SUGESTÃO DE PAUTA 40% dos pacientes de UTI são

Propaganda
SUGESTÃO DE PAUTA
40% dos pacientes de UTI são submetidos à ventilação mecânica
O processo de retirada do aparelho quando não adequado pode deixar
sequelas e levar à morte
A ventilação mecânica nunca foi tão explorada pela mídia como nas últimas
semanas após a tragédia em Santa Maria, o que deixou a população em
geral com muitas dúvidas. No entanto, esse procedimento é um dos mais
utilizados no tratamento do paciente crítico internado nas unidades de terapia
intensiva. Estima-se que 40% desses fazem uso do ventilador pulmonar,
aparelho que auxilia no processo respiratório.
No dia 27 de fevereiro (quarta-feira), o doutor em ciências pelo Programa de
Pós-Graduação da Divisão de Pneumologia do InCor (Instituto do Coração),
da Faculdade de Medicina da USP, Marcelo Beraldo, dará um aula sobre o
tema, em São Paulo. Durante o encontro, destinado a profissionais que
atuam em UTIs, o especialista abordará as principais interações durante a
ventilação mecânica.
“Em muitas situações o organismo é incapaz de manter o ciclo respiratório,
que consiste na aspiração de ar até os pulmões onde este ar é absorvido
pelos alvéolos e transportado pelas hemácias até os tecidos, mantendo a
oxigenação tecidual. Diante desse cenário é fundamental submeter o
paciente à ventilação mecânica (respiração artificial com o auxílio de
aparelho)”, explica o especialista.
Um dos momentos complexos no procedimento de ventilação mecânico é
justamente identificar se o paciente é elegível ou não para o “desmame”,
processo de transição da ventilação artificial para a ventilação espontânea,
em pacientes que permanecem em ventilação mecânica invasiva por um
tempo superior a 24 horas, como foi o caso das vítimas de Santa Maria.
Isso porque, embora fundamental para o tratamento, o procedimento pode
causar complicações quando muito prolongado. Entre eles pneumonia, atrofia
muscular e toxicidade pelo oxigênio. Mas a precocidade dessa remoção está
diretamente relacionada com outros riscos, como dificuldade do acesso às
vias aéreas, lesões musculares respiratórias e periféricas, lesões
neurológicas, gravidade da pneumonia e aumento da taxa de mortalidade.
por um tempo superior a 24 horas, como foi o caso das vítimas de Santa
Maria.
“Nem sempre um paciente em ventilação mecânica que apresenta melhora
clínica -- oxigenação adequada e estabilidade hemodinâmica -- está apto ao
processo de desmame. Para isso algumas estratégias devem ser
implantadas nas UTIs, como a interrupção diária da sedação e teste de
respiração espontânea (TRE)”, explica o Dr. Marcelo Beraldo.
O especialista reforça que a retirada do aparelho deve ser gradativa e com o
constante acompanhamento da equipe intensivista, que regula
periodicamente o ventilador pulmonar para adequá-lo à necessidade
respiratória do paciente. Geralmente, esse procedimento é realizado
manualmente. Para eliminar essa tarefa manual e levar ao paciente mais
conforto e segurança no processo de desmame, foi lançado esse ano no
Brasil o ventilador pulmonar e360T, que dispõe de uma seleção de modos
ventilatórios.
O aparelho oferece opções de recursos para máxima flexibilidade para
qualquer paciente em ventilação mecânica. Todo o controle é automatizado
com ajustes contínuos que garantem a sincronia respiratória com as
necessidades respiratórias do paciente. Ou seja, o e360T se adéqua à
respiração espontânea do paciente. O resultado é um desmame seguro e no
tempo adequado. Durante a aula, o especialista, entre outros temas,
apresentará essa inovação tecnológica já disponível no Brasil.
Serviço:
Aula: Interações Durante a VM
Professor: Dr. Marcelo Beraldo
Data: 27 de fevereiro de 2013
Local: Anfiteatro do HUSH - 11º andar - R. São Joaquim, 36 – Liberdade
Horário: das 8 às 15h30
Sobre o Grupo Equipamed
O Grupo Equipamed, especializado na importação e comercialização de
equipamentos médicos e hospitalares, é referência em locação, manutenção,
fabricação e distribuição desses materiais. Sendo uma empresa
genuinamente nacional, atua a mais de 30 anos no mercado brasileiro.
Informações à imprensa:
Plano A Comunicação
11 5098-1111
Teca Pereira – 11-99114-3724 – [email protected]
Download
Random flashcards
modelos atômicos

4 Cartões gabyagdasilva

paulo

2 Cartões paulonetgbi

Anamnese

2 Cartões oauth2_google_3d715a2d-c2e6-4bfb-b64e-c9a45261b2b4

A Jornada do Herói

6 Cartões filipe.donner

Criar flashcards