As solicitações são
visualizáveis no EPR do paciente.
Gestão de Próteses: informa o usuário sobre os estado
de próteses solicitadas. Captura detalhes sobre o tipo
de aparelho solicitado e o fornecedor. O estado é
indicado por meio de uma série de ícones facilmente
identificáveis.
Movimentações: é uma ferramenta utilizada para
registrar as movimentações de saída e entrada do
paciente no centro de operações.
Faturamento: permite que quaisquer procedimentos
realizados e/ou serviços prestados como parte do
evento cirúrgico sejam capturados para o processo de
faturamento (consulte a seção 2.4.9 para mais detalhes
sobre o Faturamento de Pacientes do TrakCare).
Transferência em Massa: permite que usuário sele
cione um número de agendamentos para um dado centro se desloque por estes, transferindo os agendamentos a outro centro cirúrgico ou cirurgião.
Ícones do Centro cirúrgico: oferecem um alerta visual
ou orientação que ajuda os usuários a encontrar
informações pertinentes sobre um paciente ou sobre o
progresso deste nas etapas da cirurgia.
Exemplo: Ícones do Centro cirúrgico
A sessão está progredindo além das estimativas
Sessão em progresso
A sessão está progredindo aquém das estimativas
Um agendamento foi adicionado a esta seção nas últimas 24 horas
Um agendamento para esta seção foi cancelado nas últimas 24 horas
Equipe adicional solicitada para este procedimento
O paciente possui um agendamento no centro cirúrgico hoje
O paciente está no centro cirúrgico
O paciente está na sala de operação
O paciente está pronto para deixar a sala de recuperação
Paciente retornando à ala
Próteses solicitadas pelo fornecedor
Próteses recebidas pelo fornecedor
28
Exemplo: Preferência de Procedimentos
Área de Trabalho de Preferências do Centro Cirúrgico: permite que um
usuário modifique rapidamente os itens de uma preferência cirúrgica e aplique
alterações a todas as preferências para um único cirurgião ou a todas as preferências, independente do cirurgião ou anestesista.
Detalhes de Anestésico e Operação: permite que o profissional da saúde
registre detalhes sobre os anestésicos dados e procedimentos realizados. É pos
sível registrar o resultado dos anestésicos e da operação. Ambas as telas podem
ser visualizadas por meio do EPR.
Exemplo: Área de Trabalho de Preferências do Centro Cirúrgico
29
Exemplo: Preferência de Anestésico
Exemplo: Preferências de Anestésicos– Itens Utilizados
30
2.4.5 Maternidade
Antes de dar à luz um novo bebê, uma mulher terá tido
em média nove consultas pré-natais. Após o parto, ela
terá múltiplas interações comunitárias que podem incluir
suporte à alta, clínica pediátrica e serviços de vacinação.
Com tantas ocasiões de atendimento, é importante que
o prestador de atendimento que a atende tenha acesso a
um sistema de informações que capture dinamicamente
os dados administrativos e clínicos durante os períodos
pré-natal, intra-parto e pós-natal da gravidez. O módulo
Maternidade do TrakCare faz exatamente isso.
A Maternidade TrakCare é construída no EPR. Ela fornece um histórico obstétrico completo de clientes,
incluindo o planejamento e progresso do atendimento
para a mãe e para a criança.
A Maternidade TrakCare fornece à equipe administrativa as ferramentas para a captura de dados, coordena
e administra os encontros com mãe e criança no escopo
de atendimento de modo inteligentemente eficiente e
automatizado. A Maternidade é unificada com os outros
módulos do TrakCare, assegurando que dados clínicos de
pré-analises, consultas clínicas e de emergência, internações passadas (obstétricas e outras) e serviços estejam
disponíveis online em tempo real.
As funções da Maternidade incluem:
Eventos da Gravidez: oferecem uma visualização
consolidada e concisa de detalhes passados e atuais e
informações chave para a gestão de riscos.
Histórico de Gravidezes Anteriores: facilita a captura
do histórico obstétrico passado. Os dados capturados
podem incluir procedimentos de inseminação artificial
e complicações pré-natais anteriores e atuais.
Cadastro: permite a criação de um novo registro
de paciente e a capacidade de busca por um paciente
existente já registrado no TrakCare.
Internações: permitem que a mãe e a criança sejam
internadas no hospital. Detalhes obstétricos seletivos
podem ser exibidos na Faixa do Paciente para qualquer
cliente da maternidade, tornando o estado do
paciente imediatamente reconhecível em qualquer lugar
da unidade.
A Maternidade TrakCare fornece à equipe administrativa as ferramentas para a captura de dados, coordena e administra os encontros com mãe e criança
no escopo de atendimento de modo inteligentemente eficiente e automatizado. Considerando que
os módulos do TrakCare são unificados, os dados de
pré-análises, consultas clínicas e de emergências,
internações passadas
31
Os detalhes obstétricos que podem exibidos na faixa incluem:
Data Estimada do Parto (DEP)
Gestação atual
Paridade
Grávida
A ligação Mãe/Criança é
uma ligação bidirecional
entre a mãe e a criança.
Cadastro Automatizado
de Recém Nascidos e Fluxos de Trabalho de Internação:
incluem capacidade para:
Ativar automaticamente os fluxos de trabalho para
Internação e Cadastro de Recém-Nascidos após a
atualização dos detalhes clínicos da criança
Preencher automaticamente os dados na tela de
cadastro da criança com base nas informações da
mãe ou da tela de parto
Trabalho de Parto/Parto: facilita o registro de detalhes, do parto, clínicos da criança e de placenta para
partos únicos ou múltiplos. Oferece um histórico
completo dos quatro estágios do trabalho de parto.
Para cada criança, os detalhes de parto capturados
incluem pontuações Apgar, peso e altura da criança,
reanimação necessária e anomalias. Informações adicionais, como a equipe presente no parto e detalhes do
períneo, podem ser documentadas. Após o parto,
detalhes da duração de cada etapa do trabalho de parto
são automaticamente calculados e exibidos. Um número de validações, tais como peso da criança e gestação,
são também disponíveis. Os detalhes do parto são
ligados ao EPR do TrakCare.
Exemplo: Preferências de Anestésicos– Itens Utilizados
A Pesquisa Obstétrica fornece
aos usuários uma ferramenta
de Pesquisa de Dados Obstétricos online. O usuário pode
selecionar critérios de pesquisa
tais como morbidade neonatal,
método de parto, resultado do
parto e complicações pós-parto.
Ligação Mãe/
Criança:
oferece uma ligação
bidirecional entre
a mãe e a criança.
Ela fornece uma lista
de crianças associa
das à mãe e asse
gura que os detalhes
maternos apareçam
no registro da
criança.
Alta: permite o registro de detalhes da alta, incluindo
destino e encaminhamento para atendimento posterior.
Um processo de alta flexível específico de obstetrícia é
fornecido, de modo que a mãe e a criança podem receber
alta de maneira independente ou sequencial.
Pesquisa Obstétrica: fornece aos usuários uma ferramenta de Pesquisa de Dados Obstétricos online.
O usuário pode selecionar critérios de pesquisa tais
como morbidade neonatal, método de parto, resultado
do parto e complicações pós-parto.
Ícones de Maternidade: fornecem um alerta visual ou
orientação para a pronta identificação de informações
pertinentes relacionadas ao paciente, solicitações e progresso da mãe nas etapas do trabalho de parto. Uma
série ícones interativos e estáticos é disponibilizada.
Exemplos incluem:
Complicações da gravidez atual
Complicações de gravidezes passadas
Parto realizado
Exemplo: Ícones de Gravidez
Indução de trabalho de parto
Aumento do trabalho de parto
Parto realizado
Paciente amamentando
Natimorto
32
2.4.6 Área de Trabalho Departamental e de Radiologia
A Área de Trabalho Departamental e de Radiologia do
TrakCare agiliza os processos de trabalho dos departamentos de imagens médicas. São fornecidas a colocação
fácil e eficiente de solicitações, autorização de solicitações, e agendamento de consultas, e todos os detalhes dos
procedimentos podem ser acessados durante o registro
e transcrição dos resultados. O módulo também pode ser
utilizado para oferecer suporte a outros departamentos,
incluindo fisioterapia e cardiologia.
Os fluxos de trabalhos flexíveis associados à captura de
dados pré e pós-exame, a transcrição e a verificação unificada de resultados são combinados para oferecer funções
abrangentes que refletem a maneira na qual os serviços
de imagem são prestados. Os profissionais da saúde
autorizados têm acesso ao EPR do paciente, no qual é possível revisar o tratamento atual e o histórico do paciente,
incluindo detalhes anteriores de solicitações e resultados. É possível documentar o atendimento e registrar os
resultados diretamente no EPR. Os resultados podem ser
enviados eletronicamente, impressos, ou enviados via email ou fax ao destinatário.
As funções da Área de Trabalho Departamental e de Radiologia incluem:
Gestão de Consulta: permite que a equipe autorizada
agende uma consulta, inclua o paciente em uma lista de
espera ou realize um procedimento imediatamente após
a aprovação de uma solicitação. O sistema oferece a capacidade de exibição de espaços de tempo disponível
por departamento ou de recursos, tornando o agenda
mento simples e eficiente.
Administrador de Trabalho Departamental: oferece
uma lista de trabalho priorizada de pacientes e solicitações, exibindo as informações clínicas e administrativas
essenciais para uma gestão eficiente de trabalho. Está
disponível em visualizações padrão, diária e de divisão
de tela.
TrakCare Radiology and Departmental Workbench
streamlines all the work processes of medical imaging departments, allowing easy and efficient order
placement, order authorization, and appointment
scheduling.
Autorização de Solicitação: permite que a equipe autorizada revise, autorize ou rejeite solicitações.
A equipe autorizada por atualizar ou modificar as alterações de solicitações ou informações de procedimento.
Detalhes Radiológicos Pré e Pós-Exame: permitem
que a equipe autorizada registre informações sobre
os procedimentos completados, incluindo suprimentos
utilizados, notas de processamento, equipe auxiliar e
parâmetros técnicos do exame.
Registro de Resultados (Ditado, Transcrição e
Verificação): permite que os resultados das investigações sejam registrados, documentados e verificados
por equipes autorizadas. Os métodos de texto suportados incluem registro direto de texto, registro de texto
em lote, ditado digital com transcrição subsequente e
registro simplificado por meio de questionários (formulários definidos pelo usuário). Os fluxos de trabalho são
otimizados para processamento único ou em lotes. Uma
área de trabalho de resultados dedicada é fornecida
para facilitar a gestão eficiente do trabalho.
Visualização do EPR: oferece acesso ao Registro Ele
trônico de Pacientes. Questionários completos (formulários definidos pelo usuário) são disponibilizados para
a revisão e podem ser definidos no episódio de atendimento de um paciente ou em um item de solicitação.
Visualização de Imagens: diretamente disponível a
partir da área de trabalho ou por meio do EPR, através
de um link relativo ao contexto ao Sistema de Arquivamento de Imagens e Comunicações (PACS).
Escaneamento de Documentos e Imagens: além de
anexação no registro do paciente em todo o episódio
de atendimento como registro das observações clínicas
do paciente. As observações podem ser definidas para
se ajustar aos requisitos clínicos do local ou usuário e
podem ser acessadas a partir do EPR, listas de trabalho
ou outros fluxos de trabalho funcionais.
33
2.4.7 Prescrição
A aceitação de prescrições eletrônicas por clínicos
é fundamental para a obtenção de benefícios como a
eliminação de prescrições desnecessárias e interações
perigosas de medicamentos. O módulo de Prescrição do
TrakCare foi projetado com isto em mente e fortalece as
principais funções do TrakCare, com base em uma síntese
de dados de pacientes e capacidades de suporte a decisões
para facilitar práticas de prescrição seguras e eficientes. O
módulo de Prescrição se unifica com os fluxos de trabalho
de aviamento e medicamentos do TrakCare, aumentando
a eficiência do processo de prescrição para prestadores de
atendimento, minimizando eventos adversos de medicamentos.
A adição de Prescrição às funções clínicas principais do
TrakCare fornece aos profissionais da saúde a segurança
de um sistema de revisão clínica, incluindo verificações
de meditação e alertas de paciente gerando e fornecendo
planos de gestão de medicamentos. Diagnósticos previamente registrados, alertas e históricos de medicamentos
estão disponíveis e podem ser consultados nos fluxos de
trabalho de prescrição.
As funções de prescrição incluem:
Perfil de Solicitação do EPR: exibe solicitações de
medicamentos em uma série de formatos para o auxílio
à interpretação rápida. Por exemplo, os medicamentos
“atuais” podem ser separados de medicamentos
“interrompidos” ou “completos”.
Perfil de Medicamentos do EPR: permitem que os
profissionais da saúde visualizem as medicações atuais
de um paciente após a internação.
Prescrição de Genéricos ou Marcas: fornece
opções flexíveis de prescrições. As informações clínicas
necessárias para aviamento são facilmente registradas e
as informações padrões podem ser configuradas em
cada item de medicação no sistema.
Prescrições Favoritas: são itens frequentemente solicitados exibidos para seleção rápida durante o processo de solicitação. É possível definir listas de favoritos
para a organização, local, grupo ou usuário individual.
Prioridade: pode ser designada para uma solicitação
permitindo que os medicamentos sejam identificados
como Urgente, PRN, STAT, Alta, ou Paciente. As prioridades são processadas desse modo no TrakCare.
Perguntas: podem ser definidas para exibição em
diversos pontos no fluxo de trabalho de registro de
solicitação, assegurando a coleta de informações
clínicas relevantes. As respostas a estas perguntas
podem sobrepor registros anteriores ou exibir resultados patológicos relevantes para facilitar a tomada de
decisões. É possível ajustar prazos máximos para perguntas já respondidas para assegurar que o fornecimento de informações atualizadas.
Conjuntos de Solicitações: permitem que os médicos
rapidamente solicitem grupos de itens normalmente
prescritos em conjunta, ao invés de selecionar cada item
individualmente.
Prescrições Múltiplas: permite que os clínicos solicitem, em uma única sessão, prescrições com frequência
e duração variáveis.
Exemplo: EPR – Resumo de Medicamentos
34
Alertas e Exames: são incluídos no processo de prescrição. Quando TrakCare é integrado a um banco de da
dos externos de drogas farmacêuticas, a potencia desses
exames é aumentada.
Os alertas e exames incluem:
Alertas de Alergia: mostram quando a atual
medicação prescrita cria uma reação alérgica.
O histórico de alergia do paciente pode ser visual
izado, exibindo a severidade e natureza da reação
registrada. Quando uma reação severa anterior for
registrada, uma sobreposição obrigatória pode ser
configurada como parte do processo de prescrição.
As alergias a medicamentos podem ser configuradas para
fornecer os seguintes alertas:
Solicitação da mesma marca
Solicitação de item que inclui o ingrediente
ativo da alergia
Solicitação de item do mesmo grupo genérico
Solicitação de item do mesmo grupo alergênico
(por ex., penicilina)
Solicitação de item de grupo alergênico que
possa causar uma reação de sensibilidade
cruzada (por ex., cefalosporina)
Alertas de Exame Duplicado: são disponibilizados
em uma série de níveis incluindo:
Alertas de Duplicação Terapêutica
Duplicação de Ingredientes
Alertas de Duplicação de Itens de Solicitação
Alertas de Interação: mostrando quando medicamentos atualmente prescritos interagem.
O exame de interação pode continuar por um período determinado após a interrupção de um medicamento com base na configuração em nível de
medicamento genérico. É possível marcar a severidade da interação por prioridade e cor de exibição.
Alertas de Validação de Quantidade de Dose:
permitem que o usuário veja quando a quantidade
prescrita de medicamentos ultrapassa a Quantidade
Base Máxima por dia ou Quantidade Base Máxime
por sessão de solicitação.
Verificação de Informação de Medicamentos:
permite que os usuários visualizem detalhes sobre
o medicamento prescrito. Os dados podem ser
exibidos como uma mensagem de registro de
solicitação ou por meio de links a monógrafos de
medicamentos externos on-line ou off-line.
Verificação de Substituição Terapêutica: permite
que os medicamentos sejam marcados como substitutos equivalentes. O TrakCare aconselha os clínicos
sobre alternativas viáveis ao medicamento prescrito
e auxilia na gestão de formulários.
Cálculo de Dose e IMC: são facilmente acessadas
durante o processo de prescrição. Um link para a
fórmula de Área de Superfície Corporal (ASC) é disponibiliza da para a seleção, se necessário. O Índice de
Massa Cor poral (IMC) pode ser atualizado a partir da
tela de dosagem e preencherá automaticamente os
quatros de EPR relevantes.
Restrições de Segurança: são um recurso padrão do
TrakCare. As restrições de segurança de grupo limitam
a capacidade do usuário de solicitar itens e visualizar
solicitações. Uma trilha de auditoria é disponibilizada
para todas as fases do processo de prescrição.
2.4.8 Farmácia
O módulo de Farmácia do TrakCare oferece suporte às
atividades de aviamento de um departamento de farmácia
de uma organização. Ele administra o aviamento seguro
de prescrições e o aviamento ambulatorial diretamente
a parir de solicitações de medicamentos ou do estoque
da ala. Ferramentas adicionais são disponibilizadas para
oferecer suporte a atividades clínico-farmacêuticas como
revisão de medicamentos, aconselhamento de pacientes e
educação.
As funções da Farmácia incluem:
Prescrições Eletrônicas: recebidas diretamente no
sistema de aviamento
Aviamento Completo de Prescrição
Aviamento de Dose Unitária
Processo de Aviamento Configurável
Enfileiramento de Solicitações de Medicamentos:
com verificação, aviamento e reconciliação de doses
Limpar Exibição: para listas de pacientes priorizados
com informações clínicas atuais
Alertas de Pacientes
35
Exemplo: Alertas de Pacientes
Fabricação de Medicamentos: registra o processo de
fabricação e a formula de itens de prescrição. A quantidade da fabricação é especificada e a quantidade
utilizada é automaticamente deduzida do estoque após
o início do processo. O produto é também adicionado
ao inventário na conclusão do processo de fabricação.
Lista de Trabalho de Aviamento de Farmácia:
inclui os seguintes recursos:
Busca de Prescrições
Lista de Trabalho Priorizada: exibe prescrições
classificadas de acordo com a prioridade designada de registro de solicitações. A codificação por
cores é também disponibilizada para auxiliar na
identificação de prescrições urgentes.
Fila de Farmácia: facilita a gestão do trabalho ao
classificar as prescrições de acordo com o estado.
As filas definidas incluem Pendente, Aceito, Embalado, Coletado, Rejeitado, Pronto para Retorno,
Completado e Verificado.
Registro Único: incluindo notas de terapia
Revisão e Ativação
Acesso: a todas as informações de pacientes e
resultados relevantes
Embalagem de Código de Barras: utiliza o código
de barras na prescrição e na embalagem do medi
camento para a localização e embalagem rápida de
itens de prescrição; os níveis do estoque são
automaticamente reduzidos e as datas de validade
são verificadas.
Interação de Medicamentos e Mensagens de Alergia:
são exibidas na área de trabalho.
Área de Trabalho de Formulários: fornece uma
maneira simples e flexível para a gestão e manutenção
dos formulários. Os medicamentos podem ser designados como formulários ou não-formulários e os privilégios de prescrição podem ser restritos com base no
grupo de segurança do usuário.
Exemplo: Filas de Farmácia
36
Exemplo: Área de Trabalho do Formulário
Recursos de Segurança: asseguram que apenas
usuários autorizados podem modificar os relatórios de
revisão de medicamentos. É possível reter relatórios de
revisão de medicamentos já criados e produzir uma
nova versão que pode ser atualizada.
Acesso à Informação de Medicamentos de Pacientes:
disponível no EPR. É também possível utilizar a função
de Sumário Clínico do TrakCare para criar e compartilhar de maneira segura resumos de medicamentos específicos de pacientes fora da organização.
2.4.9 Faturamento de Pacientes
O faturamento pode ser extremamente complexo. As
regras variam notavelmente em diferentes unidades, estados e países. Os requisitos de faturamento diferem de paciente para paciente dependendo da cobertura de seguros,
incluindo falta de cobertura de seguros ou requisitos de
faturamento de organizações de saúde diferenciados para
não-nativos. O Faturamento de Pacientes do TrakCare é
um modo eminentemente flexível. Utilizado em todo o
mundo, ele é destinado a lidar com as situações mais desafiadores de faturamento. Ele automatiza o processo de
faturamento, produz faturamentos sob demanda e reduz o
tempo necessário para a alta de um paciente.
O módulo de Faturamento de Pacientes do TrakCare
permite que a equipe coordene e administre contas para
diferentes tipos de pacientes, incluindo internos (por dia,
taxa por serviço ou Casemix), pacientes de um mesmo
dia, pacientes de ambulatório e emergência e diversos
serviços tais como centro, paramédicos, comunidade,
radiologia e odontologia.
É possível definir regras de modo que as contas podem
ser geradas de acordo com um pagante único por episódio, múltiplos pagantes por episódio, acordos de pagamento, contratos e moedas.
37
Ele também permite que o faturamento seja controlado
a partir de um ponto central ou de ambientes descentralizados. Para configurações corporativas, isso significa
a eliminação da captura de dados duplicados data e um
completo faturamento e histórico completo de pacientes,
independente dos locais visitados.
Para organizações de saúde que precisam fornecer
consentimentos financeiros informados em nome do paciente, o TrakCare oferece uma ferramenta de estimativa de
custo. As estimativas de custo podem ser derivadas e calculadas antes da prestação de serviço ou após a chegada
e podem ser armazenados para recuperação, revisão,
comparação e atualização.
As funções principais do Faturamento de Pacientes incluem:
Contas de Pacientes/Pagadores (Total e Intercalar):
exibe todas as informações relacionadas a contas e
realiza transações relacionadas ao paciente (por ex.,
co-pagamento, excessos, recibos, depósitos, contas,
saldo pendente, ajustes, descontos, impostos e
comentários de contas) com base no acordo de pagamento associado à conta.
Acordo de Pagamento: define todos os níveis do contrato ao combinar o pagador, plano, tarifa, contrato
(itens a serem incluídos ou excluídos) e método de
cobrança para cada pagador. Com base no acordo de
pagamento e contrato, são geradas as cobranças do
paciente/pagador.
Cobranças: são geradas (automaticamente e/ou manualmente) por meio de atividades administrativas e
clínicas que resultam em solicitação para um paciente.
A cobrança associada a uma solicitação é baseada nos
acordos de pagamento do pagador.
Os tipos de cobrança incluem:
Padrão: Com base no consumo ou utilização
Incremental: Com base no tempo. Por exemplo,
serviços intensivos ou do centro de operações
podem embargar uma taxa base inicial mais uma
cobrança incremental dependendo da duração
do uso
Ad hoc: Permite que um usuário com um grupo
válido de segurança sobreponha/modifique o
contrato de um paciente para um episódio especí
fico de atendimento
Episódico: Cobranças efetuadas por episódio
Taxas Variáveis de Sala: O TrakCare permite que
diferentes cobranças de sala (se aplicável) sejam
efetuadas com base no tipo de sala ocupada pelo
paciente. Além disso, é possível aplicar cobranças
para um número de dias em decréscimo (por ex.,
uma taxa mais alta para os primeiros x dias, seguida
por uma taxa mais baixa quanto mais o paciente
permanece no hospital).
Unificado a outros módulos do TrakCare, o Faturamento de Pacientes do TrakCare permite que o
faturamento seja controlado a partir de um ponto
central ou de ambientes descentralizados. É possível definir regras de modo que as contas podem
ser geradas de acordo com um pagante único por
episódio, múltiplos pagantes por episódio, acordos
de pagamento, contratos e moedas.
Aplicação de Faturas: inclui as seguintes capacidades:
Criação de faturas únicas ou em lotes
Cancelamento de faturas
É possível acrescentar comentários a uma fatura
específica
Colocação de faturas em espera
Registro do histórico de impressão de faturas
Ajustes: permitem que múltiplas variações sejam feitas
na conta de um pagador e de um paciente. Os ajustes
também podem ser utilizados na transferência de saltos
pendentes entre contas de pagadores e pacientes.
Os ajustes incluem:
Capacidade de ajustar a fatura
Registro de motivos de ajuste
Registro de histórico de ajustes
Designação no nível de fatura ou serviço/solicitação
Registro de Recibos: inclui as seguintes capacidades:
Geração e impressão de recibos
Recebimento individual ou em lotes (isto é, múltip
las faturas para um pagador)
Pagamentos fracionados (se necessário, em nível
de item)
Registro de detalhes de recebimento e método de
pagamento
Cancelamento de recibos de usuários com acesso
apropriado de segurança
Projetos de fatura e faturas pro forma, permitindo
a revisão, modificação e finalização da conta antes
da impressão
Exibição da porção do paciente e/ou pagador na
fatura. Múltiplos pagadores podem ser associados
a um episódio, permitindo que a conta do paciente
seja apropriada entre pagadores nomeados (por ex.,
uma seguradora e um paciente)
Vencimento de saldos pendentes a partir da
data de fatura
Coleta e designação de pagamentos administrados
em nível de fatura ou de serviço/solicitação
Conta intercalar, geralmente associada à longa
permanência hospitalar, possibilita que as faturas
sejam aplicadas antes da alta, permitindo o reem
bolso em uma base incremental.
38
As estimativas de custo
podem ser derivadas e calculadas antes da prestação
de serviços ou após
a chegada e podem ser
armazenadas para recupe
ração, revisão, comparação
e atualização.
Registro de Depósitos:
captura as informações
relacionas aos depósitos recebidos de um
paciente e/ou pagador e
depósitos a serem
designados a faturas
selecionadas. Permite
também retornos de
depósitos, se necessário.
Registro de Informações: inclui as seguintes
capacidades:
Registro de notas de referência e comentários
de faturas
Adição de notas e comentários para inclusão
na fatura
Transmissões de EDI: incluem as seguintes
capacidades:
Criação, gestão e auditoria de faturas enviadas
eletronicamente a pagadores selecionados
Envio de faturas a pagadores em particular
(conforme definido na referência/tabelas de
código) por meio de um extrato EDI, ao invés de
impressas como faturas em papel
Gestão de Devedores: oferece a capacidade de busca
por faturas pendentes por pagador, validade e valor
pendente.
Cartas: função que oferece a capacidade de produção
de correspondências como cartas de “devedores em
atraso” para envio aos pacientes. A forma das cartas é
definida pela organização, porém a InterSystems pode
fornecer um conjunto inicial de modelos. Um histórico
de correspondência é disponibilizado, documentando
a data e hora de criação e reimpressões realizadas.
É possível visualizar documentos já enviados.
Ícones: são fáceis de ler no Faturamento de Pacientes
do TrakCare e incluem:
Paciente com valor pendente
Conta de devedor em espera
Consulta faturada
39
2.4.10 Suporte Ativo a Decisões
O Suporte Ativo a Decisões do TrakCare pode ser
empregado para aumentar a segurança dos paciente e
aumentar a eficiência do trabalho para os prestadores de
saúde. A Área de Trabalho de Suporte a Decisões permite
que os usuários estabeleçam regras específicas do local
que fornecem as informações desejadas, como identificação de fatores de risco críticos para pacientes, de modo a
auxiliar clínicos na tomada de decisões. Esta função é uma
adição às mensagens de suporte a decisões do TrakCare,
tais como a interação a verificação dupla.
Este módulo oferece a função exclusiva de criação de
regras definidas pelo usuário que guiam ações de suporte
a decisões. As ações podem ser tão diversas como mensagens de pop-up a usuários, avisando que a solicitação que
estão prestes a fazer é inapropriada para o paciente, envio
de e-mail ao laboratório ou ainda a mudança de estado
de uma solicitação para “Em espera” ou de uma lista de
espera para “Cancelada”. As regras para a determinação de
quando uma “ação” de suporte a decisões deve ser ativada
podem ser estabelecidas por meio de terapia convencional e da condição do paciente (por ex., emissão de um
alerta caso Varfarina seja solicitada para um paciente com
apenas três dias no pós-operatório).
Projetado com telas simplificadas, o Suporte Ativo
a Decisões do TrakCare assegura que as informações
desejadas sejam prontamente e claramente disponíveis,
evitando um acúmulo de alertas múltiplos e confusos.
Além do suporte a decisões para interações de
medicamentos e verificação duplicada do TrakCare,
o módulo de Suporte Ativo a Decisões cria regras
definidas pelo usuário que guiam as ações de
suporte a decisões.
A função de Suporte Ativo a Decisões inclui:
Regras: no nível mais simples, coletam dois ou mais
dados elementos e constroem um calculador pronto
que pode ser consultado diretamente cada vez que uma
condição de suporte a decisões deve ser avaliada. Isto
reduz dramaticamente os tempos de resposta.
Eventos: são os gatilhos do TrakCare na adição, atualização ou remoção de dados em qualquer tabela do
banco de dados. Quando ocorre um evento, o Suporte
Ativo a Decisões verificará se certos dados estão
presentes. Deste modo, os prestadores de atendimento
podem se basear nas regras para analisar rapidamente
se um evento deve ativar uma ação de suporte a
decisões.
Um evento simples pode ser:
Caso um paciente esteja marcado como “possui
comportamento violento”, uma ação é ativada.
Um evento complexo, contendo condições múltiplas, pode ser:
O paciente recebeu uma prescrição de Atenolol,
E a data de prescrição está nos últimos dois dias,
E o paciente possui um diagnóstico ativo de
“bloqueio cardíaco”, uma ação é ativada.
Ações: são o que acontece caso as condições de um
evento ocorram. Por esta razão, a tela de ações oferece
um amplo escopo de opções.
Os tipos de ação incluem:
Alertas: Uma mensagem pop-up que pode ser
configurada para exibir:
Uma mensagem de erro que impede o usuário
de prosseguir
Uma mensagem de aviso que oferece ao
usuário uma escolha de prosseguir ou abortar
(opções “OK” e “Cancelar”)
Uma mensagem informativa oferecendo acon
selhamento somente para leitura que não
afetarão o fluxo de trabalho desejado (botão
único de reconhecimento ”OK”)
Por exemplo, ao solicitar um medicamento, uma mensagem listando medicamentos alternativos disponíveis é
apresentada para consideração.
Mensagens: podem ser destinadas a usuários,
grupos ou prestadores de atendimento designados.
O conteúdo da mensagem pode ser fixo ou dinâmico,
permitindo a adição de variáveis.
As mensagens podem ter a forma de:
E-mail
Mensagens do TrakCare
Alertas de Pager
Serviços de Mensagens (SMS) por e-mail/
gateway de SMS
Domínio de Ação: permite a manipulação direta de
campos de bancos de dados.
Por exemplo, o estado de solicitação pode ser alterado
para uma solicitação em particular de “Verificado” para
“Em espera”.
Compensação de Ações: permite que as “ações” do
TrakCare (por ex., mensagens) sejam compensadas por
um intervalo de tempo definido pelo usuário para fornecer um meio de escalar e chamar a atenção para
tarefas pendentes e auxiliar na gestão de risco.
As mensagens podem ser enviadas a diferentes
usuários no decorrer de um período de tempo, exceto
se um processo de escalação de suporte a decisões.
Pesquisas: permite que regras sejam visualizadas e
cruzadamente referenciados, possibilitando que os
usuários rapidamente busquem dados e examinem
tendências. Por meio das regras, é possível criar pesquisas como as seguintes:
Referenciar cruzadamente o diagnóstico clínico de
um paciente com exame de laboratório solicitado
Referenciar cruzadamente o diagnóstico clínico de
um paciente com o código postal de um paciente
O total para cada grupo é exibido, com os usuários
tendo a capacidade de interrogar mais os resultados para
exibição — por exemplo, uma lista a partir da qual é
possível acessar o Registro Eletrônico do Paciente.
40
2.4.11 Conectividade
A rápida plataforma de integração do Ensemble incorporada ao TrakCare assegura a inter-operabilidade dos
módulos do TrakCare com outros aplicativos por meio do
módulo de Conectividade do TrakCare. O Ensemble oferece suporte a muitas tecnologias de integração e sistemas
de mensagens. A Conectividade do TrakCare possibilita
a rápida conectividade entre HIS, CIS, PAS externos e/ou
outros sistemas de informação e o TrakCare. O módulo
de Conectividade permite que o TrakCare se interconecte com outros sistemas, sejam legados ou externos,
tais como bancos de dados de identidade nacionais. As
opções de Conectividade incluem o abrangente recurso
de mensagens HL7. O TrakCare também inclui o recurso
nativo de se conectar a sistemas externos de transmissão
de contextos em uma URL definível. Consulte a seção 4.0
para detalhes adicionais sobre a conectividade.
2.4.12 Laboratório (LAB)
Quando está viajando fora do país, uma pessoa acaba
doente e vai a um ambulatório para um exame de sangue.
O sangue é coletado, enviado a um laboratório e testado.
Por meio do TrakCare LAB, tão logo o teste é concluído,
os resultados são disponibilizados com um alerta que é
enviado para notificar o médico, destacando quaisquer
descobertas anômalas. Se necessário, os resultados
podem também ser seguramente disponibilizados para
consultas posteriores pelo doutor da cidade do paciente
ou até mesmo um especialista do outro lado do mundo.
O TrakCare LAB satisfaz todas as necessidades operacionais
dos modernos laboratórios de patologia. Ele é especificamente projetado para agilizar as diversas atividades dos
laboratórios nas áreas de:
Contas a receber
Banco de sangue
Bioquímica clínica
Hematologia
Histologia/citologia
O TrakCare LAB satisfaz
todas as necessidades
operacionais dos
modernos laboratórios
de patologia e é especificamente projetado
para agilizar suas
diversas tividades.
Imunologia/sorologia
Microbiologia
Flebotomia
Registro de espécimes e solicitações
Trabalho enviado
O TrakCare LAB oferece uma solução abrangente para as
necessidades de gestão de dados de qualquer laboratório
por meio de:
Telas de registro de dados personalizáveis
Envio automático de resultados por fax, incluindo
histórico do paciente e condição médica, a doutores
destinatários
Agendamento de relatórios
Impressão confidencial de relatórios
Acesso remoto ao sistema
Integração com o Microsoft Word
Exportação de informações para outros sistemas
Gestão de pacientes
Pacientes e fluxo de dados definidos
Pré-registro de espécimes e listas de carregamento
de aparelhos online, facilitando melhorias no tempo
de resposta
Capacidade ilimitada para detalhes de histórico clínico
e comentários
Escaneamento de imagens
41
Mais de 100 das últimas e mais
comuns interfaces de analisadores, oferecendo recursos uni e
bidirecionais com leitor de código
de barras e conexões diretas de
interface TCP/IP por meio de servidores terminais instrumentais
dedicados, utilizando protocolos
ASTM ou específicos do fornecedor/analisador.
O TrakCare LAB oferece suporte
às necessidades dos profissionais
de laboratório para o processamento e análise dos resultados.
Ele também fornece aos prestadores de atendimento acesso a esses
resultados em formatos compreensíveis. Os clínicos podem utilizar
aparelhos móveis para acessar e
revisar resultados.
Exemplos de módulos do TrakCare
LAB que abordam requisitos departamentais específicos incluem:
Daybook: oferece o controle
departamental do registro de
espécimes, possibilitando a
recuperação automática para
inclusão em relatórios.
Os usuários podem designar
espécimes, procedimentos e
colorações, e imprimir etiquetas
de espécimes para slides, blocos
e cassetes, em modo de lote ou
ad hoc. Os usuários podem criar
telas personalizadas consistentes com o fluxo de
trabalho de seu departamento.
Planilhas: incorporam múltiplos testes com tempos
de resposta definidos. Um módulo dedicado de planilhas permite que os usuários registrem resultados
em uma tela que reflete o layout da planilha impressa,
melhorando significativamente o tempo de registro de
resultado para testes manuais quando a interconexão
não está disponível.
Relatórios: permitem que os modelos de relatórios
sejam definidos pelo usuário e sejam personalizados
para se ajustar aos tipos e formados de relatório do laboratório. O TrakCare LAB incluem um número significativo de relatórios que satisfazem os requisitos até
mesmo dos mais complexos laboratórios. Além disso, a
tecnologia subjacente do TrakCare é totalmente compatível com o ODBC, permitindo que os usuários utilizem ferramentas de relatório externas para a criação de
relatórios personalizados em uma base ad hoc.
Reivindicações Eletrônicas: criam arquivos
eletrônicos de reivindicações adaptados para exportação a sistemas externos de contabilidade.
Controle de Qualidade: incorpora um módulo total
mente unificado de controle de qualidade para análises
manuais e instrumentos interconectados, incluindo
recursos gráficos Levy-Jennings e Youden Plot, assim
como comparações de controle de qualidade inter e
intra-laboratório.
Interfaces: fornecem interfaces de analisadores uni- e
bidirecionais, incluindo leitores de códigos de barra.
Para outros requisitos de interconexão, o TrakCare LAB
utiliza os formatos PIT, HL7 e/ou UN/EDIFACT. O
TrakCare LAB também foi configurado para se inter
conectar com sistemas externos por meio de formatos
proprietários específicos do cliente.
Armazenamento de Espécimes: inclui um módulo
dedicado de armazenamento de espécimes no TrakCare
LAB. A configuração de localizações de armazenamento,
incluindo edificações, refrigeradores e contêineres
individuais de armazenamento, podem ser inteiramente
configurada pelos usuários, assegurando a identificação
e recuperação acurada de amostras armazenadas para
testes posteriores.
42
Seção 3: Ferramentas de Gestão do Sistema TrakCare
Na InterSystems, nós compreendemos que os usuários
desejam que seus sistemas de informação de saúde reflitam a maneira que eles operam. Para fornecer uma flexibilidade sem paralelo ao satisfazer as necessidades únicas
de geografias e clientes específicos, o TrakCare vem com
uma série de ferramentas poderosas que permitem que
os clientes configurem o sistema que cerca seus fluxos de
trabalho específicos e administrem o acesso aos módulos
e dados.
As ferramentas disponíveis incluem:
Gestor de Menu
Gestor de Fluxo de Trabalho
Editor de Layout
Editor de Colunas
Suporte a Idiomas
Segurança
Texto de Ajuda Definido pelo Usuário
Questionários
Ícones e Perfis de Ícones
Plantas
Desenvolvimento Personalizado
Escritor de Relatórios Personalizados e Recursos
de Impressão
O TrakCare oferece flexibilidade sem paralelo por
meio de suas poderosas ferramentas de configuração.
43
Gestor de Menu: permite que menus sejam definidos
para um usuário individual, um grupo de usuários ou
todo um departamento. Cada menu possui uma página
inicial definida, que é geralmente uma apresentação
dos dados do paciente mais apropriados para o usuário.
Esta pode ser uma lista de pacientes para uma ala de
sejada, uma plana exibindo a localização desejada de
um paciente, uma lista de clínicas para uma ou mais
consultas de ambulatório agendadas par o dia, uma lista
de centros específica de uma local
ização para um dia ou uma lista de
Cada item de menu do
TrakCare inicia um fluxo
coleção de amostras para um colede trabalho. O menu
tor de patologias. Estes são confiprincipal consiste de
guráveis de acordo com o grupo de
opções mais utilizadas.
segurança do usuário.
A página inicial permite que o
usuário identifique um paciente ao selecioná-lo a partir
de uma lista ou realizando uma busca, e realize a função
desejada. O menu principal consiste nas opções de menu
mais utilizadas que o usuário necessite em um dia. Estes
menus no menu principal podem ser específicos para
módulos (por ex., Farmácia, Emergência e Clínico) ou
podem cruzar módulos conforme necessário (por ex.,
Cadastro). O TrakCare distribui um conjunto padrão de
menus principais, porém cada local pode personalizá-los
como desejado. Cada menu do TrakCare pode iniciar um
fluxo de trabalho definido ou fornecer uma lista de opções
de fluxo de trabalho por seleção.
Exemplo de Página Inicial: Planta - Emergência
Exemplo de Página Inicial: Planta - Ala
44
Exemplo de Página Inicial: Planta - Ala
Gestor de Fluxo de Trabalho: facilita a automatização
de processos empresariais, assegurando a consistência
e eficiência das atividades empreendidas. O TrakCare
é fornecido com um conjunto estabelecido de fluxos de
trabalho para todos os processos corporativos frequentemente utilizados no escopo de prestação de serviços
de saúde. O Gestor de Fluxo de
Trabalho do TrakCare permite que
O TrakCare é fornecido
o usuário modifique ou crie novos
com um conjunto
fluxos de trabalho para satisfazer
estabelecido de fluxos
necessidades em alteração. Novas
de trabalho para todos
tarefas podem ser adicionadas, a
os processos corporativos
sequencia na qual as etapas do fluxo
frequentemente utilizados
de trabalho são realizadas pode ser
no escopo de prestação de
alterada e os processos secundários,
serviços de saúde.
tais como trabalhos de impressão,
alertas e mensagens, podem ser
incorporados. Há suporte a fluxos de trabalho correspondentes ao contexto. O Gestor de Fluxo de Trabalho é uma
ferramenta intuitiva que cria orientações personalizadas
passo a passo para processos e tarefas necessários para
que cada membro da equipe assegure uma qualidade
consistente em toda a unidade.
Exemplo: Cenário de Emergência
1. O paciente se apresenta no departamento de Emergência.
2. O paciente preenche um formulário de internação:
O recepcionista busca o paciente no banco de dados
para determinar se houve internações anteriores.
O recepcionista atualiza os dados demográficos
do paciente.
O recepcionista registra detalhes do parente
mais próximo.
O recepcionista registra outros detalhes
de endereço.
O recepcionista completa os detalhes de internação.
Condição: Caso a internação seja um acidente de
trânsito, o recepcionista registra os detalhes do
acidente de trânsito.
O recepcionista inicia o processo novamente para
o próximo paciente.
Para automatizar o cenário anterior do departamento
de Emergência, a seguinte tela destaca o fluxo de trabalho
sugerido para cada etapa individual do processo:
45
Exemplo: Configuração de Fluxo de Trabalho
Editor de Layout: é fornecido no TrakCare com um
conjunto estabelecido de telas configuradas para
oferecer suporte aos processos empresariais frequent
emente utilizados no escopo de prestação de serviços
de saúde. Para satisfazer necessidades em alteração, o
Editor de Layout é uma ferramenta totalmente unificada
que permite que a equipe personalize configurações de
tela e funções após a implantação do aplicativo. O Editor
de Layout é uma das ferramentas chave que tornam o
TrakCare altamente intuitivo para os usuários. Ele
oferece diversas opções de personalização, tais como
a capacidade de designar valores e campos obrigatórios
para acelerar o processo de entrada ou definir configu
rações de tela para uma série de plataformas de visual
ização (por ex., tablet PCs ou grandes telas de plasma).
As funções incluem:
Adicionar hyperlinks
Configurar sequência de campos
Adicionar texto e cores de tela
Editor de Colunas: permite que as características de
qualquer lista sejam definidas quando exibidas
em uma tela.
As funções incluem:
Selecionar colunas para aparecerem em uma lista
Definir largura da coluna e detalhes de texto
Configurar a sequencia para a exibição de uma coluna
Mover um campo
Definir colunas pelas quais a lista pode ser ordenada
Adicionar um campo
Selecionar número de
linhas por página
Remover um campo
Tornar um campo “Obrigatório”
Tornar um campo “Exibição Apenas”
Designar propriedades de campo (por ex., dica
de ferramenta, atalho ou valor padrão)
Mudar nomes de campos
Configura sequência padrão para registros exibidos
Definir lista como
imprimível
Unir colunas
TrakCare foi construído com uma
interface de usuário altamente
configurável. Os módulos TrakCare
possuem um editor embutido que
permite que os usuários tenham
telas adaptadas não só para a
função a ser executada, mas também às necessidades do indivíduo
ou dos grupos que executam essas
funções.
46
Suporte a Idiomas: inclui o recurso de tradução para
assegurar a implantação bem-sucedida no idioma
nativo dos usuários. Possibilita a pronta tradução de
todas as telas, legendas, mensagens e mensagens
de erro para fornecer a interface de usuário em outros
idiomas. As traduções podem ser efetuadas em todo
o sistema ou podem ser limitadas a uma tela específica. Uma preferência de idioma pode ser designada
para cada usuário de modo que ao entrar, o sistema automaticamente é configurado para seu idioma de
preferência. Em hospitais da Indonésia, por exemplo, o
TrakCare pode exibir um conjunto de resultados para
um doutor em indonésio ou inglês, dependendo da
preferência. Há suporte a formatos de dois idiomas,
Unicode e formados de calendário (além do gregoriano).
São também aceitos os formatos de dois idiomas para
nomes, conforme mostrado à direita.
Exemplo: Duplo IdiomaTradução em inglês
com legendas em dinamarquês
(inclui registro de dados e traduções de tela)
Exemplo: Duplo Idioma –
Tradução em alemão com legendas em inglês
(includes registro de dados e traduções de tela)
Exemplo: Lista de Pacientes – Tradução do Título da Coluna
47
Exemplo: Detalhes do Paciente Traduzidos
Exemplo: Faixas de Pacientes
Detalhes de Segurança: localizados na seção 4.1
(Recursos Técnicos do TrakCare).
Texto de Ajuda Definido pelo Usuário: inclui um
recurso contextual de ajuda online em níveis de função
e campo. Ao pressionar a tecla F2, é exibida ajuda para a
função sendo executada.
As organizações são encorajados a refinar a documentação de Ajuda para que inclua detalhes das práticas de
trabalho da unidade. De modo similar, ao mover o cursor
sobre itens de dados a serem registrados pelo usuário, um
campo de dica pode ser exibido.
48
Exemplo: Tela de Ajuda Definida pelo Usuário Típica
Questionários: são formulários definidos pelo usuário
(por ex., análises, questionários e formulários) criados
para a captura de dados de modo estruturado ou
semiestruturado. Os questionários podem ser criados e designados de acordo com as necessidades locais.
Entretanto, o TrakCare é fornecido com um conjunto
de amostras que podem ganhar acréscimos conforme
necessário. Os questionários podem ser selecionados
diretamente a partir do EPR ou incorporados em um
fluxo de trabalho para assegurar que os dados sejam
coletados na hora e local mais apropriados. Os Questionários do TrakCare incluem a capacidade de
“aninhar” as perguntas no formulário de modo que a necessidade de resposta de uma pergunta seja condicionada à resposta da pergunta anterior. Na verdade, perguntas condicionadas permanecem escondidas a menos
que devam ser completadas.
49
Os processos empresariais que frequentemente utilizam
os Questionários incluem registro, administração de
solicitação, resultados, diagnósticos, percursos clínicos e
análise de pacientes.
Os Questionários do TrakCare enfrentam o desafio
de obtenção de consenso sobre quais informações que
devem ser coletadas e quando em uma equipe multidisciplinar de saúde.
O TrakCare possui um recurso de ajuda contextual
online nos níveis de função e campo, que a organização pode refinar para incluir detalhes das práticas de
trabalho na unidade.
Exemplo: Questionário no EPR
Exemplo: Questionário – Consentimento para Tratamento
Os questionários são formulários
definidos pelo usuário que fornecem
uma ferramenta de análise e coleta
de informações intuitiva que pode
ser definida por um local para se
ajustar a requisitos empresariais
individuais, sejam eles organizacionais, departamentais, especialidade
ou usuários individuais.
Exemplo: Questionário – Lista de Verificação do Pré-Operatório
50
Ícones: são imagens utilizados em todo o TrakCare para
informar ou evocar um comando. Eles fornecer um
alerta visual ou orientação para auxiliar os usuários
na identificação de informações pertinentes. Exemplos
incluem alertas e alergias, o estado de uma solicitação
ou o progresso de um paciente nas diversas etapas do
atendimento (pré-operatório, pós-operatório, recuperação). Os ícones podem ser estáticos ou interativos (liga
dos a outras telas do TrakCare) para fornecer informações adicionais e permitir a atualização de detalhes.
As dicas de ferramentas fornecem informações sobre
o significado do ícone. Os Perfis de Ícones unem ícones
individuais para a formação de um grupo que pode
subsequentemente ser exibido em faixas de pacientes,
listas de trabalhos e plantas (por ex., um perfil de
estado Clínico ou Administrativo). Os Perfis de Ícones
podem ser definidos no local.
Exemplo: Perfil de Ícone
Exibido em uma Planta
Plantas: são visualizações gráficas das salas de espera,
cubículos, alas e salas de procedimento disponíveis em
uma unidade. Um usuário pode rapidamente ver onde os
pacientes estão localizados, além de informações selecionadas de pacientes.
Exemplo: Ícones
Classificação necessária
Medicamente ajustado
Data de retorno de licença excedida
Paciente em licença
Data estimada de alta excedida
Resultados anômalos
Consentimento recusado pelo paciente
Aniversário
Paciente requer assistência com refeições
Paciente requer assistência com menu
Exemplo: Perfil de Ícone Exibido na Lista de Trabalho do Prestador de Atendimento
51
Exemplo: Perfil de Ícone Exibido em uma Faixa de Paciente
Desenvolvimento Personalizado: inclui Funções
Definidas pelo Usuário (FDU) e Script Personalizados
(SP). as FDUs permitem a adição de codificação específica do local sem alterações no banco de dados principal
do TrakCare. Exemplos incluem etiquetas de impressão,
formatos de códigos de barra e geração de números
internos não-padrão. Os SP incluem alterações específicas do local em funções da tela, tais como tornar certos
campos condicionalmente obrigatórios ou alterar o
aplicativo que abrirá um documento.
Escritor de Relatórios Personalizados
e Recursos de Impressão: oferecem relatórios personalizados que podem ser definidos e produzidos por
meio de ferramentas de relatórios externos.
A impressão destes relatórios pode ser definida para
permitir a produção ou impressão sob demanda em
uma impressora de rede. Além disso, é possível criar
relatórios em um arquivo Adobe PDF ou RTF que pode
ser enviado por e-mail.
52
Seção 4: Arquitetura e Tecnologia do Sistema TrakCare
Diferente de outros sistemas, o TrakCare foi construído
como uma solução conectada que oferece inter-operabilidade sem paralelo com outros sistemas. Esta arquitetura
permite que o TrakCare sirva como EPR enquanto a nova
função é implantada no decorrer do tempo.
Grande parte do poder do TrakCare deriva do fato de
que todos os seus módulos compartilham o mesmo
modelo de dados, foco no paciente e um banco de dados
único de alto desempenho, o InterSystems Caché. Deste
modo, os módulos do TrakCare não necessitam da integração um com o outro, economizando tempo e gastos. Além
disso, os sistemas de informação da saúde construídos
no Caché são conhecidos por seu alto desempenho e
escalabilidade.
Este ambiente unificado de informação proporciona
diversos benefícios: compartilhamento simplificado de
informações, implantação mais rápida, custos mais baixos
e manutenção facilitada. Além disso, a rápida plataforma
de integração do InterSystems Ensemble incorporada ao
TrakCare garante a inter-operabilidade dos módulos do
TrakCare com outros aplicativos.
O TrakCare utiliza o navegador do cliente e requer
baixa quantidade de banda bandwidth e energia na área
de trabalho. A utilização do navegador possibilita que o
sistema seja utilizado com todas as funções em conexões
de baixa velocidade sem a necessidade de tecnologias
caras, destinadas a poucos clientes. Isto oferece um acesso
generalizado, porém seguro via internet para informações
apropriadas onde e quando necessário.
Considerando que o Ensemble é incorporado ao
TrakCare, este permite que as organizações rapidamente
construam e implantem novas soluções que alavanquem
as funções de aplicativos existentes, orquestrem novos
processos empresariais e integrem dados de toda uma
unidade, prestadores de serviços terceirizados e serviços
de saúde comunitária.
O TrakCare se Conecta via internet a Outros Sistemas
53
4.1 Recursos Técnicos do TrakCare
O TrakCare oferece suporte a uma série de recursos
técnicos que o diferenciam de muitos sistemas concorrentes, incluindo:
Computação Móvel: oferece recursos que diferem
substancialmente em capacidade e flexibilidade. Os
recursos do aplicativo nas diversas plataformas serão
diretamente relacionados aos recursos do aparelho.
O TrakCare foi desenvolvido para utilizar tecnologia
de última geração, com poucas ou nenhuma modificação
necessária ao software. Em outras palavras, ele pode ser
acessado a partir de qualquer aparelho que execute o
Internet Explorer versão 6.0 ou superior. Em ambientes
críticos, isto permite que computadores tipo laptop e
tablet conectados em redes sem-fio sejam utilizados para
fornecer informações dos pacientes direto da cabeceira.
Quando a equipe trabalha fora do hospital, como em um
ambiente comunitário, o TrakCare oferece acesso remoto
às informações do paciente.
Segurança: permite que a organização estabeleça seus
níveis desejados de segurança, departamentos e papéis
no sistema e determinem quais funções e telas devem
ser protegidas e em que nível de segurança. O TrakCare
também fornece segurança completa de dados, ligados
a nomes de usuário e senhas que restringem o acesso
ao banco de dados.
O TrakCare permite que a segurança de entrada seja
unificada com a autenticação de entrada do Windows,
por meio da identificação de segurança do Windows. Isto
reduz o tempo necessário para que os usuários acessem
o aplicativo e a necessidade de múltiplas entradas no
Windows e no TrakCare.
Os recursos específicos de segurança disponíveis
incluem os seguintes:
Acesso ao TrakCare com proteção por nome
de usuário e senha.
Restrições podem ser colocadas a ações que um
usuário pode realizar.
É possível solicitar que os usuários modifiquem
suas senhas regularmente.
Acesso aos fluxos de trabalho do TrakCare restrito
pelo papel designado ao usuário (além da proteção
por senha).
O TrakCare possui recursos de segurança adicionais
para manter a confidencialidade Dos dados ao associar
os registros de pacientes com doutores executando
o tratamento em base “deve saber”. Somente o doutor
executando o tratamento, ou outros doutores autorizados
pelo doutor executando o tratamento, pode acessar
tais registros.
Registro: fornece aos usuários recursos abrangentes
para a manipulação de dados de modo rápido e fácil.
Considerando que as organizações são ambientes
dinâmicos, as necessidades de informação de clínicos
variam consideravelmente. O TrakCare oferece suporte
a este requisito com os seguintes recursos:
Cada módulo do TrakCare vem com uma série de
relatórios padrão para fins operacionais, administrativos e estatísticos. Os usuários podem controlar os critérios de seleção e classificação desses
relatórios. Os relatórios também podem ser modificados pela organização.
Os relatórios podem ser visualizados na tela,
impressos ou importados para outros produtos
de automação de escritório, incluindo Microsoft
Excel e Word e sistemas de e-mail. O TrakCare pode
fornecer uma interconexão contínua entre seu
banco de dados e estes produtos e fornecem uma
interface a todos os pacotes de área de trabalho da
Microsoft e é compatíveis com sistemas abertos
A organização pode desenvolver seus relatórios
ad hoc por meio de ferramentas de relatório
compatíveis com o ODBC.
O TrakCare Business Intelligence (BI) incorpora capacidades de inteligência corporativa em tempo real
para uma tomada de decisões mais informada.
O TrakCare BI oferece acesso em tempo real à
informação da gestão por meio de relatórios, gráficos e painéis. Com base na tecnologia de business
intelligence incorporada do InterSystems
DeepSee™, o TrakCare BI inclui modelos de dados
pré-definidos e indicadores chave de desempenho
para dados clínicos e administrativos em todo o
sistema TrakCare.
O TrakCare também pode ser ligado às ferramentas de business inteligence existentes da organização, permitindo que os usuários realizem pesquisas
ad hoc no banco de dados do TrakCare.
Auditoria: inclui os seguintes recursos:
Trilhas de Auditoria: mantêm um registro de
todas as alterações efetuadas no registro de um
paciente, incluindo data, hora de alteração, usuário
realizando a alteração e detalhes da alteração.
Os recursos incluem:
Configurável
Detalhes de alterações no banco de dados
Carimbo de hora e data
Marca de Auditoria: mantém um registro de
qualquer usuário que tenha acessado o registro
do paciente mesmo que nenhuma mudança tenha
sido efetuada.
54
Os recursos incluem:
Configurável
Detalhe de quem visualiza o registro dos pacientes
Carimbo de hora e data
Auditoria de Tabelas de Código: mantém um
registro de todas as alterações efetuadas nos
registros de tabelas de código, incluindo data, hora
de alteração, usuário realizando a alteração e
detalhes da alteração.
Violações de Segurança: mantém um registro
das tentativas de violação da segurança.
4.2 Arquitetura de Aplicativo
As implantações do TrakCare são criadas com a filosofia em
que se deve utilizar a ferramenta certa para o trabalho certo.
As soluções são construídas com base em uma Estrutura de
Componentes única, permitindo o rápido desenvolvimento
em Web, velocidade extraordinária de processamento de
transações e alta escalabilidade com mínimos requisitos de
manutenção, resultando em um aplicativo de EPR de alto
desempenho e flexibilidade.
O modelo de componentes do TrakCare possibilita o rápido
desenvolvimento do aplicativo, uma interface de usuário consistente, um modelo consistente e inerente para a personalização do sistema e a reutilização considerável dos componentes
do sistema.
O TrakCare pode ser rapidamente e facilmente personalizado para os requisitos de uma organização sem os custos,
atraso, complexidade ou risco decorrentes de desenvolvimentos personalizados. O sistema pode ser opcionalmente
personalizado em alguns ou todos os módulos por meio de
fluxos de trabalho e visualizações configuráveis de dados para
melhor servir as diferentes necessidades em organizações e
grupos e mesmo entre indivíduos.
O TrakCare oferece suporte a um escopo de configurações
seguras de múltiplas organizações. As soluções podem ser
configuradas para satisfazer requisitos específicos.
Modelos típicos de configurações incluem:
Múltiplas instâncias do aplicativo em um único servidor
Um único banco de dados com múltiplos hospitais em uma
configuração de múltiplos hospitais
Uma configuração de múltiplas organizações com bancos de
dados independentes e um único sumário EPR
Uma configuração central de EPR para múltiplas organizações com replicação eficaz do EPR com o EPR do paciente
55
4.3 Ambientes de Sistema Operacional
O TrakCare é certificado para operar em uma série de
ambientes de sistemas operacionais, incluindo, sem limitação
a, Microsoft Windows 2000, XP Pro, Server 2003 para x86-32,
Microsoft Windows Vista para x86-32, Microsoft Windows
Server 2003 para x86-64e uma série de outros sistemas
operacionais, tais como OS X, HP-UX, OpenVMS, Tru64, AIX,
Red Hat, Solaris, e SUSE Linux. O TrakCare pode operar em um
ambiente de plataformas mixas.
4.4 Modelo Lógico
O TrakCare é logicamente projetado como um sistema de
múltiplas camadas. Os componentes das diferentes camadas
são responsáveis por diferentes tabelas e podem ser logicamente agrupados com base no tipo de trabalho realizado.
Estas camadas podem ser fisicamente configurados em um ou
mais servidores para fornecer escalabilidade e resistência.
Os quatro camadas lógicas são:
Camada de Dados
Camada de Aplicativo
Camada Web/Camada de Arquivo e Impressão
Camada de Clientes
O TrakCare é um Sistema de Múltiplas Camadas
Centros de Dados
Camada de Dados
Banco de Dados do TrakCare
Banco de Dados
Sombra do TrakCare
Camada de Aplicativo
1-n Servidores Aplicativos
Nível de Web/Nível de Arquivo e Impressão
1-n Servidores Web
1-n Servidores de Arquivos
1-n Servidores de Impressão
Camada de Clientes
n Navegadores
n Impressora
4.4.1 Camada de Dados
O Camada de Dados é composto de um banco de dados
contendo dados de transação e esquemas de banco de dados
do TrakCare. Geralmente, um servidor de banco de dados
primário e um secundário estão ativos integralmente.
O servidor de banco de dados primário é utilizado para
transações back-end.
O segundo banco de dados (sombra) é uma imagem
espelhada do banco de dados primário, que é mantido
atualizado ao copiar diários de transação do banco de dados
primário e executando os diários no banco de dados sombra.
O banco de dados sombra é idealmente localizado em uma
localização externa e é utilizado para recuperação rápida no
caso de falha do centro de dados ou outro desastre.
As Camadas de Aplicativo e de Dados Se comunicam por
meio de configurações de TCP/IP padrão.
56
4.4.3 Camada Web/Camada de Arquivo e Impressão
Camada de Dados
Banco de Dados Sombra
4.4.2 Camada de Aplicativo
A camada de Aplicativo é a locomotiva do aplicativo do
TrakCare, contendo programas e dados do TrakCare.
É responsável por gerar dinamicamente páginas na Web do
TrakCare em resposta a solicitações de clientes. Um ou mais
servidores da camada Web se conectam ao Nível de Aplicativo
por meio de um gateway na Web. O servidor de aplicativo
constrói uma representação em HTML dos dados, que são
passados de volta para o servidor Web por meio do gateway.
Camada de Aplicativo
Os serviços de aplicativos podem estar localizados em
servidores separados da Camada de Dados, assegurando que
caso eles contenham dados estáticos altamente utilizados, o
servidor banco de dados será apenas acessado quando dados
dinâmicos de transação forem necessários.
Quando o Servidor de Aplicativos precisa acessar um servidor remoto de dados, um protocolo é utilizado para acessar o
banco de dados remoto e os dados da memória do servidor de
aplicativos de modo que solicitações de dados futuras relacionadas possam ser efetuadas sem recursos de rede
57
A Camada Web/Camada de Arquivo e Impressão são geralmente unificados à infraestrutura existente.
O TrakCare utiliza o Modelo de Registro do TrakCare,
que oferece suporte a modelos de impressão centralizados
(sistema) e distribuídos (visualização do cliente).
O Serviço de Impressão do TrakCare (SIT) oferece
suporte a um modelo enfileirado centralizado para a gestão
de impressões e envios de fax e e-mail gerados pelo sistema.
Serviços múltiplos de impressão podem ser executados
simultaneamente, com cada instância ciente do número total
de processos de impressão atualmente sendo executados para
o controle efetivos de custos de licenciamento.
Ferramentas de registro compatíveis como o ODBC podem
ser utilizadas para gerar HTML ou HTML dinâmico ou exibir
resultados por meio de um visualizador de ActiveX. O mecanismo de visualização oferece flexibilidade para a impressão
em uma impressora localmente definida e a função de exportação de relatórios em diversos formatos.
A Camada Web serve as páginas na Web do aplicativo do
TrakCare – criadas dinamicamente pela Camada de Aplicativo
– para PCs de clientes e retorna as transações de clientes para
a Camada de Aplicativo.
O TrakCare utiliza a tecnologia de Páginas de Servidor do
InterSystems Caché (CSP), que permite a construção e implantação de aplicativos em Web de alto desempenho e escalabilidade. O CSP possibilita que páginas na Web sejam geradas
em tempo de execução no servidor do aplicativo, permitindo
que conteúdos (HTML, XML, folhas de estilo, imagens e outros
tipos) sejam dinamicamente servidos.
O cliente se conecta ao servidor Web por meio de um
navegador com o protocolo HTTP padrão. O cliente HTTP
(o navegador) solicita uma página do Nível de Web por meio
do HTTP. O servidor Web reconhece isto como uma solicitação de CSP e a encaminha para o Nível de Aplicativo através
de uma interface rápida de programação de aplicativos do
servidor. No Servidor CSP a Camada de Aplicativo processa a
solicitação e retorna uma página ao Nível de Web, que, por sua
vez, envia-a ao navegador. O CSP administra as comunicações
entre a camada Web e a Camada de Aplicativo e evoca códigos
de aplicativo que geram a página.
O CSP oferece suporte a HTML, XML, WML e outras linguagens adicionais de Web. O CSP utiliza uma tecnologia dinâmica
de páginas de servidor com base no Modelo de Objeto de
Documento
Camada Web
Além do código do servidor que é executado na Camada de
Aplicativo, codificações, geralmente o JavaScript, são executadas no navegador do cliente, geralmente para oferecer suporte
a funções avançadas, tais como validação e re-formatação
de dados ou evocação do código do servidor. Os controles de
ActiveX e Java também são utilizados para executar mini-aplicativos do servidor, para a visualização de imagens complexas
e relatórios padrão e modificar layouts de pagina do TrakCare.
O uso dos recursos pode ser limitado a usuários ou grupos
de usuários específicos e pode estar sujeito a restrições de
licença.
Servidor Web
Gateway CSP
4.4.4 Camada de Clientes
4.4.5 Normas e Protocolos
A Camada de Clientes é a única parte do sistema do
TrakCare com a qual os usuários finais interagem diretamente.
Esta camada pode ser qualquer dispositivo leve e de baixa
manutenção que suporte Microsoft Internet Explorer 6.0 ou
superior. Ela fornece um única interface entre o usuário e os
componentes do TrakCare, incluindo Fundação CIS, Fundação
PAS, módulos departamentais e adicionais, administração
do sistema, visualização de relatórios e aplicações fora do
TrakCare.
A solução do TrakCare utiliza as últimas normas e protocolos para possibilitar a conectividade e inter-operabilidade
com outros sistemas. O TrakCare oferece suporte às seguintes
tecnologias e normas chave, entre outras:
O TrakCare se Conecta a Outros Sistemas
58
4.5 Configurações de Arquitetura do Sistema
4.5.1 Configuração de Servidor Único
O projeto inovador do TrakCare, que utiliza níveis lógicos,
resulta em uma flexibilidade considerável para a personalização de uma solução de acordo com os requisitos geográficos
e tecnológicos de uma organização. As soluções de múltiplas
camadas e servidores têm a vantagem de fornecer desempenho notável, alta escalabilidade, análise em tempo real de
dados e confiabilidade robusta. Uma solução pode ser projetada para acomodar centenas de milhares de usuários, em
um único ou em muitos locais. Uma configuração em nível de
registro pode ser estendida para oferecer suporte a usuários
adicionais conforme cresce a utilização do TrakCare em uma
organização, sem a necessidade de reconstrução ou novo
projeto desde o início.
Na configuração mais simples, um único servidor é utilizado
para todos os níveis lógicos.
A opção de configuração de entrada é designada à implantação em um único local ou para uma implantação limitada
do TrakCare. Ainda que a configuração de servidor único
não forneça imediatamente a infraestrutura necessária para
oferecer suporte ao crescimento futuro, é possível adicionar
servidores adicionais conforme mudarem as necessidades.
Um ambiente de alta disponibilidade é possível por meio da
adição de hardwares adicionais. Por exemplo, uma configuração aglomerada ou de múltiplos níveis demandaria ao menos
um servidor adicional.
Configuração de Servidor Único do TrakCare
Data Server
Nível de Cliente
59
4.5.2 Configuração de Múltiplos Níveis
A configuração de múltiplos níveis e servidores utiliza comunicações distribuídas de bancos de dados para possibilitar
uma maior capacidade e redundância no sistema, permitindo
que muito mais clientes se conectem ao sistema por meio do
uso de múltiplos servidões de aplicativos.
Para locais que requeiram alta capacidade a disponibilidade,
é recomendável que o Aplicativo TrakCare e os Níveis de
Banco de Dados sejam distribuídos em múltiplos servidores.
A camada Web deve ser um nível separado. Além disso, os
serviços de relatório podem estar em servidores separados
dependendo dos requisitos de relatório.
Na configuração mais simples de múltiplos níveis, dois ou
mais sistemas, operando como servidores da Camada de
Aplicativo, são colocados entre a Camada de Dados central e os
servidores da Camada Web. Nesta configuração, a Camada de
Aplicação serve aos processos de hospedagem que realizam
o trabalho do cliente, descarregando o conteúdo da CPU
do servidor de banco de dados. Este tipo de configuração é
melhor escalado para aplicações em Web applications como o
TrakCare, que oferece um nível significativo de acesso à leitura
de dados . Configurações mais complexas, com múltiplos
servidores de dados assim como dados armazenados em máquinas de servidores de aplicativos, são também possíveis.
Os locais geralmente utilizam configurações de múltiplos
níveis para o escalamento assim como o fornecimento de alta
disponibilidade, com servidores de aplicação servindo como
sistemas auxiliares.
Para a alta disponibilidade de nível de entrada, somente é
necessário um sistema duplicado com as mesmas especificações do servidor de banco de dados. Os servidores de bancos
de dados sombra e de failover têm dimensões similares.
Configuração de Múltiplas Camadas do TrakCare
Camadas de Dados
Camada de Aplicativo
Camada Web/Camada de Arquivo e Impressão
Camada de Clientes
60
4.5.3 Escalabilidade e Alta Disponibilidade
Uma arquitetura de múltiplas camadas permite que os componentes do sistema sejam distribuídos em dois ou mais centros
de dados conectados por meio de conexões de rede de alta
capacidade.
A arquitetura não se altera significativamente com o aumento da utilização, ainda que a capacidade dos componentes
possa ser aumentada conforme locais e módulos adicionais
são incluídos na rede online.
Aceitação, teste de sistema e ambientes de treinamento
ficam localizados em seus próprios servidores.
Uma arquitetura de sistema de múltiplos níveis e servidores é
caracterizada por:
Servidores individuais para o banco de dados e
servidores de aplicativos
“Clustering” de alta disponibilidade dos servidores
de bancos de dados
Servidores redundantes de Web, arquivos e impressões
Rede privada de gigabits entre os servidores
Uso de armazenamento SAN para todos os requisitos
de disco (exceto sistema operacional e inicialização
do sistema, se necessário)
A arquitetura é projetada para crescer por meio da adição de:
Servidores de aplicativos
Servidores Web
Incrementos escalados de hardware
(por ex., memória, CPUs)
Os Sistemas Unix são preferenciais para servidores de banco
de dados e aplicativo para instalações maiores. Entretanto,
os Servidores do Microsoft Windows podem ser usados em
configurações de múltiplos níveis.
A seguinte tabela compara a configuração de servidor único
e a configuração de camadas múltiplas.
Tolerância a desastres por meio de centros de dados
geograficamente separados e espelhamento remoto
Tabela: Comparação de Diferentes Opções
Custos de Hardware
Eficiência
do Hardware
Escalabilidade
61
Opção Um
Configuração de Servidor Único
Opção Dois
Configuração de Múltiplas Camadas
Custos de inicialização
de hardware mais baixos
Custos de inicialização
de hardware mais altos
Todos os servidores [múltiplos] de
aplicativos para alta disponibilidade são
totalmente utilizados
Hardware redundante raramente usado
se alta disponibilidade é empregada
Limitado, e requer significativa
inatividade para a atualização
para um ambiente de múltiplas camadas
Sem interrupção de serviços e hardwares
de servidores adicionais podem ser
dinamicamente colocados online
4.5.4 Arquitetura de Clientes
Os sistemas operacionais de clientes suportados e as configurações mínimas de hardware de PCs a serem utilizados como
estações de trabalho de clientes para a instalação do TrakCare pelo cliente e para o sistema operacional são:
Sistema Operacional
do Cliente
Mínimo
Recomendado
Processador
Memória
Mínima
HD
Mínimo
Resolução
de Tela
Windows XP Professional SP2
com Internet Explorer 6.0 ou 7.0
1 GHz 32-bit (x86)
256MB
10GB
1,024 x 768
2 GHz 32-bit (x86)
512MB
20GB
1,024 x 768
Vista Business SP1 com
Internet Explorer 7.0
2 GHz 32-bit (x86)
1GB
40GB incluindo
15GB de
o espaço
1,024 x 768
Vista requires
DirectX 9 graphics
128MB memory
Windows XP Professional SP3
com Internet Explorer 7.0
livre
O principal aplicativo de navegador utilizado na solução do TrakCare é o Internet Explorer 6.0 ou superior.
Os componentes mínimos requeridos par uma estação de trabalho típica para clientes do TrakCare incluem:
Aplicativo
Java Runtime Environment (JRE)
Java Advanced Imaging (JAI)
SVG Viewer
Adobe Acrobat Reader
Objetivo
Necessário para o Visualizador de Imagens do
TrakCare para a visualização de imagens e anotações
Necessário para o Visualizador de Imagens do
d
TrakCare para a visualização de imagens e anotações.
Utilizado para quadros e gráficos.
Utilizado para a verificação de PDFs tais como
Resumos Clínicos e relatórios salvos.
Requisitos de
Disco Rígido
80MB
5MB
5MB
60MB
62
A InterSystems certifica estes ambientes para a solução do
TrakCare.
Os componentes adicionais de software necessários para a
manutenção ou configuração do aplicativo incluem:
4.6 Outros Requisitos de Arquitetura
Em geral, o TrakCare utilizado para o treinamento é uma
cópia da versão lançada (com todas as funções), mas novas
versões podem ser utilizadas caso o treinamento seja necessário para um novo lançamento. Durante as sessões planejadas de treinamento, o banco de dados pode ser atualizado
antes do início. O ambiente de treinamento é frequentemente
usado para testes de aceitação dos últimos lançamentos antes
de sua implantação no sistema de produção.
É ideal que os hardwares de servidor para testes de
aceitação sejam equipamentos de pré-produção. Em grandes
instalações, pode ser necessário manter uma réplica dos
sistemas de produção com o objetivo de testes de aceitação
contínuos. Contudo, isto é raro. Os requisitos de disco podem
ser ajustados para se adaptar à expectativa do nível de teste de
aceitação.
Diversos ambientes devem ser mantidos como parte de toda
a infraestrutura do sistema de informação da saúde. Espera-se
que haja diversas instâncias do TrakCare nos servidores que
oferecem suporte a diferentes versões do sistema TrakCare.
A solução do TrakCare solution possui capacidade de suportar um amplo conjunto de periféricos, incluindo tablet PCs,
aparelhos móveis, scanners e leitores de código de barra.
4.6.1 Produção
4.7.1 Tablet PCs
O sistema de produção é utilizado para as atividades ao vivo
do sistema.
O TrakCare oferece suporte à utilização de aparelhos sem fio
do tipo tablet para a implantação; estes oferecem o funcionamento completo do ambiente de área de trabalho.
Visual Basic para a manutenção da tabela de códigos
Instalação de cliente do Ensemble e controles de ActiveX
para a edição de layouts
Apesar do TrakCare não requerer o Microsoft Word, para a
integração de recursos do Word, este deve estar disponível no
PC do cliente além do ODBC.
Os usuários que desejarem desenvolver ou manter outros
sistemas de relatório do ODBC devem ter um designer de
relatório e uma unidade do Ensemble ODBC.
4.6.2 Teste do Sistema
Um ambiente para que os revendedores realizem testes
iniciais de garantia de qualidade. Este ambiente também pode
ser utilizado para:
Teste de desempenho e estresse
Investigação do efeito de componentes de infraestrutura
alternativos ou emergentes no desempenho ou disponibilidade do aplicativo
Outros testes (por ex., inicialização, encerramento, backup
e recuperação)
63
4.6.3 Treinamento
4.7 Periféricos Adicionais Suportados
4.7.2 Scanners
Scanners compatíveis com o TWAIN podem ser conectados
ao aplicativo do TrakCare. A interface é apenas limitada pela
unidade do TWAIN; entretanto, o cliente deve possui uma
unidade TWAIN associada. A interface é chamada por meio de
um controle ActiveX no navegador.
4.7.3 Leitores de Código de Barra
A solução oferece suporte à busca e seleção rápida e livre
de erros por meio do uso de leitores de código de barra.
As utilizações típicas incluem espécimes de laboratório
e registros médicos.
64
Work with InterSystems.
Not separate systems.
InterSystems do Brasil
Praça Prof. José Lannes, 40
10° andar – Brooklin Novo
São Paulo/SP – 04571-100
Tel.: 011 3014-7000
Fax: 011 3014-7001
InterSystems.com.br/TrackCare
InterSystems Caché e InterSystems Ensemble são marcas registradas da InterSystems Corporation. InterSystems HealthShare é uma marca registrada da InterSystems Corporation.
Outros nomes de produtos são marcas registradas de seus respectivos vendedores. Copyright ® 2009 InterSystems Corporation. Todos os direitos reservados. 10-09
Download
Random flashcards
paulo

2 Cartões paulonetgbi

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

teste

2 Cartões juh16

Criar flashcards